Você está na página 1de 3

22/10/2015

22/10/2015 Decretonº7234 PresidênciadaRepública CasaCivil SubchefiaparaAssuntosJurídicos

Decretonº7234

PresidênciadaRepública

CasaCivil

SubchefiaparaAssuntosJurídicos

Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil­PNAES.

OPRESIDENTEDAREPÚBLICA,nousodaatribuiçãoquelheconfereoart.84,incisoVI,alínea“a”,da

Constituição:

DECRETA:

Art.1 o OProgramaNacionaldeAssistênciaEstudantil–PNAES,executadonoâmbitodoMinistérioda Educação,temcomofinalidadeampliarascondiçõesdepermanênciadosjovensnaeducaçãosuperiorpública federal.

Art.2 o SãoobjetivosdoPNAES:

I–democratizarascondiçõesdepermanênciadosjovensnaeducaçãosuperiorpúblicafederal;

II­minimizarosefeitosdasdesigualdadessociaiseregionaisnapermanênciaeconclusãodaeducação

superior;

III­reduzirastaxasderetençãoeevasão;e

IV­contribuirparaapromoçãodainclusãosocialpelaeducação.

Art.3 o OPNAESdeveráserimplementadodeformaarticuladacomasatividadesdeensino,pesquisae extensão,visandooatendimentodeestudantesregularmentematriculadosemcursosdegraduaçãopresencial dasinstituiçõesfederaisdeensinosuperior.

§1 o AsaçõesdeassistênciaestudantildoPNAESdeverãoserdesenvolvidasnasseguintesáreas:

I­moradiaestudantil;

II­alimentação;

III­transporte;

IV­atençãoàsaúde;

V­inclusãodigital;

VI­cultura;

VII­esporte;

VIII­creche;

IX­apoiopedagógico;e

X ­ acesso, participação e aprendizagem de estudantes com deficiência, transtornos globais do

desenvolvimentoealtashabilidadesesuperdotação.

§2 o Caberáàinstituiçãofederaldeensinosuperiordefiniros critérios eametodologiadeseleçãodos

alunosdegraduaçãoaserembeneficiados.

Art.4 o Asaçõesdeassistênciaestudantilserãoexecutadasporinstituiçõesfederaisdeensinosuperior, abrangendoos Institutos Federais deEducação, CiênciaeTecnologia, considerandosuas especificidades, as

22/10/2015

Decretonº7234

áreasestratégicasdeensino,pesquisaeextensãoeaquelasqueatendamàsnecessidades identificadas por seucorpodiscente.

Parágrafo único. As ações de assistência estudantil devem considerar a necessidade de viabilizar a igualdadedeoportunidades,contribuirparaamelhoriadodesempenhoacadêmicoeagir,preventivamente,nas situaçõesderetençãoeevasãodecorrentesdainsuficiênciadecondiçõesfinanceiras.

Art. 5 o Serãoatendidos noâmbitodoPNAES prioritariamenteestudantes oriundos daredepúblicade educaçãobásicaoucomrendafamiliarpercapitadeatéumsaláriomínimoemeio,semprejuízodedemais requisitosfixadospelasinstituiçõesfederaisdeensinosuperior.

Parágrafo único. Além dos requisitos previstos no caput, as instituições federais de ensino superior deverãofixar:

I­requisitosparaapercepçãodeassistênciaestudantil,observadoodispostonocaputdoart.2 o ;e

II­mecanismosdeacompanhamentoeavaliaçãodoPNAES.

Art. 6 o As instituições federais de ensino superior prestarão todas as informações referentes à implementaçãodoPNAESsolicitadaspeloMinistériodaEducação.

Art. 7 o Os recursos paraoPNAES serãorepassados às instituições federais deensinosuperior, que deverãoimplementarasaçõesdeassistênciaestudantil,naformadosarts.3 o e4 o .

Art.8 o AsdespesasdoPNAEScorrerãoàcontadasdotaçõesorçamentáriasanualmenteconsignadasao MinistériodaEducaçãoouàsinstituiçõesfederaisdeensinosuperior,devendooPoderExecutivocompatibilizar aquantidadedebeneficiárioscomasdotaçõesorçamentáriasexistentes,observadososlimitesestipuladosna formadalegislaçãoorçamentáriaefinanceiravigente.

Art.9 o EsteDecretoentraemvigornadatadesuapublicação.

Brasília,19dejulhode2010;189 o daIndependênciae122 o daRepública.

LUIZINÁCIOLULADASILVA

FernandoHaddad

EstetextonãosubstituiopublicadonoDOUde20.7.2010

22/10/2015

Decretonº7234