Você está na página 1de 7

Uma carta é um documento enviado por alguém (remetente) a outrem (destinatário).

A pessoa
que manda a carta utiliza a palavra para exprimir sentimentos, emoções, pontos de vista, ideias
sobre um determinado assunto.

Há cartas informais, dedicadas a familiares e amigos, e cartas formais, dirigidas a instituições, a


entidades oficiais, a personalidades importantes, possuindo, por isso, um, tom impessoal e de
cerimónia.

Estrutura da carta:

Data
Fórmula de saudação
Introdução
Motivo da carta
Apresentação dos assuntos
Despedida
Assinatura

As cartas de férias são as mais frequentes. O seu esquema tem, no entanto, algumas variantes.
Ora repara:

Data
Saudação inicial
Razão e local da estadia
Descrição do local
Referências meteorológicas
Breves dados sobre os habitantes e o seu modo de vida
Relato de acontecimentos interessantes
Expressão de saudades e pedido de novidades da terra natal
Despedida
Assinatura

Algumas formulas mais usadas, de acordo com o destinatário:

Saudação inicial Despedida


Cartas informais Querido(a) Amigo(a) / Pai/Mãe Muitos beijinhos
Um abraço
Caro Senhor Com os melhores
Exmº Senhor cumprimentos
Cartas formais Exmº Senhor Director Com respeitosos
cumprimentos
Um retrato é composto pelas características físicas e psicológicas de um indivíduo. O modo de
expressão predominante é a descrição.
Os aspectos físicos dizem respeito à configuração exterior da pessoa; os aspectos psicológicos
englobam os seus sentimento e os seus comportamentos.
Na descrição do retrato, físico ou psicológico, o nome vem sempre acompanhado de um ou mais
adjectivos. São eles que vão dar maior expressividade, vida e realidade à descrição.
Ao clicar no esquema (em baixo), descobrirás alguns adjectivos que te ajudarão a elaborar um
retrato rico em pormenores e expressivo.

RETRATO
Visão de
Organização do retrato: Começa-se pela impressão geral (visão de Conjunto
conjunto) para a visão de
pormenores.

Recursos expressivos mais usados no retrato: a adjectivação (uso de adjectivos) e a Características


CaracterísticasFísicas
comparação. Psicológicas
Visão de Pormenor
Visão de Pormenor

Faz o retrato deste simpático palhaço, seguindo as instruções dadas:


Impressão Geral Visão de Pormenor
R
Era um palhaço
pobre...
Retrato Físico:
E
- o nariz...
- a cara...
T
- as calças...
- as botas...
R
- o casaco...
A
Retrato psicológico
T
- alegre,
brincalhão...
O
Não te esqueças de ter em atenção toso os
elementos e características importantes,
encontra os adjectivos adequados, faz
comparações sugestivas e redige um texto
numa linguagem cuidada.
A entrevista é uma conversa, previamente preparada, com uma ou mais pessoas, normalmente para
adquirir informações sobre um tema, ou, então, para outros fins.
Se bem que predomine a oralidade, o acto interlocutório, a entrevista deve ter um guião escrito,
que faz parte da sua preparação.
Em jornais e em revistas, por exemplo, as entrevistas surgem em formato escrito, tendo a
estrutura de um diálogo, isto é, apresentando as perguntas do entrevistador e as respostas do(s)
entrevistado/s)

Preparação da entrevista:

Tema
Objectivos pretendidos
Informações sobre o/a(s) entrevistad/a(s)
Informações sobre o tema/assunto

Guião da entrevista:

Determinar o número e a sequência lógica dos tópicos da


conversa
Elaborar as questões e testá-las
Pensar em formas de reformular as questões, se necessário
Manter vivo e activo o diálogo
O resumo é um texto que apresenta as ideias ou factos essenciais de um outro texto,
abreviadamente, mas respeitando a ordem do texto original.

Preparação

Ler várias vezes o texto base


Sublinhar as ideias principais
Verificar o modo como as ideias se ligam entre si

Redacção

Mencionar apenas as ideias principais


Excluir repetições, pormenores, citações, interjeições,
exemplos
Usar palavras ou expressões que diminuam o tamanho do texto
Seguir as sequências do texto base, sem alterar a sua forma
gramatical
Articular correctamente os parágrafos e as frases
Mudar o discurso directo para o discurso indirecto *

* Devem usar-se verbos introdutores (exclamar, dizer, perguntar...) seguidos de


que ou se. Os tempos verbais, determinantes e pronomes serão empregues na 3ª pessoa. Também
terão de ser consideradas alterações nos advérbios. Assim:

então
naquele
agora
dia
hoje
no dia
ontem
anterior
amanhã
no dia
aqui
seguinte

ali

É proibido...

Usar as mesmas palavras do texto base


Dar opiniões
Utilizar o diálogo
Fazer transcrições do texto
Ultrapassar o número de palavras proposto ou do texto original
Um relatório é um texto escrito em que se da conta de factos, acontecimentos , experiências.

Organização do relatório

Página de rosto

Título
Destinatário
Relator (autor do documento)
Data
Local

Página imediatamente a seguir

Índice
Resumo - texto muito abreviado sobre o conteúdo

Introdução

Deve incluir:
o assunto
os objectivos a atingir
a metodologia a utilizar

Desenvolvimento ou corpo do relatório

Relato fundamentado, claro e objectivo, dos acontecimentos, experiências,


factos
Avaliação dos dados apresentados

Conclusão

Sistematização das ideias (dispersas)


Recomendações futuras

Parte Final

Bibliografia
Anexos
Agradecimentos (se for caso disso)

A acta é um documento escrito de valor jurídico em que se registam de forma precisa as


ocorrências, resoluções e deliberações de uma reunião ou assembleia.
Partes de uma acta:

Número
Título da acta
Dia, mês, ano, hora e local da reunião
Identificação do(a) presidente e do(a) secretário(a)
Ordem de trabalhos
elementos ausentes
Registo dos acontecimento (discussões. votações, deliberações, etc.)
Fecho
Assinaturas

Normas a seguir:

A redacção é feita sempre por extenso


Antes das assinaturas, deve ler-se em voz alta para ser aprovada
A acta é assinada por todos os presentes ou apenas pelo secretário e pelo
presidente
As rasuras, omissões ou aditamentos são ressalvados em devido tempo.
Todos os espaços em branco são trancados, qualquer que seja o tipo de acta

Um recado consiste numa mensagem oral ou escrita de uma ou mais pessoas para outra(s).

Saber escrever um recado é fundamental, doutro modo, o destinatário pode não compreender o
que se lhe pretende transmitir ou dar-lhe outra interpretação.

Um recado deve conter:

Palavras simples
Frases curtas
Linguagem clara e precisa

O diário é um documento escrito, em que o autor exprime os seus sentimentos, emoções,


sensações, recordações, reflexões, ideias mais íntimas. É uma espécie de amigo, confidente, a quem
podemos dizer tudo, tendo a garantia de total fidelidade, lealdade e completo secretismo.

Partes de um diário:

Data
Saudação inicial (Querido diário; meu querido amigo; etc...)
Texto
Despedida (Até amanhã; Dorme bem; Até breve; etc...)