Você está na página 1de 7

TG Teste de Avaliação Global 1

Escola Data
Nome N.º
Turma Professor Classificação

Para responder aos itens de escolha múltipla, selecione a única opção (A, B, C
ou D) que permite obter uma afirmação correta ou responder corretamente à
questão colocada.
Se apresentar mais do que uma opção, a resposta será classificada com zero
pontos.
O mesmo acontece se a letra transcrita for ilegível.

Gr Cotações
up
oI

1. Na produção industrial do vinho, uma das principais etapas do processo de vinificação é a fermentação
alcoólica.
Neste processo, participam agentes microbiológicos e, por isso, o local da fermentação deve ter boas
condições de higiene. Uma das operações a realizar para controlar o processo de produção de um vinho de
qualidade envolve a determinação do teor de açúcar no mosto em fermentação.
Do ponto de vista químico, a fermentação anaeróbia da glicose é um processo de transformação do açúcar
do sumo de uva em álcool etílico, na ausência de dioxigénio. Esta fermentação pode ser representada pela
seguinte equação química:
C6H12O6  aq  2 C2H5OH  aq   2 CO 2  g 

O local da fermentação deve ser arejado para facilitar a libertação do dióxido de carbono formado no processo.
A fermentação pode ter um rendimento próximo dos 100% (reação completa) ou inferior a 100% (reação
incompleta).

M  C6H12O6   180,16 g  mol1;  M  CO2   44,01 g  mol1;  M  C2H5OH  46,08 g  mol1;  ρ  C2H5OH  0,789 g mL1

1.1. A fermentação completa de 15,7 g de glicose (C6H12O6), existente em 100 mL de uma mistura, resultou na
formação de 8,01 g de etanol (C2H5OH).
1.1.1. Selecione a opção que contém o volume de dióxido de carbono (CO2), medido nas condições de pressão
8
e temperatura normais, que se formou nesta reação.
(A) 7,80 dm3 (B) 3,90 dm3
(C) 15,6 dm3 (D) 22,4 dm3

1.1.2. Define-se teor alcoólico de uma bebida como o volume medido de álcool etílico, em dm 3, contido em 12
100 dm3 da bebida.
Determine o teor de álcool etílico resultante deste processo de fermentação.

1.2. A fermentação incompleta de glicose, com um rendimento igual a 80,0%, existente em 100 mL de uma mistura,
12
também resultou na formação de 8,01 g de etanol (C2H5OH).
Determine a massa de glicose existente na mistura antes do início da fermentação.

1.3. Das seguintes afirmações selecione a correta. 8

(A) A reação ocorre em sistema fechado.


(B) A adição de etanol aumenta o rendimento da reação.
(C) A mistura reacional é homogénea.
(D) A mistura reacional é heterogénea.

EQ
11
DP
©
Por
to
Edi
tor
a

Grup
o II

2. A novocaína foi inventada em 1905 para substituir, como analgésico


local injetável, a cocaína que, para além do efeito analgésico,
provocava também uma sensação de euforia e dependência.
Atualmente, pode ainda ser utilizada por dentistas e em pequenas
cirurgias. No laboratório, o principal componente ativo deste
medicamento, a procaína, pode ser preparada, em meio ácido, pela
reação química entre o ácido aminobenzoico (C7H7NO2) e o 2-
dietilaminoetanol (C6H15NO).

M  C7H7NO2   137,14 g mol1; M  C6H15NO   117,20 g mol 1; M  C13H20N2O 2   236,31 g mol1

2.1. Determine o rendimento da síntese da novocaína sabendo que foram adicionados 5,00 g de cada um dos rea-
12
gentes, tendo sido obtidos 3,32 x 10-2 mol do produto desejado.

2.2. Selecione a expressão que permite determinar a economia atómica percentual deste processo de síntese. 8

M  C13H20N2O2  M  C13H20N2O2   M  H2O 


 100  100
M  C7H7NO 2   M  C6H15NO  M  C7H7NO2   M  C6H15NO 
(A) (B)
M  C7H7NO 2   M  C6H15NO  M  C7H7NO2   M  C6H15NO 
 100  100
M  C13H20N2O2  M  C13H20N2O2   M  H2O 
(C) (D)

2.3. Um dos substitutos atuais da novocaína é a lidocaína ou xilocaína. Este novo composto é um anestésico
menos 8
suscetível de provocar reações alérgicas. Pode ser sintetizado a partir do 2,6-dimetilnitrobenzeno, de acordo
com o seguinte esquema químico simplificado:

Neste processo de síntese são libertadas substâncias como o cloreto de hidrogénio (HCℓ), água (H2O),
etanoato
(CH3COO–) e hidrogenossulfato

HSO4
.

Selecione a opção que completa corretamente a frase seguinte.
Da análise do esquema é possível concluir que a síntese deste novo medicamento…
(A) … obedece ao princípio da síntese segura, pois envolve substâncias com pouca ou nenhuma
toxicidade para o ser humano.
(B) … garante a eliminação da produção de resíduos.
(C) … não evita a formação de derivados.
(D) … utiliza reagentes e processos menos poluentes do que a síntese da novocaína.
EQ
11
DP
©
Por
to
Edi
tor
a
Grupo III

3. Considere as reações que ocorrem na atmosfera, representadas pelas seguintes equações químicas:
N  g  O2  g  2 NO  g  H  181 kJ
Reação 1: 2
2 SO2  g  O2  g   2 SO3  g  H  198 kJ
Reação 2:
2 NOC g  2 NO  g  C2  g K c  1,6  10 5
Reação 3:
2 NO  g  N2  g  O2  g K c  1 1031
Reação 4:

3.1. De acordo com os dados apresentados, selecione a opção correta. 8

(A) A reação 1 é mais extensa do que a reação 2.


(B) A reação 4 é mais rápida do que a reação 3.
(C) Colocadas iguais concentrações iniciais de todas as espécies químicas presentes na reação 4 num
recipiente fechado, atingido o equilíbrio químico, as espécies químicas mais concentradas são o
dinitrogénio e o dioxigénio.
(D) Colocadas iguais concentrações iniciais de todas as espécies químicas presentes na reação 3 num
recipiente fechado, atingido o equilíbrio químico, a espécie química menos concentrada é o cloreto de
nitrosilo.

3.2. Determine o valor de Kc associado ao equilíbrio químico representado pela seguinte equação química: 8
N2  g   O2  g  2 NO  g 

3.3. Determine a energia libertada quando dióxido de enxofre, SO 2, em excesso, reage com 10,0 g de ar, contendo 16
dioxigénio com um grau de pureza igual a 23% em massa, em condições que garantem um rendimento de 70,0%
(reação 2).
M  O2   32,00 g mol1

3.4. Num recipiente fechado, com 1,00 L de volume, ocorrem as reações 3 e 4 a temperatura constante.

16

As concentrações de todas as espécies químicas presentes são constantes. As concentrações de cloreto


de nitrosilo (NOCℓ) e dicloro (Cℓ2) têm valor igual a 0,100 mol/L.
Determine a concentração de N2 e O2 na mistura em equilíbrio expressa em fração molar.

Grupo IV

4. Com o objetivo de estudar o efeito da alteração da concentração de produtos e reagentes num equilíbrio químico,
um grupo de alunos realizou uma atividade laboratorial realizando seis ensaios. Para tal introduziram, em
recipientes fechados e de volume fixo, iguais quantidades de di-hidrogénio (H2) e diiodo (I2). Após algum tempo foi
atingido o equilíbrio químico com o iodeto de hidrogénio (HI) em todos os ensaios.

H2  g   2  g  2 H  g
(Incolor ) ( Violeta) (Incolor )

O conteúdo do primeiro ensaio serviu de controlo.


EQ
11
DP
Ao segundo, terceiro, quarto e quinto ensaios, os alunos destinaram testes diferentes.
©
Por
to
Por fim, num sexto ensaio, adicionaram quantidades diferentes de reagentes e produto da reação.
Edi
tor
a
4.1. O quadro seguinte refere a composição do sistema à temperatura de 425 °C.

12

[H2] / mol dm–3 [I2] / mol dm–3 [HI] / mol dm–3

Início 0,469 0,469 0,0000


–y –y + 2y

Equilíbrio químico x x 0,0738


Determine o valor da constante de equilíbrio para esta reação, à temperatura considerada.
4.2. A única espécie química que apresenta cor visível é o diiodo (violeta), pelo que os alunos puderam
visualizar alterações no estado de equilíbrio químico pela alteração de cor, de acordo com o seguinte
exemplo.

I2

4.2.1. Mantendo a temperatura constante, no segundo ensaio, ao estado de equilíbrio, os alunos adicionaram 8
di-hidrogénio e observaram a alteração de cor; ao terceiro ensaio, no estado de equilíbrio, os alunos
adicionaram diiodo. Esperaram até que não se verificasse alteração de cor. Compararam a cor final
de cada mistura com a amostra de controlo.
Das seguintes afirmações selecione a opção correta.
(A) A cor da mistura, no segundo ensaio, ficou violeta mais claro; no terceiro ficou violeta mais escuro.
(B) A cor da mistura, no segundo ensaio, ficou violeta mais escuro; no terceiro ficou violeta mais claro.
(C) No segundo ensaio o valor da constante de equilíbrio aumentou; no terceiro diminuiu.
(D) No segundo ensaio o valor da constante de equilíbrio diminuiu; no terceiro aumentou.
4.2.2. De modo a estudar o efeito da temperatura no equilíbrio químico, os alunos realizaram o quarto ensaio a 8
uma temperatura inferior às dos anteriores. Verificaram que a cor do sistema no novo equilíbrio
químico ficou mais violeta.
Classifique a reação química de endo ou exotérmica.
4.2.3. No quinto ensaio, mantendo a temperatura constante, os alunos adicionaram hélio, um gás inerte, provo- 12
cando um aumento da pressão do sistema reacional, e esperaram até que se atingisse um novo
estado de equilíbrio químico.
Escreva um pequeno texto comparando a cor da mistura neste novo equilíbrio químico com o controlo.
Justifique, convenientemente, a sua resposta.
4.2.4. No sexto ensaio, mantendo a temperatura constante, os alunos adicionaram um dos componentes da 8
mistura e esperaram que fosse atingido um novo estado de equilíbrio químico, de acordo com o
gráfico seguinte:

Das seguintes afirmações selecione a opção correta.


(A) A substância adicionada ao equilíbrio químico foi o iodeto de hidrogénio.
(B) No instante t1 é atingido o novo estado de equilíbrio químico.
(C) No intervalo de tempo entre t1 e t2, Qc > Kc.
(D) No intervalo de tempo entre t1 e t2, a reação evolui no sentido direto.
EQ
11
DP
©
Por
to
Edi
tor
a
Grupo V

5. Aspirina é o nome comercial do ácido acetilsalicílico, um composto orgânico com propriedades analgésicas e antipi-
réticas. Pode ser sintetizado no laboratório misturando ácido salicílico com anidrido acético, na presença de um ácido
forte (ácido sulfúrico ou fosfórico), com elevação da temperatura num banho-maria.

Suponha que se misturaram 2,00 g de ácido salicílico com excesso de anidrido acético em meio ácido e com
aquecimento.

5.1. Determine a massa de ácido acetilsalicílico que se espera obter nesta reação de síntese.

12

M  C7H6O3   138,12 g mol1 M  C9H8O 4   180,14 g mol 1

5.2. Das seguintes afirmações selecione a opção correta. 8

(A) O ácido forte funciona como catalisador da reação aumentando o rendimento químico da síntese.
(B) O ácido forte funciona como catalisador da reação aumentando o valor da constante de equilíbrio.
(C) A presença do ácido forte aumenta a velocidade da reação em ambos os sentidos.
(D) A presença do ácido forte aumenta a velocidade da reação apenas no sentido direto.

5.3. No final do procedimento pode ser adicionado um pequeno volume de água ao sal formado para decompor 8
qualquer excesso de anidrido acético. Se houver excesso de anidrido, a água provocará a formação de
vapores de ácido acético, reconhecido pelo seu odor característico. Todo o procedimento deve, portanto, ser
realizado na hotte.
Explique, sucintamente, por que razão não é necessário um procedimento semelhante para identificar a
presença de ácido salicílico em excesso no final da síntese.

5.4. Na determinação do ponto de fusão do ácido acetilsalicílico obteve-se o gráfico seguinte: 8

Selecione a opção que justifica o facto de o valor da temperatura de fusão não ser constante.
(A) O ácido acetilsalicílico é uma molécula composta e moléculas compostas têm pontos de fusão e
ebulição variáveis.
(B) O ácido acetilsalicílico obtido é uma substância pura.
(C) O grau de pureza do ácido acetilsalicílico obtido é 100%.
EQ
11
DP
(D) O ácido acetilsalicílico obtido tem ainda impurezas.
©
Por
to
Edi
tor
a