Você está na página 1de 2

PROVA DE HISTÓRIA – OS LOUCOS ANOS 20/ REGIMES TOTALITÁRIOS: FASCISMO E NAZISMO NOME:

_____________________________________ Nº ________ 3ª SÉRIE DATA: _____________________

1. A chamada Crise de 1929 caracterizou-se por um colapso no sistema financeiro mundial no período do entreguerras,
isto é, no intervalo entre a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. Tal crise também é identificada com:
a) a Guerra Franco-Prussiana.
b) a quebra da Bolsa de Valores de São Paulo.
c) a Guerra Civil Americana.
d) a quebra da Bolsa de Valores de Nova York.
e) a Independência dos Estados Unidos.

2. O "crack" da Bolsa de Valores de Nova Iorque, em 1929, provocou falências de centenas de indústrias, de bancos,
de companhias de comércio e de transportes e um desemprego em massa, que chegou a alcançar cerca de 15 milhões
de trabalhadores nos Estados Unidos. No plano internacional, é correto afirmar que essa crise financeira:

a) não afetou o desenvolvimento das economias dos países europeus.


b) contribuiu para ampliar a comercialização de matérias-primas dos países subdesenvolvidos.
c) não teve desdobramentos, já que era um fenômeno restrito aos Estados Unidos.
d) provocou graves consequências para os países que exportavam para os Estados Unidos.
e) teve repercussões apenas nos países que perderam a Primeira Guerra Mundial.

3. Justifique a afirmação: Os "loucos anos 20" foram uma época onde existiram alterações na mentalidade e nos
comportamentos da população.

4. Relacione o presidente americano Roosevelt ao NEW DEAL;

5. Aponte a principal consequência da crise de 1929 no Brasil.

6. O Nazismo e o Fascismo surgiram:


a) do desenvolvimento de partidos nacionalistas, com pregações em favor de um Executivo forte, totalitário, com o
objetivo de solucionar crises generalizadas diante da desorganização, após a Primeira Guerra Mundial.
b) da esperança de conseguir estabilidade na união das "doutrinas liberais" de tendências individualistas.
c) com a instituição do parlamentarismo da Itália e na Alemanha, agregando partidos populares.
d) com o enfraquecimento da alta burguesia e o apoio do governo às camadas lideradas pelos sindicatos e socialistas.
e) do coletivismo pregado pelos marxistas.

7. A "Marcha sobre Roma"(1922) exerceu grande influência sobre o rumo dos acontecimentos futuros na Itália, com
importantes repercussões internacionais. Discorra objetivamente sobre esta marcha.

8. Como ocorreu a ascensão de Hitler na Alemanha, no período entre guerras, e quais as consequências do
nazismo?

9. “Diante da crise após a 1ª guerra, os movimentos socialistas e populares ganharam força. Do outro lado, também
crescia o movimento nazista, com o discurso nacionalista, sua rejeição ao Tratado de Versalhes e sua proposta de
unidade nacional.” Agora responda:
a) Quais as propostas apresentadas pelos nazistas à população?

b) Quem os nazistas responsabilizavam pelos problemas da Alemanha? Justifique.

10. Os slogans nazifascistas eram publicamente invocados e sempre aplaudidos, às vezes em uníssono, pela massa
popular em praças públicas:
“Acredita! Obedece! Luta!”
“Quem tem aço tem pão!”
“Mais canhão, menos manteiga!”
“Nada jamais foi ganho na história sem derramamento de sangue!”
“A liberdade é um cadáver em putrefação!”
Dentre as alternativas expostas abaixo, qual delas não é uma característica do totalitarismo:
a) Militarismo b) Socialismo c) Nacionalismo d) Autoritarismo e) Belicismo

11. Qual das alternativas abaixo mostra a relação entre o regime fascista e os meios de comunicação?

A - Os regimes fascistas investiram muito pouco nos meios de comunicação, pois quase ninguém ouvia rádio ou lia
jornal.
B - Os líderes fascistas usavam os meios de comunicação (rádios, cinema, revistas e jornais) para divulgarem suas
ideologias, ou seja, fazerem propaganda.
C - Os meios de comunicação tinham total liberdade para divulgar as notícias e informações sem a interferência dos
governos fascistas.
D - Somente o cinema foi usado pelos regimes fascistas, através de filmes que tinham como objetivo mostrar a
realidade social do país.
12. Antes de entrar para o exército alemão e tornar-se combatente na Primeira Guerra Mundial, Hitler havia se
mudado da sua cidade natal, Linz, na Áustria, para a capital desse país, Viena. O objetivo principal de Hitler, quando
esteve em Viena, era:
a) Levar a cabo suas ideias para a criação, em Viena, do primeiro núcleo do partido nazista.
b) Estudar música clássica e tornar-se regente de orquestras.
c) Estudar na Academia de Artes Plásticas de Viena e, por conseguinte, tornar-se um pintor reconhecido.
d) Estudar economia com os representantes da Escola Austríaca de Economia.

13.(Mackenzie) “[...] todo cruzamento de dois seres de valor desigual dá como produto um meio termo entre os
valores dos pais [...] Tal ajuntamento está em contradição com a vontade da natureza, que tende a elevar o nível dos
seres. Este objetivo não pode ser atingido pela união de indivíduos de valores diferentes, mas só pela vitória completa
e definitiva dos que representam o mais alto valor. O papel do mais forte é o de dominar e não o de se fundir com o
mais fraco, sacrificando assim sua própria grandeza.” (Adolf Hitler).
No livro "Mein Kampf", Hitler expressava que:
a) o mito da superioridade da raça ariana servia para que os nazistas estimulassem o nacionalismo e o liberalismo.
b) o racismo e o autoritarismo serviriam para defender a elevação da raça pura eslava e o extermínio dos judeus.
c) o movimento nacional-socialista desaprovava o antissemitismo e o aperfeiçoamento genético por meio da eugenia.
d) os alemães eram superiores e a raça ariana inferior, justificando, desse modo, o espaço vital.
e) a necessidade de preservação da raça pura justificava o domínio e a eliminação das demais raças e a expansão da
Alemanha