Você está na página 1de 33

Introdução à

Macroeconomia

Prof. Fabini Hoelz Bargas Alvarez


IBMEC-RJ / UCP
Macroeconomia
O que é Macroeconomia?
 É o estudo da economia como um todo, pois
analisa a economia através de suas
variáveis fortemente agregadas. Abrange o
comportamento econômico e as políticas
que afetam o consumo e o investimento, o
câmbio e a balança comercial, os
determinantes das variações de preços e
salários, as políticas fiscal e monetária, o
estoque monetário, o orçamento do governo,
taxa de juros e dívida pública.
Macroeconomia
Macroeconomia x Microeconomia
 Macroeconomia: economia em grandes
proporções (variáveis agregadas).
 Exemplo: salários (médios) dos trabalhadores
brasileiros;
 Microeconomia: economia em pequenas
proporções (variáveis individuais).
 Exemplo:
salários (médios) dos trabalhadores
da empresa ACME.

Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Produto Nacional Bruto (PNB):
É o valor de todos os bens finais e serviços
produzidos na economia nacional, a preços
de mercado, em um dado período tempo.

PNB nominal = PNB real + inflação

Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Taxa de Crescimento da Economia
 Então,a taxa de crescimento da economia é
taxa à qual cresce o PNB real , e deve-se à:
 Variação no volume de recursos disponíveis;
 Mudanças na eficiência dos fatores de produção;
 Variação no emprego dos recursos disponíveis
para o produto.

Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Ciclo de Negócios
É um padrão mais ou menos regular de expansão
(recuperação) e de contração (recessão) da
atividade econômica em torno de uma trajetória
tendencial de crescimento.
PNB
Pico

Recuperação

Recessão
Fundo

Macroeconomia tempo
Conceitos-Chave
 Hiato do Produto
O hiato do produto mede o hiato entre o
produto real e o produto que a economia
poderia produzir com o pleno emprego dos
recursos existentes. O produto de pleno
emprego é também chamado de produto
potencial.

hiato do produto = produto potencial – produto real

Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Hiato do Produto
Taxas de Crescimento

Produto Real Produto Potencial

Hiato

Macroeconomia
tempo
Conceitos-Chave

 Produto Interno Bruto (PIB)


O PIB é o valor dos bens finais produzidos
em um país;
 PNB x PIB
 Parte do PNB pode ser ganha no exterior:
 Qual é maior: o PNB ou o PIB do Japão?

Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Estoques
 São medidas efetuadas em determinados
pontos, momentos, instantes específicos do
tempo, ou seja, têm uma referência de tempo.
 Fluxos
 São medidas que apenas podem ser
mensuradas dentro de intervalos de tempo,
ou seja, possuem uma dimensão de tempo.
Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Análise econômica
 Análise estática simples
 Examina os fenômenos econômicos em instantes
isolados do tempo.
 Análise estática comparativa
 Parte da comparação de duas ou mais posições
de equilíbrio.
 Análise estática
 Examina o comportamento das variáveis ao longo
do tempo, estudando seu movimento, tanto nas
posições de equilíbrio como de desequilíbrio.
Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Renda
É o somatório das remunerações pagas pelos
agentes produtores aos titulares dos fatores
de produção, ou seja, a renda agregada da
economia é a soma de todos os salários,
juros, lucros e aluguéis pagos pelo conjunto
das firmas produtoras de bens e serviços aos
proprietários da terra, do capital e do
trabalho. Assim sendo a renda é igual ao
produto.
Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Despesa
 Damesma forma, pode-se dizer que o
produto e a despesas são iguais. Uma vez
que tudo o que é vendido por alguma pessoa
representa o que é comprado por outra, no
agregado, compras (produto) e vendas
(despesa) são iguais.

Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Despesa
 Classificação dos Componentes
Consumo Privado + Despesa
Investimento Privado Privada
Despesa
Interna
Consumo Público + Despesa Despesa
Investimento Público Pública Total

Despesa
Importações - Externa
Exportações Líquida

Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Emprego e Desemprego
 Como nem todo o capital disponível para a
economia realmente é utilizado, nem todo
trabalho disponível é absorvido pelos meios
de produção, então:

A taxa de desemprego é a fração da força


de trabalho que não consegue emprego.

Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Capital
 Apesar de ser considerado como um estoque,
pela teoria fisheriana o capital pode ser descrito
como tudo aquilo que gera, para seu
proprietário, um fluxo de rendimentos ao longo
do tempo. Então existem três formas de capital:
 Capital Físico: conjunto dos investimentos em
máquinas, equipamentos, construções e instalações;
 Capital Humano: soma dos investimentos em
educação, saúde e migração;
 Capital Tecnológico: acumulado a partir dos
investimentos em pesquisa básica ou aplicada.
Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Inflação
É um crescimento persistente e generalizado
no nível de preços.
 Persistente, porque uma situação em que os
preços, dado um nível inicial P0, aumentassem
para um novo nível P1, aí permanecendo
indefinidamente, não seria inflação;
 Generalizado, porque a inflação deve refletir

aumentos simultâneos de um grande número de


preços.
Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Demanda Agregada
É a relação entre gastos em bens e serviços
e o nível de preços.
 Oferta Agregada
Éa relação entre o volume de produto das
empresas e o nível de preços.

Macroeconomia
Conceitos-Chave
 Análise Gráfica da Oferta e Demanda Agregadas
P
(preços)
Oferta Agregada

P0

Demanda Agregada

Y0 Produto Y (renda)
Macroeconomia
Os Quatro Mercados
Macroeconômicos
 Mercado de Produto
 Este mercado será caracterizado pelas
funções de oferta e demanda que,
conjuntamente, determinarão o preço do
produto, ou nível geral de preços, que vem a
ser, em termos práticos, uma média
ponderada dos preços dos bens e serviços
disponíveis na economia.

Macroeconomia
Os Quatro Mercados
Macroeconômicos
 Mercado de Trabalho
 Também neste mercado podem ser
caracterizadas as funções de oferte e
demanda que, interagindo, vão determinar o
salário. Convém observar que a oferta de
trabalho é exercida pelos trabalhadores, na
medida em que se oferecem para trabalhar,
em troca de uma remuneração (salário) e que
a demanda de trabalho é exercida pelas
empresas, na medida que demandam mão-
de-obra.
Macroeconomia
Os Quatro Mercados
Macroeconômicos
 Mercado de Títulos
 Apesar de não fazer parte do setor real da
economia, é possível a construção de uma
função oferta e uma função demanda por
títulos, cuja interação irá determinar o preço
dos mesmos.
 Deve-se salientar que o preço de qualquer
título é variável.

Macroeconomia
Os Quatro Mercados
Macroeconômicos
 Mercado de Moeda
 Existe,também, demanda e oferta por
moeda. A oferta é determinada pelo Banco
Central e bancos comerciais, enquanto que a
demanda é determinada pelo conjunto de
todos os agentes econômicos. O nível da
demanda é decidida pelos agentes, isto é, se
vale a pena ou não reter moeda como um
ativo, dependendo de seu custo de
oportunidade (nesse caso da taxa de juros).
Macroeconomia
Identidade Produto x Despesa e
a Contabilidade Nacional
 Considerando uma economia que não
possua Governo e tampouco relações com
outras economias:
Y≡C+I
Onde:
Y = produto nominal;
 C = consumo;
 I = investimento.
 A formação de estoques é considerada investimento.
Macroeconomia
Identidade Produto x Despesa e
a Contabilidade Nacional
 Sob o ponto de vista de renda, em uma
economia simples como a considerada, toda
a renda poderá ter somente duas
destinações, consumo (C) ou poupança (S),
então:
Y≡C+S
 Combinando com a identidade anterior:
C+I≡Y≡C+S
Demanda Renda
Macroeconomia
Identidade Produto x Despesa e
a Contabilidade Nacional
 Desta última identidade vê-se que:
I≡S
 Agora, introduzindo o Governo na economia
descrita anteriormente, e denominando G
como o gasto do governamental em
consumo e investimento e T a tributação:
Y≡C+I+G
Macroeconomia
Identidade Produto x Despesa e
a Contabilidade Nacional
 Pela ótica da renda, com a introdução do
Governo, parte da renda do setor privado
será gasta no pagamento de tributos, e o
restante destinada ao consumo e à
poupança:
Y≡C+S+T⇔Y–T≡C+S
renda disponível do setor privado

Macroeconomia
Identidade Produto x Despesa e
a Contabilidade Nacional
 Combinando as duas identidades anteriores obtêm-
se:
C+I+G≡Y≡C+S+T
 Ou seja:
G–T≡S–I
 Que pode ser interpretada como o excesso das
despesas sobre a receita de impostos do Governo
(déficit orçamentário) e é contabilmente idêntico ao
excesso da poupança sobre o investimento privado.
 Em uma economia fechada o desequilíbrio das
contas do governo iráMacroeconomia
repercutir no setor privado.
Identidade Produto x Despesa e
a Contabilidade Nacional
 Já, uma economia completa onde há além
dos setores público e privado o setor
externo, é descrito como:
Y≡C+I+G+X–M
 Observa-se que a renda pode ser
destinada ao consumo, à poupança e à
importação:
Y–T≡C+S+M⇔Y≡C+S+T+M
Macroeconomia
Identidade Produto x Despesa e
a Contabilidade Nacional
 Que pode ser reescrita como:
G –T ≡ (S – I) + (M – X)
 Percebe-se então que caso haja um déficit do
Governo (G > T) este pode ser financiado pela
poupança líquida interna (S – I) ou pela poupança
líquida externa (M – X). Já, se houver um superávit
(G < T) no orçamento, este terá como
contrapartidas um investimento líquido interno ou
um superávit externo.
Macroeconomia
O Mercado de Trabalho
 Função de Produção Macroeconômica
 Relaciona a quantidade máxima de produto que pode ser
produzida com os insumos utilizados no processo
produtivo;
 Para uma análise mais detalhada é necessário observar:
 O produto e o trabalho são fluxos, pois são expressos em
unidades de tempo. Já o capital é um estoque;
 O estoque de capital é formado pelos fluxos de investimentos
em suas três formas; S
K S = ∑ I(t)
0
 A função de produção econômica é um conceito de máximo,
pois traduz a quantidade máxima de produto que poderá ser
obtida. Se a economia estiver em um ponto sobre a sua
função de produção, ela será eficiente no sentido econômico.
Macroeconomia
O Mercado de Trabalho
 A função de produção econômica é um conceito de
máximo, uma vez que traduz a quantidade máxima de
produto que poderá ser obtida. Ou seja, se a economia
estiver em um ponto sobre a sua função de produção,
ela estará sendo eficiente no sentido econômico.
 A função de produção agregativa será dita
macroeconômica quando as variações no produto
dependerem apenas das variações no fator trabalho,
sendo considerado constante o estoque de capital.
 À medida que unidades sucessivas de trabalho forem
sendo acrescentadas, o produto crescerá, porém a
taxas cada vez menores, satisfazendo a lei dos
rendimentos marginais decrescentes.
Macroeconomia
O Mercado de Trabalho
 Função de Produção Macroeconômica
 Considerando que a economia produz um só
produto (y) e utiliza apenas dois fatores de
produção: trabalho (N) e capital (K), têm-se:
y y = f(N, K0)
(unidades
de produto
por
unidade
de tempo)

N
(trabalhadores por unidade de tempo)
Macroeconomia