Você está na página 1de 6

cosmologia astrológica

- como a astrologia funciona -


Astróloga Elaine Estrela
elaineestrela@yahoo.com.br
(21) 7519-1872

CAPÍTULO I- SIGNOS

Cada constelação ou signo possui milhares de estrelas


e planetas. Pode-se dizer que é um Universo em miniatura.
Essas estrelas e planetas, muitos invisíveis ao olho nú, nos
influenciam , por meio de suas energias. De fato, as estrelas
são corpos de semideuses, e como tais , possuem a função
de administrar nosso carma.

No Baghavad Gita, Krishna, o grandioso, cria os


semideuses para regerem sua criação, os Universos. Esses
semideuses moram nos planetas, isto é, constituem esses
planetas, e daí emanam seus desígnios.

Há várias classes de semideuses, desde os benéficos


até os maléficos. Todos atuam pela vontade de Krishna.

Os 12 signos ou constelações, em verdade,


representam a manifestação da energia material de Krishna,
que é, também conhecido por Maya, a deusa da ilusão,
porque a matéria é ilusão. O real é o espiritual.

Por causa de Maya, o apego ao mundo material ocorre,


prendendo cada vez mais nós, seres espirituais encarnados
na matéria. Também somos chamados de karmis, por
sermos desfrutadores da matéria, em contraposição aos
Jnanis ou almas liberadas.

Os Jnanis ( leia-se ianis ), embora estejam sob a


influência do karma, isto é, dos signos, possuem a
possibilidade de se desligarem de Maya, ao se refugiarem
nos pés de lótus do Senhor ( Sri Krishna ), por meio do
mantra excelso dele: Hare Krishna Hare Krishna Krishna
Krishna hare hare hare rama hare rama rama rama
hare hare .

Interessante que os pés de lótus de Krishna é


representado pelo signo ou constelação de peixes, que é ,
também, o símbolo do servo. De fato, peixes, como o 12º e
último signo , representa o avanço último espiritual. É o
ômega da Bíblia.

O signo de áries, como primeiro signo é o Alfa da Bíblia.


Áries vem da palavra Aryan, ou ária, que é a civilização
atual, apoiada na 5ª raça ou ariana. Os arianos originaram-
se na Índia , e constituem casta guerreira, bem ao feitio do
signo bélico de áries, regido por Marte, o planeta da guerra.
Áries é também o cordeiro, e em sânscrito é RAM, que deriva
da palavra RAMA, o deus-irmão de Krishna. De fato, RAMA
apareceu há milhões de anos atrás para estabelecer a
civilização atual ou raça atual.

Outro signo interessante é sagitário, que na astronomia


encontra-se perto do centro de nossa Galáxia, perto de um
grande buraco negro. Na cosmologia astrológica, sagitário
rege Patala, os infernos desta galáxia. Os pés do Senhor,
estão apoiados firmemente em Patala. Corresponde à área
nebulosa de escorpião-sagitário e ofiúco, região perturbada
de nossos céus.
Pode-se dizer que oas 12 signos representam a roda de
Samsara ou roda das reencarnações. Cada signo tem 30º
que multiplicado por 12 dá 360º ou o arco do círculo, que é a
mandala astrológica.

Os signos são como ganchos que nos prendem à Terra.


Em nosso mapa natal temos todos os signos , porque temos
todos os carmas que nos prendem à matéria.

A saída da roda das reencarnações ou da Galáxia se dá


pelas bençãos de Krishna. A Jiva ( entidade espiritual viva )
precisa se render aos pés de lotus de Krishna ou peixes.
Pode-se estabelecer um paralelo entre os pés de lótus de
Krishna e Cristo que era do signo de peixes e que rege a ERA
de Peixes.

A Era de Peixes , que se encerrou no Século Passado,


trouxe intenso sofrimento ao ser humano, guerras religiosas,
ignorância e blasfêmias. A Era de Aquário trará muito
materialismo e tecnologia. Estaremos cada vez mais
mergulhados na ignorância espiritual.

CAPÍTULO 2- OS PLANETAS

Todos os planetas do sistema solar são expansões de


Krishna, inclusive a Terra. O sol e a lua representam os dois
olhos de Krishna, o olho direito e o olho esquerdo,
respectivamente.

Os planetas são os semideuses personificados. Em


nosso sistema solar, há 9 semideuses ou Grahas
( planetas ) , que são: Sol ( para a astrologia o sol é um
planeta ), lua, mercúrio, vênus, marte, júpiter, Saturno, rahu
e Ketu.
Os poderosos semideuses fazem com que o planeta
atue de determinada maneira, seguindo as leis da física, que
são as leis de Krishna. Quem controla o resultado final ou
destino final do planeta é Krishna, que mantém o equilíbrio
do Universo.

Por causa da atuação caprichosa dos semideuses, são


33 os principais, entre eles Brahma e Shiva, o astrólogo
encontra dificuldade em acertar todas as previsões.
Frequentemente o destino do indivíduo muda.

Por isso, na Índia, é comum os astrólogos oferecerem


sacrifícios aos semideuses, a fim de se garantir a
confiabilidade de suas previsões, e para apaziguar o carma
do consulente.

Encontra-se um paralelo com a Umbanda no Brasil, em


que são oferecidos despachos aos Orixás para apaziguar o
carma.

Após os sacrifícios, que se constituem em jejum,


vegetarianismo, yoga, mantras , uso de pedras, é comum
que o semideus se incline favoravelmente à entidade jiva
( nós ) e passe a trazer benefícios materiais.

Para o astrólogo , o benefício, é que o semideus passar


a comunicar-lhe suas inclinações em relação ao destino do
consulente.

Na Índia há astrólogos que são milionários, porque


atraem muitos clientes com suas prescrições espirituais. São
os porta-vozes dos semideuses e devem ser respeitados. A
pior ofensa é a que se faz a um sacerdote ou brâmane.

PROFISSÃO DE ASTRÓLOGO
A função do astrólogo é representar Deus, como se
fosse um sacerdote. Como o astrólogo lê o kharma da
pessoa, atua como sacerdote, tendo dupla função: a de
psicólogo e a de religioso.

Segundo a tradição hindu , a casta mais elevada é a


sacerdotal, por representar Deus.

Quando um astrólogo lê o mapa de uma pessoa, ele,


representa, no momento da leitura, a casa 12 do mapa do
consulente. A casa 12 é regida por peixes, o signo do
misticismo e dos segredos.

Pode-se dizer que não é a astrologia que erra na


interpretação, mas sim, os astrólogos mal orientados ou
principiantes. Como em toda classe profissional, há uma
escala de graduação.

Na Era de Kali Yuga, a que vivemos atualmente, as


pessoas serão cada vez mais decaídas. O aspecto material
preponderá sobre o espiritual, de modo que, o astrólogo da
Kali Yuga, precisa cobrar seu trabalho espiritual.

Na Era de Ouro, o astrólogo trabalhava em doação ao


próximo e na Era de Prata, por meio de escambo. Na Era de
Kali , o pagamento é o vil metal.

No entanto, o astrólogo que doa seu trabalho, encontra


muitos frutos a frente, e pode-se dizer, que está na
verdadeira plataforma de desenvolvimento espiritual.

A era de Kali Yuga durará 432.000 anos, dos quais


5.000 já se passaram. Será uma era de terríveis sofrimentos.
As vidas serão curtas quando comparadas a da Era de Ouro.
Chaitanya Mahaprabu, há cerca de 500 anos, liberou para as
massas o mantra sagrado e oculto, o Harer Nama, que traz a
libertação do ciclo de reencarnações. Basta orar : HARE
KRISHNA HARE KRISHNA KRISHNA KRISHNA HARE HARE
HARE RAMA HARE RAMA RAMA RAMA HARE HARE.

Esse mantra estava escondido nos Ashrams da Índia e


era só dado para os iniciados. Chaitanaya Mahaprabu, que
era , na verdade, encarnação de Krishna, liberou o mantra
para todos.

Este artigo não tem intenção de explicar o


funcionamento do Universo material, mas sim , do
funcionamento espiritual do dito Universo, e de como
funciona a astrologia, apoiando-se nas leis do Kharma e nas
leis de Krishna.

É possível que haja um astrólogo científico, mas é


necessário que a religião esteja unida à astrologia, porque
sem Deus nada somos.