Você está na página 1de 1

Lucas Montemor Klegen de Oliveira - 8584900

PRO 3584 – Projeto, Processo e Gestão de Inovação


Exercício sobre a gestão de portfólio de projetos de inovação

1) Qual a razão de segmentar e balancear portfólio de projetos de inovação? Quais os


critérios para a segmentação e balanceamento?

A segmentação e balanceamento de portfólios de projetos de inovação não serve


apenas para fazer a escolha certa de quais projetos investir e efetivamente começar. O
processo também serve para revisar continuamente os projetos e fazer mudanças alinhadas
à estratégia da empresa quando necessário. Uma má gestão do portfólio de inovação
acarreta em decisões lentas e escolhas de projetos de baixo impacto. Um balanceamento
adequado do portfólio ajuda a calibrar o risco e mantê-lo em níveis aceitáveis e em linha
com a estratégia da empresa. É necessário ter um portfólio organizado e segmentado de
forma que seja possível escolher projetos que contribuam para as necessidades
estratégicas da empresa em detrimento de outros que possam até aparecer mais atraentes
em termos de sucesso, mas que nem sempre contribuem para a execução estratégica da
organização.

2) É razoável considerar que, ao invés de balancear o portfólio, poder-se-ia criar mais


de um portfólio, cada qual com características próprias? Por quê? No que essa
criação facilita ou dificulta a gestão de inovação?

Tal consideração pode, de primeiro momento, parecer simplificadora e até mesmo


uma manobra para facilitar a gestão dos projetos de inovação. Contudo, essa separação e
criação de múltiplo portfólios na realidade complica a gestão de inovação porque o gestor
perde a habilidade de ponderar e comparar projetos para criar um portfólio balanceado.
Tomamos primeiro o aspecto de alinhamento estratégico. Se a empresa busca entrar em
um novo mercado tecnológico, o portfólio de inovação dessa empresa deve possuir um bom
número de projetos que tenham como objetivo essa meta estratégica. Porém, ela também
deve possuir alguns projetos com outros cunhos estratégicos, caso a estratégia mude de
direção de repente. Esse balanceamento consegue ser feito se todos os projetos estão
dentro do mesmo portfólio. Com a criação de diversos portfólios, perde-se essa visibilidade
e essa capacidade de gestão. O mesmo conceito pode ser aplicado a outros critérios de
segmentação de projetos, como o critério de tempo e recurso e o critério dilemático de risco
e retorno.