Você está na página 1de 5

Ensino Profissional

Português 12º BAD/RFA Ano letivo


Módulo 8 2019/2020
Gramática

COERÊNCIA E COESÃO
Para produzirmos textos corretos semântica e linguisticamente, devemos obedecer
aos princípios da coerência e coesão textual.
1. Coerência textual
Um texto é coerente se todos os princípios lógicos forem respeitados. Dentro destes
princípios lógicos, podemos destacar:
 a não contradição – não devemos apresentar situações que se anulem. “O
número três é ímpar e é par.”

 a não redundância – devemos eliminar todas as repetições de conteúdo.


 a relevância – não devemos apresentar situações que não estejam ligadas entre
si. Se criarmos um conjunto de enunciados soltos, sem qualquer ligação entre si, a
informação do texto é perfeitamente irrelevante.

2. Coesão textual
Se a unidade semântica é importante, a unidade formal não o é menos uma vez que é
através dela que conseguimos interligar em sequências lógicas os vários componentes de um
texto.
Assim, há vários mecanismos de coesão ao nosso dispor:
 Lexical – que diz respeito aos processos de reiteração de uma mesma palavra
ou da sua substituição.
 Gramatical
 referencial – existência de cadeias de referência no enunciados.
 frásica – processos que ligam os diversos constituintes de uma oração ou
frase simples (ordenação das palavras e funções sintáticas; concordância em género
e número das palavras; regências verbais; complementos exigidos pelos verbos…)
 interfrásica – processos que asseguram a ligação entre frases simples,
complexas e parágrafos (coordenação, subordinação, pontuação, conectores
discursivos).
 Temporal - processos que asseguram unidade e ordenação temporal
(ordenação dos modos e tempos verbais; utilização de advérbios ou
expressões com valor temporal; uso de datas e marcas temporais; recurso a
articuladores que indicam ordenação).
APLICA!
BOM TRABALHO!

Exercícios retirados de Sentidos 11


SOLUÇÕES