Você está na página 1de 1

ATENÇÃO FARMACÊUTICA ÀS GESTANTES E PUÉRPERAS: A EXPERIÊNCIA DE

RESIDENTES MULTIPROFISSIONAIS
Athila Wesley Lima Lacerda¹ Natalha Nayane de Oliveira Pinheiro2 Jéssica Bezerra da Costa3 Sandna
Larissa Freitas dos Santos4 Eugenie Desirée Rabelo Néri5

INTRODUÇÃO: A Residência Multiprofissional em Saúde da Mulher e da Criança da Universidade


Federal do Ceará (UFC), alocada na Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC), capacita e
desenvolve os mais diversos profissionais para as suas respectivas práticas na melhoria da qualidade de
vida da mulher, seja ela gestante ou puérpera. Dentre estes profissionais está o farmacêutico, que faz
uso de suas competências para prestar assistência às referidas pacientes. OBJETIVO: Relatar a prática
dos residentes de Farmácia do primeiro ano, nas atividades de atenção e assistência, de acordo com os
moldes da especialização em serviço que é a residência. METODOLOGIA: Trata-se de um relato de
experiência, que busca sistematizar as atividades de atenção farmacêutica realizadas durante o primeiro
ano de residência multiprofissional. Dentre elas, está a conciliação medicamentosa, que dá entrada aos
medicamentos já utilizados pelas pacientes antes de serem admitidas na maternidade, adequando-os à
prescrição que será feita; a dispensação segura que consiste na análise acurada da prescrição,
investigando as possíveis interações medicamentosas ocorrentes, bem como o preenchimento da ficha
de controle do uso de antimicrobianos, e fazendo as devidas intervenções, quando necessárias,
proporcionando segurança à paciente; a orientação no uso de fitoterápicos, direcionando ao uso seguro e
adequado e a orientação em uso de medicamentos durante e após a gestação, quanto à posologia,
indicação e duração do tratamento. Na Gerência de Riscos, atua minimizando eventos adversos que
estejam relacionados ao uso de material e medicamentos, e na unidade de Farmácia do Centro
Cirúrgico, viabilizando a chegada do material necessário para as cirurgias de parto abdominal. Além
disso, o residente atua no Banco de Leite Humano, realizando todos os testes de controle de qualidade e
classificação dos leites doados. RESULTADOS: As gestantes e puérperas atendidas recebem cuidado
farmacêutico de excelência, embora existam desafios dentro dos setores, como as atividades internas
que acontecem paralelas ao atendimento. Percebe-se uma reconstrução de saberes, visto que cada
atendimento farmacêutico tem suas particularidades e esses saberes foram base para o desafio da
assistência prática otimizada e para o início de uma mudança gradual na visão da equipe
multiprofissional acerca da importância e reconhecimento do profissional farmacêutico e suas
habilidades na tentativa de diminuição da permanência de internação hospitalar das pacientes.
CONCLUSÃO: As habilidades do profissional farmacêutico promovem segurança às pacientes, pois
articula o cuidado atrelado à minimização de riscos por meio do uso seguro de medicamentos, atenção
farmacêutica com finalidade de redução de eventos adversos e assistência ao paciente numa perspectiva
humanizada. Ademais, conclui-se acerca da necessidade e importância do profissional farmacêutico
dentro da equipe e no cuidado à gestante e à puérpera.
DESCRITORES: 1. Farmácia hospitalar; 2. Atenção Farmacêutica; 3. Equipe multiprofissional

ISBN: 987-85-5326-005-8

Hospital Geral Dr. César Cals | (85) 3101.5347


Av. do Imperador, 545 - Centro, Fortaleza/Ce
www.hgcc.ce.gov.br | Facebook.com/HospitalGeralCesarCals