Você está na página 1de 1

Dia 2 de Novembro (Fiis defuntos)

Entrada: Felizes os mortos


Felizes os mortos que morrem no Senhor.
Aleluia, aleluia, Felizes os mortos que morrem no Senhor

1. Senhor Deus, Senhor do mundo, grandes so as tuas obras,


Justos so os teus caminhos, Senhor de toda a terra.

2. Quem Senhor no temer tua glria e poder? 3. Tu renovas toda a vida, princpio e fim do
s o Santo dIsrael para Ti os povos marcham. homem,
Criador do Universo, luz e vida para o mundo.

Salmo: O Senhor minha luz e minha salvao

Ofertrio: Tudo vos damos

Tudo vos damos em clara oferta de criaturas ao criador.


As mos erguidas, a alma aberta ao sol divino, Senhor, Senhor.

1. Feitos de barro que a dor consome, 2. Mas quanto temos e quanto somos
Abenoai-nos Senhor e vede: No que sofremos a trabalhar,
Somos mendigos morrendo fome Tudo trazemos e aqui depomos
E peregrinos morrendo sede. Nos linhos brancos do vosso altar.

Comunho: Eu sou o po da vida

Eu sou o po da vida: quem me come no morrer


Eu sou a luz do mundo: quem me segue viver

1. O Senhor meu pastor, nada me falta 2. Conduziu-me s fontes mais puras


Fez-me descansar nos prados verdejantes. E l restaurou as minhas foras.

3. Ele me guia pelo caminho mais seguro 4. Passarei ravinas tenebrosas e no temo,
Para glria do Seu nome. Vs estais comigo, o Vosso cajado me sossega.

5. Aos olhos dos meus inimigos 6. Est repleta a minha taa,


Me preparastes a mesa na abundncia. Corre sobre a minha cabea o perfume da uno.

7. A vossa bondade e misericrdia me acompanham. 8. Habitarei na casa do Senhor


No caminhar da minha vida. Ao longo de todos os meus dias.

Fim: Dai-lhes Senhor o eterno descanso

Dai-lhes, Senhor, o eterno descanso, 1. Compadecei-vos de mim, Deus pela vossa bondade
Entre os esplendores da luz perptua. Pela vossa grande misericrdia, apagai os meus pecados.

2. Lavai-me de toda a iniquidade 3. Porque eu reconheo os meus pecados


E purificai-me de todas as faltas. E tenho sempre diante de mim as minhas culpas.