Você está na página 1de 109

Aspectos Gerais

 O Brasil é uma república federativa


presidencialista localizada na América
do Sul, formada pela união de 26
estados federados e por um distrito
federal.
 Faz fronteira com quase todos os
países do território sul americano
menos Chile e Equador
Aspectos Gerais
 Com mais de 8,5 milhões de quilômetros quadrados
de área, equivalente a 47% do território sul-americano,
e com cerca de 190 milhões de habitantes, o país
possui a quinta maior área territorial do planeta e o
quinto maior contingente populacional do mundo.
 O Brasil é o único país falante do português das
Américas, além de ser uma das nações mais
multiculturais e etnicamente diversas do mundo,
resultado da forte imigração vinda de muitos países.
Aspectos Gerais
Aspectos Gerais
 O Brasil foi uma colônia do Império Português desde o
desembarque de Pedro Álvares Cabral em 1500
 Obteve a independência declarada em 7 de setembro
de 1822
 É o único país falante do português das Américas
 É a maior economia latino americana com o oitavo
maior PIB do mundo
Idioma
 A língua oficial do Brasil é o português, que é falado
por quase toda a população e é praticamente a única
língua usada no cotidiano brasileiro.
 Cento e oitenta línguas indígenas são faladas em áreas
remotas e diversas outras línguas são faladas por
imigrantes e seus descendentes.
 Há comunidades significativas de falantes do alemão e
italiano no sul do país, os quais, são influenciados pelo
idioma Português.
Idioma
 Muitos dos idiomas indígenas se perderam durante a
historia de colonização restando hoje menos de 20%
da riqueza lingüística que o país teve no período
prévio a colonização.
 Atualmente, os idiomas indígenas são falados,
sobretudo no Norte e Centro-Oeste. As línguas mais
faladas são do tronco Tupi-guarani
Idioma
Sotaques do Brasil
1. Caipira
2. Cearense
3. Baiano
4. Carioca/Fluminense
5. Gaúcho
6. Mineiro
7. Nordestino
8. Nortista
9. Paulistano
10. Sertanejo
11. Sulista
Formação cultural
 O substrato básico da cultura brasileira formou-se
durante os séculos de colonização, quando ocorre a
fusão primordial entre as culturas dos indígenas, dos
europeus, especialmente portugueses, e dos escravos
trazidos da África.
 A partir do século XIX, a imigração de europeus não-
portugueses e povos de outras culturas, como árabes e
asiáticos, adicionou novos traços ao panorama cultural
brasileiro
Formação cultural
 Os portugueses
 Durante 322 anos o território foi colonizado por
Portugal, o que implicou a transplantação tanto de
pessoas quanto da cultura da metrópole para as terras
sul-americanas
 A mais evidente herança portuguesa para a cultura
brasileira é a língua portuguesa, atualmente falada por
virtualmente todos os habitantes do país.
 Religião, folclore, culinária, literatura e artes também
foram de grande influencia portuguesa.
Formação cultural
 Os indígenas
 A cultura indígena foi também parcialmente eliminada
pela ação da catequese e intensa miscigenação com
outras etnias.
 Atualmente, apenas algumas poucas nações indígenas
ainda existem e conseguem manter parte da sua cultura
original.
 Acultura e os conhecimentos dos indígenas sobre a terra
foram determinantes durante a colonização,
influenciando a língua, a culinária, o folclore e o uso de
objetos caseiros diversos como a rede de descanso.
Formação cultural
 Os africanos
 A cultura africana chegou ao Brasil com os povos
escravizados trazidos da África durante o longo período
em que durou o tráfico negreiro
 A diversidade cultural da África refletiu-se na
diversidade dos escravos, pertencentes a diversas etnias
que falavam idiomas diferentes e trouxeram tradições
distintas.
 Os africanos contribuíram para a cultura brasileira em
uma enormidade de aspectos: dança, música, religião,
culinária e idioma
Formação cultural
 Os imigrantes
 Os principais imigrantes foram os alemães, italianos e
japoneses, quando se deu inicio ao incentivo a imigração
para o Brasil dos europeus e posteriormente asiáticos
entre os séculos XIX e XX.
 A maioria dos imigrantes em especial os de origem
européia se estabeleceram em pequenas propriedades
rurais em áreas interioranas o que favoreceu para a
conservação da cultura de seu país de origem.
 Houve uma grande participação na cultura brasileira
através das artes, arquitetura, culinária e até na língua
portuguesa em especial na região sul do país.
Religião
 A população brasileira é majoritariamente cristã
(89%), sendo sua maior parte católica (70%).
 No entanto, existem muitas outras denominações
religiosas no Brasil. Algumas dessas igrejas são:
 Protestantes, pentecostais, episcopais, metodistas,
luteranas e batistas.
 Há mais de um milhão e meio de espíritas que seguem
a doutrina de Allan Kardec.
Religião
 Existem também seguidores
da Igreja de Jesus Cristo dos
Santos dos Últimos Dias,
uma minoria de judeus,
muçulmanos, budistas e
seguidores do Candomblé e
da Umbanda.
 Cerca de 7,4% da população
(cerca de 12,5 milhões de
pessoas) declarou-se sem
religião no último censo,
podendo ser agnósticos,
ateus ou deístas.
Subdivisões
 O país é dividido em cinco regiões geográficas que
auxiliam nos estudos sobre as mesmas
 Centro-Oeste
 Nordeste
 Norte
 Sudeste
 Sul
Arquitetura e
patrimônio histórico
 A arquitetura do centro-oeste tem como destaque a
cidade projetada de Brasília que é um marco da
arquitetura nacional
 Patrimônio Cultural da Humanidade este é o título
maior conferido à arquitetura de Brasília, pela
Organização das Nações Unidas - ONU.
Culinária
 Utiliza-se de produtos encontrados basicamente
apenas na região, como é o caso do pequi.
 Pode-se destacar dentre os pratos típicos da região:
 Puchero
 Chipa
 Mojica de Pintado
 Carne de jacaré
 Mandioca
 e como bebida o famoso Tereré
Literatura
 Carlos de Castro Brasil
 Foi um dos fundadores da Academia Corumbaense de
Letras.
 Manoel de Barros
 Poeta brasileiro do século XX, pertencente,
cronologicamente à Geração de 45, mas formalmente ao
Modernismo brasileiro
 Augusto César Proença
 professor, contista e historiador brasileiro, pesquisador
da cultura pantaneira.
Artes visuais
 Pintores:
 Alcione Guimarães
 Amaury Menezes
 Goiandira do Couto
 Omar Souto
 Siron Franco
 Telma Alves
Música
 Na região ocorrer uma mescla de varias tendências
musicais, predominando o sertanejo em MS e GO, já
no MT predomina o rasqueado. Alguns famosos do
meio:
 Almir Sater
 Zezé Di Camargo & Luciano
 Ney Matogrosso (Pop-rock)
 Mestre Ignacio
Esportes
 Como todo o Brasil o futebol é o de maior
importância, mas a região ainda conta com uma
importância em corridas, a Fórmula Truck e Stock Car
 O maior time da região é o Operário de Campo Grande
MS
Folclore
 Danças:
 Tapiocas
 Congada
 Reisado
 Folia de reis
 Cururu
 Tambor
 Lendas:
 Pé-de-garrafa
 Lobisomem
 Saci-Pererê
 Ramãozinho
Arquitetura e
patrimônio histórico
 É a região brasileira que abriga o maior número de
Patrimônios Culturais da Humanidade, título
concedido pela UNESCO. Alguns exemplos são a
cidade de Olinda (PE), São Luís (MA) e o centro
histórico do Pelourinho, em Salvador (BA).
 Catedral de Olinda
 Teatro Arthur Azevedo
 Palácio dos Leões
 Elevador Lacerda
Culinária
 Destaca-se
 Tapioca
 Vatapá
 Moqueca
 Baião de dois
 Pimenta vermelha
Literatura
 Destacam-se alguns escritores:
 Jorge Amado
 José de Alencar
 Clarice Lispector
 Graciliano Ramos
 Gonçalves Dias
 Aluísio Azevedo
Artes visuais
 Destacam-se os pintores:
 Newton Navarro
 Presciliano Silva
 Jose Teofilo de Jesus
 Manuel Lopes Rodrigues
 José Joaquim da Rocha
Música
 Luiz Gonzaga foi o precursor do baião. Vários artistas
deram continuidade ao legado de Luiz Gonzaga, como
é o caso de Dominguinhos,.
 O frevo, mais comum nos estados do Pernambuco e
Paraíba, se caracteriza pelo ritmo acelerado e pelos
passos que lembram a capoeira
 Tropicalismo: Tom Zé, Caetano Veloso e Gilberto Gil.
 Axé music, tendo como precursores Chiclete com
Banana, Daniela Mercury, Timbalada e Olodum.
Esportes
 O principal esporte o futebol. Destacam-se os clubes:
 Bahia
 Vitória
 Sport
 Santa Cruz
 Náutico
 América de Natal
Folclore
 Danças:
 Frevo
 Bumba-meu-boi
 Maracatu
 Baião
 Capoeira
 Caboclinhos
 Bambolê
 Congada
 Carvalhada
 Cirandas
Arquitetura e
patrimônio histórico
 Consistem em uma mistura da arte barroca, rococó e
outras artes além de ser o principal símbolo do áureo
da borracha, na época em que Manaus e Belém eram
as localidades mais ricas do Brasil:
 Mercado Ver-o-Peso (Belém)
 Museu Paraense Emilio Goeldi
 Teatro da Paz (Belém)
 Teatro Amazonas (Manaus)
Culinária
 Os pratos do Norte do Brasil têm maior influência dos
ingredientes indígenas. Pratos conhecidos incluem o
picadinho de jacaré (prato feito com a carne do
jacaré), o pirarucu de casaca, preparado com
azeitonas, ovos e cheiro-verde, o tacacá, o açaí, o pato
no tucupi, prato consumido geralmente na época do
Círio de Nossa Senhora de Nazaré, e a maniçoba.
Literatura
 José Veríssimo, foi um escritor, educador, jornalista e
estudioso da literatura brasileira, Imortal e principal
idealizador da Academia Brasileira de Letras.
 Inglês de Sousa, foi um professor, advogado, político,
jornalista e escritor brasileiro, introdutor do naturalismo
na literatura brasileira e um dos membros fundadores da
Academia Brasileira de Letras.
 Antônio Tavernard, foi um poeta e dramaturgo brasileiro.
 Benedicto Monteiro, foi um escritor, jornalista, advogado
e político brasileiro.
Artes visuais
 Pintores:
 Manoel Santiago
 Branco e Silva
 Hélio Holanda Melo
 Percy Deane
Música
 Possui estilos musicais peculiares como:
 TecnoBrega ex.: Banda Calypso e Calcinha Preta
 Brega
Esportes
 Não possui grande importância no cenário esportivo
nacional, dentre os principais praticados na região se
destaca o futebol, basquetebol e MMA (Mixed Martial
Arts)
Folclore
 Danças:
 Marujada
 Carimbó
 Boi-bumbá
 Ciranda.
 Lendas:
 Sumaré
 Iara
 Curupira
 Vitória-régia
 Mandioca
 Uirapuru
Arquitetura e
patrimônio histórico
 São Paulo – Estação da Luz, Museu da Arte, Porto de
Santos
 Rio de Janeiro – Pão de Açúcar, Cristo Redentor
 Minas Gerais – Igreja São Francisco, Casa de Chica da
Silva, Casa dos Contos
 Espírito Santo – Catedral Metropolitana, Ponte Darcy
Castelo de Mendonça
Culinária
 A culinária do Sudeste é muito rica e diversa, variando
de estado para estado.
 No Rio de Janeiro a comida típica é a feijoada.
 Minas Gerais tem uma das cozinhas mais expressivas do
país, incluindo pratos como o pão de queijo, tutu de
feijão, feijão tropeiro, angu, etc.
 No Espírito Santo, o prato típico é a moqueca.
 São Paulo não possui uma cozinha típica, dado que cada
comunidade de imigrantes manteve seus hábitos
alimentares, muito embora a influência italiana seja
predominante. O prato mais consumido em São Paulo é
a pizza.
Literatura
 Na literatura, o Sudeste destaca-se com os seguintes escritores:
 Machado de Assis foi um romancista, dramaturgo, contista,
jornalista, cronista e teatrólogo brasileiro, considerado como o
maior nome da literatura brasileira e um dos mais influentes
escritores e romancistas da literatura mundial, de forma majoritária
entre os estudiosos da área.
 Álvares de Azevedo, foi um escritor da segunda geração
romântica, contista, dramaturgo, poeta e ensaísta brasileiro, autor
de Noite na Taverna.
 Carlos Drummond de Andrade
 Monteiro Lobato
 Olavo Bilac, foi um jornalista e poeta brasileiro, membro fundador
da Academia Brasileira de Letras
Artes visuais
 Tarsila do Amaral - (São Paulo)
 Candido Portinari - (Rio de Janeiro)
 Alfredo Volpi - (São Paulo)
 Emiliano de Cavalcanti - (Rio de Janeiro)
Música
 Na música, entre outros, o Sudeste destaca-se através
da obra de:
 Antônio Carlos Jobim (Bossa Nova)
 Cazuza (MPB e Rock)
 Chico Buarque de Holanda (Bossa Nova, Samba, MPB)
 Lulu Santos (Pop, Reggae, Funk, MPB)
 Martinho da Vila (Samba)
 Renato Russo (Rock, Musica Italiana)
 Vinicius de Moraes (Bossa Nova, Samba, MPB)
Esportes
 A região Sudeste destaca-se em esportes por conter
excelentes atletas e equipes nos mais diversos
esportes, sendo que os principais são:
 Futebol
 Natação
 Atletismo
 Vôlei
 Futevôlei
 Jiu- Jitsu
Folclore
 Danças:
 Fandango
 Folia de reis
 Catira
 Batuque
 Lendas:
 Lobisomem
 Mula-sem-cabeça
 Iara
 Lagoa Santa
Arquitetura e
patrimônio histórico
 Ópera de arame
 Ponte Hercílio Luz
 Castelo Simões Lopes
 Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento
 Igreja da Imaculada Conceição
Culinária
 No RS o tradicional é o churrasco de carne bovina ou
ovina além da bebida típica, o chimarrão
 Em SC, o interior é de forte influência alemã, e no
litoral a presença portuguesa, onde é grande a
utilização de peixes marinhos, camarões, e ostras.
 No PR a culinária típica consiste em barreado e comida
com farinha de mandioca. Os pratos são sempre
carregados de muita carne bovina e de vinhos, por
conta da grande imigração italiana, que tem forte
influência nos pratos.
Literatura
 Apolinário: Ardente propagandista da República, negou
por mais de uma vez assento na Câmara dos Deputados
 Apparício Silva Rilo: se destaca dentro de nossa melhor
poesia gauchesca.
 Barbosa Lessa: um dos pioneiros do tradicionalismo
 Luiz Antônio de Assis Brasil: Taura de estirpe maior, com
mais de 15 romances ambientados em nosso passado
histórico.
 Cyro Martins: escritor e psiquiatra, criador da expressão
"gaúcho a pé".
 Érico Veríssimo
Artes visuais
 Destacam-se os pintores:
 Alfredo Andersen
 Carlos Alberto Petrucci
 Guido Viaro
 Nilo Previdi
Música
 Existem vários estilos estão presentes nesta região,
dentre eles a milonga, o chamamé, a chamarra, a
vaneira e a rancheira.
 Teixeirinha
 Gaucho da Fronteira
 Xirú Missioneiro
 Os Três Xirús
 Os Serranos
 Os Mirins
Esportes
 Na região sul o que se destaca em relação aos esportes
é o mesmo de todo pais, o futebol, a regiao sul tem
representantes de peso no futebol nacional como:
 Grêmio
 Internacional
 Criciúma
 Atlético Paranaense
 Coritiba
 Outros esportes como vôlei, atletismo e artes marciais
também estão presentes.
Folclore
 Danças:
 Congada
 Cateretê
 Baião
 Chula
 Chimarrita
 Jardineira
 Marujada.
 Lendas:
 Negrinho do Pastoreio
 Sapé
 Tiaracaju do Boitatá
 Boiguaçú
 Curupira
 Saci-Pererê.
Indicadores
demográficos
Indicador Quantidade
População total 184.184.264 hab.
Crescimento populacional 1,67%
Natalidade 18,11 / 1000 hab.
Mortalidade 6,01 / 1000 hab.
Mortalidade menores de 1 ano 5,31 / 1000 nascidos vivos
Esperança de vida ao nascer 72,05 anos
Esperança de vida aos 60 anos de idade 20,94 anos
Proporção de idosos na população 9,2%
Índice de envelhecimento 33,9/ 100 jovens
Indicadores de recursos
Indicador Quantidade

Número de profissionais de saúde por 1,68/ 1000 hab.


habitante

Número de leitos hospitalares (SUS) por 2,03/ 1000 hab.


habitante

Gasto público com saúde como proporção 3,69%


do PIB
Número de concluintes de cursos de 47.493 graduados
graduação em saúde