Você está na página 1de 6
8º Ano
8º Ano

O bem-estar e os diversos direitos humanos

BÁRBARA VIDEIRA

100 Q

O que entendes por bem-estar?

O bem-estar é um conjunto de práticas que engloba uma boa nutrição, atividade física, bons relacionamentos interpessoais, familiares e sociais, além de controle do stresse.

Pode-se assim dizer que bem-estar significa a saúde no seu sentido mais amplo, de maneira ativa e em todos os seus aspetos.

 O que entendes por bem-estar ? O bem-estar é um conjunto de práticas que engloba
 O que entendes por bem-estar ? O bem-estar é um conjunto de práticas que engloba

O que são os direitos humanos?

Os direitos humanos são os todos os direitos relacionados à garantia de uma vida digna a todas as pessoas, estes, são garantidos à pessoa pelo simples fato de ser humana.

Eles devem ser garantidos a todos os cidadãos, de qualquer parte do mundo e sem qualquer tipo de discriminação, como cor, religião, nacionalidade, gênero, orientação sexual e política.

Refere a origem dos direitos humanos ?

O conceito de direitos humanos mudou ao longo da história, mas há alguns acontecimentos que foram muito importantes na evolução desses direitos.

O primeiro registro histórico de direitos humanos é de aproximadamente 500 anos antes de Cristo, quando Ciro, rei da Pérsia, declarou a liberdade de escravos e alguns outros direitos de igualdade humana. Esses direitos foram gravados em uma peça chamada Cilindro de Ciro.

Também são acontecimentos importantes na proteção dos direitos humanos a criação da Declaração de Direitos de Virgínia, nos Estados Unidos (1776) e a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão (1789) na França.

A criação da Organização das Nações Unidas em 1945 também faz parte da história da evolução dos direitos humanos. É importante porque um dos objetivos da

ONU é trabalhar para garantir a dignidade de todos povos e para diminuir as desigualdades mundiais.

Logo em seguida, no ano de 1948 a ONU aprovou a criação da Declaração Universal dos Direitos Humanos. E em 1966 foram criados mais dois documentos: o Pacto Internacional sobre os Direitos Civis e Políticos e o Pacto Internacional sobre os Direitos Econômicos, Sociais e Culturais.

Leis dos direitos humanos:

Os direitos humanos são tratados em várias leis, convenções, acordos e tratados internacionais.

Algumas leis que tratam dos direitos humanos:

  • 1. Declaração Universal dos Direitos do Homem (1948)

  • 2. Declaração Universal dos Direitos do Homem (1948)

  • 3. Declaração Universal dos Direitos do Homem (1948)

A Constituição Federal de 1988, no artigo 5º, define quais são os direitos e garantias fundamentais dos cidadãos (alguns direitos/garantias abaixo) :

  • 1. igualdade de direitos e deveres entre mulheres e homens,

  • 2. proibição de tortura e tratamento desumano,

  • 3. liberdade de pensamento, de crença e de religião

  • 4. proibição de censura,

  • 5. proteção da intimidade, vida privada, honra e imagem,

  • 6. sigilo telefônico e de correspondências,

  • 7. liberdade de escolha de profissão,

  • 8. liberdade de locomoção dentro do país,

  • 9. direito de propriedade e de herança,

10. acesso garantido à justiça,

11. racismo, tortura e tráfico de drogas são crimes inafiançáveis,

12. proibição de pena de morte,

13. nenhum brasileiro pode ser extraditado

13. nenhum brasileiro pode ser extraditado  O que é o direito á educação? O direitohttps://www.unidosparaosdireitoshumanos.com.pt/what-are- human-rights/videos/right-to-education.html Pequeno vídeo sobre o “direito á educação “  O que é o direito á habitação? O direito à moradia é parte do direito a um padrão de vida adequado. Ou seja, não se resume a apenas um teto e quatro paredes, mas o direito de toda mulher, homem, jovem e criança de ter acesso a um lar e a uma comunidade seguros para viver em paz, com dignidade e saúde física. https://sicnoticias.sapo.pt/programas/reportagemespecial/2018-03-24-O- direito-a-habitacao-1 Pequeno vídeo sobre o “ direito á educação ”  O que é o direito á saúde? A saúde consta na Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, no artigo XXV, que define que todo ser humano tem direito a um padrão de vida " id="pdf-obj-3-5" src="pdf-obj-3-5.jpg">

O que é o direito á educação?

O direito á educação é um direito fundamental de todas as pessoas, embora nem sempre respeitado. Falamos-lhe sobre este assunto, sempre na ordem do dia.

Pequeno vídeo sobre o “direito á educação “

O que é o direito á habitação?

O direito à moradia é parte do direito a um padrão de vida adequado. Ou seja, não se resume a apenas um teto e quatro paredes, mas o direito de toda mulher, homem, jovem e criança de ter acesso a um lar e a uma comunidade seguros para viver em paz, com dignidade e saúde física.

https://sicnoticias.sapo.pt/programas/reportagemespecial/2018-03-24-O-

direito-a-habitacao-1

Pequeno vídeo sobre o direito á educação

O que é o direito á saúde?

A saúde consta na Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, no artigo XXV, que define que todo ser humano tem direito a um padrão de vida

capaz de assegurar-lhe e a sua família, saúde e bem-estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis. Ou seja, o direito à saúde é indissociável do direito à vida, que tem por inspiração o valor de igualdade entre as pessoas.

Pequeno vídeo sobre o “direito á saúde “

GRUPO II

Quem é a Malala?

A Malala foi a pessoa mais nova a ser honrada com um prémio nobel. É conhecida principalmente pela defesa dos direitos humanos das mulheres e do acesso à educação na sua região natal do vale do Swat, no nordeste do Paquistão, onde os locais talibãs impedem as jovens de frequentar a escola. Desde então, o ativismo de Malala tornou-se um movimento internacional.

História de Malala, que promoveu a sua causa:

Na tarde de 9 de outubro de 2012, Malala entrou num autocarro escolar na província de Khyber Pakhtunkhwa. Um homem armado chamou-a pelo nome, apontou-lhe uma pistola e disparou três tiros. Uma das balas atingiu o lado esquerdo da testa e percorreu o interior da pele, ao longo da face e até ao ombro. Nos dias que se seguiram ao ataque, Malala manteve-se inconsciente e em estado grave. Quando a sua condição clínica melhorou foi transferida para um hospital em Birmingham na Inglaterra. Em 12 de outubro, um grupo de 50 clérigos islâmicos paquistaneses emitiu uma fátua contra os homens que a

tentaram matar, mas os talibãs reiteraram a sua intenção de matar Malala. A tentativa de assassinato desencadeou um movimento de apoio nacional e internacional.

A ima em Esta Foto rafia de Autor
A ima
em Esta Foto
rafia de Autor
Com a história da Malala, aprendemos que toda agente deve ter os mesmos direitos, seja a
Com a história da Malala,
aprendemos que toda agente deve ter
os mesmos direitos, seja a pessoa
negra ou branca, alta ou baixa, porque
todos somos iguais.