Você está na página 1de 210

1

Jesus, Tu És pra mim o único Senhor


Pois libertou minh´alma do poder do tentador
Bendito é o homem que teme ao Senhor
E anda nos caminhos do seu salvador
E assim compreende a obra da cruz
Vamos mais unidos dar glória a Jesus

Levantemos as vozes, louvemos ao Senhor


Que entre Deus e homem É o mediador
Assim vamos unidos louvar a Jesus
Que derramou Seu sangue por nós da dura
cruz
Importa que assim soframos a dor
Que mais sofreu Jesus porque nos amou

Quando chegar o dia da trombeta soar


Nas nuvens o Senhor ao Seu povo vem buscar
Juntos nós iremos entrar lá nos céus
Ali nós gozaremos do amor de nosso Deus
Jesus então se alegra do sacrifício Seu
Dizendo eis aqui os filhos que Tu me deu

Vamos nós, irmãos, soldados de Jesus


Lutar na santa guerra que à glória nos conduz
Quando chegar o dia de vermos ao Senhor
Vamos todos unidos ao Seu nome dar louvor
Assim será o fim do nosso labor
E ficaremos juntos com o Salvador
2 (Letra: FLF Musica:
FDM)
Glória a Deus, Senhor onipotente
Glória ao Santo filho onisciente, onisciente
Glória ao Divino preceptor, Glória ao Santo
Espírito do Senhor
Servos fiéis rendem glória a Jesus
Que por nossas culpas veio aqui morrer na
amarga cruz
Assim nós unidos vamos todos para os céus
Ali nós gozaremos do amor do nosso Deus

Louvai ao Senhor da glória, eu O louvarei de


coração, de coração
Ao Senhor a quem rendemos graças
Ele nos espera em Sião, em Sião
E nós unidos damos graças ao Senhor
Pois grande são as Suas obras e também o
igual Seu amor
Por isso nós, irmãos, louvaremos ao Senhor
Aquele que nos deu a salvação por amor

Louvor a Ti darei, Senhor, Jesus o meu amado


salvador, salvador,
Jesus que não mediste o sacrifício
Minh´alma Tu ganhastes, ó Senhor, ó Senhor

Glória a Jesus o autor da salvação


Glória ao Seu nome devemos render de
coração, de coração
Por isso nós, irmãos, vamos tributar ao Rei
Que vive, e virá para buscar a Sua grei

Bem aventurados os que trilham


Nos caminhos santos do Senhor, do Senhor
E andam na Sua santa lei
E guarda os mandamentos com amor, com
amor
Glória a Jesus, meu amado salvador
Glória a Jesus, rei dos reis És Tu, ó meu
Senhor, ó meu Senhor
Vamos nós unidos dar louvores a Jesus
Que nos tirou das trevas para a luz, para a luz

3 (Letra: FLF Música: FDM)


Santo é o nome de Jesus, de Jesus,
Pois a minh´alma Tu ganhaste na cruz
Ao meu Senhor glória a Ti só darei,
Pela salvação que me destes, meu rei

CORO
Vamos nós, ó irmãos, louvar a Jesus
Que por nós morreu na cruz, e agora a certeza
da vida nos deu
Pelo sangue que Ele verteu
Glória a Jesus, meu Senhor, meu Senhor
Tu que amaste com o Teu grande amor
E vida eterna Tu me destes, ó Jesus
Pelo Teu sangue vertido na cruz

Eu agora posso dizer que Tu por mim veio aqui


morrer
Só glória a Ti eu darei, ó Jesus, pois me deu
vida e divina luz

Meu coração só se alegra em Ti


Os prazeres do mundo já não são para mim
Quero gozar desta vida de luz
Que Tu compraste com teu sangue, ó Jesus

Quero sempre estar humilhado aos Teus pés


Para ser santo conforme Tu És. Tua palavra nos
conta assim
Que seja nosso louvor glória sem fim
4 (Letra: FLF Música: FDM)
No céu a alegria será eternamente
Louvemos a Jesus com júbilo contente
Com os anjos louvaremos Seu nome
eternamente
Por isso nós damos louvor a Jesus o salvador

Senhor Tu És pra mim refúgio na aflição


Esconderijo eterno quando a vil tentação
Vier a mim ferir, prender-me com seus laços
Eu estarei seguro então, firmado nos Teus
braços

Senhor Tu me livraste do patíbulo eterno


Eu, que jazia nas portas do inferno
Por isso dou-Te graças, Jesus, meu redentor
Glória, glória a Ti darei, Senhor

Por isso nós, irmãos, louvemos a Jesus


Que desceu das alturas pra nos salvar da cruz
E breve voltará no Seu amor profundo
E nos dará morada no céu, que é a pátria
amada

5 (Letra: FLF Música: FDM)


Na cruz o sangue vertido, sangue de Jesus,
sangue remidor
Que verteu Jesus do lado Seu
Sangue sim do Senhor, sangue de amor
Bem-aventurado seja, nome glorioso, nome de
Jesus
Que a nós deu paz por Sua cruz
Vida flui, gozo santo e divina luz

Vamos nós, irmãos, unidos


Levantar as vozes, louvar ao Senhor
Que na cruz sofreu tão grande dor
Pra nos guardar e nos livrar das mãos do
tentador
Quanta dor que Ele sofreu, foi por mim e ti
que Ele morreu
E ao terceiro dia ressurgiu
Ao céu subiu e nos remiu, e vida Ele nos deu

Por isto, irmãos amados, buscamos a Jesus


com amor profundo
Que breve virá pra nos levar
Para a glória do Senhor e nos tirar do mundo

6 (Letra: FLF Música: FDM)


No cimo de uma cruz foi pregado sim Jesus
Os meus pecados ali levou, sofrendo a minha
dor
Viveremos alegres sempre a louvar a Deus
Porque mandou aqui sofrer Jesus dos altos
céus

CORO
Depois da jornada teremos a paz
Ganha com o sangue de Cristo na cruz
E assim no Senhor esperamos que ao Seu
povo à glória conduz

Na cruz oferecido o filho de Deus querido


Ali o salvador Jesus nos deu vida e luz
Agora nós, irmãos, viveremos na paz
Do unigênito de Deus que a nós nos satisfaz

Naquele sangue então encontramos nós


perdão
Das nossas culpas, prometida assim temos
vida
Nossos pecados foram perdoados lá na cruz
E todo o que quiser perdão vem logo a Jesus

O grande salvador, o filho de Deus Senhor


Que por nós pecadores sofreu, na cruz Ele
morreu
E ao terceiro dia foi que Ele ressuscitou, ao
céu subiu como se viu
Seu povo consagrou

Esperamos ao Senhor, nosso rei e salvador


Que prometeu e cumprirá, jamais nos deixará
Jesus foi para o céu e ao lado do Pai Está
Intercedendo por Seu povo, que em breve
vem buscar
7 (Letra: FLF Música: FDM)
Bendito seja o nome do Senhor Jesus,
Que para nós ganhou salvação na cruz
Por isto damos glória ao bondoso Rei
Que veio aqui no mundo para nos dar a luz

CORO
E assim louvamos a Jesus, de toda nossa
alma, ó irmãos
Louvaremos sim, louvaremos sim
Jesus, ó meu amado salvador, a Ti louvarei
Porque salvaste minha alma, ó meu amado Rei

Viveremos alegres a Deus a louvar


Porque mandou Seu filho de um santo lugar
Para morrer na cruz por nossos pecados
Veio, com a morte, salvação me dar

E quando Ele morreu, o véu se rasgou


Caminho glorioso para nós ficou
Por Ele nós, irmãos, vamos para os céus
Glorificar a Deus e a Jesus Senhor

Quando chegar o dia glorioso então


De gozarmos nos céus a salvação
Assim nós ficaremos no eterno lar
E com Jesus unidos para sempre então
8 (FLF)
Glória a Jesus, o bondoso Rei, glória ao Seu
nome devemos de dar
Enquanto aqui neste mundo vivermos, temos
que bem alto
A salvação anunciar

CORO
Por isso vamos nós buscar a face do Senhor
E revestidos no poder iremos com o Salvador

Pois para nós salvação ganhou quando na cruz


o Seu sangue verteu
Ali sofreu tão amarga dor quando por nós no
calvário Ele morreu

Bendito seja o nome de Deus, que de Seu


trono enviou Jesus
Para sofrer e por nós morrer, e ressuscitou
para nos dar vida e luz

Agora, irmãos, vamos nós unidos erguer as


vozes e louvar a Deus
Em comunhão teremos vitória e juntos iremos
todos entrar
No lar, nos céus

9 (Letra: FLF Música: FDM)


Louvai a Deus de todo o coração
Porque nos fez povo Seu, pela morte do Seu
filho
Quando por nós padeceu na cruz
Nos concedendo vida e abundante luz
CORO
E assim nós damos louvor a Jesus nosso bom
redentor
Pela salvação gloriosa que lá na cruz com Seu
sangue ganhou

Ó Jesus, rei dos reis Senhor, que nos Teus


ombros levastes
Nossa culpa, nossa dor, quando na cruz do
calvário morreu
Ali consumastes a obra que o Pai Te deu

Nossa alma só se alegra em Ti


Porque compraste com preço de morte na
dura cruz
E quando sofreu, os pecados levou
Com o Teu sangue que na cruz derramou

Ali no madeiro quanta dor sofreu


Este caro Salvador quando ali por nós morreu
Derramada por Sua alma na cruz
Por isso louvamos o nosso bom Jesus
10 (Letra: FLF Música:
FDM)
O bendito salvador, rei dos reis, És Tu, Senhor
Ouve as nossas petições, Ó redentor, que Te
imploramos então

Glória a Ti darei, Jesus, por Tua morte na cruz


Tu vertestes, Salvador, do lado Teu correu
sangue redentor

Lá na cruz se consumou sim o que Jesus falou


Que convinha padecer, pra nos salvar veio Ele
aqui morrer

Vamos nós, ó meus irmãos, unidos de coração


Dar louvores a Jesus que nos salvou e nos deu
vida e luz

Glorificamos o Senhor, a Jesus o Salvador


Que na cruz por nós morreu e nos salvou
E vida enfim nos deu
11 (FLF)
Lá no sermão da montanha o Senhor
Disse a Seus discípulos sinais que iriam ver
Quando a Sua vinda se aproximasse
Todas estas coisas tinham que acontecer

CORO
Olha para o tempo que tudo já se vê
O que Jesus predisse já está a acontecer
Olha a figueira que já está brotando
E Jesus de nós que já está se aproximando

Aviso santo nos deixou Jesus: Orai e vigiai por


causa da tentação
Quando estas coisas todas acontecerem
Olha para cima de onde vem a redenção
Estes sinais já se cumprindo estão
Podemos ver o tempo que já vem se
aproximando
Da gloriosa vinda de Jesus, que todo o Seu
povo está esperando

Irmãos amados, unimos no Senhor


Erguemos as nossas vozes a louvar o Salvador
Que muito breve nas nuvens descerá
Para levar Seu povo com grande amor
12 (Letra e Música: FLF)
Nos campos da Galiléia andou o nosso Jesus
Anunciando no mundo salvação, vida e luz
Mas os homens recusaram e O pregaram na
cruz
Vimos ali quanta dor padeceu por nós Jesus

CORO
Por isto erguemos bem alto as vozes a louvar
a Jesus
Pela salvação gloriosa que pra nós ganhou na
cruz

O glorioso Jesus, que nossa alma salvou


A nós comprou com Seu sangue, que lá na
cruz derramou
Pois Ele ali sofreu os nossos pecados e dor
O Seu sangue ali verteu pra salvar o pecador

Naquela dor que sofreu o nosso caro Jesus


Ganhou pra nós neste mundo salvação, vida e
luz
Por isto agora, irmãos, vamos a Deus louvar
De todo o coração o salvador exaltar

Irmãos unimos na fé e esperamos a Jesus


Que breve virá do céu na sua bendita luz
Por isso nós, alegres, esperamos aqui
Com esperança e aguardamos para O
louvarmos pra sempre
13 (Letra: FLF Música:
FDM)
No caminho do gólgota o Senhor carregou
uma tão grande cruz
Nossas culpas levou sobre Si, vemos ali como
foi Jesus

CORO
O salvador da humanidade, quanto sofreu por
nós na cruz
Seu precioso sangue vertendo e nos trazendo
pra Sua luz

Foi insultado e escarnecido, quanto sofreu o


redentor
Na dura cruz deu um gemido e perdoando o
pecador

Há perdão nos braços de Jesus


Pra quem chegar-se a Ele arrependido
Porque no sangue de Cristo há perdão
Para salvar os que estão perdidos

Quando o senhor na dura cruz consumou a


obra e venceu
Nos fazendo Suas testemunhas, e agora
somos filhos de Deus
14 (FLF)
Deus bendito onipotente, Pai eterno de amor
Não Te poupastes a dor
O Teu Filho que gerastes, tornando um
supremo Ser

Ó Jesus, meu Salvador, só Teu nome louvarei


Pois a minh´alma salvou lá na cruz o grande
Rei
No Teu sangue há poder pra salvar o pecador
Tu, que na cruz quis morrer, sofrendo tão
grande dor

No sacrifício da cruz tu encontras salvação


Meu amigo que no mundo vive sem
consolação
Abraçando com amor sem dEle te afastar
Em Jesus Salvador vai tua alma descansar

Pensa bem a tua vida e entrega pra Jesus


Que só Ele é quem pode te guiar em santa luz
Tu terás no coração alegria e amor
E terás também perdão do bendito Salvador

Mas se dEle não quiserdes esta grande


salvação
Podes crer que um dia te perdes nesta grande
escuridão
A tu´alma que vagueia sem achar consolação
O inimigo luta pra te por na perdição
15 (FLF)
Quando no mundo eu achei as lutas,
Só em Jesus eu abrigo encontrei
Ele É a luz que ilumina meu ser, Ele É meu
gozo, meu mestre e rei

CORO
Ó, meu Jesus, ó, meu Jesus, só ao Teu nome
louvores eu dou
Sim, em Teu nome, sim, em Teu nome,
Minh´alma triste, socorro achou

Nunca senti alegria na vida quando no mundo


de trevas andei
Na minha alma só tinha tristeza, hoje em
Cristo eu gozo achei
Por isto agora eu canto alegre louvores santos
e exalto a Jesus
Pois a minh´alma da morte livrou
Com o Seu sangue que verteu na cruz

Glória a Jesus para sempre eu vou dar


E a Seu nome sem fim louvarei
Por isso agora eu canto seguro, vida de luz lá
na glória terei

16 (FLF)
Quando entrar nos céus os remidos de Deus
Que Jesus aqui com Seu sangue ganhou
Vestiduras brancas todos lá terão
Pois no sangue vivo de Cristo as lavou
Todos louvarão o Cordeiro de Deus
Que desceu dos céus para morrer sobre uma
cruz
Seu sangue vertendo e nos concedendo
Uma vida santa e gloriosa luz
Todos gozarão lá no lar celeste
As riquezas santas que Cristo lhes dá
Ao que vencer será coroado, Coroa de glória
Jesus lhe dará
Será luminosa a coroa dos santos
Que vão desfrutar lá no reino de Deus
Todos por igual se conhecerão
Pois serão unidos no rol dos filhos de Deus

Gozarão a sombra da árvore da vida


Ali nunca mais se fadigarão, Cessarão toda
dor e pranto
E vida eterna todos gozarão, Secará as
lágrimas de todos os olhos
O Cordeiro Santo de todos enxugará,
Gozo sempiterno todos hão de ter
Pois com Jesus Cristo sem fim vão reinar

Findando a carreira, reservando a fé,


Ali todos terão a coroa da vida
Pois assim nos fala a Palavra de Deus
Que a todos santos está prometida
Pois serão fiéis as palavras escritas
No dia de glória todas se cumprirão
E alegremente todos hão de ver
O corpo luminoso que os remidos terão

Todos hão de ver a Jesus como É, a realidade


ali verão
Contemplar a face de Cristo Senhor
Que na cruz sofreu pra salvar-nos então
Será luminoso este dia de glória
Que os remidos entrarão lá no reino da luz
No rio da vida serão conduzidos
Pelas mãos potentes de Cristo Jesus

17 (FLF)
Neste momento de paz e de amor fraternal
Louvamos a Ti, Criador Deus, que não há outro
igual
Pois no Teu nome nós temos vida, paz e
consolação
Bendizemos a Ti, Senhor, de inteiro coração

Tuas promessas não falham, ó grande Deus de


amor
Pois mandaste o Teu filho para ser o Salvador
Este depois de cumprir o Teu mandado,
Senhor,
Também a nós prometeu o Grande Consolador

Este tem vindo ao mundo e a nós tem


batizado
Com o batismo de fogo que por nós é
esperado
Cumpria-se assim também as promessas de
Jesus
Mandando o Espírito Santo para nos guiar em
luz

Por isto nos alegramos neste ambiente de


amor
Que todas almas presentes se alegram em Ti,
Senhor
Pois em Belém nasceu um Rei para da morte
lvrar
Todos aqueles que passam ao Seu nome
invocar
18 (FLF)
Ó amigo que no mundo vive sem o Salvador
Lembra que na cruz um dia Ele sofreu tua dor
Hoje só de ti espera que a Ele tu entregues o
coração
Para salvar a tua pobre alma da terrível
perdição

CORO
Pois a Ele é dado todo poder
Pra te salvar e transformar todo teu ser
Entrega a Ele a tua vida, ó pecador
E Ele te espera nos Seus braços de amor

Ouve a voz, ó pecador, de quem te pode


libertar
Do poder do tentador que só procura enganar
Só em Cristo tu encontras o refúgio pra tua
alma, ó pecador
Pois para isso lá na crus sofreu o bendito
Salvador

Pecador, recebe a vida que é dada por Jesus


Pelo sacrifício vivo consumado lá na cruz
Com Seu sangue derramado a tu´alma
redimida foi então
Agora só te resta, ó pecador, aceitar Cristo e
terás salvação

Vem a Cristo hoje mesmo, ó perdido pecador


Pode amanhar ser tarde e não encontrar o
Senhor
Mas se hoje aceitardes o convite de Jesus, o
Salvador
Podes crer que um dia tu irás ao encontro do
Senhor
19 (Letra: FLF Música: FDM)
Glória a Jesus, o autor da salvação
Pois nossa alma redimiu lá na cruz
Seu sangue puro derramado foi então
Vemos quanta dor padeceu Jesus

CORO
Por Jesus é que temos a entrada na glória
Lá no lar dos remidos que teremos vitória

Crentes em Cristo a Sua voz escutai,


Voz gloriosa que nos dá gozo e luz
Medita bem e para ela atentai, que Tu terás o
encontro com Jesus

Não é no começo da jornada a vitória


Nem é no meio que se encontra o Senhor
Mas lá no fim é que nós veremos a glória
De Jesus Cristo, o amado Salvador

Lá nós teremos a coroa da vida que de Jesus a


promessa se ouviu
Pois Ele salvou a nossa alma perdida
E com Seu sangue lá na cruz remiu
20 (FLF)
O dia se aproxima
Em que Cristo ao mundo voltará
Para levar os Seus
Para junto de Deus habitar
CORO
Lá na pátria celeste os remidos entrarão
Louvando a Deus e a Cristo, o autor da
salvação

Unimos, irmãos, na fé buscamos a graça de


Jesus
Com ela proclamaremos para sempre a
mensagem da cruz

Pois pra isto, ó irmãos, tem nos salvado o


Senhor
Para lavar a mensagem da vida ao pobre
pecador

Quando raiar o dia, jubiloso pros santos há de


ser
Unidos lá na glória desfrutando do eterno
prazer

CORO
Voarão como águia para o reino da luz
Louvarão para sempre na glória o nome santo
de Jesus

Aqui nós não cansamos de falar do amado


Salvador
Na glória pra todo sempre desfrutar do Seu
grande amor

Lá jamais haverá tristeza nem dor


E as lágrimas serão enxutas pelo nosso
Redentor
21 (FLF)
Quando nas nuvens se ouvir
O som da trombeta de Deus
A grei de Cristo se eleva
Para as alturas dos céus
Junto na glória andarão
Sempre o nome de Cristo a louvar
No trono de Deus untos os anjos estarão
Contemplando a Jesus então

Ali se acabam as lutas, o pranto não se vê


mais
Só alegria terão vivendo todos na paz
Como águia voarão, sempre louvando a Jesus
Que libertou do pecado e da dor pelo Seu
imenso amor

Nova alegria vão ter junto do seu criador


Vivendo no lar celeste aonde reina o amor
Este amor insondável que Jesus nos mostrou
na cruz
O Seu sangue ali vertendo o Senhor pra salvar
o pecador

Nova vida, nova luz, novos hinos cantarão


Melhor voz há de se ouvir
Dos que a Cristo louvarão

Novas harpas hão de ter


Para louvar o seu criador
Com cântico e hinos os santos entrarão
Diante de Deus então
22 (FLF)
Pecador vem hoje a Cristo, dai um passo pra
teu Senhor
E terás não só um amigo e um salvador
À tua alma vida Ele dá, se a Ele quiseres
seguir
Andarás novo caminho brilhante e descanso
terás no porvir

Ouve bem a voz que te chama, é a voz de um


grande amigo
Que te diz vem hoje a Mim, que te quero livrar
do perigo
Se na vida passas chorando, tens em Cristo o
bálsamo pra dor
Aceita em ti hoje mesmo este grande e bom
Salvador

Ouve bem, não tarda em querer esta salvação


sem igual
Pois tua alma sede tem, não rejeita hoje
Se na vida passas sorrindo sem pensar no
bom Salvador
Tu terás na hora da morte um caminho terrível
de dor

Mas se hoje aceitas a vida que é dada por


Cristo Jesus
Tu terás no fim da jornada um caminho
brilhante de luz
Passarás deste mundo ao outro onde lá te
espera o Senhor
Estarás para sempre na glória desfrutando do
Seu grande amor.

23 (FLF)
Quando Jesus no calvário nossos pecados
sofreu
Deles nos purificando com o sangue que
verteu
Nos concedendo a graça para no mundo viver
Todas as lutas que venha adiante nos aparecer
CORO
E agora a certeza nós temos de uma herança
que Cristo nos deu
E a vida doada por Ele quando ali no calvário
sofreu

Ali então se ouviu um grande brado de dor


Dizendo: Pai, perdoa-lhes, estes pobres
transgressores
Pois sem saber eles pecam contra o seu
Salvador
Que desceu de Sua glória para salvar no
mundo o pecador

Levantemos a bandeira ensanguentada da


cruz
Anunciando ao mundo que breve virá Jesus
Para levar o Seu povo que Ele purificou
Com o sangue precioso que lá no madeiro
derramou

Pela morte expiatória que lá na cruz


consumou
Derramando sangue puro, sangue purificador
O sangue de Jesus Cristo, grande poder ele
tem
Para salvar toda alma que arrependida a Ele
vem

Tu, que escuta a mensagem, a mensagem de


amor
Que vem do trono da graça de Cristo o
Salvador
Outro nome não é dado em que te possas
salvar
Só em Jesus, o Cordeiro, repouso tu´alma vai
encontrar
24 (FLF)
Quando nos céus chegar o povo que
comprado foi
Por sangue derramado lá na cruz
Pois este sangue tem poder multiplicado
Para salvar o pecador e dar-lhe luz
Ali o gozo vai fartar ao coração
Pois resgatados todos foram pelo amor
Amor que vence neste mundo o mal então
Amor de Cristo, poderoso criador
Ali então somos unidos eternamente
Porque as lutas neste mundo se venceu
Pela vitória que Jesus amargamente
Ganhou na cruz quando ali Ele morreu
Pois pela morte expiatória de Jesus
É que os santos todos lá triunfarão
Iluminados todos vão ser pela luz
De Jesus Cristo, o autor da redenção

No céu as lutas, dor e ais serão passado


Porque Jesus as nossas culpas expiou
Com o Seu sangue que na cruz foi derramado
Quando por nós ali sofreu amarga dor
Por esta morte que Jesus ali sofreu
O véu do templo neste dia se rasgou
Pois o caminho foi aberto para os céus
Por este sangue glorioso expiador

E tu que ouve a mensagem nesta hora


Que lá dos céus vem alegrar teu coração
Aceita já o Salvador e não demora
Pois Ele quer salvar a ti da perdição
Mas se rejeitas o convite de Jesus
Que Ele te faz neste momento, ó pecador
Na hora amarga que partires não tem luz
Tu morrerás então sem ter o Salvador

Mas se recebes hoje no teu coração


Este que diz “Vem a Mim, pecador”
A tua vida transformada é então
Por este grande poderoso Redentor
Ali então tu poderás dizer seguro
A vida eterna passarei a gozar então
Pois o amigo no presente e no futuro
É Jesus Cristo, o autor da salvação
25 (FLF)
Vinha de Jerusalém com destino a Jericó
Um pobre homem coitado, vinha caminhando

No caminho os malfeitores lhe roubaram sem
temor
Deixando quase que morto, gemendo com
muita dor
Nas pisadas deste homem um sacerdote a
passar
Homem que religioso ao pobre devia amar
Mas teste quando chegou ao pé do homem
coitado
Ouvindo ali o gemido foi passando bem de
largo

Na mesma estrada vinha um levita


caminhando
Quando ao coitado viu, bem de largo foi
passando
Fazendo que não ouvia o gemer do
desprezado
Que na beira da estrada ali estava jogado

Logo após destes dois homens um samaritano


vinha
Que dizia que era mau, mas bondade ele tinha
Chegando ao pé daquele que gemendo ali
estava
Desceu da cavalgadura e logo lhe confortava
Este bom samaritano o levantou com carinho
Atando-lhe as feridas, deitando azeite e vinho
Depois levantou o pobre e pôs na cavalgadura
Caminhando lentamente com grande amor e
ternura

Chegando a uma estalagem disse ao


estalajadeiro
Trata-me deste coitado; aqui tem dois
dinheiros
Se gastares mais algum, na volta de pagarei
Pois agora estou de ida, mas em breve voltarei

Este bom samaritano simboliza o Senhor


Que desceu do céu à terra pra salvar o
pecador
Depois de tudo cumprido foi lá na cruz
consumado
Pela morte expiatória foi Seu sangue
derramado
Este sangue tem poder para o pecador salvar
Das angústias deste mundo e de todo mal
livrar
Ergue-te, levanta já e te entrega pra Jesus
E terás um Salvador pra te guiar em luz.

26 (FLF)
Ó alma que chora sem ter um alento
O teu pensamento entrega a Jesus
Deposita nEle tua confiança
Terás sem tardança uma grande luz

CORO
Faz hoje com Cristo a tua aliança
Vem já e descansa em Cristo Senhor
Então nessa vida terás gozo e luz
Que vem de Jesus o teu Salvador

Esta luz te guia num caminho certo


E terás bem perto o teu Redentor
Entrega-te a Ele, não pense jamais
E desfrutarás do Seu grande amor

Vem hoje a Cristo, não fique pensando


No que vês passando pelo mundo além
Esconde-te hoje debaixo da morte
DAquele que tanto ao mundo fez bem
Jesus hoje chama as almas perdidas
Vem dar tua vida pra Ele guardar
Então finalmente tu dirás seguro
Tenho no futuro onde descansar

Vem já sem demora receber a paz


Que Cristo te traz lá dos altos céus
E teu pecado aqui cometido
Será esquecido pelo trino Deus

Em 03 de Junho de 1942
27 (FLF)
No momento que Cristo pregado foi
No madeiro de tristeza e dor
Com Seus braços abertos na cruz padeceu
O bendito Cordeiro de Deus
Nesta hora de grande aflição
Ali no madeiro padecia o Senhor
Do Seu lado o sangue vertendo
E por nós sofrendo a horrenda dor

Foi momento de tanta agonia


Que na cruz suportava o Senhor
Para nos resgatar o Seu sangue verteu
No calvário por nós padeceu
Pois na hora que Cristo brado deu
Mesmo o véu lá no templo sentiu
Pois aberto no meio ficou
E caminho deixou para o céu de anil

Nem o sol lá no céu sua luz quis dar


Quando Cristo por nós padeceu
Pois mostrava que lá no madeiro estava
O Messias que o povo esperava
Pois as trevas no mundo baixavam
Demonstrando também que na cruz
Padecia o Filho de Deus
Que desceu lá dos céus para nos dar a luz

Pois na hora que Cristo morreu por nós


O terrível inimigo pensou
Que teria vitória, pois morreu Jesus
Pendurado no alto da cruz
Mas assim não se deu, porque Cristo
Ao terceiro dia ressurgiu luminoso
Do sepulcro onde estava
Jesus levantou vitorioso

Em 05 de Junho de 1942

28 (FLF)
Deus que abençoe o vosso casamento
Nesta união de amor fraternal
Pois não mais dois, mas num serão unidos
Pra combater na fronteira do mal
Combate e vence em nome do Senhor
Os dois unidos sempre a combater
Deus abençoe aquele que se une
E no final de tudo a vitória vai ter
Que Deus vos guarde unidos para sempre
Para lutar na causa de Jesus
Dizendo ao mundo que Cristo continua
Salvando os pobres e dando a Sua luz
Fazendo assim, sereis abençoados
Porque Jesus não falha para os Seus
A graça então derrama no teu lar
Traz as grandes bênçãos descidas lá dos céus

Nesta união sereis abençoados


Pelo poder do grande Criador
Que sempre guia seus passos sobre a terra
E em ti derrama do Seu sublime amor

Os vossos filhos serão como cordeiros


Que em pastos verdes descansam sem temor
Porque guiados serão aqui no mundo
Por este poderoso e grande Salvador

Que Deus enfim vos abençoe muito


E que voz dê poder e vida fluir
Então assim sereis vitoriosos
Guiados sempre sereis por grande luz
Que abençoe a vossa vida aqui
E que derrame em vós do Seu amor
E que vos dê firmeza na palavra
Falando a mensagem do bom Consolador

29 (FLF)
Quereis no mundo ter paz, gozo e consolação
Aceita Cristo Senhor dentro do teu coração
Então será transformado o teu modo de viver
Pois o Senhor Jesus tem força e luz que
ilumina o teu ser

CORO
Vem a Jesus, vem pecador, não te detenhas,
vem já
Pois Jesus salva tua alma perdida, paz e
descanso te dá

Se tu queres viver no mundo com um viver de


cristão
Só em Cristo tu encontras pra tua alma o
perdão
Pois Ele É quem nos salva e para o céu nos
conduz
Ele É o caminho, a verdade e a vida
Vem, te entrega pra Jesus

Quereis viver no teu lar sempre a paz


desfrutando
Aceita Jesus agora, pois Ele está te chamando
Ouve o que diz a palavra de Jesus o Salvador
Vem a Mim todos os cansados e tereis o
remédio para a dor

Tereis enfim em Jesus, o teu amigo fiel


Que te conduz para a terra onde mana leite e
mel
Este lugar glorioso onde em fim vão viver
Todos os que forem fiéis a Jesus
Ali descanso vão ter

Em 31 de Julho de 1942
30 (FLF)
Os soldados de Cristo avançam
Na batalha serão vencedores
Pois na frente vai um general
Comandando o batalhão de glória
Este povo que marcha em luz
Levando Jesus pra lhe dar a vitória

A jornada no mundo é penosa


A lutar contra o vil tentador
Mas a marcha se torna gloriosa
Pois na frente caminha o Senhor
Comandando os soldados que marcham
Combatendo do mundo o pecado
Este povo que marcha em luz
Levando Jesus comandando ao seu lado

Meu amigo que ouve este hino


Pensa bem no que passa a ouvir
Quando tudo tiver extermino
O que será de ti no porvir?
Mas agora unido tu podes
Junto destes marchar
Triunfante este povo que marcha em luz
Levando Jesus, o fiel comandante

Venha a Cristo hoje mesmo, ó amigo


Dá tua alma pra Ele salvar
E então livre sim do perigo
Este hino tu podes cantar
Junto ao povo que teve vitória
E no mundo venceu todo mal
Este povo que marcha em luz
Levando Jesus como seu general

Quando aqui a jornada acabar


Este povo junto voará
Para o céu onde vai terminar
Toda dor, toda tribulação
Para sempre ali o descanso
Juntamente com Cristo terá
Este povo que marcha em luz
Levando Jesus dentro do coração

Em 1º de Outubro de 1942
31 (FLF)
Soldados que lutais na causa do bem
Não temais, avançais, ao vosso lado tem
Um forte lutador que nunca houve igual
Este é Jesus Cristo o vosso general

CORO
As armas levantem, soldados do bem
Depressa avante, pois em breve vem
Jesus o Senhor, que promessa fez
Ao mundo virá outra vez

Será muito penosa a jornada aqui


Mas vai ser gloriosa no céu no porvir
Não temais, que tereis um grande vencedor
Este é Jesus Cristo o vosso Salvador
As armas levantai, não tenham temor
Ao vosso lado vai um bom lutador
Que nas grandes batalhas sempre foi
triunfante
Este é Jesus Cristo, o vosso comandante
Em 6 de Dezembro de 1942
32
Na beira do caminho muitos pobres estão
Sem ouvir a Palavra de Deus
Cambaleiam tristonhos caminhando em vão
Sem achar o caminho dos céus
Mas a nós que já temos de Deus salvação
Para eles devemos falar
A palavra que a nós trouxe gozo e luz
Esta é a mensagem da cruz

Na estrada da vida sempre caminhando


Vagueia o pobre coitado
Sem ter esperança assim vai andando
Levando em si o pecado
Mas Cristo que salva o vil pecador
Tua alma Ele quer salvar
Vem hoje depressa recebe a Jesus
Então caminharás na luz

Ó tu que vagueias na estrada sem luz


Sem de Deus nada conhecer
Vem hoje depressa, aceita Jesus
Então tu terás muito poder
Pra na vida aqui vencer todo mal
Combatendo o vil tentador
Que ao mundo em volvido em trevas ele traz
Mas em Cristo há poder e paz

Descansa em Cristo ó tu que cansado


Viveis neste mundo de horror
Recebe o gozo que a ti hoje é dado
Por Cristo Jesus o Senhor
Jamais a tristeza em ti haverá
Pois em Deus só há gozo e paz
Se hoje quiserdes de Cristo o perdão, assim tu
terás salvação
Em 04 de Julho de 1942

33 (em Fá maior) FLF


No caminho do calvário caminhou assim Jesus
Sobre os ombros carregando uma tão pesada
cruz
Caminhava lentamente pois cansado já estava
Pelas dores que sofria Jesus em agonia
A divina cruz levava

Com Seus passos já cansado de levar pesada


cruz
Ao calvário demandava nosso caro e bom
Jesus
No Seu rosto vê-se sangue que corre pelas
feridas
Da coroa que Lhe deram de espinhos a
fizeram
Pra atormentar-Lhe a vida

Nesta grande trajetória um quadro de dor se


via
Pois Jesus de tão cansado no caminho Ele caía
Pelo peso do madeiro que nos Seus ombros
levava
No caminho que marchou Jesus com grande
dor
Ali quase espirava

Tiraram então a cruz e puseram em Cirineu


Pra levar até ao monte onde Cristo a vida deu
Em resgate de nossa alma muitas dores
suportou
O Filho de Deus, querido Jesus, ali ferido
Por nós Se imolou

Outro quadro ainda tenho para apresentar


também
Que Jesus ainda disse: filhas de Jerusalém
Não choreis por Minhas dores por vós, e filhos
chorais
Que dias virão bem tristes, que muitos não
resistirão
Às lutas, dor e ais

Chegando enfim no monte a tragédia


consumou
Pois pregado no madeiro lá estava o Salvador
Atraindo para Si os que queriam perdão
Inda hoje se quiseres a Cristo, recebei
Dentro do coração

Em 30 de Janeiro de 1942

34 (FLF)
Ó dia glorioso será o que Cristo vem
Para levar vitorioso Seu povo daqui pra além
Neste dia céu e terra todos hão de se alegrar
Pois Jesus nas nuvens veio pra Seu povo
arrebatar

CORO
Ó que glorioso dia o que Cristo vai voltar
Pra levar a Sua igreja pra na glória descansar

Campos, serras verdejantes, todos hão de se


alegrar
Pois que Cristo triunfante neste mundo vai
voltar
Neste dia cessam os prantos, ais, tristezas e
dores
Tudo então será desfeito por Jesus o Redentor

Se os campos rendem glória, que dirão então


os santos
Que almejam esta hora que muitos esperam
tanto
Esta hora gloriosa que será de muito rumor
Pois são muitos os que esperam a Jesus o
Salvador

Depois de passada a hora de tão grande


alegria
Entrarão enfim na glória numa grande romaria
Todos que comprados foram pelo sangue de
Jesus
Andarão enfim no céu numa fulgurante luz

Em 17 de Abril de 1943
35 (FLF)
Quer ver um povo unido a este de Jesus
Que destemido carrega a sua cruz
Pois sempre vão lutando no mundo
A Deus sempre louvando num coro angelical

CORO
Nesta união é que Deus abençoa
Seu povo aqui vivendo em amor
Avante sempre não tende que temer
Pois Cristo vosso escudo vos faz sempre
vencer

É nesta união que as bênçãos dos céus caem


Dentro do coração do que andando vai
Na estrada estreita marchando sem temor
Pois na sua direita caminha o Salvador

Ó meus irmãos marchamos unidos sempre


avante
Na frente encontraremos o nosso comandante
Que sempre nos conduz por um caminho certo
Marchamos nesta luz com Ele sempre perto

Por isto que este povo nunca será vencido


Pois como um renovo vivendo sempre unido
Aqui sempre lutando vencendo o mal então
Com Cristo vão andando sempre nesta união

Em 18 de Julho de 1943
35 (FLF)
Alegremos, nós achamos na nossa idade em
flor
Pois resgatados já somos por Jesus o Salvador
Nesta idade gloriosa, nesta infância de amor
Unimos sim nesta hora para louvar o Senhor

Que de vossos lábios saia um louvor de


perfeição
E pelo mundo se espraie nossa bendita união
Que suba ao trono de glória de Deus, nosso
criador
E que venha nesta hora bênçãos em nosso
favor
Um dia que junto estava com Seus discípulos
Jesus
De nós crianças falava nos elevando na luz
Por isto que sempre unidos em louvor
devemos ter
Pra Cristo que foi ferido por nós na cruz a
sofrer

Pensai um pouco, crianças, no sacrifício Seu


Que Cristo por nossa infância na crus estava a
sangrar
Seu sangue tão precioso que por nós ali
verteu
Tendo um amor glorioso por nós, sim, Jesus
morreu

Por isto sejamos sempre unidos sem separar


Porque Jesus bem presente ao nosso lado
Estará
Para nos dar a vitória que todos esperando
estão
E devemos sempre agora estarmos em união
Em 01 de Setembro de 1943

36 (FLF)
Ó que alegria eu sinto dentro do meu coração
Pois redimido eu sou por Jesus, o autor da
salvação
Nesta idade que tenho já por Jesus salvo sou
Um belo dia ouvi com a voz falarem do
Salvador

Por isto hoje me sinto feliz por desfrutar desta


luz
A luz divina descida dos céus na pessoa de
Jesus
Por isto minh´alma canta alegre e livre do mal
Pois nesta idade que tenho desfruto da paz
que não há igual

Que data tão gloriosa na qual nasceu o Senhor


Data que no mundo crente produz um
movimento de amor
Neste dia alegramos neste ambiente de paz
Certos estamos que do céu virá poder, e graça
verás

Que noite tão gloriosa que em Belém nasceu


Jesus
Noite de paz e de amor profundos, noite de
gozo e luz
Ó que noite tão festiva em que não há outra
igual
Que noite maravilhosa então é a noite de
Natal

Por isto nós, meus irmãos, erguemos a Deus


louvor
Porque mandou neste mundo Jesus o nosso
bom Salvador
E nós, irmãos, já também desfrutamos de Sua
graça e luz
No nosso ser já gozamos de paz
Paz de Jesus

Em 03 de Novembro de 1943
37 (FLF)
Desde que nasci sempre vaguei
Por este mundo além em grande solidão
Sem encontrar um motivo para as dores
Que sempre afligiam o meu pobre coração
Mas quando eu pensava nesta vida
Ouvi uma voz que me falava com amor
Presta atenção no que digo a ti
Aceita o Meu perdão, ó pobre pecador

Então obedeci a meiga voz


E pude então saber que ela vinha dos céus
E que alegrava o meu pobre coração
Dizendo “Está rasgado da cegueira o gran
véu”
Depois dele rasgado eu pude ver
A grande escuridão que minha alma envolvia
Alegre eu fiquei por salvo já estar
E libertado então do mal que em mim havia

Voltei os meus olhos para os céus


E pude contemplar a grande imensidão
Que outrora a minha alma não via
Pois em mim havia uma grande escuridão

Mas depois então que ouvi a voz


Que descia dos céus e me falava ao coração
Então eu bem ouvi e logo aceitei
E hoje já desfruto de uma eterna salvação

Por isto, meus amigos que vos falo


Com toda autoridade palavra de amor
Abri o coração e recebei
A salvação que é dada por Jesus o Salvador
Depois recebereis do céu poder
E na vida aqui caminhareis então na luz
Esta luz divina que do céu desceu
E resplandeceu lá no alto da cruz

Em 22 de Dezembro de 1943

38
Ó que grande dia será quando Cristo
Nas nuvens surgir para nos rebatar
Então voaremos para os céus de luz
Aonde veremos em glória resplandecente o
Senhor Jesus

CORO
Que dia faustoso então há de ser
E bem glorioso a Jesus vamos ver
Que glória Sua para os santos aqui
Pois breve virá a face de Deus nos céus
No porvir

Então como águia voarão sem temor


Pro céu onde a luz vê-se sempre raiar
Ali é que Cristo nos dá a vitória
Já no mundo os santos esperam a coroa de
glória

Enfim este dia pra muitos será


De tristeza e dor, e lutas sem fim
Mas pra quem desfruta de Deus o amor
Não será de luta o dia que vem Jesus o Senhor

O dia de Cristo em breve virá


Por isto avisamos a todos aqui
Acorda, desperta e aceita Jesus
E verás no dia que vem
Uma grande luz

Em 25 de Janeiro de 1944
39 (Em Fá) FLF
Minh´alma canta com tanta alegria
Por ter naquele dia aceito a salvação
Quando Jesus falou a mim assim
Ó pobre pecador, me dá teu coração

E eu então depressa obedeci


E logo recebi Jesus, minha porção
Pois a minh´alma que logo se alegrou
Por ter já recebido a grande salvação

Pois a minh´alma que logo se alegrou


Por ter já recebido a grande salvação

Por isto canta minh´alma nesta hora


Por já viver em glória na casa do Senhor
E todo dia eu canto alegremente
Eu tenho de Jesus poder consolador

E todo dia eu canto alegremente


Eu tenho de Jesus poder consolador

Por isto eu digo com toda autoridade


Palavra de verdade a quem escuta aqui
Aceita Cristo como teu salvador
Descanso então terás na glória no porvir

Aceita Cristo como teu salvador


Descanso então terás na glória no porvir
Em 14 de Fevereiro de 1944

40 (Em Sol) FLF


Minh´alma deseja ouvir lá dos céus
A voz de Jesus o Senhor
Esta voz que a nós sempre nos ensina
Nos momentos de fervor
Quando unidos nós aqui estamos
Sempre ouvimos de Deus
Como devemos andar no mundo
Até chegarmos nos céus

Minh´alma deseja de Ti mais poder


Pra no mundo sempre avançar
Lutando e vencendo as grandes pelejas
Até a vitória alcançar
Terminando enfim a jornada aqui
Ali o descanso final
Pois mesmo aí a minh´alma deseja
Gozar do amor sem igual

Minh´alma deseja voar para Ti


Ó Cristo Senhor, o meu Rei
Viver nas moradas eternas nos céus
Aonde repouso terei
Naquele lugar onde Tu preparastes
Comprando om sangue, Senhor
Minh´alma deseja em qualquer lugar
Gozar do Teu santo amor
Enfim a minh´alma deseja também
Agora mesmo, ó Senhor
Receber de Ti a mensagem dos céus
Pra falar ao pecador
Que neste momento meu cálice transborda
De graça pra falar de Ti
Mostrando ao mundo que nós aguardamos
O descanso lá no porvir

Em 28 de Março de 1944

41 (Em Dó) FLF


Ó pecador que cansado vive no mundo de
horror
Escuta a voz que te fala dos céus, a voz de
puro amor
É Jesus que está falando ao teu coitado
coração
Ouve e aceita agora e terás de Cristo a
salvação

CORO
Pois Jesus é quem salva tu´alma
Ó perdido e triste pecador
Ouve e aceita agora a Jesus
Como teu salvador

Não rejeitais o convite que lá dos céus Deus te


faz
Abraça hoje Jesus o Senhor, e graça então
terás
Para no mundo vencer as barreiras que
sempre virão
No teu caminho de crente, porém com Jesus
vencerás então

Pois em Jesus nunca houve lutas perdidas


jamais
Pois Ele que no mundo venceu das trevas o
príncipe audaz
Por isto te aconselhamos a fazer de Jesus, o
Senhor
Um refúgio pra tu´alma no dia que vem de
grande dor

O povo de Deus espera o dia do Salvador


Que breve virá dos céus o Senhor num grande
resplendor
E tu também prepara, aceitando o príncipe da
luz
Certo terás a vitória no dia que vem o Senhor
Jesus

Em 11 de Julho de 1944

42 (Em Fá maior) FLF


Quando Jesus saía de dentro do templo
Os Seus discípulos se aproximaram
Mostrando a Ele aquele grande edifício
E as grandes pedras que a ele ornamentava
Então Jesus logo a eles lhes falou
Sua resposta fez-se logo ouvir
Não ficará nenhuma pedra sobre pedra
Que não venha ruir
Que não venha ruir

Jesus sentando no monte das oliveiras


Os Seus discípulos logo Ele interrogou
Quando estas coisas tiverem de acontecer
Qual o sinal que Tu nos dá, Jesus Senhor?
E Jesus logo respondendo a eles disse
Acautelai-vos pra ninguém vos enganar
Guardai-vos as vossas almas preciosas
Pra nunca se manchar
Pra nunca se manchar

Porque são muitos que hão de vir em Meu


nome
Dizendo “eu sou o cristo” e a muitos
enganarão
Por isto é que eu vos falo nesta hora
E vos convido, me prestai bem atenção

De guerras todos vós hão de ouvir aqui


Mas eu vos digo, tende ânimo, crede em Mim
Pois estas coisas todas têm que acontecer
Mas não será o fim
Mas não será o fim

Levantarão muitas nações e muitos reinos


Em grandes lutas todas se pelejarão
E haverá fome e grandes terremotos
E enfermidades em várias partes ver-se-ão
Mas tudo isto é o princípio das dores
Então vos hão de entregar ao tormento
Mas tende fé em vosso Deus e confiai
Do céu vem livramento
Do céu vem livramento
Mas todo aquele que em Mim perseverar
A salvação de sua alma eu darei
No grande livro da vida que há no céu
Dos tais o nome Eu então escreverei
E o evangelho do reino será pregado
E ao mundo inteiro ver-se há falar de Mim
Em testemunho a todos os povos e nações
Então virá o fim
Então virá o fim
Em 18 de Julho de
1944
43 FLF
Moisés estava no monte, o rebanho
apresentava
Quando viu uma visão, o monte ardendo
estava
E uma voz se ouviu do anjo de Jeová
Atente bem os ouvidos, escuta o que vou falar

E Moisés disse “agora me virarei para lá


E verei esta visão que Deus está a mostrar”
Pois a sarça lá no fogo ela ardia
Mas conservava-se verde e nunca se
consumia

Bradou então lá no monte o anjo de Jeová


Descalça-te nesta terra, pois santo é este
lugar
Eu Sou o Deus de teus pais, de Isaque e Abrão
E Moisés se cobriu, pois temeu seu coração

E disse Deus: “Tenho visto atentamente a


aflição
Do Meu povo no Egito que sofre grande
opressão
Por causa dos exatores tenho ouvido seu
clamor
Por isto desci agora para livrá-los da dor”

Vem agora para Mim, te enviarei para lá


Pra libertar o Meu povo que muito sofrendo
está
Levarei para uma terra a todo que for fiel
Pra terra da promissão onde mana leite e mel

Em 22 de Julho de 1944

44 FLF
Ó como é bom ser de Cristo e tê-Lo no coração
Pelo mundo sendo visto nesta grande união
Seja moço, seja velho, ou criancinhas então
Todos devem se alegrar com Jesus no coração

CORO
Que idade gloriosa quando em Jesus estamos
Seja velho, seja moço, todos juntos alegramos

Nesta data que então é mais um ano que


passa
Na vida de nosso irmão que Deus vos conceda
graça
Pra viver sempre vencendo na grande jornada
aqui
E que um dia descansado esteja lá no porvir

Que esta idade reproduza por muitos anos em


flor
E que sempre em ti reluza a graça do Salvador
E que Deus vos abençoe no mundo sempre
vencendo
As fortes lutas que sempre vos irão
aparecendo

Uma coisa nós agora dizemos ao nosso irmão


Tenha Deus em toda hora dentro do teu
coração
E que os anos sempre passem e que deixem
em ti vigor
Pra lutar com toda força na obra do Salvador

Em 28 de Agosto de 1944
45 FLF
Estavam os pastores olhando os seus
rebanhos
Quando uma voz suava a eles lhes falou
Alegrem-se bastante os vossos corações
Pois hoje vos nasceu Jesus o Salvador

CORO
Que glória nos céus os anjos em louvor
Levantam suas vozes para glorificar
Num coro sempiterno Jesus o Salvador

Então se levantaram os dignos pastores


A vós que em contínuo ainda vos falou
Marchai para Belém aonde vos espera
Na manjedoura humilde Jesus o Salvador

Então eles partiram marchando para Belém


E quando ali chegaram unidos eles pararam
Interrogando a todos aonde se achava
Aquele que nasceu, Jesus o Salvador

Então foram indicados, caminham para lá


E logo prontamente unidos eles marcharam
E quando ali chegaram puderam contemplar
Deitado envolto em palha Jesus o Salvador

Em 25 de Outubro de 1944

46 FLF
Ó soldado de Cristo, lutai combatendo o
pecado e a dor
A certeza convosco levai que Jesus vos fará
vencedor

CORO
Vossas armas então levantai, confiando em
Cristo Jesus
Pois coroa de glória terás, quando entrares no
reino da luz

Avançai, batalhão glorioso


Sempre andai com as armas na mão
Caminhai sempre alegres e garbosos
Que Jesus É vosso capitão

Quando lutas achar na estrada


Não temei, caminhai sempre avante
Pois é longa a vossa jornada
Mas Jesus vos fará triunfante

Quando enfim terminar a peleja


O descanso todos hão de ter
Lá no céu onde todos almejam
Pois Jesus É quem vos faz vencer

Em 08 de Novembro de 1944
47 (Música: FLFLetra: L. de Góis Tibúrcio)
Eis a igreja de Deus, salva por Cristo Jesus
Remida pelo Seu sangue derramado sobre a
cruz
Erguemos Seu estandarte e caminhamos na
luz
Aqui e em toda parte anunciando a Jesus

Esta igreja é portadora de uma mensagem de


amor
Publica que Jesus ama e salva o pecador
Jesus foi preso e açoitado, crucificado na cruz
Para salvar os perdidos foi morto assim Jesus

É esta a ordem que deu depois de


ressuscitado
Ide, pregai o evangelho, quem crer não é
condenado
Cristo oferece perdão a ti, ó vil pecador
Dá graça, paz e descanso, aceita teu Salvador
Desde o dia em que aceitamos este evangelho
de luz
Fomos salvos e redimidos pelo sangue de
Jesus
Agora vamos ensinando a doutrina do Senhor
Guiados pelo Espírito Santo consolador

48 (Em Fá) FLF


O ano velho se passando já está
Enquanto os crentes reunidos estão cantando
Pela vitória que Jesus tem concedido
E o ano novo que já vem se aproximando
CORO
E é por isto que alegres sempre estamos
E os nossos lábios sempre a Cristo louvarão
Pela passagem deste ano de vitória
Em que Jesus nos concedeu sempre união

O ano novo que se aproximando está


Que Deus nos mande nEle gloriosa paz
E nós unidos sempre viveremos sim
Para gozar das bênçãos que nos safistazem

Se este ano que estamos foi feliz


Pedimos a Deus que abençoe o ano novo
E lá dos céus derrame gloriosa benção
Para alegrar aqui na terra o Seu povo

E nós, irmãos, que reunidos aqui estamos


Alegres todos na perfeita paz e amor
Que o ano novo nos seja cheio de graça
Para falarmos de Jesus o Salvador
Em 31 de Dezembro de 1944

49 FLF
Soldados somos de Cristo Jesus
Lutando sempre contra o vil pecado
Pois Sua voz é que nos conduz
Dizendo sempre “Estou ao teu lado”
Lutai, vencei, caminhai avante
Levando sempre as armas da luz
Assim fazendo serão triunfantes
Sempre tem contigo teu Senhor Jesus

Por isto é que este batalhão


Que se reúne para combater
Que leva sempre no seu coração
A esperança de tudo vencer
Porque não luta com as armas que vencem
Mas com a graça e o poder de Deus
E esta arma que sempre permaneça
Descendo lá do alto para o povo Seu

Por isto, irmãos, não devemos cansar


Na grande obra do nosso Salvador
Pois Ele É quem manda avançar
Nesta peleja gloriosa de amor
Unidos sempre devemos obedecer
Esta palavra do vosso comandante
Pois a certeza devemos sempre ter
Que nesta grande luta seremos triunfantes

Pelejaremos na luta sem cessar


Até chegar o dia glorioso
Em que Jesus então há de chamar
Os Seus soltados ao eterno repouso
Ali é que todos descansarão
Desta jornada de luta e de dor
Pois vão ouvir a voz de gratidão
Saída de Jesus, o grande Salvador

Ó vinde, vinde benditos de Meu Pai


Possuir por herança o reino dos céus
Pois é Jesus que convidando vai
A todos quanto têm temor de Deus
Por isto nós unidos sempre avantes
Lutamos sempre para esta voz ouvirmos
Que em Jesus seremos triunfantes
E juntos descansemos no céu, lá no porvir

Em 04 de Fevereiro de 1945

50 FLF
Muito alegres nós estamos aqui reunidos
Para o nome de Deus se louvar
Neste culto de ação de graças pedido
A Jesus vamos nós exaltar

CORO
Pois assim há de ser muito maravilhoso
Quando nós reunidos nos céus
Recebermos a coroa de vida e gozo
Que nos vai dar o nosso bom Deus

Alegria nos céus não será passageira


Mas pra sempre e nunca findará
Pois ali é que reina a paz verdadeira
Que Jesus para nós sempre dá

E por isto aqui reunimos então


Neste lar onde há gozo e luz
Nesta casa humilde de vossos irmãos
Onde hoje louvamos a Jesus
Que este dia glorioso não seja esquecido
Até que Cristo venha buscar
Sua igreja eleita, o Seu povo querido
Pra na glória sem fim descansar

E por isto aqui reunimos então


Nesta casa onde há gozo e luz
Nesta igreja gloriosa que se ergue do chão
Onde hoje louvamos a Jesus

Em 21 de Março de 1945
51 (Em Ré) FLF
Qual um pobre peregrino
Eu vivia no mundo sem ter um abrigo
Sempre cansado de andar
Na estrada da vida cheia de perigo
A minh´alma sempre triste
Procurando descanso em muitos lugares
Foi então que vi que minh´alma cansada
Descanso podia em Jesus encontrar

Foi então que vi que minh´alma cansada


Descanso podia em Jesus encontrar

Quantas noites tenebrosas eu passei


Neste mundo em grande escuridão
Até que um dia minh´alma
Avistou na estrada um grande clarão
Muito alegre fiquei
Em poder divisar no caminho esta luz
Foi então que vi que minh´alma cansada
Descanso encontrava no Senhor Jesus

Foi então que vi que minh´alma cansada


Descanso encontrava no Senhor Jesus

Qual um pobre prisioneiro eu vivi neste mundo


em grande prisão
Minh´alma vivia triste
Não tinha sequer uma consolação, mas um dia
encontrei
Quem me deu liberdade e me teve amor
Foi então que vi que minh´alma cansada
Descanso encontrava no bom Salvador

Foi então que vi que minh´alma cansada


Descanso encontrava no bom Salvador

Por isto hoje minh´alma


Vai sempre cantando louvores a Jesus
Por esta grande vitória
Que tive no mundo ao ver esta luz
Pois a minh´alma cansada
Vivia em trevas sem ver um clarão
Mas hoje eu canto louvores sem fim
A Cristo Jesus que me deu salvação

Mas hoje eu canto louvores sem fim


A Cristo Jesus que me deu salvação

Em 07 de Abril de 1945
52 (Em Sol) FLF
Sou feliz aqui no mundo, porque Cristo me
salvou
Quando eu distanciado vivia do Criador
Fui então unificado pelo sangue de Jesus
Que vertido no calvário na cruenta e amarga
cruz

CORO
Sou feliz porque fui remido aqui pelo sangue
expiador
Que vertido do Cordeiro de Deus, nosso
criador

Como um pobre passarinho que não tem onde


pousar
Assim vivia minh´alma sem descanso, paz,
amor
Mas depois que Cristo ouviu minh´alma
soluçar
Deu-me logo salvação, hoje posso descansar

Neste mundo eu vivia como um pobre sofredor


Carregando a grande carga de um perdido
pecador
Mas um dia bem cansado caminhava sem
parar
Encontrei com Jesus Cristo que a paz me veio
dar

Disse então Jesus assim: vem a Mim, ó


pecador
E verá que um remédio tenho para tua dor
Eu imediatamente atendendo a Ele eu quis
Hoje enfim alegre eu canto, vejam se não sou
feliz

Em 08 de Maio de 1945
53 FLF
Foi em Jesus que eu achei salvação
Quando no mundo de trevas andei
Quando eu escutei Sua voz de amor
Que dizia “Vem a Mim, pecador”
Eu então procurei bem ouvir
Esta voz que falava comigo
E enfim compreendi que era então
De Jesus que falava ao meu coração

Eu então vi que bem precisava de aceitar este


bom Salvador
E hoje eu abracei esta luz que é descida do
céu, do divino Jesus

E eu hoje bem feliz vou vivendo, até Jesus me


chamar para Si
Quando enfim eu então voarei para glória
eterna onde descansarei

E tu que hoje escuta a palavra de Deus que


fala ao teu coração
Aceita como teu Salvador a Jesus que te
chama com grande amor

Em 10 de Julho de 1945
54 – Natal FLF
Nasceu Jesus em Belém, o filho de Deus
querido
Que para salvar o mundo há muito foi
prometido
Quando nós distanciados vivíamos do Criador
Para nós nasceu nesta hora Jesus o bom
Salvador

Nasceu pra nos dar a vida este Jesus glorioso


O Filho de Deus eterno Salvador maravilhoso
Nasceu Jesus em Belém nos trazendo vida a
fluir
E guiar-nos na vereda maravilhosa de luz

Nasceu Jesus em Belém o grande unificador


Para religar o homem com Deus o seu criador
Pela desobediência tinha se distanciado
Mas hoje por Jesus Cristo poderão ser
religados

Nasceu para nos salvar do mundo vil pecador


Se hoje salvos somos, devemos a Jesus Senhor
Este que nós nesta data comemoramos então
Cristo que nasce em Belém trazendo salvação
Em 15 de Novembro de 1945
55 (Em Sol) FLF
Soldados de Jesus nós somos, com duas
causas pra vencer
Pois nesta pátria que vivemos a ela vamos
defender
Com amor e patriotismo e com força varonil
Avançamos juntos e sempre avante a defesa
do Brasil

CORO
Meu Brasil, meu Brasil
Onde eu vi raiar a luz, não somente a luz do
sol
Mas também a de Jesus

Unimo-nos, irmãos na fé, pois arma melhor


nós não temos
E avançamos sempre avante, o vil pecado
combatemos
E sendo assim mais defendemos a causa do
nosso Deus
E as almas dos pobres pecadores
encaminhamos aos céus

Brasil, ó pátria mui sublime, de povo herói e


capitaleiro
Que Deus te abençoe sempre, e dos teus
filhos faça herdeiro
Dos céus que todos aguardamos, pra neles
descansarmos
Brasil, ó pátria amada e mui querida, pois
Jesus te quer salvar

Brasil, ó pátria mui amada, pelos teus filhos


lutadores
Que lutam em prol da salvação que vem por
Cristo, o Salvador
Que os teus filhos sejam salvos pelo Deus dos
céus de anil
E com nossas forças irmanadas pra te
defender, Brasil
Em 23 de Dezembro de 1945

56 (Coral) FLF
Mui breve sim Jesus virá dos altos céus
Sua palavra a nós nos fala sempre assim
Visa em glória com os santos anjos Seus
Movimentar-se há os céus enfim
Ó dia alegre sim então este será
Pra quem vai esperar Jesus aqui
Pois juntos voarão para a mansão de luz
Para descanso ter lá no porvir

Jesus virá em glória, não como salvador


Como Ele veio sim já no passado
Virá como juiz e grande julgador
Para passar os bons para o Seu lado
Então dirá Jesus: benditos de Meu Pai
Vinde possuir o reino que preparado está
Desde que o mundo foi criado sim por Deus
Que estas bênçãos são para vós desfrutarem

Jesus virá dos céus com grande alarido


Os anjos as trombetas virão tocando
Para avisar os santos aqui da terra
Que Jesus Cristo está Se aproximando
O mundo todo vai ser despertado
No dia que nos céus raiar a luz
Pois como o relâmpago que todos vêem
brilhar
Será assim a volta de Jesus

Jesus virá dos céus com grande esplendor


E muito breve sim veremos o sinal
Da Sua volta aqui para levar os Seus
Para o descanso no céu sem igual
Ali então unidos perante o grande Rei
Estarão todos que venceram aqui a dor
Pra receberem o prêmio da sua grande
herança
Que Deus dará a todo vencedor

Em 25 de Janeiro de 1946

57 (Em Sol) FLF


Foi em Jesus quando eu cansado e abatido
Achei um motivo para aplacar a minha dor
Pois eu vivia neste mundo sem ter paz
Levando a carga de um perdido pecador
Mas quando um dia eu meditava em minha
vida
O que podia ser ao terminar esta jornada
Ouvi a voz que lá dos céus a mim falava
Vinde a Mim que Eu alegrarei a tua alma
contristada

CORO
Eu aceitei este convite glorioso
E logo vi que era a voz de meu Jesus
Que me falava neste tão maravilhoso
Vinde a Mim e recebereis da Minha gloriosa luz

Eu prontamente obedeci a meiga voz


Que descia dos céus e me falava ao coração
E eu senti a minha vida transformada
E tive um gozo que nem tenho explicação
Aí então eu pude ver o meu estado
Que eu vivia outrora sem conhecer a salvação
Mas hoje gozo desta benção divinal
Que é descida lá dos céus e me alegra o
coração

Por isto canta minha alma alegremente


Hino a Jesus que me salvou da perdição
Em que eu vivia em outro tempo
amargamente
Mas hoje eu desfruto paz e muita paz no
coração

Pois esta vida que minha alma hoje desfruta


Não tem comparação com minha vida do
passado
Pois eu passava os meus dias amargamente
E era triste e perigoso o meu estado
Minh´alma triste que vivia em outro tempo
Passou a ser alegre desde que teve salvação
Pois hoje canta este hino alegremente
E só recebe paz e gozo dentro deste coração
CORO
Por isto eu digo a todos que estão presentes
Que ainda não provaram deste imenso amor
Aceita Cristo no teu ser suavemente
E tereis a salvação que vos dará o Salvador

Em 18 de Março de 1946
58
Soldado que vai partir pra combater o pecado
Leve contigo a esperança que Jesus vai ao teu
lado
Para te dar a vitória quando na luta entrar
Avante em Cristo pensando pois Ele vai te
guardar

CORO
Avançai sem temor no caminho do amor
Certo que a vitória vai ter
Pois Jesus é quem dá a vitória sem par
Pois é Ele que te faz vencer

Avante, avante, avançai levando em ti o amor


Nesta jornada gloriosa Deus te fará vencedor
Procurai com esperança muitas almas pra
Jesus
Faça com que sempre vejam brilhar em ti uma
luz

Confiai sempre em Cristo, de ti mesmo


esquecendo
Para que na tua vida Jesus vá aparecendo
E que o mundo sempre veja em tua vida o
amor
E sendo assim tu serás mais do que um
vencedor

Meu irmão que vai partir para falar de Jesus


Que possa sempre trazer as almas das trevas
à luz
Que em ti nunca te falte a graça do Salvador
Para falar do mistério de Deus e do Seu amor

Em 10 de Março de 1946
59 (Em Fá) FLF
Disse um dia o Senhor Jesus
Vinde a Mim todos vós que cansados e tomai
sobre vós o Meu jugo
Pois é leve e suave o Meu fardo, o descanso
então achareis
Pra voss´alma que vive abatida, e aprendeis a
ser manso comigo
Se quiseres a eterna vida

CORO
Pois tu´alma precisa ser salva do vil pecado,
da luta e da dor
Se aceitas Jesus nesta hora, tereis para ti este
bom Salvador

Meus amigos eu vos falo, sou salvo, por Jesus,


este bom Salvador
Eu vivia no mundo cansado, mas descanso
encontrei no Senhor
Quando um dia eu vagava sem paz, eu ouvi
esta voz de amor
Vinde a Mim todos vós que sofreis, que tereis
o remédio pra dor
CORO
Pois que todos que têm aceitado, têm
encontrado uma vida de luz
E se queres uma vida brilhante, aceita em ti
este amado Jesus

Muitos querem no mundo impedir-me,


Que minh´alma descanse nos céus
Mas eu sei que o Senhor tem poder,
Pois É mui poderoso o meu Deus
É nesta esperança que eu vivo
Sempre a Deus neste mundo louvar
Pois minh´alma que triste vivia
Agora anda alegre a cantar

CORO
Pois cantando eu serei triunfante
Com meu Jesus hei de sempre viver
Pois é Ele que salvou minh´alma
E repouso promete se aqui eu vencer

Em 02 de Junho de 1946

60 FLF
Neste momento feliz, que nós todos reunimos
então
Neste lar onde Deus quis estender Sua
bendita mão
Para abençoar o Seu servo que completa seus
anos aqui
Que Deus vos guarde no mundo, até
descansar nos céus no porvir

Nós que unidos já somos ao nosso querido


irmão
Pedimos a Deus sim façamos que vos guarde
com as Suas mãos
E que em ti sempre ache a bendita graça do
Senhor
Para falar dos mistérios dos céus e de Deus e
de Seu grande amor

Que Deus vos guarde, irmão, neste mundo pra


sempre avançar
Na frente do batalhão que vitória vai sempre
alcançar

Pedimos a Deus que abençoe esta data de ano


que passa
E que multiplique a vida em ti e não falte com
a Sua graça

Pra falar contra o pecado, que ela sempre te


farte aqui
Mesmo depois de cansado quando prestes
estiver de partir
Mesmo ao findar a jornada que em ti haja
sempre vigor
Para falar das grandezas de Deus e de Cristo,
o bom Salvador
Em 20 de Junho de 1946

61 Natal FLF
Nasceu Jesus em Belém, o Filho de Deus
ungido
Trazendo a salvação ao grande mundo perdido
Nasceu com muita humildade, na manjedoura
deitado
O grande Príncipe da paz, Jesus Cristo, o nosso
amado

Nasceu Jesus o Senhor, num lugar humilde e


pobre
Seu berço envolto em palhas, das quais o solo
se cobre
Neste lugar de pobreza, onde os bois estavam
deitados
Ali nasceu o Senhor, Jesus Cristo, o nosso
amado

Os homens já esperavam, não como Ele


nasceu
Mas num palácio real, mas foi o que não se
deu
Porque Jesus, o Messias, ao mundo humilde
era dado
Pra nos salvar que nasceu, Jesus Cristo, o
nosso amado

O lugar onde nasceu nosso Rei, nosso Jesus


Era de um aspecto tão pobre que nem se via
uma luz
Todos que Lhe visitavam ficavam admirados
Por ter nascido ali Jesus Cristo, o nosso amado

Em 05 de Outubro de 1946
62 FLF
Saulo de Tarso é o homem de quem vou aqui
falar
O homem que perseguia o povo de Deus sem
par
Mas quando encontrou Jesus no caminho lhe
falando
Esta voz que veio lá dos altos céus nos
ouvidos lhe soando
Esta voz que veio lá dos altos céus nos
ouvidos lhe soando

Jesus disse “Saulo, Saulo, porque tu persegues


a Mim?”
Quem És Tu, Senhor, que fala com uma voz
tão amiga assim
Eu Sou Jesus Cristo a quem tu a perseguir
estás
Duro é para ti contra os aguilhões tu assim
recalcitrar
Duro é para ti contra os aguilhões tu assim
recalcitrar

Saulo respondendo disse “O que hei de fazer?”


“Entra na cidade e lá tereis quem te farei
saber”
Ele levantando logo do chão onde jazia
Entrou na cidade, ficou esperando por um
certo Ananias
Entrou na cidade, ficou esperando por um
certo Ananias

Na casa de um certo homem Saulo ali se


hospedou
Esperando que viesse um santo em seu favor
Ele em meditação sentiu que se aproximava
Alguém que lhe impondo as mãos sobre a ista
Agora tudo enxergava
Alguém que lhe impondo as mãos sobre a ista
Agora tudo enxergava

Foi ali que Saulo viu o seu ser já transformado


Pronto agora estava para marchar de Jesus ao
lado
Levantando prontamente alguns dias ali ficou
Lá na sinagoga falou de Jesus para o pobre
pecador
Lá na sinagoga falou de Jesus para o pobre
pecador

Em 31 de Outubro de 1946

63 (Em Lá) FLF


Estamos reunidos nesta hora que o fim do ano
aproximando está
Que os crentes juntamente rendem glória
Ao Teu grande nome, Jeová
Só o Teu nome é digno de louvor, ó grande
Deus de toda criação
Pois És da natureza o criador, pedimos que
nos guie a Tua mão

Ó Deus, queremos mesmo nesta hora


Que todos reunidos estamos sim, agradecer-Te
o ano de vitória
Que Tu nos concedestes até o fim
Queremos todos juntos reunidos ao Teu
grande nome exaltar
Pois é o dever de todos remidos falar do Teu
amor, ó Deus sem par

Queremos agradecer a Ti, Senhor, o ano que


está prestes a se findar
Pedimos que nos dê da Tua graça pro ano que
já está a se aproximar
Que o ano novo traga pra nós a Tua santa
graça e Teu amor
E Tu nos faças sempre porta-voz para falar de
Ti ao pecador
Se Tu nos revestires da Tua unção que vem de
Ti
Ó Deus dos altos céus
Soldados vamos ser de coração para sempre
lutarmos aquém do véu
Não só no ano novo que esperamos, e como
os outros que vão seguir
Como soldados sempre lutaremos para levar
os povos ao porvir

São estas as bênçãos que pedimos a Ti, ó


grande Deus
Eterno criador, que sempre lá nos céus lá no
porvir
Possamos desfrutar do Teu amor
Que seja para nós o ano novo cheio de muitas
belas conversões
E que todos que ouvem este Teu povo
convertam-se de todo coração

Em 09 de Dezembro de 1946
64 FLF
Nós devemos, meus irmãos, sempre avançar
Na peleja combatendo o tentador
Pois com Cristo sempre unidos avancemos
E seremos sim mais do que vencedor
Não devemos nunca nos desanimar
Pois trazendo Ele sempre em nossa frente
Somos mais que triunfantes, na peleja sempre
avante
Pois é Ele que a nós nos guia sempre

No caminho que nós estamos marchando


Nós devemos sempre nele prosseguir
Sem voltar nem um só passo, ó meus irmãos
Até chegarmos nos céus lá no porvir
Pois no céu terminará nossa jornada
Ali onde nos espera o Senhor
Pois o gozo é sem par, lá no nosso eterno lar
Bem unidos com Jesus o Salvador
Nem a luta nem a fome nem a dor
Nunca possa nos fazer desanimar
De marcharmos as pisadas de Jesus
Poderoso Salvador sem ter igual
O caminho de Jesus é glorioso
Para aquele que já tem O aceitado
Ele É o salvador que devemos sem temor
Sempre termos bem junto ao nosso lado

Com Jesus tudo é maravilhoso


Mesmo quando estamos em tribulação
Pois com Ele a vitória é mais que certa
Pois É Ele o autor da salvação
E por isto, meus irmãos, nós vamos ser
Neste mundo mais que todo vencedor
Pois andando com Jesus bem junto de Sua luz
Vamos todos desfrutar do Seu amor

Em 09 de Abril de 1947
65 FLF (Ancião)
Não há um poder com força e vigor
Que possa ao homem transformar
Mas só o de Cristo o bom Salvador que é um
poder sem ter igual
Foi este poder que me transformou quando eu
vivia no pecado
Ouvi do poder de Cristo Senhor e fui por Ele
transformado
Foi quando eu estava no mundo de horror
Fazendo o que Deus não queria, foi quando
ouvi a voz do Senhor
Que a mim falando assim dizia
Escuta o que digo a ti, pecador, a Mim entrega
o coração
Pois pelo poder e Meu grande amor Eu quero
te dar o perdão

Foi neste momento quando eu escutei uma


meiga voz a me falar
Foi quando com Cristo então me avistei e
pude a Ele me entregar
Nos braços tão santos de Cristo Jesus foi que a
paz eu pude achar
Esta paz que goza o povo da luz, paz que no
mundo é sem par

Por isto é que eu vos falo, amigo, que no


mundo não há poder
Para transformar o homem perdido e dar a ele
um novo ser
Mas só o poder de Cristo Jesus é que te pode
transformar
Aceita hoje no teu coração, pois a vitória Ele
te dá

Em 10 de Agosto de 1947
66 (Em Fá) FLF (ancião)
Saiu um dia do Egito o povo de Israel em
grande multidão
Marchando todos reunidos, levando esperança
em cada coração
Seguia em sua retaguarda o anjo do Senhor
Que ia lhe guardando, e a nuvem e o fogo
também iam
Todos reunidos lhes acompanhando
E a nuvem e o fogo também iam
Todos reunidos lhes acompanhando

O povo para Canaã marcha triunfante, alegre


cantando
Sem saber que ao longe estava o grande mar
vermelho
Por todos esperando
E quando então ali chegaram, pararam e
começaram
Todos murmurando
Voltaram-se para Moisés, dizendo “O que
fizeste, do Egito nos tirando?”
Voltaram-se para Moisés, dizendo “O que
fizeste, do Egito nos tirando?”

Moisés um pouco se perturba, mas logo se


refaz
E eleva o pensamento no Deus que tudo pode
e tudo faz
Em mês, e dias, e horas e até mesmo em um
momento
E logo ali não demorou, e o poder de Deus foi
manifesto
E o mar vermelho foi aberto e o povo
atravessou para o outro lado

Assim está em nossos dias


Que estamos marchando para o céu de luz
Os mares vermelhos se encapelam
Mas na nossa frente sempre está Jesus
O qual sempre nos dá vitória
E marchamos sempre com o Salvador
E um dia todos triunfantes
Entraremos juntos no país de amor
E um dia todos triunfantes
Entraremos juntos no país de amor

Em 11 de Agosto de 1947

67 – Natal de 1947 FLF (ancião)


Foi lá em Belém que Jesus nasceu, o
imaculado Rei e Salvador
Que há muito era anunciado que devia nascer
para salvar o pecador
Muitos esperavam num palácio real
Como eles queriam isto não se deu
Pois foi numa humilde e muito pobre
manjedoura
Que ali Jesus nasceu

Quando Ele nasceu o mundo se agitou


Surgiu no Oriente uma estrela brilhante
Para conduzir uns monarcas que queriam
Conhecer o rei infante
Isto aconteceu e marcham pra Belém os reis
do Oriente
Para ver Jesus, que nasceu humilde, sendo Rei
e Salvador
Condutor do bem, da luz

Lá do Oriente os reis são conduzidos pela


grande estrela
Que mostra o seu clarão, mas no meio do
caminho ela desaparece
Deixando os reis em grande confusão
Mas não se detiveram, marcham sem parar
Até que chegaram em Jerusalém, e ali
ressurge novamente a estrela
Que aponta pra Belém
Quando eles chegaram ao pé da manjedoura
Novamente viram a estrela que brilhou
Para anunciar que era ali que repousava Jesus,
o meigo Salvador
Eles prontamente curvaram suas frontes em
adoração
A quem ali nasceu
Ouro, mirra e incenso ofertaram a Jesus, o
filho eterno de Deus

Em 23 de Outubro de 1947
68 – Ano novo FLF
Irmãos estamos reunidos neste lugar
maravilhoso
Aonde Deus nos abençoa e tem nos enchido
de gozo
Nesta noite tão gloriosa que esperamos o ano
novo
Pedimos a Deus que abençoe em toda terra o
Seu povo

Que o ano que se aproxima nos traga muita


conversão
E que nos faça incansáveis na luta em prol da
salvação
Do mundo que distanciado se acha do seu
criador
Façamos tudo neste ano pra que Deus salve o
pecador

Se o ano que stá se findando não foi muito


abençoado
Pedimos a Deus que o ano novo nos seja
assim multiplicado
Com muita paz e alegria, trabalhamos com
ardor
Para levar as pobres almas a Deus, eterno
criador

Pedimos a Deus neste momento pra nossas


súplicas escutar
Que vai ser feita muito breve, unidos aqui
neste lugar
Que no ano que se aproxima possamos
humildes e com amor
Levar as almas pecadoras a Cristo, nosso
Salvador

Findado o ano, meus irmãos, vamos nós todos


abraçados
Nesta união incomparável que no mundo ela é
sem par
Pois a paz que em nós habita queremos
sempre desfrutar
Por todos os anos que se seguem, até Jesus
nos vir buscar
Em 29 de Dezembro de 1947

69 FLF
No mundo muito eu chorei, sem ter uma
consolação
Pois minha vida era triste, não conhecia a
salvação
Mas quando um dia eu estava pensando assim
na minha dor
Escutei uma voz maravilhosa que dizia
“Vinde a Mim, ó pobre pecador”

Ouvi, pensei de quem seria aquela voz meiga


de amor
A mesma voz continuava: Eu Sou Jesus, teu
Salvador
Pra isto na cruz do calvário Meu sangue
derramei pra te remir
E hoje Eu te chamo, vinde a Mim
E recebeis a salvação para descansar no
porvir

Quando esta voz mui gloriosa falou ao meu


coração
E eu meditei no meu passado, e vi que era
negro então
Recalcitrei por um momento, mas Deus queria
me salvar
Caí vencido aos Seus santos pés e confessei
Os meus pecados para Ele perdoar

Depois que eu me levantei dos pés de Cristo


Salvador
Senti uma transformação no meu coração
pecador
Os meus pecados de outrora já tinham sido
apagados
Pelo poder do sangue do Cordeiro, que por nós
lá no calvário
Foi um dia derramado

Por isto, amigos, eu vos falo com o coração


cheio de gozo
Aceita hoje no teu ser o Salvador maravilhoso
Jesus que lá no vil madeiro Seu sangue
derramou pra te salvar
E hoje se aceitas a Jesus no coração
Então terás uma salvação sem par

Em 25 de Abril de 1948
70 FLF
Quando minh´alma já cansada e abatida
No mundo andava sem achar consolação
Pois já vivia em desalento sem ter paz
Andando sim no caminho da perdição
Foi neste estado que eu me achava
Eu encontrei com meu amado Salvador
Que me chamava com uma voz maravilhosa
Vinde a Mim, ó infeliz, triste, pobre pecador
E eu ainda procurei a resistir aquela voz que
me falava ao coração
Mas o amor de Deus é tão maravilhoso que
insistia a me falar
Assim então
E eu ainda endurecido resistia aquela voz
Que só falava em meu favor
Era uma voz que tinha preciosidade
Era a voz vinda do céu, do trono do Criador

Diante deste amor sem comparação não pude


mais continuar
Então parei e meditando no caminho em que
estou
Em breves dias minh´alma perderei
Então voltando procurei me conduzir por um
caminho
Que me levasse ao céu de luz
E hoje eu vivo descansado nesta vida,
procurando sempre andar
Bem junto de meu Jesus
E eu aconselho a todos que estão presentes
Que com Jesus ainda não se encontraram
O dia é hoje que tu podes encontrar
Com este meigo e bondoso Salvador
Pois Ele chama a cada um que hoje escuta
Esta mensagem de bondade e de amor
E abre bem o coração e recebei a salvação
Que hoje é dada pra ti, ó pecador

Em 28 de Março de 1947

71 FLF
Lá no madeiro pendurado estava Cristo, o
Salvador
Com o Seu lado transpassado para remir o
pecador
Foi nesta hora que Jesus o Seu espírito ao Pai
rendeu
Pra nos unificar com Deus pelo sangue que
verteu

Pois que o homem, pela lei estava sempre


condenado
Nem com o sangue espargido ele era
purificado
Mas pelo sangue de Jesus ficará limpo do
pecado
E diante de Deus um dia irá chegar justificado

Pois pelo sangue dos cordeiros no holocausto


imolados
O homem nunca poderia ficar liberto do
pecado
Mas quando Cristo no madeiro Seu sangue
puro derramou
Pra resgatar a nosss´alma, alma de pobre
pecador
Por isto hoje o homem pode, depois que
aceitar Jesus
Afirmar com toda certeza a salvação, vida e
luz
Pois pelo sangue do Cordeiro o homem pode
se limpar
Da mancha negra do pecado, é somente a
Cristo aceitar
Em 07 de Agosto de 1948
72 FLF
Eu quero agora neste hino vos cantar
A minha vida que eu vivia no passado
Pois eu andava sempre triste e abatido
E era triste e perigoso o meu estado
De um lado ao outro caminhando sempre
errante
Só encontrando em minha vida dor e ais
Só eram lutas, muitas dores e tormento
Tristeza era tudo que encontrava e nada mais

Foi neste estado que um dia eu estava


Na minha vida em grande meditação
Quando ouvi uma voz tão maravilhosa
Que alegrou o meu triste coração
Fiquei pensando quem seria que falava
Alguém me disse: é Jesus, teu Salvador
Que te convida para a paz maravilhosa
Que só Ele é quem pode dar ao pobre pecador

CORO
Mas hoje canto este hino de vitória
Que vem trazer o gozo no meu coração
Pois a minha alma que nas trevas ele vivia
Mas hoje só desfruta luz e paz e salvação

Então eu pude compreender naquela hora


Que eu era um perdido que aqui vagava
Mas já havia sido achado por Jesus
E a salvação que muito eu precisava
Era chegada nesta hora para mim
Neste momento que encontrei com meu Jesus
Na minha vida que havia sempre trevas
Agora só raiava Sua gloriosa luz

Por isto eu falo, meus amigos que escutam


Estas palavras de uma alma arrependida
Antes de crer em Cristo como salvador
Era penosa, era triste a minha vida
Mas logo após que eu encontrei com meu
Jesus
E recebi para minh´alma a salvação
Eu passei logo a falar desta maneira:
Amigo, vem a Cristo e Lhe entrega o coração

Em 17 de Setembro de 1949
73 – Particular
Hoje muito mais que ontem minha esperança
cresceu
Pois dia em dia mais firme, andando para o
céu
Disso tenho bem certeza, Reino de Deus
também nele
Tenho um lugar preparado
Fiel É Aquele que me prometeu
CORO
Eu quero te ver, Jesus tão amado
Importa de um pouco ser atribulado
Também isto é prova de gratidão
Dos que vão morar lá na bela Sião

Estou vivendo em Ti, eis o mistério enfim


Porque só em santidade podes viver em mim
Guarda-me em santidade, pelo Teu grande
amor
Porque só assim guardado poderemos ver Tua
face, Senhor
Quem nEle tem esperança purifica-se a si
Assim como Ele É puro, se verá ali
Ó meu Jesus tão querido, misericórdia de mim
Para eu não ser rejeitado no dia das bodas de
glória sem fim

Tu que numa esperança, neste mundo hoje


tens
Quando deixar esta vida, irás partir para
quem?
Nós iremos pra Jesus, deves fazer tu assim
Vem hoje mesmo a Ele e diz: ó Jesus, tem
compaixão de mim

74 – a vinda de Jesus
No dia da vinda de Jesus Cristo do céu
Para buscar os Seus servos com Seu poder
Nas nuvens em glória virá cercado então dos
arcanjos e querubins
E os mortos ressuscitarão em corpos santos
purificados
Os vivos na terra serão transformados por
Deus
Com Jesus no céu habitarão

A igreja em plena santidade nos céus


Dando glória e louvor a quem a salvou
Contempla as ruas de ouro e o rio da vida
Pois a bíblia assim nos diz: Eis que mui breve
virá o Senhor
Buscar Sua igreja comprada com sangue que
derramou lá na cruz
Vai coroado de luz, oh que alegria será para
mim
Quando no céu estrugir o clarim
Vamos, irmãos, buscar em coração o Rei da
grande redenção

Vamos consagrar a nossa vida a Jesus


E perseverar em oração, proclamando o
evangelho
Pra todo pecador, vamos sim, vamos, ó filhos
da luz
Proclamai a paz e a salvação
Que mui breve há de vir Jesus
Buscar Sua igreja pra morar lá em Sião

Será neste dia de glória então consumado


A ida da igreja de Cristo para o céu
E os anjos na glória de Deus vão cantando
então
Com palmas em suas mãos, com muitos
aleluias e glória será
O nome de Deus nos céus exaltado
Pois só o Seu nome e o de Cristo, o Cordeiro
de Deus
Para sempre pelos santos serão louvados
75 – Minha conversão
Como foi minha vida neste mundo de engano
Durante alguns anos que passei sem conhecer
O Cristo ressurgido, o Deus desconhecido
Que agora tem me enchido de alegria e prazer

CORO
Mas para o céu olhando, meu coração foi
ferido
Vendo ali tão aflito, mas belo e tão bonito
Jesus por mim chamando

Eu não tinha guarida, nem paz, nem


esperança
A calma e a bonança não sorriam para mim
Um negro abismo eu via com asco e ironia
Uma voz me dizia: no além será teu fim

Ao pé da cruz, com estes olhos rasos


Vendo os sinais dos cravos nas mãos do
Salvador
Nas rugas do Seu rosto eu li tanto desgosto
Um justo condenado por ter salvo um pecador

CORO
Não sei quanto custou a minha felicidade
Mas eu sei que por bondade o meu querido
Mestre
Por mim tudo pagou

Agora compreendo, Jesus por mim fez tudo


Como um cordeiro mudo não se queixou e
nem gemeu
Levado à matança por ódio e por vingança
Ele foi castigado e o culpado era eu
CORO
Mas para a cruz olhando, meu coração foi
ferido
Vendo ali tão aflito, mas belo e tão bonito
Jesus por mim chamando

Ao pé da cruz estou e estarei pois tenho crido


O Deus desconhecido para mim Se revelou
Sendo Ele mesmo o Cristo que o mundo não
tem visto
Eu vejo bem de perto, estou bem certo, me
salvou

CORO
E porque salvo estou, vivo alegre cantando
Sempre a Cristo louvando
E a muitos falando: Jesus já me salvou
76 – Sinais no Egito
Quando cento e trinta anos fez
Que os filhos de Deus no Egito estavam
Sobre a escravidão que Faraó lhes impusera
E horrivelmente maltratava, não queria que o
povo crescesse
Mandando as crianças matar
Mas Deus tem Seus planos e protege sempre
os Seus
Guardando Moisés para os livrar

CORO
Ah, Senhor, eis o mar, as montanhas
Faraó armado vem, mas Deus livramento lhes
dá bem
Moisés porque clama a Mim
Fere o mar e atravessa o Meu povo

Quando chegou o tempo marcado grandes


maravilhas operou
Transformando agua, trevas sobre a terra veio
E outras pragas que Jeová mandou
Como Deus obrou tão grandemente sinais
maravilhosos no Egito
Mandando saraiva destruir as novidades
Ferindo os campos com pedrisco
Depois que lutou tanto com Deus, resolveu
deixar o povo então
Mas era impossível que vazio eles saíssem
Desta tão tremenda escravidão
Toda a multidão mais que depressa cedeu os
seus bens aos retirantes
Que vitoriosamente partem do martírio
E vitória alcançam tão brilhante

Ferindo Moisés o mar se abriu, param-se as


águas em montão
E a pé enxuto marcham eles triunfantes
E o Senhor guardando com Sua mão
Vendo Faraó o mar assim, entra para o povo
alcançar
Mas seus carros quebram-se e atrasa sua
marcha
Dando tempo ao povo atravessar

Já do outro lado chegam salvos, e o exército


mau de Faraó
Deus em um instante manda o mar que se
retorne
Ao seu primeiro estado normal
Todo Israel contempla agora, corpos mortos
bóiam sobre o mar
Mas Moisés vitória teve gloriosa e compôs um
hino pra louvar

77 FLF
Em grande agonia em um madeiro em cruz
As minhas dores sofria o meigo e bom Jesus
Pregado no madeiro sem dar nem um só ai
Ainda suplicava perdão pra mim ao Pai
A grande e horrível dor que Ele padeceu
Sofrendo pelo amor e culpado era eu
Eu nunca resistiria tão grande sofrimento
Mas pela Sua vida me veio livramento

CORO
Por isto agora eu canto este hino de vitória
Que veio lá da glória de Deus meu criador
Minha alma que abatida em outro tempo
andava
Mas já se acha erguida por Cristo Salvador

E nestes poucos versos eu quero vos cantar


E a todos eu peço para neles meditar
São palavras que falam de uma transformação
Que passou minha alma e também meu
coração
Vivia eu neste mundo sem ter conhecimento
Do grande amor profundo, da paz e do alento
Que hoje eu desfruto porque achei Jesus
E ando neste mundo em Sua grande luz

No calvário de dor quando Jesus pregado


Sofria pelo amor e eu era culpado
Nem ai, nem um queixume se ouvia de Jesus
Ele fitava o cume dos céus em nívea luz
Em súplica ao Pai perdão pro pecador
Era todo Seu ai que dava em Sua dor
Foi naquele momento que ali rasgou-se o véu
E caminho aberto ficou pro lindo céu
Ó tu que nesta hora escuta este hino
Atenta bem agora e creia no Deus trino
Para se ir ao céu só vai-se por Jesus
Aquele que sofreu por ti na dura cruz
O sangue derramado no calvário de dor
Do Cordeiro imolado sofrendo pelo amor
Só Este tem poder pra tua alma lavar
Da mancha do pecado e te purificar

Em 1º de Maio de 1952
78 – A vida sem Deus
A vida sem Deus não se pode viver
Porque o pecado separa a alma de Cristo
Senhor
E o pobre coitado levado ao mundo
Se entrega pra sempre e fica perdido
Sem Deus, sem abrigo lhe faltam amigos, só
lhe vem pavor

Eu bem já conheço uma vida sem Deus


Pois eu fui criado somente em pecado, sem
ver a Jesus
E a perturbação em min´alma arruinava
E ainda obrigava-me a pecar muito mais
E eu continuava a seguir os conselhos do
inimigo da paz

Mas um certo dia, ó que glória pra mim


Ouvi ressoar uma doce mensagem com
palavras de amor
Eu todo medroso corri assombroso
Aos pés de Jesus a pedir-Lhe perdão
E Jesus me ouviu, aceitou-me contente o meu
coração

Que vida feliz tem quem vive na luz


Tem o Espírito Santo, habita com Deus
E descansa em Jesus, o mundo pra ele já não
mais existe
Mas vive pensando nas bênçãos do céu
Até que um dia ele saia da terra e vá para
Deus
79 – Pródigo L. Peterson
Eu em vão no mundo muito procurava paz,
alegria e consolação
Entretanto quanto mais eu lá folgava
Minha dor ardia no meu coração
Nunca achei o que minh´alma desejava
Té que um dia ouvi a voz de Deus
Pois na casa paternal Ele esperava
O Seu filho que pecava contra o céu

CORO
Se na casa paternal eu permaneço
Me comprazo só nas coisas divinais
E aqui eu tenho tudo que careço
Para terra estranha eu irei jamais

Com a minh´alma triste e manchada


O meu Pai me recebeu quando cheguei
Meus vestidos tão rasgados na jornada
Por um outro e melhor troquei
Logo fui também à mesa convidado
Ó que júbilo na casa paternal
Pois o filho que vivia tão perdido
Se salvara de uma morte eternal
Em minha casa agora o júbilo é dobrado
Por este filho que se salvara, ó meditai
Em meu dedo um anel foi colocado
Como sinal de uma nova aliança com meu Pai
De um novilho que cevado já estava
Prepararão um banquete para mim
De alparcas os meus pés foram calçados
E nos céus milhares glórias deram sem fim

Muitos não compreendem minha alegria


Pois ignoram uma tão grande salvação
Eles são iguais ao filho que dizia
Eis eu sempre servi o Pai em vão
Mas não quero escutar o filho velho
Que com duro coração quis criticar
Agora só na graça me alegro
E esta vida nunca poderá findar

80 – O nome de Jesus é doce


Jesus: é neste nome que tenho prazer
Alegra-me saber pronunciar
Jesus – há neste nome um singular poder
Que enche a terra, o céu e o mar
Qual outro nome há tão cheio de dulçor
Que enche-nos de paz e santa luz?
Ensina-me, Senhor, dizer com mais ardor
“Jesus, Jesus”

CORO
O nome de Jesus é doce, dá paz e enche de
alegria
Cantando nesta melodia Jesus, Jesus, Jesus

Jesus: é neste nome que a paz achei


Turbado não serei se confiar
Na graça imensa que opera em poder a minha
santificação
Prazeres e tristezas sempre hão de aqui
dificultar
A vida do cristão
Eu sei, mui fraco sou, mas confiante estou em
meu Jesus
Se provação e lutas sempre hão de passar
Os que servirem a Deus de coração
Ninguém escapará da rude tentação
Se as armas do coração deixar
Fraquezas muitas vezes fazem-me pensar
Que devo abandonar a minha cruz
Mas quando fraco estou, ficar mais perto vou
de meu Jesus

Por vales tenebrosos muitos eu passei


Enquanto sem Jesus vagando aqui
Tristezas, aflições, enganos e ilusões foi tudo
que no mundo achei
No nome de Jesus perdão eu alcancei
De culpas e pecado livre estou
Se o indivíduo me assaltar
Vou sim confiar a meu Jesus
81 FLF
Quem é que não chora na vida neste mundo
de ilusão
Quem é que não canta depois de uma tão
grande salvação
Quem é que não dá gloria a Deus depois de
Jesus encontrar
Pois é Ele quem salva a alma do homem
perdido, pobre mortal
Pois é Ele quem salva a alma do homem
perdido, pobre mortal

CORO
Na agonia da cruz falou Jesus, o Senhor: viva
por Eu morrer
E salvar a minh´alma perdida que vivia no
mundo sempre a sofrer

Quem é que não passa a ter paz depois que


Jesus o salvar
Pois é Éle que tem o poder, Ele É o Leão de
Judá
É Ele que dá alegria na pobre alma que a
sofrer
Passa a vida gemendo e chorando
Até que um dia ela venha a morrer

Mas quando o homem se encontra com Jesus,


o bom Salvador
A alma que vivia triste passa a cantar em
louvor
A Este que deu Sua vida, para a do homem
salvar
Ele É digno de todo louvor, honra e glória
devemos Lhe dar

Só a Ti quero louvar, Jesus, o meu bom


Salvador
Não há sobre a terra outro nome tão digno
assim de louvor
E só o Teu nome, ó Jesus que eu quero aqui
glorificar
No Teu nome minh´alma coitada que triste
vivia
Anda agora a cantar
Em 05 de Junho de 1957

82 FLF
Não há no mundo um nome como o Teu
Ó bom Jesus, meu amado Salvador
E que garante um refúgio para a alma
Do infeliz e pobre pecador
Só no Teu nome ele aqui tem paz
Quando te aceita dentro do coração
Pois no Teu nome há paz e alegria
E nEle recebemos a eterna salvação

CORO
Só no Senhor há poder maravilhoso
Que neste mundo faz o pecador vencer
Quando ele firme está na rocha que é Jesus
Ele vence todas lutas com poder de Sua luz

O pecador neste mundo vai andando


Sem encontrar nada que lhe satisfaz
De um lado ao outro procura um refúgio
Mas dissabores é o que encontra e nada mais
Mas quando ele encontra com Jesus
Em sua vida nasce nova esperança
Porque Jesus é quem dá a esperança
E garante vida eterna com muita segurança

Só em Jesus nossa alma encontra paz


Quando sedenta procura salvação
Pois Ele É a fonte que mana para todos
Que nEle encontra a grande redenção
Pois nEle há o poder transformador
Que faz o homem vencer a vida aqui
E quando findar a jornada neste mundo
Descanso há de achar na glória no porvir
E tu, amigo que escuta este hino aceita hoje
Jesus o Salvador
A tua vida será sim transformada pelo poder
do grande Redentor
Só por Jesus é que o homem vai ao céu
Não há um outro caminho que produz
Pois Ele mesmo É quem diz nas escrituras
Falando “Eu Sou o caminho, a verdade e a luz”

Em 09 de Junho de 1951

83 FLF
No alto da cruz um dia passou um quadro
tremendo
De tristeza e dor, a morte de Cristo, o Cordeiro
de Deus
Que Seu sangue vertendo e por nós morrendo
a vida nos deu
CORO
Com os braços abertos, pendurado na cruz
Nem um ai se ouvia sair de Jesus
Só se ouviu o perdão quando Ele falou
Pai, perdoa estes homens, estes pobres
pecadores

Foram estas as palavras que se ouviu de Jesus


Quando o sangue vertia lá no alto da cruz
Pelo sangue de Cristo o caminho se abriu
Pois o véu foi rasgado e passagem deixada
Para o céu de anil

Ó amigo que ouve este chamar de amor


Foi por mim, foi por ti que morreu o Senhor
Pra salvar a tu´alma e levar para o céu
Onde ali vais passar os dias a gozar nos
braços de Deus

Quando tudo passado e depois de três dias


Jesus ressuscitado aos Seus servos dizia
É Me dado nos céus e na terra o poder
Que vierem a Mim para a vida obter

Em Junho de 1953

84
No calvário, no alto da cruz, vejo um homem
por mim a sofrer
Derramando o Seu sangue inocente, pra minh
´alma coitada viver
Ele deu Sua vida por nós, com Seus braços
abertos na cruz
Este homem é o Filho de Deus, o Cordeiro sem
mancha
Que se chama Jesus

CORO
Ó amigo aceita o nome que traduz
Uma vida de paz gloriosa e de luz
Este nome de um ser poderoso e mui glorioso
Que se chama Jesus
Quando Ele na cruz padecia pra salvar o pobre
pecador
Pois o sangue que Ele vertia era o sangue
purificador
Mesmo assim muitos naquela hora que
passavam perto da cruz
Meneavam a cabeça e zombavam do Filho de
Deus
Que se chama Jesus

Nesta hora de tanta agonia que por mim


padecia o Senhor
Pendurado no alto da cruz, tudo sofrendo pelo
amor
Nem um ai, nem queixume se ouvia, mas no
alto se via uma luz
Que emanava do Príncipe da Paz, deste ser
glorioso
Que se chama Jesus

Toda alma que hoje recebe este nome no seu


coração
Passa a ter uma vida de paz e recebe também
salvação
Pois a alma que vive nas trevas, neste nome
recebe a luz
Ó que nome sagrado e sublime é o nome
dAquele
Que se chama Jesus

Em 13 de Fevereiro de 1953

84 FLF
No madeiro pendurado foi Jesus, nosso digno e
amado Salvador
Com Seus pés e mãos pregados sobre a cruz
pra salvar a nós
Tão pobre pecadores
Do Seu lado transpassado corre sangue
Sangue glorioso e purificador
De vossa alma purifica do pecado, sangue
puro e poderoso
Sangue do meu Redentor

CORO
E a glória de Jesus resplandeceu em minha
vida
Neste mundo enganador
E por isto vivo alegre dando glória e louvores
A Jesus, meu amado Salvador

Pelo sangue que Jesus ali verteu, minh´alma


foi liberta do pecado
Hoje canto este hino de vitória em louvor a
Jesus Cristo bem amado
Eu outrora nunca pude conhecer a bondade do
meu caro Salvador
Mas eu hoje bem conheço porque tenho
recebido
Salvação pelo sangue expiador

Quando eu perdido andava neste mundo


Sem de Deus eu conhecer a salvação
Pois minh´alma vivia abatida, e tristonho
também meu coração
Mas um dia alguém me disse que Jesus
Deu a vida pra salvar o pecador
E eu cri e aceitei a Jesus Cristo e hoje vivo
muito alegre
Desfrutando do Seu amor

Pela morte de Jesus lá no calvário o caminho


foi aberto para o céu
Hoje quem O aceitar em sua vida com certeza
passará além do véu
Pois no sangue de Jesus sim há poder pra
salvar o pecador e dar luz
Meu amigo que escuta este hino, abre bem
teu coração
E aceita a Jesus
Em 13 de Outubro de 1954

85
No dia da vinda de Jesus do céu pra levar Seu
povo com Seu poder
Nas nuvens em glória virá cercado então de
arcanjos e querubins
E os mortos ressuscitarão em corpos de
santos purificados
E os vivos na terra serão transformados por
Deus
Com Jesus lá nos céus habitarão

A igreja em plena santidade nos céus


Dando glória e louvor a quem a salvou
Contempla as ruas de ouro e o rio da vida,
pois a Bíblia assim diz
Eis que mui breve virá o Senhor buscar Sua
igreja
Comprada com sangue que derramou por ela
na cruz
Vai coroado de luz, ó que alegria será para
mim
Quando no céu estrugir o clarim
Vamos, irmãos, buscar em oração o Rei da
grande redenção

86
Vamos consagrar a nossa vida a Jesus
E perseverar em oração, proclamando o
Evangelho
Pra todo pecador
Vamos sim, vamos, ó filhos da luz proclamar a
paz e a salvação
Que muito breve há de vir Jesus buscar Sua
igreja
Para morar lá em Sião

Será neste dia de glória então consumado


A ida da igreja de Cristo para o céu
E os anjos na glória de Deus vão cantando
então
Com palmas em suas mãos
Com muitos aleluias e glória será o nome de
Deus
Nos céus exaltado, pois só o Seu nome e o de
Cristo
O Cordeiro de Deus, para sempre pelos santos
serão louvados

87 – Viagem à lua
O mundo aumenta sua geração, o homem
quer saber mais que Deus
A medicina opera coração, já quer fazer falar
quem já morreu
Com maquiagem o homem fica novo, um
cientista no Brasil fez chover
De avião lá das nuvens fez descer água para
se beber
Quem não viu, vai ver

CORO
Ainda é tempo de você se arrepender
Antes dos homens fazer um caminho para a
lua
Pois a ciência cada vez aumenta
Mas lá na lua ninguém vai salvar a alma tua

Lá muita gente que já se perdeu não quer


saber mais de religião
Tornou-se um grande e verdadeiro ateu
Por causa desta grande invenção
Mas quem por Cristo já foi batizado não se
abala
Nem despreza Sua cruz
Até na lua quem quiser pode ir morar
Eu não deixo de esperar o Senhor Jesus

O mundo não quer acreditar que Cristo um dia


sobre as nuvens vem
O homem pode na lua chegar, pra se cumprir
o que na Bíblia tem
A terra toda pode estremecer e as estrelas até
do céu cair
Em sangue a lua breve vai se converter
Antes disto acontecer salve a alma tua

O mundo espera a vida melhorar, mas não


procura a Deus obedecer
A carestia vai se acabar só quando Cristo lá
dos céus descer
As profecias têm que se cumprir, e o milênio
de Jesus não tardará
Breve este mundo o Senhor vai destruir
Os cristãos irão partir para o eterno lar
Senhor meu Deus, salvai o meu Brasil
Tem compaixão dos filhos contra os pais
Talvez não chegue a completar dois mil
Tua igreja para as nuvens vai, o dia ninguém
saberá
A fome aumenta e o povo continua a
desprezar
O Santo Deus de Israel
É melhor entrar no céu do que entrar na lua

88 – A cruz dolorosa
Ao viver entre nós numa cama emprestada,
ele humilde nasceu
E em jumento emprestado Ele andou pela
estrada
Da montanha à cidade, à cidade desceu
Mas a cruz dolorosa, a coroa espinhosa
Eram Suas, bem Suas, a ninguém as deu
Eram suas, bem Suas, a ninguém as deu

Numa barca emprestada a vagar de mansinho


Ele ao povo ensinou
O pardal tem sua casa, a andorinha seu ninho
Mas seu descanso Ele não teve
Mas a crus dolorosa, a coroa espinhosa
Eram Suas, bem Suas, de ninguém foi tomar

El´tomou de um menino uns peixinhos


emprestados e os abençoou
Fez o povo assentar-se em redor pelos prados
Tomou o pão e partindo os alimentou
Mas a cruz dolorosa e a coroa espinhosa
Eram Suas, bem Suas, de ninguém as tomou
Eram Suas, bem Suas, de ninguém as tomou

A caminho da cruz, em salão emprestado o


jantar celebrou
El foi morto, envolvido em lençóis
emprestados
E em sepulcro emprestado afinal repousou
Mas a cruz dolorosa, a coroa espinhosa
Eram Suas, bem Suas, de ninguém as tomou
Autor desconhecido (12 de Novembro de
1964)

89
Que agonia dolorosa Tu sofrestes, ó meu Jesus
Foi por mim tanta amargura que penastes ali
na cruz

CORO
Quanto amor, ó quanto amor
No Teu sangue, ó Redentor
No Teu sangue, ó Redentor

Pecadores todos vós que procurais salvação


Deis crédito ao sacrifício que nos trouxe
redenção

90
Jesus, o Bom Pastor, pediu-me com grande
amor
E do abismo me livrou, Ele estendeu-me a
mão
Tirou-me da escuridão, a luz do Seu divino
amor

CORO
Querido Salvador, foi imenso o Teu amor
Enche meu coração de gratidão, eu só não
posso andar
Vem, Senhor, me guiar com Tua santa mão
À celestial mansão

Estando com Jesus, cercado por Sua luz


O mundo perde atração, jamais vou me
importar
Se o mundo me desprezar, pois Cristo É todo
meu prazer
91
O estandarte desta igreja é o Senhor
Ela é mui amada esposa do bendito Salvador
E Jesus o comandante verdadeiro que a
conduz
Somos nós os Seus soldados, igreja de Jesus

CORO
Resolutos avançai, trabalhamos por Jesus
O estandarte levantai espalhando a Sua luz

Ó igreja dediquemos nosso corpo ao Senhor


Não devemos ser do sagaz enganador
A riqueza tem nos dado pela terna mão real
E o Senhor dos céus observa se fazemos bem
ou mal

Graça e glória a ti pertencem, ó esposa do


Senhor
Sê então um instrumento de salvar o pecador
Pois até o final do mundo Cristo mesmo
reinará
E o domínio do Evangelho toda terra
abrangerá

92
Quando por muitos ouvi a história da cruz
Fiquei temeroso de ver, mas não quis saber
Muito longe me pus

CORO
Eu quis levantar minha mão, fiquei para vida
não ter
Mas tocaram em meu coração
Amigo espera que vais tu fazer

Eu vi que era estranho o que ali falava


Pois liam em São Mateus, davam glória a Deus
e profetizavam
Depois de findo o culto eu me retirei
No meu coração vinham lutas, mas lia em
Lucas o que escutei
Assim foi que comecei a tomar minha cruz
Pois ela me serve de ponte e atravessa o
monte pro rumo da luz

Assim quem toma a mensagem escrita na cruz


Leva pro seu lar a paz e nunca jamais o mal te
conduz
Gessé Oliveira Mangabinha
POESIAS

01 – Poesia do Dia das mães


Ó mãe querida, forte tu és, mãe
Que meus olhos contemplarão aqui nascer
Foi neste peito arfante que encontrei amparo
E alimento puro para me suster

Quantas vezes, quem sabe quanto sofrimento


Não tivestes aqui, ó minha mãe querida
Tuas noites passastes sem poder dormir
Para proteger, ó mãe, a minha vida

Vida de um filho que para uma mãe é de um


valor quase sem igual
Muitas das vezes não reconhecido por muitos
filhos
Que só pensam o mal

Pois me lembro bem, minha mãe querida


Quando comecei a me conhecer, no teu rosto
vi rolar muitas lágrimas
Quando a enfermidade vinha ao meu ser

Quando a febre vinha neste filho ingrato


Que não reconheceu da mãe o amor
Quanto sofrimento vi no teu rosto
Demonstrando assim uma grande dor
Os teus olhos eu via sempre umedecidos
Pelas muitas lágrimas que por mim vertia
Pois na tua face elas rolavam até o lugar onde
caíam
Lágrimas de mãe, lágrimas sentidas
Que se vêem na face de alguém a sofrer
Este alguém é a mãe que pelo seu filho
Está pronta a tudo até morrer

No entanto o filho nada disto sente


Não sabe avaliar da mãe o amor
Mas o dia chega que será forçado a
reconhecer
Por meio da dor

Quantas vezes, ó mãe, me lembro dos dias


Quando eu moribundo no leito a sofrer
Via o teu rosto tão desfigurado
E os teus olhos a umedecer

Quantas vezes ó mãe tu te esforçava


Para me animar no leito de dor
Quando eu sofria tu me confortavas
Demonstrando assim o teu grande amor
Mas agora eu volto, ó querida mãe
A beijar tua face já envelhecida
Pois os muitos anos que já me passaram
Foi de sofrimento que te dei na vida

Reconheço bem que teu filho ingrato


Que muito no mundo te fez sofrer
Mas que hoje chora muito arrependido
Pelas muitas lágrimas que te fez verter

Em 09 de Maio de 1960
FLF

02 – Poesia na porta do templo


Na porta do templo constante assentado
Vivia um homem um pobre coitado
Que constantemente ali estava
Estendendo a mão a quantos passavam
Pedindo uma esmola pra matar a fome
Pois era aleijado este pobre homem
Que era trazido por mãos caridosas
Para esmolar na porta formosa

Um dia assentado como costumava


No mesmo lugar o homem estava
Por ali passando Pedro e João
Era hora nona, hora de oração
O homem vendo a Pedro e João que passavam
Estendendo a mão lhes implorava
E humildemente ficou esperando
Para receber dos que iam passando

Concede-me, senhor, em nome de Jeová


Uma esmola que possa a fome apagar
Deste homem que fala deste pobre coitado
Pois tenho os artelhos e pés aleijados
Pois não posso nem dar um só passo não
Por isto eu estendo a todos a mão
Em súplica vos peço, foi dizendo assim
Por misericórdia tenha dó de mim

Mas Pedro e João que nada possuíam


Do imenso mundo onde viviam
Mas do poder e da graça de Deus
Que constantemente desciam do céu
Eles eram ricos e passaram a falar
Do que possuímos vamos hoje te dar
Esperando assim com muito prazer
O homem ficou a obedecer

E Pedro e João com os olhos fitos


Naquela figura do homem ali
Foram logo dizendo com autoridade
Escuta, ó homem, falamos a verdade
Não temos aqui nem prata, nem ouro
Mas vamos te dar um grande tesouro
Estendendo a mão o homem coitado
Ele continuava ainda assentado
E Pedro e João alçando a voz
Com grande poder disseram: olha para nós
E o homem coitado então fitando
Com as mãos estendidas estava esperando
Contando receber de quem lhe falava
O pobre assentado ali esperava
O que os apóstolos podiam lhe dar
Assim esperando ficou a pensar

Então disse Pedro: levanta-te e anda


Em nome de Jesus, pois Ele é quem manda
E puxando a mão do homem com fé
Que num salto ligeiro ergueu-se de pé
E andando contente porque recebeu
A grande esmola que os apóstolos lhes deu
E isto serviu de um grande exemplo
Para os que passavam na porta do templo

Alegre o homem andou, e saltando


Pela porta formosa foi logo entrando
Pra dentro do templo adorando a Deus
Pelo benefício que lhe concedeu
Pois ele era coxo, não podia andar
Mas agora curado ele pôs-se a louvar
O nome de Deus e Cristo Jesus
Que de lá do céu pra morrer na cruz

Em 11 de Maio de 1960
FLF