Você está na página 1de 6

DOUTOR JUÍZO DA ____VARA CÍVEL DA COMARCA DE CIDADE – ESTADO.

Protocolo nº...

Apelante: FULANO, nacionalidade..., estado civil... (indicar existência de união estável),


profissão..., portador do documento de identidade RG. N..., inscrito no CPF sob o n..., tendo
como endereço eletrônico..., domiciliado e residente na rua...

Apelado: BERTANO, nacionalidade..., estado civil... (indicar existência de união estável),


profissão..., portador do documento de identidade RG. N..., inscrito no CPF sob o n..., tendo
como endereço eletrônico..., domiciliado e residente na rua...

O apelante acima qualificado, por seu procurador signatário, vem, interpor o presente
RECURSO DE APELAÇÃO,
no prazo legal (arts. 508 e 513/CPC), eis que data venia não concorda com os temos da R.
Decisão de fls.
Requer seu envio para a egrégia instância superior, para o que, solicita que Vossa Excelência o
receba e determine o seu processamento, tudo segundo a exposição e as razões que adiante
seguem, para apreciação devida.
Diante das disposições do Art. 520 CPC requer seja recebida no seu efeito devolutivo e
suspensivo.
Para tanto, faz juntar o comprovante de efetivação do preparo. (Art. 511 CPC)
Requer a intimação do Apelado – acima qualificado – com a finalidade que de, querendo,
responda ao presente recurso, conforme art. 1010, §1 e §3 CPC.
Termos em que,
pede deferimento.
Local, Data
Advogado
OAB/MG....

Segunda folha

EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO .....

Razoes do Recurso de Apelação

Apelante: XXXX

Apelado: XXXXX

Ação: (nome da ação que esta na petição inicial)

Autos nº: ....

EGRÉGIO TRIBUNAL,
COLENDA CÃMARA.
Não merece prosperar a sentença proferida pelo juízo aquo, pelas razoes a seguir expostas:

I – BREVE SÍNTESE DO PROCESSO


Trata-se de ação de cobrança em que o autor, ora apelante, requer que... Requer ainda..., tendo
juntado provas documentais... E requerido prova testemunhal.
Em sede de contestação, o requerido, ora apelado, alegou...
Intimado, o autor apresentou réplica, às fls..., apontando... E reiterando os termos da exordial.
Sem êxito a tentativa de acordo, passou-se a instrução, onde foram ouvidas as testemunhas do
autor e do réu, às fls..., e, findos os debates orais, o nobre magistrado prolatou a sentença,
julgando totalmente improcedentes os pedidos formulados pelo requerente.
No entanto, como será demonstrado a seguir, a sentença não merece prosperar, devendo ser
reformada (ou cassada).
II – RAZÕES DA REFORMA (OU DA CASSAÇÃO)
A r. Sentença proferida pelo juiz a quo na Ação de Cobrança proposta pela apelante em face do
apelado, julgando o seu pedido improcedente, deve ser modificada in totum, uma vez que a
importância reivindicada na inicial traduz-se em uma obrigação de única e inteira
responsabilidade do comprador, conforme previsão contratual.
A afirmação acima evidenciada, nos termos dos documentos acostados aos autos, encontra
respaldo no fato de que vigoram no direito brasileiro, como vigas mestras de sustentação das
relações jurídicas, os princípios da liberdade de contratar e do efeito vinculante dos contratos,
entendimento este corroborado pela jurisprudência pátria, in verbis:
“Em havendo estipulação contratual obrigando o comprador, não cabe declaração de indébito,
uma vez que deve prevalecer o brocardo latino pacta sunt servanda”.
Ainda, no mesmo sentido, são lícitas, em geral, todas as condições que a lei não vedar
expressamente, daí não havendo outro entendimento para o caso em questão, deve a sentença
atacada ser REFORMADA (ou cassada, depende do que se alegar) nos termos do pedido
contido na inicial.
III – PEDIDOS
Em virtude do exposto, o Apelante requer que o presente recurso de apelação seja
CONHECIDO e, quando de seu julgamento, seja totalmente PROVIDO para reformar a
sentença recorrida, no sentido de acolher o pedido inicial do Autor Apelante e..., por ser de
inteira Justiça.
OU
(...) seja totalmente PROVIDO para anular a sentença recorrida, com o consequente retorno dos
autos ao juízo a quo para..., por ser da mais lídima justiça.
Termos em que,
Pede deferimento.
Loca e data
Nome e assinatura do advogado
DOUTOR JUÍZO DA ____VARA CÍVEL DA COMARCA DE CIDADE – ESTADO.

Protocolo nº...

Apelante: FULANO, nacionalidade..., estado civil... (indicar existência de união estável),


profissão..., portador do documento de identidade RG. N..., inscrito no CPF sob o n..., tendo
como endereço eletrônico..., domiciliado e residente na rua...

Apelado: BERTANO, nacionalidade..., estado civil... (indicar existência de união estável),


profissão..., portador do documento de identidade RG. N..., inscrito no CPF sob o n..., tendo
como endereço eletrônico..., domiciliado e residente na rua...

O apelante acima qualificado, por seu procurador signatário, vem, interpor o presente
RECURSO DE APELAÇÃO,
no prazo legal (arts. 508 e 513/CPC), eis que data venia não concorda com os temos da R.
Decisão de fls.
Requer seu envio para a egrégia instância superior, para o que, solicita que Vossa Excelência o
receba e determine o seu processamento, tudo segundo a exposição e as razões que adiante
seguem, para apreciação devida.
Diante das disposições do Art. 520 CPC requer seja recebida no seu efeito devolutivo e
suspensivo.
Para tanto, faz juntar o comprovante de efetivação do preparo. (Art. 511 CPC)
Requer a intimação do Apelado – acima qualificado – com a finalidade que de, querendo,
responda ao presente recurso, conforme art. 1010, §1 e §3 CPC.
Termos em que,
pede deferimento.
Local, Data
Advogado
OAB/MG....

Segunda folha

EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO .....

Razoes do Recurso de Apelação

Apelante: XXXX

Apelado: XXXXX

Ação: (nome da ação que esta na petição inicial)

Autos nº: ....

EGRÉGIO TRIBUNAL,
COLENDA CÃMARA.
Não merece prosperar a sentença proferida pelo juízo aquo, pelas razoes a seguir expostas:

I – BREVE SÍNTESE DO PROCESSO


Trata-se de ação de cobrança em que o autor, ora apelante, requer que... Requer ainda..., tendo
juntado provas documentais... E requerido prova testemunhal.
Em sede de contestação, o requerido, ora apelado, alegou...
Intimado, o autor apresentou réplica, às fls..., apontando... E reiterando os termos da exordial.
Sem êxito a tentativa de acordo, passou-se a instrução, onde foram ouvidas as testemunhas do
autor e do réu, às fls..., e, findos os debates orais, o nobre magistrado prolatou a sentença,
julgando totalmente improcedentes os pedidos formulados pelo requerente.
No entanto, como será demonstrado a seguir, a sentença não merece prosperar, devendo ser
reformada (ou cassada).
II – RAZÕES DA REFORMA (OU DA CASSAÇÃO)
A r. Sentença proferida pelo juiz a quo na Ação de Cobrança proposta pela apelante em face do
apelado, julgando o seu pedido improcedente, deve ser modificada in totum, uma vez que a
importância reivindicada na inicial traduz-se em uma obrigação de única e inteira
responsabilidade do comprador, conforme previsão contratual.
A afirmação acima evidenciada, nos termos dos documentos acostados aos autos, encontra
respaldo no fato de que vigoram no direito brasileiro, como vigas mestras de sustentação das
relações jurídicas, os princípios da liberdade de contratar e do efeito vinculante dos contratos,
entendimento este corroborado pela jurisprudência pátria, in verbis:
“Em havendo estipulação contratual obrigando o comprador, não cabe declaração de indébito,
uma vez que deve prevalecer o brocardo latino pacta sunt servanda”.
Ainda, no mesmo sentido, são lícitas, em geral, todas as condições que a lei não vedar
expressamente, daí não havendo outro entendimento para o caso em questão, deve a sentença
atacada ser REFORMADA (ou cassada, depende do que se alegar) nos termos do pedido
contido na inicial.
III – PEDIDOS
Em virtude do exposto, o Apelante requer que o presente recurso de apelação seja
CONHECIDO e, quando de seu julgamento, seja totalmente PROVIDO para reformar a
sentença recorrida, no sentido de acolher o pedido inicial do Autor Apelante e..., por ser de
inteira Justiça.
OU
(...) seja totalmente PROVIDO para anular a sentença recorrida, com o consequente retorno dos
autos ao juízo a quo para..., por ser da mais lídima justiça.
Termos em que,
Pede deferimento.
Loca e data
Nome e assinatura do advogado
DOUTOR JUÍZO DA ____VARA CÍVEL DA COMARCA DE CIDADE – ESTADO.

Protocolo nº...

Apelante: FULANO, nacionalidade..., estado civil... (indicar existência de união estável),


profissão..., portador do documento de identidade RG. N..., inscrito no CPF sob o n..., tendo
como endereço eletrônico..., domiciliado e residente na rua...

Apelado: BERTANO, nacionalidade..., estado civil... (indicar existência de união estável),


profissão..., portador do documento de identidade RG. N..., inscrito no CPF sob o n..., tendo
como endereço eletrônico..., domiciliado e residente na rua...

O apelante acima qualificado, por seu procurador signatário, vem, interpor o presente
RECURSO DE APELAÇÃO,
no prazo legal (arts. 508 e 513/CPC), eis que data venia não concorda com os temos da R.
Decisão de fls.
Requer seu envio para a egrégia instância superior, para o que, solicita que Vossa Excelência o
receba e determine o seu processamento, tudo segundo a exposição e as razões que adiante
seguem, para apreciação devida.
Diante das disposições do Art. 520 CPC requer seja recebida no seu efeito devolutivo e
suspensivo.
Para tanto, faz juntar o comprovante de efetivação do preparo. (Art. 511 CPC)
Requer a intimação do Apelado – acima qualificado – com a finalidade que de, querendo,
responda ao presente recurso, conforme art. 1010, §1 e §3 CPC.
Termos em que,
pede deferimento.
Local, Data
Advogado
OAB/MG....

Segunda folha

EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO .....

Razoes do Recurso de Apelação

Apelante: XXXX

Apelado: XXXXX

Ação: (nome da ação que esta na petição inicial)

Autos nº: ....

EGRÉGIO TRIBUNAL,
COLENDA CÃMARA.
Não merece prosperar a sentença proferida pelo juízo aquo, pelas razoes a seguir expostas:

I – BREVE SÍNTESE DO PROCESSO


Trata-se de ação de cobrança em que o autor, ora apelante, requer que... Requer ainda..., tendo
juntado provas documentais... E requerido prova testemunhal.
Em sede de contestação, o requerido, ora apelado, alegou...
Intimado, o autor apresentou réplica, às fls..., apontando... E reiterando os termos da exordial.
Sem êxito a tentativa de acordo, passou-se a instrução, onde foram ouvidas as testemunhas do
autor e do réu, às fls..., e, findos os debates orais, o nobre magistrado prolatou a sentença,
julgando totalmente improcedentes os pedidos formulados pelo requerente.
No entanto, como será demonstrado a seguir, a sentença não merece prosperar, devendo ser
reformada (ou cassada).
II – RAZÕES DA REFORMA (OU DA CASSAÇÃO)
A r. Sentença proferida pelo juiz a quo na Ação de Cobrança proposta pela apelante em face do
apelado, julgando o seu pedido improcedente, deve ser modificada in totum, uma vez que a
importância reivindicada na inicial traduz-se em uma obrigação de única e inteira
responsabilidade do comprador, conforme previsão contratual.
A afirmação acima evidenciada, nos termos dos documentos acostados aos autos, encontra
respaldo no fato de que vigoram no direito brasileiro, como vigas mestras de sustentação das
relações jurídicas, os princípios da liberdade de contratar e do efeito vinculante dos contratos,
entendimento este corroborado pela jurisprudência pátria, in verbis:
“Em havendo estipulação contratual obrigando o comprador, não cabe declaração de indébito,
uma vez que deve prevalecer o brocardo latino pacta sunt servanda”.
Ainda, no mesmo sentido, são lícitas, em geral, todas as condições que a lei não vedar
expressamente, daí não havendo outro entendimento para o caso em questão, deve a sentença
atacada ser REFORMADA (ou cassada, depende do que se alegar) nos termos do pedido
contido na inicial.
III – PEDIDOS
Em virtude do exposto, o Apelante requer que o presente recurso de apelação seja
CONHECIDO e, quando de seu julgamento, seja totalmente PROVIDO para reformar a
sentença recorrida, no sentido de acolher o pedido inicial do Autor Apelante e..., por ser de
inteira Justiça.
OU
(...) seja totalmente PROVIDO para anular a sentença recorrida, com o consequente retorno dos
autos ao juízo a quo para..., por ser da mais lídima justiça.
Termos em que,
Pede deferimento.
Loca e data
Nome e assinatura do advogado