Você está na página 1de 5

UNIDADE: Vitória do Xingu DATA: 25/03/2019

SETOR: Segurança do Trabalho e


ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCOS REVISÃO: 01
Meio Ambiente

Nº: 21 PAG.: 01/04

COBERTURA EM EDIFICAÇÕES/GALPÕES

Resp. pela Elaboração: Engº Alexandre Geovany de Novaes Daltro Lisbôa – CREA 23.307-D/PE

Histórico

Data Revisão Modificação

25/03/2019 00 Confecção do documento.

25/04/2019 01 No item 4, foi incluso a atividade de instalação do capote da cobertura e inclusão do subitem 4.1.5.

NOTA:
Dar conhecimento da APR aos envolvidos no processo, através de DDS, explicando as etapas do serviço, os riscos e as medidas de controle.
Registrar objetivamente em Lista de Presença de Treinamento.
UNIDADE: Vitória do Xingu DATA: 25/04/2019
SETOR: Segurança do Trabalho e
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCOS Meio Ambiente
REVISÃO: 01

Nº: 21 PAG.: 02/04

Resp. pela Elaboração: Engº Alexandre Geovany de Novaes Daltro Lisbôa – CREA 23.307-D/PE
COBERTURA EM EDIFICAÇÕES/GALPÕES

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL / COLETIVOS RECOMENDADOS

Capacete, Calças, Camisas manga longa, botina de segurança, luva de segurança, óculos de segurança, touca árabe, protetor auricular e protetor solar.
SEQÜÊNCIA DAS ETAPAS DE
POTENCIAL DE ACIDENTES OU PERDAS PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA RECOMENDADOS / MEDIDAS PREVENTIVAS
TRABALHO

1.1.1 - Observar atentamente o local onde pisa evitando buracos, pontas de ferro e
1.1- Queda de colaborador em mesmo
etc.
nível.
1 - Organização e Limpeza.
1.2.1 - Os profissionais deverão fazer uso do protetor solar e camisa mangas
1.2 - Insolação.
longas e utilizar os EPIs e EPCs necessários para desenvolvimento da atividade.

2.1.1 - As ferramentas devem ser apropriadas ao uso a que se destinam, proibindo-


2.1 - Atrito, abrasão perfuração e corte. se o emprego das defeituosas, danificadas ou improvisadas, devendo ser
substituídas pelo empregador ou responsável NR 18.22.13.

2.1.2 - Proteger as mãos com o tipo de luva adequada à atividade.


2 - Uso de ferramentas
manuais, tipo: pá enxada,
2.2.1 - Os profissionais deverão redobrar seus cuidados quando do levantamento e
enxó, serrote, etc...
transporte manual de pesos. Caso julgue necessário deverá solicitar apoio dos
colegas ou o caminhão guindauto.
2.2 - Postura inadequada.
2.2.2 - Ao levantar peso dobrar os joelhos e não concentrar a força na coluna e sim
nas pernas
3.1 - Queda de pessoa em diferença de 3.1.1 - As escadas provisórias de uso coletivo devem ser dimensionadas em função
nível. do fluxo de trabalhadores, respeitando-se a largura mínima de 0,80 (oitenta
centímetros).

3.1.2 - Todos os profissionais envolvidos na atividade deverão estar treinados para


a execução de trabalhos em altura

3.1.3 - Os profissionais deverão fazer uso do cinto de segurança atracando os


talabartes em um ponto seguro.

3.1.4 - Sob chuva é terminantemente proibida a execução de serviços sobre


telhados ou encima de andaimes metálicos.

3.1.5 - Os andaimes devem ser dimensionados e construídos de modo a suportar


3 - Montagem de andaimes.
com segurança, as cargas de trabalho a que estarão sujeitos

3.2 - Exposição à energia elétrica 3.2.1 - Os andaimes deverão possuir sapatas na sua base, bem como travamento,
guarda corpo, piso antiderrapante e rodapés.

3.2.2 - Somente iniciar a atividade de engradamento metálico ou cobertura quando o


circuito elétrico estiver desligado.

3.2.3 - A execução e manutenção das instalações elétricas somente podem ser


realizadas por trabalhador qualificado e a supervisão por profissional legalmente
habilitado – NR18.21.1.

3.3 - Descarga atmosférica por 3.3.1 - Os andaimes metálicos devem ser aterrados. Sob chuva, relâmpagos, o
indução. serviço tem que ser parado automaticamente.

4.1 - Queda de pessoa de níveis 4.1.1 - Os profissionais envolvidos na atividade deverão ser treinados para a
diferentes; execução de trabalhos em alturas.

4 – Atividades de 4.1.2 - Os serviços a serem executados em altura deverão ser executados por no
engradamento metálico, mínimo duas pessoas.
colocação de cobertura com
telhas e capotes. 4.1.3 - O cinto de segurança tipo paraquedista deve ser utilizado nas atividades
executadas a mais de 2,00m (dois metros) de altura do piso, nas quais haja risco
de queda do trabalhador NR 18.23.3.
4.1.4 - É obrigatória a instalação de cabo guia ou cabo de segurança para fixação
de mecanismo de ligação por talabarte acoplado ao cinto de segurança tipo
paraquedista. NR 18.18.1.1.

4.2 - Trabalho sujeito a queda de 4.1.5 - É obrigatório a instalação e o uso de linha de vida conforme projeto
ferramentas e materiais. elaborado pela engenharia.

4.2.1 - Durante a execução de serviços executados em alturas deve ser isolada a


área em nível inferior, para evitar uma eventual queda de telha, madeira ou outro
material sobre as pessoas.

4.2.2 - O Encarregado ou Líder de Equipe não poderão aceitar a permanência de


pessoas alheias à atividade no local de trabalho.

4.2.3 - Os profissionais deverão utilizar sacolas para colocar ferramentas manuais,


a fim de evitar a queda das mesmas sobre pessoas ou sobre estruturas.

4.2.4 - É proibido o porte de ferramentas manuais em bolsos ou locais


inapropriados NR 18.22.15.
RECOMENDAÇÕES
a) - Toda e qualquer interferência (mudança de rotina de serviço) não descrita
nesta APR, paralisar as atividades, só reiniciando após sua completa
regularização;
b) - Efetuar DDS com leitura desta APR pormenorizando os riscos e cumprir as
medidas prevencionistas aqui descritas;
c) - Não deverá ser permitida a operação de máquinas industriais, enquanto esta
estiver sem a proteção.
d) – Somente o pessoal qualificado e identificado com crachá, estão autorizados a
operar as máquinas da carpintaria.
e) - O uso dos equipamentos de proteções individuais EPIs adequados tais como:
botas de couro, capacete, óculos de proteção, luvas de raspa, e respiradores são
obrigatórios durante a execução das diversas atividades.
f) - O local deverá dispor de iluminação natural e / ou artificial compatível com as
atividades que serão executadas;
g) - Não permitir a presença de pessoas alheias à atividade;
Engenheiro Responsável pela Área Técnico de Segurança do Trabalho Encarregado Responsável

_____________________________________ _____________________________________ _____________________________________


Nome / Assinatura Nome / Assinatura Nome / Assinatura
UNIDADE: Vitória do Xingu DATA: 25/03/2019
SETOR: Segurança do Trabalho e
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCOS Meio Ambiente
REVISÃO: 00
Nº: 21
COBERTURA EM EDIFICAÇÕES/GALPÕES

Resp. pela Elaboração: Engº Alexandre Geovany de Novaes Daltro Lisbôa – CREA 23.307-D/PE

Profissionais Envolvidos na Atividade


Nome Assinatura Nome Assinatura

NOTA:
Dar conhecimento da APR aos envolvidos no processo, através de DDS, explicando as etapas do serviço, os riscos e as medidas de controle.
Registrar objetivamente em Lista de Presença de Treinamento.