Você está na página 1de 2

Universidade de Brasília

Faculdade de Tecnologia - Departamento de Engenharia Civil e Ambiental


Climatologia Aplicada – 2018/2

PLANO DE ENSINO

1. DADOS GERAIS
Disciplina: Climatologia Aplicada Código: 203581 Turma: A Créditos: 04-00-00-04
Período Letivo: 2018/2 Horário: SEG, QUA: 8:00 às 9:50hrs Local: AT42/15 - SG 12
Prof.: Carlos Henrique Ribeiro Lima – Depto. de Eng. Civil e Ambiental - Prédio SG12, PTARH, Sala 09. chrlima@unb.br
Ambiente de Aprendizagem – Moodle: O aluno deverá estar cadastrado para recebimento de material relativo a
disciplina e informes: http://aprender.unb.br

2. OBJETIVOS
Ao final do curso, o aluno deverá compreender a teoria e os conceitos básicos em climatologia, assim como saber
aplicar os conhecimentos aprendidos na solução de problemas práticos.

3. EMENTA
Introdução ao sistema climático. O balanço global de energia. Água na atmosfera. Dinâmica atmosférica: pressão,
ventos, movimentos horizontal e vertical. Circulação da atmofera e sistemas de tempo. Circulação do oceano e o
clima. Oscilações climáticas: El Niño e outras oscilações. Climas do passado, forçantes naturais e antropogênicas,
sensibilidade e mecanismos de feedback. Aquecimento global e o ciclo do carbono. Modelos climáticos e projeções
futuras.

4. PROGRAMA
1. Introdução ao sistema climático
1.1 Definição de clima. Clima versus tempo. Variabilidade climática. Climatologia.
1.2 Sistema climático: oceano, criosfera, biosfera terrestre e atmosfera.
1.3 Atmosfera:composição química, temperatura, pressão, umidade.
2. Radiação
2.1 Conceitos básicos. Mecanismos de transferência de energia. Natureza da radiação.
2.2 Energia solar. Radiação solar atingindo a Terra.
2.3 Interação da radiação solar com a atmosfera: absorção, reflexão, espalhamento e transmissão.
2.4 Radiação solar na superfície terrestre. Albedo.
2.5 Radiação de onda longa. Efeito estufa.
2.6 Balanço radioativo na superfície terrestre. Balanço radioativo global (topo da atmosfera).
2.7 Aplicações.
3. Energia e Temperatura
3.1 Aquecimento radioativo na superfície. Balanço de energia na superfície.
3.2 Calor sensível e calor latente. Variação das componentes do balanço de energia.
3.3 Temperatura. Medição da Temperatura. Variações espaciais, diárias e sazonais.
3.4 A estrutura da temperatura na atmosfera.
3.5 Aplicações.
4. Água na Atmosfera
4.1 Ciclo hidrológico.Evaporação.Umidade.
4.2 Instabilidade atmosférica
4.2.1 Temodinâmica do ar seco: Equação do gás perfeito, balanço hidroestático, primeira lei da
termodinâmica. Gradiente vertical de temperatura. Temperatura potencial.
4.2.2 Termodinâmica do ar úmido: umidade na atmosfera, termodinâmica, gradiente de temperatura
úmido.
4.2.3 Estabilidade e instabilidade convectiva.
4.3 Nuvens. Precipitação.
5. Dinâmica atmosférica: pressão, ventos, movimentos horizontal e vertical.
5.1 Pressão e ventos. Forças no movimento horizontal: gradiente de pressão e o efeito de Coriolis. Balanço
geostrófico. Força de atrito.
5.2 Convergência, divergência e o movimento vertical. Forças rotacionais.
6. Circulação da atmofera e sistemas de tempo.
6.1 Circulação geral da atmosfera e clima global.
6.1.1 Balanço de energia na atmosfera. Movimento atmosférico e o transporte meridional de energia.
6.1.2 Células de Hadley, Ferrel e Polar. Correntes de jato. Conservação do momento angular.
6.1.3 Padrões de circulação de larga escala. Zonas climáticas e Classificação do clima.
6.2 Clima Extratropical
6.2.1 Massas de ar e frentes. Ciclones extratropicais. Instabilidade baroclínica.
6.3 Clima Tropical
6.3.1 Ventos alísios. Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).
6.3.2 Monsões.
6.3.3 Tempestades tropicais. Furacões.
6.4 Climas Locais.
6.5 Tornados e Trovoadas. Fenômenos elétricos atmosféricos.
6.6 Sistemas de tempo atuantes no Brasil.
7. Circulação do oceano e o clima.
7.1 Temperatura, salinidade e densidade no oceano. Estrutura vertical.
7.2 Circulação oceânica: termohalina e induzida pelo vento.
7.3 Transporte de energia no oceano. Efeito do oceano no clima.
8. Oscilações climáticas: El Niño e outras oscilações.
8.1 El Niño (ENSO) e impactos globais.
8.2 Medição do El Niño: Variações na pressão ao nível do mar, Oscilação Sul, índices SOI e NINO3. Previsões
para o ENSO.
8.3 Outras oscilações climáticas: North Atlantic Oscillation (NAO), Atlantic Multidecadal Oscillation (AMO).
9. Paleoclima, forçantes naturais e forçantes antropogênicas.
9.1 Paleoclima.
9.2 Forçantes naturais: luminosidade solar, aerosols, erupções vulcânicas.
9.3 Forçantes antropogênicas: atividades humanas e o efeito estufa, aerosóis, enxofre na atmosfera,
mudança nas condições de superfície.
10. Aquecimento global e o ciclo do carbono.
10.1 Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC).
10.2 Overvações de temperatura na superfície da terra: padrões espaciais e aumento na taxa de variação,
estratificação vertical.Aquecimento do oceano.
10.3 Mudanças na precipitação e padrões de cheia. Eventos extremos.
10.4 Ciclo do carbono: atmosfera, biosfera, oceanos e crosta terrestre.
11. Modelos climáticos e projeções futuras.
11.1 Modelos de Circulação Geral (GCM): história, componentes da atmosfera, da terra e do oceano.
Validação das simulações.
11.2 Atribuição das mudanças climáticas: gases do efeito estufa versus forçante solar.
11.3 Projeções futuras: emissões, temperatura e precipitação.
11.4 Incertezas. Medidas mitigatórias e de adaptação.

4. REFERÊNCIAS BILIOGRÁFICAS
[1] Barry, R.G.; Chorley, R. J., Atmosfera, Tempo e Clima, Bookman, 9ª edição, 2012.
[2] Hartmann , Dennis L., Global Physical Climatology, Academic Press, 1994.
[3] Hidore, J. J.; Oliver, J. E.; Snow, M.; e Snow, R., Climatology: An Atmospheric Science, Prentice Hall, 2009.
[4] Linacre, E. e Geerts, B., Climates and Weather Explained, Routledge, 1997.
[5] Cavalcanti, I. F. A., Ferreira, N. J., Dias, M. A. F., Justi, M. G. A, Tempo e Clima no Brasil, Oficina de Textos, 2009.
[6] Rohli, R. V. e Vega, A. J., Climatology, Jones & Bartlett Pub, 2007.
[7] Mendonça, F. e Danni-Oliveira, I. M., Climatologia, Oficina de Textos, 2007.
[8] Robinson, P. J. e Henderson-Sellers, A, Contemporary Climatology, Prentice Hall, 1996.
[9] Aguado, E. e Burt, J. E., Understanding Weather and Climate, Pearson, 2004.
[10] Cotton, W. R. e Pielke Sr., R. A., Human Impacts on Weather and Climate, Cambridge, 2007.
[11] Ahrens, C. D., Essentials of Meteorology, Brooks/Cole, 2000.
[12] Artigos científicos de jornais da área (J. of Hydrometeorology, J. of Climate, Science, Nature, etc).

5. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
 Serão realizadas 3 avaliações (provas P1, P2 e P3) em datas a serem definidas posteriormente.
 Listas de exercícios opcionais serão distribuídas aos alunos ao longo do semestre.
 A média final MF será dada por: MF = (1/3)*(P1+P2+P3) + K*0,3 , onde 0  K  1 será exclusivamente
determinado pelo professor de acordo com o desempenho do aluno (entrega das listas, frequência,
participação em classe, etc). Será aprovado o aluno que obtiver MF igual ou maior que 5,0.
 Se o aluno faltar a uma prova receberá nota ZERO na mesma. Apenas em casos justificados e devidamente
comprovados de acordo com as normas da UnB, será permitido ao aluno realizar uma prova substitutiva ao
final do semestre cujo conteúdo versará toda a matéria.
 Não é permitido o uso de telefones celulares, smartphones, laptops e similares durante a aula. Os mesmos
deverão permanecer desligados.

6. ATENDIMENTO EXTRA-CLASSE
Imediatamente após o término de cada aula ou por marcação de horário.