Você está na página 1de 2

Resumo 1: INTRODUÇÃO À ECONOMIA

PARTE I

 Bens: mercadorias que resultam da produção econômica e que direta ou


indiretamente satisfazem as necessidades humanas, como alimentos, roupas, pontes,
lazer, etc.
 Serviços: são determinados atos executados por indivíduos ou empresas, que
satisfazem as necessidades humanas, mas não tem uma existência concreta ou
tangível, como uma consulta médica, um telefone, etc.
 Fatores de Produção: são os recursos empregados pelo homem para produzir os
bens e serviços. Compreendem o trabalho humano, o capital e os recursos naturais.
 Agentes econômicos: são os indivíduos que fazem parte da economia e
desempenham diferentes papéis, como o consumidor, o empresário, operário, etc.
 Teoria econômica: é o ramo do conhecimento humano que estuda as leis que regem
a produção, a distribuição, o consumo e a circulação de bens e serviços numa
sociedade.
 Riqueza: a riqueza de um país num determinado momento é a soma dos recursos
naturais disponíveis, mais sua população e mais tudo o que foi produzido e
preservado pela economia do país durante a sua existência.
 Método dedutivo: parte da elaboração de pressupostos gerais a respeito de um
determinado objeto de estudo para atingir o conhecimento do fato isolado, do
detalhe. Parte do geral para o particular.
 Método indutivo: parte da observação direta do detalhe para, através de seu
conhecimento, estabelecer os princípios gerais que regem a matéria em estudo. Parte
do particular para o geral.
 Econometria: método de investigação que objetiva confrontar a teoria econômica
com a realidade, através da análise de dados numéricos. Para isso, utiliza os métodos
indutivo e dedutivo. É a “medida” da economia.
 Economia positiva: é o conjunto de métodos e esquemas teóricos que permitem
determinar e entender como se dão os fenômenos econômicos. Estuda a atividade
econômica como ela é.
 Economia normativa: parte da constatação de como a realidade é, ou seja, do
entendimento dos mecanismos econômicos, para em seguida propor um estado de
coisas, considerado melhor pelo observador. Estuda a atividade econômica como ela
deveria ser.

Prof. Flávio Antonio Klein ­ 24/01/2019 1
M.Sc. Estatística e Métodos Quantitativos
407473500.doc
PARTE II

 O problema fundamental da economia: é a impossibilidade de se produzir bens e


serviços em quantidades ilimitadas para satisfazer as necessidades humanas
permanentemente ampliadas, pois os fatores de produção existem em quantidades
limitadas. Este fato também é conhecido como lei da escassez.

 Quatro perguntas fundamentais:

o O que produzir? – indica que é necessário identificar a natureza das


necessidades humanas, para saber quais os bens e serviços a produzir;

o Quanto produzir – reconhece a limitação existente na disponibilidade dos


fatores de produtivos;

o Como produzir? – é uma questão técnica, que indica que há várias maneiras
de se combinarem os fatores de produção para se obterem bens e serviços;

o Para que produzir? – envolve a questão da distribuição dos bens e dos


serviços produzidos entre os elementos da sociedade.

 Curva de possibilidades de produção - CPP: indica as quantidades máximas de


bens e de serviços que podem ser produzidos em uma economia, quando todos os
fatores de produção disponíveis estão empregados.

 A curva (ou fronteira) de possibilidades de produção (CPP) é um conceito


teórico com o qual se ilustra como a questão da escassez impõe um limite à
capacidade produtiva de uma sociedade, que terá de fazer escolhas entre alternativas
de produção.

Prof. Flávio Antonio Klein ­ 24/01/2019 2
M.Sc. Estatística e Métodos Quantitativos
407473500.doc