Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO


COORDENAÇÃO DO CURSO DE FÍSICA

PROFESSOR: ROBERT SARAIVA MATOS

LISTA DE DINÂMICA DOS FLUIDOS DE FISICA BÁSICA II

1. Um reservatório contém água até 0, 5 m de altura e, sobre a água, uma camada


de óleo de densidade 0, 69 g/cm3 , também com 0, 5 m de altura. Abre-se um pequeno
orifı́cio na base do reservatório. Qual é a velocidade de escoamento da água?

2. Um tubo contendo ar comprimido a uma pressão de 1, 25 atm tem um vazamento


através de um pequeno orifı́cio em sua parede lateral. Sabendo que a densidade do ar
na atmosfera é de 1, 3 kg/m3 , calcule a velocidade de escapamento do ar através do orifı́cio.

3. Dois tubinhos de mesmo diâmetro, um retilı́neo e o outro com um cotovelo, estão


imersos numa correnteza horizontal de água de velocidade v. A diferença entre os nı́veis
da água nos dois tubinhos é h = 5cm. Calcule v.

4. A fig. ilustra uma variante do tubo de pitot, empregada para medir a velocidade v
de escoamento de um fluido de densidade ρ. Calcule v em função do desnı́vel h entre os
dois ramos do manômetro e da densidade ρf do fluido manométrico.

1
5. Um medidor tipo Venturi e inserido numa tubulacao inclinada de raio R, onde se
escoa um fluido de densidade ρ. O estreitamento tem raio r e os ramos do manômetro sao
inseridos em pontos de alturas z1 e z2 , o lı́quido manométrico tem densidade ρf . Calcule
a vazao Q do fluido na tubulacao em funcao destes dados e do desnivel h entre os dois
ramos do manometro.

6. Um sifão é estabelecido aspirando o lı́quido do reservatório (de densidade ρ) através


do tubo recurvado ABC e fazendo-o jorrar em C, com velocidade de escoamento v.

a) Calcule v em função dos parâmetros da figura.

b) Calcule a pressão nos pontos A e B.

c) Qual é o valor máximo de h0 para o qual o sifão funcionar?

7. A agua de um tanque aberto com paredes verticais possui uma profundidade H.


um orifı́cio é aberto na parede vertical a uma profundidade h abaixo da superfı́cie da água.

a) Qual é a distancia R entre a base do tanque e o ponto onde a corrente atinge o solo?

b) A qual distância acima da base do tanque devemos fazer um segundo furo para que
a corrente que emerge dele tenha um alcance igual ao primeiro furo?

2
8. Dois grandes tanques abertos A e F contém o mesmo lı́quido. Um tubo horizontal
BCD, que tem uma constrição C é aberto ao ar no ponto D, sai da base do tanque A, em
um tubo vertical E parte da constrição C mergulha no liquido do tanque F. Suponha que
um escoamento com linhas de corrente e despreze a viscosidade. Sabendo que a área da
secção reta da constrição C é a metade de D e que D esta a uma distancia h1 abaixo do
nı́vel do liquido no tanque A, até que altura h2 o lı́quido subirá no tubo E? Expresse sua
resposta em função de h1 .

8. Um grande tanque de diâmetro D esta aberto para a atmosfera e contem agua até
uma altura H. um pequeno orifı́cio com diâmetro d (d << D) é feito na base do tanque.
Desprezando qualquer efeito de viscosidade, calcule o tempo necessário para drenar com-
pletamente o tanque.

9. (Problema desafiador-LANDAU) Uma esfera, de raio R, move-se com velocidade


v em um fluido ideal incompressı́vel. Determinar o potencial do fluxo do uido que passa
pela esfera.

10. (Problema desafiador-LANDAU) Uma dada superfı́cie tem um orifı́cio esferico


e raio a este orifı́cio foi feito para ser subitamente preencido com fluido incompressı́vel
preenchendo desta forma todo o espaço. Determinar o tempo necessário para que o furo
seja preenchido com o fluido.