Você está na página 1de 49
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

PLANO DO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA NA FORMA SUBSEQUENTE AO ENSINO MÉDIO

Barra do Corda - MA

2016

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

REITOR Prof. Dr. Francisco Roberto Brandão Ferreira

PRÓ-REITORA DE ENSINO Profa. Msc. Ximena Paula Nunes Bandeira Maia da Silva

DIRETORA-GERAL DO CAMPUS DE BARRA DO CORDA Profa. Msc. Marinete Moura da Silva Lobo

DIRETORA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO Profa. Msc. Flávia Arruda de Sousa

COORDENADOR DOS CURSOS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO E PRODUÇÃO INDUSTRIAL

Prof. Esp. Reinaldo Antônio da Silva

ELABORADORES

Edson Leandro Nascimento de Araújo (Setor Pedagógico) Esp. Islani de Oliveira Silva (Setor Pedagógico) Esp. Janeth Rodrigues Martins Sousa (Setor Pedagógico) Esp. Thiago Silva e Silva (Setor Pedagógico) Prof. Jeziel Costa Marinho Profa. Nara Suellen Leoncio Chaves Prof. Esp. Reinaldo Antônio da Silva Prof. Msc. Rodrigo Miranda Feitosa

Barra do Corda - MA

2016

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

S U M Á R I O

1

IDENTIFICAÇÃO DO CURSO

2

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS

2.1

Justificativa

2.2

Objetivos

3

REQUISITOS E FORMAS DE ACESSO

4

PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO

5

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR

5.1

Matriz Curricular

5.2

Ementário

5.3

Estágio Curricular

6

CRITÉRIOS DE APROVEITAMENTO DE CONHECIMENTOS E

EXPERIÊNCIAS ANTERIORES

7

CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO

8

BIBLIOTECA, INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS

9

PERFIL DO PESSOAL DOCENTE E TÉCNICO

9.1

Corpo Docente

9.2

Corpo Técnico- Administrativo

10

CERTIFICADOS E DIPLOMAS A SEREM EMITIDOS

REFERÊNCIAS

04

05

05

07

09

09

10

12

13

36

36

37

37

44

44

45

46

47

10 CERTIFICADOS E DIPLOMAS A SEREM EMITIDOS REFERÊNCIAS 04 05 05 07 09 09 10 12

3

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

1 IDENTIFICAÇÃO DO CURSO

Denominação do Curso: Técnico em Informática na Forma Subsequente ao Ensino

Médio.

Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação

Forma: Subsequente ao Ensino Médio

Modalidade: Presencial

Título conferido: Técnico em Informática

Turno de funcionamento: Noturno

Número de vagas: 40

Regime Letivo: Semestral/Modular

Tempo Mínimo: 4 semestres

Tempo Máximo: 8 semestres

Carga Horária Total: 1200h/Relógio

Local da oferta: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão

IFMA Campus Barra do Corda, localizado à BR 226 Km 303 s/n. Barra do Corda

MA / CEP 65950-000.

4

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

2 JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS

2.1 Justificativa

Com a evolução científica e tecnológica, o deslocamento da produção para

outros mercados, a diversidade e propagação de produtos e de serviços, a busca de

eficiência e de competitividade comercial, através do uso intensivo de tecnologias de

informação e de novas formas de gestão do trabalho, são, entre outras, evidências das

transformações estruturais que modificam os modos de vida, as relações sociais e o

modo do trabalho, e impõem novas exigências às instituições responsáveis pela

formação profissional dos cidadãos.

Dessa forma, amplia-se a necessidade e a possibilidade de formar os jovens

capazes de lidar com a evolução da ciência e da tecnologia e dele participar de forma

proativa na sociedade. Percebe-se, entretanto, na realidade brasileira um déficit na oferta

de educação profissional, uma vez que essa modalidade de educação de nível médio

deixou de ser oferecida nos sistemas de ensino estaduais com a extinção da Lei nº

5.962/71. Desde então a educação profissional esteve a cargo da rede federal de ensino,

mas especificamente das escolas técnicas, dos Centros de Educação Tecnológica e das

instituições do Sistema “S” (SESI, SENAI), na sua maioria atendendo as demandas das

capitais. O Curso Técnico de Nível Médio em Informática, na forma Subsequente

oferecido pelo IFMA procura atender as demandas social, cultural e econômica e as

diretrizes legais, qualificando profissionais que atendam à necessidade do mercado

emergente no estado, e, sobretudo, no município local, em conformidade com os

fundamentos legais que orientam a educação brasileira.

A cidade de Barra do Corda, está localizada no centro geográfico do Maranhão

(5°30' latitude sul, 45° longitude oeste) na confluência dos Rio Corda e Rio Mearim. O

Rio Corda possui águas claras e frias, enquanto o Rio Mearim possui águas esverdeadas

e mornas sendo totalmente navegável a partir da confluência com o Rio Corda. Sua

população, segundo dados do censo de 2010, era de habitantes 82.830 habitantes. Sua

população estimada para 2015 era de 86.151 habitantes (IBGE, 2016). O Munícipio

possui entre as suas principais atividades econômicas o setor de comercio e serviços,

corresponde a 45,08%, a agropecuária 47,24% e indústrias 7,69% (IBGE, 2016).

5

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

Do ponto de vista econômico, a cidade de Barra do Corda concentra arranjos

produtivos locais focados nos setores da Pecuária, Agricultura, Extrativismo, Negócios,

Indústrias, Comércio e Serviços, bem como turismo rural. Ratificando essa afirmativa

na análise do gráfico abaixo Sobre a Participação dos Setores econômicos no Produto

Interno Bruto (PIB) do município em 2010.

no Produto Interno Bruto (PIB) do município em 2010. Segundo IBGE entre 2005 e 2010, o

Segundo IBGE entre 2005 e 2010, o PIB do município cresceu 77,7%, passando

de R$ 220,8 milhões para R$ 392,4 milhões. O crescimento percentual foi superior ao

verificado no Estado, que foi de 57,3%. A participação do PIB do município na

composição do PIB estadual aumentou de 0,87% para 0,98% no período de 2005 a

2010.

Com uma população urbana de mais de 85 mil habitantes, Barra do Corda está

entre as 10 maiores cidades do estado do Maranhão e de uma importância econômica

muito significativa, está inserida numa posição geográfica que favorece ao atendimento

de mais de 20 municípios maranhenses. Assim, ao levar em consideração os aspectos

econômicos e sociais, demandados pelas organizações e pela sociedade desta micro

região, que concentra um comércio pujante, e ser considerada importante entreposto de

serviços, impulsionaram o Curso Técnico de Nível Médio em Informática do IFMA/

Campus Barra do Corda, com vistas a atender uma necessidade imediata de

6

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

profissionais das mais diversas áreas, com perfil e expertises especialmente voltados

para o comércio e serviços.

Nessa perspectiva, o IFMA propõe-se a oferecer o Curso Técnico de Nível

Médio em Informática, na forma Subsequente, na modalidade presencial, por entender

que estará contribuindo para a elevação da qualidade dos serviços prestados à

sociedade, formando o Técnico em Informática, através de um processo de apropriação

e de produção de conhecimentos científicos e tecnológicos, capaz de impulsionar o

desenvolvimento econômico da região.

São muitas as oportunidades nesse mercado de trabalho que cresce e muda tão

rapidamente. Por essa razão, este curso não só atende a essa enorme demanda, como

também beneficia uma quantidade significativa de pessoas que necessitam de formação,

qualificação e requalificação profissional na região de Barra do Corda. A confiabilidade

transmitida pela pessoa do técnico e a sua postura ética são fatores decisivos na

valorização do profissional de informática. Seja qual for o perfil do cliente, em maior ou

em menor grau, dados confidenciais e/ou estratégicos são armazenados em sistemas de

informação. A relação do profissional de informática, dessa forma, não se dá apenas

com a máquina, mas principalmente com o ser humano. Em suma, este curso

beneficiará tanto o indivíduo quanto a sociedade, na medida em que forma profissionais

adequadamente qualificados.

2.2 Objetivos

O Curso Técnico Subsequente em Informática, na modalidade presencial, tem

como objetivo geral a formação de um profissional-cidadão, competente, capaz de

articular teoria à prática, demonstrando conhecimentos, habilidades e atitudes para atuar

junto ao setor produtivo com a prestação de serviços e manutenção de informática e no

desenvolvimento de sistemas. Além desse, o Curso Técnico Subsequente em

Informática tem os seguintes objetivos específicos:

Possibilitar ao aluno o resgate dos aspectos históricos da evolução tecnológica

conduzindo o aprendizado para as atuais técnicas, ferramentas e classificações

7

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

utilizadas, possibilitando uma visão holística do uso da tecnologia nas diferentes

áreas do conhecimento, capacitando-o ainda, para a operação dos principais

sistemas operacionais utilizados no mercado de trabalho, bem como a correta

utilização dos sistemas de arquivos.

Preparar o educando para a utilização de diferentes ferramentas na internet,

possibilitando o desenvolvimento de ferramentas estáticas e dinâmicas para a

WEB e a elaboração de projetos e sistemas, alavancando o conhecimento

necessário dos protocolos e ferramentas disponíveis no mundo da internet, bem

como o foco nas constantes inovações tecnológicas.

Capacitar os alunos para o desenvolvimento de softwares comerciais com a

utilização de modernas ferramentas, apresentado proposta de soluções

inovadoras e otimizadas.

Capacitar os alunos a utilizarem as ferramentas necessárias para o domínio de

ambiente de trabalho administrativo, possibilitando aos mesmos a exploração

máxima dos recursos de editoração de documentos, concepções de gráficos,

geração de apresentações e administração de pequenas bases de dados, sempre

focando a inovação tecnológica e a exploração de novos aplicativos voltados à

solução de problemas do dia-a-dia das empresas.

Possibilitar ao aluno uma visão geral, sistêmica e integrada do mundo

empresarial em nível administrativo, mercadológico, organizacional,

metodológico, financeiro, estatístico, contábil, ético e legal com vistas a formar

um profissional plenamente integrado tendo suas ações pautadas na ética, no

respeito à sociedade, buscando a valorização humana e profissional,

possibilitando-lhe ainda a interação com global com o mundo da informática.

8

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

3 REQUISITOS E FORMA DE ACESSO

O Curso Técnico em Informática na forma Subsequente será oferecido aos

estudantes que possuem certificado de conclusão do ensino médio ou equivalente, de

acordo com a lei vigente, independente de formação específica. Conforme Resolução

N°14/2014 Art. 19, inciso I e II, como se seguem:

Art.19. O ingresso de estudantes aos cursos da Educação Profissional Técnica

de Nível Médio ofertados no IFMA far-se-á:

I.

Mediante classificação em processo seletivo;

II.

Por transferência, obedecendo ao disposto nestas normas.

O

ingresso do estudante dar-se-á por meio de processo seletivo próprio a ser

divulgado por edital publicado na imprensa oficial e no sítio da instituição. A Lei de

Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n° 9.394/1996) orienta que o ensino será

ministrado com base na "igualdade de condições para o acesso e a permanência na

escola" (LDB, Art. 3º, Inciso I). Nesse sentido, o Instituto Federal de Educação, Ciência

e Tecnologia do Maranhão - IFMA, por intermédio dos seus órgãos colegiados e em

observância ao que dispõe a lei 12.711 29 de agosto de 2012, define estratégias

específicas de seleção dos seus estudantes pelo sistema de cotas, de sorte a contemplar

as situações diferenciadas, até mesmo como uma forma de equalizar as oportunidades

de ingresso àqueles que, sem a definição de cotas específicas, teriam dificuldades em

garantir os seus direitos de ingresso nos cursos em questão.

4 PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO

Técnico em Informática deve ser um profissional atualizado, cooperativo,

comunicativo, ético e confiante, que atue de forma responsável, participativa e

empreendedora no desenvolvimento de atividades tecnológicas ligadas à informática.

Deve também apresentar facilidade de adaptação e estar sempre aberto a mudanças,

visando alavancar projetos e ações inovadoras para a solução de problemas

apresentados nos diversos segmentos da área.

9

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

Pode atuar em empresas que trabalham na criação de programas de

computadores e desenvolvimento de web sites, consultoria, implantação e suporte em

sistemas, provedores de acesso à internet, software e empresas informatizadas de modo

geral, bem como atuar de forma autônoma.

Habilidades gerais atribuídas ao Técnico em Informática:

Instalar sistemas operacionais, aplicativos e periféricos para desktop e

servidores;

Desenvolver e documentar aplicações para desktop com acesso à web e

a banco de dados;

Realizar manutenção de computadores de uso geral;

Desenvolver e documentar aplicações para dispositivos móveis;

Instalar e configurar redes de computadores locais de pequeno porte.

Desenvolver e documentar sites para internet.

Os técnicos do Curso de Informática devem ainda conhecer e respeitar os

princípios éticos que regem a sociedade, em particular os da área de informática, bem

como facilitar o acesso e a disseminação do conhecimento e ter uma visão humanística

crítica e consistente sobre o impacto de sua atuação profissional na sociedade.

5 ORGANIZAÇÃO CURRICULAR

A organização curricular do Curso Técnico em Informática observa as

determinações legais presentes nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação

Profissional de Nível Técnico, nos Referenciais Curriculares Nacionais da Educação

Profissional, no Decreto 5.154/2004.

A organização do curso está estruturada na matriz curricular constituída por

componentes curriculares voltados para uma compreensão crítica do mundo do trabalho

e disciplinas específicas da área da Informática. O curso Técnico em Informática na

modalidade subsequente terá seus componentes curriculares divididos em 04 (quatro)

módulos, correspondendo cada semestre a um módulo com carga horária de 360h. A

10

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

matriz curricular compreende os componentes curriculares da formação profissional,

distribuída em 1.200h relógio.

O trabalho de ensino-aprendizagem é desenvolvido sob orientação dos

professores e dos técnicos, com participação dos alunos, por meio de aulas expositivas e

dialogadas, projetos e atividades complementares. O curso também deverá estimular a

participação do aluno em projetos de pesquisa e/ou extensão, bem como em congressos,

seminários e workshops, visitas técnicas, atividades em equipe, defesa e apresentação de

seminários.

Os métodos e práticas de ensino, utilizados no Curso Técnico em Informática,

estarão orientados para a formação de um profissional comprometido com a

transformação da sociedade, com o respeito à cidadania, aos padrões éticos e ao meio

ambiente, para, assim, desenvolver um protagonismo social e crítico, que o desafie a

intervir no processo de produção de cultura e de conhecimento.

O Curso Técnico em Informática terá ênfase em uma Pedagogia Crítica voltada

para a participação ativa dos alunos, no que eles sabem e aprendem significativamente,

respeitando-se as diversidades quanto ao crescimento individual e do grupo. Serão

valorizadas, entre outros aspectos, competências que envolvam postura ética,

responsabilidade, capacidade de organização, capacidade de trabalhar em grupo,

capacidade argumentativa, pensamento crítico, respeito às diferenças culturais, étnicas e

de gênero, iniciativa, capacidade empreendedora, criatividade e questionamentos que

consolidem sua formação.

Assim, serão utilizadas estratégias voltadas para a organização de atividades

didáticas diversificadas e integradoras que propiciem ao aluno vivenciar situações reais

ou similares do mundo do trabalho, resolver situações-problema que envolva a interação

de diferentes conteúdos na construção do conhecimento, desenvolver projetos

relacionados à realidade social e/ou profissional, desenvolver hábitos de pesquisa e

estudos individuais e coletivos visando à transformação das informações de diferentes

saberes em conhecimentos próprios e o uso adequado desses conhecimentos de forma

compartilhada no trabalho e na sociedade.

11

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

5.1 Matriz Curricular

MATRIZ CURRICULAR

 

C. H.

C. H.

COMPONENTE CURRICULAR

Semanal

por Módulo

MÓDULO I

Comunicação e Expressão em Língua Portuguesa

2

40

Introdução à Informática

3

60

Lógica de Programação

4

80

Inglês Técnico

2

40

Fundamentos de Banco de Dados

3

60

Ética Profissional

2

40

Fundamentos da Administração

2

40

SUBTOTAL

18

360

h

MÓDULO II

Redes de Computadores

4

80

Estrutura de Dados

4

80

Projeto de Banco de Dados

4

80

Hadware

3

60

Programação Estruturada

3

60

SUBTOTAL

18

360

h

MÓDULO III

Programação Desktop

4

80

Administração de Redes

2

40

Programação Web I

4

80

Programação Orientada a Objeto

4

80

Análise e Projeto de Sistemas

4

80

SUBTOTAL

18

360

h

MÓDULO IV

Programação Web II

4

80

Programação para Dispositivos Móveis

4

80

Empreendedorismo

2

40

Direito aplicado à Informática

2

40

Interface Homem - Computador

2

40

Projeto Integrador

4

80

SUBTOTAL

18

360h

TOTAL DA CARGA HORÁRIA (HORA AULA)

1440h

TOTAL DA CARGA HORÁRIA (HORA RELÓGIO)

1200h

12

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

5.2 Ementário

COMPONENTE CURRICULAR: COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO EM LÍNGUA

PORTUGUESA

CARGA HORÁRIA TOTAL: 40 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 2 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender, analisar e produzir textos orais e escritos em Língua Portuguesa em diversas

situações de interação sócio comunicativa, considerando os vários gêneros sociais que

circulam na sociedade.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Revisão gramatical (Tópicos e semântica e morfossintaxe; da importância dos conhecimentos

gramaticais para o profissional); Acentuação gráfica; Pontuação; Crase; Sintaxe e Concordância

nominal e verbal; Sintaxe de regência nominal e verbal; Sintaxe de colocação; Sintaxe de estrutura

oracional; Emprego dos elementos pronominais; Anfibologia, escolha lexical e neonímia; Redação

dissertativa; Componentes gramaticais: semânticos e morfossintáticos; Entendimento crítico e

elaboração de textos técnicos e científicos; Terminologia, Comunicação verbal, linguagem e fala;

Noções metodológicas de Leitura e Interpretação de Texto; Prática do discurso oral; Comunicação

organizacional (interna e externa).

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

MEDEIROS, João B. Português instrumental. Atlas, São Paulo, 2000.

KRANZ, Garry. Comunicação. Senac Rio, Rio de Janeiro, 2009.

ANDRADE, Maria Margarida & MEDEIROS, João Bosco. Comunicação em Língua

Portuguesa. Atlas, São Paulo, 2006.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

MEDEIROS, João Bosco. Redação Científica: a prática de fichamentos, resumos, resenhas. 8ªed. São Paulo: Atlas, 2006.

13

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA

CARGA HORÁRIA TOTAL: 60 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 3 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender os conceitos relativos ao processamento de dados, proporcionando-lhe uma

visão geral do funcionamento do computador bem como dos sistemas operacionais mais

populares e os principais aplicativos utilizados na produção de textos e planilhas, além de

compreender o funcionamento básico das redes de computadores, proporcionar noções de

segurança da informação.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Conceito de Informática, informação, dados e computador; Evolução histórica dos computadores;

Conceitos básicos de hardware e software; Principais componentes físicos do computador

periféricos de entrada, periféricos de saída, memórias, dispositivos de armazenamento e

processador; Representação eletrônica dos dados sistemas numéricos e aritmética binária;

Editores de texto; Planilhas eletrônicas; Noções sobre comunicações e redes de computadores;

Noções de segurança da informação- controle de acesso e proteção contra vírus.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

VELOSO, F. C. Informática: conceitos básicos. 9 ed. Editora Campus. Rio de Janeiro: 2014.

FERREIRA, M. C. Informática aplicada. 1 ed. Editora Erica, São Paulo: 2014.

MONTEIRO, M. A. Introdução à Organização de Computadores 5. Ed. Rio de Janeiro: LTC,

2007.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

MORAZ,E. Administração de Informações com o Google 1 ed. São Paulo Digerati Books, v1,

2008.

IDANKAS, D. Informática para Concursos. Ed Método, São Paulo. Ed.2 2009.

14

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO

CARGA HORÁRIA TOTAL: 80 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Visualizar soluções computacionais para problemas através da construção de algoritmos, em

pseudocódigo e linguagem de alto nível estruturada, bem como compreender conceitos básicos

de linguagens de programação.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Conceito de algoritmo; técnicas e metodologias para construção de algoritmos; desenvolvimento

de algoritmos usando pseudo-linguagem. Conceito de linguagem de programação, de construção e

execução de programas, usando como modelo os recursos básicos de uma linguagem imperativa;

aplicação das técnicas de construção de algoritmos no desenvolvimento, implementação e

execução de programas simples.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

MANZANO, J. A. O. Estudo Dirigido de Algoritmos.15 ed. Editora Érica, São Paulo: 2014.

MEDINA, Marco; FERTIG, Cristina. Algoritmos e programação teoria e prática. São Paulo:

Novatec, 2006.

ASCENCIO, Ana Fernanda Gomes; CAMPOS, Edilene Aparecida Veneruchi de. Fundamentos

da Programação de Computadores. 3ª edição. Editora Pearson Prentice Hall, 2012.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

BENEDUZZ, M. H e METZ, A. J. Lógica e linguagem de programação. Curitiba: Editora do

Livro Técnico, 2010.

MANZANO, J. A. O., J. F. Algoritmos: Lógica para Desenvolvimento de Programação de

Computadores. São Paulo: Érica, 2010.

ARAÚJO, E. C. de. Algoritmos: fundamento e prática. Florianópolis: Visual Books, 2007.

15

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: INGLÊS TÉCNICO

CARGA HORÁRIA TOTAL: 40 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 2 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender e analisar textos escritos em Língua Inglesa em diversas situações sócio

comunicativa;

Conhecer vocabulário técnico da área de TI.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Leitura e interpretação de textos técnicos da área de informática, por meio de utilização de

estratégias de leitura; tópicos de gramática; vocabulário técnico da área de TI.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

DIÓGENES, Isabel Maria Gadelha. Inglês Instrumental: o jogo da leitura. Teresina: EDUFPI,

1994.

MUNHOZ, Rosângela. Inglês instrumental: estratégias de leitura módulo I. São Paulo: Texto

novo, 2002.

OLIVEIRA, Nádia Alves de. Para ler em inglês - desenvolvimento da habilidade de leitura.

Belo Horizonte: N. O. S. Tec. Educ. Ltda, 2000.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

Dicionário de termos de negócios: Inglês. Bloombury, Ed. Publifolha, 2005

Franklin LM6000b, SCD-1870 Merriam-Webster, MWS-1840, Bookman SCD-770 ou ECTACO

EE586HT - Speaking Dictionaries (dicionários eletrônicos com pronúncia, indispensável para

não nativos).

SILVA, João Antenor de C., GARRIDO, Maria Lina, BARRETO, PEDROSA , Tânia Principles

of Language Learning and Teaching - H. Douglas Brown - Prentice Hall Regents 1994

Inglês Instrumental: Leitura e Compreensão de Textos. Salvador: Centro Editorial e Didático,

UFBA, 1994.

16

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: FUNDAMENTOS DE BANCO DE DADOS

CARGA HORÁRIA TOTAL: 60 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 3 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender os principais conceitos de banco de dados;

Construir modelos de dados e utilizar técnicas de normalização;

Analisar, projetar e desenvolver bases de dados de acordo com as normas técnicas e de

negócios das organizações.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Introdução aos conceitos de bancos de dados: tipos, componentes, etc.; Modelos (conceitual lógico

e físico); Modelo de Entidade e Relacionamento; Regras de normalização de dados; Projeto de

Bancos de Dados Modelo Relacional; Mapeamento Modelo Conceitual para Modelo Lógico

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

SILBERSCHATZ, Abraham. Sistema de Banco de Dados. 6. ed. Campus, 2012.

ELMASRI, R.; NAVATHE, S. B. Sistemas de Banco de Dados. 6 ed. Pearson Education - Br,

2011. [Disponível na Biblioteca Virtual]

DATE, C. J

Introdução a Sistema de Bancos de Dados.8 ed. Rio de Janeiro: Campus, 2014.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

MANNINO, M. V. Projeto: desenvolvimento de aplicações e administração de banco de

dados. 3. ed. São Paulo: McGraw-Hill, 2008. 736p.

HEUSER, C. A. Projeto de banco de dados. 6. ed. Porto Alegre: Bookman, 2009. 282p. (Série

Livros Didáticos Informática UFRGS, v. 4).

MACHADO, Felipe Nery Rodrigues; ABREU, Mauricio Pereira de. Projeto de Banco de Dados:

uma visão prática - edição revisada e atualizada. São Paulo: Érica, 2012.

17

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: ÉTICA PROFISSIONAL

CARGA HORÁRIA TOTAL: 40 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 2 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender a complexidade das organizações face ao fenômeno da modernidade, da ética

e do humanismo;

Relacionar o fenômeno da modernidade com as especificidades das relações humanas,

levando em conta aspectos como cidadania, ética e relações de poder.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

A racionalidade e a ação humana face à complexa realidade das organizações contemporâneas. O

inter-relacionamento entre trabalho e ética na profissão, nas organizações e na sociedade.

Constituição de uma visão de mundo articulada em face às peculiaridades do complexo universo

organizacional, levando-se em conta o fenômeno da modernidade, a ética e o humanismo.

Cidadania, ética e relações de poder. O debate ético e o código de ética profissional vigente.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

ALVES, Julia Falivene. Ética, cidadania e trabalho. São Paulo: Copidart, 2002. AMOEDO,

Sebastião. Ética do trabalho. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2007.

OLIVA, Alberto. A solidão da cidadania. São Paulo: SENAC. Série Livre pensar; 7, 2000.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

COSTA, Giseli Paim. Cidadania e participação: impactos da política social num enfoque

psicopolítico. Curitiba: Juruá, 2008.

MELO, Harley Xavier de. Segurança no trabalho uma questão de ética. Divinópolis: Geec,

2006.

NARDI, Henrique Caetano. Ética, trabalho e subjetividade. Porto Alegre: UFRGS, 2006.

SOUZA, Márcia Cristina. Ética no ambiente de trabalho uma abordagem. Rio de Janeiro:

Campus, 2009.

18

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO

CARGA HORÁRIA TOTAL: 40 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 2 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender os conceitos básicos e fundamentais de administração das organizações;

Conhecer e caracterizar as funções e tipos de organizações.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

As Organizações (as organizações modernas e o ambiente social). Princípios da Organização

(organização formal, níveis hierárquicos e departamentalização e organograma). Planejamento

(conceito, tipos). Controle (conceito, tipo e aplicação). Coordenação/Direção (conceito e

mecanismo de comunicação organizacional).

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

CHIAVENATO, Idalberto. Princípios da Administração: o essencial em teoria geral da

administração. São Paulo: Campus, 2006. 408 p.

MAXIMIANO, Antonio César Amaru. Teoria Geral da Administração: Ed. Compacta. São

Paulo: Atlas, 2006. 354 p.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

CHIAVENATO, Idalberto. Os novos paradigmas: como as mudanças estão mexendo com as empresas. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2003. 321 p.

MAXIMIANO, Antônio César Amaru. Teoria Geral da Administração: da revolução urbana à revolução digital. 6º ed.-São Paulo: Atlas, 2006.

MAXIMIANO, Antônio César A. Fundamentos de administração: manual compacto para cursos de formação tecnológica e seqüenciais. Editora Atlas. 1ª ed. 2004.

SILVA, Adelphino Teixeira da. Administração Básica. 4ª. Edição. São Paulo: Atlas, 2007. 272 p.

19

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: REDES DE COMPUTADORES

CARGA HORÁRIA TOTAL: 80 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender os conceitos relativos ao funcionamento de uma rede de computadores;

Entender as topologias de redes, meios físicos, dispositivos e padrões de comunicação;

Conhecer as diferentes arquiteturas de redes e tipos de serviços, bem como compreender e

aplicar os conceitos de instalação de uma rede básica.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Redes de comunicação de dados: Teoria básica sobre transmissão de dados; técnicas de

modulação; técnicas de multiplexação; técnicas de comutação; meios de transmissão; transmissão

síncrona/assíncrona. Modelo de referência OSI visão geral; Modelo TCP/IP visão geral.

Princípios de roteamento; protocolo IP: operação e endereçamento; protocolos TCP/ UDP.

Protocolos de aplicação da família TCP/IP: funcionalidades básicas e operação, suporte às

aplicações Web e outros; principais equipamentos de interconexão de redes; princípio da camada

de aplicação. Cabeamento.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

KUROSE, J. F.; ROSS, K. W

Down). 5a Edição. Addison Weley ( Pearson), 2010.

BEHROUZ A. Forouzan. Comunicação de Dados e Redes de Computadores. Editora:

McGraw-hill , 2008.

TANENBAUM, A. S

de Computadores e a Internet (Uma Abordagem Top-

Redes

Redes

de Computadores. 5a edição, Rio de Janeiro: Campus, 2011.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

MATTHEUS J.; Rede de Computadores: Protocolos de Internet em Ação. LTC,2006.

COMER, D. E. Rede de Computadores e Internet. 4a edição : Bookman.

20

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: ESTRUTURA DE DADOS

CARGA HORÁRIA TOTAL: 80 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Criar e manipular tipos abstratos de dados: listas, pilhas, filas e árvores;

Conhecer e implementar sub-rotinas relativas aos principais métodos de classificação

interna de dados;

Conhecer e implementar sub-rotinas relativas aos principais métodos de pesquisa de dados;

Conhecer e implementar estruturas de indexação.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Métodos de Pesquisa e Classificação; Alocação Dinâmica de memória; Implementação de Listas,

Pilhas e Filas com representação Sequencial e Encadeada; Árvores de Busca; Estruturas de

Indexação; Hashing.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

CELES, Waldemar et. al. “Introdução a Estrutura de Dados”. Campus. 2004.

TENENBAUM, Aaron M. ET AL. Estrutura de Dados usando C”. Makron Books, 1995.

EDELWEISS, N; GALANTE, R. Estruturas de dados. Porto Alegre: Bookman, 2008. 262p.

(Série Livros Didáticos Informática UFRGS, v. 18).

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

VELOSO, Paulo. “Estruturas de Dados”. Editora Campus, 1995.

EGYPTO, Cândido. “Apostila de Estrutura de dados”. CEFET-PB, 2004

VILLAS, Marcos V., ET AL. Estruturas de Dados”. Editora Campus, 1993.

HOROWITZ, E. “Fundamentos de Estruturas de Dados”. Editora Campus, 1987.

21

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: PROJETO DE BANCO DE DADOS

CARGA HORÁRIA TOTAL: 80 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Conhecer a Álgebra relacional e a linguagem SQL

Compreender o mecanismo interno de execução de expressões SQL;

Reconhecer e classificar os componentes da arquitetura de um SGBD, definindo a sua

importância no projeto de banco de dados;

Modelar e implementar um projeto de banco de dados relacional.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Estudo da Álgebra relacional; Estudo da Linguagem SQL. Processamento de consultas.

Transações. Controle de concorrência e Sistema de Recuperação através do SGBD.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

SILBERSCHATZ, Abraham. Sistema de Banco de Dados. 6. ed. Campus, 2012.

ELMASRI, R.; NAVATHE, S. B. Sistemas de Banco de Dados. 6 ed. Pearson Education - Br,

2011. [Disponível na Biblioteca Virtual]

DATE, C. J

Introdução a Sistema de Bancos de Dados.8 ed. Rio de Janeiro: Campus, 2014.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

MANNINO, M. V. Projeto, desenvolvimento de aplicações e administração de banco de

dados. 3. ed. São Paulo: McGraw-Hill, 2008. 736p.

HEUSER, C. A. Projeto de banco de dados. 6. ed. Porto Alegre: Bookman, 2008. 282p. (Série

Livros Didáticos Informática UFRGS, v. 4).

22

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: HARDWARE

COMPONENTE CURRICULAR: HARDWARE

CARGA HORÁRIA TOTAL: 60 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 3 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Conhecer a evolução das tecnologias aplicadas na arquitetura de computadores;

 Conhecer a evolução das tecnologias aplicadas na arquitetura de computadores;
 Compreender a arquitetura de computadores modernos;

Compreender a arquitetura de computadores modernos;

 Reconhecer as principais peças de um computador e suas funcionalidades;

Reconhecer as principais peças de um computador e suas funcionalidades;

 Entender o papel de cada componente de hardware no funcionamento do computador ;

Entender o papel de cada componente de hardware no funcionamento do computador ;

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)
Evolução do hardware na computação moderna ; Composição de um sistema computacional :

Evolução do hardware na computação moderna; Composição de um sistema computacional:

CPU, Placa -Mãe, Memória Principal, Memória Secundária, Dispositivos de Entrada, Dispositivos

CPU, Placa -Mãe, Memória Principal, Memória Secundária, Dispositivos de Entrada, Dispositivos

de Saída, Placas de Expansão. Placas mãe : Clock interno, Clock externo e cache, Formatos

de Saída, Placas de Expansão. Placas mãe: Clock interno, Clock externo e cache, Formatos de

placa mãe, O processador e seu soquete, Módulos de memória e Interfaces. Gabinetes e Fontes

placa mãe, O processador e seu soquete, Módulos de memória e Interfaces. Gabinetes e Fontes de

Alimentação : Tamanho e ventilação, potencia, conectores e dimensionamento de fontes.

Alimentação: Tamanho e ventilação, potencia, conectores e dimensionamento de fontes.

Unidades de Disco: Conexões nas unidades de disquete, Conexões nos discos rígidos IDE, Discos

Unidades de Disco: Conexões nas unidades de disquete, Conexões nos discos rígidos IDE, Discos

Serial ATA, Conexões nas unidades de CD e DVD IDE, Mecânica de discos rígidos, Desempenho

Serial ATA, Conexões nas unidades de CD e DVD IDE, Mecânica de discos rígidos, Desempenho

de discos rígidos. Processadores: Conceitos gerais, Barramento do sistema. Clock interno e clock

de discos rígidos. Processadores: Conceitos gerais, Barramento do sistema. Clock interno e clock

externo. Memória cache, Modelos, Processadores atuais. Memórias : Leitura e escrita, Módulos de

externo. Memória cache, Modelos, Processadores atuais. Memórias: Leitura e escrita, Módulos de

memórias, tipos Jumpers, conexões e configurações de hardware: Jumpers e dip switches, Os

memórias, tipos Jumpers, conexões e configurações de hardware: Jumpers e dip switches, Os

jumpers mais importantes, Conectores USB. Montagem básica de um micro.

jumpers mais importantes, Conectores USB. Montagem básica de um micro.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

VASCONCELOS, Laércio. Hardware na prática. 4ed. Rio de Janeiro: LVC, 2014

VASCONCELOS, Laércio. Hardware na prática . 4ed. Rio de Janeiro: LVC, 2014
MORIMOTO, Carlos E. Hardware II: o guia definitivo. Porto Alegre: Sul editores, 2013.

MORIMOTO, Carlos E. Hardware II: o guia definitivo. Porto Alegre: Sul editores, 2013.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
MONTEIRO, Mário A. Introdução à organização de computadores . 5.ed. Rio de Janeiro: LTC,

MONTEIRO, Mário A. Introdução à organização de computadores. 5.ed. Rio de Janeiro: LTC,

2007.

de computadores . 5.ed. Rio de Janeiro: LTC, 2007. STALLINGS, William. Arquitetura e Organização de
STALLINGS, William. Arquitetura e Organização de Computadores . 8.ed. São Paulo:

STALLINGS, William. Arquitetura e Organização de Computadores. 8.ed. São Paulo:

Prentice-Hall Brasil, 2010.

2007. STALLINGS, William. Arquitetura e Organização de Computadores . 8.ed. São Paulo: Prentice-Hall Brasil, 2010.

23

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: PROGRAMAÇÃO ESTRUTURADA

CARGA HORÁRIA TOTAL: 60 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 3 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender as estruturas condicionais e de repetição em algoritmos suportadas pela

linguagem e reconhecer o conceito e a estrutura de procedimentos, funções, registros e

arquivos;

Desenvolver as técnicas de estrutura de dados e algoritmos através da linguagem C.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

A linguagem C; Tipos de Dados; Variáveis e Constantes; Expressões e Operadores; Estruturas de

Controle: Estruturas Básicas, Estruturas Condicionais e Estruturas de Repetição; Estruturas

Básicas de Dados: Vetores, Matrizes e Registros; Arquivos; Funções.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

PEREIRA, S. L. Algoritmos e Lógica de Programação em C - Uma Abordagem Didática. 1ª

ed., Editora Érica, 2010.

FEOFILOFF, P. Algoritmos em linguagem C. Editora: Campus/Elsevier, 2008-2009.

SCHILDT, H. C Completo e Total. 3a ed., Makron Books, 1997.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

MIZRAHI, V. V

(Módulos 1 e 2).

LOPES, A. e GARCIA, G. Introdução à Programação: 500 Algoritmos Resolvidos. Editora:

Campus, 2002.

MANZANO, J. A. G e OLIVEIRA, J. F. Algoritmos: Lógica para Desenvolvimento de

Programação de Computadores. Editora Érica, 2009.

Treinamento em Linguagem C: Curso Completo. Makron Books, 1990

24

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: PROGRAMAÇÃO DESKTOP

CARGA HORÁRIA TOTAL: 80 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Integrar conceitos de programação e desenvolvimento de software;

Utilizar o.NET framework como framework e o Visual Studio como ferramenta para

desenvolvimento de software e compreender os seus conceitos -- principalmente utilizando

uma linguagem de programação do .NET e as classes do .NET usadas na criação de

software desktop (API Windows Forms);

Utilizar os conceitos de Bancos de Dados e Engenharia de Software (principalmente UML)

para a representação de modelos de dados usando o SGBD SQL Server;

Compreender os fundamentos de um Processo de Desenvolvimento de Software, no caso,

voltado para desktop.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Orientação a objetos; Frameworks de desenvolvimento de software Desktop; Conceitos de

programação em C#; Orientação a objetos em C#; Expressões lambdas; Microsoft Visual Studio

como ferramenta para desenvolvimento Rápido de Aplicativos (RAD);Programação baseada em

camadas. Acesso a dados com Link To Sql

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

SHARP, J. Microsoft Visual C# 2013. Porto Alegre: Bookman, 2014. 800p. (Série Passo a

Passo).

SAAD, JOEL. C# Guia do Programador.São Paulo.Novatec, 2011

MANZANO,JOSE AUGUSTO N.G. Estudo Dirigido de Microsoft visual C# COMMUNITY

Erica. São Paulo. 2015.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

LUZ, CARLOS EDUARDO S. CRIAÇÃO DE SISTEMAS SUPERVISÓRIOS EM

MICROSOFT VISUAL C# 2010 EXPRESS - CONCEITOS BÁSICOS, VISUALIZAÇÃO E

CONTROLES.São Paulo.Erica.2010

GREENE, Jennifer and STELLMAN, Andrew. Use a Cabeça C#. Alta Books. 2011.

25

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: ADMINISTRAÇÃO DE REDES

COMPONENTE CURRICULAR: ADMINISTRAÇÃO DE REDES

CARGA HORÁRIA TOTAL: 40 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 2 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender os conceitos relativos à administração de uma rede de computadores;

 Compreender os conceitos relativos à administração de uma rede de computadores;
 Entender os diferentes tipos de servidores DHCP, DNS, FTP, proxy, banco de dados,

Entender os diferentes tipos de servidores DHCP, DNS, FTP, proxy, banco de dados,

correio eletrônico, WWW e servidor de arquivos;

correio eletrônico, WWW e servidor de arquivos;

 Conhecer as diferentes arquiteturas de servidores de redes e tipos de serviços, bem como

Conhecer as diferentes arquiteturas de servidores de redes e tipos de serviços, bem como

compreender e aplicar os conceitos de instalação de um servidor.

compreender e aplicar os conceitos de instalação de um servidor.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)
Instalação e Configurações iniciais de um de servidor de rede; Configurando os Serviços de Rede

Instalação e Configurações iniciais de um de servidor de rede; Configurando os Serviços de Rede

– Gerenciador de domínio; Componentes de estrutura física; Configurando os Serviços de DNS;

Gerenciador de domínio; Componentes de estrutura física; Configurando os Serviços de DNS;

Breve visão sobre DHCP; Configurando os Serviços DHCP; Ferramentas administrativas –

Breve visão sobre DHCP; Configurando os Serviços DHCP; Ferramentas administrativas

Criando usuários; Configurando um usuário; Criando grupos; Criando GPO; Ativando o Servidor

Criando usuários; Configurando um usuário; Criando grupos; Criando GPO; Ativando o Servidor

de arquivos; Compartilhando pastas e definindo permissões; Ativando o Servidor Web;

de arquivos; Compartilhando pastas e definindo permissões; Ativando o Servidor Web;

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

MARCELLINO F. de Paula Júnior. Ubuntu: Guia Prático Para Iniciantes. Ed. 1. 2007

MARCELLINO F. de Paula Júnior . Ubuntu: Guia Prático Para Iniciantes. Ed. 1. 2007
NORTHRUP, Tony; MACKIN, J.C. Configuração do Windows Server 2008: Infraestrutura de

NORTHRUP, Tony; MACKIN, J.C. Configuração do Windows Server 2008: Infraestrutura de

rede.1. ed. São Paulo, 4 de Agosto de 2009.

de rede . 1 . ed. São Paulo, 4 de Agosto de 2009. VIANA , Eliseu
VIANA , Eliseu Ribeiro Cherene . Virtualização De Servidores Linux . Ed. 1. 2012.

VIANA , Eliseu Ribeiro Cherene . Virtualização De Servidores Linux. Ed. 1. 2012.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

MATTHEUS J.; Rede de Computadores: Protocolos de Internet em Ação. LTC, 2006.

MATTHEUS J.; Rede de Computadores: Protocolos de Internet em Ação . LTC, 2006.

26

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: PROGRAMAÇÃO WEB I

CARGA HORÁRIA TOTAL: 80 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Conhecer os princípios básicos da lógica e da sintaxe das linguagens de programação

JavaScript e PHP, além dos principais comandos necessários à confecção e formatação de

páginas WEB dinâmicas, compreendendo de forma global o funcionamento de um sistema

WEB.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Princípios do Desenvolvimento Web; Modelo Cliente/Servidor da WEB. Tendências tecnológicas

do lado servidor para programação Web. Web 2.0; Programação front-end com XML, jQuery e

Ajax; Desenvolvimento de interfaces Web 2.0; Modelo de Divisão da Aplicação em Camadas.

Desenvolvimento ágil na Web; A linguagem PHP e sua sintaxe; Programação orientada a objetos

com PHP; comunicação com o servidor; Sessões e cookies, Autenticação e Autorização.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

MACEDO, M. da Silva. Construindo Sites Adotando Padrões WEB. Ciência Moderna, 2004.

DA ROCHA, C. A. Desenvolvendo Web Sites Dinâmicos - PHP, ASP, JSP. Campus, 2003.

NIEDERAUER, J. Desenvolvendo Websites com PHP. 2 ed. Novatec, 2004.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

RAMALHO, José Antonio Alves. Curso Completo Para Desenvolvedores Web. São Paulo:

Elsevier Campus, 2004

27

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO

CARGA HORÁRIA TOTAL: 80 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender e implementar os fundamentos da Programação Orientada a Objeto;

Identificar artefatos de projeto, utilizando uma linguagem orientada a objeto.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Elementos da Linguagem Java. Elementos básicos de uma linguagem de programação orientada a

objeto. Programação orientada a objeto. Utilização de coleções. Tratamento de exceções. Projeto

de soluções usando programação orientada a objeto.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

SANTOS, Rafael. Introdução à programação orientada a objetos usando Java / Campus; Rio

de Janeiro, 2003.

FURGERI, Sérgio. Java 8 - Ensino Didático: Desenvolvendo e Implementando Aplicações. 1.

ed. São Paulo: Érica, 2015. 352 p

DEITEL, H. M.; DEITEL, P. J. Java: como programar. 8ª Edição. Editora: Pearson P T R,2010.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

SIERRA, Kathy & BATES, Bert. Use a cabeça! Java. Editora: Alta Books, 2ª Edição. 2007.

ARNOLD, K.; GOSLING, J.; HOLMES, D. A linguagem de programação Java. 4. ed. Porto

Alegre: Bookman, 2007. 800p.

HORSTMANN, C. Conceitos de computação com Java. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2008.

720p.

SCHILDT, H.; SKRIEN, D. Programação com Java: uma introdução abrangente. Porto

Alegre: AMGH, 2013. 1152p.

28

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: ANÁLISE E PROJETO DE SISTEMAS

CARGA HORÁRIA TOTAL: 80 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Projetar soluções usando tecnologias da informação nas organizações.

Modelar e implementar soluções de Tecnologia de Informação em variados domínios de

aplicação

Aplicar conceitos, métodos, técnicas e ferramentas de gerenciamento de projetos em sua

área de atuação.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Visão geral do sistema. Levantamento de requisitos. Casos de uso. Diagrama de sequência de

sistemas. Modelagem conceitual. Contratos. Projeto da Camada de Domínio.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BEZERRA, E. Princípios de Análise e Projeto de Sistemas com UML. 3 ed. Rio de Janeiro:

Campus, 2014.

WAZLAWICK, R. S. Análise e Projeto de Sistemas Orientado a Objetos. Rio de Janeiro:

Campus, 2004.

DEMARCO, T. Análise Estruturada e Especificação de Sistemas. Rio de Janeiro: Campus,

1999.

GANE, C.; SARSON, T. Análise Estruturada de Sistemas. Rio de Janeiro: LTC, 1995.

SOMMERVILLE, Ian. Engenharia de Software. Ed. Addison Wesley, 8º Edição

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

KUHL, F. Creating Computer Simulation Systems. Upper Saddle River: Prentice Hall, 1999.

GUEDES, Gilleanes T. A. UML 2: uma abordagem prática. São Paulo: Novatec, 2009.

MODELL, M. E. Professional’s Guide to Systems Analysis. New York: McGraw-Hill Trade,

1996.

29

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: PROGRAMAÇÃO WEB II

CARGA HORÁRIA TOTAL: 80 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender o paradigma orientado a objetos no desenvolvimento de aplicações cliente-

servidor no ambiente web;

Conhecer e implementar o padrão MVC.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Mapeamento objeto relacional em Java, usando Java Persistente API. Programação para a web

com Servlets, JSP e JSF. Desenvolvimento de sistemas estruturado segundo o padrão MVC

(Model-View-Controller). Geração de relatórios com Jasper Reports e JasperSoft Studio.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

LUCKOW, Décio Heinzelmann; MELO, Alexandre Altair. Programação Java para a Web. 2

ed. São Paulo: Novatec, 2015.

GONÇALVES, Edson. Desenvolvendo aplicações web com JSP, Servlets, Java Server

Faces,Hibernate, EJB3 Persistence e Ajax. Rio de Janeiro, RJ: Ciência Moderna, 2007.

COELHO, Hébert. JPA Eficaz: As melhores práticas de persistência de dados em Java. 1.ed.

São Paulo, SP: Casa do Código, 2013.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

SMITH, Ben. JSON Básico. São Paulo, SP: Novatec, 2015.

KONDA, Madhusudhan. Introdução ao Hibernate. 1. ed. São Paulo, SP: Novatec, 2014.

CORDEIRO, Gillard. Aplicações Java para a web com JSF e JPA. 1.ed. São Paulo, SP: Casa do

Código, 2012.

RICHARDSON, Chris; MACHADO, Marcelo Trannin (Trad.). Pojos em ação: como

desenvolver aplicações corporativas com frameworks leves. Rio de Janeiro, RJ: Ciência

Moderna, 2007.

30

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR:

CARGA HORÁRIA TOTAL: 80 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender os conceitos e técnicas de desenvolvimento para dispositivos móveis;

Conhecer a estrutura básica de um programa para Android;

Desenvolver aplicações para dispositivos Android utilizando os principais ambientes de

desenvolvimento.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Visão geral da plataforma e do mercado para aplicativos Android; Dispositivos com a plataforma

Android e suas especificidades; Estrutura geral de um aplicativo Android; Ferramentas de

desenvolvimento Android; Principais componentes padrão da plataforma Android; Estratégias de

desenvolvimento de aplicativos Android para múltiplas resoluções.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

LECHETA,RAIMUNDO R. Google Android - 5ª Edição Aprenda a criar aplicações para

dispositivos móveis com o Android SDK.Novatec, 2015

GLAUBER, NELSON. Dominando o Android - 2ª edição Do básico ao avançado

DEITEL, H.; DEITEL, P.; DEITEL, A.; MORGANO, M. Android para programadores: Uma

abordagem baseada em aplicativos. Bookman, 2012.

KING, C.; SEN, R.; ABLESON, W. F. Android em ação. Campus, 2012.LECHETA, R. R.

Google Android. Novatec, 2013

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

DARWIN, I. F. Android Cookbook. Novatec, 2012.

PEREIRA, L. C. O. DA SILVA, M. L. Android para desenvolvedores. Brasport,2012.

DAMIANI, EDGARD. Programação de Jogos Android Crie seu próprio game engine.

Novatec.2014

31

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: EMPREENDEDORISMO

CARGA HORÁRIA TOTAL: 40 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 2 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender a importância do comportamento empreendedor;

Relacionar o empreendedorismo aos novos modelos organizacionais.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

O mundo globalizado e seus desafios e potencialidades; características dos empreendedores;

identificação de oportunidades de negócio; gerenciando os recursos empresariais; plano de

negócios; questões legais de constituição da empresa: tributos, marcas e patentes.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo: transformando idéias em negócios. 2ª ed. Rio de

Janeiro: Campus, 2005.

MAITLAND, M. Como elaborar um plano de negócios. 1ª ed. Rio de Janeiro: Planeta do Brasil,

2005.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

CHIAVENATO, I. Empreendedorismo: dando asas ao espírito empreendedor. São Paulo:

Saraiva, 2006.

SAPIRO, Arao ; CHIAVENATO, Idalberto. Planejamento Estratégico. Editora Campus, 1ª

edição, 2004.

32

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: DIREITO APLICADO À INFORMÁTICA

CARGA HORÁRIA TOTAL: 40 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 2 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Conhecer os fundamentos da legislação aplicada à área de informática;

Compreender as relações entre os preceitos do Direito da Informática e os

entendimentos do Poder Judiciário sobre o tema.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Sociedade da Informação. Gestão do risco eletrônico. Tecnologia da Informação, Direito e

multidisciplinariedade. Projeto de Lei Marco Civil da Internet. Reflexos do uso da internet nas

relações de trabalho. Lei de Acesso à Informação (Lei n. 12.527/2011) e os portais de

transparência. A guarda da prova eletrônica. A prova dos contratos celebrados na internet e a

validade em juízo. A Lei n. 12.737/2012 - Lei Carolina Dickmann.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

ASCENSÃO, José de Oliveira. Estudos sobre Direito da Internet e da Sociedade de

Informação. Rio de Janeiro: Forense, 2001.

BARRA, Marcello Cavalcanti. O Leviatã eletrônico. Florianopólis: Edusc, 2009.

CASTELLS, Manuel. A galáxia da Internet. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

PECK, Patrícia. Direito Digital. São Paulo: Saraiva 2013.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

ALMEIDA, José Carlos de Araújo. Manual de informática jurídica e direito da informática.

Rio de Janeiro: Forense, 2005.

ANDRADE, Paulo Gustavo Sampaio. A importância da informática para o profissional do Direito. Disponível em: <http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=1758>. Acesso em: 8 mar.

2006.

ARDEN, Paul. Tudo o que você pensa, pense ao contrário. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2008.

33

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: INTERFACE HOMEM - COMPUTADOR

CARGA HORÁRIA TOTAL: 40 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 2 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Compreender o fenômeno da interação homem-computador, relacionando seus conceitos,

métodos e técnicas ao delineamento e execução do processo de construção de interfaces

para a proposição de recomendações de usabilidade.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Conceitos da interação humano-computador. Ergonomia aplicada à informática. Interface.

Conceito e aplicações da Ergonomia Cognitiva. Usabilidade e os Critérios Ergonômicos de

Usabilidade. Recomendações de Acessibilidade. Navegabilidade.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

ROCHA, H. V. e BARANAUSKAS, M. C. Design e Avaliação de Interfaces Humano-

Computador. São Paulo: Escola de Computação da USP, 2000

OLIVEIRA NETTO, A. A. IHC Interação Humano Computador: modelagem e gerencia de

interfaces com o usuário. 1. ed. Florianópolis: Visual Books, 2004

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

HECKEL, P. Software amigável: técnicas de projeto de software para uma melhor interface

com o usuário. 1. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1993.

PREECE, J. Design de interação: além da interação homem-computador. Porto Alegre:

Bookman, 2005

34

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

COMPONENTE CURRICULAR: PROJETO INTEGRADOR

CARGA HORÁRIA TOTAL: 80 HORAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 4 HORAS

OBJETIVOS OU COMPETÊNCIAS

Aplicar as noções básicas para o desenvolvimento de software para ambiente web.

Desenvolver os conceitos iniciais de levantamento de requisitos e definição de arquitetura

de software.

Aplicar a modelagem de sistema para contribuir na construção de um layout web.

Construir projeto de software utilizando de noções de orientação a objeto aplicado ao

desenvolvimento web.

EMENTA (BASES TECNOLÓGICAS E CIENTÍFICAS)

Engenharia de Requisitos. Modelagem de Sistemas. UML. Arquitetura de Sistema Web. Noções

de Web Design. Web Responsividade. Frameworks Front-End. Frameworks Back-End.

Desenvolvimento MVC. Projeto de Banco de Dados. Desenvolvimento Web.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

SOMMERVILLE, Ian, Engenharia de Software. Ed. Addison Wesley, 8º Edição

GUEDES, Gilleanes T. A. UML 2: uma abordagem prática. São Paulo: Novatec, 2009.

MARCONDES, C. A. HTML 4.0 Fundamental: a base da programação para web. São Paulo:

Érica, 2005.

NIEDERAUER, J. Desenvolvendo Websites com PHP. São Paulo: Novatec, 2004.

TODD, Nick; SZOLKOWSKI, Mark. Java Server Pages: Guia do Desenvolvedor. Elsevier,

2003.

ARNOLD, Ken; GOSLING, James; HOLMES, David. A linguagem de programação Java. 4ª

Edição.Bookman, 2007.

BOND, Martin. Aprenda J2EE em 21 dias. Pearson Education do Brasil, 2005.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

MICHELE E. DAVIS & JON A. PHILLIPS. Aprendendo PHP & MySQL. Editora: Alta Books,

2008.

JESUS, J. B. ASP .NET: curso básico e rápido. Rio de Janeiro: Axcel Books, 2003.

35

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

5.3 Estágio Curricular

O estágio não constitui componente curricular obrigatório do curso Técnico em

Informática na forma Subsequente.

6

EXPERIÊNCIAS ANTERIORES

CRITÉRIOS

DE

APROVEITAMENTO

DE

CONHECIMENTOS

E

O campus de Barra do Corda adotará critérios de aproveitamento de

conhecimento e experiências anteriores em conformidade com o Artigo 36 da

Resolução CNE/CEB N º 06/ 2012:

Art.36 Para prosseguimento de estudos, a instituição de ensino pode promover

o aproveitamento de conhecimentos e experiências anteriores do estudante, desde que

diretamente relacionados com o perfil profissional de conclusão da respectiva

qualificação ou habilitação profissional, que tenham sido desenvolvidos:

I - Em qualificações profissionais e etapas ou módulos de nível técnico

regularmente concluídos em outros cursos de Educação Profissional Técnica de Nível

Médio;

II - Em cursos destinados à formação inicial e continuada ou qualificação

profissional de, no mínimo, 160 horas de duração, mediante avaliação do estudante;

III - Em outros cursos de Educação Profissional e Tecnológica, inclusive no

trabalho, por outros meios informais ou até mesmo em cursos superiores de graduação,

mediante avaliação do estudante;

IV - Por reconhecimento, em processos formais de certificação profissional,

realizado em instituição devidamente credenciada pelo órgão normativo do respectivo

sistema de ensino ou no âmbito de sistemas nacionais de certificação profissional.

Desta forma, no Curso Técnico em Informática na modalidade Subsequente, o

aproveitamento de estudos e a certificação de conhecimentos adquiridos através de

experiência educativas vivenciadas previamente ao início do curso poderão ocorrer

observando os dispositivos da Resolução do IFMA nº 014 de 28 de maço de 2014,

36

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

art.50 a 53. O aluno poderá solicitar o aproveitamento de disciplinas estudadas em outro

curso de educação profissional técnica de nível médio ou na educação superior por meio

de formulário próprio que deverá ser encaminhado à Setor Pedagógico ou Coordenação

de Curso. Será realizada analise da solicitação observando a compatibilidade da ementa

e carga horária, e não sobre a denominação dos componentes para os quais se pleiteia o

aproveitamento, exigindo-se no mínimo 75% da carga horária do componente curricular

cujo aproveitamento foi solicitado.

7 CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO

Uma boa prática avaliativa deve levar em conta aspectos como os objetivos de

aprendizagem a serem alcançados, o desenvolvimento do aluno e o seu contexto social.

A avaliação da aprendizagem não pode ser concebida como um processo mecânico,

meramente objetivo, normativo e padronizado. Ela é uma ação ampla que contempla

todo o fazer pedagógico provocando permanente reflexão sobre a ação educativa e deve

ser percebida como um meio para aprender e ensinar melhor. Nesse sentindo, o campus

de Barra do Corda delineou sua sistemática de Avaliação em consonância com os

procedimentos previstos na Resolução CONSUP/IFMA n° 86/2011.

8 BIBLIOTECA, INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS

De acordo com o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI, 2014) o

Campus de Barra do Corda dispõe das seguintes instalações/equipamentos para o

desenvolvimento do curso Técnico em Informática na forma Subsequente ao Ensino

Médio:

DESCRIÇÃO

QUANTIDADE

Gabinete de Direção

01

Sala de Trabalho

02

Sala de Espera

02

Almoxarifado

01

Protocolo

01

Banheiros/ Setor Administrativo

04

Salas de Aulas Climatizadas

10

37

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

Banheiros/Alunos

05

Banheiros com Acessibilidade

02

Direção de Ensino

01

Departamento de Educação Profissional

01

DERI

01

DRCA

01

Núcleo de Assistência ao Educando

01

NAPNES

01

Enfermaria

01

Setor pedagógico

01

Sala de professores

01

Núcleo de Tecnologia da Informação

01

LABORATÓRIOS

Laboratório de Informática/ Redes de Computadores

01

Laboratório de Química e Física/Biologia

02

Laboratório de Manutenção de Hardwares

01

OUTROS ESPAÇOS

Biblioteca

01

Auditório Climatizado

01

Lanchonete

01

Praça de Alimentação

01

Área de convivência

02

Vestiários

02

Quadra

01

Piscina

01

BIBLIOTECA

EQUIPAMENTOS

QUANTIDADE

Cabine individual de estudo

15

Terminal de trabalho composto por mesa+computador

02

Cadeiras diversas

64

Mesas estudo de grupo

10

Estantes duplas para livros

14

Estantes simples

11

Expositor de livros

01

Carrinho para transporte de materiais

01

Computadores uso dos usuários

07

38

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

LABORÁTORIO DE INFORMÁTICA/REDES DE COMPUTADORES

EQUIPAMENTOS

QUANTIDADE

Microcomputador

40

Monitor

40

Teclado/ Mouse

40/ cada

Mesas

20

Cadeiras

40

LABORÁTORIO DE BIOLOGIA

EQUIPAMENTOS

QUANTIDADE

Balança digital de precisão, marte, mod. Ad500, máx. 510 g e mín 0,02 g

02

Centrífuga gerber para até 08 butirômetros, mod. Cgb

01

1100

Banho maria digital edulab, mod hh 8

01

Estufa medclave, mod. 04, de 0° a 350°c

01

Autoclave vertical cs prismatec

01

Desintegrador de fibras qualitylabor, mod. Dsq 3000

01

Capela

01

Composteira didática

01

Manta aquecedora

05

Microscópio

01

Câmera digital opton para o microscópio

01

Estereomicroscópio

01

Lâminas (cx)

VÁRIAS

Lamínulas (cx)

VÁRIAS

Gerador de van de graaff

04

Telescópio mod. 750150

01

Estante para tubos de ensaio

04

Tubo de ensaio

VÁRIOS

Balão volumétrico

VÁRIOS

Pipeta

VÁRIAS

Proveta

VÁRIAS

Bastão de vidro

VÁRIOS

Espátula

VÁRIAS

Bécker

VÁRIOS

Bancada

05

Banqueta

VÁRIAS

39

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

Pisseta

VÁRIAS

Ármário de madeira com porta de vidro

02

Ármário de aço com porta de aço

01

Estante de madeira

01

Bancada móvel de madeira

03

Datashow

01

Chuveiro com lava-olhos de segurança

01

LABORÁTORIO DE MANUTENÇÃO DE HARDWARE

EQUIPAMENTOS

QUANTIDADE

Microcomputador

15

Monitor

15

Teclado/ Mouse

15/ cada

Mesas

10

Cadeiras

15

O acervo da biblioteca do campus de Barra do Corda contará com livros

atualizados das áreas básicas (base científica) e os específicos (base tecnológica) da área

de informática, propiciando aos professores e aos alunos uma literatura que servirá

como referencial teórico para o desenvolvimento do curso. Reiterando que todos os

livros dos ementários dos componentes curriculares encontram-se, em processo de

aquisição na fase de licitação em quantidade suficiente para suprir toda a demanda do

corpo docente e discente do curso. Segue abaixo a lista de livros da área de Informática

que o campus já possui:

ACERVO DE LIVROS / TÍTULOS

Título: Análise de sistemas Autor: Farias, Marlon Pereira Ano de publicação: 2013 ISBN: 9788563683847 Assunto: Informática; Engenharia de software; Modelagem de dados Exemplares: 3

Título: Arquitetura de computadores Autor: Amaral, Allan Francisco Forzza Ano de publicação: 2010

40

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

Título: As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática Autor: Lévy, Pierre Ano de publicação: 2006 ISBN: 9788585490157 Assunto: Filosofia; Inteligência coletiva; Inteligência artificial; Informática; Informação Exemplares: 1

Título: Banco de dados Autor: Angelotti, Elaini Simoni Ano de publicação: 2010 Localização: 004.658 A584b ISBN: 9788563687029 Assunto: Informática; Linguagem de programação; Tecnologia Exemplares: 20

Título: Banco de dados: informática Autor: Almeida, Leandro Clementino de Ano de publicação: 2011 Assunto: Informática; Modelagem de dados; Banco de dados Exemplares: 4

Título: Borland C ++ Builder: programming explorer Autor: Mischel, Jim; Duntemann, Jeff Ano de publicação: 1997 ISBN: 1576101231 Assunto: Informática; Linguagem de programação; Banco de dados Exemplares: 1

Título: Curso prático de Adobe Photoshop CS3 Autor: Moraz, Eduardo Ano de publicação: 2008 Assunto: Informática; Software; Imagem - tratamento Exemplares: 1

Título: Desenvolvimento para internet Autor: Rodrigues, Andréa Ano de publicação: 2010 Localização: 004 R696d ISBN: 9788563687012 Assunto: Ciência da computação; Internet; Informática Exemplares: 20

Título: Hardware Autor: Schiavoni, Marilene Ano de publicação: 2010 Localização: 004.4 S329h

41

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

Título: Introdução à educação digital: caderno de estudo e prática Autor: Bastos, Eliabeth Soares; Silva, Carmen Granja da; Fiorentini, Leda Maria Rangearo; Seidel, Suzana Ano de publicação: 2008 ISBN: 9788529600963 Assunto: Educação à distância; Informática; Tecnologia educacional Exemplares: 1

Título: Introdução à informática Autor: Barriviera, Rodolfo; Oliveira, Eder Diego de Ano de publicação: 2012 Localização: 004 B354i ISBN: 9788563687463 Assunto: Ciência da computação; Internet; Informática Exemplares: 30

Título: Introdução à informática Autor: Parente, Raimundo Nonato Camelo Assunto: Informática; Internet Exemplares: 2

Título: Introdução à informática Autor: Norton, Peter Ano de publicação: 1996 Localização: 004 ISBN: 9788534605151 Assunto: Informática Exemplares: 1

Título: Java como programar Autor: Deitel, H. M. Ano de publicação: 2005 ISBN: 8576050196 Assunto: Informática; Processamento de dados; Java; Linguagem de programação Exemplares: 1

Título: Linguagem de programação comercial: parte I Autor: Brito, Robison Cris; Borsoi, Beatriz Terezinha Ano de publicação: 2010 Assunto: Linguagem de programação; Java; Informática; Comércio Exemplares: 3

Título: Lógica e linguagem de programação: introdução ao desenvolvimento de software Autor: Beneduzzi, Humberto Martins; Metz, João Ariberto Ano de publicação: 2010 Localização: 004.43 B463l

42

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

ISBN: 9788563687111 Assunto: Informática; Tecnologia; Linguagem de programação; Software Exemplares: 3

Título: Manual de tecnologia Autor: Goés, Denise Assunto: Informática; Sistema operacional; Tecnologia da informação Exemplares: 1

Título: Montagem e manutenção de computadores Ano de publicação: [2009]? Assunto: Informática; Computadores Exemplares: 43

Título: Programação orientada a objetos Autor: Carvalho, Victorio Albani de; Teixeira, Giovany Frossard Ano de publicação: 2012 ISBN: 9788562934384 Assunto: Informática; Banco de dados; Java; Linguagem de programação Exemplares: 1

Título: Protocolos e serviços de redes Autor: Rios, Renan Osório Ano de publicação: 2012 ISBN: 9788562934360 Assunto: Informática; Internet; Redes de computadores Exemplares: 2

Título: Redes de computadores Autor: Olsen, Diogo Roberto Ano de publicação: 2010 Localização: 004.7 O52r ISBN: 9788563687142 Assunto: Redes de computadores; Linguagem de programação; Tecnologia; Informática Exemplares: 20

Título: Sistemas operacionais Autor: Laureano, Marcos Aurélio Pchek Ano de publicação: 2010 Localização: 004.451 L378s ISBN: 9788563687159 Assunto: Sistemas operacionais; Informática; Tecnologia Exemplares: 20

Título: A sociedade bloqueada Autor: Crozier, Michel Ano de publicação: 1983 Assunto: Sociologia; Administração; Informática; Ciências sociais Exemplares: 1

Título: Softwares de segurança da informação Autor: Novo, Jorge Procópio da Costa

43

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

Ano de publicação: 2010 ISBN: 9788563576200 Assunto: Informática; Segurança de softwares; Segurança de redes; Segurança de computadores Exemplares: 1 Título: Técnicas de programação Autor: Santana, Antonio Luiz Ano de publicação: 2011 ISBN: 9788562934018 Assunto: Informática; Modelagem de dados; Java; Linguagem de programação Exemplares: 1

Título: Tecnologias da educação: ensinando e aprendendo com as TIC: guia do cursista Autor: Salgado, Maria Umbelina Caiafa; Amaral, Ana Lúcia Ano de publicação: 2008 Localização: 371.68 S164t ISBN: 9788529600994 Assunto: Educação à distância; Tecnologia educacional; Informática Exemplares: 1

Título: Tecnologias na educação: ensinando e aprendendo com as TIC: guia do cursista Autor: Tornaghi, Alberto José da Costa; Prado, Maria Elisabette Brisola Brito; Almeida, Maria Elizabeth Bianconcini de Ano de publicação: 2011 Localização: 371.68 T685t 2.ed. ISBN: 9788529601069 Assunto: Tecnologia educacional; Informática; Educação à distância Exemplares: 1

44

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

9 PERFIL DO PESSOAL DOCENTE E TÉCNICO

Segue abaixo a descrição do corpo docente e técnico-administrativo, necessários

para efetivar a proposta curricular do curso de Técnico em Informática. As atividades do

Campus serão desenvolvidas também com o apoio da terceirização de alguns serviços.

9.1 Corpo Docente

 

QUADRO DE DOCENTES

Professor(a)

Formação

Titulação

Regime de

Trabalho

Cláudio José Braga Rocha

Licenciatura em Letras/Habilitação em Língua Inglesa

Especialista

40h

 

Bacharelado em

   

Gabriela de Carvalho Veloso

Administração

Especialista

DE

Haline Janaina Mota Franco

Licenciatura em Letras Português/ Espanhol

Especialista

DE

Irinaldo Lopes Sobrinho Segundo

Licenciatura em Letras Português/ Espanhol

Mestre

DE

Jeziel Costa Marinho

Bacharelado em Ciências da Computação

Graduado

DE

Jorge Augusto de Jesus Silva

Licenciatura em Letras

Mestre

DE

José Alberto Bandeira Sousa

Licenciatura com Habilitação em Língua Portuguesa/ Língua Inglesa.

Especialista

40h

Jose Maria de Aquino Junior

Bacharelado em Direito

Especialista

40h

José Sandro Gomes de Fonseca

Licenciatura em Letras com habilitação em Língua Inglesa

Especialista

40h

Kerson Almeida Silva

Licenciatura em Filosofia

Especialista

40h

Nara Suellen Leôncio Chaves

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Graduada

DE

Reinaldo Antônio da Silva

Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Especialista

DE

Robert Silva Lima

Licenciatura em Informática

Especialista

DE

Rodrigo Miranda Feitosa

Licenciatura em Informática

Mestre

DE

 

Bacharelado em

   

Tânia Valéria Luz de Sousa

Administração

Especialista

40h

45

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS BARRA DO CORDA

9.2 Corpo Técnico-Administrativo

QUADRO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS

Servidor

Cargo

Formação

Titulação

   

Licenciatura em

 

Alane Oliveira Nascimento

Assistente de Aluno

Geografia

Especialista

Ana Karina França Ferreira Carvalho

 

Bacharelado em

 

Assistente Social

Serviço Social

Especialista

 

Técnico de

   

André Brasil da Silva

Laboratório/

Informática

Licenciatura em

História

Graduado

 

Auxiliar em

Licenciatura em

 

Cleilton Pereira de Menezes

Administração

Matemática

Graduado

   

Bacharelado em

 

Danielle Priscilla Sousa Oliveira

Enfermeira

Enfermagem

Graduada

 

Técnica em

Bacharelado em

 

Debora Luana Caldas Pereira

Enfermagem

Enfermagem

Especialista

 

Técnico em

   

Edson Leandro Nascimento de Araújo

Assuntos

Educacionais

Licenciatura em

Geografia

Graduado

Felipe Silva e Silva

Assistente de Aluno

Ensino Médio

Ensino Médio

Gabriela Oliveira Parente da Costa

Técnica em

Bacharelado em

 

Enfermagem

Enfermagem

Especialista

   

Licenciatura em

 

Islani de Oliveira Silva

Pedagoga

Pedagogia

Especialista

 

Técnico em

   

Janeth Rodrigues Martins Sousa

Assuntos

Educacionais

Licenciatura em

Geografia

Especialista

   

Bacharelado em

 

Larissa Horácio Barbosa

Psicóloga

Psicologia

Especialista

 

Auxiliar em