Você está na página 1de 15

Engenharia

Elétrica
Sumário

Introdução 03
O mercado de trabalho 04
O perfil profissional 07
O curso 09
As possibilidades de especialização 10
Onde buscar inspiração? 11
Conclusão 13
Sobre a Universidade Tuiuti do Paraná 14
Introdução
Quase todas as atividades que realizamos dependem de energia
elétrica de alguma forma: assistir sua série favorita online, carregar o
celular, refrigerar os alimentos, entre outras.
O engenheiro eletricista é responsável por todas as etapas referentes
aos sistemas e distribuição de energia elétrica, assegurando sua
funcionalidade e segurança.
Como articulador da inovação tecnológica, o engenheiro eletricista
precisa de uma formação acadêmica ampla, que inclua o
reconhecimento da responsabilidade social associado à profissão.
Neste e-book, você encontrará informações sobre o mercado de
trabalho, perfil profissional, dados sobre o curso, possibilidades de
especialização e dicas de onde buscar inspiração. Vamos lá?

3
O mercado de trabalho
Segundo o Instituto de Pesquisa e Economia Aplicada (IPEA), em um estudo comparativo
entre oferta e demanda por profissionais de engenharia, o Brasil não sofrerá de uma escassez
generalizada de engenheiros, uma vez que os cursos voltaram a atrair alunos.
No entanto, a qualidade dos engenheiros formados não é satisfatória. Notou-se falta de
especialização e déficits em regiões localizadas. O hiato geracional também dificulta a
contratação de profissionais experientes para lidar com projetos e obras. Apesar disso, o
mercado de trabalho para os engenheiros eletricistas vem se mantendo receptivo, seja por
conta da demanda crescente de energia ou pela diversificação de suas fontes primárias de
geração, buscando a redução de custos.
De acordo a Lei 4.950-A, de 1966, o piso salarial 1 do engenheiro eletricista,
independentemente de seu local de atuação, é o seguinte:
• Jornada de 6 horas: 6 salários mínimos.

• Jornada de 7 horas: 7,25 salários mínimos.

• Jornada de 8 horas: 8,5 salários mínimos.

1O piso salarial está vinculado ao valor do salário mínimo vigente.

4
O mercado de trabalho
Quanto às possibilidades de atuação profissional estão:
• Setor público: O engenheiro eletricista pode atuar junto a
concessionárias de energia elétrica, em indústrias estatais e na
construção civil, bem como agências governamentais relacionadas;
• Setor privado: O profissional pode atuar como consultor para
construtoras, escritórios de arquitetura e empresas no geral. Pode
atuar também como autônomo, gerenciando seu próprio escritório
de engenharia.
• Docência: É possível ainda dedicar-se ao âmbito acadêmico por
meio da pesquisa ou docência, incluindo a idealização de projetos
que possam ser aproveitados pelo setor público e privado.


5
O mercado de trabalho
Uma das tendências para o setor de Engenharia Elétrica é o carro voador. Os veículos serão
elétricos, conduzidos por um piloto e com baixa emissão de ruídos e gases poluentes.
Outro setor em expansão é o da microeletrônica. Entre suas possibilidades de uso, permitirá a
criação de tecnologias para detectar doenças em seus estágios iniciais, como é o caso da
pesquisadora brasileira que criou uma tecnologia para detectar HIV uma semana após a infecção.
As tecnologias de automação também serão tendência, uma vez que permitem viabilizar boa
parte das criações oriundas da Internet das Coisas.
Aproveite os recursos que a universidade oferece, invista no aprendizado de idiomas e
desenvolva sua habilidade de trabalhar em equipe!
Vale lembrar que para exercer a profissão, além do diploma de ensino superior, o engenheiro
precisa obter um registro no CREA (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia).

6
O perfil profissional
O engenheiro eletricista deve ser uma pessoa entusiasmada pelo estudo de temas ligados às
ciências exatas e tecnologias, em suas mais variadas formas. Ser curioso e capaz de solucionar
problemas de maneira eficiente é igualmente importante.
O desafio do engenheiro eletricista é usar as novas formas de geração de energia de maneira
inteligente e em benefício da sociedade, isto é, reduzir os desperdícios no processo de distribuição e
aumentar sua eficiência.
Isto exige que o profissional atualize-se continuamente, seja pesquisando sobre as novas formas de
energia, como melhorar as questões relacionadas à energia elétrica ou aventurando-se em aspectos
mais inventivos.
O engenheiro eletricista pode atuar desde o setor de telecomunicações, hardware e programação,
até eletrotécnica e automação.
As fontes de energias renováveis são a aposta para os próximos anos. O Oriente Médio, por exemplo,
investiu US$ 8,7 bilhões no setor. É um investimento muito expressivo para ser ignorado, não é
mesmo?
Em relação à energia solar, a Ásia ainda é a principal produtora, com destaque para a China. Em 2016,
o continente construiu usinas com a capacidade de 50 GW e respondeu por cerca de 70% do
crescimento mundial na produção de energia renovável.

7
O perfil profissional
O Brasil, por sua vez, possui o terceiro maior percentual de fontes renováveis na América do Sul. Isso
aponta para um mercado de trabalho aquecido, favorável para a recepção de profissionais
qualificados, que possam exercer atividades em setores específicos relacionados à energia.
Para Carina Guzowski, professora do Departamento de Economia da Universidad Nacional del Sur da
Argentina, “As energias renováveis representam uma oportunidade para a integração energética dos
países latino-americanos porque podemos aproveitar as complementaridades dos nossos sistemas
energéticos e importar regionalmente e exportar energia proveniente de fontes intermitentes”.
Ao diversificar a matriz de energia, os engenheiros eletricistas podem promover o desenvolvimento
econômico local, estimulando investimentos em lugares que antes seriam ignorados.
Nesse aspecto, é fundamental que o profissional seja capaz de executar sua habilidade específica e
conciliá-la com o desenvolvimento social. Afinal, assim como outras áreas, a Engenharia Elétrica
exige profissionais conscientes de seus papéis como agentes transformadores da realidade. Isto
demanda comprometimento ético e zelo pelo desenvolvimento humano.
Na Universidade Tuiuti do Paraná, o aluno tem sua formação orientada por um viés humanista, que o
nutre com as competências técnicas necessárias, sem colocar de lado a interação com a natureza e
outros indivíduos.
Que tal conhecer mais sobre o curso?

8
O curso
O curso de Engenharia Elétrica tem duração construção estão: crise no comércio local,
de 10 semestres. Ideal para quem precisa escassez de peixes para a população
trabalhar durante o dia, o curso é oferecido ribeirinha, aumento da violência na cidade de
apenas no período noturno. Altamira, contaminação da água devido ao
aumento do nível do lençol freático etc.
O valor das mensalidade têm desconto de
pontualidade para pagamento até o dia 03 de Outro exemplo é a Usina Hidrelétrica de
cada mês, um benefício e tanto para quem Balbina, no rio Uatumã, no estado do
quer manter a independência financeira. Amazonas. Em função das alterações
Ta m b é m é p o s s í v e l u s a r c r é d i t o s e hidrológicas causadas pela usina, as áreas de
financiamentos universitários, além de bolsas igapós localizadas até 100 quilômetros depois
de estudo. Acesse o nosso site para maiores da barragem foram devastadas, e suas árvores
informações e para consultar os valores. continuam morrendo.
A matriz curricular enfatiza as competências Isso basta para elucidar o impacto
técnicas, como o domínio da eletricidade em socioeconômico da engenharia em uma
suas diversas formas; os desafios técnicos, comunidade, bem como a importância da
como o processo de distribuição; e o aspecto responsabilidade ambiental dos envolvidos
humano e ambiental envolvido no impacto nesses projetos.
social causado pela presença ou ausência de
energia elétrica. Ao longo da graduação, o estudante poderá
contar com um corpo docente especializado e
Pense, por exemplo, no caso da Usina laboratórios modernos para praticar o
Hidrelétrica de Belo Monte, localizada no rio conteúdo aprendido em classe, como o de
Xingu, no Pará. Entre os impactos econômicos, Circuitos Elétricos e Eletrônica e o de
sociais e ambientais atribuídos à sua Conversão de Energia.

9
As possibilidades de
especialização
O engenheiro eletricista deve buscar Linguagens, Distúrbios da Comunicação,
continuamente por possibilidades de Educação e Psicologia.
especialização. Além de uma vantagem
competitiva no mercado de trabalho, Cada um deles apresenta diferentes
aprimorar-se profissionalmente é uma linhas de pesquisa, estrutura curricular e
questão de responsabilidade social. processo seletivo. Acesse nosso site para
conferir as áreas de concentração.
Na Universidade Tuiuti do Paraná, o
engenheiro eletricista conta com uma Quer mais uma boa notícia? Ex-alunos
  possibilidade de especialização: formados na Universidade Tuiuti do
Engenharia de Segurança do Trabalho. Paraná têm desconto de 10% em cada
Curso com   duração de 24 meses, parcela até o vencimento (exceto a
ministrado no Campus Barigui. primeira que é referente à matrícula).

Para aqueles que se interessam por Aproveite as facilidades para dar


especializações em áreas correlatas, a continuidade aos seus estudos,
instituição oferece, MBA em Inovação e fomentando seu pensamento crítico e
Criatividade e MBA em Logística e Gestão desenvolvimento científico, através das
de Supply Chain, todos ministrados no práticas acadêmicas.
Campus Barigui e com duração de 18 Pondere as alternativas e opte por aquela
meses. que mais se adequada às suas ambições.
Já está de olho no mestrado e Independente de sua escolha, uma
doutorado? O programa é dividido em especialização representa uma vantagem
quatro grandes grupos: Comunicação e competitiva no mercado de trabalho.
10
z
Onde buscar inspiração
Ser engenheiro eletricista exige muita seriedade discussões sobre as mais diversas engenharias,
e disciplina em sua atuação profissional, mas h á e nt rev i s t a s e d e b a te s s o b re te m a s
também é preciso relaxar um pouco e importantes.
recarregar suas próprias baterias. A Universidade
Tuiuti do Paraná selecionou algumas dicas de Site
onde buscar inspiração. Veja só!
Enge-Tips
Federação Brasileira de Associações de É um fórum on-line, em inglês, onde você pode
Engenheiros, Agrônomos e Arquitetos fazer perguntas, debater e esclarecer dúvidas
(FEBRAE) sobre engenharia. O site é separado por seções,
como Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica,
A FEBRAE é um importante instrumento de Engenharia Automotiva, entre outras.
comunicação para os profissionais na área. O site
da instituição contém dados importantes sobre a Filme: Adeus, Lênin (2003)
legislação profissional, além de ser atualizado
regularmente com notícias e eventos. Este filme o deixará surpreso com a dimensão
do impacto que a Engenharia tem em nossas
Podcast vidas. Dirigido por Wolfgang Becker, o longa
metragem narra a história de um jovem, em
EngeCast meio à queda do Muro de Berlim, que tenta
É um podcast de Engenharia, que aborda temas esconder da mãe socialista, as modificações
de diversas especialidades da área. Além de geradas pela instauração do sistema capitalista
na Alemanha Oriental.
11
z
Onde buscar inspiração
Steve Wozniak Aplicativo
Se você está em busca de uma inspiração Engineering Unit Converter & Autodesk
mais pessoal, procure por Steve Wozniak. ForceEffect
Mais conhecido como co-fundador da Apple,
ele também é engenheiro eletricista e Para engenheiros eletricistas, a precisão é
cientista da computação. Ele foi responsável extremamente importante. E se você pudesse
por revolucionar o uso dos computadores, resolver isso com apenas alguns cliques?
tornando-os acessíveis para as pessoas. Essa é a proposta do aplicativo Engineering
Unit Converter! Disponível para Android, é
TED Talks: possível fazer conversão de unidades de
diversos tipos medidas para os principais
Erick Giller sistemas de unidades.
Eric Giler lidera a WiTricity, uma startup com O Autodesk ForceEffect é um aplicativo
um produto direto da ficção científica: destinado ao uso profissional. No entanto, é
eletricidade sem fio, transmitida de uma muito útil para ajudar os estudantes de
estação base para seus dispositivos elétricos. Engenharia Elétrica, já que possibilita o
Nesta vídeo, ele aborda como nossas vidas desenho de estruturas à mão livre, cargas
podem ser com a ajuda dessa inovação. pontuais e distribuídas, etc.

12
Conclusão
O curso de Engenharia Elétrica não é fácil; em contrapartida, é um dos mais
reconhecidos pelo mercado de trabalho.
Ao longo dos cinco anos de graduação, o aluno desenvolverá suas competências
técnicas, sendo sempre desafiado a pensar de maneira inteligente os desafios que
virá a enfrentar no mundo real, sem perder a coerência com aspectos sociais e
ambientais inerentes à profissão.
Graças a uma matriz curricular sólida e atenta às novidades do mercado de trabalho,
os egressos qualificam-se para as mais diversas áreas de atuações possíveis para um
engenheiro eletricista.
Há ainda possibilidades de especialização, conferindo uma vantagem competitiva
àqueles que decidirem continuar com seus estudos na instituição.
Nós, da Universidade Tuiuti do Paraná, esperamos que este e-book tenha sido útil
para você. Estamos à disposição para atendê-lo e sanar suas eventuais dúvidas. O
relacionamento é o nosso principal diferencial.
Venha e seja muito bem-vindo!

13
Sobre a
Universidade Tuiuti
do Paraná
A Universidade Tuiuti do Paraná conta com 60 anos de
experiência em Ensino Superior de qualidade, formando
alunos nas mais diversas áreas de conhecimento.

Hoje, contamos com 28 cursos entre bacharelados e


licenciaturas e mais 11 cursos superiores de tecnologia,
oferecendo aos alunos uma infraestrutura de excelência.
Faça-nos uma visita!

14
www.utp.edu.br

Rua Sydnei Antonio Rangel Santos, 238 - Santo Inácio, Curitiba - PR, 82010-330

(41) 3331-7700