Você está na página 1de 15

ESCOLA PROFISSIONAL DO INFANTE

ÁREA DE INTEGRAÇÃO
1º ANO

1
CULTURA

CULTURA?
Conjunto de elementos materiais e imateriais que
determinam, no seu conjunto, o modo de vida de uma
comunidade, e que inclui técnicas, linguagem, códigos e
sistemas sociais, económicos, políticos e religiosos.

2
CULTURA
ELEMENTOS COMUNS ÀS DIFERENTES CULTURAS:
• Comunicação através de uma língua.
• Classificação dos indivíduos de acordo com categorias
como idade, sexo, casamento, ascendência e parentesco.
• Educação das crianças nalgum tipo de estrutura familiar.
• Divisão do trabalho de acordo com o sexo e a idade.
• Regras para o comportamento sexual.
• Distinção entre bons e maus comportamentos.
• Produção de arte.

3
CULTURA
CULTURA MATERIAL E CULTURA NÃO MATERIAL:
CULTURA NÃO MATERIAL- inclui todos os princípios nascidos da
vivência em sociedade: valores, normas, costumes,
ideologias...

CULTURA MATERIAL- inclui todos os utensílios criados pelo ser


humano, sejam eles uma pedra lascada ou um
computador de última geração.

4
CULTURA
CARACTERÍSTICAS DA CULTURA:

• Aumenta a capacidade de adaptação, que já não está


dependente de adaptações biológicas.
• É cumulativa.
• É diferente no espaço e no tempo.
• É coexistente.
• Não é algo rígido ou homogéneo.
• É dinâmica.

5
CULTURA
CONTACTO E A EVOLUÇÃO DE UMA CULTURA:

• Enculturação
• Aculturação
• Desculturação

6
CULTURA
ENCULTURAÇÃO
Assimilação da cultura de maneira formal ou informal por um
membro dessa mesma cultura.

Exemplos de aprendizagem por enculturação:


• papéis e estatutos;
• linguagem;
• regras de higiene;
• disciplina sexual;
• valor do trabalho.
7
CULTURA
ACULTURAÇÃO
Aquisição da cultura através do contacto com elementos
culturais de outras culturas

8
CULTURA
ACULTURAÇÃO
NATUREZA DAS RELAÇÕES CULTURAIS:
Coexistência Cultural
Ocorre quando há convivência entre duas ou mais
culturas.
Troca Cultural
Ocorre quando alguns elementos culturais unificam-se
devido a trocas comerciais, alianças matrimoniais ou
guerras.
Fusão Cultural
Ocorre quando os elementos culturais de duas ou mais
culturas se misturam e dão origem a uma nova cultura
Segregação Cultural
Recusa de qualquer tipo de aculturação
9
CULTURA
ACULTURAÇÃO
A GLOBALIZAÇÃO:
POSITIVOS
Na medida em que, em contacto com a diversidade,
as culturas vão ficando enriquecidas.

NEGATIVOS
Se se perderem muitos dos seus traços culturais,
correm a cultura o risco de desaparecer.

10
CULTURA
DESCULTURAÇÃO
Perda ou destruição do património cultural.

11
CULTURA
DESCULTURAÇÃO
Pode ser:
• Parcial
Quando são perdidas algumas das características culturais.
• Total
Quando uma cultura é totalmente extinta. Foi o que
aconteceu, durante a colonização das Américas, com muitas
das civilizações indias.
• Gradual
Ocorre de um modo imperceptível, como a evolução e a
renovação da língua.
• Rápido
Situações de extermínio e genocídio, que visam acabar com
todo um povo e a sua cultura.
12
CULTURA
ETNOCENTRISMO
CULTURA – colere – cultivar
Cultum – agricultura
Cultus (adjectivo) – propriedade que um campo tem de
estar cultivado.

Originalmente:
Cultura – agricultura, cultivo e cultivado.

Com o tempo:
Passou-se a comparar o espírito de uma pessoa rude com
um campo por cultivar, e a sua educação com o cultivo deste
mesmo campo. Neste sentido, falar de um ser cultivado leva-
nos a pensar em alguém que foi instruído e educado.

13
CULTURA
ETNOCENTRISMO
Este conceito de cultura leva-nos a pensar que umas
pessoas são melhores do que os outros.

ETNOCENTRISMO- visão em que um determinado grupo


social serve de padrão de valor, fonte de
referência.

O etnocentrismo é uma atitude discriminatória e


preconceituosa, já que não existem necessariamente grupos
superiores ou inferiores, mas antes diferentes.

14
CULTURA
RELATIVISMO CULTURAL
O RELATIVISMO CULTUAL SURGE EM OPOSIÇÃO AO
ETNOCENTRISMO

RELATIVISMO CULTURAL – defende que a cultura só


pode ser compreendida a partir do seu
próprio contexto.

É uma proposta de diálogo aberto, onde os nossos


preconceitos não influenciem o conhecimento de outras
culturas.
O grande desafio do relativismo cultural, no entanto, é
decidirmos se existem regras válidas para toda a
humanidade.
15