Você está na página 1de 11
Subestações Estudos básicos para especificação de equipamentos Professora: Girlene Ribeiro

Subestações

Subestações Estudos básicos para especificação de equipamentos Professora: Girlene Ribeiro

Estudos básicos para especificação de equipamentos

Professora: Girlene Ribeiro

Professora: Girlene Ribeiro

©2018 GirleneLRibeiro

©2018 GirleneLRibeiro Estudos básicos para especificação de equipamentos  Estudos de fluxo de correntes nominais

Estudos básicos para especificação de

equipamentos

Estudos básicos para especificação de equipamentos  Estudos de fluxo de correntes nominais potência para a

Estudos

de

fluxo

de

correntes nominais

potência

para

a

determinação

das

Estudos de curto-circuito para a determinação da

suportabilidade a correntes de curto-circuito dos

equipamentos e da capacidade de interrupção dos disjuntores

Estudos de sobretensões para a determinação nos níveis de isolamento

para a determinação nos níveis de isolamento 2 Subestações – Estudos básicos para especificação

2

Subestações Estudos básicos para especificação de equipamentos

©2018 GirleneLRibeiro

©2018 GirleneLRibeiro Estudos básicos para especificação de equipamentos – Corrente nominal  Roteiro para

Estudos básicos para especificação de

equipamentos Corrente nominal

para especificação de equipamentos – Corrente nominal  Roteiro para especificação da corrente nominal 

Roteiro para especificação da corrente nominal

Determinar os fluxos máximos nas linhas de transmissão, a partir de estudos de fluxo de potência em condições de operação normal e de emergência para configurações futuras;

Especificar os requisitos de corrente nominal no mínimo iguais aos

valores dos fluxos;

Adequar aos valores recomendados pelas normas vigentes;

Adotar, sempre que possível, a padronização dos valores de corrente nominal, visando a simplificação da especificação;

Investigar o fluxo de potência nos barramentos das subestações, para condições de saída de linha e de disjuntores em manutenção.

de saída de linha e de disjuntores em manutenção. 3 Subestações – Estudos básicos para especificação

3

Subestações Estudos básicos para especificação de equipamentos

©2018 GirleneLRibeiro

©2018 GirleneLRibeiro Estudos básicos para especificação de equipamentos – Corrente de curto-circuito  Durante

Estudos básicos para especificação de

equipamentos Corrente de curto-circuito

de equipamentos – Corrente de curto-circuito  Durante a ocorrência de um curto-circuito, os

Durante a ocorrência de um curto-circuito, os equipamentos devem suportar, sem prejuízo do seu desempenho, todas as solicitações de corrente que surgirem até o instante em que os disjuntores atuem no sentido de isolar o trecho defeituoso do sistema; Os disjuntores devem ser capazes de interromper as correntes de curto-circuito;

Devem ser especificados:

O valor do pico máximo da corrente de curto-circuito assimétrica

O valor eficaz da corrente simétrica

assimétrica  O valor eficaz da corrente simétrica 4 Subestações – Estudos básicos para especificação

4

Subestações Estudos básicos para especificação de equipamentos

©2018 GirleneLRibeiro

©2018 GirleneLRibeiro Estudos básicos para especificação de equipamentos – Corrente de curto-circuito  Roteiro

Estudos básicos para especificação de

equipamentos Corrente de curto-circuito

de equipamentos – Corrente de curto-circuito  Roteiro para especificação da corrente de

Roteiro para especificação da corrente de curto-circuito

Determinar as correntes de curto-circuito através dos equipamentos para configurações futuras previstas, adequar aos valores das normas vigentes e adotar, quando possível, a padronização;

Determinar a relação X/R da rede e a constante de tempo da componente contínua da corrente de curto-circuito;

Determinar o valor do pico máximo da corrente de curto-circuito assimétrica;

Determinar

o

valor

da

componente

contínua

no

instante

da

separação dos contatos do disjuntor.

no instante da separação dos contatos do disjuntor. 5 Subestações – Estudos básicos para especificação

5

Subestações Estudos básicos para especificação de equipamentos

©2018 GirleneLRibeiro

©2018 GirleneLRibeiro Estudos básicos para especificação de equipamentos - Sobretensões  Os estudos de

Estudos básicos para especificação de

equipamentos - Sobretensões

para especificação de equipamentos - Sobretensões  Os estudos de sobretensões são realizados com a

Os estudos de sobretensões são realizados com a finalidade de obtenção dos valores referentes aos fenômenos transitórios de interesse para a especificação dos equipamentos de um sistema elétrico;

Na prática, além dos valores das possíveis sobretensões nos

terminais dos equipamentos, é de interesse também a

determinação dos valores de corrente e energia nos para-raios e correntes transitórias, para a verificação dos esforços

mecânicos nos equipamentos e barramentos de uma

subestação.

nos equipamentos e barramentos de uma subestação. 6 Subestações – Estudos básicos para especificação

6

Subestações Estudos básicos para especificação de equipamentos

©2018 GirleneLRibeiro

©2018 GirleneLRibeiro Estudos básicos para especificação de equipamentos - Sobretensões  As sobretensões são

Estudos básicos para especificação de

equipamentos - Sobretensões

para especificação de equipamentos - Sobretensões  As sobretensões são classificadas com base no tempo

As sobretensões são classificadas com base no tempo de duração e no grau de amortecimento

Atmosféricas: frente de onda de microssegundos a poucas dezenas de microssegundos; provocadas por descargas atmosféricas De manobra: frente de onda de dezenas de microssegundos; causadas por energização e religamento de linhas de transmissão, aplicação e eliminação de defeitos, energização de transformadores e rejeição de carga

Temporárias: longa duração e picos de amplitude reduzida; resultam

de uma manobra ou falta no sistema

reduzida; resultam  de uma manobra ou falta no sistema 7 Subestações – Estudos básicos para

7

Subestações Estudos básicos para especificação de equipamentos

©2018 GirleneLRibeiro

©2018 GirleneLRibeiro Estudos básicos para especificação de equipamentos - Sobretensões  Com o objetivo de evitar

Estudos básicos para especificação de

equipamentos - Sobretensões

para especificação de equipamentos - Sobretensões  Com o objetivo de evitar que o risco de

Com o objetivo de evitar que o risco de falha de isolamento dos equipamentos prejudique a operação do sistema e que os

equipamentos se danifiquem, são adotados dispositivos, ou medidas

especiais, para permitir um controle das sobretensões, de forma a reduzir as suas amplitudes máximas e probabilidade de ocorrência.

Os métodos e dispositivos mais utilizados: os resistores de pré-inserção,

os para-raios, as modificações na configuração do sistema e a blindagem de linhas de transmissão e subestações contra descargas

atmosféricas.

transmissão e subestações contra descargas atmosféricas. 8 Subestações – Estudos básicos para especificação

8

Subestações Estudos básicos para especificação de equipamentos

©2018 GirleneLRibeiro

©2018 GirleneLRibeiro Estudos básicos para especificação de equipamentos - Sobretensões  Resistores de

Estudos básicos para especificação de

equipamentos - Sobretensões

para especificação de equipamentos - Sobretensões  Resistores de pré-inserção dos disjuntores: 

Resistores de pré-inserção dos disjuntores:

Permitem uma acentuada redução na amplitude das sobretensões de manobra, decorrentes de energização e religamento de linhas de transmissão. A amplitude da sobretensão é função da resistência do resistor de fechamento e do seu tempo de permanência.

Para-raios:

Estando conectados próximos aos principais equipamentos da subestação, impedem que as sobretenções alcancem valores superiores àqueles para os quais os equipamentos foram projetados.

Absorve uma parte da corrente associada à onda de tensão no seu terminal, de

forma que não ultrapasse o valor máximo permitido.

de forma que não ultrapasse o valor máximo permitido. 9 Subestações – Estudos básicos para especificação

9

Subestações Estudos básicos para especificação de equipamentos

©2018 GirleneLRibeiro

©2018 GirleneLRibeiro Estudos básicos para especificação de equipamentos - Sobretensões  Modificações na

Estudos básicos para especificação de

equipamentos - Sobretensões

para especificação de equipamentos - Sobretensões  Modificações na configuração do sistema :  Por

Modificações na configuração do sistema :

Por exemplo, seccionamento de linhas de transmissão e instalação de reatores em derivação.

Blindagem de linhas de transmissão e subestações contra descargas atmosféricas :

Utilização de cabos para-raios e hastes de proteção, de modo a evitar a

incidência direta de descargas nos cabos condutores de uma linha de transmissão ou nos barramentos de uma subestação.

de transmissão ou nos barramentos de uma subestação. 10 Subestações – Estudos básicos para especificação

10

Subestações Estudos básicos para especificação de equipamentos

Estudos básicos para especificação de equipamentos - Sobretensões  e equipamentos devem Os barramentos os

Estudos básicos para especificação de

equipamentos - Sobretensões

para especificação de equipamentos - Sobretensões  e equipamentos devem Os barramentos os suportar,
 e equipamentos devem Os barramentos os suportar, para a condição de operação em regime
e
equipamentos devem
Os
barramentos
os
suportar, para a condição
de operação em regime
permanente, valor
máximo de
tensão
estabelecido na seguinte
tabela
11
Subestações – Estudos básicos para especificação de equipamentos
©2018 GirleneLRibeiro