Você está na página 1de 1

Universidade Federal de São Paulo – Departamento de Letras – Graduação

Disciplina: Morfologia (vespertino e noturno)


Professor: Janderson Lemos de Souza

PROGRAMA 2018.2

I. CRONOGRAMA

9/8/2018 AULA 1 11/10/2018 AULA 8


16/8/2018 AULA 2 18/10/2018 AULA 9
23/8/2018 AULA 3 25/10/2018 AULA 10
30/8/2018 AULA 4 1/11/2018 AULA 11
13/9/2018 AULA 5 8/11/2018 AULA 12
20/9/2018 AULA 6 22/11/2018 PROVA 2
27/9/2018 PROVA 1 29/11/2018 RESULTADO
4/10/2018 AULA 7 6/12/2018 EXAME

II. AVALIAÇÃO

Duas provas escritas, realizadas individualmente e sem consulta nas datas previstas no
cronograma acima, e os exercícios em BASILIO, Margarida. Formação e classes de palavras no
português do Brasil. São Paulo: Contexto, 2004: prova 1 – exercícios nas p. 32, 37 e 38; prova 2
– exercícios nas p. 50, 51, 59 e 60; exame – exercícios na p. 65.

III. BIBLIOGRAFIA

1. SCHWINDT, Luiz Carlos. Morfologia. In: SCHWINDT, Luiz Carlos (Org.). Manual de
linguística: fonologia, morfologia e sintaxe. Petrópolis: Vozes, 2014.
2. BASILIO, Margarida. Teoria lexical. São Paulo: Ática, 1987, cap. 4.
3. BASILIO, Margarida. Teoria lexical. São Paulo: Ática, 1987, cap. 5.
4. BASILIO, Margarida. Teoria lexical. São Paulo: Ática, 1987, cap. 7.
5. BASILIO, Margarida. Teoria lexical. São Paulo: Ática, 1987, cap. 9.
6. BASILIO, Margarida. O princípio da analogia na constituição do léxico: regras são
clichês lexicais. Veredas, Juiz de Fora, v. 1, n. 1, 1997.
7. GONÇALVES, Carlos Alexandre. Usos morfológicos: os processos marginais de
formação de palavras em português. Gragoatá, Niterói, n. 1, 2006.
8. VILLALVA, Alina; PINTO, Carina. Complexidade morfológica e custos de
processamento lexical. Alfa, São Paulo, v. 62, n. 1, 2018.
9. PERINI, Mário. Sofrendo a gramática. São Paulo: Ática, 1997, cap. 5.
10. BASILIO, Margarida. Substantivação plena e substantivação precária. In:
GONÇALVES, Carlos Alexandre & ALMEIDA, Maria Lucia Leitão de (Org.). Diadorim,
v. 4. Rio de Janeiro: UFRJ, 2008.
11. SOARES DA SILVA, Augusto. O mundo dos sentidos em português: polissemia,
semântica e cognição. Coimbra: Almedina, 2006, cap. 2.
12. BYBEE, Joan. Língua, uso e cognição. Tradução: Maria Angélica Furtado da Cunha.
São Paulo: Cortez, 2016, cap. 4.
13. ALMEIDA, Maria Lucia Leitão de; LEMOS DE SOUZA, Janderson; KEWITZ, Verena.
Preposições complexas: moldes e modos. In: TENUTA, Adriana; COELHO, Sueli
(Org.). Uma abordagem cognitiva da linguagem: perspectivas teóricas e descritivas.
Belo Horizonte: FALE/UFMG, 2018.