Você está na página 1de 5

DISCIPLINAS DO CADERNOª

Matemática e suas tecnologias & Ciências da Natureza e Suas Tecnologias


VERIFICAÇÃO SÉRIE ENSINO BLOCO
2ª Médio 2
ALUNO(A) Nº

TURMA TURNO DATA NOTA


_____/_____/_____

QUESTÃO 76 

Algumas pessoas, quando chegam aos 40 anos,


começam a sentir que precisam de dois braços
mais compridos para ler perfeitamente um livro
ou mesmo uma conta de banco. Nesse problema
ocular, os objetos proó ximos começam a parecer A miopia ocorre nos olhos de pessoas que
desfocados. Assim, para ver perfeitamente um apresentam o globo ocular demasiadamente longo
livro que estaó tentando ler, a pessoa precisa esticar ou a coó rnea do olho com curvatura exagerada, o
os braços para mais longe dos olhos. A correçaã o que dificulta a focalizaçaã o dos objetos distantes na
dessa deficieê ncia de visaã o eó feita com lentes retina. Para corrigir a miopia de um paciente, um
convergentes. oftalmologista deve prescrever uma lente
Esse problema na visaã o chama-se _______________ que faz com que os raios luminosos
a) miopia. vindos do objeto incidam sobre _________________
b) hipermetropia.
ajustando o foco da imagem formada na retina.
c) astigmatismo.
d) presbiopia. Assinale a alternativa que preenche, correta e
e) catarata. respectivamente, as lacunas do texto.
a) convergente – o cristalino
b) convergente – a pupila
c) divergente – a pupila
QUESTÃO 77 
d) convergente – a paó lpebra
e) divergente – o cristalino
Sobre a imagem de um objeto formada por uma
lente divergente, eó correto afirmar que:
a) será sempre virtual, direita e menor que o QUESTÃO 79 
objeto;
b) dependeraó da distaê ncia do objeto;
A fibra oó ptica eó um material feito de vidro ou de
c) seraó sempre real, invertida e maior que o
plaó stico (políómeros), em que, por meio da reflexaã o,
objeto;
d) seraó sempre uma imagem real, mas pode ser ocorre o transporte da luz em seu interior. Com o
direita ou invertida, maior ou menor que o desenvolvimento da tecnologia do quartzo, foi
objeto, dependendo de sua posiçaã o; possíóvel a obtençaã o de fios cada vez mais finos,
e) real e igual ao objeto. transparentes e que podem ser encurvados sem se
quebrar. Uma caracteríóstica de grande importaê ncia
para a construçaã o desse material eó a transpareê ncia
QUESTÃO 78  quase absoluta do quartzo com alto grau de
pureza. A luz, como sabemos, eó uma onda
eletromagneó tica, e como tal ela pode se propagar
em qualquer trajetoó ria. Ao penetrar em um
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS & CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS
2º BLOCO – 2ª SÉRIE – ENSINO MÉDIO

filamento de fibra oó ptica, a luz sofre reflexaã o total


possui íóndice de refraçaã o igual a e a sua laê mina de
e eó por meio dessas reflexoã es que ela percorre
toda a fibra ateó chegar ao seu destino final. aó gua tem uma espessura de 3 m.

Os cabos de fibra oó ptica saã o muito utilizados


para o traó fego de dados (voz, imagem, som, ...)
atraveó s das redes de telecomunicaçaã o.
O maior desses cabos, atualmente, eó o SeaMewe
3, que sai da Alemanha e chega ateó a Coreia do Sul,
passando por 32 paíóses, em um total de 39 000 km
de comprimento. Quando uma pessoa, na beira da piscina, olha
Considerando a trajetoó ria da luz pela fibra oó ptica perpendicularmente para seu fundo (base), teraó a
(ver figura) e que o tempo meó dio de transmissaã o impressaã o de veê -lo
de dados entre a Alemanha e a Coreia do Sul seja Dado: ÍÍndice de refraçaã o absoluto do ar n = 1.
de, aproximadamente, 0,195 s, pode-se afirmar
que, na fibra oó ptica, ocorre o fenoê meno da a) 2,25 m mais proó ximo, em relaçaã o aà
a) dispersaã o e a luz tem velocidade de 200 000 profundidade real.
km/s. b) 1,33 m mais proó ximo, em relaçaã o aà
b) reflexão e a luz tem velocidade de 200 000 profundidade real.
km/s. c) 0,75 m mais próximo, em relação à
c) refraçaã o e a luz tem velocidade de 200 000 profundidade real.
km/s. d) 1,33 m mais distante, em relaçaã o aà
d) reflexaã o e a luz tem velocidade de 300 000 profundidade real.
km/s. e) 0,75 m mais distante, em relaçaã o aà
e) refraçaã o e a luz tem velocidade de 300 000 profundidade real.
km/s.

QUESTÃO 80  QUESTÃO 81 


Um estudante de Fíósica deseja acender seu cigarro
Em algum momento, voceê jaó colocou dentro de usando um espelho esfeó rico e a energia solar. A
um copo com aó gua um laó pis ou uma caneta? Se respeito do tipo de espelho esfeó rico e do
colocou, voceê percebeu que o objeto parece estar posicionamento da ponta do cigarro, assinale a
quebrado para cima, quando olhamos de fora da opçaã o correta:
aó gua? O conjunto constituíódo por dois meios EspelhoPosiçaã o da ponta do cigarro
transparentes (no nosso caso, estamos a) coê ncavo centro de curvatura do espelho
considerando o ar e a aó gua) e a interface entre eles b) coê ncavo veó rtice do espelho
recebe o nome de dioptro. A forma da superfíócie c) côncavo foco do espelho
de separaçaã o entre os meios, superfíócie dioó ptrica, d) convexo centro de curvatura do espelho
e) convexo foco do espelho
caracteriza o tipo de dioptro: plano, esfeó rico ou
cilíóndrico. Considere que a aó gua de uma piscina

2
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS & CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS
2º BLOCO – 2ª SÉRIE – ENSINO MÉDIO

uma associaçaã o em paralelo e o circuito ÍÍÍ


apresenta uma associaçaã o em seó rie.

QUESTÃO 82 

Sobre o eixo principal de uma lente convergente, QUESTÃO 84 


de distaê ncia focal 6,0 cm, encontra-se um objeto,
afastado 30 cm da lente. Nessas condiçoã es, a Ao fazer uma reforma em sua casa, um homem
distaê ncia da imagem aà lente seraó : veê o seguinte anuó ncio em uma loja de materiais de
a) 3,5 cm construçaã o:
b) 6,5 cm
c) 5,5 cm ECONOMÍZE: Laê mpadas LED de 7 W teê m a mesma
d) 7,5 cm
luminosidade (iluminaçaã o) que laê mpadas
e) 4,5 cm
incandescentes de 60 W de poteê ncia.

De acordo com o anuó ncio, com o intuito de


QUESTÃO 83 
economizar energia eleó trica, o eletricista troca
uma laê mpada incandescente por uma fluorescente
Na figura abaixo, saã o apresentados treê s circuitos
e conclui que, em 1 hora, a economia de energia
com resistores de 1,0  cada e bateria de 3,0 V.
eleó trica, em kWh, seraó de
Com base nos seus conhecimentos sobre
a) 0,015.
associaçaã o de resistores, assinale a proposiçaã o b) 0,025.
correta. c) 0,030.
d) 0,040.
e) 0,053.

QUESTÃO 85 
a) O resistor equivalente do circuito Í eó 1,5 ; no
Comumente denomina-se gerador qualquer
circuito ÍÍ, eó 3,0 ; e no circuito ÍÍÍ, eó 0,33 .
b) O circuito Í apresenta uma associaçaã o mista, aparelho no qual a energia quíómica, mecaê nica ou
enquanto o circuito ÍÍ apresenta uma de outra natureza eó transformada em energia
associaçaã o em seó rie e o circuito ÍÍÍ apresenta eleó trica. A curva caracteríóstica eó o graó fico que
uma associaçaã o em paralelo. relaciona a intensidade de corrente i no gerador
c) O circuito Í apresenta uma associaçaã o em com a diferença de potencial (ddp) U entre seus
seó rie, enquanto o circuito ÍÍ apresenta uma terminais. Considerando que o graó fico a seguir
associaçaã o em paralelo e o circuito ÍÍÍ representa a curva caracteríóstica de um gerador
apresenta uma associaçaã o mista. hipoteó tico, qual a intensidade da corrente de
d) Os treê s circuitos, por possuíórem os mesmos curto-circuito desse gerador?
resistores e a mesma d.d.p., dissipam a
mesma poteê ncia.
e) O circuito I apresenta uma associação
mista, enquanto o circuito II apresenta

3
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS & CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS
2º BLOCO – 2ª SÉRIE – ENSINO MÉDIO

d) a energia mecânica dos ventos é


transformada em energia elétrica.
e) a energia potencial gravitacional das heó lices eó
transformada em energia eleó trica.

QUESTÃO 87 
Analise as afirmaçoã es a seguir, referentes a um
circuito contendo treê s resistores de resisteê ncias
diferentes, associados em paralelo e submetidos a
uma certa diferença de potencial, verificando se
saã o verdadeiras ou falsas.
a) 0,15 A.
b) 1,5 A. 1. A resisteê ncia do resistor equivalente eó menor do
c) 15 A. que a menor das resisteê ncias dos resistores do
d) 30 A. conjunto;
e) 32 A. 2. A corrente eleó trica eó menor no resistor de maior
resisteê ncia;
3. A poteê ncia eleó trica dissipada eó maior no resistor
de maior resisteê ncia.

QUESTÃO 86  A sequeê ncia correta eó :


a) F, V, F
Geração de energia eólica cresce 461% em b) V, F, F
quatro anos c) V, V, V
d) V, V, F
Matriz saltou de 2 177 gigawatts/hora (GWh) para e) F, F, V
12 210 GWh anuais no período, puxada por Rio
Grande do Norte, Ceará e Rio Grande do Sul, diz o
IBGE.
Estadão.

A geraçaã o eoó lica cresceu aproximadamente


QUESTÃO 88 
460,9%, de 2010 a 2014, saltando de 2 177
gigawatts/hora (GWh) para 12 210 GWh anuais
no períóodo. Rio Grande do Norte, Cearaó e Rio No circuito eleó trico representado no esquema
Grande do Sul, nessa ordem, saã o os estados que abaixo, a corrente eleó trica no resistor de 6  eó de
dominam a geraçaã o de energia eleó trica com a força 4 A e no de 12  eó de 2 A.
do vento, segundo dados compilados pelo
Ínstituto Brasileiro de Geografia e Estatíóstica
(ÍBGE). Sobre essa modalidade de “geraçaã o” de
energia, podemos concluir que
a) naã o depende da quantidade de vento.
b) naã o haó nenhuma energia associada aos
ventos. Nessas condiçoã es, a resisteê ncia do resistor R e a
c) depende somente do tamanho da heó lice do tensaã o U aplicada entre os pontos C e D valem,
gerador eoó lico. respectivamente,
a) 6  e 42 V.

4
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS & CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS
2º BLOCO – 2ª SÉRIE – ENSINO MÉDIO

b) 2  e 36 V. Ao ligar a chave Ch, o(s) passarinho(s) pelo(s)


c) 2  e 18 V. qual(quais) certamente naã o passaraó (aã o) corrente
d) 9  e 72 V. eleó trica eó (saã o) o(s) indicado(s) pelo(s) nuó mero(s)
e) 12  e 9 V. a) Í.
b) II e IV.
c) ÍÍ, ÍÍÍ e ÍV.
QUESTÃO 89  d) ÍÍÍ.
e) ÍÍÍ e ÍV.
Um circuito em seó rie eó formado por uma pilha,
uma laê mpada incandescente e uma chave
interruptora. Ao se ligar a chave, a laê mpada
acende quase instantaneamente, irradiando calor
e luz. Popularmente, associa-se o fenoê meno da
irradiaçaã o de energia a um desgaste da corrente
eleó trica, ao atravessar o filamento da laê mpada, e aà
rapidez com que a laê mpada começa a brilhar. Essa
explicaçaã o estaó em desacordo com o modelo
claó ssico de corrente.

De acordo com o modelo mencionado, o fato de a


laê mpada acender quase instantaneamente estaó
relacionado aà rapidez com que
a) o fluido eleó trico se desloca no circuito.
b) as cargas negativas moó veis atravessam o
circuito.
c) a bateria libera cargas moó veis para o
filamento da laê mpada.
d) o campo elétrico se estabelece em todos os
pontos do circuito.
e) as cargas positivas e negativas se chocam no
filamento da laê mpada.
QUESTÃO 90 
A figura abaixo mostra quatro passarinhos
pousados em um circuito eleó trico ligado a uma
fonte de tensaã o, composto de fios ideais e cinco
laê mpadas ideê nticas L.