Você está na página 1de 67

03/11/2013

BIOMAS e BIOGEOGRAFIA

Objetivos da aula

 Compreender: 1) os fatores que restringem a

distribuição das espécies; 2) os fatores que

determinam e como são distribuídos os

biomas mundiais; 3) reconhecer os biomas

brasileiros e suas características

1
03/11/2013

Distribuição Geográfica
 Ex. Onça pintada (Panthera onca)

Distribuição Geográfica
 Ex. Lobo-guará (Chrysocyon brachyurus)

2
03/11/2013

Distribuição Geográfica
 Ex. Mico leão preto (Leontopithecus
chrysopygus)

Fatores que restringem a


distribuição das espécies

Distribuição das espécies não depende só de


fatores físicos (ex. clima, topografia), mas
também de:
• História evolutiva: vicariância e convergência
• Interações bióticas
• Acaso

3
03/11/2013

História Evolutiva

Vicariância
Mecanismo evolutivo no qual ocorre uma fragmentação de uma área
biótica, separando populações de determinadas espécies
Nova Zelândia

Dispersão sobre a água

África

América do Sul

4
03/11/2013

Convergência

Fenômeno evolutivo
observado em seres vivos
quando estes desenvolvem
características
semelhantes mesmo tendo
origens diferentes. Ou
seja, é quando um caráter
semelhante evolui
independentemente em
duas espécies, não sendo
encontrado no ancestral
comum.

Convergência adaptativa

Organismos ≠, Resposta =

Resposta adaptativa similar → pressão seletiva particular

Cactus X Euphorbia

5
03/11/2013

Biogeografia

Estuda os modelos espaciais de


biodiversidade global que são
decorrentes do modo como os limites da
amplitude geográfica de milhões de
espécies foram sobrepostos e alterados
sobre a superfície terrestre

Biomas

Biomas: Definição

Para ambientes terrestres: unidades biológicas


agrupadas com base em suas formas vegetais
dominantes

Vegetação depende de fatores abióticos: clima


(temperatura e umidade), topografia, solo

Para ambientes aquáticos: unidades biológicas


agrupadas com base em características físicas ou
químicas da água (salinidade, movimento da água
e profundidade)

6
03/11/2013

Biomas

Biomas Terrestres: vegetação

http://www.warnercnr.colostate.edu/class_info/by320-indy/schedule_and_lecture_notes_2005.htm

Biomas

Biomas terrestres e zonas climáticas:


Classificação de Walter

7
03/11/2013

Biomas

Biomas: Classificação de Whittaker

Biomas X Temperatura X Precipitação

• Zona Equatorial-Tropical: Quente-úmido


20-30oC, 0-4000mm
• Zona Temperada: Quente-seco
5-20oC, 0-3000mm
• Zona Boreal-Polar: Frio-seco
<5oC, <2000mm

Biomas

Biomas:

Temperatura
X
Precipitação

8
03/11/2013

Biomas

Biomas de Whittaker

9
03/11/2013

Formas de crescimento vegetal

Biomas

umidade

+ -

temperatura

10
03/11/2013

Biomas terrestres: tipos


 Floresta Tropical Pluvial
 Floresta Tropical Estacional/Savana (Cerrado)
 Deserto Sub-Tropical
 Floresta Temperada Pluvial
 Floresta Temperada Estacional
 Bosque/Arbusto (Chaparral)
 Deserto/Campo Temperado
 Floresta Boreal
 Tundra

Biomas (WWF)

Fonte: WWF

11
03/11/2013

12
03/11/2013

Biomas Brasileiros: Vegetação

Fatores que os
diferencia:

- Vegetação
- Clima
(temperatura
e pluviosidade)

13
03/11/2013

Biomas

Floresta Tropical Pluvial


• Quente e úmido, pouca
variação de temperatura
• precipitação > 2000 mm por
ano, bem distribuída ao longo
do ano (sem períodos secos
definidos)

Biomas

Bioma: Floresta Tropical Pluvial

América Central e Sul, Oeste da


África, Indo-Malasia

14
03/11/2013

Biomas

Floresta Tropical Pluvial


• Liana, epífitas
• Estratificação

Biomas

Estratificação: estratos da floresta

15
03/11/2013

Biomas

Floresta Tropical Pluvial

Estação seca Estação úmida

Floresta Pluvial Tropical

Amazônia

16
03/11/2013

Floresta Pluvial Tropical

Congo

Floresta Pluvial Tropical

Costa Rica

17
03/11/2013

Floresta Pluvial Tropical

Igapó - Amazônia

Floresta Pluvial Tropical

Igapó - Amazônia

18
03/11/2013

Floresta Tropical Pluvial: Brasil

Floresta Amazônica Floresta Atlântica

19
03/11/2013

floresta de terra firme

Floresta Amazônica

• Área = 5 500 000 km²


• Árvores de até cerca de
50m de altura

Floresta Amazônica floresta fluvial alagada

20
03/11/2013

Mata Atlântica

Mata Atlântica: Manguezal

21
03/11/2013

Mata Atlântica: Manguezal

Mata Atlântica: Restinga

22
03/11/2013

Mata Atlântica: Restinga

Biomas

Floresta Tropical Estacional / Savana


Chuva sazonal
900-1500 mm anuais
3-4 meses <50 mm

23
03/11/2013

Biomas

Floresta Tropical Estacional / Savana

Típico de trópico semi-árido ~10o N, S

Floresta Tropical Estacional

Floresta decídua: perde folhas na estação seca

24
03/11/2013

Biomas

Savana
(= Cerrado)
Campos c/ árvores esparsas

Estação úmida

Estação seca

Brasil: vários biomas

Floresta Sazonal Tropical

Costa Rica

25
03/11/2013

Floresta Sazonal Tropical

Pantanal

Savana

África

26
03/11/2013

Savana

Brasil – Cerrado

27
03/11/2013

Brasil: Cerrado

Cerrado
 Possui um clima tropical com uma estação
seca pronunciada;
 O solo, antigo e profundo, é ácido e de
baixa fertilidade, tendo altos níveis de ferro
e alumínio

Ipê-amarelo:
típico do Cerrado

28
03/11/2013

Gradiente de chuvas, solo, influência do fogo

Campos (campo limpo de


cerrado)

Savana (campo sujo, campo


cerrado e cerrado sensu
stricto)

Savana florestada (cerradão)

29
03/11/2013

Cerrado

Campo Sujo (úmido)

30
03/11/2013

Campo Sujo (seco)

No Cerrado o fogo favorece o rebrotamento de várias


espécies vegetais e a germinação de sementes

31
03/11/2013

Brasil: Caatinga
 clima semi-árido e solo raso e pedregoso
 alta biodiversidade
 temperatura elevada (médias, 25-29°C)
 pluviosidade: 300-800 mm
 chove no verão e tem longas estiagens
 possui "ilhas de umidade" e solos férteis (brejos) nas serras

Caatinga
Seca Chuva

32
03/11/2013

Caatinga Arbustiva Densa

Brasil: Pantanal
 maior área úmida continental do planeta
 terrenos alagados periodicamente
 pluviosidade: média, 1.000 mm
 temperatura: média, 23-25°C
 estação das chuvas: novembro a abril
 alta biodiversidade

33
03/11/2013

Pantanal

Pantanal

34
03/11/2013

Deserto sub-tropical

Quente e seco

• chuvas extremamente raras, menos de 250 mm anuais


• precipitação imprevisível – grandes períodos de seca durando até 10 anos
• grandes variações diárias de temperatura

Deserto sub-tropical

35
03/11/2013

Biomas

Deserto sub-tropical

Biomas

Deserto sub-tropical

36
03/11/2013

Deserto subtropical

Argentina, Salta – Parque Nacional Los Cardones

Deserto subtropical

México, Baja California - Sonora

37
03/11/2013

Deserto subtropical

EUA, Califórnia - Mojave

Deserto subtropical

Namíbia - Kalahari

38
03/11/2013

Deserto subtropical

Saara

Chaparral: Bosque/Arbustos
Clima mediterrâneo
Verão quente e seco
Inverno frio e úmido

39
03/11/2013

Chaparral: Bosque/Arbustos

30º-40º, Costa W
S Europa, S Calif, C Chile, S AfrS

Biomas

Chaparral: Bosque/Arbustos

Arbustos esclerófilos (folhas duras) sempre verdes


Adaptação ao fogo (sementes, raízes)

40
03/11/2013

Biomas

Chaparral: Bosque/Arbustos

Bosque/Arbusto

41
03/11/2013

Bosque/Arbusto (Fynbos)

Bosque/Arbusto (Matorral)

42
03/11/2013

Bosque/Arbusto (Chaparral)

Floresta Temperada Pluvial


• Clima temperado mais quente
• Inverno moderado, c/ chuvas
pesadas
• Nevoeiros de verão
• Chuvas orográficas

43
03/11/2013

Floresta Temperada Pluvial

NW EUA, S Chile, Australia E, NZL, Tasmania

Biomas

Floresta Temperada Pluvial

Árvores altas sempre verdes


Extensas durante a Era Mesozóica
Diversidade menor do que florestas tropicais

44
03/11/2013

Floresta Pluvial Temperada

EUA - Sequóias

45
03/11/2013

Floresta de araucárias
(dentro do domínio da Mata Atlântica)

Floresta de araucárias

Campos do Jordão - Horto Florestal

46
03/11/2013

Campos Sulinos (Pampas)

• Temperaturas amenas e chuvas


regulares
• Influência do solo e fogo

Campos Sulinos

47
03/11/2013

Campos Sulinos

Floresta Temperada Estacional


• Clima moderado
• Gelo no inverno (apenas 1 ou
2 meses)

48
03/11/2013

Floresta Temperada Estacional

E AmN, Eur, E Asia

Biomas

Floresta Temperada Estacional

Árvores decíduas, arbustos, ervas


Seca, stress nutricional
Adaptações ao fogo

49
03/11/2013

Biomas

Floresta
Temperada
Estacional

Floresta Sazonal Temperada

USA

50
03/11/2013

Floresta Sazonal Temperada

Potsdam, Alemanha

Floresta Sazonal Temperada

USA

51
03/11/2013

Biomas

Deserto/Campo Temperado
Inverno frio, verão quente
250-500 mm anuais, esparsas

Deserto/Campo Temperado

20º-30º N
Pradarias AmN, Estepes Asia
Campos e desertos (interior de continente árido)
Pastejo – pressão sobre vegetação

52
03/11/2013

Deserto/Campo Temperado

• predominam gramíneas; alguns arbustos e nenhuma árvore


• devido à decomposição vagarosa, o solo acumula grandes
quantidades de húmus e é bem escuro
• América do Norte (prairie), Eurasia (estepes, puszta na
Hungria)

Campo Temperado / Deserto


Predominam gramíneas; alguns arbustos e nenhuma árvore

EUA – Pradarias

53
03/11/2013

Campo Temperado / Deserto


Devido à decomposição vagarosa, o solo acumula grandes
quantidades de húmus e é bem escuro

Eurasia - Estepes

Floresta Boreal (Taiga)

• inverno (6 a 8 meses) muito frio, verão curto


• precipitação anual de 300-500 mm, na maior parte na forma de neve
• gelo geralmente derrete antes das camadas superficiais do solo
degelarem, então a maior parte da água é drenada para riachos e rios ao
invés de penetrar no solo

54
03/11/2013

Floresta Boreal (Taiga)

50º-60º N AmN, Eurásia

Floresta Boreal (Taiga)

Baixa diversidade
Folhas aciculadas (longas em forma de agulhas) sempre verdes
Atividade madeireira

55
03/11/2013

Biomas

Floresta
Boreal
(Taiga)

Floresta Boreal (Taiga)

Alasca

56
03/11/2013

Floresta Boreal (Taiga)

Canadá

Floresta Boreal (Taiga)

Russia

57
03/11/2013

Tundra
<-5oC
<600 mm
Precipitação baixa

Tundra

Norte da taiga

58
03/11/2013

Tundra

Permafrost: degelo superficial


solo saturado (encharcado)
Poucas árvores, Dominada por musgos e líquens

Biomas

Tundra

59
03/11/2013

Ambiente Aquático

Biomas

60
03/11/2013

Biomas

Reservas Globais de Água


97,414%

2,576%

1,984%

0,009%

0,592%

0,001%

Biomas Aquáticos
 Ambiente Lótico (rios)
 Ambiente Lêntico (lagos) Água doce
 Estuário
 Zona Intertidal (litoral)
 Zona Pelágica Água salgada
 Recifes de coral
 Zona Abissal

61
03/11/2013

Biomas

Ambiente Lótico

• Águas correntes
• Precipitação > Evaporação + Infiltração
• Corredeira X poços
• Substrato rochoso, declive, oxigenação
• Matéria orgânica alóctone (origem externa ao meio)
• Contínuo do rio
• Temperatura, MO, O2, produtividade

Biomas
Ambiente Lêntico

Lagos

Água não-corrente

62
03/11/2013

Biomas

Zona Intertidal (Litoral)


Ambientes Marinhos

Biomas

Litoral
(Intertidal)

Ambiente marinho na
região costeira do
oceano, sofrendo
influência direta das
marés

63
03/11/2013

Biomas

Estuário

Interface da foz de
rios com o mar,
sofrendo influência
das marés tendo
água salobra, possui
alta diversidade

Recifes de Corais

Estrutura rochosa (calcário)


que ocorre em águas
salgadas rasas e mornas,
possui alta diversidade

64
03/11/2013

4 perguntas rápidas
1. O que são biomas?

Biomas são unidades biológicas agrupadas com


base em suas formas vegetais dominantes
(terrestres) ou em suas características físicas
ou químicas da água (aquáticos)

4 perguntas rápidas
2. Quais são os biomas terrestres brasileiros
e quais fatores os diferenciam?

 Biomas: Floresta Amazônica, Mata


Atlântica, Caatinga, Cerrado, Pantanal e
Campos Sulinos (Pampas).
 Os fatores que os diferenciam são o tipo de
vegetação dominante e o clima
(temperatura e pluviosidade).

65
03/11/2013

4 perguntas rápidas
3. Cite os biomas terrestres e dê um
exemplo de sua localização.
1. Floresta Tropical Pluvial: Floresta Amazônica no norte da América do Sul
2. Floresta Tropical Estacional/Savana (Cerrado): Savanas na África
3. Deserto Sub-Tropical: Deserto no norte da África
4. Floresta Temperada Pluvial: Florestas do leste da Austrália
5. Floresta Temperada Estacional: Florestas da Europa
6. Bosque/Arbusto (Chaparral): Bosques do sul da América do Sul
7. Deserto/Campo Temperado: Estepes da Ásia
8. Floresta Boreal: Florestas do norte da América do Norte e da Eurásia
9. Tundra: Campos congelados do extremo norte da América do Norte

4 perguntas rápidas
4. Cite três biomas aquáticos e os
descreva sucintamente.
 Ambiente Lótico: água doce corrente
 Ambiente Lêntico: água doce não-corrente
 Recifes de corais: estrutura rochosa que ocorre em águas
salgadas rasas e mornas, possui alta diversidade
OU
 Zona Intertidal: Ambiente marinho na região costeira do
oceano, sofrendo influência direta das marés
 Estuário: Interface da foz de rios com o mar, sofrendo
influência das marés tendo água salobra, possui alta
diversidade

66
03/11/2013

Bibliografia

• Livro-texto:
• Ricklefs RE 2003 A Economia da Natureza 5ª
ed. Guanabara, Rio de Janeiro. (Capítulo 5)

• Livro de apoio:
• Townsend CR, Begon M & Harper JL 2006
Fundamentos em Ecologia 2ª ed. Artmed,
Porto Alegre. (Capítulo 4)

Contato
Profa. Natalia Pirani Ghilardi-Lopes

 Website:
tidia-ae.ufabc.edu.br
TSVA

 E-mail: natalia.lopes@ufabc.edu.br

67