Você está na página 1de 2

Lei Binomial:

- há n acontecimentos idênticos, só existindo dois resultados possíveis


(sucesso – S e insucesso – F). Consideramos p a probabilidade do S e q a
probabilidade do F, sendo considerados acontecimentos independentes e pd
como sendo a proporção da população que é capaz de discriminar.
- num teste de diferenças: em que H0 é quando os provadores não são
capazes de discriminar as amostras, pd=0 e p=1/3
- num teste de similaridade: em que H0 é quando não mais do que 25%
da população é capaz de discriminar entre as duas amostras, pd=0,25 e p=0,5
Nestas situações há dois tipos de riscos: Rejeitar uma hipótese justa (erro
tipo I – α, risco de falsos positivos) ou Aceitar uma hipótese falsa (erro tipo II –
β, risco de falsos negativos).

Os provadores irão realizar a perceção do produto (identificar limiares,


discriminar e descrever). Os consumidores irão estar encarregues da avaliação
do produto (aceitar, preferir e identificar o produto ideal).

TESTES DE DISCRIMINAÇÃO
Estes testes não são aplicáveis a produtos heterogéneos, não determinam a
grandeza nem a direção da diferença, permitem estimar a proporção da
população capaz de detetar a diferença entre os produtos, adequados para a
comparação de um pequeno número de produtos.
Discriminação Global – “Choice Tests”
- Teste Triangular (ISO 4120:2004) – mais usado
- “qual é a amostra diferente?” (quando se quer verificar se
existe uma diferença sensorial entre dois produtos homogéneos, sem quantificar
a diferença)
- 2 produtos, 3 amostras (1 em duplicado)
- Se estivermos a testar uma diferença o número típico é
entre 24 e 30, para testar a não existência de uma diferença significativa, o
número passa para aproximadamente 60.
- Lei de Gauss e Binomial (Estatística)

- Teste Duo-trio (ISO 10399:2004)


- “que amostra é igual à referência?”
- há uma amostra testemunha e mais duas amostras: uma
idêntica à testemunha e outra diferente.
- é mais fácil de compreender e menos fatigante que o
triangular
- painel de provadores de maiores dimensões em
comparação com o triangular (quando se está a testar uma diferença o número
típico é de 32 a 36, se se está a não existência de uma diferença significativa o
número passa para o dobro)
- a amostra testemunha pode ser mantida constante durante
toda a prova (“constant reference mode”) ou então pode ser alternada (“balanced
reference mode”).
- Lei de Gauss e Binomial

- Teste Dois em Cinco – provoca fadiga sensorial e é mais difícil de


memorizar
- “qual é o produto apresentado em duplicado?”
- 2 produtos, 5 amostras (um em duplicado e o outro em
triplicado), tendo os provadores que agrupar os produtos idênticos
- Painel de provadores de muito menores dimensões que o
triangular
- Lei de Gauss e Binomial

Interesses relacionados