Você está na página 1de 4

Edição 3 | Julho de 2010

NEWSLETTER METSO PARA CLIENTES DE MINERAÇÃO

Como resolver este problema?


A premissa básica recomendada pelo manual
de instruções da Metso é que devido ao
impacto da carga dos corpos moedores contra
a cabeça dos parafusos tem a tendência de
afrouxar os parafusos ou de fazer que esses
percam a tensão necessária.
O primeiro reaperto dos parafusos deve ser
após as primeiras 8 horas de funcionamento
com carga total, também devem ser incluídas
as verificações de aperto após 30 dias das
instalações dos revestimentos e a cada 6
meses, conforme instruções do manual.
Moagem
Quebra dos parafusos de fixação
dos revestimentos
Nas plantas com moinhos de Bolas ou de Barras com revestimentos
metálicos ou de borracha algumas vezes nos deparamos com ocorrências
de quebra dos parafusos de fixação dos revestimentos, principalmente
nos moinhos de Barras com revestimentos metálicos.

Que cuidados tomar no retorqueamento


dos parafusos?
Nos moinhos os parafusos dos revestimentos acentuado dos furos do corpo e das tampas do Nos trabalhos de retorqueamento dos
devem ser mantidos apertados durante todo o moinho , vida reduzida dos parafusos de parafusos, é primordial que se faça uma
tempo de operação para prevenir vazamentos fixação ou até mesmo ocasionar vazamentos verificação periódica do aperto dos parafusos
de polpa. Caso eles fiquem frouxos podem de polpa e dependendo do lado do aciona- para certificar-se que estão com a tensão
causar deformações nos furos do corpo e mento contaminar o engrenamento da coroa recomendada pelo fabricante, e também que o
tampas do moinho e também quebrar-se. pinhão. torquímetro esteja sempre aferido. Ŷ
Os efeitos gerados pelo uso do equipamento
com os parafusos frouxos são desgaste

PUBLICADO POR METSO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA.


Perguntas devem ser enviadas para o e-mail abaixo. Sua questão pode ser o tema da próxima edição.
E-MAIL servicos.br@metso.com
WEBSITE www.metso.com.br Direitos reservados.
Edição 18 | Outubro de 2011
NEWSLETTER METSO PARA CLIENTES DE MINERAÇÃO

Moagem Conjunto do sistema de spray da


engrenagem
Monitoramento da lubrificação e O conjunto da lança dos bicos pulverizadores
está montado dentro da proteção da

temperatura da engrenagem engrenagem. Todos os outros componentes do


sistema de “spray” são montados remotamente.
O conjunto da lança de “spray” possui
Você sabia que é possível monitorar a lubrificação e temperatura
múltiplos pulverizadores para aplicação da
da engrenagem do moinho? Os sistemas abaixo permitem um graxa na face da engrenagem. A bomba
monitoramento continuo, evitando desgastes prematuros. pneumática no barril bombeia graxa do barril
para o sistema de “spray”.
O distribuidor progressivo divide a graxa
bombeada do tambor em linhas iguais para
os bicos pulverizadores. O painel de controle
determina quando e por quanto tempo
a bomba opera, proporcionando ainda a
quantidade de ar necessária para a bomba
pneumática montada no barril de graxa. Ŷ

Conjunto de monitoramento da lubrificação Conjunto infravermelho de monitoramento


Permite o controle de lubrificação no diâmetro de temperatura
total da engrenagem, além de proteção contra Permite o monitoramento de temperatura
sujeira e outros contaminantes. Esta proteção por meio de um monitor infravermelho.
é projetada e fabricada em segmentos, o Estes dados são coletados durante o giro
que permite a montagem de uma lança dos do equipamento, permitindo o controle
bicos pulverizadores do sistema “spray” da da temperatura da engrenagem através de
engrenagem, e de uma calha de drenagem gráficos de tendência.
para o lubrificante consumido.

AUTOR José Vicente Gonzalez | REVISOR Paulo Gurgel


PUBLICADO POR METSO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Perguntas devem ser enviadas para o e-mail abaixo. Sua questão pode ser o tema de futuras edições.
E-MAIL marketing.br@metso.com | WEBSITE www.metso.com.br Direitos reservados.
Edição 23 | Março de 2012
NEWSLETTER METSO PARA CLIENTES DE MINERAÇÃO

Mancais do eixo pinhão lubrificados com óleo


Os mancais do eixo pinhão são lubrificados
com óleo derivado do sistema de lubrificação
dos mancais principais. As carcaças dos
mancais deverão ter drenos conectados em
cada lado das mesmas.

Graxa das vedações dos mancais principais


e mancais do eixo pinhão com vedações
tipo “taconite”
A única razão de encher as cavidades da
vedação com graxa é para conseguir uma
barreira positiva contra contaminantes entrando
Moagem entre a caixa do mancal e o eixo girando.

Informações sobre a lubrificação de Frequência da troca de óleo


Todos os sistemas de lubrificação externos e

moinhos horizontais mancais auto lubrificados requerem limpeza


e troca de óleo periódica primeiramente após
750 horas de operação, depois disso, a cada
I 12 meses dependendo das condições locais.
A
J A maioria dos fornecedores de lubrificantes
B
K podem testar o óleo e recomendar planos
C econômicos para as trocas dos mesmos.

L Lubrificação da engrenagem e do pinhão


O método intermitente de lubrificação requer
M
D lubrificantes que irão aderir aos dentes de
N engrenagem durante a operação do moinho.
E
O O lubrificante deve prover de um filme que
G
resistirá a sair ou ser espremido facilmente
F
P do perfil do dente durante o intervalo de
H tempo entre as aplicações. Os lubrificantes
pulverizados contêm agentes de diluição que
A- Proteção da engrenagem, B- Engrenagem, C- Alimentador spout, D- Tampa de alimentação, E - Corpo,
F- Mancal eixo-pinhão, G- Eixo-pinhão, H- Acoplamento de alta rotação, I- Tampa de descarga, J- Mancal permitem a aplicação mediante um sistema
principal, K- Peneira Trommel, L- Conjunto do revestimento, M- Chute de descarga, N- Berço de levantamento, automático de pulverização, numa razão de
O- Acionamento auxiliar, P- Motor principal uma vez a cada 10 a 20 minutos. Isto resultará
Identificação dos componentes dos moinhos Mancais principais com sistemas de numa saída de 3 a 10 galões (11,4 até 37,9
Esta edição do Service Tips fornece lubrificação externo litros) por semana, dependendo do tamanho
informações para selecionar o lubrificante Conjunto da bomba de alta pressão e baixa pressão/ da engrenagem.
adequado usado nos mancais principais, motor: O mancal dianteiro deve ser engraxado
mancais do eixo pinhão, engrenagens abertas, a cada 4 meses, removendo o bujão de dreno e Lembre-se: Caso encontre dúvida sobre
bombas de lubrificação e vedações à graxa purgando o mancal até que graxa limpa apareça aquisição, instalação, montagem, manutenção
para o redutor de engrenagens, acoplamentos, no dreno. O mancal traseiro do motor é fornecido e operação de qualquer item citado neste
e motores. com rolamentos de esferas com placas de vedação, texto, consulte o manual de instruções.
enchidos pelo fabricante com graxa número 2, não Persistindo a dúvida, entre em contato com a
necessitando de lubrificação periódica. Metso. Ŷ

AUTOR Gustavo Silva | REVISOR Paulo Gurgel


PUBLICADO POR METSO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Perguntas devem ser enviadas para o e-mail abaixo. Sua questão pode ser o tema de futuras edições.
E-MAIL marketing.br@metso.com | WEBSITE www.metso.com.br Direitos reservados.
Edição 24 | Abril de 2012
NEWSLETTER METSO PARA CLIENTES DE MINERAÇÃO

Graxas
Óleos minerais ou sintéticos com espessantes
ou condutores adicionados. Lubrificantes
sólidos e químicos EP são geralmente
adicionados.

Características lubrificantes
A correta lubrificação do conjunto
engrenagem/ pinhão não é somente benéfico
para o usuário, mas também para o fabricante
do equipamento (Metso), da engrenagem, do
lubrificante e, indiretamente, a AGMA. Para
que haja um consenso entre os grupos, os
Moagem parâmetros de operação utilizados seguem a
norma AGMA 9005-D94.
Informações sobre a lubrificação de Embora conste na norma a sugestão
de intervalos de até duas horas entre as

moinhos horizontais aplicações, a experiência da Metso mostra


que o tempo entre ciclos raramente deve
exceder 15 minutos (5 minutos no caso de
Continuação da edição 23 termo utilizado na norma que mais se aproxima graxa). Usando a norma AGMA e intervalos de
é o “special compound” (composto especial). no máximo 15 (ou 5) minutos como ponto
Tipos de lubrificantes de partida, os parâmetros de temperatura,
Os lubrificantes apresentam certas Asfálticos (compostos residuais) contatos e condições de superfície são usados
características próprias que lhes são conferidas Uma mistura pesada de compostos residuais do como informação para ajustar uma aplicação
pela sua composição química (resultante do processo de refino do petróleo, aditivos EP e, em de lubrificação.
petróleo bruto), pelo tipo de refino, pelos alguns casos, diluentes e lubrificantes sólidos Com a passagem do tempo, os parâmetros
tratamentos adicionais realizados e pelos como grafite e bissulfeto de molibdênio. de temperatura são monitorados, a superfície
aditivos utilizados. O propósito é de explorar dos dentes é observada usando um
certas características dos produtos, para Óleos estroboscópio e, durante paradas, os dentes
adaptar em diferentes aplicações onde a Óleos minerais ou sintéticos com aditivos EP. são limpos e quaisquer descontinuidades
largura da engrenagem, a potência transmitida, Alguns têm propriedades tixotrópicas, onde a superficiais nos dentes são avaliadas. Tudo isto
a velocidade da engrenagem, a temperatura viscosidade do lubrificante muda conforme a é usado para avaliar quão bem o lubrificante
do ambiente, a quantidade de poeira na pressão experimentada durante a operação. está trabalhando e como a sua aplicação
atmosfera, o acabamento da superfície da Podem conter um diluente para bombeabilidade. poderá ser ajustada, se necessário.
engrenagem etc, devem ser levados em conta
para uma lubrificação bem sucedida. As Compostos Lembre-se: Caso tenha dúvida sobre qualquer
descrições seguintes foram desenvolvidas pela Um óleo de base sintética ou mineral com item citado neste texto, consulte o manual
Metso como um caminho útil de classificar lubrificantes sólidos e aditivos EP. Alguns de instruções. Persistindo a dúvida, entre em
os lubrificantes para que possam ser mais contêm um diluente para bombeabilidade. contato com a Metso. Ŷ
facilmente aplicados. Podem também ter propriedades tixotrópicas.
A descrição dos lubrificantes está de acordo (Tixotrópicos: Quando submetidos a um grau
com a terminologia utilizada pela indústria de cisalhamento constante durante um certo
fabricante, por se tratar de uma descrição mais tempo, sua viscosidade aparente atinge um
usual do que a utilizada na norma ANSI/AGMA valor mínimo. Quando o grau de cisalhamento
9005-D94. O termo “grease” (graxa), por exemplo, cessa, a viscosidade aparente pode voltar ao
é utilizado na literatura do dia a dia. Porém, o normal ou não.)

AUTOR Gustavo Silva | REVISOR Paulo Gurgel/ Renato Estevam


PUBLICADO POR METSO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Perguntas devem ser enviadas para o e-mail abaixo. Sua questão pode ser o tema de futuras edições.
E-MAIL marketing.br@metso.com | WEBSITE www.metso.com.br Direitos reservados.