Você está na página 1de 4

C1 - 006

Dados Técnicos
Grelhas de Ventilação

AT VAT

AF

AH

TROX DO BRASIL LTDA. Fone: (11) 3037-3900


Fax: (11) 3037-3910
Rua Alvarenga, 2.025 E-mail: trox@troxbrasil.com.br
05509-005 - São Paulo - SP Site: http://www.troxbrasil.com.br
Índice - Diagrama de Seleção

Índice - Diagrama de Seleção.................................. 2 Desvio do Jato de Ventilação................................... 4


Dispersão do Jato de Ar Secções livres................... 3 Medição da Vazão de Ar.......................................... 4

Com influência do forro


Secções livres efetivas Feff [m2]
posição reta
0,014 0,021 0,036 0,057 0,086 0,142 0,214 0,285 0,427 das aletas.
0,007 0,011 0,018 0,028 0,043 0,072 0,114 0,172 0,256 0,342

40
00
10

1,0
9
30
00

8
7
6
20

5
00

0,7
5
15

4
00

3
10

s]
00

m/

0,5
x[
]
80

/h


3
0

[m

VL
60

Vh

0,4
2

ato
0

o

50

oJ
Va
0

ed
40
0

ad
5
1,

0,3
cid
30

lo
0

Ve
1,5
20
0

)
/s
f
(m 1,0
V ef
ar 0,9
15

do
0

ída 0,8
sa
de Alt
ura 0,7
5

iva do
et jato
ef
4

b0 0,6
a de ,2 (m
)
cid
3

l o
Ve 0,5 m
2

3 4 5 6 7 8 9 10 15 20
5
1,

Alcance do jato L W [m]


35 0
0,6

3
0,5

3 4 5 6 7 8 9 10 15 20
25
0,4

20
0,3

i
Ind
0,2

∆t L 15 uç
5

ão
nte ∆t z
0,2

o cie p. 10
0,1

Qu tem ∆tL
5

de ∆tz
0,1
0,0

5
8

3 i
0,0

2,5
5

0,007 0,011 0,018 0,028 0,043 0,072 0,114 0,172 0,256 0,342

0,014 0,021 0,036 0,057 0,086 0,142 0,214 0,285 0,427

Secções livres efetivas Feff [m2]

2
Dispersão do Jato de Ar Secções Livres Efetivas

Disposição com influência do forro Disposição sem influência do forro

Vh ≤ 0,3 m b0,2 ≥ 0,8 m


a ≈ 10o
∆tZ Vh
VL [m/s]
∆tL [grd. C] a ≈ 20o
∆tZ b 0,2

VL [m/s]
tR [oC] ∆tL [grd. C]
tR [oC]
LW
LW

a ≈ 20o
a ≈ 20o

A ≥ 0,20 LW
A ≥ 0,15 LW

Legenda:
Fator de correção
Feff (m2) = Secção livre efetiva
Sempre que a distância do teto for ≥ 0,8 m ( sem influência do
Vh (m3/h) = Vazão
= Velocidade efetiva de saída do ar forro) os valores L W, b0,2 e ∆tL
Veff (m/s) ∆tZ
VL máx. (m/s) = Velocidade do ar na distância L W deverão ser multiplicados pelo fator 0,71
VL médio (m/s) = VL max. 0,3
Dimensões nominais e Secções livres Feff (m2)
L W (m) = Alcance do jato de ar
L x H AT AH L x H AT AH
∆tL
= Fator de temperatura mm VAT AF mm VAT AF
∆tZ
i = Indução 222 x 75 0,007 0,006 325 x 225 0,043 0,034
325 0,011 0,009 425 0,057 0,044
∆tZ (°C) = Diferença entre a temperatura do ar insuflado e a do ambiente 425 0,014 0,011 525 0,072 0,055
∆tL (°C) = Diferença máxima entre a temperatura do jato (na distância L) e 525 0,018 0,014 625 0,086 0,066
625 0,021 0,017 825 0,114 0,087
a do ambiente
825 0,029 0,022 1025 0,142 0,108
tR (°C) = Temperatura do ambiente 1025 0,037 0,028 1225 0,172 0,129
b0,2 (m) = Altura do jato entre o ponto de velocidade máxima (vL) e 0,2 m/s (v) 1225 0,043 0,034
325 x 325 -------- -------
Exemplo de seleção: 225 x 125 0,014 0,011 425 0,086 0,066
325 0,021 0,017 525 0,108 0,081
São dados: Vh = 500 m3/h, VL máx. = 0,5 m/s 425 0,029 0,022 625 0,129 0,096
L W = 10m, ∆tZ = 4°C 525 0,037 0,028 825 0,172 0,129
Grelha de ventilação do modelo AT – DG, disposta com influência 625 0,043 0,034 1025 0,214 0,169
do forro. 825 0,057 0,044 1225 0,256 0,193
Solução: 1025 0,072 0,055
Do diagrama da página 2 Feff = 0,036 m2 1225 0,086 0,066
Veff = 4,0 m/s 625 x 425 0,172 0,129
b0,2 = 1,15 m 225 x 165 0,021 0,016 825 0,228 0,169
i = 16 325 0,031 0,025 1025 0,285 0,214
∆tL 425 0,041 0,033 1225 0,342 0,256
= 0,12 525 0,052 0,041
∆tz
625 0,062 0,050 1025 x 525 0,355 -------
∆tL ≈ 0,5°C 825 0,083 0,067 1225 0,427 -------
A ≥ 1,5 m 1025 0,104 0,083
Da tabela ao lado para Secção livre efetiva 1225 0,125 0,100
Feff = 0,036 m2 = L x H = 1025 x 75 ou 525 x 125 mm

3
Desvio de Jato de Ventilação – Medição da Vazão de Ar

Posição inclinada
Fatores de correção horizontal e vertical para os das aletas
ß° ≈ 45 90
desvios do jato (com L W constante).
Ângulo de dispersão <) ∝° ≈ 35 60

Velocidade do jato
VL ≈ Diagr. VL x 0,7 x 0,5
de ventilação
∆tL ∆tL
a Fator de temperatura
∆tZ
≈ Diagr.
∆tZ
x 0,7 x 0,5 x 0,5
b b a
i ≈ Diagr. i x 1,4
Indução x 2,0

Distância da grelha
A ≥ 0,2 x L W 0,3 x L W
com entrada pelo teto

Distância da grelha sem


A ≥ 0,25 x L W 0,3 x L W
entrada pelo teto

Desvio do jato Y ≈ Diagr. y x 1,4 x 2,0

Desvio do jato de ventilação - y - devido à diferença Diferença de temperatura - ∆tZ máx. - operando em
de temperatura. Montagem sem entrada pelo teto. refrigeração.
Disposição com entrada pelo teto.
Veff (m/s)
Feff (m2)
∆tZ (grd. C)

y y (m) = ∆tZ . y
∆tZ
LW

0,5
0,3
0,2
Feff [m2]

Veff (m/s) 2 3 4 5 6
15
0,1
8
10
0,05
0
4,
0,03 10 m/s
Reservado direito de modificações - Reprodução proibida - Grupo TROX (06/2007)

∆tZ [grd. C]

0,02
0
3,
5

0,01 5
2,
0

0,005 4
2,

1,0
5

3
1,
m

0,5
15

y/∆tZ [m/grd.C]

0,3
10

2
1,

0,2
8

]
/s
6

[m

0,1
5

f
ef
V
4
3m

0,05 1
0,03 0,005 0,01 0,02 0,05 0,1 0,2 0,5
W

Feff [m2]
L

0,02
0,01

Por (1) tubo de medição de velocidade:


1 2 30 Pela medição da velocidade do ar entre várias aberturas das
aletas, obtém-se o valor médio aritmético em função dos valores
individuais – Veff. médio.
Vh (m3/h) = Veff. médio (m/s) Feff. (m2) . 3600
Vh [m3/h] Vh [m3/h]
Por (2) anemômetro de palhetas:
Posicionando uniformemente o instrumento de medição sobre toda a
secção transversal da grelha, obtém-se o valor Vmédio.
Vh (m3/h) = Veff (m/s) . Feff. (m2) . 1,33 . 3600
Medição da vazão de ar