Você está na página 1de 25

Prof Maiquel Santos

Pesquisa - Estágios

Prof Maiquel Santos

Estagiários - Brasil

1

Prof Maiquel Santos

Ensino Superior -

Prof Maiquel Santos

Matriculados – Ensino Superior

2

a geração das tecnologias através da pesquisa e a integração à comunidade pela extensão. 3 . Foi por meio da instituição de ensino que a sociedade o transformou qualitativamente em cidadão-profissional Prof Maiquel Santos Associações São entidades que promovem a integração à comunidade profissional e experimentar o intercâmbio necessário ao seu desenvolvimento pessoal e profissional.Prof Maiquel Santos Instituições de Ensino A instituição de ensino é um instrumento de formação profissional. Objetiva a habilitação do profissional através do ensino.

Prof Maiquel Santos Sistema CREA/CONFEA Autarquias Federais incubidas da regulamentação do exercício profissional.Prof Maiquel Santos Sindicatos É a associação trabalhista de pessoas naturais que tem por objetivo principal a defesa dos interesses total ou parcialmente comuns. da mesma profissão ou de profissões similares ou conexas. os conselhos profissionais simbolizam a presença do Estado no controle de diversas atividades. 4 .

194/66  Funções: normatização e fiscalização do exercício das profissões de Engenheiro. constituídos nos termos da Lei nº 5. Conselho Federal de Engenharia e Responsável pela normatização das profissões da área tecnológica e por 26 conselhos regionais. fiscalização e aperfeiçoamento das profissões reguladas pelo mesmo. Prof Maiquel Santos Sistema CREA/CONFEA Composição  CREAs . Atua na verificação.Conselho Regionais de Engenharia e Agronomia. distribuídos por estados / regiões. Geólogo. Técnico Industrial e Técnico Agrícola. primando pelo desenvolvimento sustentável e defesa da cidadania.Prof Maiquel Santos Sistema CREA/CONFEA  Composição  CONFEA Agronomia. Tecnólogo. 5 . Geógrafo. Agrônomo. Meteorologista.

 orientação e aprimoramento profissional. Prof Maiquel Santos Objetivos CREA Defender a sociedade contra os riscos a que estaria exposta pelo exercício das profissões regulamentadas por leigos. bem como pelo mal desempenho dessas por profissionais habilitados. desempenhando também atividades de valorização profissional 6 . Arquitetura e Agronomia do Espírito Santo Criação: 13 de junho de 1960 pela Resolução 127/60 do CONFEA  Jurisdição Estadual  Funções  Fiscalização.Prof Maiquel Santos CREA-ES   CREA-ES :Conselho Regional de Engenharia.

Prof Maiquel Santos Abrangência Prof Maiquel Santos 7 .

Prof Maiquel Santos Prof Maiquel Santos Organização Profissional 8 .

Prof Maiquel Santos Organização Profissional Prof Maiquel Santos 9 .

Decretos e Resoluções para Engenheiros • LEI Nº 5. Arquiteto e Engenheiro- Agrônomo. de 24 dezembro de 1966: regula o exercício das profissões de Engenheiro. • PL Estadual (RJ) 1561/ Sancionado Lei nº 4426/2006 em 14/12/2006.194.Prof Maiquel Santos Prof Maiquel Santos Leis. • Lei 9609: propriedade intelectual de software 10 .

formulário disponível em nosso site. 11 . Arquitetura e Agronomia. e) Carteira de identidade (original e cópia). c) Histórico Escolar (original e cópia) contendo as cargas horárias das disciplinas cursadas para graduação de Nível Superior. Decretos e Resoluções para Engenheiros • Resoluções do CONFEA: 218/73: Discrimina atividades das diferentes modalidades profissionais da Engenharia. constando que o diploma está em processamento. 380/93: Discrimina as atribuições provisórias dos Engenheiros de Computação ou Engenheiros Eletricistas com ênfase em Computação. Prof Maiquel Santos HABILITAÇÃO – CREA-ES a) Requerimento de Profissional-RP devidamente preenchido e assinado . Apenas para quem solicitar o registro de Nível Médio. 1002/2002: Adota o Código de Ética Profissional da Engenharia. d) Histórico Escolar do Ensino Médio e do Curso Técnico (original e cópia). b) Diploma (original e cópia) ou o Certificado (original) de conclusão de curso com data atualizada (não superior a 180 dias da expedição). da Arquitetura.Prof Maiquel Santos Leis.

n) ART de Desempenho de Cargo e Função do Crea-ES (quando o profissional possuir vínculo e exercer alguma atividade técnica na Jurisdição do Espírito Santo). g) Título Eleitoral (original e cópia) . o) Guia de recolhimento quitada (taxas: Registro. Prof Maiquel Santos HABILITAÇÃO – CREA-ES m) Carteira de trabalho e Previdência Social – CTPS (original e cópia) Páginas: foto/nº.quando Brasileiro. caso deseja incluir a informação na carteira. 12 .quando Brasileiro. k) Comprovante de residência atual (original e cópia). identificação/qualificação civil e último contrato de trabalho e/ou Declaração de IRRF(pagina onde consta a(s) fonte(s) pagadora(s) e/ou comprovante de que sua declaração não consta na base de dados da Receita Federal. l) Duas fotos 3x4 recentes. Carteira e Anuidade Proporcional). i) Certificado de Serviço Militar (original e cópia) . j) Tipo sanguíneo e Fator RH (original e cópia). É opcional.Prof Maiquel Santos HABILITAÇÃO – CREA-ES f) CPF (original e cópia). com fundo branco. coloridas. caso não conste na carteira de identidade. h) Quitação com a Justiça Eleitoral (original e cópia) .quando Brasileiro. emitida no atendimento do Crea.

Empresário Individual / Acima de 65 anos ou 35 anos ininterruptos de contribuição ao CREA. Prof Maiquel Santos Anuidades CREA Pessoa Jurídica 13 .Prof Maiquel Santos Anuidades CREA DESCONTOS: 1) 90% .Primeira mensalidade (6 meses) 2) Abatimento em relação a posse de registro de nível médio 3) 70% .

Anuidades CRQ Prof Maiquel Santos Anuidades CRQ Prof Maiquel Santos 14 .

CREA Carga Horária (h) Salários Mínimos Mín 15 3 20 4 25 5 30 6 35 7. Prof Maiquel Santos Honorários .0 15 .5 40 9.Prof Maiquel Santos ISENÇÃO CREA Fazer solicitação junto ao CREA CRQ a solicitação deve ser feita entre os dias 1 de janeiro e 31 de março de cada ano.

Prof Maiquel Santos Atribuições dos Profissionais Engenheiro Prof Maiquel Santos Base Legal RESOLUÇÃO CONFEA Nº 218. Discrimina atividades das diferentes modalidades profissionais da Engenharia e Agronomia 16 . DE 29 DE JUNHO DE 1973.

09 .Supervisão.Para efeito de fiscalização do exercício profissional correspondente às diferentes modalidades da Engenharia e Agronomia ficam designadas as seguintes atividades: 01 . 02 . 05 . 07 . arbitramento. 08 .Vistoria. assessoria e consultoria. projeto e especificação. avaliação.Estudo de viabilidade técnico-econômica.Padronização. extensão.Direção de obra e serviço técnico Prof Maiquel Santos 06 . planejamento. laudo e parecer técnico. Atividade 17 .Estudo.Desempenho de cargo e função técnica.Engenheiro Prof Maiquel Santos Art.Assistência. pesquisa. ensaio e divulgação técnica. mensuração e controle de qualidade. coordenação e orientação técnica. experimentação.Ensino. análise.Elaboração de orçamento. 1º . 03 . 04 . perícia. 10 .

reparo ou manutenção.Prof Maiquel Santos 11 .Execução de obra e serviço técnico. DE 17 DE DEZEMBRO DE 1993 Discrimina as atribuições provisórias dos ENGENHEIROS DE COMPUTAÇÃO ou Engenheiros Eletricistas com ênfase em Computação e dá outras providências. 13 .Produção técnica e especializada.Fiscalização de obra e serviço técnico. 16 .Execução de instalação.Execução de desenho técnico Prof Maiquel Santos Engenheiro de Computação BASE LEGAL: RESOLUÇÃO Nº 380.Condução de trabalho técnico. 18 . montagem e reparo. 12 . operação. 17. montagem. 15 . 18 . 14 .Operação e manutenção de equipamento e instalação.Condução de equipe de instalação.

Compete ao Engenheiro de Computação ou Engenheiro Eletricista com ênfase em Computação o desempenho das atividades do Artigo 9º da Resolução nº 218/73. referentes a: • dimensionamento.Prof Maiquel Santos Engenheiro de Computação Art. 19 . 1º . avaliação e exploração de jazidas petrolíferas. transporte e industrialização do petróleo. Prof Maiquel Santos Engenheiro de Petróleo Compete ao ENGENHEIRO DE PETRÓLEO: O desempenho das atividades 01 a 18 do artigo 1º da Resolução nº 218/73. • acrescidas de análise de sistemas computacionais.

1º .Prof Maiquel Santos Engenheiro de Produção BASE LEGAL: RESOLUÇÃO CONFEA Nº 235. • aos métodos e seqüências de produção industrial em geral e ao produto industrializado. do CONFEA.Compete ao ENGENHEIRO DE PRODUÇÃO o desempenho das atividades 01 a 18 do artigo 1º da Resolução nº 218. DE 09 DE OUTUBRO DE 1975 Discrimina as atribuições profissionais dos ENGENHEIROS DE PRODUÇÃO. de 29 JUN 1973. referentes aos: • procedimentos na fabricação industrial. Prof Maiquel Santos Engenheiro de Produção Art. 20 .

Prof Maiquel Santos Engenheiro Químico Compete ao ENGENHEIRO QUÍMICO ou ao ENGENHEIRO INDUSTRIAL MODALIDADE QUÍMICA: O desempenho das atividades 01 a 18 do artigo 1º da Resolução nº 218/73. petroquímica e de alimentos. • produtos químicos. Prof Maiquel Santos Engenheiro de Segurança do Trabalho BASE LEGAL: RESOLUÇÃO Nº 359. referentes à • indústria química. Dispõe sobre o exercício profissional. • tratamento de água e instalações de tratamento de água industrial e de rejeitos industriais. o registro e as atividades do ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO e dá outras providências 21 . DE 31 DE JULHO DE 1991.

Prof Maiquel Santos Especialidade Engenharia de Segurança 1 . proteção contra incêndio e saneamento. coordenar e orientar tecnicamente os serviços de Engenharia de Segurança do Trabalho. inclusive com respeito a custo. com vistas especialmente aos problemas de controle de risco. realizar perícias. emitir parecer. zelando pela sua observância. ruídos. 3 . arbitrar. 22 . 2 . higiene do trabalho. calor. operações e locais insalubres e perigosos.Propor políticas. químicos e biológicos. programas.Vistoriar. controle de poluição. 6 . caracterizando as atividades. propondo medidas preventivas e corretivas e orientando trabalhos estatísticos. Prof Maiquel Santos 4 .Analisar riscos. acidentes e falhas. 5 . laudos técnicos e indicar medidas de controle sobre grau de exposição a agentes agressivos de riscos físicos. avaliar.Supervisionar. ergonomia. investigando causas.Planejar e desenvolver a implantação de técnicas relativas a gerenciamento e controle de riscos. radiação em geral e pressões anormais.Estudar as condições de segurança dos locais de trabalho e das instalações e equipamentos. tais como poluentes atmosféricos. normas e regulamentos de Segurança do Trabalho.

23 .Especificar. máquinas e equipamentos. 8 - Estudar instalações. funcionamento possam apresentar riscos. coordenar atividades de combate a incêndio e de salvamento e elaborar planos para emergência e 13 catástrofes. 9 . 11 .Inspecionar locais de trabalho no que se relaciona com a segurança do Trabalho. delimitando áreas de periculosidade. 12 . instalação e equipamentos. acompanhando o controle do recebimento e da expedição. equipamentos transporte ou cuja manipulação. controlar e fiscalizar sistemas de proteção coletiva e equipamentos de segurança. inclusive os de proteção individual e os de proteção contra incêndio.Elaborar projetos de sistemas de segurança e assessorar a elaboração de projetos de obras.Projetar sistemas de proteção contra incêndios. opinando do ponto de vista da Engenharia de Segurança. assegurando-se de sua qualidade e eficiência.Prof Maiquel Santos 7 .Opinar e participar da especificação para aquisição de substâncias e armazenamento. identificando seus pontos de risco e projetando dispositivos de segurança. Prof Maiquel Santos 10 .

as condições que possam trazer danos a sua integridade e as medidas que eliminam ou atenuam estes riscos e que deverão ser tomadas. promovendo a instalação de comissões e assessorando-lhes o funcionamento. 14 .Propor medidas preventivas no campo da Segurança do Trabalho. 24 .Prof Maiquel Santos 13 . 15 . quando a complexidade dos trabalhos a executar assim o exigir. incluídas as doenças do trabalho.Acompanhar a execução de obras e serviços decorrentes da adoção de medidas de segurança.Informar aos trabalhadores e à comunidade. 17 . 18 . diretamente ou por meio de seusrepresentantes. em face do conhecimento da natureza e gravidade das lesões provenientes do acidente de trabalho. apontando os riscos decorrentes desses exercícios.Colaborar na fixação de requisitos de aptidão para o exercício de funções.Elaborar planos destinados a criar e desenvolver a prevenção de acidentes.Orientar o treinamento específico de Segurança do Trabalho e assessorar a elaboração de programas de treinamento geral. no que diz respeito à Segurança do Trabalho. Prof Maiquel Santos 16 .

Devido a esse trabalho ele possui o registro no CREA.Prof Maiquel Santos CASE Alfredo é um engenheiro químico. que realiza atividades na área química na empresa onde trabalha. Alfredo realiza atividades na área química. Será que Alfredo terá que Fazer outro registro? 25 . o mesmo recebeu exigência para a realização do registro no CRQ. Mas durante uma visita de rotina de um fiscal do CRQ a empresa de Alfredo. De acordo com o fiscal. tendo obrigação do registro no CRQ.