Você está na página 1de 31

Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência

TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

AULA 06

Noções sobre Direitos das Pessoas


com Deficiência
TRTs

Professor Ricardo Gomes


www.pontodosconcursos.com.br

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 1


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

Aula 06

Sumário

1. QUADRO SINÓPTICO DA AULA ...................................................... 2


2. EXERCÍCIOS ................................................................................ 3
3. GABARITO .................................................................................. 14
4. EXERCÍCIOS COM GABARITO ...................................................... 14
5. LEGISLAÇÃO ................................................................................ 44

Prezados Alunos,
Segue a nossa Aula 6 de Noções sobre Direitos das Pessoas com
Deficiência para TRTs!!!
Vamos que vamos para uma bateria de exercícios...
Desejo a todos sucesso em seus estudos!
Agora vamos lá!

QUADRO SINÓPTICO DA AULA:

Exercícios extras

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 2


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

EXERCÍCIOS

QUESTÃO 1 - ANO: 2018 - BANCA: FUNDEP (GESTÃO DE CONCURSOS)


ÓRGÃO: MPE/MG - PROVA: PROMOTOR DE JUSTIÇA SUBSTITUTO
Assinale a alternativa CORRETA:
a) A Lei 13.146/15 (Estatuto da Pessoa com Deficiência – EPD) instituiu, com a
curatela, o modelo protetivo de substituição da vontade no sistema de
incapacidades.
b) A Lei 13.146/15 (Estatuto da Pessoa com Deficiência – EPD), embora qualifique
a validade dos atos existenciais praticados pela pessoa com deficiência, não
retroage para alcançar situações pretéritas.
c) a tomada de decisão apoiada é medida que visa à proteção da pessoa com
deficiência capaz em situação de vulnerabilidade.
d) Não corre a prescrição contra o relativamente incapaz curatelado.

QUESTÃO 2 - ANO: 2018 - BANCA: COPERVE – UFSC - ÓRGÃO: UFSC -


PROVA: PEDAGOGO - EDUCAÇÃO ESPECIAL
De acordo com a Lei n. 13.146/2015 (Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com
Deficiência), a pessoa com deficiência é aquela que apresenta:
a) perda ou anormalidade de uma estrutura ou função psicológica, fisiológica ou
anatômica que gere incapacidade para o desempenho de atividade, dentro do
padrão considerado normal para o ser humano.
b) impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou
sensorial, o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua
participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as
demais pessoas.
c) déficit de atenção, hiperatividade, transtornos globais do desenvolvimento ou
altas habilidades e dificuldades de aprendizagem, não correspondendo aos
padrões de ritmo e aprendizagem referentes à maioria das pessoas da mesma
idade.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 3


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

d) limitações de participação na sociedade e de desenvolvimento em função de


sua condição orgânica que causem impedimentos permanentes.
e) deficiência física ou mental, ou que se encontra em atraso considerável quanto
à idade regular de matrícula.

QUESTÃO 3 - ANO: 2018 - BANCA: COPERVE – UFSC - ÓRGÃO: UFSC -


PROVA: PEDAGOGO - EDUCAÇÃO ESPECIAL
A Lei nº 13.146/2015 (Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência) prevê
que o profissional de apoio escolar é a pessoa que exerce atividades de:
a) substituição do professor da classe comum nas suas ausências.
b) lazer e entretenimento do estudante com deficiência que não se adequar à
dinâmica do cotidiano escolar.
c) cuidados básicos e essenciais à pessoa com deficiência no exercício de suas
atividades diárias, podendo ser membro ou não da família.
d) alimentação, higiene e locomoção do estudante com deficiência e atua em
todas as atividades escolares nas quais se fizer necessária.
e) atenção à saúde do estudante com deficiência na escola.

QUESTÃO 4 - Ano: 2017 - Banca: VUNESP - Órgão: TJ-SP -


Prova: Escrevente Técnico Judiciário
Nos termos da Lei Federal n° 13.146/2015, a pessoa com deficiência
A) Poderá ser obrigada a se submeter a intervenção clínica ou cirúrgica,
tratamento ou institucionalização forçada, mediante prévia avaliação
biopsicossocial, realizada por equipe multiprofissional e interdisciplinar.
B) em situação de curatela, não terá participação na obtenção de
consentimento para a prática dos atos da vida civil, pois, em tal circunstância,
não possui qualquer capacidade civil
C) está obrigada à fruição de benefícios decorrentes de ação afirmativa, a fim
de que sejam construídos ambientes de trabalho acessíveis e inclusivos

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 4


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

D) somente será atendida sem seu consentimento prévio, livre e esclarecido


em casos de risco de morte e de emergência em saúde, resguardado seu superior
interesse e adotadas as salvaguardas legais cabíveis.
E) e seu acompanhante ou atendente pessoal têm direito à prioridade na
tramitação processual e nos procedimentos judiciais em que forem partes ou
interessados.

QUESTÃO 5 - Ano: 2017 - Banca: IFB - Órgão: IFB - Prova: Professor -


Libras
No que concerne à Lei nº 13.146/2015, pode-se afirmar que:
a) Os tradutores e intérpretes Português-Libras, quando direcionados à tarefa
de interpretar em salas de aula dos cursos de graduação e pós-graduação, devem
possuir prioritariamente curso de graduação em pedagogia e especialização em
educação de surdos.
b) Os tradutores e intérpretes Português-Libras, quando direcionados à tarefa
de interpretar em salas de aula dos cursos de graduação e pós-graduação, devem
possuir prioritariamente curso de graduação de licenciatura plena em Letras:
Libras ou em Letras: Libras/Língua Portuguesa como segunda língua.
c) Quando direcionados à tarefa de interpretar nas salas de aula dos cursos
de graduação e pós-graduação, os intérpretes de Libras-Língua Portuguesa
devem possuir prioritariamente curso de nível superior em Tradução e
Interpretação em Libras.
d) Quando direcionados à tarefa de interpretar nas salas de aula dos cursos
de graduação e pós-graduação, os intérpretes de Libras-Língua Portuguesa
devem possuir prioritariamente curso de nível técnico ou profissional em tradução
e interpretação de Libras e Língua Portuguesa.
e) Quando direcionados à tarefa de interpretar nas salas de aula dos cursos
de graduação e pós-graduação, os intérpretes de Libras-Língua Portuguesa
devem possuir prioritariamente curso de graduação em pedagogia bilíngue:
Libras e Língua Portuguesa escrita.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 5


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

QUESTÃO 6 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TRT - 11ª REGIÃO (AM
E RR) - PROVA: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA
No que diz respeito ao reconhecimento igual perante a lei, a Lei n° 13.146/2015
estabelece que
a) a pessoa com deficiência sempre será submetida à curatela.
b) a curatela de pessoa com deficiência constitui medida protetiva ordinária.
c) a curatela é proporcional às necessidades e às circunstâncias de cada caso
e persiste obrigatoriamente até que sejam completados os 21 anos de idade.
d) é facultado à pessoa com deficiência a adoção de processo de tomada de
decisão apoiada.
e) a curatela não afeta os atos relacionados aos direitos de natureza
patrimonial e negocial.

QUESTÃO 7 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TRE-PR - PROVA:


TÉCNICO JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA
A Lei n° 13.146/15 disciplina o reconhecimento de igual perante a lei das pessoas
com deficiência. Nesse contexto está inserido a curatela, sobre a qual a Lei n°
13.146/15 estabelece que
a) a submissão da pessoa deficiente à curatela é obrigatória.
b) os curadores são obrigados a prestar contas anualmente de sua
administração ao Ministério Público.
c) a definição de curatela de pessoa com deficiência constitui medida protetiva
extraordinária e durará o menor tempo possível.
d) a curatela alcança atos relacionados a todos os direitos ligados à pessoa
com deficiência.
e) para a emissão de documentos oficiais é exigida a situação de curatela da
pessoa com deficiência

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 6


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

QUESTÃO 8 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TRE-PR - PROVA:


TÉCNICO JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA
As disposições gerais da Lei n° 13.146/15, que instituiu o Estatuto da Pessoa com
Deficiência, estabelece que
a) a avaliação da deficiência obrigatoriamente será biopsicossocial e será
realizada por equipe multiprofissional e interdisciplinar.
b) qualquer entrave que limite ou impeça o exercício de direitos como
acessibilidade e liberdade de movimento são denominados barreiras.
c) barreira urbanística são os entraves existentes nos edifícios públicos e
privados.
d) acessibilidade é um conceito ligado a produtos, equipamentos, dispositivos
e outros que objetivem qualidade de vida e inclusão social.
e) pessoas com criança de colo não estão incluídas no conceito de “pessoa
com mobilidade reduzida”.

QUESTÃO 9 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TRT - 24ª REGIÃO (MS)
PROVA: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA JUDICIÁRIA
Na tomada de decisão apoiada, instituída pela Lei n° 13.146/2015 − Estatuto da
Pessoa com Deficiência,
a) a decisão tomada por pessoa apoiada terá validade e efeitos sobre
terceiros, sem restrições, desde que esteja inserida nos limites do apoio
acordado.
b) é feita a indicação de um curador para prestar apoio à pessoa com
deficiência no que diz respeito às decisões e atos da vida civil.
c) o terceiro com quem a pessoa apoiada mantenha relação negocial não pode
solicitar que os apoiadores contra-assinem o contrato ou acordo.
d) a lei estabelece quais são os atos que são abrangidos e qual é o prazo
mínimo a que deve se submeter a pessoa apoiada.
e) o apoiador pode requerer a exclusão de sua participação do processo de
tomada de decisão apoiada, independente de autorização judicial.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 7


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

QUESTÃO 10 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TST -


PROVA: ANALISTA JUDICIÁRIO – TAQUIGRAFIA
Nos termos da Lei n° 13.146/2015, a violência contra a pessoa com deficiência
a) acarreta sofrimento físico à vítima, não caracterizando-se quando ocasionar
sofrimento meramente psicológico.
b) não engloba conduta praticada em locais privados, pois, nesse caso, o ato
criminoso sofre outro enquadramento legal.
c) pode ser praticada por omissão.
d) deve ser comunicada, exclusivamente, à autoridade policial ou ao Ministério
Público.
e) será objeto de notificação facultativa pelos respectivos serviços de saúde às
autoridades competentes.

QUESTÃO 11 - Ano: 2017 - Banca: FCC - Órgão: TRT - 21ª Região (RN)
Prova: Técnico Judiciário - Área Administrativa
Nos termos da Lei n° 13.146/2015, a assistência social à pessoa com deficiência
a) destina-se à garantia de seguranças fundamentais no enfrentamento de
situações de vulnerabilidade e de risco, por fragilização de vínculos e ameaça ou
violação de direitos.
b) pode ou não envolver conjunto articulado de serviços do âmbito da Proteção
Social Básica e da Proteção Social Especial.
c) envolve serviços prestados apenas no âmbito da Proteção Social Especial.
d) não se destina à pessoa com deficiência em situação específica de
dependência, vez que, nesse caso, são assegurados outros meios de auxílio.
e) não se destina à família da pessoa com deficiência, haja vista a característica
da pessoalidade que norteia os serviços assistenciais.

QUESTÃO 12 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TRE-SP - PROVA:


TÉCNICO JUDICIÁRIO - ENFERMAGEM (+ PROVAS)

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 8


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

Atenção: Para responder à questão, considere a Lei nº 13.146/2015 − Estatuto


da Pessoa com Deficiência.
A avaliação da deficiência, quando necessária,
a) não considerará fatores socioambientais.
b) terá seus instrumentos criados pelo Poder Legislativo.
c) não considerará fatores pessoais.
d) será, excepcionalmente, realizada por equipe multiprofissional.
e) será biopsicossocial.

QUESTÃO 13 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TRE-SP - PROVA:


ANALISTA JUDICIÁRIO - ANÁLISE DE SISTEMAS (+ PROVAS)
Atenção: Para responder à questão, considere a Lei nº 13.146/2015 − Estatuto
da Pessoa com Deficiência.
Os serviços de habilitação e de reabilitação profissional
a) devem ocorrer, exclusivamente, em entidades de formação profissional.
b) destinam-se a toda pessoa com deficiência, independentemente de sua
característica específica.
c) não têm por objetivo a conservação do trabalho, mas sim, sua obtenção.
d) podem, apenas em situações excepcionais, ser oferecidos em ambientes
inclusivos.
e) devem ocorrer, de forma articulada nas redes públicas e privadas e,
exclusivamente, na saúde e na Previdência Social.

QUESTÃO 14 - ANO: 2016 - BANCA: REIS & REIS - ÓRGÃO: PREFEITURA


DE CIPOTÂNEA – MG - PROVA: PSICÓLOGO
De acordo com a Lei nº 13.146/2015, podemos afirmar, exceto:
a) Toda pessoa com deficiência tem direito à igualdade de oportunidades com
as demais pessoas e não sofrerá nenhuma espécie de discriminação.
b) É dever de todos comunicar à autoridade competente qualquer forma de
ameaça ou de violação aos direitos da pessoa com deficiência.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 9


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

c) A pessoa com deficiência tem direito a receber atendimento prioritário,


sobretudo com a finalidade de disponibilização de recursos, tanto humanos
quanto tecnológicos, que garantam atendimento em igualdade de condições com
as demais pessoas.
d) O processo de habilitação e de reabilitação é um dever da pessoa com
deficiência.

QUESTÃO 15 - ANO: 2016 - BANCA: FAURGS - ÓRGÃO: TJ-RS -


PROVA: PEDAGOGO JUDICIÁRIO
Considera-se pessoa com deficiência, conforme previsto pela Lei nº 13.146/2015,
aquela que tem
a) impedimento de médio prazo de natureza física, mental, intelectual ou
sensorial.
b) impedimento de longo prazo de natureza eminentemente física, ou seja,
aquela que, em interação com uma ou mais barreiras, pode ter obstruída sua
participação plena e efetiva na sociedade.
c) impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou
sensorial, que inviabilize a sua plena e efetiva participação na sociedade em
igualdade de condições com as demais pessoas.
d) impedimento mental, intelectual ou sensorial, ou seja, aquela que, em
interação com uma ou mais barreiras físicas, pode ter obstruída sua participação
plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.
e) restrições de participação social e limitações no desempenho de atividades,
desde que avaliada por médico perito da previdência social.

QUESTÃO 16 - ANO: 2016 - BANCA: REIS & REIS - ÓRGÃO: PREFEITURA


DE CIPOTÂNEA – MG - PROVA: PSICÓLOGO (+ PROVAS)
De acordo com a Lei nº 13.146/2015, podemos afirmar, EXCETO:
a) Toda pessoa com deficiência tem direito à igualdade de oportunidades com as
demais pessoas e não sofrerá nenhuma espécie de discriminação.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 10


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

b) É dever de todos comunicar à autoridade competente qualquer forma de


ameaça ou de violação aos direitos da pessoa com deficiência.
c) A pessoa com deficiência tem direito a receber atendimento prioritário,
sobretudo com a finalidade de disponibilização de recursos, tanto humanos
quanto tecnológicos, que garantam atendimento em igualdade de condições com
as demais pessoas.
d) O processo de habilitação e de reabilitação é um dever da pessoa com
deficiência.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 11


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

GABARITO

1 2 3 4
C B B D
5 6 7 8
C D C B

9 10 11 12

A C A E
13 14 15 16
B D C D

EXERCÍCIOS COMENTADOS

QUESTÃO 1 - ANO: 2018 - BANCA: FUNDEP (GESTÃO DE CONCURSOS)


ÓRGÃO: MPE/MG - PROVA: PROMOTOR DE JUSTIÇA SUBSTITUTO
Assinale a alternativa CORRETA:
a) A Lei 13.146/15 (Estatuto da Pessoa com Deficiência – EPD) instituiu, com a
curatela, o modelo protetivo de substituição da vontade no sistema de
incapacidades.
b) A Lei 13.146/15 (Estatuto da Pessoa com Deficiência – EPD), embora qualifique
a validade dos atos existenciais praticados pela pessoa com deficiência, não
retroage para alcançar situações pretéritas.
c) a tomada de decisão apoiada é medida que visa à proteção da pessoa com
deficiência capaz em situação de vulnerabilidade.
d) Não corre a prescrição contra o relativamente incapaz curatelado.
COMENTÁRIOS:

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 12


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

Item a: Errado
Art. 12, § 1º - Em caso de pessoa com deficiência em situação de curatela, deve
ser assegurada sua participação, no maior grau possível, para a obtenção de
consentimento.
Item b: Errado
Com a vigência da Lei 13.146/15 (Estatuto da Pessoa com Deficiência – EPD) os
efeitos retroagem, e os antes considerados relativamente incapazes passam a ser
considerados capazes.
Item c: Certo:
Como já dito, a Lei 13146/15, conhecido como Estatuto da Pessoa com
Deficiência (EPD), acrescentou o Art. 1.783-A no código civil, revogando o
instituto da CURATELA ESPECIAL.
Vejamos também o art. 85 do EPD:
Art. 85. A curatela afetará tão somente os atos relacionados aos direitos de
natureza patrimonial e negocial.
Item d:
“Não corre a prescrição contra o relativamente incapaz curatelado.”
Art. 197 do CC - Não corre a prescrição:
III - entre tutelados ou curatelados e seus tutores ou curadores, durante a tutela
ou curatela.
Art. 198 do CC - Também não corre a prescrição:
I - contra os incapazes de que trata o art. 3º;
Art. 3º do CC - São absolutamente incapazes de exercer pessoalmente os atos
da vida civil os menores de 16 (dezesseis) anos.
GABARITO: LETRA C

QUESTÃO 2 - ANO: 2018 - BANCA: COPERVE – UFSC - ÓRGÃO: UFSC -


PROVA: PEDAGOGO - EDUCAÇÃO ESPECIAL
De acordo com a Lei n. 13.146/2015 (Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com
Deficiência), a pessoa com deficiência é aquela que apresenta:

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 13


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

a) perda ou anormalidade de uma estrutura ou função psicológica, fisiológica ou


anatômica que gere incapacidade para o desempenho de atividade, dentro do
padrão considerado normal para o ser humano.
b) impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou
sensorial, o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua
participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as
demais pessoas.
c) déficit de atenção, hiperatividade, transtornos globais do desenvolvimento ou
altas habilidades e dificuldades de aprendizagem, não correspondendo aos
padrões de ritmo e aprendizagem referentes à maioria das pessoas da mesma
idade.
d) limitações de participação na sociedade e de desenvolvimento em função de
sua condição orgânica que causem impedimentos permanentes.
e) deficiência física ou mental, ou que se encontra em atraso considerável quanto
à idade regular de matrícula.
COMENTÁRIOS:
Art. 2º, caput responde a questão. Vejamos:
Art. 2º - Considera-se pessoa com deficiência aquela que tem impedimento de
longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, o qual, em
interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e
efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.
Sendo assim, ao analisar o artigo e as opções, a que se enquadra é a letra B, que
é o gabarito da questão!
GABARITO: LETRA B

QUESTÃO 3 - ANO: 2018 - BANCA: COPERVE – UFSC - ÓRGÃO: UFSC -


PROVA: PEDAGOGO - EDUCAÇÃO ESPECIAL
A Lei nº 13.146/2015 (Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência) prevê
que o profissional de apoio escolar é a pessoa que exerce atividades de:
a) substituição do professor da classe comum nas suas ausências.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 14


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

b) lazer e entretenimento do estudante com deficiência que não se adequar à


dinâmica do cotidiano escolar.
c) cuidados básicos e essenciais à pessoa com deficiência no exercício de suas
atividades diárias, podendo ser membro ou não da família.
d) alimentação, higiene e locomoção do estudante com deficiência e atua em
todas as atividades escolares nas quais se fizer necessária.
e) atenção à saúde do estudante com deficiência na escola.
COMENTÁRIOS:
O inciso XIII do Art. 3º, responde a questão. Vejamos:
XIII - profissional de apoio escolar: pessoa que exerce atividades de alimentação,
higiene e locomoção do estudante com deficiência e atua em todas as atividades
escolares nas quais se fizer necessária, em todos os níveis e modalidades de
ensino, em instituições públicas e privadas, excluídas as técnicas ou os
procedimentos identificados com profissões legalmente estabelecidas;
Sendo assim, ao analisar o artigo e as opções, a que se enquadra é a letra D, que
é o gabarito da questão!
GABARITO: LETRA B

QUESTÃO 4 - Ano: 2017 - Banca: VUNESP - Órgão: TJ-SP -


Prova: Escrevente Técnico Judiciário
Nos termos da Lei Federal n° 13.146/2015, a pessoa com deficiência
A) Poderá ser obrigada a se submeter a intervenção clínica ou cirúrgica,
tratamento ou institucionalização forçada, mediante prévia avaliação
biopsicossocial, realizada por equipe multiprofissional e interdisciplinar.
B) em situação de curatela, não terá participação na obtenção de
consentimento para a prática dos atos da vida civil, pois, em tal circunstância,
não possui qualquer capacidade civil
C) está obrigada à fruição de benefícios decorrentes de ação afirmativa, a fim
de que sejam construídos ambientes de trabalho acessíveis e inclusivos

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 15


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

D) somente será atendida sem seu consentimento prévio, livre e esclarecido


em casos de risco de morte e de emergência em saúde, resguardado seu superior
interesse e adotadas as salvaguardas legais cabíveis.
E) e seu acompanhante ou atendente pessoal têm direito à prioridade na
tramitação processual e nos procedimentos judiciais em que forem partes ou
interessados.
COMENTÁRIOS:
Letra A: incorreta.
(art. 11) a pessoa com deficiência não poderá ser obrigada a se submeter a
intervenção clínica ou cirúrgica, a tratamento ou a institucionalização forçada.
Letra B: incorreta.
(art. 85) a curatela afetará tão somente os atos relacionados aos direitos de
natureza patrimonial e negocial. (art. 85, §1º) prevê que a definição da curatela
não alcança o direito ao próprio corpo, à sexualidade, ao matrimônio, à
privacidade, à educação, à saúde, ao trabalho e ao voto.
Letra C: incorreta
(art. 4º, §2º) a pessoa com deficiência não está obrigada à fruição de benefícios
decorrentes de ação afirmativa.
Letra D: correta
reproduz o Art. 13: A pessoa com deficiência somente será atendida sem seu
consentimento prévio, livre e esclarecido em casos de risco de morte e de
emergência em saúde, resguardado seu superior interesse e adotadas as
salvaguardas legais cabíveis.
Letra E: incorreta.
(art. 9º, §1º) esses direitos não são extensivos ao acompanhante da pessoa com
deficiência.
GABARITO: LETRA D

QUESTÃO 5 - Ano: 2017 - Banca: IFB - Órgão: IFB - Prova: Professor -


Libras

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 16


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

No que concerne à Lei nº 13.146/2015, pode-se afirmar que:


a) Os tradutores e intérpretes Português-Libras, quando direcionados à tarefa
de interpretar em salas de aula dos cursos de graduação e pós-graduação, devem
possuir prioritariamente curso de graduação em pedagogia e especialização em
educação de surdos.
b) Os tradutores e intérpretes Português-Libras, quando direcionados à tarefa
de interpretar em salas de aula dos cursos de graduação e pós-graduação, devem
possuir prioritariamente curso de graduação de licenciatura plena em Letras:
Libras ou em Letras: Libras/Língua Portuguesa como segunda língua.
c) Quando direcionados à tarefa de interpretar nas salas de aula dos cursos
de graduação e pós-graduação, os intérpretes de Libras-Língua Portuguesa
devem possuir prioritariamente curso de nível superior em Tradução e
Interpretação em Libras.
d) Quando direcionados à tarefa de interpretar nas salas de aula dos cursos
de graduação e pós-graduação, os intérpretes de Libras-Língua Portuguesa
devem possuir prioritariamente curso de nível técnico ou profissional em tradução
e interpretação de Libras e Língua Portuguesa.
e) Quando direcionados à tarefa de interpretar nas salas de aula dos cursos
de graduação e pós-graduação, os intérpretes de Libras-Língua Portuguesa
devem possuir prioritariamente curso de graduação em pedagogia bilíngue:
Libras e Língua Portuguesa escrita.
COMENTÁRIOS
A resposta está no artigo 28, §2º. Os itens foram apenas alterados. Vejamos o
erro de cada um.
Letra A: incorreta
Os tradutores e intérpretes Português-Libras, quando direcionados à tarefa de
interpretar em salas de aula dos cursos de graduação e pós-graduação, devem
possuir prioritariamente curso de graduação em pedagogia e
especialização em educação de surdos.
Letra B: incorreta

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 17


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

Os tradutores e intérpretes Português-Libras, quando direcionados à tarefa de


interpretar em salas de aula dos cursos de graduação e pós-graduação, devem
possuir prioritariamente curso de graduação de licenciatura plena em
Letras: Libras ou em Letras: Libras/Língua Portuguesa como segunda
língua.
Letra C: certo
artigo 28,§2º,II
Letra D: incorreta
Quando direcionados à tarefa de interpretar nas salas de aula dos cursos de
graduação e pós-graduação, os intérpretes de Libras-Língua Portuguesa devem
possuir prioritariamente curso de nível técnico ou profissional em
tradução e interpretação de Libras e Língua Portuguesa.
Letra E: incorreta
Quando direcionados à tarefa de interpretar nas salas de aula dos cursos de
graduação e pós-graduação, os intérpretes de Libras-Língua Portuguesa devem
possuir prioritariamente curso de graduação em pedagogia bilíngue:
Libras e Língua Portuguesa escrita.
GABARITO: LETRA C

QUESTÃO 6 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TRT - 11ª REGIÃO (AM
E RR) - PROVA: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA
No que diz respeito ao reconhecimento igual perante a lei, a Lei n° 13.146/2015
estabelece que
a) a pessoa com deficiência sempre será submetida à curatela.
b) a curatela de pessoa com deficiência constitui medida protetiva ordinária.
c) a curatela é proporcional às necessidades e às circunstâncias de cada caso
e persiste obrigatoriamente até que sejam completados os 21 anos de idade.
d) é facultado à pessoa com deficiência a adoção de processo de tomada de
decisão apoiada.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 18


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

e) a curatela não afeta os atos relacionados aos direitos de natureza


patrimonial e negocial.
COMENTÁRIOS:
Letra A: Incorreto
(Art. 84, §1º) Quando necessário, a pessoa com deficiência será submetida à
curatela, conforme a lei.
Letra B: Incorreto
(Art. 85, §2º) A curatela constitui medida extraordinária, devendo constar da
sentença as razões e motivações de sua definição, preservados os interesses do
curatelado
Letra C: Incorreto
(Art. 84, §3º) A definição de curatela de pessoa com deficiência constitui medida
protetiva EXTRAORDINÁRIA, proporcional às necessidades e às circunstâncias de
cada caso, e durará o menor tempo possível
Letra D: Correto
(Art. 84, §2º) É facultado à pessoa com deficiência a adoção de processo de
tomada de decisão apoiada
Letra E: Incorreto
(Art. 85) A curatela afetará tão somente os atos relacionados aos direitos de
natureza patrimonial e negocial)
GABARITO: LETRA D

QUESTÃO 7 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TRE-PR - PROVA:


TÉCNICO JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA
A Lei n° 13.146/15 disciplina o reconhecimento de igual perante a lei das pessoas
com deficiência. Nesse contexto está inserido a curatela, sobre a qual a Lei n°
13.146/15 estabelece que
f) a submissão da pessoa deficiente à curatela é obrigatória.
g) os curadores são obrigados a prestar contas anualmente de sua
administração ao Ministério Público.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 19


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

h) a definição de curatela de pessoa com deficiência constitui medida protetiva


extraordinária e durará o menor tempo possível.
i) a curatela alcança atos relacionados a todos os direitos ligados à pessoa
com deficiência.
j) para a emissão de documentos oficiais é exigida a situação de curatela da
pessoa com deficiência
COMENTÁRIOS:
Letra A: Incorreto
(art. 84, §1º) Quando necessário, a pessoa com deficiência será submetida à
curatela, conforme a lei.
Letra B: Incorreto
(art. 84, 4º) Os curadores são obrigados a prestar, anualmente, contas de sua
administração ao juiz, apresentando o balanço do respectivo ano.
Letra C: Correto
(art. 84, §3º) A definição de curatela de pessoa com deficiência constitui medida
protetiva extraordinária, proporcional às necessidades e às circunstâncias de
cada caso, e durará o menor tempo possível.
Letra D: Incorreto
(Art. 85) A curatela afetará tão somente os atos relacionados aos direitos
de natureza patrimonial e negocial.
Letra E: Incorreto
(Art. 86) Para emissão de documentos oficiais, não será exigida a situação de
curatela da pessoa com deficiência.
GABARITO: LETRA C

QUESTÃO 8 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TRE-PR - PROVA:


TÉCNICO JUDICIÁRIO - ÁREA ADMINISTRATIVA
As disposições gerais da Lei n° 13.146/15, que instituiu o Estatuto da Pessoa com
Deficiência, estabelece que

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 20


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

f) a avaliação da deficiência obrigatoriamente será biopsicossocial e será


realizada por equipe multiprofissional e interdisciplinar.
g) qualquer entrave que limite ou impeça o exercício de direitos como
acessibilidade e liberdade de movimento são denominados barreiras.
h) barreira urbanística são os entraves existentes nos edifícios públicos e
privados.
i) acessibilidade é um conceito ligado a produtos, equipamentos, dispositivos
e outros que objetivem qualidade de vida e inclusão social.
j) pessoas com criança de colo não estão incluídas no conceito de “pessoa
com mobilidade reduzida”.
COMENTÁRIOS:
Item A: Incorreto
Art. 2º, § 1º: A avaliação da deficiência, quando necessária, será
biopsicossocial, realizada por equipe multiprofissional e interdisciplinar e
considerará:
Item B: Correta
Art. 3º, IV (letra da lei)
Item C: Incorreto
Art. 3º, IV, “a”: barreiras urbanísticas: as existentes nas vias e nos espaços
públicos e privados abertos ao público ou de uso coletivo;
Ao se falar em EDIFÍCIOS, falamos então em barreiras ARQUITETÔNICAS!
Vide o art. 3º, IV, “b”: barreiras arquitetônicas: as existentes nos edifícios
públicos e privados.
Item D: Incorreto
Art. 3º, I: acessibilidade: possibilidade e condição de alcance para utilização, com
segurança e autonomia, de espaços, mobiliários, equipamentos urbanos,
edificações, transportes, informação e comunicação, inclusive seus sistemas e
tecnologias, bem como de outros serviços e instalações abertos ao público, de
uso público ou privados de uso coletivo, tanto na zona urbana como na rural, por
pessoa com deficiência ou com mobilidade reduzida;

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 21


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

Item E: Incorreto
Art. 3º, IX: PESSOA COM MOBILIDADE REDUZIDA: aquela que tenha, por
qualquer motivo, dificuldade de movimentação, permanente ou temporária,
gerando redução efetiva da mobilidade, da flexibilidade, da coordenação motora
ou da percepção, incluindo idoso, gestante, lactante, pessoa com criança de colo
e obeso;
GABARITO: LETRA B

QUESTÃO 9 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TRT - 24ª REGIÃO (MS)
PROVA: ANALISTA JUDICIÁRIO - ÁREA JUDICIÁRIA
Na tomada de decisão apoiada, instituída pela Lei n° 13.146/2015 − Estatuto da
Pessoa com Deficiência,
f) a decisão tomada por pessoa apoiada terá validade e efeitos sobre
terceiros, sem restrições, desde que esteja inserida nos limites do apoio
acordado.
g) é feita a indicação de um curador para prestar apoio à pessoa com
deficiência no que diz respeito às decisões e atos da vida civil.
h) o terceiro com quem a pessoa apoiada mantenha relação negocial não pode
solicitar que os apoiadores contra-assinem o contrato ou acordo.
i) a lei estabelece quais são os atos que são abrangidos e qual é o prazo
mínimo a que deve se submeter a pessoa apoiada.
j) o apoiador pode requerer a exclusão de sua participação do processo de
tomada de decisão apoiada, independente de autorização judicial.
COMENTÁRIOS:
Item A: Correto
Art. 116, § 4º: A decisão tomada por pessoa apoiada terá validade e efeitos sobre
terceiros, sem restrições, desde que esteja inserida nos limites do apoio
acordado.
Item B: Incorreto

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 22


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

Art. 116: A tomada de decisão apoiada é o processo pelo qual a pessoa com
deficiência elege pelo menos 2 (duas) pessoas idôneas, com as quais mantenha
vínculos e que gozem de sua confiança, para prestar-lhe apoio na tomada de
decisão sobre atos da vida civil, fornecendo-lhes os elementos e informações
necessários para que possa exercer sua capacidade.
Item C: Incorreto
Art. 116, §5º: Terceiro com quem a pessoa apoiada mantenha relação negocial
pode solicitar que os apoiadores contra-assinem o contrato ou acordo,
especificando, por escrito, sua função em relação ao apoiado.
Item D: Incorreto
Art. 116, § 1º: Para formular pedido de tomada de decisão apoiada, a pessoa
com deficiência e os apoiadores devem apresentar termo em que constem os
limites do apoio a ser oferecido e os compromissos dos apoiadores, inclusive o
prazo de vigência do acordo e o respeito à vontade, aos direitos e aos interesses
da pessoa que devem apoiar.
Item E: Incorreto
Art. 116, §10: O apoiador pode solicitar ao juiz a exclusão de sua participação do
processo de tomada de decisão apoiada, sendo seu desligamento condicionado
à manifestação do juiz sobre a matéria.
GABARITO: LETRA A

QUESTÃO 10 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TST -


PROVA: ANALISTA JUDICIÁRIO – TAQUIGRAFIA
Nos termos da Lei n° 13.146/2015, a violência contra a pessoa com deficiência
a) acarreta sofrimento físico à vítima, não caracterizando-se quando ocasionar
sofrimento meramente psicológico.
b) não engloba conduta praticada em locais privados, pois, nesse caso, o ato
criminoso sofre outro enquadramento legal.
c) pode ser praticada por omissão.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 23


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

d) deve ser comunicada, exclusivamente, à autoridade policial ou ao Ministério


Público.
e) será objeto de notificação facultativa pelos respectivos serviços de saúde às
autoridades competentes.
COMENTÁRIOS:
Art. 26 - Os casos de suspeita ou de confirmação de violência praticada contra a
pessoa com deficiência serão objeto de notificação compulsória pelos serviços
de saúde públicos e privados à autoridade policial e ao Ministério Público,
ALÉM dos Conselhos dos Direitos da Pessoa com Deficiência.
Parágrafo único - Para os efeitos desta Lei, considera-se violência contra a pessoa
com deficiência qualquer ação ou omissão, praticada em local público ou
privado, que lhe cause morte ou dano ou sofrimento físico ou psicológico.
Vejamos o erro de cada item:
Item a: “não caracterizando-se quando ocasionar sofrimento meramente
psicológico.”
Item b: “não engloba conduta praticada em locais privados,”
Item d: “deve ser comunicada, exclusivamente”
Item e: “será objeto de notificação facultativa”
GABARITO: LETRA C

QUESTÃO 11 - Ano: 2017 - Banca: FCC - Órgão: TRT - 21ª Região (RN)
Prova: Técnico Judiciário - Área Administrativa
Nos termos da Lei n° 13.146/2015, a assistência social à pessoa com deficiência
a) destina-se à garantia de seguranças fundamentais no enfrentamento de
situações de vulnerabilidade e de risco, por fragilização de vínculos e ameaça ou
violação de direitos.
b) pode ou não envolver conjunto articulado de serviços do âmbito da Proteção
Social Básica e da Proteção Social Especial.
c) envolve serviços prestados apenas no âmbito da Proteção Social Especial.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 24


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

d) não se destina à pessoa com deficiência em situação específica de


dependência, vez que, nesse caso, são assegurados outros meios de auxílio.
e) não se destina à família da pessoa com deficiência, haja vista a característica
da pessoalidade que norteia os serviços assistenciais.
COMENTÁRIOS:
A resposta da questão está no art. 39 e seus parágrafos. Vejamos:
Art. 39. Os serviços, os programas, os projetos e os benefícios no âmbito da
política pública de assistência social à pessoa com deficiência e sua família têm
como objetivo a garantia da segurança de renda, da acolhida, da habilitação e da
reabilitação, do desenvolvimento da autonomia e da convivência familiar e
comunitária, para a promoção do acesso a direitos e da plena participação social.
§ 1º A assistência social à pessoa com deficiência, nos termos do caput deste
artigo, deve envolver conjunto articulado de serviços do âmbito da Proteção
Social Básica e da Proteção Social Especial, ofertados pelo Suas, para a garantia
de seguranças fundamentais no enfrentamento de situações de vulnerabilidade e
de risco, por fragilização de vínculos e ameaça ou violação de direitos.
§ 2º Os serviços socioassistenciais destinados à pessoa com deficiência em
situação de dependência deverão contar com cuidadores sociais para prestar-lhe
cuidados básicos e instrumentais.
Vejamos os erros de cada item:
Item b: Errado
“pode ou não envolver”  conforme o §1º, existe um DEVER, e não uma opção!
Item c: Errado
“apenas no âmbito da”  conforme o §1º, existe também a Proteção Social
Básica
Item d: Errado
“não se destina”  conforme o §2º, DESTINAM-SE!
Item e: Errado
“não se destina”  conforme o caput do art. 39, a assistência social à pessoa
com deficiência TAMBÉM SE DESTINA à sua família.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 25


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

GABARITO: LETRA A

QUESTÃO 12 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TRE-SP - PROVA:


TÉCNICO JUDICIÁRIO - ENFERMAGEM (+ PROVAS)
Atenção: Para responder à questão, considere a Lei nº 13.146/2015 − Estatuto
da Pessoa com Deficiência.
A avaliação da deficiência, quando necessária,
a) não considerará fatores socioambientais.
b) terá seus instrumentos criados pelo Poder Legislativo.
c) não considerará fatores pessoais.
d) será, excepcionalmente, realizada por equipe multiprofissional.
e) será biopsicossocial.
COMENTÁRIOS:
Art 2º, § 1º - A avaliação da deficiência, quando necessária, será
biopsicossocial, realizada por equipe multiprofissional e interdisciplinar e
considerará:
I - os impedimentos nas funções e nas estruturas do corpo;
II - os fatores socioambientais, psicológicos e pessoais;
III - a limitação no desempenho de atividades; e
IV - a restrição de participação.
§ 2º - O Poder Executivo criará instrumentos para avaliação da deficiência.
A questão é literalmente letra da Lei! Vamos analisar os erros dos itens?
Item a: errado
“não considerará fatores socioambientais”  afronta o inciso II do §1º acima
transcrito.
Item b: errado
“pelo Poder Legislativo”  afronta o §2º acima exposto.
Item c: errado
“não considerará fatores pessoais”  afronta o inciso II do §1º acima transcrito.
Item d: errado

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 26


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

“será, excepcionalmente, realizada”  afronta o caput do art. 2º. Não existe


EXCEPCIONALIDADE!!
GABARITO: LETRA E

QUESTÃO 13 - ANO: 2017 - BANCA: FCC - ÓRGÃO: TRE-SP - PROVA:


ANALISTA JUDICIÁRIO - ANÁLISE DE SISTEMAS (+ PROVAS)
Atenção: Para responder à questão, considere a Lei nº 13.146/2015 − Estatuto
da Pessoa com Deficiência.
Os serviços de habilitação e de reabilitação profissional
a) devem ocorrer, exclusivamente, em entidades de formação profissional.
b) destinam-se a toda pessoa com deficiência, independentemente de sua
característica específica.
c) não têm por objetivo a conservação do trabalho, mas sim, sua obtenção.
d) podem, apenas em situações excepcionais, ser oferecidos em ambientes
inclusivos.
e) devem ocorrer, de forma articulada nas redes públicas e privadas e,
exclusivamente, na saúde e na Previdência Social.
COMENTÁRIOS:
Sobre habilitação e reabilitação, a lei separou o artigo 36 e seus parágrafos.
Sendo assim, a resposta da questão está nestes artigos. Vejamos o erro de cada
item.
Item a: Errado
“devem ocorrer, exclusivamente,”
Art. 36, § 5º - A habilitação profissional e a reabilitação profissional devem
ocorrer articuladas com as redes públicas e privadas, especialmente de saúde,
de ensino e de assistência social, em todos os níveis e modalidades, em
entidades de formação profissional ou diretamente com o empregador.
Item b: Certo
Art. 36, § 3º
Item c: errado

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 27


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

“não têm por objetivo a conservação do trabalho, mas sim, sua obtenção.”
Art. 36 - O poder público deve implementar serviços e programas completos de
habilitação profissional e de reabilitação profissional para que a pessoa com
deficiência possa ingressar, continuar ou retornar ao campo do trabalho,
respeitados sua livre escolha, sua vocação e seu interesse.
Item d: errado
“podem, apenas em situações excepcionais, ser oferecidos em ambientes
inclusivos.”
Art. 36, §4º - Os serviços de habilitação profissional, de reabilitação profissional
e de educação profissional deverão ser oferecidos em ambientes acessíveis e
inclusivos.
Item e: errado
“devem ocorrer, de forma articulada nas redes públicas e privadas e,
exclusivamente, na saúde e na Previdência Social.”
Art. 36, §5º - A habilitação profissional e a reabilitação profissional devem ocorrer
articuladas com as redes públicas e privadas, especialmente de saúde, de
ensino e de assistência social, em todos os níveis e modalidades, em entidades
de formação profissional ou diretamente com o empregador.
GABARITO: LETRA B

QUESTÃO 14 - ANO: 2016 - BANCA: REIS & REIS - ÓRGÃO: PREFEITURA


DE CIPOTÂNEA – MG - PROVA: PSICÓLOGO
De acordo com a Lei nº 13.146/2015, podemos afirmar, exceto:
e) Toda pessoa com deficiência tem direito à igualdade de oportunidades com
as demais pessoas e não sofrerá nenhuma espécie de discriminação.
f) É dever de todos comunicar à autoridade competente qualquer forma de
ameaça ou de violação aos direitos da pessoa com deficiência.
g) A pessoa com deficiência tem direito a receber atendimento prioritário,
sobretudo com a finalidade de disponibilização de recursos, tanto humanos

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 28


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

quanto tecnológicos, que garantam atendimento em igualdade de condições com


as demais pessoas.
h) O processo de habilitação e de reabilitação é um dever da pessoa com
deficiência.
COMENTÁRIO:
Letra A: Correto
Art. 4º
Letra B: Correto
Art. 7º
Letra C: Correto
Art. 9º
Letra D: Incorreto
Art. 14 - O processo de habilitação e de reabilitação é um direito da pessoa com
deficiência.
Direito é diferente de DEVER! Sendo assim, alternativa incorreta.
GABARITO: LETRA D

QUESTÃO 15 - ANO: 2016 - BANCA: FAURGS - ÓRGÃO: TJ-RS -


PROVA: PEDAGOGO JUDICIÁRIO
Considera-se pessoa com deficiência, conforme previsto pela Lei nº 13.146/2015,
aquela que tem
b) impedimento de médio prazo de natureza física, mental, intelectual ou
sensorial.
b) impedimento de longo prazo de natureza eminentemente física, ou seja,
aquela que, em interação com uma ou mais barreiras, pode ter obstruída sua
participação plena e efetiva na sociedade.
c) impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou
sensorial, que inviabilize a sua plena e efetiva participação na sociedade em
igualdade de condições com as demais pessoas.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 29


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

d) impedimento mental, intelectual ou sensorial, ou seja, aquela que, em


interação com uma ou mais barreiras físicas, pode ter obstruída sua participação
plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.
e) restrições de participação social e limitações no desempenho de atividades,
desde que avaliada por médico perito da previdência social.
COMENTÁRIOS:
Art. 2º, caput responde a questão. Vejamos:
Art. 2º - Considera-se pessoa com deficiência aquela que tem impedimento de
longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, o qual, em
interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e
efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.
Sendo assim, ao analisar os itens, concluímos pela letra C.
Vejamos o erro de cada item:
Letra a: impedimento de médio prazo (...)
Letra b: impedimento de longo prazo de natureza eminentemente física (...)
Letra d: a ausência da palavra “longo prazo”
Letra e: Não se enquadra no conceito de deficiência
GABARITO: LETRA C

QUESTÃO 16 - ANO: 2016 - BANCA: REIS & REIS - ÓRGÃO: PREFEITURA


DE CIPOTÂNEA – MG - PROVA: PSICÓLOGO (+ PROVAS)
De acordo com a Lei nº 13.146/2015, podemos afirmar, EXCETO:
a) Toda pessoa com deficiência tem direito à igualdade de oportunidades com as
demais pessoas e não sofrerá nenhuma espécie de discriminação.
b) É dever de todos comunicar à autoridade competente qualquer forma de
ameaça ou de violação aos direitos da pessoa com deficiência.
c) A pessoa com deficiência tem direito a receber atendimento prioritário,
sobretudo com a finalidade de disponibilização de recursos, tanto humanos
quanto tecnológicos, que garantam atendimento em igualdade de condições com
as demais pessoas.

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 30


Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência
TRTs
Aula 05
Prof. Ricardo Gomes

d) O processo de habilitação e de reabilitação é um dever da pessoa com


deficiência.
COMENTÁRIOS:
Item a: Correto (Art. 4º)
Item b: Correto (Art. 7º)
Item c: Correto (Art. 9º)
Item d: ERRADO
Art. 14: O processo de habilitação e de reabilitação é um direito da pessoa com
deficiência.
GABARITO: LETRA D

www.pontodosconcursos.com.br | Professor Ricardo Gomes 31