Você está na página 1de 10

Radiometria e Princípios de Sensoriamento

Remoto Hiperespectral

- Porto Alegre, Outubro de 2006 -

Lênio Soares Galvão


Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
Divisão de Sensoriamento Remoto (DSR)
São José dos Campos (SP)
E-Mail: lenio@dsr.inpe.br

Lênio Soares Galvão

Radiometria e Princípios de Sensoriamento


Remoto Hiperespectral
Principais Tópicos
 Sensoriamento Remoto e Conceitos Radiométricos;
 Imagens e Espectros;
 Sensoriamento Remoto Hiperespectral;
 Propriedades Espectrais da Vegetação;
 Propriedades Espectrais dos Solos;
 Propriedades Espectrais de Minerais e Rochas;
 Propriedades Espectrais da Água;
 Técnicas de Análise Espectral.

Lênio Soares Galvão

1
Sensoriamento Remoto e Conceitos
Radiométricos

Lênio Soares Galvão

O que é Sensoriamento Remoto?

 É uma ferramenta ou atividade científica que usa sensores distantes de um


objeto (ou área) para medir a quantidade de radiação eletromagnética refletida
ou emitida pelo mesmo e possibilitar a extração de informação.
Lênio Soares Galvão

2
Espectro Eletromagnética: O Fóton e Quantidades
Radiométricas

 Dualidade Onda-Partícula;
 A relação entre o comprimento de onda (λ) e a freqüência (v) da radiação
eletromagnética é dada por: (1) c = λ/v; (2) v = c/λ ou (3) λ = c/v onde c é a
velocidade da luz;

Lênio Soares Galvão

 Embora muitas características da radiação eletromagnética possam ser mais


facilmente descritas pela teoria ondulatória, a teoria corpuscular explica melhor
como a radiação interage com a matéria;
 Segundo esta teoria, a radiação eletromagnética é composta de unidades discretas
chamadas fótons. A energia de um fóton (Q, Joules) é dada por: Q = hv onde h =
constante de Planck (6.626 x 10-34 Js) e v = freqüência;
 A relação entre ambos os modelos (ondas e partículas) é dada por:
Q = hc/λ

Lênio Soares Galvão

3
 Em sensoriamento remoto, é comum caracterizar ondas eletromagnéticas
pela sua posição em comprimento de onda no espectro eletromagnético;

Lênio Soares Galvão

O Que Medimos ?

Lênio Soares Galvão

4
(1) Energia Radiante (Q): Q = hv = hc/λ (Joules);
(2) Fluxo Radiante (Φ): fluxo de energia radiante (Q) por unidade de
tempo (Joules/s = Watt);
(3) Densidade do Fluxo Radiante (M ou E): é o fluxo radiante (Φ) por
unidade de área (Φ/m2 = Wm-2), podendo ser de dois tipos. Na
exitância (M), o fluxo radiante deixa a superfície. Na irradiância (E), o
fluxo radiante atinge a superfície.

Fonte: Roberts (2005)

Lênio Soares Galvão

 A irradiância varia com a distância entre a superfície e o observador;

(a) Irradiância de uma lâmpada de 100W com 10m de raio:


E = 100W/4Π(10m)2 = 100W/1256,6m2 = 0,0756W m-2

(b) Irradiância de uma lâmpada de 100W com 1m de raio:


E = 100W/4Π(1m)2 = 100W/12,566m2 = 7,56W m-2

 Como a distância Sol-Terra varia sazonalmente, a irradiância


também varia ao longo do ano;

Lênio Soares Galvão

5
(4) Intensidade Radiante (I): é o fluxo radiante por unidade de ângulo
sólido (Φ/Ω; Wsr-1). Não varia com a distância.

Fonte: Roberts (2005)

Lênio Soares Galvão

(5) Radiância (L): é a medida radiométrica mais precisa em sensoriamento remoto. É o


fluxo radiante por unidade de ângulo sólido e área (Wm-2sr-1). Não depende da
distância ou do campo de visada.

Φλ

Fonte: Lillesand e Kiefer (1997)

Lênio Soares Galvão

6
FOV = Field of View;
GIFOV = H . IFOV IFOV = Instantaneous Field of View;
H é a altura do sensor. GIFOV =Ground Instantaneous Field of View.

Sensor Imageador ideal:

(1) alta resolução espectral;


(2) alta resolução espacial;
(3) alta resolução temporal;
(4) alta resolução radiométrica.

Como fazer? Viabilidade?

Fonte: Roberts (2005)

Lênio Soares Galvão

Fonte: Roberts (2005)

Lênio Soares Galvão

7
Radiometria

 Radiometria é a medida da radiação óptica. A partir das medidas de irradiância e


radiância, pode-se obter a reflectância (ρ).
 Em laboratório/campo, costuma-se usar um padrão de referência de reflectância
conhecida.
 Em imagens, é preciso remover a influência dos efeitos atmosféricos para converter
dados de radiância em reflectância de superfície.

ρ = Lsup/E

Lênio Soares Galvão

Amostrando o Espectro Eletromagnético


 Sensoriamento remoto também pode ser considerado um
processo de amostragem do espectro eletromagnético;

Lênio Soares Galvão

8
 A amostragem pode ser feita por sensores com quantidade
diferente de bandas com posicionamentos e largura
distintos.
.

SPOT 3/HRV (3 channels)

Landsat 5/MSS (4 channels)

Landsat 5/TM (6 channels)


.
EOS/ASTER (9 channels) . .

AVIRIS (224 channels)


Laboratory (800 channels)

400 800 1200 1600 2000 2400


Wavelength (nm)

Lênio Soares Galvão

Lênio Soares Galvão

9
 Quanto maior for o número de bandas estreitas, melhor será a
.
caracterização das propriedades espectrais dos materiais;

Sensor

HRV

Reflectance
TM
ASTER
AVIRIS
. .
LABORATORY

400 900 1400 1900 2400


Wavelength (nm)

. Lênio Soares Galvão

10