Você está na página 1de 31

Caderno INICIAL do Empreendedor

Equipe responsável: CNT, Escola do Transporte e SENAT:
Presidente
Clésio Andrade
Diretoria Executiva da CNT
SUMÁRIO
Diretoria Executiva do SEST/SENAT
Diretoria Executiva da Escola do Transporte Apresentação................................................................................................................... 5
Coordenação de Desenvolvimento de Cursos

SEBRAE: 1. O mercado de transporte de fretamento e turismo....................................................... 6
Presidente do Conselho Deliberativo 1.1 Apresentação e objetivos ................................................................................................................................................ 6
Roberto Simões 1.2 O perfil dos negócios no transporte de fretamento e turismo............................................................................. 9
Diretor Presidente 1.3 Modalidades de atuação no transporte de fretamento e turismo....................................................................... 9
Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho 1.4 Tipos de empresas no transporte de fretamento e turismo................................................................................ 16
Diretor Técnico 1.5 Formas de contratação no transporte de fretamento e turismo......................................................................... 9
Carlos Alberto dos Santos
Diretor de Administração e Finanças 1.6 O ponto de encontro para os negócios no transporte de fretamento e turismo: a gestão de serviços..... 22
José Cláudio dos Santos 1.7 Testando seus conhecimentos...................................................................................................................................... 26
Gerente da Unidade de Capacitação Empresarial
Mirela Malvestiti 2. Os profissionais no transporte de fretamento e turismo............................................ 28
Coordenação Técnica do Projeto 2.1 Apresentação e objetivos.............................................................................................................................................. 28
Andréia Calderan
2.2 Quem faz o transporte de fretamento e turismo acontecer.............................................................................. 29
Contatos: 2.3 O condutor no transporte de fretamento e turismo............................................................................................30
0800 728 2891 – CNT, Escola do Transporte e SENAT 2.4 O guia turístico no transporte de fretamento e turismo.................................................................................... 34
0800 570 0800 – SEBRAE 2.5 Testando seus conhecimentos.................................................................................................................................... 36

Gestão de negócios para o transporte de fretamento e turismo : caderno inicial do empreendedor. 3. Segurança, saúde e meio ambiente no transporte de fretamento e turismo............... 38
– [Brasília] : SEBRAE, 2012. 3.1 Apresentação e objetivos.............................................................................................................................................. 38
46 p. : il. 3.2 Condições de segurança no transporte de fretamento e turismo................................................................... 39
3.3 A saúde de quem atua no transporte de fretamento e turismo........................................................................ 41
ISBN 3.4 Como preservar o meio ambiente atuando no transporte de fretamento e turismo................................ 43
3.5 Testando seus conhecimentos....................................................................................................................................46
1. Transporte. 2. Fretamento. 3. Turismo. I. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas
Empresas. II. Serviço Social do Transporte. III. Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte. IV.
Escola do Transporte. 4. Verificação de aprendizagem...................................................................................... 49
CDU 656:658

SEST/SENAT - 2012

Apresentação

Este caderno do empreendedor faz parte do Projeto Gestão de Negócios para Microempresas e
para Empreendedores Individuais do Transporte, parceria entre a CNT, o SEST SENAT, a Escola do
Transporte e o SEBRAE. O Projeto tem entre os seus objetivos qualificar os profissionais que atuam
no transporte de fretamento e turismo e contribuir para a melhoria de seu negócio por meio do
aprimoramento de suas práticas de gestão.

Este material é o primeiro de uma série de três volumes que você receberá. Todas as informações,
casos e atividades serão apresentados no contexto de sua própria atividade para que esteja o mais
próximo possível de seu dia a dia. Nele, você encontrará informações práticas que poderão ajudá-
lo em seu cotidiano. Guarde-o sempre com você para consultas futuras. Todos os cadernos serão
acompanhados de um CD de áudio com conteúdos adicionais que contribuirão para aprimorar os
seus estudos.

Ao final de cada caderno, você encontrará uma verificação de aprendizagem única, que englobará
todo o conteúdo explorado no material e contribuirá para fixar os temas estudados. Você deverá
responder essa verificação, destacá-la e enviá-la por correio com o uso da carta selada que
acompanha o material. Tal procedimento é um requisito para que você receba os demais cadernos e,
no caso da verificação do último caderno, receba o certificado de participação.

Nossa meta, portanto, é gerar resultados que possam ir além das informações contidas nos volumes,
resultando em ganhos práticos para o seu dia a dia. Ou seja: o nosso objetivo é o seu negócio. Mãos
à obra e bons estudos!

4 5

O capítulo também apresentará os diferentes metrópoles.2 O perfil dos negócios no transporte de fretamento e turismo Se você é brasileiro e tem menos de 70 anos. Serão apresentadas as para as grandes cidades e. e é possível encontrar uma ampla gama de ônibus (como executivos. as fábricas aumentavam. você conhecerá o mercado de transporte de fretamento e turismo. suas características e especificidades. cada atividade pede adaptações em seus veículos. participantes de feiras ou convenções etc. o transporte de passageiros para seus trabalhos turismo e seu ponto comum: a gestão de serviços de transporte. vans e minivans são alguns dos veículos utilizados no fretamento e turismo. E. Iniciado em São Paulo por volta de década de 1950. Naturalmente. A produção brasileira crescia. Se antes o trabalho estava sempre perto de casa. passageiros em viagens ou passeios turísticos. que chamamos de fretamento e turismo. assim. se tornava a grande solução. estudantes em excursões. agora a tipos de empresas que atuam nesse mercado. inclusive. Por fim. roteiros fixos. assim como a lista de atividades do s Identificar os diferentes perfis de empresas que atuam no transporte de fretamento e turismo. você já nasceu em um 1 país industrializado e com grandes cidades – e a dificuldade para se locomover nelas não é novidade. Assim como há várias atividades em torno do s Identificar as modalidades de transporte de fretamento e turismo desenvolvidas pelas empresas do setor. você deverá estar apto a: regime de fretamento contínuo – conhecido como “fretado” ou apenas “fretamento” – e o transporte em regime eventual ou turístico – que inclui passeios. o serviço de transporte de fretamento. O MERCADO DE TRANSPORTE DE FRETAMENTO E TURISMO você provavelmente se lembrará de um momento único em nossa história: as décadas de 1940 e 1950. agrega várias atividades diferentes: translados. por si só. por grandes o capítulo se encerrará com a apresentação dos diferentes perfis de empresas que atuam em fretamento e distâncias). Hoje. Nesse período. tornando-se uma Objetivos modalidade de transporte que. translados ou excursões. transporte de fretamento e turismo. Nascia. 6 7 . o transporte de passageiros em fretamento e turismo inclui o transporte em Ao final deste capítulo. começaram a surgir nossas maiores modalidades de fretamento. Se você tem mais de 70 anos. o auge da industrialização brasileira. assim. além das formas de contratação geralmente utilizadas. nossas maiores cidades começaram a APRESENTAÇÃO E OBJETIVOS ver a formação de verdadeiros parques industriais. nas cidades que começavam a ficar grandes demais. A lista de passageiros é grande. transporte para eventos e muitas outras. 1. turismo. vans e minivans com as mais diferentes finalidades de transporte. leitos ou ônibus turísticos adaptados para city tours). Ônibus. localização das fábricas exigia que os funcionários se deslocassem para trabalhar (às vezes. também há vários perfis de passageiros: funcionários que se deslocam s Reconhecer as características e formas de contratação das empresas de transporte de fretamento e para suas empresas e residências. a população migrava Neste capítulo. o fretamento evoluiu até os dias de hoje.

mas atuando nas mesmas atividades. uma mesma empresa pode executar as duas modalidades de fretamento O termo “empresa” se refere a um negócio formal. como resultado. vários perfis de passageiros e vários veículos formam o retrato das atividades de transporte de fretamento e turismo. informalidade. lembre-se de que esses veículos não poderão realizar serviços de fretamento interestadual ou internacional! no transporte de fretamento e de turismo Várias atividades. podem existir transporte por fretamento é o fato de não vender passagens diretamente ao público em geral. Portanto. Portanto. seus clientes são pré-determinados. registrado e com contrato social.2 O perfil dos negócios no transporte de fretamento e turismo internacional. há quem seja contratado diretamente pelos clientes individuais ou por clientes públicos (governo) ou empresariais. Os empreendedores que se dedicam ao transporte rodoviário coletivo de passageiros sob regime de fretamento municipal podem se registrar como Empreendedor Individual (EI). 1998) não permite que vans sejam utilizadas no transporte interestadual ou 1. Negócios. É o caso dos negócios informais. se você possui vans. Apenas ônibus são aceitos para estas modalidades de transporte de passageiros. Empreendedores Contratação direta Contratação por clientes Fretamento contínuo Fretamento eventual Microempresas surgem empresas com diferentes perfis. Essas opções são combinadas e.4 deste capítulo. deve ter as autorizações necessárias). podemos esperar que as empresas desse ramo também possuam características Tipos de empresas Forma de contratação diferentes. nosso primeiro passo será aprender um pouco mais sobre os diversos tipos de empresas que nele atuam. Naturalmente. No tópico 1. os empreendedores possuem grande incentivo para sair da caso de fretamento eventual ou turístico). um negócio deve ser formalizado. a característica que demarca o considerado uma empresa. quando ocorre a contratação do serviço de transporte de pessoas por certo período (no caso do fretamento contínuo). ou já estão definidos antes do início de cada viagem (no No transporte de fretamento e turismo. Mãos à obra! 1. Isso garante que o empreendedor tenha todos os benefícios de uma empresa formal. por sua vez. uma vez que independentemente de serem registrados.3 Modalidades de atuação no transporte de fretamento e turismo De olho no conceito Empresa As empresas que atuam no transporte de fretamento e turismo dividem-se em duas modalidades: fretamento eventual e contínuo. mas com custo menor. para ser (mas.521/1998 (BRASIL. para isso. O Decreto 2. para conhecer o mercado Individuais (EI) pelos passageiros públicos ou empresariais de fretamento e turismo. Em alguns casos. você encontrará mais informações sobre como ser uma empresa. Por isso. 8 9 . Modalidade de fretamento em transporte de fretamento e de turismo em transporte de fretamento e de turismo há quem se dedique ao fretamento eventual ou ao contínuo. Um olhar mais atento sobre o setor nos mostra que há microempresas e empreendedores individuais. De modo geral.

166/05 da ANTT. conforme o caso. Tome nota! s Prova de regularidade com a Fazenda Federal. 2005. Junto com o requerimento. prestação do serviço.620. Por isso. a empresa deve ter contrato firmado entre a transportadora e seus clientes e operar em pretende exercer. deve ser solicitada pelo Fretamento contínuo representante da empresa em requerimento disponibilizado pela ANTT. é prestado por empresas que possuem o Certificado de Registro para Fretamento (CRF) fornecido pela ANTT.166/05 e 3. as legislações e normas variam em cada ponto do País. Essas ônibus objeto de contrato de arrendamento.166. frequência e horários já definidos de seus administradores. você encontrará as normas da ANTT para o fretamento e turismo interestadual e Licenciamento de Veículo – CRLV. O CRF é específico para cada empresa e vale s Contrato social consolidado ou estatuto social atualizados. Além disso. por período determinado e com itinerário. acompanhada de cópia autenticada dos respectivos Certificados de Registro e Neste material. informações podem ser obtidas na prefeitura de sua cidade. a serem utilizados na alguns artigos da Resolução anterior). As Resoluções 1.620/10 da ANTT definem que as empresas TEMAE! Certificado de Registro CHAV para Fretamento (CRF) devem possuir autorização da ANTT para atuar nas diferentes modalidades de fretamento em âmbito interestadual e internacional. Municipal ou do Distrito Federal. no caso de empresas de turismo. inclusive dos em âmbito municipal ou estadual. s Apólice de seguro de responsabilidade civil. internacional. conforme modelo do Anexo da Resolução 1. empresa. em âmbito interestadual e internacional. número de viagens. da sede da No Brasil. Estadual. de 2010 (que altera s Relação dos ônibus. (ANTT. Se sua empresa presta apenas serviços de fretamento s Laudo de Inspeção Técnica – LIT de cada ônibus a ser utilizado na prestação do serviço. de 2005. 2010). internacional. 10 11 . devidamente registrado na forma da lei. s Comprovante de pagamento dos emolumentos. Já o transporte de fretamento e turismo interestadual e s Certidão Negativa de Débito (CND) expedida pelo INSS. O que diz a norma nacional? Fonte: ANTT (2005). s Certificado de Cadastro no Ministério do Turismo. por sua vez. na forma da lei. s Prova de inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica – CNPJ. do Ministério da Fazenda. para os ônibus. pelos municípios e estados em que o serviço é prestado. bem como documentos de eleição e posse circuito fechado. consulte as normas específicas para seu município ou estado. na forma regulamentar específica. que se aplicam a todo o Brasil. chamada de Certificado de Registro para Fretamento (CRF). o transporte de fretamento e turismo em âmbito municipal ou estadual é regulamentado. respectivamente. e a Resolução 3. possui normas nacionais e é regulamentado pela Agência Nacional de s Certificado de Regularidade de Situação do FGTS fornecido pela Caixa Econômica Federal. Essa autorização. com objeto compatível com a atividade que por dois anos. o representante deve apresentar os seguintes documentos: O fretamento contínuo. Transportes Terrestres (ANTT): a Resolução 1.

hospedagem. rota já existente no transporte tradicional de passageiros! sem incluir pernoite. daquele utilizado para fretamento contínuo! Isso impede que os passageiros sejam alterados no momento do transporte (há uma margem para troca de até quatro passageiros por viagem. assim como o fretamento contínuo. os itinerários são definidos antes da viagem e não se trata de atividade contínua). intermunicipal. Ao final da validade. Além disso. para o atendimento de excursões organizadas por agências de turismo. em um sistema disponibilizado 24 horas por dia para essa finalidade. 12 13 . de 1982. além do transporte de superfície. organizados por agências de turismo”. Portanto. será preciso informar à ANTT a lista de passageiros do fretamento contínuo. do Ministério do Desenvolvimento. Atenção: assim como no fretamento Lembre-se de que é imprescindível ter a autorização para cada viagem de sua empresa. no autorizações têm a mesma validade do contrato de prestação de serviço firmado pela empresa (que pode ser de. a empresa deverá ter. definidos antes e seus nomes. Portanto. que está disponível no site da ANTT. Indústria e Comércio Exterior. As As autorizações de viagem para fretamento contínuo podem ser solicitadas pelo Sistema de Controle de empresas que se dedicam a essa atividade devem realizar o transporte em circuito fechado e em caráter ocasional Transporte Fretado Contínuo de Passageiros. visando a atender programas turísticos receptivos. certifique-se de que seu trajeto não se choca com uma s Passeio local: “realizado para visitas aos locais de interesse turístico de um município ou de suas vizinhanças. desde que seus nomes constem no verso da relação de passageiros aprovada pela ANTT junto com a autorização de viagem).620 da ANTT (2010). fretamento e o transporte regular de passageiros. inclusive. Atenção: o procedimento para obter a autorização de viagem para fretamento eventual é diferente Para solicitar sua autorização de viagem. no máximo. para a empresa deverá encaminhar alguns documentos especificados na Resolução 3. a venda de passagens individuais é proibida (já que os passageiros são as normas do Conselho Nacional de Turismo. quando não há conflito de interesses entre o transporte de assim entendidas as programações que incluam. Essas As autorizações de viagem para fretamento eventual ou turístico podem ser solicitadas pela internet. interestadual ou internacional. constam em contrato) e não se pode permitir embarque ou desembarque O Decreto 87. é preciso solicitar uma nova autorização de viagem para fretamento contínuo à ANTT. Junto com a solicitação. as empresas que realizam atividades de transporte turístico devem observar No serviço de fretamento contínuo. As autorizações de viagem só são emitidas pela ANTT com qualquer prazo de duração. o fretamento eventual também exige autorização de viagem da ANTT! se previamente para solicitar as autorizações a tempo! Tome nota! Para cada viagem realizada. site da ANTT. cada viagem. regulamenta a atividade das agências de turismo e transportadoras turísticas que de passageiros durante o itinerário. Essa legislação admite a prestação de quatro pontos de embarque ou desembarque nem transportar mercadorias. (portanto. modalidades de transportes turísticos. Além das regulamentações da ANTT. além do CRF. alimentação e visita a locais turísticos”. organize- contínuo. e sua empresa deverá se encaixar em uma ou mais delas: s Excursão: transporte “realizado em âmbito municipal. 12 meses). é prestado por empresas que possuem o Certificado de Registro para Fretamento (CRF) fornecido pela ANTT. é preciso ter a relação de todos os passageiros transportados. Esse tipo de transporte também não pode utilizar terminais rodoviários como se voltem à exploração dos transportes turísticos de superfície. autorização de viagem emitida pela própria ANTT.348. Fretamento eventual ou turístico Tome nota! O fretamento eventual (ou turístico) em âmbito interestadual e internacional.

p.transportadoras turísticas eventuais: as que exploram os serviços de transporte turístico de superfície s Especial: “ajustado diretamente entre o usuário e a transportadora turística e realizado em âmbito de forma não habitual. 2010): linhas de financiamento específicas para turismo. Neste caso. além s Vender e emitir passagens individuais.transportadoras turísticas mistas: as que exploram os serviços de transporte turístico de superfície 14 15 . o sistema de cadastro do Ministério do Turismo para as empresas do setor. previstas em congressos. Portanto. sem prévia anuência. II . s Translado: “realizado em âmbito municipal. em decorrência de acidente ou avaria no veículo. 1). salvo no caso de prestação de socorro. entre as estações terminais de embarque a desembarque de passageiros. I . no sistema contam com a vantagem de ter a seu dispor pela ANTT. Tome nota! no site do próprio Ministério. do roteiro autorizado. s Utilizar-se de terminais rodoviários nos pontos extremos e no percurso das viagens. cadastre-se! s Embarcar ou desembarcar passageiros no itinerário. O que diz a norma? s Transportar passageiros em pé. 1). principalmente a de exploração de linhas regulares concedidas. Todas as transportadoras turísticas devem se cadastrar no CADASTUR. s Transportar pessoas não relacionadas na lista de passageiros. convenções. os meios de hospedagem. p. A inscrição pode ser feita online. transporte turístico de superfície. detalhes sobre roteiros e duração do transporte turístico podem ser autorizadas ou permitidas por órgãos públicos da Administração Federal. As empresas cadastradas Todas as empresas de fretamento (não importa se na modalidade contínuo ou eventual) estão proibidas. Fonte: BRASIL (1982. e os locais onde se realizem de forma habitual e permanente. (BRASIL. se seu negócio é uma transportadora turística. como parte de seus objetivos sociais. acertados diretamente entre a empresa prestadora e o cliente.transportadoras turísticas exclusivas: as que exploram. sem incluir pernoite em qualquer meio de hospedagem” constantes de seus objetivos sociais. exposições e as suas respectivas programações sociais. 1982. Essas empresas deverão fazer parte de uma das três categorias abaixo: s Desviar-se. de realizar as seguintes práticas em âmbito interestadual ou internacional (ANTT. e em caráter complementar em relação a outras atividades de transporte. intermunicipal ou interestadual. O transporte turístico de superfície só pode ser exercido por empresas registradas na EMBRATUR. concomitantemente com outras atividades de transporte. de acesso a programas de capacitação. intermunicipal ou interestadual. municipal. serviços receptivos locais organizados por agências de turismo”. como único objetivo social. os serviços de s Executar serviço de transporte rodoviário de passageiros que não seja objeto da autorização. Estadual ou Municipal. feiras. III .

No entanto. interestadual ou internacional gestão. 1. isso ocorre porque as empresas de pequeno porte não intermunicipal. É o que ocorre com empresas de telefonia ou de alguns O SIMPLES nacional é um regime tributário diferenciado que permite unificar e reduzir o total de impostos ramos industriais. Como requisito Assim. Essa categoria foi criada para que empreendedores os microempreendedores individuais que atuam no transporte de fretamento e turismo. basta acessar o Portal do Empreendedor Individual (www. adicional para se registrar como EI. um programa que reduz as alíquotas mês). que trabalhavam sozinhos. a atuação no mercado acaba se restringindo às Tome nota! grandes empresas. Essas empresas são regidas por uma pensão). aspectos trabalhistas. assim como a demanda por investimentos futuros no negócio. concorram diretamente. você deve se encaixar na concentrar. pois esta é uma atividade que admite que empresas de grande ou de pequeno porte atuem em um mesmo Além das microempresas. Para se formalizar.br) e de impostos a pagar –. no transporte de fretamento e turismo também há grande número de negócios que fazem mercado e. A necessidade de elevado valor para capital de giro também pode possibilidade de optar pelo SIMPLES em seu estado! funcionar como um impeditivo. converse com seu contador e informe-se sobre a ramos. a Lei Geral traz informações sobre procedimentos de inscrição e baixa.4 Tipos de empresas no transporte de fretamento e turismo Em muitos ramos de negócio. nem todas as MPEs podem aderir ao SIMPLES. o que significa que você está combatendo o principal fator de falência para as microempresas brasileiras: não podem ser registrados como EI. nos quais os pequenos negócios não têm pagos. com taxas de falência elevadas. alguns fatores de falência se repetem nessas empresas: baixa qualificação dos gestores. há muitos anos. ainda. a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. bem como a outros benefícios previdenciários (como aposentadoria e R$ 360 mil em receita bruta anual. sancionada em acesso a linhas de crédito para empresas. acesso ao crédito. Neste momento. por sinal. você está investindo em sua qualificação profissional em intermunicipal. As microempresas sofrem. não têm direito a esse benefício! Se você possuem o capital necessário para investir na abertura de um negócio nesses avalia que sua empresa não se encaixa nessa restrição. capital insuficiente. um contador de sua confiança para obter maiores informações. que trouxe uma série de inovações para as microempresas e permitiu CH A V Pequena Empresa Para se cadastrar como Empreendedor Individual de transporte de fretamento e turismo. entre outros. preferência para fornecimento ao governo. TEMAE! Lei Geral da micro e 2006. interestadual ou internacional. razão pela qual são consideradas empresas em desvantagem no mercado. ou. a história é outra. vários mecanismos que antes estavam dispersos. por exemplo. Você também pode procurar um posto de atendimento do Sebrae disponível em sua cidade à inovação e acesso à justiça. em princípio. Trataremos. apoio do Sebrae. que. pudessem se formalizar e ter acesso aos benefícios que São consideradas microempresas aquelas que não ultrapassam o limite de até a Lei Geral concede às microempresas. Em geral. você se equipara a uma microempresa e passa a ter legislação própria. Independentemente do ramo de atuação. inclusive.portaldoempreendedor. É um excelente primeiro passo! também não podem fazer parte do SIMPLES! 16 17 . podem demandar do empreendedor mais capital do que ele tenha. geralmente na informalidade. de dois perfis de empresas: as microempresas e parte de uma categoria especial: o empreendedor individual (EI). sua receita anual não pode ultrapassar R$ 60 mil (equivalente a R$ 5 mil por tributos e contribuições – com regras para a participação no SIMPLES nacional. assim como falta de qualificação gerencial. por exemplo. preferência nas compras governamentais etc. em uma só lei. falta de potencial inovador em Os empreendedores que realizam fretamento seus produtos e serviços etc. As empresas que realizam fretamento espaço. então.gov. No transporte de fretamento e turismo. Ao se registrar como um empreendedor individual. categoria de transporte rodoviário coletivo de passageiros sob o regime de fretamento municipal. apoio seguir as orientações.

você conhecerá detalhes sobre cada forma de contratação – que transportadora turística. conforme determina a ANTT. você será de serviços de fretamento contínuo. Observe. atenção: a ANTT determina que todas as empresas ônibus que façam city tours). no fretamento e pelo Estado (que pode contratar transportes para hospitais. fretamento contínuo A ANTT define. por exemplo). A ANTT (2005) define que o benefícios da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. e firma-se um contrato entre requisito para que sua empresa obtenha as autorizações de viagem! a empresa e o órgão responsável. contratadas para prestar esses serviços devem firmar contratos com seus clientes. um stand ou mesmo por um funcionário identificado (esta opção é comum para passeios turísticos ou Se sua empresa presta serviços de fretamento contínuo. Se você é um empreendedor individual do transporte de fretamento e turismo. por pessoas jurídicas (corresponde Se sua empresa presta serviços de fretamento eventual ou turístico. no quadro Dicas de negócio. e) frequência das viagens e os horários de saída e chegada nos percursos de ida e volta. que podem ser empresas no caso do fretamento turístico.5 Formas de contratação no transporte de fretamento e turismo g) firma reconhecida dos signatários. Se essa ainda é sua situação. Se você possui ou trabalha em uma operadora ou Na sequência. b) objeto do contrato compatível com o serviço prestado. 1. Este espaço varia muito e pode ser representado por uma loja física. será preciso pensar em uma estrutura de aos serviços de fretamento contínuo de transporte de funcionários. eventual. um gestão das empresas. Você poderá ter acesso a informações sobre os financiamentos disponíveis. os clientes também podem ser pessoas físicas. de 2005. órgãos públicos etc. técnicas para controle de pontos-chave de seu negócio e dicas gerais para Dicas de negócio: como elaborar um contrato de prestação de serviços para sua atuação no mercado. do contratado e dos respectivos representantes legais. procedimentos para registro de empresas em seu estado! d) itinerário a ser praticado. Nesse caso. quais informações devem constar nos contratos de Além de empresas e pessoas físicas. em sua Resolução 1. informe-se sobre os c) usuários a serem atendidos. este material poderá ajudá-lo com dicas para seu atendimento aos clientes e para a gestão de seu negócio. f) prazo da prestação do serviço. O próprio condutor do veículo pode ser o responsável pela venda dos bilhetes. o Estado é o próprio contratante. ou órgãos públicos. Lembre-se de que esse contrato é ter clientes públicos como alvo. Ao contrário do que ocorre no fretamento contínuo. Esse contrato deve ser formalizado e assinado por quem contrata equiparado a uma microempresa e terá acesso a todos os (empresa ou órgão público) e por quem presta o serviço – sua empresa. como excursões ou passeios turísticos). permanecer na informalidade. há três formas tradicionais de contratação do serviço: diretamente pelos clientes (comum no caso de serviços de fretamento eventual.). e o cliente já tem acesso a um espaço físico varia de acordo com as modalidades de fretamento – e suas implicações para a em que possa contratar o serviço. Não contrato deve conter: vale a pena.166. as contratações públicas são realizadas por meio de processo 18 19 . Em geral. No transporte de fretamento e turismo. de fretamento e turismo. para nenhum empreendedor de transporte a) nome completo do contratante. provavelmente essa estrutura já existe. as empresas de transporte de fretamento e turismo também podem prestação de serviços firmados por sua empresa. atendimento aos clientes individualmente. as normas para a elaboração de contratos de prestação Lembre-se: como Empreendedor Individual. guichê.

Quando estiverem concorrendo com empresas que não sejam MPEs. Por hora. tomada de preços e convite. há vários tipos de licitações. ainda. Isso significa que sua empresa deverá ser formalizada se você quiser ser um prestador de serviços de transporte de fretamento e turismo para sua prefeitura. R$ 650 mil. na sequência. (exceto se o valor do serviço for inferior a R$ 8 mil). empresa “dará conta do recado”. Dicas de negócio: como se preparar para prestar serviços ao Estado Independentemente da estrutura de sua empresa. Licitação é o procedimento que o Estado utiliza para contratar serviços ou adquirir bens necessários As microempresas poderão. concorrencial (como licitações ou pregões) – exceto nos casos em que os valores dos serviços são pequenos (abaixo de R$ 8 mil). Do contrário. Assim. o Sebrae elaborou uma cartilha com um passo a passo para se tornar um fornecedor dos órgãos governamentais. será preciso pensar na estrutura Para auxiliar as micro e pPequenas empresas interessadas em de venda e divulgação de seus serviços. Você está preparado para prestar o serviço de transporte fretamento e turismo de acordo com todas as especificações (número de veículos. se grande ou pequena. as concorrências são utilizadas quando o valor contratado é superior a perdendo o contrato e. o primeiro desafio das empresas que optam por atuar como prestadoras de serviços de fretamento para o Estado consiste em vencer os processos concorrenciais. dependendo da modalidade de licitação e do valor do lance final. e a modalidade de convite serve para serviços com valor abaixo de R$ 80 mil. ele deverá ser contratado por meio de licitação Ganhar uma concorrência significa ter de prestar o serviço exatamente como foi previsto no edital. você pode ter dificuldades em manter o combinado. você encontrará dicas para planejar estratégias de divulgação com CHAV clientes públicos base nas características de seu cliente final. por exemplo. As verbas públicas devem ser gastas por meio de licitação. Regularize seu empreendimento de sua empresa? Essa definição o ajudará a escolher suas estratégias de atuação no mercado! Em licitações públicas. Você atende somente a pessoas físicas. elas terão o direito de dar um lance menor que a empresa vencedora. rotas etc. somente empresas regulares podem concorrer. acabar Para a contratação de serviços. TEMAE! Atendimento a Nos próximos cadernos de seu curso. Verifique suas condições reais de fornecer para o setor público de fretamento e turismo for prestado a um órgão público. ter de arcar com multas. É uma forma de garantir transparência nos gastos públicos e assegurar que as fiscal. a tomada de preços se destina a contratos de até R$ 650 mil.)? É preciso se capacitar e ter a certeza de que sua No Brasil. Faça valer seu direito de preferência De olho no conceito A Lei Geral da Micro e Pequena Empresa garante que essas empresas tenham preferência nas contratações Licitação públicas. 2. ou pessoas jurídicas (e mesmo clientes públicos) também são foco 1. fornecer ao Estado. essas dicas comentadas. pior. Se o transporte 3. participar do processo mesmo que possuam alguma irregularidade para seu funcionamento. e os mais comuns são concorrência. e isso vale tanto para o governo federal quanto para os governos estaduais e municipais. compras sejam feitas com a máxima eficiência. ganhando dois dias para regularizar sua situação. informe-se sobre as opções de formalização para sua empresa no Sebrae de seu estado. 20 21 . procure analisar quem são os clientes de sua empresa. Se você ainda não se formalizou. Observe.

Dessas. em dinheiro pessoal. E. por exemplo). gestão de serviços lucros etc. empresas com estrutura familiar. gerenciamento • Mesmo que o negócio seja seu. Se você esquecer de cotar algum item previsto no edital (como o número total de veículos ou minha empresa e não e seu tempo é dividido entre prestar o serviço e gerenciar o negócio. mas não passam de Qual é seu perfil? Dicas para seu negócio manuais explicativos. Nestes casos. Não deixe que isso ocorra! Por ser uma atividade de prestação de serviços. 2009). também são 5. Alguns a extensão real das rotas). pois concorrências costumam envolver várias empresas e disputa de preços até o último Trabalho sozinho em Se você trabalha sozinho. informe-se sobre os canais utilizados em sua localidade (como sua prefeitura. ZANIN. 1. compra de insumos. será impossível de manter tenho funcionários. nas quais a própria família se divide para dar conta das tarefas do negócio. mais de 99% são classificadas como micro ou pequenas empresas e empreendedores individuais (SEBRAE. quiser. ele precisa ser financeiramente independente. questões como relacionamento com os clientes. Se você quer fornecer ao governo. condução todos os dias. 2011). Cadastre-se nos portais de compras micro.6 O ponto de encontro para os negócios no transporte de fretamento e turismo: a • Mensalmente. de custos e divulgação costumam exigir maior dedicação. Possuo apenas um • Organize seu tempo para conciliar as duas funções e dê à gestão do negócio veículo e sou o a atenção necessária. celebração de contratos e atendimento aos clientes. realização dos serviços de transporte. leia o edital com a máxima atenção e não corra o risco de deixar passar algum detalhe. Esteja pronto para se cadastrar nos portais de compras os responsáveis por aspectos da gestão da empresa. são abertos 1. Isso perfil no quadro apresentado e observe as dicas que se aplicam ao seu caso. Quem não controla os resultados de sua empresa não é capaz de planejar a gestão e vive de resolver problemas pontuais. Você pode decidir como gastar seu próprio dinheiro como detalhes. gastos totais. A cada ano. pontos que devem receber sua atenção: (BARRETO. Prepare-se para ler o edital Os editais de concorrências públicas podem parecer complexos à primeira vista. Para isso. na prática. os principais pontos aos quais os Portanto. Neste curso. você conhecerá. adote como regra: nunca misture o dinheiro da empresa com seu gestores de empresas de serviços de fretamento e turismo devem estar atentos. os órgãos públicos utilizam portais eletrônicos nacionais ou locais. faça um balanço dos gastos semanais. Separe um horário para gerenciar os gastos diários e. mas as receitas que entram para o negócio precisam ser administradas 22 23 . significa ter todos os impostos pagos e as certificações em dia! 6. Em empresas de serviços. você precisará se familiarizar com o portal e fornecer todos os dados e desafio dos empreendedores. você poderá ofertar um preço que. portanto. Esses são. Por isso. Atenção: sua empresa deverá estar regular para concorrer a licitações. da mesma forma. entre outros afazeres. cuidados com os veículos. são os próprios membros da família que assumem todas as tarefas: planejamento de rotas. Também é comum encontrar Para divulgar as concorrências para a contratação dos serviços ou produtos de que o Estado precisa. o transporte de fretamento e turismo demanda atenção especial dos gestores de empresas. Isso lhe mostrará se o negócio é lucrativo e permitirá identificar pontos de melhoria. Que tal conhecer algumas dicas gerais para auxiliá-lo nessa tarefa? Selecione seu documentações solicitados. organize as finanças do negócio: recebimentos.2 milhões de empresas formais no Brasil. com poucos funcionários (ou mesmo nenhum) e receita bruta anual de até R$ 360 mil. A grande maioria de nossas empresas possui porte 4. dicas que podem ajudá-lo a ter uma boa gestão de serviços de fretamento e turismo. Os portais de compras públicas exigem que sua empresa seja cadastrada para participar dos processos Conciliar a prestação do serviço de transporte de fretamento e turismo com a gestão da empresa: eis o grande de concorrência. como controle de custos. certamente a condução do veículo lhe exige dedicação minuto. ao responsável por sua final da semana.

Sugestões para o seu caso: esteja preparado para tomar uma decisão: ou você contratará um gestor ou se membro da família • Deixe claro para todos: família é família e negócio é negócio. pois o negócio empresa familiar. Nesse é responsável por empresa deve ser designada a quem tem mais preparo para isso. e esta será sua atividade principal. você precisará gerenciar custos e dívidas. outras pessoas. e isso deve ser definido claramente. Mais um veículo pode significar mais uma linha. seu. prepare-se para investir em sua formação gerencial! conduzir um veículo ou membros da família teve a oportunidade de estudar temas ligados à gestão ou por cuidar de de negócios. Se você faz parte de uma equipe. a família deve aproveitar esse perfil e direcionar para tarefas relacionadas ele as decisões de gestão do negócio. meu negócio. aumentará a pressão por uma gestão profissional. Dividir tarefas é uma possibilidade. Algumas dicas para o bom o dinheiro ainda está no caixa da empresa e não foi contabilizado nem passado de fretamento e funcionamento de um pequeno negócio no transporte de fretamento e turismo: para o proprietário como pró-labore ou lucro. aumentam as tarefas de gestão. Se um dos filhos caso. quem é essa pessoa. Com o crescimento da Tenho uma pequena Se sua empresa é familiar. considerando as necessidades da própria empresa. Somente nesse momento uma micro ou pequena pessoas. e deve estar claro para todo mundo seja gasto como se pertencesse a ele. Em cada empresa. Lembre-se: se todos são responsáveis por tudo. Ela é tão lucrativa como poderia ser? gestão do negócio? Quem responde pela gestão possui poder de decisão. a hierarquia deve ser definida em função da competência de cada um. Se você é o dono de um negócio em crescimento. Em uma empresa. Esse é o caminho! 24 25 . desde que cada um saiba quais são suas atribuições e nenhuma tarefa fique sem um responsável. negócio e busque melhorias contínuas. você precisará executar suas tarefas você poderá considerar que o dinheiro é. Para cada tarefa da empresa. efetivamente. Ou seja: enquanto empresa de transporte e atuar em conjunto com o resto da empresa. mais pagamentos a gerenciar. Isso pode ser muito mais desafiador do se tornará mais complexo. Em profissionais com membros da família. mas também significa mais lucros e mais possibilidade de crescer. mesmo que o dono seja o pai da família. você tem um desafio extra: gerenciar relações empresa. um responsável. Quem será o responsável pela execução do serviço? E pela • Questione-se sempre sobre sua empresa. os níveis de decisão serão a melhor possível? Perguntas como essas fazem com que você reflita sobre seu definidos internamente. ao negócio. Depois de pagar todos os Possuo ou trabalho em Se você é dono do negócio e possui funcionários. o mais adequado é que ele não turismo junto com • Cada tarefa deve ter um responsável. mas devem estar claros para todos. A gestão da preparará para gerenciar o negócio. Isso é profissionalismo para o negócio! • Alguém deverá se incumbir da gestão. e isso Você tem os melhores fornecedores? Você poderia ter mais clientes? Sua rota é é um divisor de águas na empresa. • Quando a empresa cresce. então ninguém é responsável por nada. e não de seu papel na família. cada que parece à primeira vista. você chegará ao lucro real do negócio. por exemplo.

7 Testando seus conhecimentos Que empresa é esta? Será que você já consegue identificar a que tipo de empresa de transporte de fretamento e turismo pertencem essas 1) Sobre o contrato de prestação de serviços no transporte de fretamento e turismo. Itens 1 e 4: Microempresa.itens 2. bruta anual. Individual (EI) Microempresa c) Deve ser assinado apenas por quem presta o serviço. já que ele varia a cada viagem. 4 Pode fazer parte do SIMPLES nacional. 2 É a categoria criada para retirar da informalidade um grande 2) Sobre os documentos necessários para a solicitação do CRF. a opção correspondente (EMPREENDEDOR INDIVIDUAL ou MICROEMPRESA). Atividade 2: V V V F. 3 ( ) É exigida a apresentação do CNPJ da empresa. passa a ter acesso a benefícios como linhas de crédito para empresas e apoio do Sebrae. 3 e 4: Empreendedor Individual. 1. confira seu desempenho! a) O contrato deve conter dados sobre o contratante e o contratado. Empreendedor b) Não deve conter o itinerário. Sua receita anual não pode ultrapassar R$ 60 mil. Gabarito: “Que empresa é esta?” . além de informações sobre a frequência das viagens e os horários de saída e chegada nos percursos. ( ) Deve ser feito e apresentado o levantamento de todos os ônibus que serão utilizados para fretamento com seus respectivos laudos de inspeção técnica. assinale (V) para as afirmações verdadeiras e (F) número de transportadores que trabalhavam por conta própria. 1 É assim considerada por não ultrapassar o limite de R$ 240 mil em receita d) Não serve como garantia para a prestação do serviço. características? Assinale. 26 27 . Ao final. para as afirmações falsas. para cada afirmação no quadro. ( ) Todos os documentos devem ser apresentados em conjunto com o requerimento disponibilizado pela ANTT. Ao se formalizar. 5 ( ) É preciso apresentar cópia autenticada da CNH de todos os condutores contratados para o serviço. Atividade 1: alternativa correta: a). assinale a alternativa correta.

O tratamento a ser dado aos clientes e as políticas da empresa são exemplos de elementos aos quais você deve estar atento! Se você é chefe em uma empresa de transporte de fretamento e turismo. Boa parte dessas empresas conta com apenas uma pessoa: seu dono. comum nas transportadoras turísticas. no caso das transportadoras turísticas. esteja atento à forma como seus funcionários prestam o serviço. Em negócios um pouco maiores. em empresas com estruturas maiores. cabe a você se certificar de que todos os funcionários atendam aos requisitos para exercer suas atividades no transporte de fretamento e turismo! 28 29 . a adequação dos profissionais às transporte de fretamento e turismo: o condutor do veículo de transporte coletivo de passageiros e. Em serviços de transporte. em seu lugar. esteja atento às orientações para a prestação do serviço. guiar os passageiros e auxiliar com a manutenção dos veículos e com a gerência do negócio. as tarefas de condução do veículo e de gestão da empresa podem ser divididas. é comum que o dono conte com membros de sua família para atuar na empresa. 2. e turismo: o condutor e o guia turístico. Além disso.2 Quem faz o transporte de fretamento e turismo acontecer No primeiro capítulo deste caderno. Ou seja: fazer com que outras pessoas realizem tarefas do negócio s Identificar os requisitos para a atuação como condutor no transporte de fretamento e turismo. o dono pode contar com a ajuda de funcionários para conduzir os APRESENTAÇÃO E OBJETIVOS veículos. conhecemos o perfil das empresas que atuam no transporte de fretamento 2 e turismo. Ao mesmo tempo. Você conhecerá. os requisitos para a Neste capítulo você conhecerá os dois principais perfis envolvidos na realização do transporte de fretamento atuação em cada atividade e as legislações que definem como deve se dar a atuação desses profissionais. Objetivos DE OLHO NO CONCEITO Ao final deste capítulo. você conhecerá os perfis dos profissionais que atuam no indicador de qualidade da própria empresa. o dono pode ser o condutor do veículo e o responsável pela manutenção e pela gerência da OS PROFISSIONAIS NO TRANSPORTE DE FRETAMENTO E TURISMO empresa. Neste caso. o guia de turismo. Se você é funcionário de uma empresa. A qualidade do trabalho de quem conduz os veículos. atividades que executam pode ser a diferença entre uma empresa bem sucedida e um negócio problemático. você deverá estar apto a: Delegar Delegar significa transferir tarefas. Por fim. pois eles formarão a imagem de sua empresa para seus clientes. ainda. s Identificar os requisitos para a atuação como guia de turismo nas transportadoras turísticas. guia os passageiros e gerencia a empresa será o Neste segundo capítulo de seu caderno. que acumula várias funções.

as normas da ANTT. deverá se submeter a exames de: aptidão física e mental. Há condutores de ônibus semiurbano. Além disso. além de condutores de vans e minivans. Para se informar sobre a oferta do curso em sua cidade. que podem variar de O candidato que deseje se tornar um condutor de veículo de transporte coletivo de passageiros também acordo com cada estado ou município.org. estão sujeitos às normas de atuação da ANTT). que valem para todos os transportes coletivos de passageiros. realizado em via pública e em veículo da mesma As normas para a atuação de condutores em fretamento e categoria para a qual o candidato queira se habilitar (DENATRAN. 2008). no mínimo. de passageiros. s estar habilitado. Desse modo. Na ser aprovados em curso especializado para esta atividade.aspx. por fim. se enquadra na categoria de transporte coletivo risco. mas existem vários perfis distintos para este profissional.sestsenat. 2. há um exame de direção veicular. leito. convencional. a atuação dos condutores que se dedicam ao transporte de fretamento e turismo é regulamentada por normas gerais. Requisitos do condutor O CTB determina que os condutores de veículos de transporte coletivo de TEMA ! para atuar no transporte O curso para condutores de transporte coletivo de passageiros é oferecido pelo SEST SENAT em todo o passageiros deverão atender aos seguintes requisitos (DENATRAN. por normas específicas (nos casos em que Tome nota! se trata de fretamento e turismo em âmbito interestadual ou internacional) e. interestaduais (nestes casos. Respeito ao Meio O que diz o Código de Trânsito Brasileiro Ambiente e Convívio Social e Relacionamento Interpessoal. ainda. 2004). os condutores podem atuar em rotas internacionais. intermunicipais ou apenas municipais (esses condutores estão sujeitos às normas de seus estados municípios). ambas de regulamentar esse curso. turismo são únicas. O CONTRAN estabeleceu. basta ligar para 08007282891 ou acessar o s ser maior de vinte e um anos. em sua Resolução 168/04 (CONTRAN. semileito. site: http://www. os aplicação nacional. misto. 2008): CHAVE de fretamento e turismo Brasil. 30 31 . você conhecerá as normas do CTB para esses profissionais e. O transporte de fretamento e turismo. na categoria D. Noções de Primeiros Socorros. por normas locais. conteúdos a serem tratados nos cursos para a formação de condutores de veículos de transporte coletivo de passageiros: Legislação de Trânsito. Direção Defensiva. Além disso. legislação de trânsito e noções de primeiros socorros. e atribuiu ao CONTRAN a responsabilidade de sequência. ainda.br/Paginas/Unidades. executivo. Tome nota! Independentemente do âmbito de atuação ou do tipo de veículo conduzido. um ponto comum une as normas O CTB estabeleceu que todos os condutores de veículos de transporte coletivo de passageiros devem para o transporte coletivo de passageiros no Brasil: as exigências do Código de Trânsito Brasileiro. qualquer que seja sua s ser aprovado em curso especializado e em curso de treinamento de prática veicular em situação de modalidade.3 O condutor no transporte de fretamento e turismo s não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima ou ser reincidente em infrações médias durante os últimos doze meses.

166/05 e a Resolução 3. s não se afastar do veículo quando do embarque e desembarque de passageiros. sem justificativa. os condutores devem. s providenciar assistência aos passageiros. quando em atendimento ao público. ou entregá-los. s auxiliar o embarque e o desembarque de crianças e de pessoas idosas ou com dificuldade de locomoção. Além das normas que constam no CTB. s não fumar. os documentos que forem exigíveis. saídas de emergência. quando solicitado. s proceder à carga e descarga das bagagens dos passageiros. s dispor de conhecimento das informações acerca do serviço. caso solicitado. 2005. s não fazer uso de qualquer substância tóxica. contrato social da empresa. as empresas que se dedicam ao s não retardar o horário de partida da viagem. o tempo de percurso e as distâncias (ANTT. adequadamente trajado e identificado. onde não haja pessoal próprio para tanto. contrato individual de trabalho. carteira funcional ou contracheque. 2010).166/05 e a Resolução 3. inclusive de alimentação e pousada. contra recibo. necessariamente. dos passageiros.620/10 da ANTT também definem normas gerais para todos os para seus condutores. O que dizem as Regulamentações da ANTT s exibir à fiscalização. A Resolução 1. Por isso. quando em serviço. s prestar à fiscalização os esclarecimentos que lhe forem solicitados. no caso de interrupção da viagem. Qualquer funcionário que ANTT definem que os condutores de veículos de transporte coletivo de mantenha contato com o público deve: passageiros devem: s apresentar-se. documentos: carteira de trabalho. 2010) quanto aos requisitos A Resolução 1. quando tiverem que ser efetuadas em local No transporte de fretamento e turismo em âmbito interestadual e internacional. s dirigir o veículo de modo que não prejudiquem a segurança e o conforto s conduzir-se com atenção e urbanidade. nos casos de interrupção da viagem sem possibilidade de prosseguimento imediato. s identificar o passageiro no momento do seu embarque e indicar seu assento. ser funcionários das empresas autorizadas pela ANTT. Atenção: é responsabilidade de sua empresa assegurar que todos os condutores atendam a essas s diligenciar a obtenção de transporte para os passageiros. de modo que possa prestar informações s não movimentar o veículo sem que estejam fechadas as portas e as sobre os horários. o condutor deve ser capaz de provar seu vínculo com a empresa apresentando um dos seguintes s não ingerir bebida alcoólica em serviço e nas 12 horas que antecedem o início da viagem.620/10 da funcionários das empresas autorizadas a realizar este tipo de transporte. 32 33 . transporte de fretamento e turismo (seja na modalidade eventual ou contínua) em âmbito interestadual ou internacional também devem estar atentas às regulamentações da ANTT (2005. e a emissão condições! de documento de responsabilidade da autorizatária para efeitos de ressarcimento de despesa realizada pelo passageiro em decorrência da paralisação da viagem. o itinerário. ata de constituição ou alteração da empresa.

devendo ainda respeitar e cumprir leis e regulamentos que disciplinem a atividade turística. s Laudo de Inspeção Técnica – LIT. lembre-se da responsabilidade de atender aos requisitos da legislação que regulamenta além das normas do CTB e da ANTT. vir a ser punido pelo seu órgão de classe” 2. internacionais ou especializadas” (BRASIL. as normas do Ministério do Turismo a profissão! Isso é segurança para o profissional e para sua empresa. o grupo. decoro e responsabilidade. zelando pelo bom nome do turismo no Brasil e da empresa à qual presta serviços. estaduais. você aprendeu que as empresas que profissional está sujeita a penalidades. Portanto. (lembre-se de que isso é válido apenas para as empresas que se dedicam à atividade turística). orientar e transmitir informações para as pessoas ou grupos que ele acompanhe. orientar e assegurar de portar os seguintes documentos em todas as viagens: transmitir informações a pessoas ou grupos. s Cuidar do despacho de bagagens e passageiros em terminais de embarque. s autorização de viagem com a relação de passageiros e. podendo. Trata-se do guia de turismo. e comprovante de pagamento do seguro. municipais. s Orientar os passageiros no embarque e desembarque dos veículos de transporte turístico. s nota fiscal da prestação do serviço no caso de Fretamento Eventual ou Turístico. por desempenho irregular de suas funções. se você é guia de turismo ou se sua empresa possui se dedicam ao transporte de fretamento eventual ou turístico devem seguir. excursões urbanas. informações de natureza turística sobre os locais e atrações visitados com período da viagem. interestaduais. é comum encontrar um perfil profissional que se trabalha junto ao condutor do veículo e que também produz impacto importante na 34 35 . 2005.623/93 também define como deve ser a atuação do guia de turismo. caso mensal. s formulário para registro das reclamações de danos ou extravio de bagagem (ANTT. De modo geral. a Relação s Acompanhar. que CHAV de fretamento e turismo Lembre-se de que. realização dos transportes. durante uma viagem. s cópia autenticada da apólice de seguro de responsabilidade civil. 2010). Este profissional deve ter “dedicação. Específica de Passageiros. 1993). as atribuições do guia de turismo são: s cópia autenticada do Certificado de Registro para Fretamento – CRF. Requisitos do condutor O que diz a norma? TEMAE! para atuar no transporte A profissão de guia turístico é regulamentada pela Lei 8. guias de turismo. 1993). com cobertura total durante todo o s Fornecer. Em âmbito interestadual ou internacional.4 O guia turístico no transporte de fretamento e turismo (BRASIL. em visitas. quando for o caso. o condutor deve se EMBRATUR e que exerça a atividade de “acompanhar. no caso de fretamento contínuo. Nessas empresas.623/93. s comprovação do vínculo dos motoristas com a detentora do CRF. responsável por guiar os visitantes em passeios ou excursões de finalidade turística. o condutor é o responsável legal da empresa perante os define como guia turístico o profissional que esteja cadastrado na passageiros e os órgãos de fiscalização. Essa norma mostra que a profissão de guia turístico é regulamentada e que a atuação indevida deste No primeiro capítulo deste seu caderno. A Lei 8.

Quem faz o quê? ( ) O guia turístico. Gabarito: “Quem faz o que?” . Itens 3 e 4: Guia Turístico. 36 37 . c) Estar habilitado. 2 e 5: Motorista. o __________ _____ deve cuidar do despacho das bagagens. solicitados pela fiscalização. 1. 3. profissional responsável pela tarefa. diversamente do condutor. Identificar o passageiro e indicar o seu assento é dever do _________ _ _____. O _______ ___ _____ não deve se afastar do veículo durante o embarque e desembarque dos passageiros. b) Ser aprovado em curso especializado e em curso de treinamento de prática veicular em situação de risco. no mínimo. em cada caso. No transporte de fretamento e turismo.itens 1. o condutor e o guia turístico têm papéis bem distintos no serviço. 5. o ( ) É dever do guia turístico acompanhar. assinale (V) para as afirmações verdadeiras e (F) para as afirmações falsas. orientar e transmitir informações aos passageiros.5 Testando seus conhecimentos 1) Sobre o papel de guia turístico. ( ) Guias turísticos estão presentes nas empresas que seguem no ramo de transporte de fretamento eventual ou turístico. grave ou gravíssima nos últimos 12 meses. Atividade 1: F V V V. O ____________ _ __ deve acompanhar e transmitir informações aos grupos que acompanha. Durante o embarque dos passageiros. ( ) Todo guia turístico deve ser cadastrado na EMBRATUR. não deve atuar em contato direto com os passageiros. É dever do ______ _________ prestar esclarecimentos e apresentar os documentos do veículo d) Não ter cometido nenhuma infração média. na categoria E. Será que você sabe identificar quem é responsável por cada tarefa? Complete as lacunas identificando. a) Ser maior de 23 anos. Atividade 2: alternativa correta: b). 2. 4. 2) Assinale a alternativa que apresenta um requisito obrigatório para condutores de veículos de transporte coletivo de passageiros: 2.

A lista desses órgãos pode ser obtida no site da ANTT (http://www.2 Condições de segurança no transporte de fretamento e turismo A fim de garantir as condições de segurança dos passageiros e dos profissionais que atuam no transporte 3 de fretamento e turismo. s Todos os veículos devem possuir um Laudo de Inspeção Técnica – LIT. s Os ônibus devem possuir “registrador gráfico ou equipamento similar s Realizar exercícios e alongamentos que contribuam para a saúde de quem conduz veículos em perfeito estado de funcionamento” (os chamados tacógrafos). SAÚDE E MEIO AMBIENTE NO obrigatórios para a atuação em transporte de passageiros de modalidade de fretamento em âmbito interestadual TRANSPORTE DE FRETAMENTO E TURISMO e internacional. sua as normas para a manutenção da segurança no transporte dos passageiros. CEP e telefone) e. CPF ou CNPJ. os registros gerados por esses equipamentos devem ser mantidos arquivados por um período de 90 dias.html). e no transporte de fretamento e turismo. Serão apresentadas locais para sua atuação e certifique-se de que você.br/index. 3. s Identificar a importância de se conscientizar quanto à preservação do meio ambiente. 38 39 . você conhecerá tópicos relacionados à segurança e à saúde no transporte informe-se na prefeitura de sua cidade quanto às regras de fretamento e turismo. você deverá estar apto a: CHAV fretamento e turismo fretamento e turismo interestadual ou internacional devem atender às seguintes condições: s Reconhecer as normas de segurança para a realização de transporte de passageiros em fretamento e turismo. APRESENTAÇÃO E OBJETIVOS Seu estado ou município podem ter normas próprias de segurança no transporte de fretamento e turismo. endereço. Objetivos Normas para os veículos que atuam em fretamento e turismo Os veículos destinados ao transporte de passageiros em regime de TEMAE! Normas para veículos em Ao final deste capítulo. Por fim.gov. além de informações para a preservação do meio ambiente. Neste capítulo final de seu caderno.antt. a ANTT (2005) estabeleceu algumas normas referentes a documentações e seguros SEGURANÇA. que deverá ser emitido pelos órgãos credenciados pela ANTT. o capítulo se encerra com a discussão da importância da responsabilidade ambiental para as empresas no segmento de fretamento e turismo. Portanto. O LIT deve conter os dados do proprietário do veículo (nome. além de dicas para a saúde empresa e seus veículos atendem a todas as normas! de quem atua no transporte de fretamento e turismo. php/content/view/4734/Rodoviario.

data de vencimento e atua no setor. Nesses casos. sua concentração. Esse seguro deve cobrir todo o período da viagem. cor. diariamente. de responsabilidade da empresa. ainda. a jornada de trabalho exige bastante da saúde de quem TEMAE! Exercícios e alongamentos do veículo. o condutor deve portar a nota fiscal das empresas. Tome nota! A saúde e o bem-estar de quem atua no transporte de O LIT é válido por um ano. modelo. A verdade passa longe disso! O estresse diário piora a qualidade de vida e de saúde dos Atenção: a contratação do seguro é obrigatória. é obrigatória a contratação de um seguro de responsabilidade civil saúde também deve ser preocupação da empresa! emitido em nome da empresa responsável pelo transporte dos passageiros. data de emissão. não pode ser evitado. Os veículos novos são dispensados da fretamento e turismo também devem ser preocupação apresentação do LIT em seu primeiro ano de atividade. só devem viajar com a contratação do seguro! 40 41 . sua atenção e. e é profissionais envolvidos no trânsito e no transporte de fretamento e turismo isso não é diferente. 3. espécie. o que pode comprometer sua saúde. Ou seja: a sua Nas viagens interestaduais ou internacionais. um condutor doente representa do veículo com data de aquisição e declaração da concessionária de que o veículo atende às normas de segurança para circulação! uma rota que pode não ser cumprida. e deve ser renovado após este período. vemos o estresse do dia a dia como algo que faz parte da vida de quem passa muitas horas no trânsito e que. Essa situação é ainda pior nos casos em que o condutor é o proprietário da empresa. potência. lotação. de estresse em seu dia a dia. Mesmo em viagens que contem com O Laudo de Inspeção Técnica – LIT também deve revezamento ou troca de condutores (comuns nas viagens de grandes conter informações sobre a data da última inspeção distâncias). já que nem sempre ele tem quem o substitua. combustível utilizado.3 A saúde de quem atua no transporte de fretamento e turismo placa. por atuar sozinho no negócio. pior. sua capacidade de dedicação ao trabalho e de garantia da segurança de seus passageiros. Esses profissionais acabam acumulando altas cargas CHAV para manter a saúde declaração do responsável técnico pela inspeção. Muitas vezes. tipo.). Trânsito intenso. Seus passageiros congestionamentos e condições adversas das vias são apenas alguns exemplos das fontes de estresse a que são submetidos. fotografias do veículo etc. em último nível. número do chassi. Afinal. os dados do veículo (marca. condutores no transporte de fretamento e turismo. ano. Viagens longas e muitas horas no veículo são rotina para quem atua no transporte de fretamento e turismo.

entrelace seus dedos e gire os punhos para um lado pelos condutores e outros funcionários da empresa. bom sono e atividades físicas são até dez e repita para o outro cotovelo. mantenha-se em pé e dobre a esteja dentro do veículo. Observe. é possível fazer alguns exercícios simples nos momento em que não estiver conduzindo. No entanto. boa seus cotovelos empurrando-os para trás. do transporte de fretamento e turismo pode ser reduzida a partir de ações simples que podem ser adotadas 2) Ainda para alongar seus punhos. Atenção: estes exercícios só devem ser realizados com o veículo parado! 3. Conte até dez e repita com a outra Observe algumas dicas para se alongar dentro e fora do veículo: perna. Conte até dez. Para terminar. alongue-se entrelaçando seus dedos e esticando os pode controlar suas reações.4 Como preservar o meio ambiente atuando no transporte de fretamento e turismo Todas as atividades que envolvem o uso de veículos devem se preocupar com o impacto ambiental que causam. 42 43 . e organização contribuem para reduzir os níveis de 5) Mantendo seus braços esticados horizontalmente sobre seu tronco. alongue estresse no trabalho. autocontrole braços para cima. boa parte dos impactos repetido três vezes para cada punho. com os dedos entrelaçados. inverta as pernas Entre as recomendações para a saúde de quem se dedica ao transporte de fretamento e turismo está o hábito de fazer para alongar os dois lados. 3) Para alongar seu pescoço. Mesmo que você 7) Para finalizar o alongamento de suas pernas. para a frente e para trás. mas 4) Do lado de fora do veículo. 8) Dobre a perna para trás. Repita este movimento cinco vezes para cada lado. alongue seu punho para baixo e conte até dez. algumas sugestões para preservar o meio e para o outro. fundamentais para manter a qualidade de vida! 6) Alongue suas pernas mantendo-se apoiado no veículo e dobrando seus joelhos conforme mostra a ilustração. A emissão de poluentes na atmosfera e a geração de resíduos Na sequencia. transporte de fretamento e turismo. Você pode não controlar os causadores do estresse. Isso evita lesões por esforço repetitivo e melhora sua resistência física. mova sua cabeça para os lados. Conte alimentação. Paciência. Mantenha o pescoço em cada posição por cinco segundos. ainda ambiente em sua atividade. descanso. segure no pé e puxe o calcanhar em direção às nádegas. Conte até dez e. na sequencia. conforme mostra a ilustração. não é diferente. estique os braços à sua frente com a palma das mãos para fora e conte até dez. Além disso. a seguir. Este exercício deve ser são exemplos de danos gerados ao meio ambiente pelo uso dos veículos. Conte até 10 e repita com a outra perna. alongamentos e exercícios. Repita este movimento três vezes. alongue seu punho para cima e conte até dez. No 1) Com as mãos apoiadas no volante. perna para trás puxando seu calcanhar.

Por isso. A economia de seu negócio. os consumidores se preocupam mais com a residência. deve estar presente em todas as pessoas de sua empresa. em sua empresa e. pelas empresas e seus funcionários. papéis velhos. ao descarte correto da água utilizada na lavagem dos veículos. certifique-se de fazer a lavagem de seu veículo em locais apropriados para esta atividade. No entanto. A água que resulta da lavagem dos veículos contém resíduos de Quem desperdiça água. por combustíveis menos poluentes (como o biodiesel) e ao manter seu De olho no conceito veículo sempre regulado para evitar a emissão de poluidores. latas de alumínio. servir como atrativos para novos clientes. quando possível. o modo como sua empresa faz o transporte revela s A manutenção periódica do veículo contribui para a redução da quantidade de poluentes emitida. pois cedo ou tarde seus passageiros o questionarão sobre este tema! Além disso. do lixo seco (garrafas plásticas. e o meio ambiente também. Adquira a cultura de preservar seu veículo para aumentar sua durabilidade. s O lixo gerado pelos passageiros pode ser reciclado para reduzir o impacto ambiental causado. embalagens etc. Esteja atento. esteja atento à quantidade de água gasta. Aos poucos. graxa e outros elementos poluentes que não podem ser despejados livremente no meio ambiente. dos impactos de suas ações no meio ambiente. Responsabilidade ambiental s Veículos mais novos emitem menos poluentes que os veículos mais antigos. não deixe de mencionar isso em seu site e nas peças de divulgação publicitária água na lavagem semanal do veículo significa grande economia de água ao final de um ano. Separe o lixo orgânico (como restos de alimento) responsabilidade ambiental das empresas que contratam. Informe-se sobre a existência de coleta seletiva e sobre como contribuir com esta iniciativa em sua cidade. responsabilidade ambiental das empresas. ainda. economizar a empresa adota essas ações. Pense nisso: investir em responsabilidade possuam descarte correto para a água. As finanças de preocupação com o meio ambiente e com o futuro do planeta sua empresa agradecem. que responsabilidade ambiental vão ganhando mais lugar no mercado. emite poluentes no meio ambiente e não se preocupa com os impactos de óleo.) e providencie o Prepare-se para avaliar e reduzir o impacto que sua descarte correto desses elementos. é ainda maior para empresas que têm mais de um veículo. consequentemente. ambiental pode lhe render novos passageiros! 44 45 . s Seu veículo é um emissor de resíduos e poluentes na atmosfera. Nos dias de hoje. isso pode ser gerenciado ao optar. organize-se para contribuir com a separação do lixo gerado em sua A cada dia. Esteja atento à idade dos A responsabilidade ambiental consiste na tomada de consciência. em que os consumidores estão cada vez mais atentos à poluentes. Se sua cidade possui coleta seletiva de lixo. Afinal. empresa gera para o meio ambiente. por exemplo. Suas ações de preservação ambiental podem. seu cuidado em preservar o meio ambiente. as empresas que possuem Por isso. sua atividade começa a perder espaço com os consumidores. Embora pareça pouco. com menor nível de emissão de com consciência ambiental. Se sua empresa mostra preocupação com a geração de Regulagem do motor e calibragem dos pneus. a s Conservar o veículo significa gastar menos: isso vale para o condutor. são itens que contribuem para manter o resíduos e a emissão de poluentes. veículos de sua empresa. inclusive. por exemplo. seus clientes podem reconhecê-la como uma empresa veículo em seu melhor estado de funcionamento e. isso pode ser um diferencial para seu negócio. se sua s Ao lavar seu veículo. em seu veículo. é claro. para a empresa e para o meio ambiente.

7.5 Testando seus conhecimentos 1. Recomendado em intervalos durante a viagem. 7 R 46 47 . 4 N b) Autorização de viagem com a relação dos passageiros e. conforme indicado na página seguinte. Vamos testar o que você já sabe sobre saúde e segurança no transporte de fretamento e turismo? Complete a cruzadinha com as respostas para cada pergunta. 5 G c) Laudo de Inspeção Técnica – LIT. 6. causado pelo excesso de trabalho. A empresa responsável pelo transporte de passageiros deverá contratar um ____________ de responsabilidade civil para todo o período da viagem. O motorista deve portar no veículo a _____________ de passageiros. no caso de fretamento contínuo. 3. Nome pelo qual é conhecido popularmente o Registrador Gráfico de Velocidade. a relação específica de passageiros. 2. Para evitar o cansaço em viagens longas. 6 A d) Formulário para registro de reclamações de danos ou extravio de bagagens. 1 A 2 L 1) Assinale a alternativa que apresenta o único documento que não precisa ser levado no veículo durante viagens interestaduais ou internacionais. Todo veículo deve apresentar Laudo de Inspeção __________. Forma de evitar o estresse. 3 O a) CRF (Certificado de Registro para Fretamento) original da empresa. esforço repetitivo. Uma das principais causas de acidentes. é importante que haja ____________ entre os condutores. 5. 3. Todo motorista deve __________ os músculos para evitar lesões por 4.

3: Seguro. ( ) Exercícios e alongamentos são importantes. 6: Técnica. assinale (V) para as afirmações verdadeiras e (F) para as afirmações falsas. ( ) Podemos dividir o transporte de passageiros em fretamento e turismo em transporte em regime contínuo e transporte em regime eventual. Atividade 1: afirmativa correta: a). ( ) Não há como definir um único perfil para os passageiros que utilizam os transportes de fretamento e turismo. mas só podem ser realizados quando o condutor não estiver em serviço. com a necessidade de transportar os trabalhadores para as fábricas. ( ) Os primeiros serviços de fretamento surgiram nas décadas de 40 e 50. ( ) O condutor pode alongar as pernas realizando exercícios simples do lado de fora do transporte e utilizando o 1) Assinale (V) para as afirmações verdadeiras e (F) para as afirmações falsas. VERIFICAÇÃO DE APRENDIZAGEM ( ) Existem exercícios simples que o condutor pode fazer durante as pausas e que ajudam a combater o estresse e a manter a boa forma. 48 49 . 5: Tacógrafo. funcionários de empresas e passageiros em férias são só alguns desses perfis. Atividade 2: V F V V . Gabarito: 1: Revezamento. já que necessitam de espaço e equipamentos adequados. 4: Descanso. 12) Sobre saúde e direção. 7: Estresse. Estudantes. ( ) Alongar os punhos diversas vezes ao dia é especialmente importante para quem trabalha na condução de veículos de transporte de passageiros. ( ) O transporte de passageiros nos serviços de fretamento interestadual deve ser realizado em vans ou minivans. 2: Relação. próprio veículo como apoio.

concorrendo diretamente. Afinal. não variam de um estado para outro. a) Excursões. desde que tenha as autorizações necessárias. 2) Sobre as duas modalidades de atuação no transporte de fretamento e turismo. com do Turismo. o mercado competitivo e altamente exigente impede o estabelecimento 3) Dentre as alternativas abaixo. realize transporte de fretamento contínuo entre estados diferentes. transporte de funcionários ao trabalho e especial. d) É composto por empreendedores individuais. clientes fixos ou definidos antes do início da viagem. transporte escolar e passeio local. ( ) As normas para o transporte de fretamento e turismo em âmbito municipal ou estadual são nacionais e. translado. translado. 5) Sobre as empresas que atuam no transporte de fretamento e turismo. já que as grandes empresas não têm interesse nem motivos para se estabelecer no setor. transporte escolar e passeio local. a) Somente o CRF e o CNPJ da empresa. inclusive. 4) Assinale a alternativa que apresenta as quatro modalidades de fretamento eventual admitidas pelo Ministério ( ) Uma diferença do transporte de fretamento e turismo para os demais é o fato de ser fechado ao público. ( ) Uma mesma empresa pode realizar as duas modalidades. ( ) O Certificado de Registro de Fretamento é emitido pela ANTT e é exigido somente para empresas que realizem fretamento em âmbito interestadual ou internacional. b) Os documentos do veículo e do condutor. translado e especial. b) Excursões. transporte de funcionários. assinale (V) para as afirmações verdadeiras e (F) para as afirmações falsas. d) Nenhum documento é exigido. a) São sempre grandes empresas. isso. assinale a alternativa correta. micro e pequenas empresas atuando no mesmo mercado e. marque aquela que apresenta os documentos obrigatórios para uma empresa que de empresas menores. d) Excursões. passeio local. c) É composto por empresas grandes e pequenas. c) CRF e uma autorização de viagem emitida pela ANTT. b) É composto somente por pequenas empresas. 50 51 . desde que não concorram diretamente no mesmo mercado. por c) Excursões.

Decisões importantes. veículos de transporte coletivo de passageiros. 52 53 . Com organização. por isso. ( ) Empresas familiares devem saber separar negócios e família. os passageiros. o motorista deve passar por uma série de ( ) Não existem regras que definam como o condutor deve se portar ou se vestir quando em contato direto com exames. a gestão de serviços é uma atividade presente e importante. que podem variar dependendo do tipo de veículo utilizado e das ( ) Segundo as normas redigidas pela ANTT. 7) Sobre os condutores que atuam no transporte de fretamento e turismo. a qual deve ter pelo menos dois funcionários: ( ) Nos casos em que a viagem precisa ser interrompida. assinale (V) para as afirmações verdadeiras e (F) para as afirmações falsas. 9) Assinale (V) para as afirmações verdadeiras e (F) para as afirmações falsas. só assim ele terá controle completo sobre o negócio. (F) O condutor é sempre um profissional contratado pela empresa. passageiros em caso de acidente. como a escolha de cargos b) A identificação dos passageiros deve ser feita no momento do desembarque. (V) Para se candidatar a condutor de veículo de transporte coletivo. ( ) É importante que o dono da empresa realize pessoalmente todas as tarefas de administração. 8) Dentre as alternativas abaixo. a empresa deve providenciar alimentação e pousada um para a administração e outro para a condução dos veículos. c) Os passageiros são responsáveis por suas próprias bagagens e. devem ser tomadas levando em consideração as necessidades da empresa e não as relações familiares. para os passageiros prejudicados. legislação de trânsito e noções de primeiros socorros. preservando a segurança e o conforto dos passageiros. como os de aptidão física e mental. marque a que apresenta uma norma definida pela ANTT para a condução de ( ) Seja qual for o perfil da empresa. todo condutor de veículos de transporte coletivo deve dirigir rotas percorridas. ( ) Manter um negócio exige tempo e dedicação para a execução de diversas funções. ( ) Todo condutor está sujeito a diversas normas. (V) Condutores que atuam em rotas interestaduais e internacionais devem obedecer não só as normas do seu ( ) É dever do condutor auxiliar no embarque e desembarque de crianças. 6) Sobre a gestão de serviços no transporte de fretamento e turismo. assinale (V) para as afirmações verdadeiras e (F) para as afirmações falsas. e distribuição de tarefas. d) O condutor não deve ingerir bebida alcoólica em serviço e nas 12 horas que antecedem o início da viagem. uma a) Veículos em movimento devem estar sempre com saídas de emergência abertas para garantir a segurança dos mesma pessoa é capaz de prestar o serviço e gerenciar o negócio. idosos e pessoas com dificuldades de estado como também aquelas impostas pela ANTT. devem realizar a carga e descarga dos seus pertences. locomoção.

mas não há a) Optar por combustíveis derivados de petróleo. c) Fazer o descarte adequado de pneus. ( ) Todo veículo destinado a fretamento deve possuir registrador gráfico ou um equipamento similar. assinale (V) para as afirmações verdadeiras e (F) para as afirmações falsas. ( ) É importante que o condutor se exercite. ( ) O estresse é um problema comum para quem trabalha com transporte de passageiros. marque a que não apresenta uma forma de preservar o meio ambiente. ( ) Caso o condutor do veículo fique doente. b) Realizar a renovação do veículo sempre que possível. Apesar de não ser d) Manter todos os documentos do veículo em ordem e realizar vistorias. baterias e óleos lubrificantes. marque a que apresenta uma atribuição do guia turístico. ( ) Veículos novos são dispensados da apresentação do LIT durante o primeiro ano de atividade. ( ) O LIT (Laudo de Inspeção Técnica) é um documento obrigatório para veículos de fretamento e deve ser emitido pelos órgãos credenciados pela ANTT. existem alguns exercícios simples que podem ser realizados com o veículo parado. 10) Dentre as alternativas abaixo. possível controlar as fontes do estresse. a interrupção do serviço não causa prejuízos ao andamento do b) Realizar a manutenção periódica do veículo. o condutor pode realizar ações que diminuam seus efeitos. 11) Assinale (V) para as afirmações verdadeiras e (F) para as afirmações falsas. necessidade de se manter registro dos arquivos gerados por ele. 54 55 . d) Realizar a manutenção periódica do veículo. ao invés de biodiesel ou álcool. ( ) Por trabalhar por diversas horas sentado na condução do veículo. c) Certificar-se de que o motorista esteja descansado e em boas condições para o trabalho. como a gasolina. 12) Sobre a saúde do condutor. o condutor de transporte de fretamento a turismo está sujeito a estresse. ( ) O LIT só é válido por um ano e deve ser renovado após esse período. Para isso. 13) Dentre as alternativas abaixo. a) Prestar esclarecimentos e fornecer informações aos passageiros quando solicitado. negócio.

........................ ( ) Apesar de ecologicamente correto...................... ( ) Veículos novos tendem a emitir menos poluentes que os antigos..... • Exercícios e alongamentos para manter a saúde ......................................................................................... 15) Sobre a relação entre os veículos de transporte e o meio ambiente. Veículos bem cuidados emitem menos poluentes e duram mais tempo.................................. • Normas para veículos em fretamento e turismo ......... • Lei Geral da Micro e Pequena Empresa .................... ( ) Preservar o próprio veículo também é uma forma de preservar o meio ambiente......... conservar o veículo significa mais gastos para a empresa.......................... ( ) Adotar medidas que ajudem a preservar o meio ambiente pode ser uma fonte de novos clientes............... Crianças................. ( ) A manutenção periódica do veículo contribui para a redução da quantidade de poluentes emitida..................................................... não • Requisitos do condutor para atuar no transporte de fretamento e turismo ............................................ devem ser educadas nesse ponto................. é bom para as finanças............. empresas preocupadas com o meio ambiente se esforçam para renovar sua frota. ( ) Evitar que os passageiros joguem lixo pela janela do veículo é responsabilidade do condutor e também do guia turístico........ ( ) Veículos mais novos emitem menos poluentes que os antigos................. por isso é sempre bom renovar a frota....... Índex de temas-chave • Certificado de Registro para Fretamento (CRF) ....... e......................................................... por isso........................ Por isso...............LGMPE ................................... ( ) Lavar os veículos diariamente e com água em abundância é uma forma de evitar que eles emitam mais poluentes e... por isso..............10 14) Assinale (V) para as afirmações verdadeiras e (F) para as afirmações falsas........ 56 57 ............. uma boa forma de preservar o meio ambiente............................................. • Requisitos para atuar como guia de turismo ............................ que veem com bons olhos empresas com consciência ambiental.............................................................................. principalmente......... assinale (V) para as afirmações verdadeiras e (F) para as afirmações falsas................................ • Atendimento a clientes públicos .....................................................

Regulamenta a Lei nº 6. C. BRASIL. L. Dispõe sobre a profissão de guia de turismo e dá outras providências. Brasília. Código de Trânsito Brasileiro. de 28 de janeiro de 1993. d. BARRETO. Resolução número 168. SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa. 2008.166. os cursos de formação. de 14 de dezembro de 2004. Cartilha do Fornecedor – compras públicas governamentais: seu novo canal de negócios. especializados.. 2010.623. de 13 de dezembro de 1977. Brasília. sob o regime de fretamento. 1993. de 5 de outubro de 2005. 2005. que dispõe sobre a regulamentação da prestação do serviço Coleção Estudos e Pesquisas. Brasília. CNM & SEBRAE. BRASIL. 1982. ZANIN. outras providências. Dispõe sobre a regulamentação da prestação do serviço de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros. S. 1998. Brasília. ANTT – AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES. CONTRAN – Conselho Nacional de Trânsito. Resolução número 1. Brasília. Brasília.166. de 15 de dezembro de 2010. de reciclagem e dá ANTT – AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES. Decreto número 87. 2004. Altera a Resolução nº 1. 2009. 1982. Resolução número 3. Brasília. Regulamenta a Lei nº 6.br/Paginas/Downloads. e estabelece as condições em que serão prestados os serviços de transporte turístico de superfície e dá outras providências. Lei número 8. Referências ANDRADE. Taxa de Sobrevivência das Empresas no Brasil. BRASIL. e estabelece as condições em que serão prestados os serviços de transporte turístico de superfície e dá outras providências. de 13 de dezembro de 1977. Brasília.620. Normas e Procedimentos para a formação de condutores de veículos automotores e elétricos. a expedição de documentos de habilitação. de 29 de junho de 1982. de 05 de outubro de 2005. 58 59 .348. de 20 de março de 1998. Brasília. de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros. Cuidados com a Coluna. de 29 de junho de 1982. Estabelece aspx>.505. Decreto número 87. Dispõe sobre a exploração dos serviços rodoviários interestadual e internacional de transporte coletivo de passageiros. BRASIL. Decreto número 2. Brasília. sob o regime de fretamento.com.505. a realização dos exames. C. 2011.348. DENATRAN – Departamento Nacional de Trânsito. Disponível em: < http://www. Acesso em 9 de abril de 2012.521.clesioandrade.