Você está na página 1de 8

HISTOLOGIA DO TECIDO CONJUNTIVO PROPRIAMENTE DITO

PROF. NEI CARLOS

Características Gerais

-Grande quantidade de matriz extracelular -Células distanciadas uma das outras -Função de difusão e fluxo de metabólitos -Fundamental para a defesa corporal

18/03/13

Características Gerais

•   Base de sustentação das partes moles do corpo •   Apoiar, ligar outros

Base de sustentação das partes moles do corpo Apoiar, ligar outros Preenche espaços vazios do corpo ajudando a manter a sua forma tridimensional

HISTOGÊNESE -  Existe o tecido conjuntivo propriamente dito e tecidos derivados CCéélulalula MesequimalMesequimal
HISTOGÊNESE
-  Existe o tecido conjuntivo propriamente
dito e tecidos derivados
CCéélulalula MesequimalMesequimal
CCéélulalula MesequimalMesequimal
Oste
Oste
ócito
ócito
Condr ócito M íocito
Condr ócito M íocito
Estroma
Estroma
Adip
Adip
ócito
ócito
Tecido
Tecido
Tecido
Tecido
Tecido
Tecido
Tecido
Tecido
Tecido
Ósseo
Ósseo
Cartilaginoso
Cartilaginoso
Muscular
Muscular Tecido
Conjuntivo
Conjuntivo
Adiposo
Adiposo
Propriamente
Propriamente
Dito
Dito

Características Cito-histológicas

-Células [Fibroblastos e outras] -Fibras [Colágenas, Reticulares, Elásticas]

-Substância fundamental amorfa

Elásticas] -   Substância fundamental amorfa Responsáveis pela notável diversidade funcional do tecido

Responsáveis pela notável diversidade funcional do tecido conjuntivo

Principais células do tecido conjuntivo propriamente dito

Principais células do tecido conjuntivo propriamente dito Fibroblastos – síntese das substâncias extracelulares e do

Fibroblastos – síntese das substâncias extracelulares e do colágeno Citoplasma abundante, prolongamentos citoplasmáticos, núcleo oval e grande. Células mais comuns neste tecido Fibrócitos –menores, fusiformes, com menor quantidade de prologamentos. Macrófagos – células de defesa imunológica. fagocitose de corpos estranhos. se originam dos monócitos dependendo do local onde se encontram apresentam nomes diferentes.

18/03/13

Características Cito-histológicas

Epitélio Lâmina basal Fibroblastos Macrófagos Capilares Mastócitos Substância Fundamental Amorfa Fibras
Epitélio
Lâmina basal
Fibroblastos
Macrófagos
Capilares
Mastócitos
Substância
Fundamental
Amorfa
Fibras colágenas

Fibras elásticas

Principais células do tecido conjuntivo propriamente dito

Principais células do tecido conjuntivo propriamente dito Mastócitos – células globosas, grandes, não possuem

Mastócitos – células globosas, grandes, não possuem prolongamentos. Núcleo esférico e global. Papel importante nas reações imunes:

inflamação, reação alérgica. Presentes no tecido conjuntivo da pele e da cavidade peritoneal e nas mucosas dos intestinos e dos pulmões. Grânulos com grande quantidade de histamina.

pele e da cavidade peritoneal e nas mucosas dos intestinos e dos pulmões. Grânulos com grande

Tecido Conjuntivo Frouxo

Suporta estruturas que geralmente estão adaptadas

a pressão e atritos pequenos
a pressão e atritos pequenos

Freqüente no preenchimento de espaços entre as Células musculares

Tecido que fica abaixo e dá suporte as células

Epiteliais do organismo – encontrado na DERME

Células mais numerosas: fibroblastos e macrófagos

Fibras colágenas, reticulares, elásticas – arranjo ao

acaso

Muita substância fundamental amorfa- gelatinosa

Flexível, bem vascularizado e não muito resistente

a trações

Tecido Conjuntivo Frouxo

PELE

PELE Epiderme Papilas conjuntivas Derme Tecido Conjuntivo Frouxo Abaixo da Epiderme
PELE Epiderme Papilas conjuntivas Derme Tecido Conjuntivo Frouxo Abaixo da Epiderme

Epiderme

Papilas

conjuntivas

Derme

Tecido Conjuntivo Frouxo Abaixo da Epiderme

18/03/13

Tecido Conjuntivo Frouxo

Tecido Tecido Tecido Frouxo Frouxo Frouxo

Tecido

Tecido

Tecido

Frouxo

Frouxo

Frouxo

Epitélio

Epitélio

Epitélio

Conjuntivo

Conjuntivo

Conjuntivo

Tecido Conjuntivo Frouxo

PELE Epiderme Lâmina Basal Fibras Derme Tecido Conjuntivo Frouxo Abaixo da Epiderme Fibroblastos
PELE
Epiderme
Lâmina Basal
Fibras
Derme
Tecido Conjuntivo Frouxo
Abaixo da Epiderme
Fibroblastos

Tecido Conjuntivo Denso

Adaptado a oferecer resistência aos tecidos a 1 Pressão 2 Possui maior quantidade de fibras
Adaptado a oferecer resistência aos tecidos a
1
Pressão
2
Possui maior quantidade de fibras colágenas do
que o tecido conjuntivo frouxo
3
Como tem mais fibras colágenas é menos flexível
4
Quando as fibras formam feixes é denominado de
Tecido conjuntivo denso modelado
5
Por ser rico em fibras colágenas sua coloração
A fresco é esbranquiçada
6
Formam os tendões que ligam músculos aos ossos

18/03/13

Tecido Conjuntivo Denso

TecidoTecidoTecido conjuntivoconjuntivoconjuntivo densodensodenso nãonãonão---modeladomodeladomodelado

TecidoTecidoTecido conjuntivoconjuntivoconjuntivo densodensodenso nãonãonão---modeladomodeladomodelado

Tecido Conjuntivo Denso Tecido Conjuntivo Elástico 1 Osso Composto por feixes espessos e paralelos de
Tecido Conjuntivo Denso
Tecido Conjuntivo Elástico
1
Osso
Composto por feixes espessos e paralelos de
Fibras elásticas
Músculo
2
Esquelético
Espaços entre estas fibras é preenchido por
Fibras delgadas colágenas e fibroblastos achatados
3
Abundância de fibras elásticas dá uma coloração
Amarelada ao tecido
4
Pouco freqüente no organismo
5
Tendões que
ligam músculos
Encontrados nos ligamentos amarelos da
Coluna vertebral
Aos ossos
TecidoTecido conjuntivoconjuntivo densodenso modeladomodelado

Tecido Conjuntivo Reticular

1 2 3 4
1
2
3
4

Tecido delicado que forma uma rede tridimensional

Dá suporte a células de alguns órgãos corporais

Cria um ambiente especial para os órgãos Linfóides e hematopoiéticos (associados ao Sistema imune a a produção das células do sangue)

Órgãos com tecido conjuntivo reticular:

- Medula óssea vermelha

- Linfonodos

- Baço

Aspectos Funcionais e Clínicos do Tecido Conjuntivo

18/03/13

Tecido Conjuntivo Reticular

Tecido Conjuntivo Reticular Fibras reticulares

Fibras reticulares

O COLÁGENO

COLÁGENO
COLÁGENO

Proteína mais abundante do corpo (30%)COLÁGENO Produção feita por diversos tipos de células Existem mais de 12 tipos (isoformas) de colágeno

Produção feita por diversos tipos de célulasCOLÁGENO Proteína mais abundante do corpo (30%) Existem mais de 12 tipos (isoformas) de colágeno No

Existem mais de 12 tipos (isoformas) de colágeno No organismo No organismo

Auxiliar na composição dos diversos níveis de rigidez de estruturas corporais rigidez de estruturas corporais

GRUPOS DE COLÁGENO SEGUNDO SUA ESTRUTURA E FUNÇÃO Colágenos que formam fibrilas Colágenos que formam fibrilas

Ex. Colágeno do Tipo I Ossos, dentina, tendões, cápsulas de diversos órgãos etc.

Colágenos associados a fibrilasdentina, tendões, cápsulas de diversos órgãos etc. Ex. Moléculas pequenas Colágenos dos Tipos IX e XII

Ex. Moléculas pequenas Colágenos dos Tipos IX e XII Componentes da matriz extracelular

Colágenos que formam redesdos Tipos IX e XII Componentes da matriz extracelular Ex. Colágeno do Tipo IV Lâmina basal

Ex. Colágeno do Tipo IV Lâmina basal

Colágenos de ancoragemColágenos que formam redes Ex. Colágeno do Tipo IV Lâmina basal Ex. Colágeno do Tipo VII

Ex. Colágeno do Tipo VII Lâmina basal

18/03/13

PRINCIPAIS TIPOS DE COLÁGENO DO ORGANISMO

Tipo de

Distribuição

Célula

Função principal

Organização

Colágeno

produtora

molecular

Tipo I

Derme, tendões, ossos, fibrocartilagens

Fibroblastos,

Resistência a trações

Forma fibrilas

osteoblastos,

 

odontoblastos,

condroblastos

Tipo II

Cartilagem hialina, disco intervertebral Músculo liso, tecido conjuntivo reticular

Condroblastos

Resistência a pressão Manutenção da estrutura de tecidos delicados e expansíveis

Forma fibrilas

Tipo III

Células musculares lisas, células reticulares, células e Schwann Células endoteliais, epiteliais e de Schwann Fibroblastos

Forma fibrilas

Tipo IV

Lâminas basais

Suporte de

Forma rede

 

estruturas delicadas,

tridimensional

filtração

Tipo V

Derme, tendão, osso, fibrocartilagem

Participam das funções do colágeno do tipo I Une as células ao tecido conjuntivo Associação lateral das fibrilas

Forma fibrilas

Tipo VII

Derme

Colágeno de

 

ancoragem

Tipo IX

Cartilagem hialina

Condroblastos

Colágeno

 

associado as

 

fibrilas

Tipo XI

Cartilagem hialina, disco intervertebral Tendão, ligamentos

Condroblastos

Participa das funções do colágeno do tipo II Associação lateral das fibrilas

Forma fibrilas

Tipo XII

Fibroblastos

Colágeno

 

associado as

 

fibrilas

SÍNDROME DE EHLERS-DANLOS
SÍNDROME DE EHLERS-DANLOS

Conjunto de doenças em que ocorrem alterações na Estrutura e/ou quantidade de colágenoSÍNDROME DE EHLERS-DANLOS Estas alterações podem levar a uma elasticidade Aumentada da pele (colágeno tipo VI)

Estas alterações podem levar a uma elasticidade Aumentada da pele (colágeno tipo VI) e Hipermobilidade das articulaçõesalterações na Estrutura e/ou quantidade de colágeno Estas alterações podem levar a rupturas na pele, na

Estas alterações podem levar a rupturas na pele, na aorta, nas paredes intestinais (colágeno tipo III)alterações podem levar a uma elasticidade Aumentada da pele (colágeno tipo VI) e Hipermobilidade das articulações

SÍNDROME DE EHLERS-DANLOS
SÍNDROME DE EHLERS-DANLOS
SÍNDROME DE EHLERS-DANLOS Colágeno Tipo VI

Colágeno Tipo VI

QUELÓIDES
QUELÓIDES

Caso especial de cicatrizQUELÓIDES Lesões fibroelásticas, escuras, rosadas, as vezes Brilhantes com forma côncava Ocorrem em locais de lesões

Lesões fibroelásticas, escuras, rosadas, as vezes Brilhantes com forma côncavaQUELÓIDES Caso especial de cicatriz Ocorrem em locais de lesões prévias Causa problemas estéticos Indivíduos

Ocorrem em locais de lesões préviasescuras, rosadas, as vezes Brilhantes com forma côncava Causa problemas estéticos Indivíduos afro-descendentes

Causa problemas estéticoscom forma côncava Ocorrem em locais de lesões prévias Indivíduos afro-descendentes têm 50 vezes mais quelóides

Indivíduos afro-descendentes têm 50 vezes mais quelóides que outras etniasescuras, rosadas, as vezes Brilhantes com forma côncava Ocorrem em locais de lesões prévias Causa problemas

18/03/13

SÍNDROME DE EHLERS-DANLOS
SÍNDROME DE EHLERS-DANLOS
SÍNDROME DE EHLERS-DANLOS Colágeno Tipo VI

Colágeno Tipo VI

QUELÓIDES
QUELÓIDES
QUELÓIDES Intenso depósito de colágeno com hialinização (aumento nas Pontes de enxofre) desta molécula que a
QUELÓIDES Intenso depósito de colágeno com hialinização (aumento nas Pontes de enxofre) desta molécula que a

Intenso depósito de colágeno com hialinização (aumento nas Pontes de enxofre) desta molécula que a torna mais rígida

QUELÓIDES
QUELÓIDES
QUELÓIDES

18/03/13