Você está na página 1de 2

Arcano I: O Mago

O Mago é aquele que domina os 4 elementos e que, por isso, traz consigo todo o
conhecimento necessário para dar início - para ele, tudo é possível. Traz o símbolo do
infinito na cabeça, representando o Poder Divino, e a força da causa, da inteligência e da
astúcia dentro de si, mostrando ser capaz de tudo. Ele manipula a energia como quiser e
sabe direcionar o seu poder e suas motivações para o que quer conquistar - é um
verdadeiro alquimista! É o senhor de si mesmo. Porém, ainda não deu o primeiro passo e,
por isso, erra ao se sentir inseguro, por acreditar que ainda não está pronto o suficiente ou
por não ser capaz de se decidir - ou, ainda, quando utiliza seu poder de forma egoísta e vã.

Arcano II: A Sacerdotisa


A Sacerdotisa é aquela que detém o conhecimento do que, muitas vezes, não é visto nem é
claro. Ela é a grande conhecedora do oculto, do místico, do sagrado, das verdades veladas.
É a senhora de todos os mistérios, aquela que detém as chaves para abrir todos os portais -
por isso, é tida como a dona da revelação e de todos os sentimentos, além de fazer a
gestação necessária de uma ação. Ela traz à tona as verdades, que estão encobertas pelo
véu da ilusão, através do sentir. Enclausurada, provoca o isolamento, a espera, a solidão
(escolhida ou não) - faz o convite para olhar para dentro de si. Na sombra, ela traz as
mentiras, as dissimulações, o não viver a sua própria verdade.

Arcano III: A Imperatriz


A Imperatriz releva o que antes estava oculto (Sacerdotisa). Ela é a figura da plenitude, da
abundância, da prosperidade, da fertilidade, ou seja, atrai tudo o que precisa para que a
energia se materialize. Também representa a sabedoria de saber escolher o que é bom
para sua evolução e o que não é, já que seu magnetismo é forte e ela atrai diversas
experiências, de todos os tipos. Evoca a criatividade, a energia feminina, o entusiasmo
diante da vida. Ama conceber e reinar. Na sombra, ela atrai e realiza coisas errôneas, que
não servem para sua evolução, através de escolhas incorretas - ou, simplesmente, não age.
Está limitada em sua expressão, trazendo a amargura, a maldade e a subordinação.

Arcano IIII: O Imperador


O Imperador traz consigo o comando, simbolizando o poder que reside nele para determinar
o que realmente é necessário em sua vida. É o senhor do seu destino e da sua vida
material, trazendo a força de saber o que quer, o poder de garantir sua própria segurança
(estabilidade) e internalização disso tudo no seu ser. Evoca o acolhimento e a proteção - o
verdadeiro equilíbrio dentro de um lar. Representa a perseverança, a solidez, o poder e o
comando (e isso só é possível através do seu lado racional e prático). Na sombra, traz a
falta de preparação, de força e de coragem, sem o comando sobre o que quer, ou seja, a
paralisação e a falta de segurança, de estabilidade.

Arcano V: O Papa
O Papa é aquele que simboliza a espiritualidade, independente do caminho que professa. É
um líder que aporta um ideal, que cuida da parte espiritual do meio em que convive e que,
por isso, sabe usar sua comunicação de forma clara e direcionada (é um verdadeiro mestre,
um guia, um professor). Ele simboliza o encontro verdadeiro com seu aprimoramento
espiritual (é receptivo em direção aos céus e ativo na Terra, ou seja, é o ponto de encontro
dos opostos, um verdadeiro canal). Aquilo que recebe do alto, transmite para baixo, para
aqueles que o seguem. Na sombra, traz o fanatismo, a espiritualidade de forma deturpada
ou, simplesmente, a total falta de conexão com algo maior.

Arcano VI: Os Enamorados


Os Enamorados representam a decisão e a escolha, mas muito pautadas na sua verdade
interior, naquilo que o seu coração, o seu intelecto e o seu corpo lhe dizem em conjunto. É o
momento em que se para de imaginar o que seria agradável, para começar a fazer o que
realmente gosta e dá prazer. Ele traz também questionamentos sobre o prazer e a vida
emocional, representando o início de um convívio social e as uniões/desuniões. Na sombra,
simboliza as incertezas, as dúvidas e as escolhas erradas.

Arcano VII: O Carro


O Carro é aquele que traz o direcionamento da energia mental. Sabe exatamente para onde
vai e avança em direção ao sucesso. Simboliza a velocidade da mente que, se bem
conduzida, pode produzir coisas fantásticas - a ação em todos os planos, sobre si mesmo e
no mundo. Traz o questionamento sobre como agir e a maneira como dirige sua vida. Na
sombra, representa a mente desgovernada e perdida, sem foco, sem direcionamento. Pode
trazer consigo a imprudência e a inflexibilidade.

Arcano VIII: A Justiça


A Justiça traz a energia da ética e da moralidade. Julga de uma forma imparcial, justa e
ética, já que consegue ver claramente a realidade e se colocar no lugar do outro. É a
perfeição no céu e na terra, a estabilidade no mundo material e no espiritual. Símbolo da
realização e do equilíbrio de vida, traz a exigência forte pela perfeição. Além disso, sabe
separar o joio do trigo: aquilo que quer e merece, daquilo que não se quer - sabe
exatamente quando dizer sim/não. Na sombra, traz justamente o oposto - a falta de ética,
de moralidade, de imparcialidade, não conseguir colocar limites através do “não”. Julga e
critica de forma descabida e infundada.

Arcano VIIII: O Eremita


O Eremita traz a busca pela sua luz interior. É a pura consciência que emerge de dentro do
ser, que enxerga a verdade como uma luz espiritual e não puramente humana - é a visão do
iluminado. É aquele que se recolhe em busca da sua iluminação - retrocede para avançar,
ou seja, retorna ao começo para iniciar um novo ciclo. Ilumina o passado para poder seguir
em frente, mesmo sem saber para onde vai. Pode, com isso, trazer uma crise, uma
mudança profunda à qual é preciso se entregar. Por isso, remete também à solidão, à
pobreza, à decadência, porque abandonou tudo que lhe dava uma (falsa) segurança para
se reconstruir e fazer sua transformação espiritual. Na sombra, traz o recolhimento e a
solidão demasiados, o alcoolismo, ou a recusa/fuga de olhar para dentro. Seu brilho interior
está apagado, sem força.