Você está na página 1de 10
RELATÓRIO SAFRA 2015- 2016

RELATÓRIO SAFRA 2015- 2016

Produção da safra 15/16

Estado de São Paulo

47% Brasil

Produção da safra 15/16 Estado de São Paulo 47% Brasil 13,84 bilhões de Litros de etanol
13,84 bilhões de Litros de etanol 351 milhões de toneladas de cana 21,32 milhões de
13,84 bilhões de
Litros de etanol
351 milhões de
toneladas de cana
21,32 milhões
de toneladas
de açúcar

~12% Mundo

62% Brasil

milhões de toneladas de açúcar ~12% Mundo 62% Brasil ~12,4% Mundo Fonte: CONAB 2015 , Renewable

~12,4% Mundo

Fonte: CONAB 2015 , Renewable Fuels Association 2014, FAO 2014

Certificado Etanol Verde 2015

Unidades Agroindustriais

136 solicitações de renovação

133 certificados concedidos

Associações de Fornecedores de Cana

25 solicitações de renovação

24 certificados concedidos

5.485 fornecedores de cana signatários

As signatárias do Protocolo são responsáveis por

aproximadamente 92 % da produção paulista e 44% da produção nacional de etanol

5.405.772 ha (26,3% da área agricultável do Estado) estão compromissados com boas práticas agroambientais pelas signatárias.

Fonte: Protocolo Agroambiental, LUPA, CONAB

Evolução da colheita da cana-de-açúcar das usinas e fornecedores de cana signatários

3,79 4 3,66 3,60 3,40 3,37 3,27 3,04 3,46 3 3,16 2,09 1,82 2,40 2
3,79
4
3,66
3,60
3,40
3,37
3,27
3,04
3,46
3
3,16
2,09
1,82
2,40
2
2,22
2,13
1,95
1
1,22
91,3% da colheita da
cana-de-açúcar das
signatárias já é
realizado sem o
emprego do fogo
0,92
0,71
0
2007/2008 2008/2009 2009/2010 2010/2011 2011/2012 2012/2013 2013/2014 2014/2015 2015/2016
Área de colheita total
Colheita crua total
de hectaresMilhões

Fonte: Protocolo Agroambiental

Emissões evitadas pela redução das autorizações de queima

6 2,0 5,51 5,36 4,81 4,80 4,73 5 4,66 1,5 4,07 3,92 3,79 4 3,24
6
2,0
5,51
5,36
4,81
4,80
4,73
5
4,66
1,5
4,07
3,92
3,79
4
3,24
3
1,0
2,08
2,06
1,91
2
1,64
1,55
0,5
0,92
1
0,61
0,26
0,19
0
0,0
Milhões de hectares
Milhões de toneladas de CO2 eq

2006/2007 2007/2008 2008/2009 2009/2010 2010/2011 2011/2012 2012/2013 2013/2014 2014/2015 2015/2016

2010/2011 2011/2012 2012/2013 2013/2014 2014/2015 2015/2016 Emissão de CO2 eq evitada Área de Colheita Área de

Emissão de CO2 eq evitada

2011/2012 2012/2013 2013/2014 2014/2015 2015/2016 Emissão de CO2 eq evitada Área de Colheita Área de queima

Área de Colheita

2011/2012 2012/2013 2013/2014 2014/2015 2015/2016 Emissão de CO2 eq evitada Área de Colheita Área de queima

Área de queima autorizada

Desde o início do Protocolo, deixou-se de emitir autorizações de queima que resultariam na emissão de mais de 8,65 milhões de toneladas de CO2 eq e mais de 52 milhões de toneladas de poluentes

atmosféricos (monóxido de carbono, material particulado e hidrocarbonetos)

Fonte: Protocolo Agroambiental, CETESB, CANASAT, Agrosatélite

Colheita mecanizada no Protocolo Agroambiental

Evolução do Número de Colhedoras de Cana no Protocolo Agroambiental colhedoras +435 terceirizadas 3800 3300
Evolução do Número de Colhedoras de Cana no Protocolo Agroambiental
colhedoras
+435
terceirizadas
3800
3300
2800
2300
1800
3.283
3.272
3.056
2.740
1300
2.580
800
1581
1398
753
300
-200
2006/2007 2007/2008 2008/2009 2009/2010 2010/2011 2011/2012 2012/2013 2013/2014 2014/2015 2015/2016
de Colhedoras própriasNúmero

Fonte: Protocolo Agroambiental, UNICA, ORPLANA, CTC

Safras

Responsável pela colheita mecânica das propriedades

dos fornecedores de cana signatários

73% 14% 9% 4%
73%
14%
9%
4%
das propriedades dos fornecedores de cana signatários 73% 14% 9% 4% Usina Fornecedor Condomínio Agrícola Outro

Usina

das propriedades dos fornecedores de cana signatários 73% 14% 9% 4% Usina Fornecedor Condomínio Agrícola Outro

Fornecedor

Condomínio Agrícolapela colheita mecânica das propriedades dos fornecedores de cana signatários 73% 14% 9% 4% Usina Fornecedor

das propriedades dos fornecedores de cana signatários 73% 14% 9% 4% Usina Fornecedor Condomínio Agrícola Outro

Outro

Áreas Ciliares

258.773 hectares de áreas ciliares e cerca de 8.400 nascentes

compromissados com a proteção e recuperação pelo setor sucroenergético

Unidades Agroindustriais 205.424 ha

Fornecedores de cana 53.349 ha

própria total das usinas (ha)Área

Perfil das áreas ciliares próprias das usinas

600.000

500.000

400.000

300.000

200.000

100.000

0

Área própria total das usinas (ha) 25.000 561.186 543.845 523.593 510.514 490.535 466.489 462.786 458.068
Área própria total das usinas (ha)
25.000
561.186
543.845
523.593
510.514
490.535
466.489
462.786
458.068
449.954
20.000
20.810
20.264
19.346
19.702
19.121
18.644
17.517
16.987
16.111
15.000
10.000
9.383
9.334
9.131
9.019
8.828
8.437
7.091
6.479
5.000
6.030
5.380
5.618
5.661
4.738
4.396
4.296
3.437
3.263
2.963
0

Área ciliar conservada5.618 5.661 4.738 4.396 4.296 3.437 3.263 2.963 0 Área ciliar a restaurar Área ciliar em

Área ciliar a restaurar4.738 4.396 4.296 3.437 3.263 2.963 0 Área ciliar conservada Área ciliar em restauração Área própria

3.437 3.263 2.963 0 Área ciliar conservada Área ciliar a restaurar Área ciliar em restauração Área

Área ciliar em restauração

3.437 3.263 2.963 0 Área ciliar conservada Área ciliar a restaurar Área ciliar em restauração Área

Área própria total

Fonte: Protocolo Agroambiental

Consumo de Água nas Usinas

Desde 2010, houve 33% de redução no consumo de água das usinas para o processamento industrial da cana-de-açúcar

Diminuição do consumo de água refletiu investimentos 5 para atendimento às metas do Zoneamento Agroambiental.
Diminuição do consumo de água refletiu investimentos
5
para atendimento às metas do Zoneamento
Agroambiental.
Fechamento de circuitos com
reuso de água;
5
4
Aprimoramento dos processos
industriais: maior eficiência e
redução da captação.
3
Avanço da colheita crua e
limpeza da cana a seco.
Protocolo Agroambiental + Zoneamento Agroambiental
2
1
1,45
1,52
1,26
1,18
1,12
1,02
0
Anos 90
Safra
Safra
Safra
Safra
Safra
Safra
2010/2011
2011/2012
2012/2013
2013/2014
2014/2015
2015/2016
M 3
água/ t de cana processadade

Fonte: Protocolo Agroambiental

Produção de energia elétrica

Usinas signatárias do Protocolo

de energia elétrica Usinas signatárias do Protocolo 5,2 mil MW de potência instalada Bagaço de cana

5,2 mil MW de potência instalada

signatárias do Protocolo 5,2 mil MW de potência instalada Bagaço de cana + palha 18.100 GWh
Bagaço de cana + palha
Bagaço de cana
+ palha

18.100 GWh de energia elétrica produzida

de cana + palha 18.100 GWh de energia elétrica produzida 10.170 GWh de energia elétrica exportada

10.170 GWh de energia elétrica exportada

produzida 10.170 GWh de energia elétrica exportada 26% do consumo residencial anual paulista Fonte: Protocolo

26% do consumo residencial anual paulista

Fonte: Protocolo Agroambiental e Balanço Energético do Estado de São Paulo 2015 Ano base 2014

www.ambiente.sp.gov.br/etanolverde etanolverde@ambiente.sp.gov.br

www.ambiente.sp.gov.br/etanolverde

etanolverde@ambiente.sp.gov.br

www.ambiente.sp.gov.br/etanolverde etanolverde@ambiente.sp.gov.br