Você está na página 1de 15

You are free: to copy, distribute and transmit the work; to adapt the work.

You must attribute the work in the manner specified by the author or licensor

ANÁLISE DA QUALIDADE DA ÁGUA NOS RIOS TOCANTINS E CACAU NO


TRECHO DA CONSTRUÇÃO DA PONTE DA AMIZADE

Josélia Calixto Leitão Borsatto1; Marcos Vinicius Borsatto2; José Fábio França Orlando3;
Marcelo Francisco da Silva4; Dany Geraldo Kramer Cavalcanti e Silva5

RESUMO

A ponte sobre o rio Tocantins reduz em 160 quilômetros o escoamento da produção do Estado do Tocantins até o
Porto de Itaqui, em São Luís e liga Imperatriz à cidade de São Miguel (TO). Também chamada de Ponte da
Amizade, ela garantirá uma redução dos custos de locomoção dos pedestres e transporte de cargas entre
Imperatriz e as cidades vizinhas do Tocantins, dinamizando a economia nas regiões Sul do Maranhão e Norte do
Tocantins. O presente estudo objetivou analisar os processos de contaminação dos rios Tocantins e Cacau, a fim
de minimizar os impactos decorrentes da obra de construção da ponte sobre o rio Tocantins. Através das análises
físico-químicas, bacteriológicas e fitoplanctônicas realizadas, nos meses de julho e outubro de 2007, e janeiro de
2008, não se observou alterações significativas em seus valores por conta do empreendimento em estudo.
Palavras-chave: monitoramento; água. rio Tocantins; rio Cacau.

ANALYSIS OF WATER QUALITY IN THE CACAU AND TOCANTINS RIVERS IN THE PORTION
OF THE CONSTRUCTION OF “PONTE DA AMIZADE”

ABSTRACT
The bridge over the river Tocantins reduces 160 km the flow of production in the state of Tocantins to the Port of
Itaqui in São Luís (MA) and connects the cities of Imperatriz (MA) and São Miguel (TO). Also called Friendship
Bridge, it will ensure a lower cost of walking locomotion and carrying loads between the Imperatriz (MA) and
the neighboring cities of Tocantins, stimulating the economy in the South of Maranhão and north of Tocantins.
This study aimed to analyze the processes of contamination of rivers Tocantins and Cacau in order to minimize
the impacts arising from the work of building the bridge over the river Tocantins.
Through physical-chemical, bacteriological and phytoplankton held in July and October 2007 and January 2008,
there was no significant change in their securities on behalf of the enterprise under study.
Keywords: monitoring; water; Tocantins river; Cacau river.

Trabalho recebido em 23/02/2010 e aceito para publicação em 12/06/2010.

1
Bióloga, especialista em Gestão Ambiental. Curso de Especialização – FAMA – Imperatriz / MA. e-mail:
joseliabio@yahoo.com.br
2
Engenheiro Civil, especialista em Gestão Ambiental. Curso de Especialização – FAMA – Imperatriz / MA. e-mail:
marcos.borsatto@yahoo.com.br
3
Professor da UEMA. e-mail: fabioorlanda@yahoo.com.br
4
Prof. MSc da UEMA. e-mail: marxico@yahoo.com.br
5
Professor da UFRN – FACISA. Santa Cruz-RN. Doutorando do Programa de pós-graduação em Engenharia Mecânica –
UFRN. e-mail: dgkes@yahoo.com.br

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 164

1. INTRODUÇÃO de Instalação n° 385/2006, concedida pelo


IBAMA. Por se tratar de uma grande obra,
As garantias de fonte de água há os impactos ambientais inerentes ao
adequada ao consumo humano e produção empreendimentos, podendo levar a
de alimentos vem sendo mitigados pelo alterações das propriedades físicas,
crescimento da população mundial, às altas químicas e biológicas do ambiente local
taxas de consumo de água, ao modelo de (CARVALHO et al, 2007), podendo não
desenvolvimento adotado e à só afetar a biota como impactar áreas
contaminação dos recursos hídricos pelas sociais, econômicas e de saúde na
ações antrópicas (GIRÃO et al, 2007). população local.
Dentre as ações consideradas de Assim, faz-se necessário o
riscos aos corpos d´água, citam-se: levantamento de dados sobre o tema, dado
desmatamento de matas ciliares, descarte a importância do Rio Tocantins e seus
de resíduos, despejo de esgoto (doméstico afluentes para a economia e ecologia da
e industrial), ocupação desordenada de região, que compreende os Estados do
áreas próximas, atividades comerciais e Maranhão, Tocantins e Pará. Para tanto, o
industriais e empreendimentos (pontes e presente estudo objetivou identificar a
usinas), em diversas regiões do país qualidade da água do rio Tocantins e
(CARVALHO et al, 2007). Cacau no trecho de construção da ponte da
No Estado Maranhão e Tocantins, Amizade, entre o Estado do Tocantins e
esses processos podem ser observados, Maranhão.
com variação por grupo regional para os
diversos fatores de riscos, como atividades
2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
industriais, agropecuárias e construções de
O município de Imperatriz, situado
empreendimentos que buscam fomentar o
em microrregião homônima e mesorregião
desenvolvimento regional (CARVALHO
Oeste maranhense, se distancia da capital,
et al, 2007).
São Luís, cerca de 650 km, e o município
Um desses empreendimentos foi
de São Miguel do Tocantins, na
iniciado em 2006, pelo Governo do Estado
microrregião Bico do Papagaio e
do Maranhão, a Obra da Travessia sobre o
mesorregião Ocidental do Tocantins, está a
Rio Tocantins, com extensão total de
cerca de 520 km de Palmas, capital
1.020m e ponte sobre o Rio Cacau, com
extensão total de 45 m, segundo Licença

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 165

tocantinense (CAVALCANTI e SILVA & período de chuvas. As cheias desabrigam


SOUSA, 2006). os moradores próximos as suas margens
O rio Tocantins é formado a partir transportando endemias, as quais o
dos rios Almas e Maranhão, cujas estabelecimento e proliferação são
nascentes situam-se na região central do favorecidos pelas atuais condições do
País, no interior do Distrito Federal, no riacho (CONSPLAN, 2005).
Planalto de Goiás, e percorre cerca de Boa parte das regiões brasileiras,
2.400 km até a sua foz, na baía de Marajó, excetuando-se o semi-árido nordestino,
próxima a Belém do Pará (VELOSO et al, possuem disponibilidades de água em
2004). quantidades suficientes para as atividades
O Riacho Cacau possui suas industriais, irrigação e para o
nascentes fora do município de Imperatriz, abastecimento doméstico. Entretanto, a
apresentando desenho irregular, com ausência de saneamento e o lançamento de
muitas contribuições e pequenos braços e efluentes domésticos e industriais, sem
ramificações. Localizado na parte sul do qualquer tratamento, na grande maioria dos
município, separando fisicamente a parte corpos de água, resultam em extensa
urbana da parte rural, nota-se um acelerado degradação da qualidade destas águas,
processo de ocupação humana ao longo de definindo um quadro paradoxal de escassez
suas margens. Realiza um percurso (RAMOS et al, 2006).
tranqüilo sem muitas perturbações por um O monitoramento da qualidade das
local de área ainda verde, num desenho águas é um dos mais importantes
sinuoso com formações de pequenas ilhas instrumentos da gestão ambiental. Ele
e áreas alagadas até finalmente desembocar consiste, basicamente, no
nas Coordenadas (5º 33’ 56,9’’ S e 47º 28’ acompanhamento sistemático dos aspectos
46,9’’ W), a altura da praia do Cacau do qualitativos das águas, visando à produção
Rio Tocantins, segundo (RIOS, 2005; de informações e é destinado à
VELOSO et al, 2004). comunidade científica, ao público em geral
Atualmente o rio Cacau transporta e, principalmente, às diversas instâncias
pelo seu leito uma vazão que é constituída decisórias (RAMOS et al, 2006;
em grande parte por lixos, dejetos que CARVALHO et al, 2007).
poluem e assoreiam sua calha, propiciando Nesse sentido, o monitoramento é
baixas velocidades com conseqüências um dos fatores determinantes no processo
diversas, provocando enchentes, como as de gestão ambiental, uma vez que propicia
que normalmente ocorrem todo ano no uma percepção sistemática e integrada da

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 166

realidade ambiental (RAMOS et al, 2006; padrões preconizados pela legislação


CARVALHO et al, 2007). (BRASIL, 2005).
De acordo com a Lei Federal n° A nível biológico exemplifica-se a
6938, de 1981, que dispõe sobre a Política comunidade fitoplanctônica (principal
Nacional do Meio Ambiente e introduz a componente do primeiro nível trófico), o
Avaliação de Impactos Ambientais (AIA) dos produtores primários, e, portanto,
como uma das ferramentas para gestão e forma a base das cadeias alimentares que
proteção ambiental (Brasil, 1981). Em mantêm os recursos pesqueiros
1986, o Conselho Nacional do Meio (VAILELA, 1991), que podem ser
Ambiente (CONAMA) regulamentou a avaliados, quanto a impactos sobre os
AIA, por meio da Resolução nº 01, recursos hídricos. Estes produtores
especificando estudos de impactos primários, podem ser avaliados quanto a
ambientais prévios à implantação de obras sua diversidade de espécies, que indica o
com potencial de impactar o ambiente grau de estabilidade e complexidade do
(BRASIL, 1986). ambiente (MAKOTO & TSUTOMU,
No que se refere ao 1999).
empreendimento da Ponte da Amizade, A avaliação da produção primária
sobre o rio Tocantins, ligando os Estados acrescida de parâmetros físico-químicos
do Maranhão e Tocantins, um estudo dos sistemas aquáticos, não só permitem
realizado pela Consplan (2005) apontaram caracterização destes, como também
que sua construção, poderia causar avaliar sua capacidade de recarga e uso
impactos ao meio ambiente, sendo sustentável dos recursos vivos,
principalmente decorrentes da alteração principalmente naqueles que sofrem
das propriedades físico-químicas das águas extrativismo ou eutrofização artificial e
pela atividade de revolvimento do leito, natural (SCHAFFER, 1985).
bem como aplicação de produtos de Os ecossistemas aquáticos
construção (agregados, argamassa, incorporam, ao longo do tempo,
impermeabilizantes) impactando desta substâncias provenientes de causas
forma a fauna e a flora adjacentes. naturais, em concentrações raramente
Para se determinar o nível deste elevadas que, no entanto, podem afetar o
impacto, faz-se necessário a utilização de comportamento químico da água e seus
parâmetros de natureza química, física e usos mais relevantes. Entretanto, as
biológica, que devem ser comparados aos substâncias produzidas por ações
antrópicas, podem resultar em sérios

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 167

problemas a este recurso, que demandam


investigações e investimentos para sua 3. MATERIAIS E MÉTODOS
recuperação (CALIJURI, 1998). 3.1 Pontos de Coletas de Amostras
Os aspectos mais graves dos As escolhas dos pontos de
poluentes referem-se às substâncias amostragem e dos parâmetros a serem
potencialmente tóxicas, oriundas de analisados foram feitas em função do
processos industriais. Por outro lado, corpo d'água, de seu uso benéfico, da
atualmente, observam-se, ainda, a localização das atividades de construção da
presença, em ambientes eutrofizados, ricos ponte que possam influenciar na sua
em matéria orgânica, de microalgas qualidade, e da natureza das cargas
capazes de produzir toxinas com poluidoras, tais como: despejos industriais,
características neurotóxicas e esgotos domésticos, águas de drenagem
hepatotóxicas (CALIJURI, 1998). agrícola e urbana.
De acordo com pesquisas os As estações de coleta sistemática da
documentos, emitidos pelas Prefeituras e água (n=8) foram inseridas, a montante e a
Governo Estadual, a implementação da jusante do local de instalação da ponte
ponte é fundamental para a interligação sobre o rio Tocantins, com distância de
dos municípios de Imperatriz (MA) e São 200 metros da obra e com 3 pontos
Miguel do Tocantins (TO) e não afeta o amostrais (um em cada margem e um no
desenvolvimento das respectivas sedes leito do rio a uma profundidade de 30 cm)
municipais, bem como, complementa o (Figura 1).
sistema rodoviário do Estado do Maranhão No rio Cacau foi selecionado um
interligando as rodovias BR-010 no ponto a montante e outro a jusante do local
Maranhão e TO-126 no Tocantins, rotas por onde vai passar a ponte sobre o mesmo
alternativas para escoamento da produção (Figura 2). As coletas foram realizadas nos
agrícola da região, pois reduz as perdas de meses de julho e outubro de 2007 e janeiro
produção (CONSPLAN, 2005). de 2008, compreendendo o regime de
O estudo permitiu avaliar a vazante e cheia respectivamente,
qualidade das águas e obtenção de dados contemplando, desta forma, a sazonalidade
relevantes para o estabelecimento de da região. A Tabela 1 mostra as
medidas de controle ambiental, visando coordenadas dos pontos amostrados no rio
minimizar os impactos decorrentes do Tocantins e Cacau.
empreendimento na qualidade da água no
local do empreendimento.

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 168

Tabela 01. Pontos amostrados nos rios Tocantins e Cacau. (Out. 2007 e Jan. 2008).
COORDENADAS
PONTO LOCALIZAÇÃO
X Y
T1 J MD Rio Tocantins – jusante – margem direita 224.904 9.385.320
T2 J ME Rio Tocantins – jusante – margem esquerda 224.326 9.385.116
T3 JL Rio Tocantins – jusante – leito 224.484 9.385.522
T4 M MD Rio Tocantins – montante – margem direita 225.091 9.384.864
T5 M ME Rio Tocantins – montante – margem esquerda 224.534 9.384.716
T6 M L Rio Tocantins – montante – leito 224.826 9.384.672
C1 J Rio Cacau – jusante 226.714 9.385.274
C2 M Rio Cacau – montante 226.660 9.385.296

Figura 01. Pontos amostrados no rio Tocantins. Figura 02. Pontos amostrados no rio Cacau.

3.2 Métodos de coleta e análise das utilizando-se o oxímetro modelo SL 510 da


amostras Alfa tecnoquímica. Nas determinações de
As amostras de água dos corpos pH foi utilizado o pHmetro modelo AT300
hídricos analisadas foram coletadas Master e para condutividade elétrica
diretamente em frascos de polietileno utilizou-se o condutivímetro digital portátil
através da imersão dos mesmo a 30 modelo CDR-870, ambos da empresa Alfa
centímetros abaixo da superfície da lâmina tecnoquímica, com procedimentos
d’água. As amostras foram trazidas realizados sob orientação dos respectivos
diretamente para o laboratório onde foram manuais.
preservadas sob refrigeração (APHA, As determinações físico-químicas
1985). efetuadas no laboratório feitas em
Em campo foram determinadas as triplicatas foram: turbidez, nitrato, nitrito,
temperaturas da água e oxigênio dissolvido nitrogênio amoniacal, fosfato,

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 169

hidrocarbonetos totais, sólidos em amoniacal, nitrito e nitrato. A amônia


suspensão, cloreto, Demanda Bioquímica (nitrogênio amoniacal) pode estar presente
de Oxigênio (DBO) e Demanda Química naturalmente em águas superficiais, em
de Oxigênio (DQO). Os procedimentos geral em baixas concentrações, devido à
analíticos adotados seguiram o Standard sua fácil adsorção por partículas do solo ou
Methods (APHA, 1985). à oxidação a nitrito e nitrato (ALABURDA
Para os ensaios microbiológicos & NISHIHARA, 1998).
foram coletados em frascos estéreis, não Contudo, o nitrogênio amoniacal
tóxicos de vidro e mantidas sob pode ter sua concentração elevada como
refrigeração até o momento das análises. resultado da poluição, podendo ser
Para análise utilizou-se as Técnicas de convertido em nitrato. Da mesma forma,
Tubos Múltiplos (NMP), para este, é encontrado com baixos teores,
determinação de coliformes totais (CT) e podendo ser convertido a nitrito pelas
coliformes fecais (CF) (APHA, 1985). reações químicas do meio. O consumo de
As amostras para análise qualitativa águas de abastecimento contaminadas por
de fitoplâncton foram coletadas pela nitrato pode induzir à metemoglobinemia,
filtragem de 30 litros de água em rede de especialmente em crianças, e a formação
plâncton cônica de 40 µm, em seguida potencial de nitrosaminas e nitrosamidas
fixadas em campo em solução de formol a carcinogênicas. O nitrito por sua vez, tem
4% e levadas ao laboratório para analise um efeito mais rápido e pronunciado do
sob microscopia óptica. A identificação que o nitrato. Se o nitrito for ingerido
taxonômica foi realizada com auxílio de diretamente, pode ocasionar
bibliografias especializadas nacionais e metemoglobinemia independente da faixa
estrangeiras, de acordo com Silva-Cunha etária do consumidor (ALABURDA &
& Eskinalzi-Leça (1990), Tomas (1997), NISHIHARA, 1998).
Cupp (1943) e Komarék & Anagostinidis, Os níveis de compostos
1989). nitrogenados foram avaliados nos pontos
supracitados, no mês de julho e outubro de
4. RESULTADOS E DISCUSSÕES 2007 os valores de nitrito para o rio Cacau
4.1 Parâmetros físicos e químicos apresentaram valores acima de 1,0 mg/L.
Diversas substâncias podem Sendo que apenas no mês de julho de 2007
constituir risco para saúde humana, dentre foram determinadas concentrações
eles estão os compostos nitrogenados no elevadas de Nitrogênio Amoniacal para
diferentes estados de oxidação: nitrogênio todos os pontos analisados nos rios

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 170

Tocantins e Cacau, com valores acima de se dentro dos valores recomendados pela
2.0 mg/L. Já os níveis de nitrato mostram- legislação (Tabela 2).

Tabela 2: Níveis de compostos nitrogenados.


PARÂMETRO VALOR DE RIO TOCANTINS RIO CACAU
REFERÊNCIA MÉDIA MÉDIA JUSANTE MONTANTE
MONTANTE JUSANTE
NITRITO 1,0mg/L 0,890 0,600 2,620 2,500
NITRATO 10mg/L 1,007 1,277 3,780 3,240
NITROGÊNIO 1,0/2,0 mg/L 3,430 3,103 86,140 86,140
AMONIACAL

Os despejos domésticos, industriais determinadas formas de vida aquáticas


e fertilizantes químicos contribuem para (Valente et al, 1997).
disponibilidade de elementos inorgânicos, Neste contexto, o nível de fosfato
como compostos nitrogenados e fosfatos. total e pH tornam-se parâmetros
Estes contibuem para a eutrofização de importantes na avaliação da qualidade da
corpos d´água ou seja o crescimento água. O primeiro elemento, Fosfato total,
exagerado de organismos autotróficos, nos pontos C1 e C2 do rio Cacau,
particularmente algas plantônicas mostraram-se aumentadas nos meses de
(fitoplâncton) e ervas aquáticas julho e outubro de 2007. Já as amostras do
(macrófitas) (Valente et al, 1997). rio Tocantins, apresentaram concentrações
Este fenômeno pode causar acima de 0,1mg/L, a jusante e montante,
diversos prejuízos, tais como liberação de no mesmo período. De acordo com o pH,
toxinas, alteração da acidez da água (pH), que para todos os pontos do mês de julho
pois consome gás carbônico pela absorção de 2007, apresentaram valores entre 7,5 e
fotossintética (varia do dia para a noite). 8,0 (Tabela 3).
Fatores estes que podem levar a morte de

Tabela 3: Níveis de Fosfato Total e pH.


PARÂMETRO VALOR DE RIO TOCANTINS RIO CACAU
REFERÊNCIA MÉDIA MÉDIA JUSANTE MONTANTE
MONTANTE JUSANTE
FOSFATO 0,1mg/L 0,134 0,356 0,193 0,200
TOTAL
pH 6,0 a 9,0 8,287 8,073 7,840 7,760

A deterioração da qualidade da ambiente encontra-se em processo de


água dentro do rio Cacau indica que o eutrofização, sofrendo descargas

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 171

domésticas que podem conter entre outras oxigênio consumido para oxidar a matéria
substâncias, resíduos de detergentes. Uma orgânica, biodegradável ou não) (Valente
propagação rápida de substâncias et al, 1997).
orgânicas, principalmente de algas, é Visando-se avaliar os níveis de
causada por um aumento destes nutrientes. oxigenação nos rios Tocantins e Cacau
Como resultado, a vida aquática é afetada determinaram-se os níveis de DBO, DQO e
por depleção de oxigênio (Valente et al, oxigênio dissolvido. Para o rio Cacau os
1997). valores encontrados para as análises de
Quando a carga dos esgotos Demanda Bioquímica de Oxigênio – DBO
lançados excede a capacidade de à montante e à jusante para todos os pontos
autodepuração do corpo de água, o rio fica analisados em todos os meses,
sem oxigênio, provocando problemas ultrapassaram os padrões legais de 5 mg/L
estéticos e liberação de odor e impedindo a de oxigênio.
existência de peixes e outros seres As determinações de Oxigênio
aquáticos. Para avaliação destes parâmetro dissolvido, apresentaram valores acima de
utiliza-se como principais indicadores o 5 mg/L de oxigênio apenas nos pontos C2
Oxigênio dissolvido (concentração de de outubro de 2007 e C1 de janeiro de
oxigênio dissolvido na água em mg L-1), 2008. Falhas durante a amostragem podem
Demanda bioquímica de oxigênio justificar estes valores, tendo em vista, a
(determina indiretamente a concentração baixa taxa de fluxo de água neste curso
de matéria orgânica biodegradável através d’água (Tabela 04).
da demanda de oxigênio exercida por
microrganismo) e Demanda química de
oxigênio (baseado na concentração de
Tabela 04: Níveis de demanda de oxigênio.
PARÂMETRO VALOR DE RIO TOCANTINS RIO CACAU
REFERÊNCIA MÉDIA MÉDIA JUSANTE MONTANTE
MONTANTE JUSANTE
DBO 5,0mg/L 2,833 2,863 7,600 7,800
DQO - 6,953 5,620 16,850 12,400
OXIGÊNIO <5,0 mg/L 7,967 7,673 4,670 4,600
DISSOLVIDO

Outros parâmetros físico-químicos de oxigênio dissolvido e condutividade


são utilizados para aferir a qualidade da elétrica do ambiente. Além de auxiliar nas
água, tais como a temperatura e sólidos especificações iônicas que poderiam estar
suspensos, que podem interferir nos níveis sendo liberados compreendendo-se

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 172

processos biológicos e ecológicos da fauna da água e turbidez, observou-se que os


aquática (Carvalho et al 2000). valores encontram-se dentro dos padrões
Na avaliação dos níveis de cloreto, legais vigentes estabelecidos para águas
condutividade elétrica, Hidrocarbonetos doces (Tabela 5).
totais, sólidos em suspensão, temperatura

Tabela 5: Outros parâmetros físico-químicos.


PARÂMETRO VALOR DE RIO TOCANTINS RIO CACAU
REFERÊNCIA MÉDIA MÉDIA JUSANTE MONTANTE
MONTANTE JUSANTE
CLORETO 250,0mg/L 0,062 0,057 0,050 0,090
CONDUTIVIDADE - uS/cm 45,033 47,067 258,000 262,000
ELÉTRICA
HIDROCARBONETOS - mg/L 2,400 4,600 4,500 4,500
TOTAIS
SÓLIDOS - mg/L 0,640 1,200 1,200 1,240
SUSPENSOS
o
TEMPERATURA DA c 28,600 30,033 30,500 30,600
ÁGUA
TURBIDEZ 100,0 NTU 3,957 1,993 6,450 15,340

De um modo geral, a evolução da necessário à permanência de uma balsa no


qualidade da água dos rios Tocantins e leito do rio com maquinário que podem
Cacau obedeceram ao aumento de chuvas gerar resíduos, como óleos e graxas. Por
na região, pelo fato de que estes dados esse motivo, realizou-se o
foram obtidos no período de transição na acompanhamento constante dessa atividade
sazonalidade da região. Segundo dados do com a finalidade de evitar vazamentos,
INMET (Instituto Nacional de além da manutenção dos barcos que
Meteorologia), as precipitações servem para transportar pessoas e
acumuladas mensais nos meses de julho e equipamentos. Através das análises
outubro de 2007 e janeiro de 2008, para as realizadas de Hidrocarbonetos Totais,
chuvas no município de Imperatriz, foram pode-se observar que não há alteração nos
de 5, 20 e 205 mm, respectivamente. valores encontrados nos pontos coletados.
Considerados como os meses de estiagem,
final de estiagem e período chuvoso, pela 4.2 Parâmetros microbiológicos
ordem. As fontes de contaminação
Neste período de coleta, a antropogênica em águas são em geral
construção da ponte sobre o rio Tocantins diretamente associadas a despejos
estava em fase de fundação em estaca domésticos, industriais e ao chorume
escavada no leito do rio, onde se fez oriundo dos resíduos sólidos, que

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 173

contaminam os corpos d´água com tendo como principal representante a


microorganismos patogênicos (Freitas et Escherichia coli, presente nas fezes
al, 2001). humanas e animais (Almeida, et al, 2004).
Nos países em desenvolvimento, Com base nessa referência, buscou-
em virtude das precárias condições de se avaliar não só os níveis de Coliformes
saneamento e da má qualidade das águas, Totais, mas também as Bactérias
as doenças diarréicas de veiculação Heterotróficas. Sendo observado, níveis
hídrica, como, por exemplo, febre tifóide, dentro dos padrões estabelecidos nas
cólera, salmonelose, shigelose, têm sido coletas realizadas no rio Tocantins. Já as
responsáveis por vários surtos epidêmicos análises desenvolvidas no rio Cacau,
e pelas elevadas taxas de mortalidade apresentaram níveis de Coliformes Totais,
infantil, relacionadas à água de consumo Escherichia coli e Bactérias Heterotróficas
hum (Freitas et al, 2001). alterados (ausência total em 100 ml para
Mundialmente, utiliza-se para consumo direto) em todos os pontos de
análise microbiológicas de águas, as coleta (Tabela 6).
Bactérias do grupo dos coliformes fecais,
Tabela 6 – Análises microbiológicas dos pontos amostrais nos Rios Tocantins e Cacau.
RIO TOCANTINS RIO CACAU
VALOR DE
PARÂMETRO MÉDIA MÉDIA
REFERÊNCIA JUSANTE MONTANTE
MONTANTE JUSANTE
COLIFORMES
NMP/100ml 20,67 18,67 2.400 2.400
TOTAIS
COLIFORMES
NMP/100ml 4,67 4,67 1.100 460
FECAIS
.
Os níveis do rio Cacau dos produtores primários, e, portanto,
provavelmente são decorrentes dos de forma a base das cadeias alimentares que
efluentes que não são tratados, em especial mantêm os recursos pesqueiros em
de origem domésticas, pela ocupação ambientes destinados a recreação permite
desordenada ao longo de seu percurso no estabelecer formas de manejo destes
município de Imperatriz, tornando suas sistemas, evitando possíveis problemas a
águas inapropriadas para diversos usos saúde humana, (Vailela, 1991), que podem
humanos. ser avaliados, quanto a impactos sobre os
recursos hídricos. Estes produtores
4.3 Parâmetros biológicos – Fitoplâncton primários, podem ser avaliados quanto a
A avaliação da qualidade de água e sua diversidade de espécies, que indica o
da comunidade fitoplanctônica (principal
componente do primeiro nível trófico), o

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 174

grau de estabilidade e complexidade do maior diversidade de espécies a jusante da


ambiente (Makoto & Tsutomu, 1999). obra no rio Tocantins o que pode ser
Na avaliação das algas explicado pela disponibilização de
fitoplanctônicas encontradas, os grupos nutrientes armazenados no sedimento
predominantes foram os pertencentes à durante a execução das fundações da obra.
Divisões Bacillariophyta, Chlorophyta e Os pontos de coleta no rio Cacau não
Cianophyta (Figura 3 e 4). apresentaram diferenças significantes
A comparação entre os pontos de coleta quanto à diversidade máxima.
com base na diversidade máxima estimada
através do índice de diversidade de
Shannon-Winner demonstrou haver uma

Figura 3. Algas encontradas nos pontos de coleta no rio Tocantins.


1 e 2 – Chlorophyceae; 3 – Zygnemaphyceae; 4 – Dinophyceae; 5 – Euglenophyceae; 6 – Bacillariophyta; 7
e 8 – Cyanophyceae

Figura 4. Algas encontradas nos pontos de coleta no rio Cacau.


1 e 2 – Euglenophyceae Chlorophyceae; 3 e 4– Bacillariophyta;5 – Zygnemaphyceae –; Cyanophyceae 6 7
e8–

contribuir para a instabilidade do meio,


Nas proximidades da construção da
quanto ao aporte de sedimentos; nesta
ponte existe a atividade de extração de
mesma região do rio Tocantins ocorre
areia do rio com dragas, o qual pode
anualmente atividades turísticas ao longo

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 175

dos bancos de areia localizados à montante da qualidade da água dos rios Tocantins e
e jusante da construção da ponte, no Cacau obedeceram ao aumento de chuvas
período de junho a dezembro e registra-se na região, pelo fato de que estes dados
que próximo aos pontos localizados à foram obtidos no período de transição na
jusante, encontra-se a captação de água da sazonalidade da região.
Companhia de Água e Esgotos do A capacidade do rio Tocantins de
Maranhão – CAEMA. autodepuração o classifica como
importante recurso hídrico que deve ser
4. CONCLUSÃO explorado e controlado.
Os resultados do presente trabalho
sugerem, a continuidade das coletas para 5 .AGRADECIMENTOS

amostragem dos padrões de qualidade da À SEEBLA (Empresa de


água no intuito de se obter dados mais Engenharia Emílio Baumgart Ltda.) pelo
aporte financeiro e logístico no
concretos a respeito dos efeitos que as desenvolvimento desta pesquisa;
atividades de construção da ponte causam À Universidade Estadual do Maranhão
pela contribuição técnica de seus
no ambiente aquático, tendo em vista, as especialistas.
análises realizadas não apresentaram
6. REFERÊNCIAS
alterações em seus valores por conta do
empreendimento que se instala nos rios ALABURDA, J.; NISHIHARA, L.
Presença de compostos de nitrogênio
Tocantins e Cacau no trecho sob análise, e em águas de poços. Revista de Saúde
sim pelas principais fontes poluidoras do Pública, São Paulo, v. 32, n.
2, Apr. 1998.
rio Tocantins no trecho sob análise, como ALMEIDA, R. M. A.; HUSSAR, G. J.;
domicílios localizados às margens do rio, o PERES, M. R.; FERRIANI JUNIOR,
A. L. Qualidade microbiológica do
esgotamento sanitário e o carreamento de córrego “Ribeirão dos Porcos”
material sólido desestruturado das margens Engenharia Ambiental: Pesquisa e
Tecnologia, Espírito Santo do Pinhal,
pela erosão, confirmando os dados v.1, n.1, jan./dez., 2004.
levantados no Estudo de Impacto APHA - AMERICAN PUBLIC HEALTH
ASSOCIATION - Standard methods
Ambiental – EIA. for the examination of water and
A deterioração da qualidade da wastewater. 16 ed. New York,
APHA, AWWA, WPCF, 1985.
água do rio Cacau indica que o ambiente BRASIL, LEI Nº 6.938, DE 31 DE
encontra-se em processo de eutrofização, AGOSTO DE 1981. Ministério de
Meio Ambiente.. Dispõe sobre a
sofrendo descargas domésticas que podem Política Nacional do Meio Ambiente.
conter entre outras substâncias, resíduos de 1981
CALIJURI, M. C. Respostas fisiológicas
detergentes. De um modo geral, a evolução da comunidade fitoplanctônica e

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 176

fatores ecológicos em ecossistemas University of Califórnia, v.5, n.1: 1-


com diferentes estágios de
238, 1943.
eutrofização. 1998. 293f. Doutorado.
Escola de Enenharia de São Carlos - FREITAS, M. F.; BRILLHANTE, O. M.;
Universidade de São Paulo, São ALMEIDA, L. M. Importância da
Carlos, 1998. análise de água para a saúde pública
CARVALHO, A. R.; SCHLITTLER, F. H. em duas regiões do Estado do Rio de
M.; TORNISIELO, V. L. Relações da Janeiro: enfoque para coliformes
atividade agropecuária com fecais, nitrato e alumínio. Cadernos
parâmetros físicos químicos da água. de Saúde Pública, Rio de Janeiro,
Química Nova, São Paulo, v.17 n.3, Maio/Jun., 2001.
v. n.5, Sept./Oct. 2000. GIRÃO, E. G.; ANDRADE, E. M.; ROSA,
CARVALHO, A. P.; CAVALCANTI M. F.; ARAÚJO, L. F. P.;
SILVA, D. G. K.; SOUSA, A. M.; MEIRELES, A. C. M. Seleção dos
GERMANO, B. C. C. Diagnóstico da indicadores da qualidade de água no
degradação ambiental da bacia do rio Rio Jaibaras pelo emprego da análise
Taquari em Araguatins (TO). da componente principal. Revista
Caminhos da Geografia, Uberlândia, Ciência Agronômica, Fortaleza v.38,
v. 07, n. 20, Out – Dez, 2007. n.1, p.17-24, Jun./ Dez. 2007.
CAVALCANTI E SILVA, D. G. K.; SOUSA S., I. KOMARÉK, J.; ANAGOSTINIDIS, K.
Gestão de lixo hospitalar: uma análise da
Modern approach to the classification
Estrutura curricular em cursos superiores
system of Cyanophytes. 4- Nostocales.
de saúde ofertados por faculdades sediadas
em Imperatriz – MA – Brasil. 2006. 73f. Algological Studies, Stuttgart, v.
Monografia de Especialização. Curso de 50/53, p. 327-472. Jun./Dez., 1989.
Especialização em Metodologia do Ensino MAKOTO, O.; TSUTOMU, J. Method in
Superior – Universidade Estadual do
marine zooplankton ecology. Florida.
Maranhão – UEMA. Imperatriz. 2006.
Krieger Publishing Company. 1999.
Brasil. Resolução Nº 01, de 23 de janeiro
de 1986. Conselho Nacional de Meio 331p.
Ambiente. 1986. RAMOS, M.C.; QUINTON, J.N.;
Brasil. Resolução Nº 357, de 17 de março
TYRREL, S.F.. Effects of cattle
de 2005. Conselho Nacional de Meio
manure on erosion rates and runoff
Ambiente. 2005.
water pollution by faecal coliforms.
CONSPLAN - Construção Projeto e
Planejamento Ltda. Estudo de Journal of Environmental
Impacto Ambiental - EIA, da Ponte Management, v. 8, n.1, January 2006.
sobre o rio Tocantins e seus acessos,
interligando os municípios de RIOS, L. Geografia do Maranhão. São
Imperatriz-MA e São Miguel do Luís. Central dos Livros. 4º ed. 2005.
Tocantins – TO. Teresina, 2005, 75p.
CUPP, E. E. 1943. Maryne plankton SCHAFFER, A. Fundamentos de
diatoms of the west coast of the Ecologia e Biogeografia das águas
North America.Califórnia Scripps continentais. Porto Alegre. Editora da
Universidade (UFRS), 1985.

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10
Borsato, J. C. L.. et al., / Análise da Qualidade da Água nos Rios Tocantins e Cacau no Trecho da Construção da.... 177

SILVA-CUNHA, M. G. C.; ESKINALZI- VALENTE, J. P. S. ; PADILHA, P. M.;


SILVA, A. M. M. Contribuição da
LEÇA, E. Catálogo das diatomáceas
cidade de Botucatu - SP com
(Bacillariophyceae) da plataforma nutrientes (fósforo e nitrogênio) na
eutrofização da represa de Barra
continental de Pernambuco. Recife.
Bonita. Eclética Química. v.22, São
SUDENE – UFPE Estudos de Pesca). Paulo, mai./out., 1997.
VELOSO, A. R.; MOREIRA, M. DAS G.;
1990.
ARAÚJO, F. R. C. DE; CARVALHO,
TOMAS, C. R. Identifying Marine I.; ABREU, L. DE A. A expansão
urbana de Imperatriz e os impactos
Phytoplankton. Califórnia: Academic ambientais no rio Cacau. 2004. 60f.
Press. 1997. Monografia de Especialização. Pós-
Graduação de Metodologia do Ensino
VAILELA, I. Marine Ecological em Geografia. Universidade Estadual
Processes. Second Edition. New do Maranhão / UEMA, Imperatriz,
2004.
York: Springer, 1991.

En genh aria Amb ien tal - Esp írito San to do Pin hal, v. 7, n. 2, p. 163 -177 , ab r./jun . 20 10