Você está na página 1de 12

As nossas receitas secretas!

EB1 de Jardim
2008/2009
ÍNDICE – Sobremesas

Arroz doce ………………………….…………………………………. Pág. 2

Pudim de castanhas ………………………………………………. Pág. 3

Doce da casa ……..…………………………………………………. Pág. 4

Papas de carolo ……………………………………….……………. Pág. 5

Bavarois de morangos………………..…….……………………Pág. 6

Azevias …………………………..………………….…………………. Pág. 7

Baba de camelo..…………………………..…………….…….. Pág. 8

Semi-frio de baunilha ………..……………………………. Pág. 9

Creme de melancia …………………………………………….. Pág. 10

2
ARROZ DOCE

1,5 de água
Sal
2 Laranjas
Meio quilo de arroz (+-)
3 litros de leite (+ –)
Meio quilo de açúcar

Põe-se a água com o sal e as cascas de laranja ao lume, deita-


-se o arroz. Quando estiver quase cozido deita-se o leite e
por fim o açúcar.
Enfeita-se com canela.

3
PUDIM DE CASTANHAS

1kg de castanhas
6 ovos
1 litro de leite
Chocolate
1 vagem de baunilha

Coze-se um quilo de castanhas e descascam-se


completamente, depois passam-se pela peneira, temperam-se
de açúcar suficiente e misturam-se – lhe duas claras de ovos
batidas em creme.

Faz-se à parte um creme com um litro de leite em que se


fervem primeiro uma vagem de baunilha, um pouco de
chocolate e seis gemas de ovos.

Quando o creme está frio, incorporam-se-lhe cinco ou seis


colheres de puré de castanhas. Com o resto do puré prepara-
se uma forma com a configuração de um poço, o qual se enche
com o creme.

O resto do creme dispõe-se em volta do improvisado poço,


e serve-se.

4
DOCE DA CASA

2 Pacotes de natas
1Lata leite condensado
4 Folhas de gelatina
Bolacha Maria

Bater muito bem as natas.

Juntar o leite condensado e as folhas de gelatina, já


derretidas. Continuar a bater, até misturar tudo muito bem.

Colocar a bolacha ralada no fundo de um recipiente, juntar o


preparado e por cima deitar mais bolacha ralada a gosto.

Levar ao frigorifico algumas horas.

5
PAPAS DE CAROLO

3 chávenas de carolo (milho amarelo partido)


1 litro de azeite
1 chávena de açúcar
Sal
Canela

Para lavar o carolo, este é colocado num alguidar com


bastante água fria e agita-se de modo a trazer ao de cima o
farelo. Retira-se o farelo e muda-se a água tantas vezes
quanto necessárias para que o carolo fique bem lavado.
Quando o carolo estiver limpo do farelo, muda-se a pouco e
pouco para outro alguidar com água, para o libertar das areias
que ficam no fundo, operação que se repete as vezes
necessárias.

Tem-se ao lume uma panela com água temperada com sal.


A água deve ter pelo menos três vezes o volume do carolo
(para cada chávena de carolo quatro chávenas de água).
Quando a água levantar fervura, introduz-se o carolo e deixa-
se cozer, tendo o cuidado de o mexer de quando no principio e
constantemente assim que o preparado se torne mais espesso.

Quando o milho estiver a meia cozedura, começa a


juntar-se o leite pouco a pouco, mexendo sempre. Por fim
adiciona-se o açúcar, deixa-se cozer um pouco mais e serve-se
me travessas ou em pratos individuais enfeitados com canela.

BAVAROIS DE MORANGOS
6
1 kg de morangos
300 g de açúcar
8 folhas de gelatina
2,5 dl de natas
1 limão em sumo

Reduza 800 g de morangos a puré. Acrescente o açúcar e o


sumo de limão.

Retire um pouco deste puré e leve-o a banho-maria para


derreter as folhas de gelatina, previamente demolhadas.
Volte a juntar ao puré de morangos. Bata as natas bem firmes
e envolva-as com cuidado no puré.

Deite tudo numa forma previamente untada com óleo e leve ao


frigorífico durante, pelo menos, 4 horas.

No momento de servir, desenforme e decore com o resto dos


morangos.

AZEVIAS

7
250 g grão cozido
150 g açúcar
2 dl água
2 gema(s) de ovo
canela em pó
raspa de laranja
óleo para fritar

Preparar uma massa tenra (amassar a banha com a farinha até


estarem bem misturadas, junte-se a água aos poucos e os
restantes ingredientes até obter uma massa homogénea.
tempo de amassadura +/- 45 minutos).
Tirar a pele ao grão cozido e passar pelo passe-vite (reduzir a
puré).
Com o açúcar e a água prepara-se uma calda de açúcar, até
fazer ponto.
Junta-se o puré do grão, raspa de laranja e deixa-se ferver
suavemente até fazer estrada. Fora do calor, juntam-se as
gemas e a canela.
Estende-se a massa tenra, junta-se recheio, já frio, em
montinhos espaçados, dobra-se e corta-se em meias luas.
Fritam-se em óleo e escorrem sobre papel absorvente.

BABA DE CAMELO

8
1 lata leite condensado
4 ovos

Leva-se uma lata de leite condensado, previamente furada


com uma faca, ao lume, em banho-maria, na panela de pressão
e deixa-se ferver 40 minutos.
Deixa-se a lata arrefecer e retira-se da panela.
Numa tigela, junta-se o leite condensado, já cozido, às gemas
de ovo. Mistura-se bem.
Bater as claras em castelo numa tigela à parte.
Juntar as claras ao preparado, incorporando cuidadosamente.
Levar ao frigorífico, até ficar consistente.

SEMI-FRIO DE BAUNILHA

9
2,5dl de leite
6 folhas de gelatina
1 lata de leite condensado
250g de bolacha Maria triturada
4dl de natas
Essência de baunilha q.b.

Aquece-se o leite aromatizado com algumas gotas de essência


de baunilha. Demolha-se a gelatina e incorpora-se
imediatamente no preparado anterior. Adiciona-se o leite
condensado e metade das bolachas trituradas. Batem-se bem
as natas e envolvem-se no preparado.

Verter para uma tarteira, cobrir com película aderente e


colocar no congelador até adquirir boa consistência.

Desenforma-se e serve-se decorado com a restante bolacha.

CREME DE MELANCIA
10
3 folhas de gelatina
1Kg de melancia
160g de açúcar
2 dl de natas
3 claras
3 gotas de corante rosa

Demolha-se a gelatina em água fria. Retiram-se as sementes á


melancia, corta-se a polpa em pedaços e junta-se o açúcar.

Leva-se a ferver em lume brando durante 3 minutos. Retira-se


e passa-se por um passador de rede fina. Junta-se-lhes as
folhas de gelatina demolhadas escorridas e deixa-se
arrefecer.

Batem-se separadamente as natas e as claras até ficarem


bem firmes. Envolvem-se as claras nas natas batidas e
acrescenta-se ao preparado da melancia. Adiciona-se o
corante e envolve-se bem.

Distribui-se o creme por taças e guardam-se no frigorífico.


No momento de servir, decora-se com pedaços de melancia.

11
Colaboradores:

Pais dos Alunos

Professoras da Escola

Auxiliar de Acção Educativa

Compilação: Junho 2009

EB1 de Jardim

12