Você está na página 1de 1

Movimentos

Literarios Americanos
○ Seu estudo se faz necessário pois à medida que o mundo a nossa volta muda, mudam também a maneira como vemos o mundo e a forma que nos expressamos;
- A literatura, a arte e a filosofia evoluem a fim de refletir seu contexto social e histórico;
Ø A compreensão da literatura implica em dizer que ela foi apreciada;
○ O estudo da literatura e dos movimentos literários ajuda a articular e conhecer abordagens comuns à escrita, as grandes ideias de cada movimento literário e as influências sociais e políticas de um
determinado período de tempo
- É importante compreender as atitudes do autor e dos personagens, bem como conectar um pedaço da escrita às ideologias de seu tempo;
○ Os movimentos literários se conectam com ideologias, formas de pensar e contextos sociais de cada época

- Os movimentos literários americanos estão divididos em dez:

Nativo Americano
- Período caracterizado pelas tradições orais, poemas épicos, mitos da criação, poesia, a vida nas reservas indígenas e seus costumes e tradições;
Ø Estabeleceu-se bem antes da chegada dos colonos europeus;
Ø Não é considerado como um movimento literário por ser caracterizado pela oralidade
- Principal representante: Sherman Alexie
ÉPICOS: guerras, batalhas, vitórias, mitos da criação de heróis + a história da sociedade nativa
SHERMAN ALEXIE: O autor é ameríndio e nasceu em uma reserva indígena (Spokane, em Wellpinit, Washington). Foi o primeiro de seu povo a se formar no ensino superior e não se conformava com o sistema
educacional do 2° grau (que edificava os estudantes brancos -> europeus). Lutou contra o alcoolismo e era contra todo e qualquer tipo de discriminação. Usava muito de sua própria vida em suas obras (luta com
o alcoolismo, sua avó -> considerada como sua melhor amiga). Sua obra mais conhecida é The Absolutely True Diary of a Part-Time Indian.

Puritanismo ou Colonial (1620-1750)


- Os puritanos pretendiam purificar a Igreja ao chegarem ao Novo Mundo, com o simples culto de Deus;
Ø Eram contra o catolicismo
Ø Eram vistos com certo preconceito por terem a mente muito fechada para muitos assuntos
Ø Tinham altos padrões de educação, defendiam a escola pública e o senso de justiça e comunidade
- Suas experiências e vivências eram registradas através de diários e contos históricos, com um caráter de seriedade; *mais importantes
- Principais representantes: Nathaniel Hawthorne*, Emily Dickinson*, Michael Wigglesworth, Anne Bradstreet
○ OBRAS:
○ Nathaniel Hawthorne: A Letra Escarlate (1850):

- adultério, traição, valores familiares e bíblicos e a forma como eram vistos dentro da comunidade puritana;
- Hester Prynne tem a letra "A" bordada na cor escarlate em seu peito (A = adúltera; escarlate = cor da luxúria, do adultério);
Ø Primeira autêntica heroína da literatura;
Ø Se vale de sua força interior e convicção de espírito para criar a filha sozinha, lidar com a volta do marido e manter a identidade do amante em segredo;
- Não havia espaço para ideias
- Baseado em fatos reais (realidade dos puritanos é relatada)
- A mulher não era vista como impura na obra;
○ Emily Dickinson: Não Sou Ninguém (Antologia de Poemas)
- mostrava a opressão sofrida pela mulher puritana: separada, isolada e preocupada com os padrões, sempre em 2° plano e sem espaço
Ø participante, nunca ativa
- formou junto com Walt Whitman e Edgar Allan Poe toda a base da poesia americana do século XIX;
- adotou técnicas que seriam desenvolvidas pelo movimento modernista do próximo século
Ø nenhum de seus poemas se relaciona com o anterior
- teve seus poemas resgatados pelo movimento feminista em 1960
Ø o resgate literário contribui para trazer obras ao conhecimento público
- conhecida como "a grande reclusa" por ser extremamente solitária, e começa a se dedicar à escrita nesse período
- cumpria as tradições puritanas em sua "clausura", porém não se sentia parte do cenário imposto, chegando a rejeita-lo
- em suas obras, escrevia de maneira única e sensível - criou seu próprio jeito de se expressar em meio ao isolamento

○ Michael Wigglesworth: The Day of Doom (1662)

- um dos fundadores da poesia americana


- escrevia longos poemas narrativos, sem jamais desviar dos padrões puritanos
- Textos altamente religiosos
○ Anne Bradstreet: To My Dear & Loving Husband
- primeira escritora proeminente nas colônias norte-americanas
- escreveu sobre temas envolvendo o papel da mulher na sociedade, e se sentia parte da comunidade (≠ Emily Dickinson)
Ø com o propósito de se confirmar com seu papel na sociedade

Revolucionario, Idade da Razao, Iluminaçao (1750-1800)


- foi um movimento marcado pela ênfase dada à razão e à pesquisa científica e a dedução, em lugar da tradição e da fé;
- caracteriza-se pelos ideais de separação e independência da Inglaterra >> surge o sentimento patriota
Ø oposição à preocupações religiosas dos séculos anteriores Satírica: crítica
Cética: questionava a veracidade de algo
Ø momento de questionamento racional
Ø não havia uma tentativa de explicar a sociedade e os fenômenos à luz da religiosidade >> racionalidade
Ø explicação racional, científica e filosófica dos fenômenos
Ø "os americanos entraram na crista da onda europeia"
- autores da época eram filósofos e cientistas, e dedicavam-se aos ideais de razão, liberdade, justiça e igualdade;
Ø literatura era frequentemente satírica e cética
- principais autores: René Descartes, John Locke, Isaac Newton, Francis Bacon, Benjamin Franklin, Thomas Paine, Phillis Wheatley Por natureza, todo ser humano é
Ø Jean Jacques Rousseau: O Contrato Social político
OBRAS:
○ Benjamin Franklin: Autobiography, Poor Richard's Almanack, The Way to Wealth
- era uma pessoa prática;
- aprendeu com as obras de John Locke e de outros autores iluministas a aplicar a razão à sua própria vida;
Adágio: provérbio
Ø usava de adágios e máximas em suas obras e inspirou o modo de pensar e agir das pessoas; Aforismo: máxima, ditado
▪ escrevia com o intuito de exortar o leitor com estímulos úteis, conselhos e informações factuais Exortar: divertir
- tinha influência puritana (o pai era puritano);
- ficou famoso também por escrever livros de autoajuda;
○ Thomas Paine: Common Sense
- surgimento do sentimento patriota nos americanos;
- Leitura em um estilo mais simples
Ø pensando no imigrante que podia ter o inglês como segunda língua
Ø "A causa da América é, em grande parte, a causa da humanidade"
○ Phillis Wheatley: “To S.M., a Young African Painter, on Seeing His Works”; A Hymn to Morning;
- criticava o racismo da época e afirmava a igualdade espiritual;
- religiosidade;
- estilo neoclássico;

Política x Politicagem
• Política: arte de bem governar o povo; conjunto de objetivos que informam determinado programa de ação
governamental e condicionam sua execução; civilidade e cortesia
• Politicagem: política mesquinha, estreita, de interesses pessoais; conjunto de políticos escrupulosos, desonestos.

Romantismo, Gotico Americano (1800-1865)


- Coincidiu com a expansão nacional e a descoberta de uma voz distintamente americana;
Ø Consolidação de uma identidade nacional, o idealismo emergente e a paixão vigorosa do Romantismo ;
- Ideais românticos tinham a arte como inspiração estética e espiritual, pois poderia expressar melhor a verdade universal;
Ø Importância da arte expressiva para o indivíduo e a sociedade;
Ø Poesia é vista como a maior expressão da mente;
Ø Ênfase no individualismo, valorização da pessoa comum
Ø Busca, na imaginação inspirada, seus valores estéticos e éticos
- Valorização dos sentimentos, da intuição e do idealismo;
Ø Fez fé na experiência interior e na imaginação
- Liberdade e valor individual eram primordiais;
Ø Desenvolvimento do próprio ser, subjetivo e único, ("self") é um dos principais temas;
Ø Foco na centralização do ser (que é redefinido)
§ Ser é extremamente valorizado
□ Ser humano tem o dever de reformar as desigualdades sociais e aliviar o sofrimento humano;
□ "O que posso fazer para melhorar?" Ser e natureza são um só
- Surgimento de uma identidade nacional e do patriotismo;
Ø Com foco no ser humano em si
Ø Contribui para o surgimento do movimento democrático
Ø Surgimento de novas palavras compostas, com significados positivos: auto-realização (self-realization), auto-expressão (self-expression), auto-confiança (self-
confidence)
- Inspirou o transcendentalismo

Romantics dos Dark


- Góticos americanos;
- Personagens enfrentam destinos obscuros e desconhecidos, e que, de certa forma, brotam de seus inconscientes mais profundos;
- Mistura de temas (valores e ideais românticos + temáticas sobrenaturais)
Ø Temáticas sobrenaturais: angústia, pesar, lado sombrio da alma
Ø Figuras heróicas e grandiosas, cheias de significado místico
§ A maioria morre no fim;
- Romancistas se utilizavam de novas técnicas criativas;
- Principais representantes: Edgar Allan Poe, Herman Melville
OBRAS:
○ Edgar Allan Poe: Histórias Extraordinárias (Antologia)

- Expressava sua vida trágica e sentia prazer em identificar-se com sua criação, por isso trajava sempre roupas pretas;
- Mostrava o lado sombrio da alma;
- Precursor do estilo policial;
- Aperfeiçoou o gênero do conto;
- acreditava que a estranheza era um ingrediente essencial da beleza e seus textos são muitas vezes exóticos;
Sociedade estava em guerra consigo mesma
○ Herman Melville: Moby Dick

- Teve experiência com marinheiros durante viagens aos 19 anos;


Ø Muitos de seus primeiros romances inspiraram-se nessas viagens;
- Uma aventura naval se torna uma epopeia trágica;
Ø Lança uma série de reflexões sobre a condição humana;
§ Vingança, sentimentos negativos com relação à humanidade;
- Natureza, ainda que bela, permanece estranha e potencialmente fatal;
- Gótico, trágico

Transcendentalismo (1840-1860)
- Movimento de reação ao racionalismo do século 18 e manifestação da tendência humanista geral do século 19;
- Baseava-se na crença fundamental na unidade Deus - mundo;
Ø Defendia a autossuficiência e o individualismo sobre a autoridade e a conformidade com a tradição;
Ø A alma de cada indivíduo era considerada idêntica ao mundo - um microcosmo do próprio mundo;
§ Doutrina da autoconfiança e do individualismo desenvolveu-se através da crença na identificação da alma individual com Deus;
Ø Ser humano acima de tudo;
Ø Super senso de individualismo >> fazer além do que se faz
Ø Submissão cega às autoridades, instituições e organizações era o que corrompia os seres humanos;
- Trabalhava as questões sociais;
- "Nada era evidentemente verdadeiro que não pudesse ser questionado;
- Natureza era um "ser divino" unificado, comum à todos e à comunidade;
- Obras tinham que ter autenticidade literária
- Principais representantes: Ralph Waldo Emerson, Margaret Füller
OBRAS:
○ Ralph Waldo Emerson: The American Scholar (discurso)
Aforística: uso de aforismos (máximas, ditados)
- Visão espiritual e expressão aforística prática;
Ø "cheio de graça, poesia, negócios, divindade, filosofia, anedotas, históricas picantes"
- Influencia o crescente movimento do Novo Pensamento (1800);
- Trabalho inovador em pesquisas relacionadas à natureza;
- Evitava erigir uma estrutura intelectual lógica >> contrária a sua crença romântica na intuição e flexibilidade;
- Consistente em seu apelo ao surgimento do individualismo americano inspirado na natureza;
Ø Ideias principais: necessidade de uma nova visão nacional, uso da experiência pessoal;
○ Margaret Füller: Woman in the Nineteenth Century
- Jornalista, crítica e defensora dos direitos da mulher;
- Escreveu críticas literárias influentes, além de reportagens sobre temas sociais;
- Análise do papel das mulheres na sociedade;
- Enfatiza a importância da autossuficiência, que as mulheres carecem "por serem ensinadas a aprender regras que vêm de fora e não deixa-las brotarem de dentro"
Ø A mulher pode se reconstruir e encontrar seu lugar na sociedade;

Realismo, Naturalismo e Regionalismo (1865-1914)


○ Realismo
- Período pós Guerra Civil (Norte industrializado x Sul agrícola escravagista);
- Otimismo da nação cedeu lugar à exaustão e a sentimentos de desilusão;
Ø Tensão refletiam nas classes inferiores;
§ Guetos cresciam rapidamente e deixavam "gaps" nas outras classes e regiões;
- Idealizavam o progresso e o homem que se faz por si próprio;
- Crescimento da industrialização e a alienação;
- Era a pintura de um cenário realista da vida cotidiana e das pessoas comuns, incluindo a cor local (regionalismo);
Ø Tentavam explicar o comportamento humano;
- Principal representante: Mark Twain
OBRAS:
○ Mark Twain: The Adventures of Tom Sawyer (1876):
- Assassinato, inocência de um homem injustamente acusado, aventura, imaginação, fantasia;
- Mergulho na vida do interior dos Estados Unidos (região do rio Mississipi);
Ø Humor popular da fronteira e a cor local (regionalismo);
- Relação instável entre realidade e ilusão;
- Considerado o pai da literatura americana;
- Escrita de Twain é baseado na fala americana vigorosa, realista e coloquial;
- Realismo era um modo de dizer a verdade e derrubar convenções surradas;
Ø Twain tinha ideais de uma comunidade equilibrada e senso moral;
Determinismo vê o homem como um joguete impotente de forças econômicas e
○ Naturalismo sociais além de seu controle.

- Naturalistas usavam o realismo para relacionar o indivíduo à sociedade;


- Denunciavam problemas sociais e eram influenciados pelo pensamento darwiniano e a doutrina filosófica afim do determinismo;
- É, em essência, expressão literária do Determinismo;
- É associado a descrições áridas e realistas da vida da classe baixa;
- Nega a religião como força motivadora do mundo; universo >>> máquina cega, sem Deus e fora de controle;
- Floresceu quando os americanos se tornavam urbanos e conscientes da importância das grandes forças econômicas e sociais;
- Principais representantes:

○ Regionalismo
- Não existe mais um único ponto de vista ou código capaz de expressar com sucesso a nação;
- Cenário de mudanças econômicas e sociais e um anseio por tradição;
- Mitos e realidade se misturam;
- A cor local de cada região dos Estados Unidos (ex: Califórnia, Meio Atlântico, o Sul, etc);
- Principais representantes:

Modernismo (1914-1945)
- Foi uma extensão do realismo;
◊ A realidade de cada um e suas lutas individuais
- Rompe com tradições literárias e poéticas;
Ø Não se preocupa com rima ou forma
- Expressava o sentido da vida moderna através da arte;
§ Arte reagia contra o historicismo, as convenções artísticas e a institucionalização da arte, e deveria ser incluída na vida cotidiana e ser acessível a todos;
® Arte abstrata era inovadora, futurista e auto referencial
Ø Vida moderna era radicalmente diferente: mais científica, rápida, tecnológica e mecanizada
- Visão e ponto de vista eram aspectos essenciais;
- Crença otimista de que as pessoas podiam mudar o mundo a sua volta, apesar de ao mesmo tempo parecer sombria;
- Rejeitava o pensamento iluminista, procurando representar a realidade num mundo novo e mais industrializado;
- Principais representantes: T.S. Eliot, Ernest Hemingway
OBRAS:
○ T.S. Eliot: The Waste Land; the Hollow Men;
- Sua poesia era modernista, iconoclasta, aparentemente ilógica ou abstrata;
- Defendia a importância das tradições literárias e sociais para o poeta moderno;
- Influência religiosa em suas obras;
Ø Dava mais ênfase em seus textos
○ Ernest Hemingway: The Sun Also Rises, For Whom the Bell Tolls, The Old Man and the Sea
- Estilo simples e fácil de entender, limpo, livre de palavras inúteis ;
- Adepto do "culto à experiência";
- Envolvia seus personagens em situações perigosas para poder revelar sua natureza interior;
- Ótimo ouvido para diálogos e descrições precisas;

Geracao Perdida (1917-1937)


- Junção da cultura afro-americana, do jazz, das gírias cotidianas, da beleza e sensualidade da vida noturna da cidade;
Ø Produz uma cultura enérgica e progressiva
Ø Parte integrante do modernismo
- Continha linguajar obsceno e distante do formal
- Termo inventado por Gertrude Stein, para batizar um grupo de artistas que estavam na França nos anos finais da Primeira Guerra Mundial;
Ø Utilizavam o país como um refúgio para suas manifestações criativas, discussões filosóficas e criações literárias
- Principais representantes: James Joyce
OBRAS:
○ James Joyce: Ulysses
- Tem suas obras todas ambientadas na capital da Irlanda (sua terra natal);
- Escrevia sobre seu relacionamento com sua família e os contratempos da época da escola e faculdade;
- Recriava sua própria Irlanda e vivia fora dela;
- Influências do simbolismo e do lirismo, pois seus versos eram criados para soar como uma letra de música;
- Seus poemas apresentavam objetividade, visualidade, neologismos e arcaísmos;
- Traços marcantes: fluxo de consciência, livres associações oníricas e alusões literárias;
- Narra a história de Leopold Bloom e Stephen Dedalus ao longo do dia 16 de junho de 1904;
- Um homem sai de casa de manhã, realiza as tarefas do dia, e à noite, retorna ao lar;

Beat Generation (1950-1965)


- Movimento social e literário centrado na vida boêmia;
- Seus adeptos eram chamados de beatnicks (palavra derivada de "beat" - batida de música; e "beatific" - relacionado à espiritualidade);
Ø Expressavam suas opiniões adotando um estilo de se vestir, maneiras e vocabulário emprestado de músicos de jazz;
Ø A sociedade era "quadrada" e desprovida do que eles buscavam;
Ø Alienação, falta de visão política, indiferença aos problemas sociais;
§ Senso de libertação vinha do jazz, sexo, drogas e características adotadas do budismo;
- Suas obras eram lidas acompanhado de som de jazz;
Ø Versos caóticos, cheios de obscenidades e referências ao ato sexual;
§ Tinha como intuito a libertação da preciosidade poética;
- Principais representantes: Allen Geinsberg, Jack Kerouac;
OBRAS:
○ Allen Geinsberg: Howl and Other Poems:
- Comentário social e manifesto revolucionário;
- Se apoia em uma grandeza literária, referências obscenas e trata de temas polêmicos para a época, como a homossexualidade;
- Denuncia o poder destrutivo do capitalismo e da conformidade dos Estados Unidos;

Contemporaneo (1950-presente)
- Anos seguintes à II Guerra Mundial eram vistos como heroicos
- A poesia libertou-se de suas limitações (rima e métrica) e mergulhou em outras dimensões (novas formas e técnicas literárias) ;
- O interesse por poesia atingiu o nível mais elevado de todos os tempos;
Ø Poesia é um vasto território de livre imaginação, "um caldeirão em ebulição, um trabalho em andamento"
- Rejeição à ideia de que qualquer coisa é verdadeiramente "única";
- Ironia na forma de paródia, narradores não confiáveis, absurdo, autoconsciência, descontrução;
Ø Lembra sempre ao público que estão lendo uma obra de ficção ou fornecendo comentários "meta";
Ø Foco no diálogo intenso, mistura ficção e não-ficção, a aparência geral
§ A cultura deve se multiplicar sem parar
- Principais representantes: