Você está na página 1de 24

JANEIRO

30
quarta-feira

CLIPPING
30 | Janeiro | 2019

Jean Bitar realiza primeira bariátrica por videolaparoscopia pelo SUS da região Norte

A Instituição tem o serviço de cirurgia bariátrica com uma das suas áreas de referências no Pará. Baixar Foto Foto: ASCOM
HJB PreviousNext
29/01/2019 16:44h

A primeira cirurgia bariátrica por videolaparoscopia feita no Norte por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) foi realizada na manhã
desta terça-feira (29), no Hospital Jean Bitar (HJB), em Belém. Considerado um marco para a Instituição, que tem o serviço de cirurgia
bariátrica com uma das suas áreas de referências no Pará, a unidade de saúde pública avança na utilização de tecnologias mais
modernas e menos invasivas.

A técnica também é mais confortável para o paciente, que pode ter alta em 24h e retornar às suas atividades normalmente em apenas
uma semana. Com a cirurgia tradicional, conhecida também como “cirurgia de barriga aberta”, por orientação médica, o retorno do
paciente às suas atividades consideradas menores só é autorizado após 45 dias.

O cirurgião geral responsável pelo procedimento, o especialista em cirurgia da obesidade Allan Fonseca, enumerou outras vantagens
sobre a cirurgia por via aberta, como menor risco de infecção e maior rotatividade dos leitos, já que, normalmente, o paciente não
precisa de internação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o que confere maior resolutividade ao Serviço de Cirurgia Bariátrica do
Hospital.

“Com o método mais moderno e menos invasivo, o paciente é o principal beneficiado, mas ganha também o Hospital e o Estado do
Pará, que hoje, inauguram um marco, que significa maior qualidade de atendimento no serviço de cirurgia bariátrica disponível para a
população paraense, no Hospital Jean Bitar”, destacou o médico.

Milene dos Santos, filha da paciente Sandra Monteiro dos Santos, de 45 anos, submetida à cirurgia, falou sobre a sua alegria e de
toda a família com a realização do procedimento, que era o grande sonho de sua mãe. “Estou muito feliz por minha mãe ter sido a
primeira pessoa contemplada com esse tipo de cirurgia, que é segura, causa menos sofrimento, e que era o grande sonho dela. Todos
da família estamos muito satisfeitos e felizes com a conquista dela”, disse.

Marco na saúde pública - O chefe do serviço de Cirurgia Geral do HJB, Dr. Nazareno Moura, informou que esse tipo de procedimento
é o inicio de um novo tempo com relação às cirurgias bariátricas no Estado do Pará. No entanto, a tendência é que outros hospitais do
SUS cada vez mais passem a realizar outros tipos de cirurgias por videolaparoscopia.

“Ter uma forma mais moderna de realizar um procedimento no serviço público, que traz vários benefícios, é extremamente importante.
Para o serviço de cirurgia bariátrica, no Estado do Pará, realmente é um marco, isso é inquestionável. Mas penso também que esse é
o pontapé inicial para a realização de outras cirurgias videolaparoscópicas”, explica.

“Com isso, vamos poder devolver o indivíduo para a sociedade numa condição melhor e mais rápida, tornando-o produtivo em um
tempo menor ou abreviando o tempo que poderia ficar afastado de suas funções. A economia também é muito grande, mas o impacto
maior, o maior benefício mesmo, é esse: contribuir com o retorno do paciente à sociedade”, ressaltou.

Para o diretor executivo do Hospital, Giovani Merenda, este dia entrará na historia da instituição, e ficará marcado como o dia em que
o serviço de cirurgia bariátrica conseguiu ter um avanço significativo na qualidade do atendimento prestado.

“Estamos muito felizes com esta conquista, de extrema importância para o Hospital Jean Bitar, para os nossos pacientes e para a
população paraense. Agradeço e parabenizo toda a equipe da cirurgia geral e do centro cirúrgico que esteve envolvida direta e
indiretamente na realização da primeira cirurgia bariátrica videolaparoscópica do nosso hospital. Reafirmarmos o nosso compromisso
em fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para melhorar ainda mais a qualidade dos nossos serviços e a vida dos nossos
pacientes. Esta é a nossa missão”, concluiu.

Saiba mais - Na cirurgia por via aberta, também conhecida por cirurgia convencional ou por cirurgia tradicional, o acesso à região
operada é por meio de uma incisão cuja dimensão permite entrada direta, tanto visual como tátil. Esta forma de acesso simplifica, em
regra, a execução técnica dos procedimentos; no entanto, a cirurgia aberta tem várias desvantagens quando comparada com
abordagens menos invasivas.

Na cirurgia minimamente invasiva, o acesso à região operada é feito com pequenas incisões, onde são introduzidos instrumentos
cirúrgicos específicos e um vídeo que transmite as imagens da região a operar para monitores presentes na sala operatória. Estas
imagens guiam as ações do cirurgião para concretizar os procedimentos. A menor invasibilidade desta abordagem traduz-se,
globalmente, em menos efeitos indesejáveis e numa recuperação mais rápida dos doentes.

Hospital Jean Bitar – A unidade de saúde oferece assistência de média e alta complexidade aos usuários do Sistema Único de Saúde
(SUS). Com 70 leitos, é referência estadual para procedimentos de endoscopia digestiva alta e colonoscopia, cirurgia gastrointestinal e
algumas especialidades clínicas, como endocrinologia, reumatologia, geriatria e pneumologia. Para atendimento é necessário
encaminhamento via Central de Regulação do Estado. O Hospital Jean Bitar fica na Rua Cônego Jerônimo Pimentel, Bairro Umarizal,
em Belém. Mais informações: (91) 3239-3800.

Por Joelza Silva

http://agenciapara.com.br/Noticia/183789/jean-bitar-realiza-primeira-bariatrica-por-videolaparoscopia-pelo-sus-da-regiao-norte
30 | Janeiro | 2019

Notícia Economia MAIS NOTÍCIAS


Governo do Pará participa de encontro que discute desafios fiscais dos Estados
30/01/2019 08:25h
Teve início, na manhã desta quarta-feira (30), em São Paulo (SP), o evento Encontro Rede Juntos Estados, que discute os desafios
enfrentados na gestão das finanças públicas com governadores, secretários e especialistas na área fiscal. O Governo do Pará já está
representado pelo secretários da Fazenda, René Sousa, e do Planejamento, Hana Ghassan, que neste momento debatem questões
de arrecadação ao lado de especialistas, como o economista Paulo Tafner, da Universidade de São PAULO (USP), e o secretário do
Tesouro Nacional do governo federal, Mansueto Almeida.
O governador do Pará, Helder Barbalho, também participa do encontro, no painel "Diálogo com Secretários", a partir das 10h. A
reunião tem como objetivo dar andamento às demandas criadas na primeira reunião da Rede Juntos Estados, ocorrida em dezembro
de 2018. Na ocasião, foram debatidas questões referentes ao equilíbrio fiscal, com foco na busca por soluções para a manutenção
dos princípios estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.
Por Governo do Estado do Pará

http://agenciapara.com.br/Noticia/183795/governo-do-para-participa-de-encontro-que-discute-desafios-fiscais-dos-estados

Governo do Estado apresenta proposta para acelerar obras de requalificação da BR-316


29/01/2019 18:26h
O governador Helder Barbalho reiterou, na tarde desta segunda-feira (28), o interesse do Estado em utilizar o saldo remanescente do
contrato de financiamento da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica) para obras de requalificação da BR-316. Os
recursos serão destinados às obras complementares na rodovia, de extrema importância para a eficiência do sistema. A manifestação
do chefe do Executivo ocorreu durante reunião com representantes da Jica no Brasil e diretores do Núcleo de Gerenciamento de
Transporte Metropolitano (NGTM), na sede do Palácio do Governo, em Belém.
As obras complementares dizem respeito à construção de dois viadutos: Independência e Alça Viária, que interligam ao bairro da
Cidade Nova e possuem interferências diretas à rodovia. Além disso, o trabalho envolve a requalificação da avenida Ananin e a
construção da ponte na via. As medidas devem acelerar as obras da Nova BR-316 e gerar um aumento dos investimentos, porém,
serão custeadas com o saldo de recursos que já foi contratado.
O interesse do Estado na utilização para tais obras foi oficializado e entregue pelo governador aos representantes da Jica no Brasil,
que estiveram nesta segunda e terça-feira em missão técnica na capital. Para o governador, serão tomadas todas as medidas
necessárias para que as medidas sejam executadas dentro do cronograma de 19 meses.
“A obra está internalizada no Governo. A experiência de Belém acabou por tornar o projeto BRT em desconfiança, pois a referência
que a população tem desse modelo é a pior possível. Portanto, reafirmo que estamos esperançosos de sermos atendidos, pois
entendemos que é fundamental para o pleno êxito e efetividade do projeto de requalificação da Região Metropolitana de Belém”, disse
Helder.
Os representantes da Jica, Yutaro Tanaka e Mauro Inoue, receberam o pleito do governador e afirmaram que apresentarão a proposta
à diretoria da Agência no Japão. Mauro, coordenador de projetos, adiantou que a demanda recebida deve ser aceita, garantindo,
assim, o cumprimento do cronograma de obras.
“Quanto ao aporte de recursos, não há problemas para a Jica. O aporte será feito e, daqui há 19 meses, as obras serão concluídas”,
afirma. “Estamos trabalhando neste projeto desde 2012. Viemos verificar e confirmar essa obra, que foi acordada com o governo
anterior. Com as visitas, estamos muito satisfeitos com o que vimos”, reforça Inoue.
Visita - A reunião com o governador encerrou os compromissos dos representantes da Agência, que vieram a Belém pela primeira vez
após as obras iniciarem no último dia 15. Yutaro e Mauro estiveram com representantes da construtora responsável pela execução do
serviço e com a diretoria técnica do NGTM.
Reunidos com o Governo do Estado, puderam conhecer a nova gestão, discutiram providências para o início das obras e questões
técnicas, principalmente quanto à segurança e o cronograma, medidas que estão sendo tomadas para minimizar os impactos e o
saldo de recursos remanescentes.
Durante esta manhã, a comitiva visitou as instalações do BRT Belém, conheceu as futuras instalações do Centro de Controle
Operacional – responsável pelo sistema BRT Belém e BRT Metropolitano, e os avanços das obras na Nova BR, tanto no canteiro
central, como no canteiro de obras e futuro Terminal de Integração de Marituba.
“A visita dos representantes da Jica foi muito boa. Eles viram que existe uma prioridade do Governo do Estado na condução do projeto
com o cumprimento dos prazos vigentes. Para eles é uma questão emblemática, uma vez que o projeto está sendo trabalhado há
bastante tempo. Deverão vir com frequência. Inclusive, em março, outra comitiva, desta vez diretamente do Japão, estará aqui”, disse
Eduardo Ribeiro, diretor geral do NGTM.
Participaram também da reunião, diretores técnicos do NGTM, o consul principal do Japão – Keiji Hanada, e o assessor do consul
Japão – Flávio Tadaka.
Nova BR-316 - O projeto abrange trechos que cruzam os municípios de Belém, Ananindeua e Marituba, somando 10,8 quilômetros de
extensão. Trata-se de um obra para otimizar a mobilidade interna, hoje fortemente prejudicada pelo aumento no fluxo de transporte e
alto incremento de veículos na frota do Estado, aliado à necessidade de um sistema eficiente de transporte público por ônibus na
Região Metropolitana de Belém.
Por Michelle Daniel

http://agenciapara.com.br/Noticia/183792/governo-do-estado-apresenta-proposta-para-acelerar-obras-de-requalificacao-da-br-316
30 | Janeiro | 2019

Meio Ambiente MAIS NOTÍCIAS


Secretaria de Meio Ambiente vai cadastrar barragens no Estado
29/01/2019 18:38h

A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará (Semas) informou, nesta terça-feira (29), que vai implantar um sistema
informatizado para cadastrar todas as barragens existentes no Estado. A expectativa é que o programa esteja operando até o segundo
semestre deste ano. O primeiro modulo, de barragens de acúmulo de rejeitos de mineração, e o segundo, de acumulação de água,
estão em fase de testes para homologação.

"O que a gente pretende é ter o quadro geral de todas as barragens, licenciadas ou não, para trazer a luz todas que existem no Pará.
Nós queremos saber quais são as técnicas usadas e qual a melhor que pode ser utilizada no Estado. Nós queremos que exista um
monitoramento de alta tecnologia, para que não seja preciso passar por eventos que não deem tempo de acudir a população", disse o
secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Mauro Ó de Almeida.

No Cadastro Nacional de Barragens de Mineração, publicado este ano pela Agência Nacional de Mineração, existem 98 barragens
deste tipo no Pará. Dessas, 64 estão incluídas no Plano Nacional de Segurança de Barragens. Outras 34 estão cadastradas, mas não
estão classificadas como de alto dano potencial associado pelos critérios da Lei nº 12.334/ 2010.

"Essas 34 barragens que não estão no plano de segurança não se encaixam na legislação, porque não têm altura maior que 15m, não
têm um volume maior que 3 milhões de m³ de capacidade, não apresentam um dano potencial associado e não contêm resíduos
perigosos que justifique estarem no plano", esclareceu o titular da Semas.

O Grupo de Trabalho (GT) criado pelo Governo do Estado para acompanhar a situação das barragens no Pará deve realizar nova
reunião na próxima semana para definir as ações estratégicas. O coletivo, coordenado pela Semas, pretende analisar as atuais
condições das barragens de mineração existentes no Pará. O GT também pretende estudar mecanismos para o estabelecimento de
um Plano Estadual de Prevenção a Desastres Ambientais.

O governador do Estado, Helder Barbalho, falou sobre a importância do Grupo de Trabalho que foi criado. "Criamos o GT para que,
junto com Ministério Publico do Estado e Ministério Público Federal, e outras secretarias e órgãos, possamos trabalhar conjuntamente
para fazer as devidas cobranças às empresas que detêm essas barragens e também às instituições federais que licenciam essas
barragens. O objetivo é minimizar qualquer risco e e evitar episódios dramáticos e lamentáveis como os que aconteceram em MG, nas
cidades de Mariana e em Brumadinho", concluiu.

Por Ronan Frias

http://agenciapara.com.br/Noticia/183793/secretaria-de-meio-ambiente-vai-cadastrar-barragens-no-estado

Governo propõe acordo de cooperação com MPF em defesa do patrimônio estadual


29/01/2019 15:38h

O governador Helder Barbalho e o auditor geral do Estado, Giusepp Mendes, se reuniram na tarde desta segunda-feira (28) com
representantes do Ministério Público Federal (MPF), para a apresentação de uma proposta de Acordo de Cooperação Técnica e
Assistência Mútua, entre o Governo e o MPF. O objetivo do acordo é realizar investigações e operacionalizar medidas que visem à
proteção do erário público.

A cooperação pretendida pelos partícipes consistirá: a) na realização de trabalhos, de auditoria, exame e instrução de processos, em
matérias que envolvam a proteção do patrimônio público federal e estadual, quando, a critério das Instituições, a gravidade e a
complexidade do caso, assim o requererem; b) na realização de cursos de formação e aperfeiçoamento profssional, de intercâmbio de
treinandos e instrutores, de pesquisas, de seminários e de outros eventos de interesse comum; c) no credenciamento de servidores,
de ambos os lados, para acesso os bancos de dados de interesse e acesso comuns, mantidos por uma das Instituições, de acordo
com as normas de segurança da informação.

Segundo o procurador-chefe do MPF, Alan Mansur, a proposta foi recebida com satisfação pelo órgão, uma vez que objetiva prevenir e
corrigir ações da administração pública que possam resultar em danos ao patrimônio público.

“Qualquer governo ou administração que tome uma medida como essa merece os nossos parabéns, pois o MPF tem a função de zelar
pelo bem público, de preferência, em parceria com o próprio ente federado”, destacou. A proposta está em análise pelo MPF e deve
ser assinada nos próximos dias.

Além disso, durante a reunião, também foram tratados temas de interesse federal no Pará, como a questão do meio ambiente, de
reservas indígenas e de patrimônio público.

Por Governo do Estado do Pará

http://agenciapara.com.br/Noticia/183787/governo-propoe-acordo-de-cooperacao-com-mpf-em-defesa-do-patrimonio-estadual
30 | Janeiro | 2019

Governo do Pará participa de reunião da Rede Juntos Estados, realizada em São Paulo
O Governo do Pará debaterá em São Paulo, na próxima quarta-feira (30), os desafios enfrentados na gestão das finanças
públicas. Foto: Arquivo Agência Pará. Baixar Foto Foto: MARCOS SANTOS PreviousNext
29/01/2019 15:50h

O Governo do Pará debaterá em São Paulo, na próxima quarta-feira (30), os desafios enfrentados na gestão das finanças públicas. O
assunto é tema da segunda reunião Rede Juntos Estados, que contará com a presença do governador Helder Barbalho e da
Secretária de Estado de Planejamento e Administração (Seplan), Hana Ghassan.

O encontro reunirá os governadores eleitos de seis estados brasileiros que fazem parte da rede do Programa Juntos. Além do
governador do Pará, devem estar presentes o governador de São Paulo, João Doria Jr.; o governador de Minas Gerais, Romeu Zema;
o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; o governador de Goiás, Ronaldo Caiado; e o governador de Alagoas, Renan Filho.

A reunião tem como objetivo dar andamento às demandas criadas na primeira reunião da Rede Juntos Estados, realizada em
dezembro de 2018. Na ocasião, foram debatidas questões referentes ao equilíbrio fiscal, com foco na busca por soluções para a
manutenção dos princípios estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Dentre os temas debatidos estão causas e possíveis soluções para a crise fiscal dos Estados, perspectivas do ajuste fiscal nos
Estados e reforma estrutural para os regimes próprios. Ao longo da programação, haverá o momento de diálogo entre os
governadores de cada unidade da federação presente, e ainda o diálogo com os secretários de cada Estado.

Além dos gestores das unidades da federação, também é aguardada a presença do diretor do Banco Mundial, Martin Raiser; o
secretário Especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho; o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida; além da
subsecretária de Relações Financeiras Intergovernamentais, Priscilla Santana; e de representante da Secretaria Especial de
Previdência e Trabalho.

Encontro – O evento é realizado pela Comunitas, organização da sociedade civil que atua a fim de colaborar com o aprimoramento
dos investimentos sociais corporativos e, ainda, com o objetivo de estimular a participação da iniciativa privada no desenvolvimento
econômico do Brasil. O Encontro é realizado periodicamente, sempre com a missão de estimular discussões acerca de temas
relevantes para a melhoria da gestão pública no país.

Serviço - Segunda reunião Rede Juntos Estados, com a presença do Governador do Estado, Helder Barbalho, e da Secretária de
Estado de Planejamento e Administração, Hana Ghassan. Nesta quarta-feir (30), de 8h às 13h, na Casa Jereissati - Rua Jacarezinho,
107, bairro Jardim Europa, São Paulo (SP).

Por Cintia Magno

http://agenciapara.com.br/Noticia/183788/governo-do-para-participa-de-reuniao-da-rede-juntos-estados-realizada-em-sao-paulo

Governo do Pará busca parcerias com o Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região

“O Governo do Estado está de portas abertas e sensível às demandas do TRT8", disse o governador Helder Barbalho. Baixar
Foto Foto: Marco Santos / Ag. Pará PreviousNext
29/01/2019 14:32h

O governador Helder Barbalho recebeu, nesta segunda-feira (28), no Palácio do Governo, a presidente do Tribunal Regional do
Trabalho da 8ª Região, a desembargadora Pastora do Socorro Teixeira Leal. Na pauta, Helder colocou o Governo do Pará à
disposição do Tribunal.

“O Governo do Estado está de portas abertas e sensível às demandas do TRT8. Reconhecemos o Tribunal como uma instituição
fundamental para sociedade”, disse o governador. Na ocasião, Helder ainda agradeceu a visita e desejou votos de uma gestão íntegra
à frente do Tribunal para a desembargadora.

Além da Pastora Leal, também participaram do encontro os desembargadores Vicente Malheiros, Julianes Chagas, Walter Paro, Zuíla
Dutra e Luis Ribeiro. “Estreitar o relacionamento entre o Governo do Estado e o TRT8 para que sejam desenvolvidos projetos, ações e
parcerias entre as duas instituições”, falou a desembargadora Pastora Leal sobre o objetivo da reunião.

Pastora Leal – A desembargadora tomou posse no último dia 7 de janeiro, para comandar a administração do Tribunal para o biênio
2018/2020. Pastora Leal é paraense, nascida em Conceição do Araguaia, no sul do Pará. Ingressou na magistratura em 1989. Em
2002 foi promovida a juíza togada do TRT8, e desembargadora do Egrégio Regional.

Por William Serique

http://agenciapara.com.br/Noticia/183785/governo-do-para-busca-parcerias-com-o-tribunal-regional-do-trabalho-da-8-regiao
30 | Janeiro | 2019

Iasep implanta novo canal telefônico para atendimento de segurados


O novo número é exclusivo para os casos de cirurgias eletivas com uso de materiais fornecidos pelo Iasep, os chamados
OPME (órteses, próteses e materiais especiais). Baixar Foto Foto: ASCOM IASEP PreviousNext
29/01/2019 14:17h

A partir dessa terça-feira (29), o Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado do Pará (Iasep) conta com um novo
recurso para atendimento aos segurados. Uma linha telefônica exclusiva está disponível para prestar informações sobre processos de
autorização de cirurgias. Os segurados que têm processo em andamento podem ligar para o número (91) 3366-6104 para saber sobre
prazos, documentos, orientações e qualquer outro esclarecimento.

O novo número, no entanto, é exclusivo para os casos de cirurgias eletivas com uso de materiais fornecidos pelo Iasep, os chamados
OPME (órteses, próteses e materiais especiais). Para outros tipos de cirurgia ou informações, os segurados devem ligar para o
número geral, (91) 3366-6100.

A presidente do Iasep, Luciane Silva, explica que a iniciativa partiu da necessidade de reorganizar os fluxos de atendimento. “Para o
segurado, isso servirá de suporte, pois muitas vezes eles têm que se deslocar até a sede para obter informações sobre seu processo.
Com esse novo fluxo, pretendemos desafogar a quantidade de atendimentos presenciais, evitar filas e dar o retorno sobre o
andamento dos processos. Isso significa mais conforto e resolutividade ao segurado”, afirma.

Atendimento
Linha exclusiva para informações sobre cirurgias com materiais especiais (OPME): 3366-6104.
Demais tipos de cirurgias e outras informações: 3366-6100.

Por Ádria Azevedo

http://agenciapara.com.br/Noticia/183783/iasep-implanta-novo-canal-telefonico-para-atendimento-de-segurados

Estudo farmacêutico realizado no HRBA reduz casos de queda de pacientes internados


29/01/2019 10:27h

Um estudo realizado pela equipe multiprofissional da Clínica Oncológica do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em
Santarém (PA), reduziu o número de casos de queda dos pacientes internados a partir da avaliação do risco agregado aos
medicamentos adotados durante o tratamento. Os dados sobre o estudo, que começou a ser feito em setembro de 2016, na unidade
gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, foram divulgados durante a 1º Semana da
Farmácia Hospitalar.
“Avaliamos os pacientes envolvidos nesse incidente de segurança, a priori na Clínica Oncológica, e na análise verificamos que todos
tinham em comum a utilização de medicamentos que podem apresentar reações adversas ou potencializam as chances de queda”,
explicou a coordenadora de Farmácia, Sândrea Queiroz, após analisar o levantamento realizado com quase 6 mil pacientes, de ambos
os sexos, internados na Clínica Oncológica do HRBA.
A partir de outubro de 2017, a equipe multiprofissional passou a verificar associações medicamentosas que aumentavam o risco de
queda e a informar os riscos adicionais aos pacientes. O resultado da intervenção no uso destes medicamentos se mostrou eficiente.
De outubro de 2016 a setembro de 2017, foram registradas 10 quedas na Unidade de Internação Oncológica. Após a intervenção, no
período de outubro de 2017 a setembro de 2018, foram registrados seis incidentes.
Estima-se que 50% das quedas geram danos a pacientes (físicos ou/e psíquicos) e contribuem para aumentar o tempo de internação,
custos assistenciais e produzem repercussões na credibilidade do hospital. Com a intervenção da equipe farmacêutica, aliada à
colaboração dos pacientes e acompanhantes, foi possível reduzir o número de quedas e consequentemente, os danos para a saúde
dos usuários.

Hospital

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) atende casos de média e alta complexidades e presta serviço 100% pelo Sistema
Único de Saúde (SUS). No Norte do País, o hospital avança em serviços de saúde, com a implantação de programas de transplantes
renais, cirurgias cardíacas e a consolidação do tratamento oncológico. A unidade atende uma população estimada em mais de 1,1
milhão de pessoas, residentes em 21 municípios do Oeste do Pará.

O HRBA é uma unidade pública e gratuita de saúde, pertencente ao Governo do Pará e administrado, desde 2008, pela entidade
beneficente Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado
de Saúde Pública (Sespa).

No Norte do Brasil, foi o primeiro hospital público a obter o certificado máximo de qualidade, a ONA 3 – Acreditado com Excelência,
concedido mediante o cumprimento das melhores práticas hospitalares e de qualidade assistencial. O HRBA também se tornou o
primeiro hospital público do Brasil a obter o selo “Materiality Disclosures”, emitido pela Global Reporting Initiative (GRI).

Por Joab Ferreira

http://agenciapara.com.br/Noticia/183773/estudo-farmaceutico-realizado-no-hrba-reduz-casos-de-queda-de-pacientes-internados
30 | Janeiro | 2019

Nota MAIS NOTAS


Centro de Reabilitação no Pará adota metodologia internacional para atendimento
Da Redação
Agência Pará de Notícias
Atualizado em 29/01/2019 13:57h
As lideranças do Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (Ciir), em Belém, conheceram a metodologia QMentum International™,
por meio de um curso de sensibilização ministrado pela coordenadora do IQG - Health Services Accreditation, Daniela Akemi. Os
profissionais do Ciir conheceram os conceitos essenciais para a construção do modelo internacional, que em 24 meses esses serão
trazidos para a prática.

O Centro passará por uma avaliação diagnóstica durante dois dias, tempo em que será construído um projeto voltado para o
desenvolvimento das ações, até o período da certificação.

A inovação da metodologia “QMentum International™ está na utilização ferramentas inovadoras que permitem a avaliação e
reestruturação dos processos de trabalho. As avaliações são realizadas por equipes da mais alta qualificação e experiência, que
assumem o compromisso de tornar o processo acessível, pertinente e transformador para as organizações.

Toda a metodologia está alinhada com os princípios da Governança Clínica, sendo utilizada em mais de 50 países pelo mundo,
incluindo América do Norte, Europa, Ásia e América Latina.

http://agenciapara.com.br/Nota/36469/centro-de-reabilitacao-no-para-adota-metodologia-internacional-para-atendimento
30 | Janeiro | 2019
30 | Janeiro | 2019
30 | Janeiro | 2019
30 | Janeiro | 2019
DIGITAL 30 | Janeiro | 2019
30 | Janeiro | 2019

Governo e movimentos sociais atuam contra violência a trans


Ação no Reduto e estratégias de enfrentamento são colocadas em prática
29.01.19 21h53

Em 2018, sete casos de homicídios contra pessoas trans foram registrados no Pará. A informação consta de um dossiê
confeccionado pela Rede Nacional Trans, a partir de dados oficiais e apresentados em uma reunião na Defensoria
Pública do Estado nesta terça-feira (29). Foram três assassinatos em Belém, um em Ananindeua, um em Marabá e dois
em Concórdia do Pará. Sem contar, as subnotificações.Para fazer frente a essa realidade, o Governo do Estado e
movimentos sociais realizam ação de cidadania junto a pessoas trans que atuam como profissionais do sexo no bairro do
Reduto e definiram ações conjuntas de enfrentamento ao chamado crime de ódio. A partir de ponto estratégico e nos
próprios locais de atividades das pessoas, orientações e serviços são prestados."O relatório classifica esses crimes
contra as pessoas trans como crimes de ódio, porque são praticados com extrema violência e requinte de crueldade",
afirmou Juliana Oliveira, coordenadora do Núcleo de Direitos Humanos da Defensoria Pública do Pará.Na boate Malícia,
no bairro do Reduto, pessoas trans receberam orientações, em especial profissionais do sexo. Uma mulher trans de 27
anos informou que "na pista" já identificou pessoas debochando e jogando ovos e pedras nas profissionais no Reduto.
Essa mulher foi até a sede da campanha, na boate, para encaminhar documentos.
A 5ª edição da Pista Cidadã, reunindo órgaos governamentais como Segup, Polícia Civil, Polícia Militar, SejuDH, Seduc,
Ouvidoria da Polícia, OAB-PA, Sesma e entidades LGBTI, contou com testes de ISTs, com destaque para a profilaxia
PrEP HIV, e levantamento educacional, entre outras ações.Para Isabella Santorinne, da Rede Paraense de Pessoas
Trans, "essa ação conjunta hoje, Dia Nacional da Visibilidade Trans, é importante porque viabiliza o acesso de travestis e
transsexuais a orientações e serviços aos quais em geral elas não têm durante o dia e também para combater o
preconceito e a violência". No encontro de movimentos sociais e Defensoria Pública foi definido que serão intensificadas
ações para atendimento de demandas do público trans, como empregabilidade; saúde; cidadania (registro civil, com
alteração da Certidão de Nascimento); abrigamento de pessoas trans expulsas de casa, em particular, adolescentes, e
prevenção e combate à violência contra essa população. Uma das ações é a desconstrução do discurso de gênero, que
somente reconhece os cisgêneros e não os transgêneros.

https://www.oliberal.com/belem/governo-e-movimentos-sociais-atuam-contra-viol%C3%AAncia-a-trans-1.54861

Assista: Trans é Visibilidade, Trans é Respeito, Trans é Poder


Celebrado no dia 29 de janeiro, o Dia da Visibilidade Trans convida ao debate e ao engajamento
Tainá Cavalcante
29.01.19 18h45
João Ramos / O Liberal
O casal Rafael Carmo e Isabella Santorinne: militância e resistência trans (João Ramos / O Liberal)
Estamos no Dia Nacional da Visibilidade Trans. Celebrada neste dia 29 de janeiro, a data, além de ser uma oportunidade
para o debate, nos convida a refletir sobre comportamentos e falas, ainda estigmatizados, em relação a essa
população.Pensando nisso, e acreditando que a melhor possibilidade para a quebra de pré-conceitos é a informação,
convidamos o casal Isabella Santorinne, 28, mulher transexual, militante da causa trans e coordenadora da Rede
Paraense de Pessoas Trans (Reppat), e Rafael Carmo, 25, artista visual e coordenador da Reppat, para responderem
aos questionamentos mais buscados no Google, nos últimos 30 dias, sobre pessoas transexuais.Veja o resultado nesse
conteúdo especial e inédito produzido pela Redação Integrada de O Liberal.
Isabella Santorinne é coordenadora da Rede Paraense de Pessoas Trans, assim como Rafael Carmo, que também é
artista visualIsabella Santorinne é coordenadora da Rede Paraense de Pessoas Trans, assim como Rafael Carmo, que
também é artista visual (João Ramos / O Liberal)
"Eu, com 12 anos de idade, já sabia que tinha algo 'diferente' comigo, porque eu olhava no espelho e via um corpo de
menino, mas a minha alma era feminina."
Isabella Santorinne, coordenadora da Rede Paraense de Pessoas Trans:
"As pessoas ainda não compreendem que em nossa sociedade não existem apenas homens com pênis e mulheres com
vaginas. Existem, também, mulheres que têm pênis e homens que têm vagina."
Rafael Carmo, coordenador da Rede Paraense de Pessoas Trans:Reportagem:Tainá CavalcanteProdução:Sérgio
MoraesTainá CavalcanteImagens:João RamosOneti NetoPré-edição:Oneti NetoEdição:João RamosCoordenador de
Métricas e Mídias Sociais:Sérgio MoraesEditor do Núcleo de Cidades:Lázaro MagalhãesEditor Executivo de
Digital:César ModestoVice-presidente do Grupo Liberal:Rosângela MaioranaPresidente Executivo do Grupo
Liberal:Ronaldo Maiorana

https://www.oliberal.com/para/assista-trans-%C3%A9-visibilidade-trans-%C3%A9-respeito-trans-%C3%A9-poder-1.54741
30 | Janeiro | 2019

Governador recebe integrantes do TRT da 8ª Região


Quarta-Feira, 30/01/2019, 08:25:58 - Atualizado em 30/01/2019, 08:25:58 Ver comentário(s)
EDIÇÃO ELETRÔNICA

Governador recebe integrantes do TRT da 8ª Região (Foto: Ascom TRT) Comitiva do TRT8 se reuniu com Helder com o
objetivo de estreitar relação entre Governo e Tribunal (Foto: Ascom TRT)
O governador do Pará Helder Barbalho recebeu, no Palácio do Governo, na segunda-feira (28), a presidente do Tribunal
Regional do Trabalho da 8ª Região, desembargadora Pastora do Socorro Teixeira Leal. Também participaram do
encontro os desembargadores Vicente Malheiros, decano do TRT8; Julianes Chagas; Walter Paro; Zuíla Dutra e Luis
Ribeiro.

A desembargadora Pastora Leal afirmou que a reunião com Helder teve como objetivo “estreitar o relacionamento entre o
Governo do Estado e o TRT8 para que sejam desenvolvidos projetos, ações e parcerias entre as duas instituições”. O
governador parabenizou a presidente pela sua gestão à frente do Tribunal pelos próximos dois anos. “O governo do
Estado está de portas abertas e sensível às demandas do TRT8. Reconhecemos o Tribunal como uma instituição
fundamental para a sociedade”, afirmou Helder.

A comitiva também foi composta por Rodopiano Neto, diretor-geral do TRT8; Marcia Martins, secretária geral da
Presidência; Regina Uchoa, diretora da Secretaria Administrativa; João Vasconcelos, coordenador de Segurança
Institucional, entre outras pessoas.

(Diário do Pará)

http://www.diarioonline.com.br/noticias/para/noticia-572409-governador-recebe-integrantes-do-trt-da-8%C2%AA-
regiao.html
30 | Janeiro | 2019

Helder se reúne com outros governadores em São Paulo para debater finanças públicas
Quarta-Feira, 30/01/2019, 08:18:57 - Atualizado em 30/01/2019, 08:30:43
Diário Online
EDIÇÃO ELETRÔNICA

Helder se reúne com outros governadores em São Paulo para debater finanças públicas (Foto: Reprodução) (Foto:
Reprodução)
O Governo do Pará debaterá em São Paulo (SP), nesta quarta-feira (30), de 8h às 13h, os desafios enfrentados na
gestão das finanças públicas. O assunto é tema da segunda reunião Rede Juntos Estados, que contará com a presença
do governador Helder Barbalho e da Secretária de Estado de Planejamento e Administração (Seplan), Hana Ghassan.

O encontro reunirá os governadores de seis estados brasileiros que fazem parte da rede do Programa Juntos. Além de
Helder, devem estar presentes os governadores de São Paulo, João Doria Jr.; de Minas Gerais, Romeu Zema; do Rio
Grande do Sul, Eduardo Leite; de Goiás, Ronaldo Caiado; e o governador de Alagoas, Renan Filho.

A reunião tem como objetivo dar andamento às demandas criadas na primeira reunião da Rede Juntos Estados,
realizada em dezembro de 2018. Na ocasião, foram debatidas questões referentes ao equilíbrio fiscal, com foco na
busca por soluções para a manutenção dos princípios estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Entre os temas debatidos estão causas e possíveis soluções para a crise fiscal dos Estados, perspectivas do ajuste fiscal
nos Estados e reforma estrutural para os regimes próprios. Ao longo da programação, haverá o momento de diálogo
entre os governadores de cada unidade da federação presente, e ainda o diálogo com os secretários
de cada Estado.

PARTICIPAÇÃO

Além dos gestores das unidades da federação, também é aguardada a presença do diretor do Banco Mundial, Martin
Raiser; o secretário Especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho; o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto
Almeida; além da subsecretária de Relações Financeiras Intergovernamentais, Priscilla Santana; e de representante da
Secretaria Especial de Previdência e Trabalho.

REUNIÃO

- O evento é realizado pela Comunitas, organização da sociedade civil que atua a fim de colaborar com o aprimoramento
dos investimentos sociais corporativos e, ainda, com o objetivo de estimular a participação da iniciativa privada no
desenvolvimento econômico do Brasil.

- O encontro é realizado periodicamente, com a missão de estimular discussões acerca de temas relevantes para a
melhoria da gestão pública no país.

(Agência Pará)

http://www.diarioonline.com.br/noticias/para/noticia-572407-helder-se-reune-com-outros-governadores-em-sao-paulo-
para-debater-financas-publicas.html
30 | Janeiro | 2019

Governo estuda medidas para equilibrar gastos com pessoal


Quarta-Feira, 30/01/2019, 07:36:26 - Atualizado em 30/01/2019, 07:42:37
Diário Online
EDIÇÃO ELETRÔNICA

Governo estuda medidas para equilibrar gastos com pessoal (Foto: Tassia Barros/Comus) Segundo Hana Ghassan, o
limite prudencial alerta para que se passe a adotar providências para não ultrapassar o limite máximo (Foto: Tassia
Barros/Comus)
Com base em dados levantados pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefa), a Secretaria de Estado de Planejamento
e Administração vem estudando medidas para equilibrar os gastos públicos, sobretudo no que diz respeito às despesas
com pessoal do poder executivo. Os números revelam que o percentual gasto pelo Estado já chega a 47,16%, sendo
que o limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal é de 46,17%.

No cenário atual, o percentual de gastos com pessoal já é maior do que o limite considerado como prudencial pela lei,
apesar de ainda estar abaixo do limite máximo que é de 48,6% da Receita Corrente Líquida. A secretária de
Planejamento e Administração, Hana Ghassan, explica que, ao atingir o limite prudencial, é como se acendesse um
alerta para que a administração pública passe a adotar algumas providências previstas em lei para não ultrapassar o
limite máximo.

“O limite prudencial é de 46,17%, portanto os gastos já estão acima disso”, destacou. “Então, para que o Estado do Pará
não sofra sanções que inviabilizem a transferência de recursos federais e a captação de recursos tão importantes para
investimento no Estado, estamos buscando mecanismos para ajustar as despesas com pessoal dentro dos limites
estabelecidos na lei”, detalhou Hana.

SERVIDORES

Entre as medidas que já vêm sendo adotadas está a solicitação de que servidores do Estado cedidos para órgãos de
outros poderes retornem ao seu local de origem, a fim de reduzir a contratação de servidores temporários. Além disso, o
decreto de contenção de despesas publicado pelo Governo do Estado já determinou a redução de ocorrências de horas
extras e do número de DAS, medidas que já impactam na despesa com pessoal. “Por outro lado nós também já estamos
tentando aumentar a Receita Corrente Líquida e, ocorrendo isso, automaticamente já se melhora a questão”, concluiu.

http://www.diarioonline.com.br/noticias/para/noticia-572393-governo-estuda-medidas-para-equilibrar-gastos-com-
pessoal.html
30 | Janeiro | 2019

MPPA realiza debate onde jovens serão protagonistas de suas histórias


Evento vai discutir a prevenção da gravidez precoce e suas consequências

30 JAN 2019

Gravidez precoce é uma das causas de abandono da escola entre as jovens


Jovens chamados para debater sua condição e sua sexualidade, como forma de prevenção à gravidez indesejada na
adolescência, entre outros problemas. Este é o objetivo do seminário denominado Adolescência: Sexualidade e Direitos
Humanos, que será realizado amanhã, 31, idealizado pelo Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAOIJ)
e o Centro de Apoio Operacional da Cidadania (CAO) do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA).
O evento é alusivo à Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, instituída pela Lei Nº 13.798, de 03
de janeiro deste ano, com a finalidade de enfrentar a gravidez precoce e as consequências que trazem à vida dos jovens
menores de idade.
A idealizadora do evento, promotora de justiça, Leane Fiúza, que coordena o CAOIJ, explica que o projeto de lei, que
este ano alterou o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), não contemplou o debate sobre sobre sexualidade,
apenas institui a prevenção da gravidez na adolescência. No entanto, o evento convidou o público juvenil para ser
protagonistas das discussões sobre educação sexual, uma forma de conscientização dos jovens.
"Os adolescentes vão mostrar a visão de mundo deles. A educação sexual nas escolas ainda é um tabu. Mas, os índices
de gravidez e casamento entre menores de idade por causa de gravidez na adolescência é uma realidade cruel, que
precisa ser enfrentada, debatida, entre eles", ressalta a promotora.
O debate ocorrerá no auditório da Promotoria de Justiça da Infância e Juventude, a partir das 8 horas, e tem o objetivo
de aprimorar a atuação dos membros e servidores do Ministério Público, fortalecer a interlocução do MPPA com a
sociedade civil e incrementar a política institucional do órgão ministerial no fomento ao protagonismo juvenil em defesa
dos direitos humano sexuais e reprodutivos.
Em 2016, somente no Estado do Pará, foram realizados 39 mil partos em adolescentes, o que configura um número
muito alto e que precisa ser enfrentado de forma séria e consciente.
Para se ter uma ideia do problema, os dados apontam que na região do arquipélago do Marajó, há um índice muito alto
de casamentos na adolescência e até na infância por causa da gravidez precoce. Meninas e meninos entre 13 e 14 anos
começam a vida sexual precocemente e sem nenhuma orientação, as meninas acabam engravidando e as famílias
fazem os casamentos. A gravidez precoce é uma das causas do abandono da escola por jovens.
"Precisamos oportunizar a juventude a debater com as instituições todos os aspectos que eles acham importante sobre
sexualidade, entre outros. Vamos discutir bullying, meninos trans vítimas de preconceitos e muitos problemas", explica a
promotora.
Com o seminário, a promotora acredita que o MPPA promove uma inovação na forma de debate, pois os jovens, além de
protagonistas do evento, terão oportunidade de interagir com médicos, psicólogos, antropólogos, professores e os
membros do MP, que participarão do seminário. "Como eles próprios dizem, será o lugar de fala dos jovens. Será um
passo importante para ouvirmos os coletivos da juventude", ressalta Leane Fiúza.
O seminário terá quatro painéis, com relevantes temas. O painel I tratará do " Fortalecimento do Protagonismo Juvenil
em Defesa dos Direitos Sexuais e Reprodutivos ", seguido do painel II, que irá debater sobre a " Educação Social e
Questão de Gênero ". No painel III, o assunto será a " Gravidez na Adolescência e Violência sexual ", e por último, no
painel IV, será abordada a "Garantia do Saudável Desenvolvimento Sexual "

https://www.romanews.com.br/cidade/mppa-realiza-debate-onde-jovens-serao-protagonistas-de-suas-historias/28012/
30 | Janeiro | 2019

Menina de 11 anos é picada por cobra e médicos pedem leito em Belém

29 JAN 2019 - 20H06

Menina de 11 anos é picada por cobra e médicos pedem leito em Belém


Uma menina de 11 anos foi picada por uma cobra da espécie Surucucu do Brejo, no município de Capanema. O
acidente aconteceu na noite desta segunda-feira, 28.
A criança e a mãe deram entrada na Unidade de Saúde Dere de Capanema por volta das 16h desta terça-feira, 29. Os
médicos fizeram os primeiros socorros logo na chegada na vítima, que está sob efeito de antibióticos.
Em estado de saúde grave, os médicos da unidade de Capanema informaram à redação do portal Roma News que não
há leitos para o internamento da criança e aguardam a transferência dela para a cidade de Belém.
O portal Roma News solicitou nota da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) de Belém que administra a central de
leitos da capital:
A Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) informa que a paciente R.Q.M, 11 anos, está cadastrada na Central de
Regulação com diagnóstico de erisipela (vítima de picada de cobra) e aguarda, com prioridade, liberação de leito em
hospital de referência.

https://www.romanews.com.br/cidade/menina-de-11-anos-e-picada-por-cobra-e-medicos-pedem-leito-em-belem/28004/

Governo do Pará busca parcerias com o Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região

29 JAN 2019 - 15H37

Governo do Pará busca parcerias com o Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região


O governador Helder Barbalho recebeu, nesta segunda-feira, 28, no Palácio do Governo, a presidente do Tribunal
Regional do Trabalho da 8ª Região, a desembargadora Pastora do Socorro Teixeira Leal. Na pauta, Helder colocou o
Governo do Pará à disposição do Tribunal.
“O Governo do Estado está de portas abertas e sensível às demandas do TRT8. Reconhecemos o Tribunal como uma
instituição fundamental para sociedade”, disse o governador. Na ocasião, Helder ainda agradeceu a visita e desejou
votos de uma gestão íntegra à frente do Tribunal para a desembargadora.
Além da Pastora Leal, também participaram do encontro os desembargadores Vicente Malheiros, Julianes Chagas,
Walter Paro, Zuíla Dutra e Luis Ribeiro. “Estreitar o relacionamento entre o Governo do Estado e o TRT8 para que sejam
desenvolvidos projetos, ações e parcerias entre as duas instituições”, falou a desembargadora Pastora Leal sobre o
objetivo da reunião.

https://www.romanews.com.br/cidade/governo-do-para-busca-parcerias-com-o-tribunal-regional-do-trabalho-da/27967/
30 | Janeiro | 2019

Novos dirigentes do TCE-PA tomam posse

O Procurador-Geral de Justiça, Gilberto Valente Martins, participou na manhã desta segunda-feira (28) da posse do novo
corpo dirigente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PA) para o biênio 2019-2021. A cerimônia contou com a presença
de autoridades federais, estaduais e municipais no auditório Ministro Elmiro Nogueira, localizado no edifício-sede do
tribunal.
O novo presidente da Corte, conselheiro André Dias, tomou posse por procuração uma vez que está hospitalizado para
tratamento de saúde. Ele substituirá a conselheira Lourdes Lima na presidência do TCE-PA. Também tomaram posse o
novo vice-presidente, conselheiro Cipriano Sabino, e o atual corregedor, conselheiro Odilon Teixeira, o qual foi
reconduzido ao cargo.
editada 2_corregedor Odilon.jpgConselheiro Odilon Teixeira, corregedor do TCE-PA.
O vice-presidente, conselheiro Cipriano Sabino, discursou em nome do presidente repassando aos presentes uma
mensagem do conselheiro André Dias que dizia o seguinte: “queridos amigos, quero agradecer a presença de todos pelo
carinho, sobretudo, pelos votos e boa saúde. Todas as ações de Deus são perfeitas e elas nos levam para o bem maior.
Contem comigo e com a minha força de vontade pois tenho grande vontade de trabalhar e desenvolver o que é de minha
competência para que possamos, juntos, buscar uma gestão integrativa e harmoniosa. Um abraço a todos”, dizia a
mensagem.
editada 4_cipriano sabino.jpgConselheiro Cipriano Sabino, vice-presidente do TCE-PA
A cerimônia também contou com a presença do governado do Estado Helder Barbalho. Em seu discurso o governador
desejou sucesso e propôs parceria ao novo corpo diretivo do TCE-PA. “Desejo na condição de governador do Estado
construir um debate altivo e absolutamente colaborativo com essa corte de contas. Colaborativo no sentido de que os
senhores com a experiência, com a qualidade, com a legitimidade possam colaborar com os órgãos do governo do
Estado para que, junto com a sociedade, consigamos apresentar e oferecer serviços de qualidade”, destacou o
governador.
O Procurador do Ministério Público, Eduardo Barleta, também prestigiou a cerimônia de posse.
Currículo no novo presidente do TCE-PA
O conselheiro André Dias é graduado em ciências econômicas pelo Centro de Ensino Superior do Pará – Cesep (1981) e
em Direito pela Universidade da Amazônia (1998). Foi diretor presidente da Paratur (91/92), vereador da Câmara
Municipal de Belém (93/94), deputado estadual (95/2001), membro do Conselho Estadual de Educação como
representante da Alepa (2006/2009), deputado federal (2011). No TCE-PA foi empossado em 2011 por indicação do
poder executivo. Foi corregedor do tribunal (2013-2014 e 2015-2016) e vice-presidente do tribunal(2017-2018).

http://www.portalparanews.com.br/noticia/pa/belem/cidades/novos-dirigentes-do-tce-pa-tomam-posse
30 | Janeiro | 2019

Caros (as) Secretários (as) e Assessores (as) de Imprensa,


Destacamos as seguintes matérias publicadas hoje na mídia nacional:

CORREIO BRAZILIENSE
Saúde
Terapia genética recupera nervos danificados<https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/ciencia-e-
saude/2019/01/30/interna_ciencia_saude,734037/terapia-genetica-recupera-nervos-danificados.shtml>
Pesquisadores holandeses alcançam resultados animadores em tratamento de roedores com movimentos
comprometidos. Nova técnica foi combinada com a realização de cirurgia, atualmente a única opção disponível para
reparação desse tipo de dano

O GLOBO
Saúde
Falta de sono piora sensação de dor<https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/falta-de-sono-piora-sensacao-de-dor-
23411776>
Experimentos mostram como uma noite mal dormida eleva sensibilidade ao mesmo tempo que diminui capacidade
analgésica natural do cérebro

Surto de sarampo faz estado de Washington declarar emergência<https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/surto-de-


sarampo-faz-estado-de-washington-declarar-emergencia-23411369>
Foram registrados 35 casos, a maioria em crianças não vacinadas; movimento antivacinação derruba taxas de
imunização, revive doença extinta e preocupa autoridades

ESTADÃO
Saúde
Carteira internacional de vacinação poderá ser obtida por meio
digital<https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,carteira-internacional-de-vacinacao-podera-ser-obtida-por-meio-
digital,70002699282>
Documento é indispensável para entrar em pelo menos 100 países

Ministério suspende distribuição de caminhonetes antidengue após suspeita de


favorecimento<https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,ministerio-suspende-distribuicao-de-caminhonetes-
antidengue-apos-suspeita-de-favorecimento,70002699235>
Suspeita é de que a escolha dos locais contemplados tenha sido feita sem obedecer orientações técnicas

Mandetta cobra investigação de denúncias de vazamento na


Anvisa<https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,mandetta-cobra-investigacao-de-denuncias-de-vazamento-na-
anvisa,70002699196>
Ministro da Saúde sugeriu busca de parceiros para auxiliar em ações de compliance em autarquias

FOLHA DE S. PAULO
Saúde
Ana Estela Haddad: E se não tivéssemos política de combate à Aids?<https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2019/01/e-
se-nao-tivessemos-politica-de-combate-a-aids.shtml>
Não podemos permitir retrocessos nesse campo

Suzana Herculano-Houzel: Mentol faz você pensar que está tudo


bem<https://www1.folha.uol.com.br/colunas/suzanaherculanohouzel/2019/01/mentol-faz-voce-pensar-que-esta-tudo-
bem.shtml>
Estimulação em nariz entupido pode trazer alívio imediato, ainda que seja impressão pura
30 | Janeiro | 2019

Luto afeta não só familiares, mas também a sociedade, que sofre


junto<https://www1.folha.uol.com.br/colunas/claudiacollucci/2019/01/luto-afeta-nao-so-familiares-mas-tambem-a-
sociedade-que-sofre-junto.shtml>
Nesses momentos, é comum emprestarmos um pouco da dor do luto coletivo para chorar as nossas próprias

JORNAIS – POLÍTICA

CORREIO BRAZILIENSE
Política
Juíza Carolina Lebbos, de Curitiba, veta ida de Lula ao velório do
irmão<https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2019/01/30/interna_politica,734048/juiza-carolina-lebbos-
de-curitiba-veta-ida-de-lula-ao-velorio-do-irm.shtml>
A magistrada rejeitou pedido do ex-presidente para que pudesse comparecer ao velório do irmão Genival Inácio da Silva,
o Vavá, em São Bernardo do Campo (SP)

Governo Bolsonaro deseja manter só Petrobras, BB e Caixa como


estatais<https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2019/01/30/internas_economia,734045/governo-
bolsonaro-deseja-manter-so-petrobras-bb-e-caixa-como-estatais.shtml>
Secretário de Privatizações do Ministério da Economia afirma que o país tem 134 estatais que podem ser vendidas. TCU
quer examinar agenda

O GLOBO
Brasil
Para receber benefício do INSS, idoso de baixa renda terá de abrir seu sigilo
bancário<https://oglobo.globo.com/economia/para-receber-beneficio-idoso-de-baixa-renda-tera-de-abrir-dados-bancarios-
23412669>
Medida contra fraudes no INSS prevê que União pode tomar único imóvel do cidadão envolvido em crime previdenciário

Governo já prepara um Plano B para lidar com a crise da Vale<https://oglobo.globo.com/economia/governo-ja-prepara-


um-plano-para-lidar-com-crise-da-vale-23412723>
Uma eventual troca de comando da mineradora, se a empresa for responsabilizada, já começou a ser discutida com
acionistas

Editorial
Reforma precisa abranger toda a Federação<https://oglobo.globo.com/opiniao/reforma-precisa-abranger-toda-federacao-
23412064>
Estados, cujo déficit também aumenta, não podem ficar fora do ajuste na Previdência

Colunas
Lauro Jardim: Servidores da EBC são transferidos e 'Sem censura' fica sem
produção<https://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/servidores-da-ebc-sao-transferidos-e-sem-censura-fica-sem-
producao.html>

Elio Gaspari: O conservador e o atrasado<https://oglobo.globo.com/opiniao/o-conservador-o-atrasado-23412578>

Bernardo Mello Franco: Porta giratória liga mineradoras ao governo<https://blogs.oglobo.globo.com/bernardo-mello-


franco/post/porta-giratoria-liga-mineradoras-ao-governo.html>

Ancelmo Gois: No Twitter, Evo Morales se divide entre Bolsonaro e Lula<https://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/post/no-


twitter-evo-morales-se-divide-entre-bolsonaro-e-lula.html>
30 | Janeiro | 2019

FOLHA DE S. PAULO
Editoriais

Abandono e ruínas<https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2019/01/abandono-e-ruinas.shtml>
Maracutaias estaduais<https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2019/01/maracutaias-estaduais.shtml>

Painel
PDT e PC do B atuam para derrubar a única articulação capaz de impedir o isolamento do PT na
Câmara<https://painel.blogfolha.uol.com.br/2019/01/30/pdt-e-pc-do-b-atuam-para-derrubar-a-unica-articulacao-capaz-de-
impedir-o-isolamento-do-pt-na-camara/>

Política

Próximo a Onyx e ACM Neto, novato na Câmara atuou nos bastidores e em braço do
PFL<https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/01/proximo-a-onyx-e-acm-neto-novato-na-camara-atuou-nos-bastidores-
e-em-braco-do-pfl.shtml>

Interino, Mourão gera crítica no núcleo duro de Bolsonaro<https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/01/interino-mourao-


gera-critica-no-nucleo-duro-de-bolsonaro.shtml>
Governo avalia flexibilizar teto de gastos para estados, diz
secretário<https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/01/governo-avalia-flexibilizar-teto-de-gastos-para-estados-diz-
secretario.shtml>

Colunas
HELIO SCHWARTSMAN<https://www1.folha.uol.com.br/colunas/helioschwartsman/>: O Estado contra a
transparência<https://www1.folha.uol.com.br/colunas/helioschwartsman/2019/01/o-estado-contra-a-transparencia.shtml>

BRUNO BOGHOSSIAN<https://www1.folha.uol.com.br/colunas/bruno-boghossian/>: O olavismo pode atrapalhar as


reformas da economia?<https://www1.folha.uol.com.br/colunas/bruno-boghossian/2019/01/o-olavismo-pode-atrapalhar-
as-reformas-da-economia.shtml>

RUY CASTRO<https://www1.folha.uol.com.br/colunas/ruycastro/>: Nossa vida, mais


amores<https://www1.folha.uol.com.br/colunas/ruycastro/2019/01/nossa-vida-mais-amores.shtml>

ANTONIO DELFIM NETTO<https://www1.folha.uol.com.br/colunas/antoniodelfim/>:


Utopia<https://www1.folha.uol.com.br/colunas/antoniodelfim/2019/01/utopia.shtml>

ESTADÃO
Brasil
País tem apenas 35 fiscais de barragem de mineração<https://brasil.estadao.com.br/noticias/geral,pais-tem-apenas-35-
fiscais-de-barragem-de-mineracao,70002699885>
Agência Nacional de Mineração analisa inspeções das próprias empresas, mas faz poucas vistorias in loco. Formato é
previsto em lei

Política
Estados em calamidade financeira são os que mais 'maquiam' as
contas<https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,estados-em-calamidade-financeira-sao-os-que-mais-maquiam-as-
contas,70002699802>
Minas, Rio e Goiás estão entre as cinco unidades da Federação cujas contas declaradas ao governo têm mais
discrepância em relação às apuradas pela própria União; para tentar interromper prática, Tesouro cobrará contabilidade,
mas detalhada
30 | Janeiro | 2019

De volta à Presidência, Bolsonaro receberá Onyx em gabinete improvisado no


hospital<https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,bolsonaro-reassume-presidencia-e-despachara-de-gabinete-
improvisado-no-hospital,70002700171>
Sem agenda oficial nesta quarta, presidente deve despachar ao lado do ministro da Casa Civil nesta quinta

Grupo de Renan ataca 'renovação' no Senado<https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,grupo-de-renan-ataca-


renovacao-no-senado,70002699939>
Senador alagoano e aliados do MDB defendem voto secreto e tentam excluir Simone Tebet da eleição

Colunas
Coluna do Estadão: Guedes estuda contribuição patronal em capitalização da
Previdência<https://politica.estadao.com.br/blogs/coluna-do-estadao/equipe-de-guedes-estuda-contribuicao-patronal-
em-capitalizacao-da-previdencia/>

Vera Magalhães: 'MDB tem última chance de ter relevância no jogo institucional e sabe
disso'<https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,a-incognita-do-senado,70002699879>

VALOR ECONÔMICO
Brasil
Pauta animada desafia "nova política"<https://www.valor.com.br/politica/6096091/pauta-animada-desafia-nova-politica>
Agenda micro pode conter ansiedade com Previdência

Governo cogitou intervenção, mas não vai 'satanizar' a Vale<https://www.valor.com.br/empresas/6096111/governo-


cogitou-intervencao-mas-nao-vai-satanizar-vale>
O governo Bolsonaro cogitou promover uma intervenção na diretoria da Vale após a tragédia de Brumadinho (MG),
mas essa possibilidade perdeu força, durante reunião do Conselho de Ministros realizada no Planalto
GUIA DE PESQUISA

http://www.agenciapara.com.br/
http://www.diarioonline.com.br/
https://www.oliberal.com/
https://www.oliberal.com/amazonia
https://www.romanews.com.br/noticias/
https://g1.globo.com/pa/para/
http://www.portalparanews.com.br/
http://uruatapera.blogspot.com/

Clipping CONASS