Você está na página 1de 21

Ciências da Natureza e Matemática

Física

Calorimetria

. Definição de calor
. Calor específico e Capacidade térmica
. Fluxo de Calor
. Quantidade de Calor Sensível
. Quantidade de Calor Latente
. Quantidade total de Calor
. Calorímetro

Tópico Abordado Data Observação

1 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria

2 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria

3 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria

4 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria

5 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria

6 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria

7 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
Exercícios Fundamentais

1.(UnB) Dentro de um iglu, a temperatura é maior que a


temperatura do ar atmosférico que o circunda. De posse da
informação acima, julgue os itens a seguir.

(1) Colocando no fogo uma extremidade de um objeto metálico


comprido, a temperatura da outra extremidade logo fica alta.
(2) O gelo, sendo isolante, não permite a passagem de calor de
dentro para fora do iglu.
(3) Quando usamos qualquer tipo de roupa, criamos um
isolante térmico entre o corpo e o ambiente, não permitindo
troca de calor.

2.(UFMG) Uma garrafa térmica, do tipo das usadas para


manter café quente, consiste em um recipiente de vidro de
parede dupla com vácuo entre as paredes. Essas paredes são
espelhadas. O vácuo e as paredes espelhadas são usados para
dificultar a transmissão de calor, estando relacionados com
uma ou mais formas de transmissão. Assinale a alternativa que
relaciona corretamente as características da garrafa térmica
com as formas de transmissão de calor que essas características
tentam impedir.

a) parede espelhada  condução, vácuo  radiação.


b) parede espelhada  condução, vácuo  radiação e
convecção.
c) parede espelhada  radiação, vácuo  condução e
convecção.
d) parede espelhada  radiação, vácuo  radiação, condução
e convecção.

8 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria

3.(ACAFE) Preparar um bom churrasco é uma arte e, em todas


as famílias, sempre existe um que se diz bom no preparo. Em
algumas casas a quantidade de carne assada é grande e se come
no almoço e no jantar. Para manter as carnes aquecidas o dia
todo, alguns utilizam uma caixa de isopor revestida de papel
alumínio. A figura a seguir mostra, em corte lateral, uma caixa
de isopor revestida de alumínio com carnes no seu interior.

Considerando o exposto, assinale a alternativa correta que


completa as lacunas das frases a seguir.
A caixa de isopor funciona como recipiente adiabático. O
isopor tenta __________ a troca de calor com o meio por
__________ e o alumínio tenta impedir __________.

a) impedir – convecção – irradiação do calor


b) facilitar – condução – convecção
c) impedir – condução – irradiação do calor
d) facilitar – convecção – condução

4.(G1/IFSP) Observando um refrigerador, a geladeira comum


de sua casa, um aluno escreveu as seguintes afirmações:

I. A energia na forma de calor que sai dos alimentos chega ao


congelador pelo processo de convecção na maior proporção e
muito pouco por radiação.
II. O congelador está situado na parte superior para receber o ar
aquecido pelo calor dos alimentos.
III. As camadas que formam as paredes da geladeira são
intercaladas por material isolante para evitar a entrada de calor
por condução.
IV. Os espaços internos são divididos por grades vazadas que
facilitam o movimento por convecção das massas do ar quente
e frio.
As afirmativas corretas são:

a) I, II, III e IV. b) I, II e III, apenas.


c) II e IV, apenas. d) II, III e IV, apenas.
e) III e IV, apenas.

9 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
5. Uma parede de concreto com área superficial de 20 m2 e
espessura de 0,30m, separa uma sala com ar-condicionado do
ar ambiente. A temperatura da superfície interna da parede é
mantida a 25oC e a condutividade térmica do concreto é de
1W/mK. Determine a perda de calor através da parede para
temperaturas ambientes na faixa de -15 a 38oC que
correspondem aos extremos atingidos no inverno e no verão.

6. As temperaturas das superfícies interna e externa de uma


janela de vidro, com espessura de 5mm, são de 15 e 5 oC,
respectivamente. Qual é a perda de calor através de uma janela
com dimensões de 1m de largura por 3m de altura?
Dado: Condutividade térmica do vidro é igual a 1,4W/mK

7. Condução térmica é um processo de transporte de energia


sem transporte de matéria, que ocorre principalmente nos
materiais sólidos. O mesmo não ocorre nos líquidos e nos
gases; por causa da liberdade de movimento das partículas a
transmissão de calor por condução não é favorecida.
A quantidade de calor por unidade de tempo que
atravessa um condutor chama-se fluxo de calor (  ) e é
Q kA(Tq  T f )
calculada por:    (ca / s) .Baseado nas
t 
informações acima, julgue os itens:

(0) Consideramos a variável K como sendo uma constante de


condutividade térmica do material, ou seja, é a
característica do material.
(1) Podemos afirmar que quanto maior for o comprimento ( 
) do condutor menor será a condição de seu fluxo de calor.
(2) As roupas de lã são exemplo de isolantes térmicos; o ar
que fica retido entre suas fibras facilitam a condução do
calor.
(3) Quanto maior for a variação de temperatura, maior será o
fluxo de calor.

10 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
8.(UFRN) A tabela seguinte contém informações sobre quatro
panelas:

As quatro panelas têm o mesmo volume e bases com a mesma


área. Pretende-se usar uma delas para aquecer água em um
fogão comum. A equação geral para o fluxo de calor por
unidade de tempo (Φ), transmitido por condução térmica
através de uma chapa de um material com área de seção
transversal A, espessura d e coeficiente de condutividade
térmica K, é Φ=K.A.Δθ/e, em que Δθ é a diferença de
temperatura entre as faces da chapa. Com base na análise dos
dados da tabela e da equação, indique a opção correspondente
à panela que permite ferver mais rápido certa quantidade de
água:

a) Panela I b) Panela II c) Panela III d)


Panela IV

9. Uma taxa de calor de 3 kW é conduzida através de um


material isolante com área de seção reta de 10 m2 e espessura
de 2,5 cm. Se a temperatura da superfície interna (quente) é de
415ºC e a condutividade térmica do material é de
0,2 W/mK, qual a temperatura da superfície externa?

10. A câmara de um freezer é um espaço cúbico com 2m


de lado. Considere o fundo como sendo perfeitamente
isolado. Qual a espessura mínima de um isolamento a
base de espuma de poliestireno (k=0,030W/mK) que deve ser
aplicado nas paredes do topo e dos lados para garantir que
a carga térmica que entra no freezer seja inferior a 500W,
quando a suas superfícies interna e externa se encontram
a -10 e 35ºC, respectivamente.

11 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
11.(UPE-PE) Uma das extremidades de uma barra metálica
isolada é mantida a 100 ºC, e a outra extremidade é mantida a
0 ºC por uma mistura de gelo e água. A barra tem 60,0 cm de
comprimento e uma seção reta com área igual a 1,5 cm2.
O calor conduzido pela barra produz a fusão de
9,0 g de gelo em 10 minutos. A condutividade térmica do
metal vale em W/mK:

Dado: calor latente de fusão da água = 3,5.105 J/kg

a) 50 b) 100 c) 110
d) 120 e) 210

12. Um corpo de massa 6g em estado sólido, é aquecido até o


ponto de fusão. Sabendo que o calor latente do corpo é de 35
cal/g, determine a quantidade de calor recebida pelo corpo.

13. Calcule a quantidade de energia que uma amostra de


50 g de gelo, inicialmente na temperatura de − 20 oC, precisa
receber para se transformar em água líquida a
40o C.
Dado: Lfusão do gelo = 80 cal / g

12 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
14. Um sistema consiste de um cubo de 10 g de gelo,
inicialmente à temperatura de 0 °C. Esse sistema passa a
receber calor proveniente de uma fonte térmica e, ao fim de
algum tempo, está transformado em uma massa de 10 g de
água a 20 °C. Qual foi a quantidade de energia transferida ao
sistema durante a transformação?
Dados:
calor específico da água = 4,18 J/g °C;
calor latente de fusão do gelo = 334,4 J/g.

15. (Unifor-CE) O gráfico representa a temperatura de uma


amostra de massa 100g de determinado metal, inicialmente
sólido, em função da quantidade de calor por ela absorvida.

Pode-se afirmar que o calor latente tem fusão desse metal, em


cal/g é:

a) 12 b) 10 c) 8
d) 6 e) 2

16. Determine a quantidade de calor necessária para


transformar 100 g de gelo, inicialmente a 0 °C, em 100 g de
água a 30 °C. Sabe-se que o calor latente de fusão do gelo é
80 cal/g, o calor latente de evaporação da água é 540cal/g, o
calor especifico do gelo e do vapor é 0,5 cal/gºC e o calor
específico da água é 1 cal/g°C.

13 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
17. Determine a quantidade de calor necessária para
transformar 100 g de gelo, inicialmente a -10 °C, em 100 g de
água a 30 °C. Sabe-se que o calor latente de fusão do gelo é 80
cal/g, o calor latente de evaporação da água é 540cal/g, o calor
especifico do gelo e do vapor é 0,5 cal/gºC e o calor específico
da água é 1 cal/g°C.

18. Determine a quantidade de calor necessária para


transformar 100 g de gelo, inicialmente a 0 °C, em 100 g de
vapor d’agua a 110 °C. Sabe-se que o calor latente de fusão do
gelo é 80 cal/g, o calor latente de evaporação da água é
540cal/g, o calor especifico do gelo e do vapor é 0,5 cal/gºC e
o calor específico da água é 1 cal/g°C

19. Um corpo de massa 200 g a 50 °C, feito de um material


desconhecido, é mergulhado em 50 g de água a 90 °C. O
equilíbrio térmico se estabelece a 60 ºC. Sendo 1 cal/g.ºC o
calor específico da água, e admitindo só haver trocas de calor
entre o corpo e a água, determine o calor específico do material
desconhecido.

20. Um objeto de massa 80 g a 920° C é colocado dentro de


400 g de água a 200 C. A temperatura de equilíbrio é 30° C, e
o objeto e a água trocam calor somente entre si. Calcule· o
calor específico do objeto. O calor específico da água é
1 cal/g.ºC.

14 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
21.(UnB) Um bloco está a uma temperatura de 92 ºC.
O bloco é, então, colocado dentro de um recipiente metálico
que contém 70g de água a uma temperatura de 20 ºC. A
temperatura de equilíbrio térmico é de 32 ºC. Encontre o calor
específico do bloco, em unidade de cal/gºC.

massa do bloco = 50 g
massa do recipiente = 50 g
cagua = 1 cal/gºC
crecipiente = 0,1 cal/gºC

22. Um corpo de massa 200 g a 50 °C, feito de um material


desconhecido, é mergulhado em 50 g de água a 90 °C. O
equilíbrio térmico se estabelece a 60 ºC. Sendo 1 cal/g.ºC o
calor específico da água, e admitindo só haver trocas de calor
entre o corpo e a água, determine o calor específico do material
desconhecido.

23. Um objeto de massa 80 g a 920° C é colocado dentro de


400 g de água a 200 C. A temperatura de equilíbrio é 30° C, e
o objeto e a água trocam calor somente entre si. Calcule· o
calor específico do objeto. O calor específico da água é
1 cal/g.ºC.

Gabarito

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7.
8. 9. 10. 11. 12. 13. 14.
15. 16. 17. 18. 19. 20. 21.
22. 23.

15 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
Exercícios de Reforço

1.(Marista) Uma plca de vidro (K = 0,0015 cal/s.cm.ºC) tem


espessura de 2,0 mm e área de cada face igual a 300 cm2. Ela é
submetida a uma diferença de temperatura de 10 ºC entre as
faces. Após o estabelecimento do regime estacionário marcou-
se 20 s. A quantidade de calor conduzida pela placa nesses
intervalo de tempo vale:

2.(Ciman) Um corpo de massa 100g ao receber 2400 cal varia


sua temperatura de 20 ºC para 60°C, sem variar seu estado de
agregação. Determine o calor específico da substância que
constitui esse corpo, nesse intervalo de temperatura.

3.(Ciman) É preciso abaixar de 3 °C a temperatura da água do


caldeirão, para que o nosso amigo possa tomar banho
confortavelmente. Para que isso aconteça, quanto calor deve
ser retirado da água?
O caldeirão contém 104g de água e o calor específico da água é
l cal/g°C.

4.(Ciman) O calor específico de certo areia seca vale


0,20 cal/gºC. Com essa informação, analise as afirmações
seguintes:

(1) Para que 20g dessa areia sofram elevação de 10ºC em sua
temperatura é necessário o recebimento de 40 cal.
(2) Ao sofrer abaixamento de 2°C em sua temperatura, cada kg
de areia libera 400 cal.

16 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
5.(Ciman) Sabemos que no verão, sob sol a pino, a temperatura
da areia da praia fica muito maior do que a da água. Para
avaliar quantitativamente este fenômeno, um estudante coletou
amostras de 200 g de água e de areia e cedeu a cada uma delas
a mesma quantidade de calor. Verificou, então, que enquanto a
temperatura da amostra de areia sofreu um acréscimo de 56°C,
a temperatura da amostra de água sofreu um acréscimo de
apenas 6°C.
Considere o calor específico da água 1,0 cal/g°C.
Calcule o calor especifico do areia.

6.(Galois) Um bloco de massa 2,0 kg, ao receber toda energia


térmica liberada por 1000 gramas de água que diminuem a sua
temperatura de 1ºC, sofre um acréscimo de temperatura de
10ºC. Calcule o calor específico do bloco, em cal/g.ºC.
Adote: calor específico da água: 1,0 cal/g.ºC.

7.(Ciman) O gráfico a seguir representa a temperatura em


função do tempo para 1,0 kg de um líquido não-volátil,
inicialmente a l0 °C. A taxA de aquecimento foi constante e
igual a 4600 J/min. Qual o calor específico desse liquido, em
unidades de 102 J/(kg°C) ?

17 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
8.(Ciman) No diagramo Q x t, estão representadas as
quantidades de calor absorvidos por duas substâncias, A e B,
cujas massas são, respectivamente, iguais a 100g e 160g, em
função do temperatura. Considere 0 ºC a temperatura inicial
das substâncias.

a) Determine as capacidades térmicos e os calores específicos


de A e B.
b) Determine as quantidades de calor absorvidas por A e B,
quando ambas estiverem à temperatura t, indicado no gráfico.

9.(Ciman) Um frasco contém 20g de água a 0°C. Em seu


interior é colocado um objeto de 50g de alumínio a 80 °C. Os
calores específicos da água e do alumínio são respectivamente
1,0 cal/g0C e 0,10 cal/g°C.
Supondo não haver trocas de calor com o frasco e com o meio
ambiente, qual a temperatura de equilíbrio desta mistura?

10.(Ciman) Uma pedra, retirada de um forno a


1000 ºC, é imediatamente colocada sobre um grande bloco de
gelo a 0 ºC. Até o equilíbrio térmico, verifica-se a formação de
40g de água. Sendo o calor latente de fusão do gelo 80 cal/g,
determine a capacidade térmica da pedra, em cal/ºC.

18 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
11.(Ciman) Um calorímetro, cujo capacidade térmica é
20cal/ºC, contém 80 g de água a 20 °C. Um sólido de 100g e
temperatura 85 °C é colocado no interior do calorímetro.
Sabendo-se que o equi1íbrio térmico se estabeleceu em 25 °C,
qual o calor específico médio do sólido, em cal/gºC.

12.(Marista) Um bloco de gelo (0ºC) e um bloco de alumínio


de massa igual a 100 g (80°C) foram colocados no interior de
um calorímetro de capacidade térmica desprezível. Sabendo
que a temperatura de equilíbrio foi de 20ºC, determine a massa
de gelo colocada dentro do calorímetro.
Dados:
calor específico do alumínio 0,2 cal/gºC
calor latente de fusão do gelo 80 cal/g
calor específico da água 1,0 cal/g.°C

13.(Ciman) Em um recipiente adiabático, juntamos 2000 g de


água a 22°C, 400 g de mercúrio a 60°C e uma massa m de
certa substância x a 42°C. Determine o valor da massa,
sabendo-se que a temperatura final de equilibrio térmico é
24°C.
Dados: cHg = 0,033 cal/g.°C; cx = 0,113 cal/g.°C;
cágua = 1,0 cal/g.°C)

14.(Leonardo) Uma barra de ferro com 800 g de massa e


submetida a uma temperatura de 130°C é colocada em um
reservatório isotérmica isolado, que contém 400 g de água a
10°C. Sendo o calor específico da água 1,0 cal/g.°C, o calor
específico do ferro 0,1 cal/g.°C.
Em relação à descrição apresentada, julgue oos itens:

(1) Quando a água entra em contato com a barra de ferro, ela


recebe 8 kcal da barra de ferro.
(2) A temperatura de equilíbrio do sistema barra de ferro/água
será de 30°C.
(3) A capacidade térmica da barra de ferro é 80 cal/°C.

19 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
15.(Galois) Uma das esculturas mais emblemáticas do parque
Güell tem a forma de um réptil multicolorido conhecido como
El Drac, que se converteu em um dos símbolos da cidade de
Barcelona.

Considere que a escultura absorva, em um dia ensolarado, uma


quantidade de calor Q = 3500 kJ. Considerando que a massa da
escultura é m = 500 kg e seu calor específico é c = 700
J/(kg.K), calcule a variação de temperatura sofrida pela
escultura, desprezando as perdas de calor para o ambiente.

16.(Galois) Um rapaz colocou no congelador um saco plástico


com 1 litro de água. Após certo tempo, retirou o saco com a
água congelada e colocou sobre a mesa. Considere o fluxo
médio de calor entre a água e o ambiente de 500 cal/s na
pressão de 1 atm e que após 225 s a água chegou ao equilíbrio
térmico com o ambiente, que tinha uma temperatura de 30 ºC.
Dados: cgelo = 0,5 cal/g.ºC, cliq. = 1 cal/g.ºC e Lfusão = 80 cal/g.
Com base no exposto, marque com V as afirmações
verdadeiras e com F as falsas.

(1) A água congelada demora 160 s para fundir.


(2) A água congelada estava, inicialmente quando colocada na
mesa, com temperatura de 0 ºC.
(3) O calor total recebido pela água em 225 segundos foi de
112,5.103 cal.
(4) O calor recebido pela água líquida para aquecer até 30 ºC é
30000 cal.
A sequência correta é:

a) V - F - V – V b) V - F - V - F
c) F - F - V – F d) F - V - V – V

20 CEDAE – Acompanhamento Escolar |


Ciências da Natureza e Matemática
Física

Calorimetria
17.(Galois) Um paciente recebe um tratamento terapêutico
térmico em um braço. O tratamento é realizado utilizando uma
pequena manta térmica elétrica com potência P = 20 W.
Considere que o calor específico médio do braço é
c = 2,0 J/(g·ºC), que a massa da parte do braço tratada é
m = 0,90 kg e que o aumento máximo de temperatura
permitido deve ser T = 4,0 ºC . Calcule o intervalo de tempo
máximo durante o qual a manta pode permanecer ligada em
contato com o braço. Suponha que toda a energia térmica
produzida pela manta é absorvida pelo braço.

a) 2 min b) 4 min c) 6 min


d) 8 min e) 10 min

18.(ENEM) Num dia em que a temperatura ambiente é de


37 °C, uma pessoa, com essa mesma temperatura corporal,
repousa à sombra. Para regular sua temperatura corporal e
mantê-la constante, a pessoa libera calor através da evaporação
do suor. Considere que a potência necessária para manter seu
metabolismo é 120 W e que, nessas condições, 20% dessa
energia é dissipada pelo suor, cujo calor de vaporização é igual
ao da água (540 cal/g). Utilize 1 cal igual a 4 J.
Após duas horas nessa situação, que quantidade de água essa
pessoa deve ingerir para repor a perda pela transpiração? Gabarito

a) 0,08 g b) 0,44 g c) 1,30 g 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7.


d) 1,80 g e) 80,0 g 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14.
15. 16. 17. 18. 19.

19. (ENEM) Durante a primeira fase do projeto de uma usina


de geração de energia elétrica, os engenheiros da equipe de
avaliação de impactos ambientais procuram saber se esse
projeto está de acordo com as normas ambientais. A nova
planta estará localizada à beira de um rio, cuja temperatura
média da água é de 25 °C, e usará a sua água somente para
refrigeração. O projeto pretende que a usina opere com
1,0 MW de potência elétrica e, em razão de restrições técnicas,
o dobro dessa potência será dissipada por seu sistema de
arrefecimento, na forma de calor. Para atender a resolução
número 430, de 13 de maio de 2011, do Conselho Nacional do
Meio Ambiente, com uma ampla margem de segurança, os
engenheiros determinaram que a água só poderá ser devolvida
ao rio com um aumento de temperatura de, no máximo, 3 °C
em relação à temperatura da água do rio captada pelo sistema
de arrefecimento. Considere o calor específico da água igual a
4 kJ/(kg °C). Para atender essa determinação, o valor mínimo
do fluxo de água, em kg/s, para a refrigeração da usina deve ser
mais próximo de

a) 42 b) 84 c) 167 d) 250

21 CEDAE – Acompanhamento Escolar |