Você está na página 1de 19

1

Sumário
Banho de ervas ......................................................... 3
Ervas Mornas ou Equilibradoras............................... 5
Ervas especificas ou frias .......................................... 6
Banhos de limpeza astral........................................10
Banhos na Natureza ...............................................10
Banhos de Descarrego para Crianças ..................... 10
Propriedades das ervas e aplicações em banhos ...12

2
Banho de ervas 🌿

Os banhos com ervas podem ser feitos desde a cabeça, contanto que haja
ciência de que as ervas alteram a estrutura dos fios dos cabelos, ressecando-os,
por exemplo, ou causando algum tipo de alergia, portanto, é necessário
certificar-se quanto ao uso.

Adriano Erveiro ensina que as ervas se dividem em três categorias, a saber:


Quentes, mornas e frias.
Essa denominação, porém, nada tem a ver com temperatura, mas sim com
padrão, por exemplo:
Ervas quentes são assim denominadas pelo seu poder agressivo, ervas que
agridem estruturas energéticas negativas, acúmulos energéticos
negativos.
Esses banhos devem ser utilizados, porém, com muito critério porque ao
descarregarem energias densas, também desvitalizam, ou seja, levam parte da
energia da pessoa causando sonolência, inquietação, etc. Por essas razões, é
aconselhável que esses banhos sejam feitos à noite.
É comum, após um banho com ervas quentes, que a pessoa tenha uma noite
agitada de sono. Isso ocorre pela natureza purificadora da erva, porém, o sono
em si, se encarrega de repor a energia voltando a equilibrar e vitalizar o corpo,
mas, atenção, banhos com ervas quentes não devem ser utilizados com
frequência, pois podem causar sérios danos energéticos, rompendo a barreira
de proteção do indivíduo.
O aconselhável é descarregar, vitalizar e tratar. Para cada etapa existem ervas
adequadas.
Por exemplo:
Certa pessoa quer uma erva que atraia prosperidade à sua vida, muito bem,
essa mesma pessoa deve, antes de tudo, se preparar para que seja capaz de
atrair a prosperidade. Antes do perfume não é comum que se faça a higiene do
corpo? Da mesma forma age a erva, antes de estar apto a atrair o que quer que
seja, é necessário que se esteja limpo e equilibrado, do contrário nem a erva,
nem nada, funcionará.
O perigo em “pular etapas” com o tratamento de ervas é justamente atrair para
si o que não se deseja, por exemplo, se você deseja atrair boas pessoas ao seu
convívio e busca uma erva especifica para tal função, sem que você mesmo
3
esteja em condições de ser uma boa companhia, o que você atrairá para si são
pessoas no mesmo estado de espirito que o seu, portanto, observar,
corretamente o tratamento com as ervas é fundamental.
Para atrair é preciso estar limpo e preparado.
Médiuns de Umbanda necessitam do banho de ervas quentes, agressivas,
semanalmente porque lidam com a natureza humana em sua polaridade
negativa e por estarem expostos a essas energias é de fundamental
importância o uso do banho de descarrego e equilíbrio para que esse
enfrentamento não venha a causar desequilíbrio ou desajuste ao médium.
Umbanda é linha de choque, portanto, tem de haver preparo.
Na categoria ervas quentes, podemos citar clássicos como arruda, guiné,
casca de alho, comigo ninguém pode (usada apenas para defumação), pinhão
roxo, dandá da costa, casca da Jurema, casca do angico, enfim, um bom
conjunto de ervas.

4
Ervas Mornas ou Equilibradoras

Entre as ervas equilibradoras vamos encontrar a grande maioria das ervas que
nós usamos, as ervas que nós temos no jardim como hortelã, todos os tipos de
menta, levante, poejo, salvia, alfazema e lavanda é a mesma erva, todos os
tipos de alecrim, temos aí uma infinidade de ervas equilibradoras ou mornas.
As ervas equilibradoras, como o nome diz, fazem o equilíbrio, a harmonia,
sustentam a sua vibração original, devolvem energia, reconstroem os seus
corpos espirituais, reconstroem a sua aura, períspirito que foram agredidos,
muitas vezes esburacados por processos de ação negativa. As ervas
equilibradoras são ervas de uso genérico, trazem sim um poder de limpeza,
mas um poder relativo. Não são ervas que limpam como um ácido, o ácido
tem um poder intrínseco de limpeza, ele vai só limpar. É como aquele
limpador do dia a dia, a erva equilibradora. Os médiuns vão perguntar: então
eu posso tomar banhos periódicos de ervas equilibradoras e essas ervas não
vão me prejudicar? Sim, você pode tomar banhos periódicos de ervas
equilibradoras e elas não vão te prejudicar, se elas não puderem te ajudar
naquilo que você quer, ela simplesmente será eliminada pelos mecanismos
que regulam as energias no éter. Como eu havia dito, nosso organismo
humano reage dessa forma quando ingerimos alguma coisa que não nos é útil,
o nosso organismo astral reage da mesma forma.

5
Ervas especificas ou frias

As ervas específicas ou frias lidam com campos específicos e tem uma


atuação bastante interessante, pois a partir do momento que você passou por
uma limpeza energética, que você equilibrou, processo esse que pode ser feito
junto, você está apto a receber a vibração, ou energia, que procura e necessita.
Nós separamos nessa categoria, subcategorias, ervas para a mediunidade,
ervas para percepção, entre essas ervas nós podemos encontrar rosa branca
(que também é uma erva de Oxalá e Oxum), anis estrelado, jasmim, ervas para
atração pessoal (para melhorar a sua feminilidade, a sua masculinidade, a sua
autoconfiança, seu amor próprio). Melhorando seu amor próprio você começa
a irradiar isso a quem está a sua volta, funciona como um magnetismo.
As ervas vão desencadear esse processo, o magnetismo já está presente em
você, ervas atratoras femininas malva, patchouli, melissa que é uma erva
calmante, mas que também funciona nesse campo, ervas atratoras masculinas
vamos encontrar o louro, carapiá, folha do café entre outras. Vamos encontrar
na categoria das especificas também ervas para prosperidade, o que interessa a
todos. Prosperidade é multiplicação daquilo que você já traz em si. Existem
pessoas que são prósperas sem muito recurso. Quem nunca viu aquelas
pessoas que conseguem fazer muito com o pouco que ganha? Por que é
prospero, porque usa bem o que tem, não gasta mais do que ganha, se
organiza e consegue atingir esse estado de prosperidade a partir do pouco que
tem. O pouco aos olhos do desorganizado. Algumas ervas atratoras de
prosperidade como o louro aparece de novo, manjericão é uma erva
equilibradora e aparece aqui como uma erva de prosperidade. Vamos nos
acostumar a encontrar ervas em mais de uma categoria, principalmente
quando falamos das mornas e frias, as ervas equilibradoras e das ervas
específicas. Existem algumas ervas que se repetem, muita gente vai falar que
usa louro para limpeza, ele não vai proporcionar limpeza como a casca de
alho, a arruda, a guiné, a limpeza não é nesse nível, mas ele tem um poder
relativo de limpeza, o louro trabalha dessa forma. Muita gente vai usar folha
de café para limpeza, não se esqueçam do propósito, o propósito colocado ali
vai desencadear um processo, dependendo da oportunidade, do seu
merecimento, a situação, essa erva vai desencadear sim aquilo que você
precisa, mas isso não quer dizer que se pode usar qualquer erva para
desencadear o que você precisa, pois se você agir com essa mentalidade você
pode ter certeza de que você não vai receber nada.
Ervas atratoras de prosperidade são usadas de várias formas, por exemplo, no
final do ano, réveillon, recebemos aquela folhinha de louro, todos trocam
folhas de louro, sementes de uva cujo magnetismo é um magnetismo de alta

6
durabilidade, há ervas onde o magnetismo dura independente de a erva estar
fresca ou seca.
Uma folha de louro na carteira ajuda, desde que você periodicamente lembre
que ela está lá e aumente, melhore esse magnetismo, ela é uma pilha, uma
bateria desse magnetismo, ela dura um ano inteiro na sua carteia, até o
próximo réveillon, dura desde que você queira e estabeleça isso programando
a erva com o verbo correspondente onde a sua força mental atuará como fonte
do magnetismo a ser impregnado.
Algumas ervas são complemento em tratamentos de saúde como a Assa Peixe
que tem relação com as vibrações de Ogum e Nanã promovendo auxilio na
recuperação do doente desde que o mesmo siga as orientações de seu médico
e utilize o banho com essa erva como terapia complementar.
Sendo assim, nós temos três categorias de ervas: quentes, mornas e frias que
nós chamamos de agressivas, equilibradoras e especificas, para cada uma
dessas categorias temos um conjunto de ervas que se presta a um propósito.
As ervas quentes são as que chamamos de limpeza, purificação, descarrego; as
equilibradoras são as ervas que chamamos de defesa, equilíbrio como o nome
diz, são as ervas regeneradoras; as específicas trabalham cada uma em um
campo específico.
A arruda é uma erva muito conhecida, pode ser encontrada praticamente no
mundo todo, é uma erva quentíssima associada ao sagrado Orixá Xangô. O
campo áurico da arruda é vermelho, avermelhado e nos remete a energia do
fogo. Então a associação de uma erva a um Orixá é puramente energética. É
muito comum ouvir que toda erva com formato de espada é de Ogum, porém,
não necessariamente formato dita vinculo vibratório ou energético.
As ervas não se anulam, elas se complementam, então eu posso ter a vibração
de vários Orixás em uma determinada erva, um exemplo disso é o
manjericão.
Em relação às ervas quentes, nós temos a casca do alho, palha do alho é muito
quente, muito poderosa, associada ao tempo, a energia de mamãe Oiá,
também a Obaluaiê e muitas dessas ervas quentes vamos encontrar em uma
associação com Exu, Pomba-Gira e Exu-Mirim. Na verdade, não é somente
uma associação, é uma ligação em função do campo de ação.
Sabemos que Exu, Pomba-Gira e Exu-Mirim lidam com a natureza humana,
lidam com a linha de choque. Então naturalmente as ervas quentes são as
ervas preferenciais para atuação nas linhas de choque, ou seja, se tratam das
demandas, magias, projeções mentais, aquela carga energética negativa que
recebemos. Nós e as pessoas que nos procuram recebem nos seus campos

7
vibratórios enviadas mental ou materialmente por alguém. Então as ervas
quentes são as defesas naturais, antídotos naturais para essa energia, antídoto
litúrgico, como elemento. Temos várias ervas diretamente ligadas a Exu como
por exemplo, alguns tipos de cactos, a urtiga e os seus vários tipos.
Alguns tipos de ervas como a valeriana, são ervas bastante usadas nos
preparos para Exu, Pomba-Gira. A casca da cebola também é bastante usada
nesse campo e essas ervas são fantásticas, muita gente questiona “posso tomar
banho com essas ervas?”. Sim, sem dúvida nenhuma. Exu, além de ser Orixá,
a força divina da vitalidade é também o vazio, então estabelecer um poder
realizador, abrir um campo esvaziador, um campo anulador, isso está em exu,
está nas vibrações a esquerda. Um exemplo de erva de Pomba-Gira é o
patchouli. É uma erva bastante atratora, lida com o estimulo, com o desejo
nos mais variados sentidos.
Exu é a vitalidade em todos os sentidos, Pomba-Gira é a sensualidade, o
desejo ou o estimulo em todos os sentidos. Estimulo da fé, do amor, da
sabedoria, lei, justiça, conhecimento, vida. Então as ervas associadas a esses
Orixás vão naturalmente seguir esse padrão. O banho de ervas quentes tanto
pode ser feito sozinho somente com as ervas quentes, ou pode ser feito
associado com as ervas equilibradoras. O maior conjunto de ervas está na
categoria de ervas equilibradoras.
A alfazema, por exemplo, é a mesma coisa que lavanda, são sinônimos, são
muito cheirosas, perfumadas. No Brasil nós temos uma erva chamada lavanda
brasileira, tem uma folha serrilhada e muita gente confunde essa erva também
a chamando de alfazema de caboclo, mas alfazema de caboclo é um pouco
diferente.
Alfazema de caboclo é uma erva nativa, com folha bastante cheirosa e
perfumada. Há muita confusão na sinonímia de ervas e isso muda de região a
região.
Uma grande confusão também quando falamos de abre caminho e quebra
demanda. Muitas ervas tem o nome de abre caminho ou quebra demanda,
principalmente a sinonímia de quebra demanda. Estamos falando de erva
quente ainda. Você pode encontrar quebra demanda, quebra tudo, desata nó,
vence demanda, são todos sinônimos, são ervas muito parecidas, ervas que
tem uma função semelhante e cada uma com um nome diferente conforme a
região.
Não é correto a gente avaliar isso como errado, está errado associar algum
nome botânico/científico de aula. A maior confusão em relação as ervas nós
encontramos com as ervas nativas, ervas espontâneas ou daninhas. O conceito
de erva daninha, o nome já é agressivo. Não é a erva que causa dano, mas é a
8
erva que veio sem você plantar. Você faz um plantio de alfazema e no meio da
alfazema cresce a tiririca, por exemplo. Tiririca é um matinho e sua raiz, a
famosa batatinha da tiririca, nós chamamos de dandá ou dandá da costa. O
dandá da costa é uma poderosíssima erva quente, erva de extremo poder de
descarrego, extremo poder de limpeza, principalmente quando a pessoa é alvo
de magias negativas, de projeções energéticas negativas.

Atenção:
Antes de fazer uso da erva, certifique-se de que não é alérgico.

Banhos para crianças a partir dos 2 anos de idade.

Para todos os banhos, utilize 2 litros de água morna.

9
Banhos de limpeza astral

A exemplo da defumação, os banhos de ervas também são excelentes para


limpeza de nosso corpo astral assim como nosso corpo material também é
limpo das impurezas e estimulado pela essência vegetal, aqui nos
impregnamos com a força e propriedade das ervas.

Nós utilizamos ervas frescas ou secas para o banho, preparadas como um chá,
apagando o fogo assim que começa a ferver e deixando, enquanto esfria um
pouco, a água absorver o elemento vegetal. Após o banho normal de higiene,
despejamos aos poucos o “banho de ervas”, do pescoço para baixo, entoando
nossos pedidos ao Criador e às Divindades. Depois, deixe que a essência
vegetal seja absorvida por um minuto, enxugue-se normalmente e aproveite
este contato com a natureza.

Banhos na Natureza

Os banhos feitos na natureza, de cachoeira ou mar, também são excelentes


para desagregar energias enfermiças localizadas nos órgãos do corpo etérico.
Há na natureza energias e magnetismos que limpam e sutilizam nosso corpo
energético (nos sentimos mais “leves”), expandindo nossa aura. A energia
salina do mar “queima” as larvas e miasmas astrais.

Banhos de Descarrego para Crianças

Banho de Jesus (descarrego) – chá de Boldo todas as segundas e sextas-feiras,


da cabeça aos pés, após o banho higiênico da criança.

Para descarregar as más energias (“olho-gordo”, mal-estar): chá de Alecrim.


Jogue do pescoço para baixo após o banho higiênico da criança. Terças-feiras.

Para uma criança doente, com febre: chá de pétalas de rosa branca. Jogue do
pescoço para baixo após o banho higiênico da criança. Uma vez na semana,
dia de sua preferência.

Chá de Camomila para afastar mau-olhado e restabelecer as forças espirituais.


Jogue do pescoço para baixo após o banho higiênico da criança. Uma vez na
semana, dia de sua preferência.

Chá de Alfazema para fixar o aprendizado da criança na escola, obter poder de


concentração: Segunda ou quinta-feira. Jogue do pescoço para baixo após o
banho higiênico da criança.

Escalda-pés da Alegria. Prepare um chá de uma casca de mexerica ralada. Não


coar. Coloque os pés da criança dentro desse preparo e deixe-os por 5 minutos
10
de molho. Depois, enxugue os pés normalmente, dormir com o banho. Uma
vez na semana, dia de sua preferência.

11
Propriedades das ervas e aplicações em banhos

Limpeza do cascão energético:

Até 3 banhos por semana é o limite para banhos com ervas quentes. Passando
esse tempo, podem prejudicar o corpo físico inclusive na imunidade. O banho
de ervas é sempre antes de dormir. Pois o sono é regenerador. O intervalo de
um banho quente é de 3 dias. E para outro banho energético é de 8hrs.
Respeitar o tempo de intervalo entre os banhos.

Mirra. Incenso brasileiro, ibosa (riparia)

Ela pode fortalecer o banho em qualquer erva.

Comigo ninguém pode= tóxica. (não serve para banho) apenas para
defumação.

Vaso de 7 ervas nunca pode ser plantado no mesmo vaso por que o poder de
uma anula o poder da outra. E pelo lado biológico elas matam uma a outra

Quentes limpeza agressivas

Arruda, Guiné, Casca de alho. . .

Arruda (erva muito quente, usada como banho defumações e benzimentos).


Não pode usar por muito tempo, pois prejudica o corpo astral. Assim como o
Guiné e sal ...

Mornas equilibradoras (limpeza)

Hortela, Levante, Salvia, Alfazema, Alecrim

Pode se tomar banho periódico com essas ervas. Elas não prejudicam a ponto
de desorganizar os corpos astrais.

Frias (especificas)

Rosa branca , Anis estrelado, Jasmim

Prosperidade:

Manjericão

Alfazema brasileira e alfazema cabocla

12
Regenerando os corpos espirituais:

Colônia – Descarrega e acalma.

Elevante – Readquirir energia, levanta e abre caminho. Junto com o alecrim


traz clientes e dinheiro.

Macassá – Tem um perfume forte e bom. Dá uma boa levantada. A pessoa


raciocina melhor, encontra o caminho, relaxa, descarrega e fortalece a ligação
com o Anjo de Guarda e abre os caminhos amorosos. Boa também para
doentes.

Manjericão – Tira mau olhado e descarrega. Excelente para crianças e adultos.


Para crianças usar somente o manjericão e a rosa branca.

Oriri – Acalma, tira perturbações e traz energia no banho de ervas. Com


problemas de nervos colocar a folha úmida na cabeça. Serve para dormir com
ela.

Alecrim – Prosperidade e abertura dos caminhos.

Alfazema – Acalma, tranquiliza e relaxa.

Abre Caminho – Para questão financeira. Prosperidade. Usar do pescoço para


baixo. Da cabeça aos pés só uma vez ou outra.

Erva doce, cravo, canela e noz moscada – Prosperidade.

Rosa Branca – Descarrega, tira energia de mau olhado e quebranto. Boa para
crianças e adultos.

Aroeira – Tira toda negatividade. Descarrega. Usar do pescoço para baixo.

Barba de Velho – Tira energia negativa de obsessor. Relaxa e dá energia. A


erva Canela de Velho tem a mesma função, só que a Canela de Velho é mais
forte.

Boldo e Saião – Descarrega e dá calma.

Espada de Ogum e Yansã – Quando a pessoa estiver desorientada e negativa.


Para pessoa muito negativa. Cortar em sete pedaços uma folha e ferver. Juntar
um pouco de sal grosso. Usar do pescoço para baixo.

O alho é muito poderoso e combate energias de baixa vibração.

13
Deve-se tomar o banho de alho como forma de afastar interferências no
equilíbrio e bem-estar, tais como obsessões espirituais, pensamentos e
sentimentos negativos, assim como energias do medo, invejas e tantas outras
mais, originadas por terceiros ou assimiladas em ambientes.

ATENÇÃO: Existem relatos de queimaduras na pele por conta do alho. O


bom senso então vale nesse caso do banho. Um bom enxague creio que já
ajude porque as propriedades energéticas não se perderão. Atenção também à
quantidade usada que não deve ser muita. Lembrando que para o banho
também pode ser usado apenas a casca de alho, irá fazer o mesmo efeito.

A seguir daremos uma sequência de ervas com suas características e


qualidades a serem trabalhadas ritualisticamente nos banhos e ou defumações.

Arruda (Ruta graveoleos) – Ótimo protetor astral, desagrega as larvas astrais e


energias enfermiças. Quebra as formações energéticas negativas, resultantes
das egrégoras de pensamentos negativos e atuações do baixo astral.

Alecrim (Rosmarinus officinalis) – Desagrega energias enfermiças, limpa e


purifica o ambiente criando uma “esfera” de proteção, boa contra obsessão,
afasta a tristeza.

Alfazema (Lavandula augustifolia ou Vera) – Ajuda a equilibrar nossas


energias, limpa e purifica o ambiente trazendo a paz e harmonia.

Anis-estrelado (Illicium verum)– Atua melhorando nosso humor, desperta a


intuição, torna o ambiente agradável e desagrega energias negativas.

Absinto – Losna (Artemisia absinthium) – Em banhos, desagrega fluidos


negativos. Na defumação, afasta influência negativa.

Alho (casca) (Allium sativum) – Desagrega as energias negativas de ordem


sexual, protege contra influências negativas e purifica o ambiente.

Artemísia (Artemisia vulgaris) – Quebra as egrégoras de pensamentos


negativos e traz proteção.

Bambu (Oxytenanthera abyssinica) – Contra influências negativas.

Botões de flor de laranjeira – Para o amor.

Camomila (Matricaria chamomilla) – Calmante, contra depressão e ansiedade.

Cana-de-açúcar (palha e bagaço) – Dá força e vigor para enfrentar as situações


do dia a dia.

14
Canela (Cinnamomun zeylanicun ness) – Condensador de fluidos benéficos,
destrói miasmas astrais, afrodisíaco, atrai a prosperidade.

Cebola (casca) – Desagrega energias negativas de ordem sexual, afasta fluidos


indesejados.

Capim limão / Capim Santo (Cymbopogon citratus) – Bom para acalmar e


trazer bons fluidos.

Cravo (Syzygium aromaticum) – Afrodisíaco, estimulante, aumenta o


magnetismo pessoal e atrai a prosperidade.

Eucalipto (Eucalyptus globulus labill) – Desagrega as energias negativas e


enfermiças, renova nossas energias, equilibra o emocional.

Erva Doce (Pimpinella anisum) – Acalma e harmoniza o ambiente,


desagregando energias enfermiças e nocivas.

Girassol (folhas) – Excelente condensador de fluidos positivos, ajuda a aguçar


a intuição.

Guiné (Petiveria alliacea) – Quebra formas-pensamento baixas e ajuda na


comunicação com os bons espíritos. Bom contra obsessões de natureza sexual.

Hortelã (Mentha piperita) – Bom para proteção e contra o desânimo.

Ipê amarelo – Para harmonizar ambientes.

Laranja (flor, folhas e casca) – Estimula o amor nos tornando mais atraentes,
também torna o ambiente mais agradável e “leve”.

Levante – Bom para proteção e abertura de caminhos.

Limão (casca) – Queima os fluidos negativos e enfermiços.

Lírio – Bom para nos tornar mais puros, simples e humildes; estimula nosso
lado compreensivo e amoroso.

Louro (Laurus nobilis) (a folha do sacerdote) – Excelente para aguçar a


intuição e para a prosperidade.

Maçã (folhas, flores e casca) – Desperta nossa sensibilidade ao amor e


aumenta nosso poder magnético de atrair o que nos agrada.

Malva (Malva parviflora) – Acalma e desperta a sensibilidade.

15
Manjericão (Ocimun basilicum) – Ótimo para tirar as energias negativas,
trazer vida ao ambiente e às pessoas, aumenta o magnetismo pessoal, atua
contra a depressão e ansiedade.

Maracujá (Passiflora alata dryand) (flor) – Para fortalecer nossos laços de


amizade.

Melissa (Melissa oficinallis) – Acalma os ânimos nos tornando mais alegres,


limpa e sutiliza o corpo astral.

Morango (folhas e fruto) – Desperta o prazer em todos os sentidos.

Noz-moscada – Aguça a intuição, ajuda na comunicação astral e é boa para a


prosperidade.

Poejo – Ótima para proteção e para acalmar os ânimos.

Pitanga (Eugenia uniflora) (folhas) – Prosperidade e proteção.

Patchuli (Pogostemon patchouly) – Bom para o amor, prosperidade e intuição,


fortalecendo o magnetismo pessoal.

Salsa – Usada para a proteção, afasta a negatividade.

Sálvia (Salvia officinalis) – Considerada a erva da saúde, serve para limpeza,


proteção e intuição.

Rosa Branca – Desperta o amor à espiritualidade.

Rosa vermelha - Desperta a paixão.

Rosa cor-de-rosa – Desperta o amor maternal, filial e fraternal.

Romã (casca e flores) – Utilizada para a prosperidade, protege contra as


emanações provindas da inveja e do ódio.

Orquídea – Desperta a libido.

Obs.: Ao trabalhar com as essências das ervas, banhos ou defumação, estamos


entrando no universo vegetal que vai além da matéria. Assim como não somos
apenas carne e as divindades não são apenas arquétipos, as plantas também
possuem um “espírito vegetal” que as anima e têm seus respectivos gênios e
divindades guardiãs responsáveis pela força vegetal. Portanto, ao trabalhar
com ervas, entre em contato com estes espíritos, gênios e guardiões vegetais
pedindo sua licença e sua força para realizarmos nossa tarefa. Dentro do

16
conceito de divindades podemos recorrer a Oxóssi como Guardião do reino
vegetal e Ossain como gênio deste reino e da cura pelas ervas.

Receitas de Banhos e Defumação

Para depressão e purificar a aura:

Salsinha, anis-estrelado e alecrim

Acabar com os males e desagregar energias negativas:

Banho de cerveja

Prosperidade financeira:

Salsinha com noz-moscada

Para ajudar no comércio:

Alecrim, abre-caminho, hortelã, levante, girassol, cana, açúcar mascavo

(Fazer banho, defumação e passar no chão do escritório ou loja.)

Banho para o amor:

Anis-estrelado, calêndula, rosa vermelha, patchuli, malva branca e jasmim

Banho para atrair a sorte:

Milho de galinha, abre-caminho, café e açúcar mascavo

Defumação de prosperidade:

Noz-moscada, cana, incenso, folha de louro, canela em pó, arroz com casca e
alfazema

Purifica o espírito e fortalece o mental:

Levante, alecrim e hortelã

Bom para a saúde, ajuda a fortalecer pessoas debilitadas:

Banho de leite com levante (feito às terças e quintas feiras)

Para prosperidade:

Pó de café, açúcar, louro, manjericão, folha de pitanga, hortelã


17
Para descarga forte:

Folhas de eucalipto, casca de alho, palha ou bagaço de cana (seco), folha de


bambu, folha de pinhão roxo.

Para descarga de energias sexuais densas:

Cravo, canela, casca de alho roxo, erva-doce, casca de limão

Para cansaço ou depressão:

(Respirar bastante) sementes de girassol, semente de imburana, anis-estrelado

Contra a insônia:

Pétalas de rosa, Erva-sândalo, Hortelã e cravo da Índia

Descarrego de energias pesadas:

Manjericão, Alecrim, Mirra, Alfazema e Arruda

Para afastar a obsessão e alcoolismo:

Alho, salsão, arruda, guiné, espada de São Jorge, folha de fumo, folha de
mangueira, levante e cipó mil-homens

Para abrir caminhos:

Açucena, agrião, angico, aroeira e espada de São Jorge

Para ajudar no desenvolver da espiritualidade:

Jasmim, anis-estrelado e alfazema

18
Fonte de Pesquisa desse trabalho:

Grupo Eternos Aprendizes por Anna pon

Alexandre Cumino (ervas na Umbanda)

Adriano Camargo (ervas na Umbanda)

Renata de Oyá, Vendaval de Axé

Página Lar de Preto Velho

Blog Márcia Fernandes

Editado por Thays Cristina Bedene e Anna Ponzetta

17.04.2018

19