Você está na página 1de 12

Proposta

de métodos para
avaliação da eficiência energé7ca

Edificações residenciais
ENCE ATUAL

ENCE Residencial – método simplificado e método de simulação


NOVA ENCE

Classificação final da edificação com


base no consumo de energia primária

Consumo de Energia Elétrica e Gás

INFORMATIVO Percentual de horas


ocupadas em conforto
Emissão de CO2
Percentual de água economizada
Percentual de energia gerada pelo uso racional
por fontes locais renováveis

ENCE Residencial – método simplificado e método de simulação


NOVA ENCE
ENCE Páginas de informações complementares

Pág. 2 – Consumos Pág. 3 – Condições de conforto

ENCE Residencial – método simplificado e método de simulação


NOVA ENCE – 2ª página
Parcial de consumo
em energia elétrica
Consumo em energia primária Percentual proveniente de geração local
Parcial de consumo em gás

Consumos e classificações
parciais por sistema avaliado

Consumo médio esMmado de equip.


Descrição do sistema de Descrição dos sistemas de uso
geração local de energia racional de água e água da chuva
renovável
Emissão de CO2

ENCE Residencial – método simplificado e método de simulação


NOVA ENCE – 3ª página

Condições de conforto
do método de avaliação

Condições de acionamento
do cond. de ar
Considerações sobre o aquecimento
de água (em desenvolvimento)
Considerações sobre a emissão de
CO2 (em desenvolvimento)

ENCE Residencial – método simplificado e método de simulação


MÉTODO SIMPLIFICADO
Unidades Habitacionais Autônomas
MÉTODO ATUAL x MÉTODO PROPOSTO
MÉTODO ATUAL MÉTODO PROPOSTO
EQUAÇÕES Regressão linear múlMpla Redes neurais – maior precisão!

Graus-hora [°C.ano] Consumo total [kWh/ano]


refrigeração possibilita comparações e fácil entendimento
INDICADORES
Consumo relaMvo [kWh/m².ano] Percentual de horas ocupadas em conforto
aquecimento e refrigeração indicador de conforto térmico

RESULTADOS Equivalentes numéricos ponderados Somatório dos consumos finais em energia primária

Simulação Simulação
MÉTODOS PrescriMvo Simplificado – nomenclatura correta
PrescriMvo – checklist

CONDICIONAMENTO Apenas informaMvo Incluso no consumo final


DE AR aproximação com o consumo real!

AQUECIMENTO
DE ÁGUA Avaliação dos equipamentos Avaliação dos sistemas completos

Geração de energia descontada do consumo de


GERAÇÃO DE ENERGIA E Bonificações
USO RACIONAL DE ÁGUA energia elétrica
Informações complementares
MÉTODO PROPOSTO – Unidades Habitacionais Autônomas
MÉTODO PROPOSTO – Mo7vações, vantagens e premissas
§  Indicador de desempenho de fácil entendimento e comparação: kWh/ano
§  Informação relacionada ao conforto térmico do usuário: % horas ocupadas em conforto

Gráfico de conforto adapta7vo com ajuste de clo para 18 oC

MÉTODO PROPOSTO – Unidades Habitacionais Autônomas


MÉTODO PROPOSTO – Mo7vações, vantagens e premissas
§  Indicador de desempenho de fácil entendimento e comparação: kWh/ano
§  Informação relacionada ao conforto térmico do usuário: % horas ocupadas em conforto

Salas:
Dormitórios:
- Período diurno com
- Período noturno.
50% da ocupação.

TEMPERATURAS PARA ACIONAMENTO DO


CONDICIONAMENTO DE AR
Temperatura Temperatura
ambiente do termostato
INVERNO 18 °C 21 °C
VERÃO Conforme gráfico do 24 °C
conforto adaptaMvo.

Gráfico de conforto adapta7vo com ajuste de clo para 18 oC

MÉTODO PROPOSTO – Unidades Habitacionais Autônomas


MÉTODO PROPOSTO – Mo7vações, vantagens e premissas
§  Indicador de desempenho de fácil entendimento e comparação: kWh/ano
§  Informação relacionada ao conforto térmico do usuário: % horas ocupadas em conforto térmico

§  Representação do consumo de edificações condicionadas arMficialmente Aproximação dos


§  Avaliação da eficiência do sistema de aquecimento de água completo resultados com o
§  Maior precisão nos resultados do método simplificado: redes neurais consumo real.

§  Inclusão de geração local de energia no cálculo do consumo de energia elétrica:

MÉTODO PROPOSTO – Unidades Habitacionais Autônomas


Obrigado!