Você está na página 1de 4

T. Concedei-nos o convívio dos eleitos! mente / e que nada no mundo separe um 23.

Bênção Final e Despedida


casal sonhador. / Que nenhuma família se
P. Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a P. O Senhor esteja convosco.
abrigue debaixo da ponte! / Que ninguém
vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade
do Espírito Santo, toda a honra e toda a interfira no lar e na vida dos dois. / Que T. Ele está no meio de nós.
glória, agora e para sempre. ninguém os obrigue a viver sem nenhum
horizonte. / Que eles vivam do ontem, no P. O Deus de infinita bondade que, pela
T. Amém. hoje e em função de um depois. encarnação do seu Filho, expulsou as tre-
vas do mundo e, com seu glorioso nasci-
REFRÃO: Que a família comece e ter-
18. Rito da Comunhão mine sabendo onde vai. / E que o homem
mento, transfigurou este dia santo, expulse
dos vossos corações as trevas dos vícios e
P. Antes de participar do banquete da carregue nos ombros a graça de um pai. vos transfigure com a luz das virtudes.
Eucaristia, sinal de reconciliação e vín- / Que a mulher seja um céu de ternu-
culo de união fraterna, rezemos, juntos, ra, aconchego e calor. / E que os filhos T. Amém.
como o Senhor nos ensinou: conheçam a força que brota do amor. / P. Aquele que anunciou aos pastores pelo
T. Pai nosso... (O Celebrante continua...) Abençoa, Senhor, as famílias, amém! / Anjo a grande alegria do nascimento do
Abençoa, Senhor, a minha também. Salvador derrame em vossos corações a
19. Canto de Comunhão 2. Que marido e mulher tenham força sua alegria e vos torne mensageiros do
de amar sem medida. / Que ninguém vá Evangelho.
1. Cristãos, vinde todos / com alegres
cantos. / Oh, vinde, oh, vinde, até Belém! dormir sem pedir ou sem dar seu perdão. T. Amém.
/ Vede nascido / vosso Rei eterno. / Que as crianças aprendam no colo o
sentido da vida. / Que a família celebre a P. Aquele que, pela encarnação de seu
REFRÃO: Oh, vinde, adoremos! / Oh, partilha do abraço e do pão. / Que mari- Filho, uniu a terra ao céu, vos conceda sua
vinde, adoremos! / Oh, vinde, adoremos do e mulher não se traiam nem traiam paz e seu amor, e vos torne participantes
o Salvador! seus filhos. / Que o ciúme não mate a da Igreja celeste.
2. Humildes pastores / deixam seu reba- certeza do amor entre os dois. /Que no T. Amém.
nho / e alegres acorrem ao Rei do céu. / seu firmamento a estrela que tem maior
P. Abençoe-vos Deus todo-poderoso,
Nós, igualmente, / cheios de alegria. brilho / seja a firme esperança de um céu
Pai e Filho  e Espírito Santo.
aqui mesmo e depois.
3. O Deus invisível, / de eternal grandeza
T. Amém.
/ sob véus de humildade podemos ver. /
Deus pequenino, / Deus envolto em faixas! 21. Depois da Comunhão (De pé) P. Anunciai com vossa vida que o Sal-
P. OREMOS: Concedei-nos, ó Pai, na vador nasceu. Ide em paz e o Senhor vos
4. Nasceu em pobreza, / repousando em
vossa bondade, que, refeitos com o vosso acompanhe.
palhas, / o nosso afeto lhe vamos dar.
/ Tanto amou-nos! / Quem não há de sacramento, imitemos continuamente a T. Graças a Deus.
amá-lo? Sagrada Família, e, após as dificuldades
desta vida, convivamos com ela no céu.
5. A estrela do Oriente / conduziu os REZANDO PELAS FAMÍLIAS
Por Cristo, nosso Senhor.
magos / e este mistério envolve em luz. Deus de Amor, ouvi nossas súplicas e abençoai as
/ Tal claridade, / também seguiremos. T. Amém. famílias aqui reunidas, para que, tornando-se cada
vez mais escolas de amor, esperança e fé, testemu-
nhem que só na vivência do mandamento do Amor
Momento de silêncio para oração pessoal. é possível encontrar felicidade, paz e concórdia. Que
Ritos Finais todas as famílias se unam! Que entre as famílias
existam o perdão e a concórdia! Que a humanidade
Antífona da Comunhão (Br 3,38) aprenda a valorizar e defender sempre mais a famí-
O nosso Deus foi visto nesta terra, e con- 22. Vivência lia como presente que nos destes. Amém.

viveu com os homens.


L. Com a Sagrada Família, aprendamos SANTA MÃE DE DEUS, MARIA
que só em Deus se encontra o sentido da
20. Canto de Ação de Graças união de um lar. Ser família é ser mais
Amanhã, dia 1o de janeiro, a Igreja celebra a
solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus, sendo
1. Que nenhuma família comece em do que várias pessoas morando sob um este um dia santo de guarda. Não nos esqueça-
qualquer de repente! / Que nenhuma mesmo teto. Só o verdadeiro amor que mos, portanto, de cumprir o preceito eucarístico.
Informemo-nos, desde já, dos horários de missas
família termine por falta de amor! / Que vem de Deus pode transformar uma casa em nossas comunidades paroquiais.
o casal seja um para o outro de corpo e de em lar, em uma família.
LEITURAS DA SEMANA
0 1 / 2 a F E I R A : S O L E N I DA D E DA S A N T A M Ã E D E D E U S , M A R I A : N m 6 , 2 2 -2 7; S l 6 6 ( 6 7 ) ; G l 4 , 4 -7; L c 2 , 1 6 -2 1 ; 0 2 / 3 a
F E I R A : S s . B a s í l i o M a g n o e G r e g ó r i o N a z i a n z e n o B B D D r s . , m e m ó r i a : 1 J o 2 , 2 2 -2 8 ; S l 9 7 ( 9 8 ) ; J o 1 , 1 9 -2 8 ; 0 3 /4 a F E I R A :
S a n t í s s i m o N o m e d e J e s u s : 1 J o 2 , 2 9 – 3 , 6 ; S l 9 7 ( 9 8 ) ; J o 1 , 2 9 - 3 4 ; 0 4 / 5 a F E I R A : 1 J o 3 , 7-1 0 ; S l 9 7 ( 9 8 ) ; J o 1 , 3 5 - 4 2 ;
0 5 / 6 a F E I R A : 1 J o 3 , 1 1 -2 1 ; S l 9 9 (1 0 0 ) ; J o 1 , 4 3 - 5 1 ; 0 6 / S Á B A D O : 1 J o 5 , 5 -1 3 ; S l 14 7 (14 7 B ) ; M c 1 , 7-1 1 o u L c 3 , 2 3 - 3 8 .

COM APROVAÇÃO ECLESIÁSTICA PORTAL DA ARQUIDIOCESE


Publicação da Coordenação de Pastoral da Arquidiocese do Rio de Janeiro. DO RIO DE JANEIRO
Rua Benjamin Constant, 23 – CEP 20241-150 – Rio de Janeiro, RJ – Telefax: 2292-3132.
Cantos selecionados pela Comissão Arquidiocesana de Música Sacra. www.arquidiocese.org.br

LI V R A R I A E EDITOR A NOSSA SEN HOR A DA PA Z: Rua Joa na A ngél ic a, 71 – Ipa nema


C EP: 224 2 0 - 03 0 – R io de Ja nei ro, RJ – Bra si l – Tel.: (21) 2521-7299 - Fa x : (21) 2513 -2955 – ed itora@n spa z .org.br
Ano B – n o 8 – 31 de dezembro de 2017

Sagrada Família,
Jesus, Maria e José
Festa

Assumindo nossa natureza humana, Jesus quis ter a experiência mais íntima de
cada um de nós: a vida em família. No humilde lar em Nazaré, a Palavra por meio da
qual nós fomos criados, nos vocaciona a viver o mistério de amor e de reconciliação.
Por isso, o Natal é a festa da família. Oremos uns pelos outros a fim de que, num
tempo onde, para muitos, a família perdeu o seu sentido, possamos redescobrir nesse
Domingo da Oitava do Natal a fonte da unidade familiar.

Antífona da Entrada (Lc 2,16)

Ritos Iniciais Vieram apressados os pastores, e encon- 4. Hino de Louvor


traram Maria com José, e o Menino dei-
P. Glória a Deus nas alturas,
tado no presépio.
1. Canto de Entrada (De pé)
T. e paz na terra aos homens por Ele
3. Ato Penitencial amados. / Senhor Deus, rei dos céus, /
1. Vinde, cristãos, vinde à porfia, / Deus Pai todo-poderoso: / nós vos louva-
hinos cantemos de louvor, / hinos de P. Em Jesus Cristo, o Justo, que intercede mos, / nós vos bendizemos, / nós vos ado-
paz e de alegria, / hinos dos anjos do por nós e nos reconcilia com o Pai, abra- ramos, / nós vos glorificamos, / nós vos
Senhor. mos o nosso espírito ao arrependimento damos graças por vossa imensa glória. /
para sermos menos indignos de aproxi-
Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, /
REFRÃO: Glória a Deus nas alturas! mar-nos da mesa do Senhor.
Senhor Deus, / Cordeiro de Deus, / Filho
(Momento de silêncio)
2. Foi nesta noite venturosa / do nas- de Deus Pai. / Vós que tirais o pecado
cimento do Senhor / que anjos de voz P. Senhor, Filho de Deus, que, nascido da do mundo, / tende piedade de nós. / Vós
harmoniosa / deram a Deus o seu louvor. Virgem Maria, vos fizestes nosso irmão, que tirais o pecado do mundo, / acolhei
tende piedade de nós. a nossa súplica. / Vós que estais à direita
3. Vinde juntar-vos aos pastores, / vin- do Pai, / tende piedade de nós. / Só vós
de com eles a Belém! / Vinde correndo T. Senhor, tende piedade de nós.
sois o Santo, / só vós, o Senhor, / só vós, o
pressurosos! / O Salvador, enfim, nos P. Cristo, Filho do Homem, que conhe- Altíssimo, / Jesus Cristo, / com o Espírito
vem! ceis e compreendeis nossa fraqueza, tende Santo, na glória de Deus Pai. / Amém.
piedade de nós.
2. Saudação T. Cristo, tende piedade de nós. 5. Oração
P. Em nome do Pai e do Filho e do Espí- P. Senhor, Filho primogênito do Pai, que P. OREMOS: Ó Deus de bondade, que
rito Santo. fazeis de nós uma só família, tende pie- nos destes a Sagrada Família como exem-
T. Amém. dade de nós. plo, concedei-nos imitar em nossos lares
as suas virtudes para que, unidos pelos
P. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, T. Senhor, tende piedade de nós.
laços do amor, possamos chegar um dia às
o amor do Pai e a comunhão do Espírito P. Deus todo-poderoso tenha compaixão alegrias da vossa casa. Por nosso Senhor
Santo estejam convosco. de nós, perdoe os nossos pecados e nos Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do
conduza à vida eterna. Espírito Santo.
T. Bendito seja Deus que nos reuniu
no amor de Cristo. T. Amém. T. Amém.

Entrada: Melodia francesa séc. XVII; Ofertas: Maria de Fátima de Oliveira e Pe. José Weber;
Comunhão: Letra adaptada por Fr. Emílio Scheidt / Melodia portuguesa séc. XVII; Ação de Graças: Pe. Zezinho,SCJ.
mutuamente, se um tiver queixa contra o teu servo partir em paz; 30porque meus
outro. Como o Senhor vos perdoou, assim olhos viram a tua salvação, 31que prepa-
Liturgia da Palavra perdoai vós também. 14Mas, sobretudo,
amai-vos uns aos outros, pois o amor é
raste diante de todos os povos: 32luz para
iluminar as nações e glória do teu povo
L. A Palavra de Deus nos mostra a impor- o vínculo da perfeição. 15Que a paz de Israel.” 33O pai e a mãe de Jesus estavam
tância da obediência assídua que os filhos Cristo reine em vossos corações, à qual admirados com o que diziam a respeito
devem ter para com os seus pais, e estes, fostes chamados como membros de um só dele. 34Simeão os abençoou e disse a Maria,
a devida responsabilidade de incutir corpo. E sede agradecidos. 16Que a palavra a mãe de Jesus: “Este menino vai ser causa
nos corações dos filhos o santo temor do de Cristo, com toda a sua riqueza, habite tanto de queda como de reerguimento
Senhor e o amor àqueles que os geraram, em vós. Ensinai e admoestai-vos uns aos para muitos em Israel. Ele será um sinal
pois, no afeto de um lar, tornamo-nos outros com toda a sabedoria. Do fundo de contradição. 35Assim serão revelados os
cada vez mais humanos. dos vossos corações, cantai a Deus salmos, pensamentos de muitos corações. Quanto
hinos e cânticos espirituais, em ação de a ti, uma espada te traspassará a alma.”
graças. 17Tudo o que fizerdes, em palavras 36
Havia também uma profetisa, chamada
6. Primeira Leitura ou obras, seja feito em nome do Senhor Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era
(Sentados) (Eclo 3,3-7.14-17a)
Jesus Cristo. Por meio dele dai graças a de idade muito avançada; quando jovem,
Leitura do Livro do Eclesiástico Deus, o Pai. 18Esposas, sede solícitas para tinha sido casada e vivera sete anos com
com vossos maridos, como convém, no o marido. 37Depois ficara viúva, e agora
3
Deus honra o pai nos filhos e confirma, Senhor. 19Maridos, amai vossas esposas já estava com oitenta e quatro anos. Não
sobre eles, a autoridade da mãe. 4Quem e não sejais grosseiros com elas. 20Filhos, saía do Templo, dia e noite servindo a
honra o seu pai, alcança o perdão dos obedecei em tudo aos vossos pais, pois Deus com jejuns e orações. 38Ana chegou
pecados; evita cometê-los e será ouvido isso é bom e correto no Senhor. 21Pais, nesse momento e pôs-se a louvar a Deus
na oração cotidiana. 5Quem respeita a sua não intimideis os vossos filhos, para que e a falar do menino a todos os que espera-
mãe é como alguém que ajunta tesouros. eles não desanimem. Palavra do Senhor. vam a libertação de Jerusalém.] 39Depois
6
Quem honra o seu pai, terá alegria com de cumprirem tudo, conforme a Lei do
seus próprios filhos; e, no dia em que T. Graças a Deus. Senhor, voltaram à Galiléia, para Nazaré,
orar, será atendido. 7Quem respeita o seu sua cidade. 40O menino crescia e tornava-
pai, terá vida longa, e quem obedece ao 9. Aclamação ao Evangelho -se forte, cheio de sabedoria; e a graça de
pai é o consolo da sua mãe. 14Meu filho, (Cl 3,15a.16a) Deus estava com ele. Palavra da Salvação.
ampara o teu pai na velhice e não lhe cau-
ses desgosto enquanto ele vive. 15Mesmo REFRÃO: Aleluia, Aleluia, Aleluia. T. Glória a vós, Senhor.
que ele esteja perdendo a lucidez, procura L. Que a paz de Cristo reine em vossos
ser compreensivo para com ele; não o corações e ricamente habite em vós sua 11. Homilia (Sentados)
humilhes, em nenhum dos dias de sua palavra!
vida: a caridade feita a teu pai não será Momento de silêncio para meditação pessoal.
esquecida, 16mas servirá para reparar os 10. Evangelho (Lc 2,22-40)
teus pecados 17ae, na justiça, será para tua 12. Profissão de Fé (De pé)
edificação. Palavra do Senhor. P. O Senhor esteja convosco.
P. Creio em um só Deus, Pai todo-pode-
T. Graças a Deus. T. Ele está no meio de nós. roso,
P.  Proclamação do Evangelho de Jesus T. criador do céu e da terra, de todas as
7. Salmo Responsorial [Sl 127(128)] Cristo segundo Lucas. coisas visíveis e invisíveis. Creio em um
REFRÃO: Felizes os que temem o T. Glória a vós, Senhor. só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigênito
Senhor e trilham seus caminhos! de Deus, nascido do Pai antes de todos os
P. 22QUANDO SE COMPLETARAM séculos: Deus de Deus, luz da luz, Deus
1. Feliz és tu se temes o Senhor * e tri- os dias para a purificação da mãe e do verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado,
lhas seus caminhos! Do trabalho de tuas filho, conforme a Lei de Moisés, Maria não criado, consubstancial ao Pai. Por ele
mãos hás de viver, * serás feliz, tudo irá e José levaram Jesus a Jerusalém, a fim todas as coisas foram feitas. E por nós,
bem! de apresentá-lo ao Senhor. [23Conforme homens, e para nossa salvação, desceu
2. A tua esposa é uma videira bem fecunda está escrito na Lei do Senhor: “Todo pri- dos céus: e se encarnou pelo Espírito
* no coração da tua casa; os teus filhos são mogênito do sexo masculino deve ser Santo, no seio da Virgem Maria, e se fez
rebentos de oliveira * ao redor de tua mesa. consagrado ao Senhor.” 24Foram também homem. Também por nós foi crucificado
oferecer o sacrifício — um par de rolas ou sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepulta-
3. Será assim abençoado todo homem * dois pombinhos — como está ordenado do. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme
que teme o Senhor. O Senhor te abençoe na Lei do Senhor. 25Em Jerusalém, havia as Escrituras, e subiu aos céus, onde está
de Sião, * cada dia de tua vida. um homem chamado Simeão, o qual era sentado à direita do Pai. E de novo há de
justo e piedoso, e esperava a consolação vir, em sua glória, para julgar os vivos e os
8. Segunda Leitura (Cl 3,12-21) do povo de Israel. O Espírito Santo estava mortos; e o seu reino não terá fim. Creio
Leitura da Carta de São Paulo aos
com ele 26e lhe havia anunciado que não no Espírito Santo, Senhor que dá a vida,
Colossenses
morreria antes de ver o Messias que vem e procede do Pai e do Filho; e com o Pai
do Senhor. 27Movido pelo Espírito, Simeão e o Filho é adorado e glorificado: Ele que
Irmãos: 12Vós sois amados por Deus, sois foi ao Templo. Quando os pais trouxeram falou pelos profetas. Creio na Igreja, una,
os seus santos eleitos. Por isso, revesti-vos o menino Jesus para cumprir o que a Lei santa, católica e apostólica. Professo um
de sincera misericórdia, bondade, humil- ordenava, 28Simeão tomou o menino nos só batismo para remissão dos pecados. E
dade, mansidão e paciência, 13suportan- braços e bendisse a Deus: 29“Agora, Senhor, espero a ressurreição dos mortos e a vida
do-vos uns aos outros e perdoando-vos conforme a tua promessa, podes deixar do mundo que há de vir. Amém.
13. Preces da Comunidade 4. Nossas vinhas cultivadas e cuidadas o vosso Espírito, a fim de que se tornem
com carinho, / o labor do vinhateiro que para nós o Corpo e = o Sangue de Jesus
P. Irmãos e irmãs, rompendo o silêncio da uva fez o vinho. Cristo, vosso Filho e Senhor nosso.
dos anos de Nazaré, Jesus revela sua plena
comunhão com o Pai, sua verdadeira iden- 5. Pão e vinho vão tornar-se Corpo e San- T. Santificai nossa oferenda, ó Senhor!
tidade e sua missão salvadora. Em união gue do Senhor; / nossa vida também seja
transformada em seu amor. P. Estando para ser entregue e abraçando
com a família de Nazaré que acolheu o livremente a paixão, ele tomou o pão, deu
projeto de salvação de Deus, apresente- graças, e o partiu e deu a seus discípulos,
mos nossas preces. 15. Convite à Oração (De pé)
dizendo:
1. Pela Igreja, família de Deus, presente no P. Orai, irmãos e irmãs, para que esta TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O
mundo inteiro, com o Santo Padre (N.), com nossa família, reunida em nome de Cris- MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE
nosso Arcebispo (N.), com todos os bispos, to, possa oferecer um sacrifício que seja
POR VÓS.
padres e demais ministros, rezemos: aceito por Deus Pai todo-poderoso.
T. Ouvi-nos, Senhor! Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele
T. Receba o Senhor por tuas mãos este
tomou o cálice em suas mãos, deu gra-
2. Por todas as famílias, para que sejam sacrifício, para glória do seu nome, para
ças novamente, e o deu a seus discípulos,
lares reflexos da família trinitária, rezemos: nosso bem e de toda a santa Igreja.
dizendo:
3. Por todos os que se preparam ao matri- 16. Oração Sobre as Oferendas TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O
mônio, para que, conduzidos pelo Espírito CÁLICE DO MEU SANGUE, O SAN-
Santo, formem futuros lares onde o amor P. Nós vos oferecemos, ó Deus, este sacri- GUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA,
jamais deixe de existir, rezemos: fício de reconciliação e pedimos, pela QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E
intercessão da Virgem Mãe de Deus e POR TODOS PARA REMISSÃO DOS
4. Pelas famílias recém constituídas, para do bem-aventurado São José, que firmeis
que, com a intercessão da Virgem Maria, PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA
nossas famílias na vossa graça, conser- DE MIM.
permaneçam fiéis ao projeto salvador de vando-as na vossa paz. Por Cristo, nosso
viverem um só coração e uma só alma, Senhor. Eis o mistério da fé!
rezemos:
T. Amém. T. Salvador do mundo, salvai-nos, vós
5. Pelos que estão unidos em matrimônio que nos libertastes pela cruz e ressur-
há muito tempo, para que, com a inter-
cessão de São José, não desanimem nas 17. Oração Eucarística II reição.
tribulações, rezemos: Prefácio do Natal do Senhor, III P. Celebrando, pois, a memória da morte
Intercâmbio no mistério da e ressurreição do vosso Filho, nós vos ofe-
6. Por todas as famílias marcadas pelo Encarnação
luto da morte, pela doença e tantas outras recemos, ó Pai, o pão da vida e o cálice da
formas de sofrimento, para que o Menino P. O Senhor esteja convosco. salvação; e vos agradecemos porque nos
Deus os console e conforte suas vidas, tornastes dignos de estar aqui na vossa
T. Ele está no meio de nós. presença e vos servir.
rezemos:
P. Corações ao alto. T. Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!
(Outras preces.)

P. Deus, nosso Pai, de quem procede todo T. O nosso coração está em Deus. P. E nós vos suplicamos que, participando
o bem e toda a graça, olhai por todos os P. Demos graças ao Senhor, nosso Deus. do Corpo e Sangue de Cristo, sejamos
que precisam do vosso amor e da vossa reunidos pelo Espírito Santo num só corpo.
misericórdia e dai-nos a vossa salvação. T. É nosso dever e nossa salvação.
T. Fazei de nós um só corpo e um só
Por Cristo, nosso Senhor. P. Na verdade, é justo e necessário, é espírito!
T. Amém. nosso dever e salvação dar-vos graças,
sempre e em todo o lugar, Senhor, Pai P. Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja que
Santo, Deus eterno e todo-poderoso, por se faz presente pelo mundo inteiro: que ela
Cristo, Senhor nosso. Por ele, realiza-se cresça na caridade, com o Papa N., com
o nosso Bispo N. e todos os ministros do
Liturgia Eucarística hoje o maravilhoso encontro que nos dá
vida nova em plenitude. No momento em vosso povo.
que vosso Filho assume nossa fraqueza, a T. Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja!
14. Canto das Ofertas (Sentados) natureza humana recebe uma incompa-
P. Lembrai-vos também dos nossos
rável dignidade: ao tornar-se ele um de
REFRÃO: Que poderemos ao Senhor nós, nós nos tornamos eternos. Por essa irmãos e irmãs que morreram na espe-
apresentar, / quando seu Filho de pre- razão, agora e sempre, nós nos unimos à rança da ressurreição e de todos os que
sente Ele nos dá? multidão de anjos e arcanjos, cantando partiram desta vida: acolhei-os junto a
1. O infinito do universo e o sorriso das (dizendo) a uma só voz: vós na luz da vossa face.
crianças, / nossas lutas e alegrias, nossas T. Santo, Santo, Santo, / Senhor, Deus T. Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos!
dores e esperanças. do universo! / O céu e a terra procla- P. Enfim, nós vos pedimos, tende piedade
2. Toda flor que desabrocha, toda lágri- mam a vossa glória. / Hosana nas altu- de todos nós e dai-nos participar da vida
ma que cai, / o clamor dos pequeninos, ras! / Bendito o que vem em nome do eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus,
todo riso e todo ai. Senhor! / Hosana nas alturas!
com São José, seu esposo, com os santos
3. Nossos campos que florescem, o suor P. Na verdade, ó Pai, vós sois santo e Apóstolos e todos os que neste mundo vos
de nossas mãos, / e o trabalho do operário fonte de toda santidade. Santificai, pois, serviram, a fim de vos louvarmos e glorifi-
que do trigo fez o pão. estas oferendas, derramando sobre elas carmos por Jesus Cristo, vosso Filho.