Você está na página 1de 12

NOME DOS AUTORES – CAIXA ALTA - ARIAL- 12-CENTRALIZADO

TÍTULO DO TRABALHO – CAIXA ALTA – NEGRITO –ARIAL -12-


CENTRALIZADO

Artigo apresentado à EEP- Escola de


Educação Permanente do HC-FMUSP
como parte dos requisitos para
conclusão do curso de Pós Graduação
Lato-Senso em Fisiologia do Exercício e
Treinamento Resistido na Saúde na
Doença e no Envelhecimento.

São Paulo, 2018


TÍTULO DO TRABALHO – CAIXA ALTA – NEGRITO –ARIAL -12-
CENTRALIZADO

Nome dos Autores¹

Nome dos Autores²

Recomenda-se seguir a norma da adotada pelo International Committee of


Medical Editors (ICMJE) mais conhecido como Estilo de Vancouver,
detalhado pela National Library of Medicine produtora da base de dados
PubMed/Medline na obra Citing Medicine. 2nd edition. Essa norma é usada
pelas principais revistas pela área da Saúde.

RESUMO

Deve conter no máximo 240 palavras. Quanto ao conteúdo, segue-se a


estrutura formal do texto, ou seja, indicando objetivo, procedimentos básicos,
resultados mais importantes e conclusão; quanto à redação, buscar o máximo
de precisão e concisão, evitando adjetivos e expressões como “o autor
descreve”.

Após o resumo colocar os descritores principais abordados no trabalho.

Descritores: no máximo cinco

_______________________________________________________________
1
Fisioterapeuta ou Educador Físico ou Médico, aluno do curso de Fisiologia do Exercício, na
Saúde, Doença e Envelhecimento, EEP HC-FMUSP, São Paulo-SP.

E-mail para correspondência: _________________


1 INTRODUÇÃO

Fonte arial – tamanho 12, espaçamento 1,5 - JUSTIFICADO


Margens superior e inferior – 2,5 cm
Margens esquerda e direita – 3,0 cm
O texto já encontra-se nesta configuração!!!!!

Inicia-se com um breve histórico da temática proposta de preferência com uma


contextualização epidemiológico de instituições de elevado valor científico. Ex.:
DATASUS, OMS, IBGE, FDA entre outras, explicitando no texto as siglas por
extenso antes de abrevia-las. Caso a temática não lhe permita tal
contextualização faça uma definição do assunto de pesquisa ou uma
contextualização do tema. Demandar-se-á um parágrafo para este item. As
fundamentações são expostas a seguir, ou seja, as evidências científicas que
norteiam a sua intenção de estudo, devendo ser na forma de artigo científico
publicados em periódicos de elevado fator de impacto. Demandar-se-á dois
parágrafos para este item.
A lacuna científica é exposta a seguir sendo considerada um dos itens mais
importantes da introdução. A lacuna científica pode ser proveniente de 02
situações: a) do confronto de diversas evidências científicas que apontam para
lados opostos sobre a mesma temática; b) da sua prática clínica, do que você
observa em seu dia-a-dia e que ainda não obteve resposta convincente na
literatura sobre o assunto investigado. A lacuna científica é a pergunta científica
que se deseja responder com o referido estudo. Demandar-se-á um parágrafo.
O último parágrafo da introdução é destinado ao objetivo do estudo que pode
ser apresentado de forma geral ou específica esta última na forma de alíneas.

OBS* palavras comumente utilizadas no objetivo: Verificar, investigar, observar,


analisar, comparar, diagnosticar, testar, avaliar etc.

2 METODOLOGIA
Define o delineamento, os materiais e procedimentos da pesquisa. Como
estratégias de busca, o autor deve descrever o período que ocorreu a
pesquisa, local onde a mesma foi realizada, quando pertinente, quais foram às
bases de dados consultadas, os tipos de estudos analisados e os descritores
utilizados .

3 RESULTADOS/DISCUSSÃO

Apresentam os dados obtidos e o autor deve discutir em cima das evidências


apresentadas em seus resultados, confrontando-as, porém sem emitir o seu
parecer crítico.
O autor do artigo pode dividir este item do trabalho em resultados e discussão.

4 CONCLUSÃO
Objetivamente definem-se o que foi concluído, baseado nas evidências
apresentadas e não em uma especulação.

5 REFERÊNCIAS

Procurar e substituir de acordo com a referência que você (autor) encontrou.

Resumo das normas de referências


Referência: um conjunto padronizado de elementos essenciais que permite a
identificação e localização de um documento ou parte dele, divulgado em
diferentes suportes ou formatos. Elementos complementares podem ser
acrescentados sempre que necessário para facilitar a identificação do
documentos

Observe:

 Onde utilizar letras maiúsculas e minúsculas


 Alinhar somente a margem esquerda e de forma a se identificar
individualmente cada documento.
 Travessão com 6 espaços para substituir o nome do autor quando já
tiver sido citado anteriormente ou quando o autor do capítulo for o
mesmo da obra como um todo;
 Os nomes dos autores devem ser separados por vírgula, seguido de
espaço e abreviar o primeiro e segundo nome do autor, seguir o mesmo
padrão para todas as referências;
 Autoria desconhecida, a entrada é feita pelo título;
 Quando necessário, abreviam-se os títulos dos periódicos conforme a
base PubMed http://www.ncbi.nlm.nih.gov/nlmcatalog/journals .
 Quando houver indicação explícita da responsabilidade pelo conjunto da
obra em coletâneas de vários autores a entrada deve ser feita pelo
nome do responsável, seguida de abreviação, no singular do tipo de
participação (organizador, compilador etc.) entre parênteses;
 Responsabilidade entidade (órgãos governamentais, empresas,
associação) tem entrada pelo seu próprio nome extenso;
 Título e o subtítulo devem ser reproduzidos tal como figuram no
documento, separados por dois pontos;
 Edição – utilizar abreviaturas dos numerais ordinais e da palavra ed.
adotada na língua do documento (5th ed);
EXEMPLOS DE REFERÊNCI AS

1. MONOGRAFI AS (livros, folhetos, relatórios, etc) – NO TODO

Sobrenome(s) do(s) Autor(es), Prenome (iniciais). Titulo: subtítulo se houver.


Edição. Local: Editora; data de publicação. Paginas. Volume. (Série)

O’ Sullivan SB, Schmitz TJ. Fisioterapia- Avaliação e tratamento. 5a ed.


Barueri (SP): Manole; 2010.

Farinatti PT. Envelhecimento: promoção da saúde e exercício. Bases


teóricas e metodológicas. Barueri (SP): Manole; 2008. 499p.

a) Obras com mais de seis autores:

Quando houver mais de seis autores indica-se apenas o primeiro


acrescentando-se a expressão et al.

Sobrenome(s) do(s) Autor(es), Prenome (iniciais). Título: subtítulo se houver.


Edição. Local: Editora; data de publicação. Paginas. Volume. (Série)

Calich VL, Vaz CA, Abrahamsohn YA, Barbuto JÁ, Isaac L, Rizzo LV, et al.
Imunologia. Rio de Janeiro: Revinter; 2001.

b) Autor institucional:
As obras de responsabilidade de entidade (órgãos governamentais,
empresas, associações, etc.) têm entrada pelo seu próprio nome por
extenso.

Autor Institucional. Título: subtítulo se houver. Edição. Local: Editora; data de


publicação. Paginas. Volume. (Série)

Organização Panamericana da Saúde. Doenças crônico-degenerativas e


obesidade: estratégia mundial sobre alimentação saudável, atividade física e
saúde. Brasília (DF):OPAS; 2003.
c) Livro na Internet

Sobrenome(s) do(s) Autor(es), Prenome (iniciais). Título do trabalho


[Internet]. Local de publicação(cidade): Editora; data. Páginas. [data da
citação]. Disponível em:

Sampaio CT, Sampaio SM. Educaçao inclusiva: o professor


mediando para a vida [Internet]. Salvador: EDUFBA; 2006. 162p.
[citado 2016 Jan 19]. Disponível em: http://static.scielo.org/
scielobooks/3hs/pdf/sampaio-9788523209155.pdf

2. PARTES DE MONOGRAFIAS (livros, folhetos, relatórios, etc.)

a) Parte da monografia com autoria própria:

Sobrenome(s) do(s) Autor(es), Prenome (iniciais). Título do capitulo:


subtítulo se houver. In: Sobrenome(s) do(s) Autor(es), Prenome (iniciais).
Título do livro: subtítulo se houver. Edição. Local: Editora; data de
publicação. Paginas. Volume. (Série)

Stella RC, Puccini RF. A formação profissional no contexto das diretrizes


curriculares nacionais para o curso de Medicina. In: Puccini RF, Sampaio
LO, Batista NA, organizadores. A formação médica na Unifesp: excelência e
compromisso social. São Paulo (SP): FAP-UNIFESP; 2008. p.53-68.

O'Connell MA, Jewell DM. Human resources management in group practice.


In: Wolper LF, editor. Physician practice management: essential operational
and financial knowledge. Sudbury (MA): Jones Bartlett; 2005. p. 139-70.

3. TRABALHOS APRESENTADOS EM CONGRESSOS, REUNIÕES,


ETC.

Sobrenome(s) do(s) Autor(es), Prenome (iniciais). Título do trabalho. In:


Numero e Nome do Congresso, data e ano, local de realização. Local de
publicação(cidade): Editora; data. Página inicial e final do trabalho.
Padilha W. Educação popular e atenção à saúde. In: 1° Seminário sobre
Política Nacional de Promoção da Saúde; 4-6 dez 2006; Brasília; Brasília
(DF): Ministério da Saúde; 2009. p. 58-60.

4. TESES E DISSERTAÇÕES

Sobrenome do Autor, Prenome (iniciais). Título da tese [dissertação/tese].


Local (cidade): Universidade onde a dissertação/tese foi defendida; data.

a) impressa
Rezende LF de. Ensaio clínico randomizado comparativo entre
exercícios livres e direcionados na reabilitação pó -operatória de
câncer de mama [dissertação]. Campinas (SP): Universidade
Estadual de Campinas; 2004.

b) Internet

Souza RJ. Influência do número de hora da terapia por realidade virtual na


recuperação motor do membro superior parético de indivíduos após acidente
vascular encefálico [tese]. Recife (PE): Universidade Federal de
Pernambuco; 2014. [citado 2016 Fev 10]. Disponível em:
http://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11449

5. PERIÓDICOS

a. artigo de periódico:

Sobrenome(s) do(s) Autor(es), Prenome (iniciais). Título do artigo. Titulo do


periódico. Ano de publicação; volume (fascículo):página inicial-final.

Pascotini FS, Ramos MC, Silva AM, Trevisan ME. Espirometria de


incentivo a volume versus a fluxo sobre parâmetros respiratórios em
idosos. Fisioter Pesqui. 2013;20(4):355-60.

Ciolac EG. Exercise training as a preventive tool for age-related


disorders : a brief review. Clinics. 2013;68(5):710-7.
b. Artigo de periódico disponível na Internet

Oliveira AC, Paula AO de. Intervenções para elevar a adesão dos


profissionais de saúde à higiene de mão: revisão integrativa. Rev
Eletronica Enferm [Internet]. 2013 [citado 2016 Jan 21];15(4):1052-60.
Disponível em: https://www.fen.ufg.br/revista/v15/n4/pdf/v15n4a24.pdf

6. DOCUMENTOS ELETRÔNICOS

a. Manuais

Wikipedia: the free encyclopedia [Internet]. St. Petersburg (FL): Wikimedia


Foundation, Inc. 2001. [cited 2016 Jan 5]. Available from:
http://en.wikipedia.org/wiki/

Manual Merck: educaçao de saude para a familia [Internet].


Portugal; 2009. [citado 2016 Fev 10] Disponivel em: http://
www.manualmerck.ne

b. Artigos de jornais

Scaramuzzo M. Projeto de lei deve dar agilidade a fitoterápicos. O Estado de


São Paulo [Internet]; 2014 Jun 07. [citado 2016 Jan 21]. Disponível em:
http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,projeto-de-lei-deve-dar-
agilidade-a-fitoterapicos-imp-,1507213

7. Citações das referências no texto

As normas de Vancouver preconizam que as citações sejam indicadas no texto


com numeração numérica, iniciando sempre pela citação numero 1. As
próximas citações devem seguir a sequência numerica (2,3,4, etc.. ) Os
números aparecem em expoente ou sobrescrito entre parêntese na sequencia
numérica das citações no texto.

Exemplo :

Crianças responsáveis por cuidados regulares a um membro da família


cronicamente doente ou deficient têm recebido crescente atenção nos campos
da enfermagem e ciências da saúde. Essas crianças menores de idade são
referidas como jovens cuidadores(1) .

Eles frequentemente assumem uma carga inapropriada de responsabilidades


de cuidado, o que pode causar problemas psicossociais, problemas na escola
e restrições na vida social (3-6).

Exemplo da lista de referencias

1. Paiva AC, Hernandez SS, Sebastião E, Quadros Junior AC de, Cury M,


Costa JL, et al. Dança e envelhecimento: uma parceria em movimento.
Rev bras Ativ Fís Saúde. 2010;15(1):70-2.

2. Bárbara RC, Freitas SM, Bagesteiro LB, Perracini MR, Alouche SR.
Características da marcha de idosas jovens e muito idosas em solo
estável e sobre superfície complacente. Rev Bras Fisioter.
2012;16(5):375-80.

3. Perez AJ, Tavares O, Fusi FB, Daltio GL, Farinatti PT. Estudo
comparativo da autonomia de ação de idosas praticantes e não
praticantes de exercícios físicos regulares. Rev Bras Med Esporte.
2010;16(4):254-8.
OBSERVAÇÕES FINAIS

1- As tabelas deverão ser numeradas consecutivamente com algarismo


arábicos e encabeçadas por seu título, recomendando-se a não
repetição dos mesmos dados em gráficos;

2- As ilustrações (fotografias, desenhos e gráficos) deverão ser numeradas


consecutivamente com algarismo arábicos e citados como figuras.
Devem ser suficientemente claras para permitir sua reprodução. O título
das ilustrações deverá ser incluído na parte inferior da mesma figura,
demonstrando uma noção exata de seu conteúdo;

3- Tabelas e figuras deverão ser encaminhadas na posição definitiva que


ocuparão no corpo do texto;

4- As abreviaturas usadas no texto deverão ser somente nomenclaturas


consagradas. Quando não padronizados e citados pela primeira vez,
devem ser precedidas do nome completo.
BIBLIOGRAFIA CONSULTADA

International Committee of Medical Journal Editors. Uniform requirements for


manuscripts submitted to biomedical journals: writing and editing for biomedical
publication [internet]. Philadelphia; 2005 [ cited 2016 Jan 21]. Available from:
http://www.icmje.org/icmje-recommendations.pdf

Patrias K. Citing medicine: the NLM style guide for authors, editors, and
publishers [Internet]. 2nd ed. Bethesda (MD): National Library of Medicine (US);
2007. [cited 2016 Jan 21]. Available from: http://www.nlm.nih.gov/citingmedicine