Você está na página 1de 2

VIDA DO LIBERTADOR

Âmbitos e níveis da batalha espiritual que um libertador enfrenta:

Âmbitos:
Âmbito pessoal (Romanos 12:2).
Âmbito familiar/ Âmbito da empresa (Mateus 10:36).
Âmbito da igreja.
Âmbito da cidade, região ou país.
Níveis:
Nível chão (solo).
Nível do ocultismo.
Nível territorial.
Para vencer essa batalha é preciso: dar ouvido (Jeremias 13:15).
Condições para vida do guerreiro: Ter paz com todos (Hebreus 12:14).

Aquele que se dispõe a ser um guerreiro espiritual deve atender as seguintes condições:

· 1ª condição espiritual (ser nascido de novo):


Ser um praticante da palavra de Deus e ter bom testemunho, dentro e fora da igreja.
Ter uma vida devocional diária: leitura da bíblia, oração, jejum, etc… (Josué 1:1-8).
Ser cheio do Espírito Santo (Efésios 5:18).
Ser maduro espiritualmente: testado (Tiago1:2-4) ; emocionalmente estável e curado interiormente.
Ser homem ou mulher de adoração (2 Crônicas 20:18-23).
Ser homem ou mulher de oração e jejum.
Ter comunhão com corpo de Cristo nas celebrações e nas células (Hebreus 12:14).
Ser aberto e exercitador dos Dons Espirituais.
Ter brechas fechadas; analisar suas vulnerabilidades (onde o inimigo poderia pegá-lo).

· 2ª condição espiritual (1 Timóteo 3:2-7) :


2. Ser casado com fidelidade e santidade no casamento (isto para os casados).
3. Ser temperante.
4. Ser sóbrio, moderado no comer e no beber.
5. Ser modesto (não esbanjador) no vestir, no viver (1 Timóteo 3:2-7).
6. Ser hospitaleiro.
7. Ser apto para ensinar e ensinável (adaptável).
8. Não dado ao vinho sem vícios.
9. Ser cortês, pacificador e inimigo de contendas.
10. Não violento.
11. Não avarento.
12. Que governa bem a sua casa e cria os filhos sobre disciplina.
13. Não neófito (protegido da soberba).
14. Que ouça a voz de Deus e a voz dos homens (Provérbios 12:15).
15. Que tenha boa reputação.

Sua Identidade em Cristo:


Os dons e ministérios aceitos.
Os medos e insegurança (resolvidos).
Manias.
Fraquezas.
Tendências.
Fortaleza consciente ou inconsciente.
Orgulho resolvido.
As feridas e sentimentos curados.
A reputação entregue ao Senhor.
Controle abandonado(Deus que te controla).
As lutas e os problemas.

Outras características de sua vida:


Ter uma vida de entrega e compromisso total com Jesus.
Ter motivação santificada.
Ter compromisso com Jesus em primeiro lugar e com o ministério.
Fugir da aparência do mal.
Ser capaz de conduzir uma pessoa a Jesus.
Ser capaz de expulsar demônios.
Viver uma vida santa e coerente.
Vive o perdão, perdoando e liberando perdão.
Viver na prática da justiça.
Ser confiante e curtidor do amor de Deus (1 Timóteo 3:2-7), qualificação de líder.

Tipo de pessoa:
Ser alguém em quem Jesus trabalhou, tendo consciência que, na batalha espiritual tudo é pelo poder do
Senhor:
Ter consciência de que não é pelas suas qualidades.
Ter consciência de que não é por seu próprio esforço.
Ter consciência de que não é por sua virtude.
Ter consciência da graça e misericórdia de Deus.
Ter consciência de que não é pela sua experiência, nem por sua pesquisa.
Ter consciência de que pode e deve combater, confiança própria que possa estar inconsciente.
Alguém que não busca a sua glória própria.
Ser consciente do que é mais espiritual.
Não se preocupar com sua própria reputação (1Coríntios 13).
Não se enfurecer quando acusado injustamente.
Não se irar quando tratado injustamente.
A sua Carne e o seu Eu tem que estar Crucificado (1Coríntios 3:1-9; Gálatas 2:19-20; 5.24; 6.14).

Alguém quebrantado por Deus:


Quebrantado na sua tradição.
Quebrantado nos seus condicionamentos.
Quebrantado na sua autoconfiança.
Quebrantado na sua determinação.
Quebrantado na sua capacidade.

Alguém que saiba renunciar (Mateus 16:24-27).


A si mesmo.
A sua posição.
A sua família.
Aos seus dons.
Ao seu ministério.

Alguém que reconheça que a obra é do Espírito Santo:


Ter dependência do Espírito Santo.
Ter total confiança no Espírito Santo.
Aprender confessar com Ele.
Aprender a ouvir o Espírito Santo.
Procurar ser guiado pelo Espírito Santo.

Interesses relacionados