Você está na página 1de 36

Plano de Acção – Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas de Tarouca

Pontos fortes: Pontos fracos:

 Espaço amplo com uma boa adequação das diferentes


zonas à sua funcionalidade;  Equipa multidisciplinar, mas pouco empenhada, com défice de horário para a BE;
 Horário de funcionamento contínuo e alargado;  Sistema de empréstimo informatizado ainda não activado;
 Boas condições físicas e de mobiliário;  Ausência de orçamento próprio;
 Estabelecimento de uma Biblioteca activa –  Falta de formação dos elementos da equipa da BE em áreas ligadas às Novas
remodelação frequente de acordo com as actividades Tecnologias.
e dinâmicas de acção.  Domínio limitado das TIC;
 Afectação de dois professores bibliotecários
qualificados e de uma equipa de apoio à BE;
 Equipa multidisciplinar da BE;
OBJECTO DA AVALIAÇÃO
 Grande afluência de alunos a frequentar a BE;
 Fundo documental organizado, e diversificado; Domínio a B. Leitura e Literacia
 Equipamentos informáticos (computadores) avaliar
suficientes e operacionais;
 Ligação à Internet muito eficiente; Indicadores B.1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura na
escola/agrupamento.
 Elevado número de requisições domiciliárias de livros
e material audiovisual; B.2 Integração da BE nas estratégias e programas de leitura ao nível
 Boa receptividade da comunidade educativa à BE; da
 Apoio material da RBE para fundo documental e escola/agrupamento.

software; B.3 Impacto do trabalho da BE nas atitudes e competências dos


 Apoio do PNL para documentação de leitura orientada; alunos, no âmbito da leitura e da literacia.
 Apoio da Biblioteca Municipal (empréstimo);
 Representação da BE no Conselho Pedagógico;
Justificação Trata-se de uma área de intervenção prioritária, no âmbito do plano
 Motivação forte dos alunos para as novas tecnologias;
da de acção da BE, para o presente ano lectivo, em concordância com
escolha o Projecto Educativo do Agrupamento (projecto TEIP), que visa
empreender acções para a melhoria e combate do insucesso
escolar, necessitando de um maior desenvolvimento.
Domínio: B. Leitura e Literacia
B.1 Trabalho da BE ao serviço da promoção da leitura na escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Promover a leitura através de actividades dinamizadas pela BE (“A Hora do Conto” e “Momento de Poesia” – “Escritor do mês”, “O Livro da X X X X
Semana” “A Banca das Novidades” “A Semana da Leitura” - Vinda de um escritor, concursos, dramatizações…).
Realização de exposições temáticas.
Organizar visitas à BE em que sejam dadas a conhecer as formas como está organizada a BE e explorados diferentes recursos e serviços.
Elaborar guiões de pesquisa e dossiers temáticos (com a ajuda dos Professores colaboradores e “Amigos da BE”.
Articular com o PNL
Encorajar a participação dos alunos em actividades no âmbito da leitura e escrita: clubes de leitura, jornais, blogues, outros. X X X X
Criar o Grupo “Os Amigos da Biblioteca” – apoio na elaboração de dossiers temáticos e organização da BE. X X X X
Reformular o “Cantinho da Escrita Criativa” – “Escreve e Deixa Que Te Leiam”. X X X X
Desenvolver projectos promovidos pelo Plano Nacional de Leitura e pela Rede de Bibliotecas Escolares. X X X X
Convidar especialistas, organizar colóquios/seminários sobre a leitura, a literacia e o papel da BE: X X
Convite de poetas e escritores locais. X X X X
Solicitar e disponibilizar “Malas de Leitura” para leitura em sala de aula e parcerias com bibliotecas locais. X X X X

B.2 Integração da BE nas estratégias e programas de leitura ao nível da escola/ agrupamento 09/10 10/11 11/12 12/13

Desenvolver actividades que tenham repercussões positivas no processo ensino/aprendizagem e que conduzam os alunos a uma melhoria de X X X X
resultados com via ao sucesso;
Direccionar projectos e actividades a novos públicos que emergem da reestruturação curricular ou de mudanças no sistema educativo (CEF,
EFA, CNO, outros). Produzir instrumentos de apoio para docentes e alunos.
Criação do “Clube de Leitura” em parceria com os docentes de Língua Portuguesa. X X X X
Apoiar actividades promovidas pelos clubes e projectos em curso.
Construir, com base no currículo e no levantamento das competências de informação que irão sendo trabalhadas com os alunos, um currículo X X X X
de competências que permita avaliar os progressos que vão sendo feitos pelos alunos neste domínio ao longo do ano lectivo e da sua
escolaridade.
Dinamizar actividades culturais e de abertura à comunidade (exposições, eventos,…). X X X x

B.3 Impacto do trabalho da BE nas atitudes e competências dos alunos, no âmbito da leitura e da literacia. 09/10 10/11 11/12 12/13
X X X X

Apoiar a utilização autónoma da BE como instrumento de lazer e trabalho independente.


Criar grupos de leitores para partilhar gostos e leituras.
Dar visibilidade ao prazer de ler - envolvimento dos alunos em actividades de Leitura: em turmas e a pessoas da comunidade e
Instituições – Biblioteca Municipal;

Dar visibilidade ao prazer de ler - envolvimento dos alunos em actividades de Leitura: em turmas e a pessoas da comunidade e Instituições – X
Lares de idosos...

A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular


A.1 Articulação Curricular da BE com as Estruturas de Coordenação Educativa e Supervisão Pedagógica e os Docentes

A.1.1 Cooperação da BE com as estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica da escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Auscultação, para efeito de aquisição do fundo documental, aos Departamentos, Grupos Disciplinares, Coordenação de Ciclos, Coordenação de X
Cursos e Projectos existentes no Agrupamento.
Criação do “Baú de Sugestões” na BE.
Articulação com os Departamentos e Grupos Disciplinares/Coordenação de Ciclos/Cursos/Projectos – leitura em grupo; momento de poesia;
“Hora do Conto”; Exposições temáticas: Halloween; Literatura de Cordel; S. Martinho, Dia da Alimentação; Tabagismo (Dia do Não Fumador);
Dia do Livro Infantil; semana da Leitura... – Acções de sensibilização, numa promoção de mudança de atitudes e aquisição de valores culturais
e sociais e apoio às áreas curriculares e não curriculares.
Colaborar com os professores na concretização de actividades curriculares com base em recursos da BE X X X X
Promover práticas colaborativas e de articulação com os diferentes Departamentos Curriculares/Grupos Disciplinares e docentes através da
concepção/participação em programas/projectos relacionados com a leitura.
Potenciar a utilização da BE em contexto lectivo. X X X X

A.1.2. Parceria da BE com os docentes responsáveis pelas áreas curriculares não disciplinares (ACND) da escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Apoiar os docentes responsáveis pelas Áreas de Projecto na sua programação no que respeita a recursos da BE; X X X X
Colaborar com os Directores de Turma na concepção e realização de iniciativas no âmbito da Formação Cívica envolvendo recursos da BE;
Contactos com os professores de Estudo Acompanhado tendo em vista a inclusão da biblioteca e dos seus recursos nas actividades desta área.
Dinamizar actividades em colaboração com docentes das Áreas Curriculares Não Disciplinares. X X X X
Realizar acções de orientação para utilizadores – alunos e DT/Titulares de Turma. X X X X
Desenvolver acções de dinamização da BE e de sensibilização referentes a temáticas abordadas pelas NAC e outros projectos do X X X X
Agrupamento: Ex:Tabagismo, drogas, direitos da criança, alimentação, sida...

A.1.3. Articulação da BE com os docentes responsáveis pelos serviços de apoios especializados e educativos (SAE) da 09/10 10/11 11/12 12/13
escola/agrupamento.
Contactos com professores de Educação Especial e responsáveis por outros Apoios Educativos, tendo em vista a inclusão da biblioteca e dos X X X X
seus recursos nestes apoios.

Colaborar com os docentes responsáveis por actividades de apoio educativo, na planificação e desenvolvimento de estratégias de recuperação, X X X X
acompanhamento e desenvolvimento, definidas para os alunos.
Colaborar na selecção de recursos e adaptação de materiais que levem os alunos a uma maior facilidade de ler, aprender e realizar X X
actividades diversas dentro do currículo adaptado.

A.1.4. Ligação da BE ao Plano Tecnológico da Educação (PTE) e a outros programas e projectos curriculares de acção, inovação 09/10 10/11 11/12 12/13
pedagógica e formação existentes na escola/agrupamento

Realizar actividades de apoio e ensino centrado na aprendizagem activa e autónoma, com a integração plena das TIC; X X X X
Promover e realizar acções de formação para orientar os alunos num maior domínio das TIC, colaborando com as diferentes disciplinas e X
proporcionando recursos informativos.
Potenciar os meios informáticos e audiovisuais, em prol da educação, do conhecimento, da aprendizagem e da valorização pessoal e social. X X
Incentivar projectos de leitura em ambientes digitais explorando as possibilidades facultadas pela WEB e PNL.
Desenvolver projectos de actividades de leitura em suportes digitais, na biblioteca, reforçando o papel das TIC, mediante a aposta nas
competências que estas exigem ou que impulsionam, de forma a retirar delas o máximo de aproveitamento;
Criar um projecto que integra leituras de contos em suporte digital direccionado para os alunos de 5º ano, que revelam dificuldades na
disciplina de Língua Portuguesa.

A.1.5. Integração da BE no plano de ocupação dos tempos escolares (OTE) da escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Preparação da BE para a realização de actividades de estudo, leitura e pesquisa orientada, uso das TIC ou outras actividades no âmbito da X X X X
OTE, no seu espaço, nomeadamente através do visionamento de vídeos, filmes e documentários de foro pedagógico.
Utilização dos dossiers temáticos existentes na BE para leitura e debate de artigos pertinentes, nas aulas de substituição. X X X X

A.1.6. Colaboração da BE com os docentes na concretização das actividades curriculares desenvolvidas no espaço da BE ou tendo 09/10 10/11 11/12 12/13
por base os recursos.

Implementar um modelo de desenvolvimento de literacia de informação em articulação com o PEE, PCE, PCTs, PAA, projecto TEIP e Estudo X X X X
Acompanhado, Formação Cívica e Áreas de Projecto, a fim de apoiar as actividades lectivas de ensino/aprendizagem.
Auscultar, junto dos Departamentos/Grupos Disciplinares/coordenadores de Ciclos, sugestões e necessidades para a aquisição de fundo X X X X
documental da BE que funcione como suporte ao desenvolvimento curricular, a actividades extracurriculares e projectos interdisciplinares.
Realizar exposições sobre o fundo documental existente relevante em termos curriculares: “O Livro da Semana” – “A Banca das Novidades.”
Organizar exposições temáticas.
Comemoração de efemérides curricularmente relevantes em parceria com os Departamentos Curriculares/Coordenadores de Ciclos. X X X X
Actividades de acompanhamento de grupos / turmas / alunos em trabalho orientado na BE, ou em actividades de leitura na sala de aula: “O X
livro vai à Aula!” – realizadas pela equipa e por alunos.
Analisar, em articulação com os docentes, os programas curriculares e projectos em curso, de modo a identificar as competências de X X X X
informação que em cada momento poderão ser trabalhadas com os alunos na BE, na sala de aula e noutros espaços.
Fazer o levantamento periódico com os docentes das oportunidades de colaboração com a BE, de acordo com as Planificações, os Planos X X X X
Curriculares de Turma e Planos de Aula, de modo a integrar a utilização da BE nos tempos lectivos.
Organizar com os docentes o apoio da BE aos alunos nas Áreas de Projecto, em métodos e técnicas de estudo, nas horas de EA. X X X X
Promover e disponibilizar o espaço e recursos da BE ao serviço dos alunos e docentes em contexto de aula. X X X X
Potenciar os recursos existentes para desenvolvimento do processo ensino/aprendizagem.
Dinamizar actividades culturais e de abertura à comunidade (exposições, eventos,…) X X X X
Apoiar actividades promovidas pelos clubes e projectos em curso. X

A.2.1. Organização de actividades de formação de utilizadores na escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Dinamizar sessões de formação para utilização autónoma da BE e para o uso da informação existente, através de: Acção de formação X X X X
para utilizadores - “À Descoberta da BE” direccionada para os vários públicos alvo.
Organizar visitas à BE para apresentar os seus espaços, organização, serviços e recursos.

Produção do “Guia do Utilizador da Biblioteca”: com a planta da BE, organização dos espaços, regras de funcionamento e normas de X X X X
conduta; Sua divulgação junto da comunidade escolar, bem como de boletins periódicos, planta da sala, mapa de sinalética...
Apresentação e divulgação do Regimento da Biblioteca na plataforma da escola – Moodle. X X
Formação de utilizadores no âmbito da pesquisa bibliográfica orientada (pesquisa, selecção e tratamento da informação).
Acção de formação para os alunos referente aos procedimentos e cuidados a ter no acesso à Internet.
Acções de dinamização da BE e de formação e sensibilização referentes a temáticas abordadas pelas NAC e outros projectos do X
Agrupamento: tabagismo, drogas, direitos da criança, alimentação, sida...

A.2.2 Promoção do ensino em contexto de competências de informação da escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Realizar sessões no âmbito da pesquisa bibliográfica orientada (pesquisa, selecção e tratamento da informação). X
Disponibilizar maletas pedagógicas, dossiers temáticos e outros para tratamento de temas transversais ao currículo.
Utilizar os dossiers temáticos existentes na BE para leitura e debate de artigos pertinentes, nas aulas de substituição.

A.2.3 Promoção do ensino em contexto de competências tecnológicas e digitais na escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Implementar um modelo de desenvolvimento de literacia de informação em articulação com o PEE, PCE, PCTs, Estudo Acompanhado e X X X X
Áreas de Projecto.

A.2.4 Impacto da BE nas competências tecnológicas, digitais e de informação dos alunos na escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Apoiar a utilização autónoma da BE e dos seus recursos tecnológicos, como instrumento de lazer e trabalho independente. X X X X
A.2.5 Impacto da BE no desenvolvimento de valores e atitudes indispensáveis à formação da cidadania e à aprendizagem ao 09/10 10/11 11/12 12/13
longo da vida.

Reforçar e ampliar o papel formativo da BE na interiorização e prática de referências positivas, na prática de formas de agir e de estar X X X X
em grupo, próprias de vivência em comunidade.
Promover acções de sensibilização em prol da sua formação, no âmbito da educação para a saúde, para a defesa ambiental, para o
favorecimento de relações interpessoais, para a vivência em cidadania...

A.1.6. Colaboração da BE com os docentes na concretização das actividades curriculares desenvolvidas no espaço da BE ou 09/10 10/11 11/12 12/13
tendo por base os seus recursos.
Reforçar e ampliar o papel formativo da BE. X X X X
Produzir, em colaboração com os docentes, fichas de trabalho, guiões de apoio à pesquisa, auxiliares para a produção de trabalhos X
impressos, digitais e multimédia e outros documentos de apoio.
Organizar com os docentes o apoio da BE aos alunos nas Áreas de Projecto. X
Organizar com os docentes o apoio da BE aos alunos em métodos e técnicas de estudo, nas horas de EA.

Promover e disponibilizar o espaço e recursos da BE ao serviço dos alunos e docentes em contexto de aula. X X X X
Potenciar os recursos existentes para desenvolvimento do processo ensino/aprendizagem.
Dinamizar actividades culturais e de abertura à comunidade (exposições, eventos,…)
Apoiar actividades promovidas pelos clubes e projectos em curso.

C. Projectos, parcerias e actividades livres e de abertura à comunidade


C.1 Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular

09/10 10/11 11/12 12/13


C.1.1 Apoio à aquisição e desenvolvimento de métodos de trabalho e de estudo autónomos.

Promoção da autonomia dos utentes, no que respeita a estudo individual, realização de trabalhos, capacidade de pesquisa e espírito crítico
para seleccionar e explorar a informação. Ex: desdobráveis, grelhas, guiões de pesquisa...
X

C.1.2 Dinamização de actividades livres, de carácter lúdico e cultural na escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13
X

Dinamização de actividades culturais e de abertura à comunidade, envolvendo figuras/escritores locais de reconhecida importância.
X
Realização de feiras do livro, feiras de desbaste, exposições referentes a temas pertinentes, escritores actuais, obras de destaque,
sugestões de leitura...

C.1.3 Apoio à utilização autónoma e voluntária da BE como espaço de lazer e livre fruição dos recursos. 09/10 10/11 11/12 12/13

Promover a utilização autónoma da BE e do uso do catálogo. X X X X

C.1.4 Disponibilização de espaços, tempos e recursos para a iniciativa e intervenção livre dos alunos. 09/10 10/11 11/12 12/13

X X X X
Fomentar um trabalho continuado de preparação dos alunos para os concursos nacionais no âmbito do PNL e RBE.

Promover projectos e desenvolvimento de acções nos domínios em que os alunos revelam maiores dificuldades: Matemática e Ciências X X
Experimentais, numa promoção crescente das suas aprendizagens.
Fomentar o visionamento de filmes e documentários de carácter formativo e cultural, numa promoção de valores e conhecimento.

C.1.5.Apoio às actividades de enriquecimento curricular (AEC), conciliando-as com a utilização livre da BE. 09/10 10/11 11/12 12/13

* Só para o 1º Ciclo Ensino Básico ACÇÕES A DESENVOLVER


Articulação na “Hora do Conto” e actividades de animação na BE. X X X X

D. Gestão da BE
D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

D.1.1 Integração/acção da BE na escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Manter um papel activo no CP, colaborando e trabalhando de forma a ajudar a concretizar a missão da Escola.

Promover projectos de trabalho em colaboração com os Pais/Enc. de Educação. X X X X


Representar a BE no Conselho Pedagógico

D.1.2 Valorização da BE pelos órgãos de direcção, administração e gestão da escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Contribuir para uma gestão mais eficiente da BE; X X X X


Promover reflexão nos órgãos de gestão pedagógica sobre questões gerais de funcionamento das Bibliotecas do Agrupamento. X X X X
Promover reflexão nos órgãos de gestão pedagógica sobre questões de literacia X X X X
D.1.3 Resposta da BE às necessidades da escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13
Estabelecer/consolidar interacção efectiva e parcerias com os departamentos curriculares, os directores de turma, os professores e x x x x
a sala de aula, nas actividades das áreas curriculares e não curriculares

D.1.4 Avaliação da BE na escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Implementar actividades de auto-avaliação X X X X


Criar instrumentos de recolha e registo sistemático de dados para avaliação da actividade da BE.
Aplicar o modelo de avaliação das BEs - RBE

D. Gestão da BE
D.3 Gestão da Colecção/da informação
D.3.1 Planeamento/ gestão da colecção de acordo com a inventariação das necessidades curriculares e dos utilizadores 09/10 10/11 11/12 12/13
da escola/agrupamento.

Elaboração do PDC (Política de Desenvolvimento da Colecção) estabelecer e aplicar um conjunto de princípios de política
documental adequados ao Agrupamento; Rever o documento PDC e fazê-lo aprovar em Conselho Pedagógico
X X X
X X
Actualizar a colecção Avaliar a colecção existente, proceder à conservação e restauro das obras, realizar o desbaste periódico da
colecção.
Seleccionar novos recursos (materiais livro, não-livro e websites)
Estabelecer um plano de avaliação da colecção x x x x
Estabelecer um plano orçamental anual em função do Plano de Actividades x
Estabelecer o plano de aquisições, a reavaliar anualmente x x x x
Realizar o desbaste x
D.3.2 Adequação dos livros e de outros recursos de informação (no local e online) às necessidades curriculares e aos
interesses dos utilizadores na escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Recolher pedidos e sugestões de aquisição de documentos junto da comunidade. x x x x

D.3.3 Uso da colecção pelos utilizadores da escola/agrupamento. 09/10 10/11 11/12 12/13

Sistema de empréstimo informatizado X X X


Facilitar o acesso à informação e documentação existente.
D.3.4 Organização da informação. Informatização da colecção. 09/10 10/11 11/12 12/13

Manter o fundo documental organizado;Catalogação do material impresso e não impresso. Recuperação do catálogo informático X X X

Informatização da pesquisa do catálogo


Disponibilização do catálogo online Disponibilização da colecção via catálogo

D.3.5 Difusão da informação 09/10 10/11 11/12 12/13

Implementar veículos diversos de difusão da informação para o exterior X X X X


Produzir um boletim informativo mensal da BE.
Divulgar novidades nos placares da BE e no site do Agrupamento.
Elaborar listagens de documentação existente na BE para as diferentes áreas e conteúdos programáticos.
Construir e manter um conjunto de painéis informativos distribuídos pelos diferentes espaços escolares.
Domí B. Leitura e Literacia

Subdomínio 09/10 10/11 11/12 12/13


ACÇÕES A DESENVOLVER
Indicadores

B.1 Trabalho Auscultação aos Departamentos, Grupos Disciplinares; Coordenação de Ciclos; Coordenação de X X X X
da BE ao Cursos e Projectos existentes no Agrupamento para aquisição e de fundo documental.
serviço da
promoção da Criação do “Baú de Sugestões” na BE.
leitura na
escola/agru Preocupação da equipa da BE em se actualizar, com frequência, relativamente às novidades a X X X X
pamento.
nível de fundo documental - novidades editoriais.
X X X X
Criação do espaço “O Livro da Semana” - Exposição de sugestões de leitura.
Destaque: “A frase da Semana” com frases escritas pelos alunos – apelo à leitura;
Exposições de livros novos – “A Banca das Novidades”.
X X X X
“A Hora do Conto” e “Momento de Poesia” - Escritor do mês: X
Luís de Camões; Escritores locais.
Fernando Pessoa; Gil Vicente. X
X
Almeida Garrett; Pe. António Vieira.
Eça de Queirós;
X X X X
Realização de exposições temáticas.

“A Semana da Leitura” Semana dedicada ao livro:


Vinda de um escritor; Promover um encontro com um escritor por ano.

X X X X
Encorajar a participação dos alunos em actividades livres no âmbito da leitura: clubes de leitura,
jornais, blogs, outros.

X X X X
Divulgação e difusão dos recursos documentais e projectos que suportam a acção educativa e
garantem a transversalidade e o desenvolvimento de competências associadas à leitura:
Produção de Guiões e Boletins Informativos;
Criação do blogue da Biblioteca;
Elaboração e participação no Jornal da Escola “Crescer”
Divulgação de acções/eventos na plataforma Moodle;
Exposições temáticas e de apelo permanente à leitura.

X X X X
Criação do Grupo “Os Amigos da Biblioteca” – colaboração na elaboração de dossiers temáticos e
de apoio à organização da BE.

X X X X
Criação do “Cantinho da Escrita Criativa” – “Escreve e Deixa Que Te Leiam”.

X
“Saber de experiências feito” -- Vinda de encarregados de Educação à BE ler um conto; Vinda
de outros familiares relatar as suas experiências passadas de enriquecimento cultural - (contos,
lendas, fábulas, provérbios, cantigas populares, trava - línguas…

X X X X
Desenvolvimento de projectos promovidos pelo Plano Nacional de Leitura e pela Rede de
Bibliotecas Escolares.

X X X X
Elaborar materiais que provêm de recursos existentes e doados (revistas e jornais) potenciando a
sua reutilização e conversão em material de saber/lazer: dossiers temáticos.

Implementar medidas de promoção de um maior envolvimento e mobilização dos utilizadores


(docentes, alunos, …), a quem é pedida uma participação mais activa;
X
Convidar especialistas, organizar colóquios/seminários sobre a leitura, a literacia e o papel da BE:
Convite de poetas e escritores locais.

X
Solicitar e disponibilizar “Malas de Leitura” (kits pedagógicos) para leitura em sala de aula.

B.2 2009 2010 2011 2012


Integraçã / / / /
o da BE
ACÇÕES A DESENVOLVER 2010 2011 2012 2013
nas
estratégia 
se Trabalhar articuladamente com departamentos e docentes.
programa
s de Articulação com os Departamentos e Grupos Disciplinares/Coordenação de Ciclos/Cursos/Projectos
leitura ao – leitura em grupo; momento de poesia; “Hora do Conto”; Exposições temáticas: Halloween;
nível da Literatura de Cordel; S. Martinho, Dia da Alimentação; Tabagismo (Dia do Não Fumador); Dia do
escola/ag Livro Infantil; semana da Leitura... –Acções de sensibilização, numa promoção de mudança de
rupament atitudes e aquisição de valores culturais e sociais e apoio às áreas curriculares e não curriculares.
o.
Disponibilizar recursos documentais, nos diversos formatos, físicos e digitais online
de acordo com as necessidades de informação dos planos curriculares.
Desenvolver actividades que tenham repercussões positivas no processo ensino/aprendizagem e
que conduzam os alunos a uma melhoria de resultados com via ao sucesso;

Promover o trabalho articulado e uma colaboração activa com departamentos e docentes através
da concepção/participação em programas/projectos relacionados
com a leitura.

Direccionar projectos e actividades a novos públicos que emergem da reestruturação curricular ou


de mudanças no sistema educativo (CEF, EFA, CNO, outros).
Produção de instrumentos de apoio para docentes e alunos.

X X X X
Incentivo da leitura em ambientes digitais explorando as possibilidades facultadas pela WEB, bem
como pelo PNL.
Projecto de sessões de leitura em suporte digital direccionado para alunos com dificuldades, na
disciplina de Língua Portuguesa;

Criação do “Clube de Leitura” em parceria com os docentes de Língua Portuguesa.

Produção de Guiões e Boletins Informativos;


Criação do blogue da Biblioteca;
Elaboração e participação no Jornal da Escola “Crescer”
Divulgação de acções/eventos na plataforma Moodle;
Exposições temáticas e de apelo permanente à leitura

Potenciar os meios informáticos e audiovisuais, em prol da educação, do conhecimento, da


aprendizagem e da valorização pessoal e social;
Empreender acções/projectos com a participação dos elementos da Direcção, numa co-
responsabilização de linhas de acção e valorização da BE;
Desenvolver estratégias que facilitem a formação e empenhamento da equipa e professores
colaboradores da BE;

B.3 2009 2010 2011 2012


Impacto / / / /
do
ACÇÕES A DESENVOLVER 2010 2011 2012 2013
trabalho
da BE nas 
atitudes e Criar grupos de leitores para partilhar gostos e leituras.
competên Dar visibilidade ao prazer de ler, assegurando o envolvimento dos alunos em actividades de
cias dos Leitura: em turmas e a pessoas da comunidade e Instituições – Biblioteca Municipal; Lares de
alunos, no idosos...
âmbito da
leitura e Empreender/desenvolver acções que levem os alunos a:
da Mudança de conhecimento
literacia. Competências
Atitudes
Valores
Níveis de sucesso
Bem-estar
Inclusão
INPUTS → PROCESSOS → OUTPUTS →OUTCOMES
A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular
A.1 Articulação Curricular da BE com as Estruturas de Coordenação Educativa e Supervisão Pedagógica e os Docentes

09/10 10/11 11/12 12/13


Subdomínio/ ACÇÕES A DESENVOLVER
Indicadores
Promover a participação periódica
A.1.1 Cooperação da da BE nas reuniões de planificação
BE com as das estruturas de coordenação
estruturas de educativa e de supervisão
coordenação educativa pedagógica.
Organizar acções informais de
e formação sobre a BE junto dos
supervisão pedagógica docentes.
da Melhorar a comunicação entre a
escola/agrupamento. BE, o director e as estruturas de
coordenação educativa e de
supervisão pedagógica no sentido
de facilitar a actualização e
adequação dos recursos às
necessidades.
Apresentar aos docentes sugestões
de trabalho conjunto em torno do
tratamento de diferentes unidades
de ensino ou temas.
Promover a integração dos novos
docentes no trabalho da BE.
ACÇÕES A DESENVOLVER 2009/ 2010/ 2011/ 2 AVALIAÇÃO/
A.1.2. Parceria da BE 2010 2011 2012 0 EVIDÊNCIAS
com os docentes 1
responsáveis pelas 2
áreas curriculares /
não disciplinares 2
(ACND) da 0
escola/agrupamento. 1
3
Promover reuniões da BE com os docentes responsáveis pelas ACND.
Organizar acções informais de
formação sobre a BE junto dos docentes.
Melhorar a comunicação entre a BE e os docentes no sentido de facilitar a
actualização e
adequação dos recursos às suas necessidades.
Apresentar aos docentes sugestões de trabalho conjunto em torno do tratamento
das diferentes unidades de ensino ou temas.

ACÇÕES A DESENVOLVER 2009/ 2010/ 2011/ 2 AVALIAÇÃO/


2010 2011 2012 0 EVIDÊNCIAS
1
A.1.3. Articulação da 2
BE com os /
docentes 2
0
responsáveis pelos
1
serviços 3
de apoios Promover reuniões da BE com os
especializados e docentes responsáveis pelos SAE.
educativos Organizar acções informais de
(SAE) da formação sobre a BE junto dos
escola/agrupamento. docentes.
Melhorar a comunicação entre a
BE e os docentes no sentido de
facilitar a actualização e
adequação dos recursos às suas
necessidades.
Apresentar aos docentes sugestões
de trabalho conjunto em torno do

A.1.4. Ligação da BE ao 2009/ 2010/ 2011/ 2


Plano 2010 2011 2012 0 AVALIAÇÃO/
Tecnológico da
ACÇÕES A DESENVOLVER 1 EVIDÊNCIAS
Educação (PTE) e a 2
outros programas e /
projectos 2
curriculares de acção, 0
inovação 1
pedagógica e formação 3
existentes na
escola/agrupamento

Integrar o coordenador da
equipa/professor bibliotecário da
BE na Equipa PTE, de acordo com
a legislação em vigor.
Garantir o bom estado das redes,
equipamentos e software existente
na BE.
Promover reuniões com os
responsáveis pelos diferentes
programas e projectos e estudar
formas de colaboração.
Recolher, organizar e difundir
materiais relacionados com os
temas e necessidades formativas
dos docentes envolvidos nos
diferentes programas e projectos.
Inserir acções destes programas e
projectos no plano de actividades
da BE.
2009/ 2010/ 2011/ 2
A.1.5. Integração da BE no 2010 2011 2012 0 AVALIAÇÃO/
plano de ACÇÕES A DESENVOLVER 1 EVIDÊNCIAS
ocupação dos tempos 2
escolares (OTE) /
da escola/agrupamento. 2
0
1
3
Promover reuniões da BE com os
docentes associados ao plano
OTE.
Organizar formação informal sobre
a BE dirigida aos docentes
envolvidos em actividades OTE na
BE.
Produzir em colaboração com os
docentes, materiais e sugestões de
actividades e recursos que sirvam a
OTE.
Apresentar aos docentes sugestões
de actividades conjuntas.
2009/ 2010/ 2011/ 2 AVALIAÇÃO/
A.1.6. Colaboração da BE 2010 2011 2012 0 EVIDÊNCIAS
com os ACÇÕES A DESENVOLVER 1
docentes na 2
concretização das /
actividades curriculares 2
desenvolvidas 0
no espaço da BE ou tendo 1
por base os 3
seus recursos. 
Promover reuniões da BE com os
docentes associados ao plano
OTE.
Organizar formação informal sobre
a BE dirigida aos docentes
envolvidos em actividades OTE naBE.

docentes, materiais e sugestões de


actividades e recursos que sirvam a
OTE.

de actividades conjuntas.
Subdomínio/ ACÇÕES A DESENVOLVER 2009/ 2010/ 2011/ 2012/
Indicadores 2010 2011 2012 2013

Dinamização de sessões de formação para utilização autónoma


A.2.1 da BE e para o uso da informação existente, através de:
Organização Acção de formação para utilizadores - “À Descoberta da BE”
de X X X X
Apresentação, promoção e valorização da BE através de visita guiada com
actividades todos os alunos do Agrupamento e respectivos Directores de Turma -
de Visionamento de um PowerPoint para explicitação de procedimentos e
formação de regras de funcionamento da BE;
utilizadores
na
Organização, com os directores de turma e os docentes titulares das
escola/agrup
turmas, de um calendário de sessões de formação de utilizadores com as
amento.
respectivas turmas.

Produção e partilha de materiais para a formação com a Biblioteca do


Centro Escolar.

Desenvolvimento de acções de conhecimento efectivo, promoção


e valorização da BE:
Produção e divulgação do “Guia do Utilizador da Biblioteca”: com a planta da
BE, organização dos espaços, regras de funcionamento e normas de
conduta;
Organização de acções de formação para os vários públicos alvo.

ACÇÕES A DESENVOLVER 2009/ 2010/ 2011/ 2012


A.2.2 2010 2011 2012 /
Promoção do 2013
ensino em
contexto de
competências
de
informação da
escola/agrupa
mento.

A.2.3 ACÇÕES A DESENVOLVER 2009/ 2010/ 2011/


Promoção do 2010 2011 2012
ensino em
contexto de
competência
s
tecnológicas
e digitais na
escola/agrup
amento.
2009/ 2010/ 2011/
2010 2011 2012
ACÇÕES A DESENVOLVER
A.1.4. Ligação
da BE ao Plano
Tecnológico da
Educação
(PTE) e a
outros
programas e
projectos
curriculares de
acção,
inovação
pedagógica e
formação
existentes na
escola/agrupa
mento
2009/ 2010/ 2011/ 2012/
A.1.5. Integração 2010 2011 2012 2013
da BE no plano ACÇÕES A DESENVOLVER
de
ocupação dos
tempos
escolares (OTE)
da
escola/agrupam
ento.

2009/ 2010/ 2011/ 2012/


A.1.6. 2010 2011 2012 2013
Colaboração da ACÇÕES A DESENVOLVER
BE com os

docentes na
concretização
das
actividades
curriculares
desenvolvidas
no espaço da
BE ou tendo por
base os
seus recursos.

ACÇÕES A DESENVOLVER 2009/ 2010/ 2011 2012/ AVALIAÇÃO/


Indicadores 2010 2011 / 2013 EVIDÊNCIAS
2012

C.1.1 Apoio à
aquisição e
desenvolvimento
de métodos de
trabalho e de
estudo
autónomos.
C.1.2 ACÇÕES A DESENVOLVER 2009/ 2010/ 2011 2012/ AVALIAÇÃO/
Dinamização de 2010 2011 / 2013 EVIDÊNCIAS
actividades 2012
livres, de
carácter lúdico e
cultural na
escola/agrupam
ento.
C.1.3 Apoio à
utilização 2009/ 2010/ 2011 2012/ AVALIAÇÃO/
autónoma e 2010 2011 / 2013 EVIDÊNCIAS
voluntária da BE
ACÇÕES A DESENVOLVER 2012
como espaço de
lazer
e livre fruição
dos recursos.

C.1.4
Disponibilização AVALIAÇÃO/
de espaços, 2009/ 2010/ 2011 2012/ EVIDÊNCIAS
tempos e ACÇÕES A DESENVOLVER
2010 2011 / 2013
recursos para a 2012
iniciativa e
intervenção livre
dos alunos.

AVALIAÇÃO/
C.1.5.Apoio às ACÇÕES A DESENVOLVER 2009/ 2010/ 2011 2012/ EVIDÊNCIAS
actividades de 2010 2011 / 2013
enriquecimento 2012
curricular (AEC),
conciliando-as
com a utilização
livre
da BE.

* Só para o 1º
Ciclo Ensino
Básico

Indicadores
ACÇÕES A DESENVOLVER 2009/ 2010/ 2011/ 2012/
2010 2011 2012 2013

C.1.1 Apoio à
aquisição e
Desenvolvimento
de métodos de
trabalho e de
estudo
autónomos.

C.1.2 2009/ 2010/ 2011/ 2012/


Dinamização 2010 2011 2012 2013
ACÇÕES A DESENVOLVER
de actividades
livres, de
carácter lúdico
e cultural na
escola/agrupa
mento.

C.1.3 Apoio à
utilização 2009/ 2010/ 2011/ 2012/
autónoma e 2010 2011 2012 2013
ACÇÕES A DESENVOLVER
voluntária da
BE como
espaço de lazer
e livre fruição
dos recursos.

C.1.4
Disponibilizaçã
o de espaços, 2009/ 2010/ 2011/ 2012/
tempos e 2010 2011 2012 2013
ACÇÕES A DESENVOLVER
recursos para a
iniciativa e
intervenção
livre dos
alunos.

C.1.5.Apoio às ACÇÕES A DESENVOLVER 2009/ 2010/ 2011/ 2012/


actividades de 2010 2011 2012 2013
enriqueciment
o curricular
(AEC),
conciliando-as
com a
utilização livre
da BE.

* Só para o 1º
Ciclo Ensino
Básico