Você está na página 1de 10

MECÂNICA DOS FLUIDOS

RELAÇÕES INTEGRAIS APLICADAS A


VOLUMES DE CONTROLO

Exercício proposto 3.11


RELAÇÕES INTEGRAIS APLICADAS A VOLUMES DE CONTROLO

Dimensões
Análise Diferencial
infinitesimais
(escoamento)
Via Teórica
ESTUDO
Introdução Teórica

Análise Integral Dimensões Finitas

Via Experimental Não Viável

MÉTODO DE RESOLUÇÃO

Como vamos fazer um estudo teórico, vamos basear-nos num conjunto de equações
Fazer uma selecção dos princípios físicos
Aplicar esses princípios físicos a um modelo adequado do nosso problema
RELAÇÕES INTEGRAIS APLICADAS A VOLUMES DE CONTROLO

EQUAÇÕES E PRINCÍPIOS FÍSICOS

-Relacionar um sistema com um volume de controlo instantaneamente coincidentes


𝑉
Sist.
Introdução Teórica

𝑉
III
Sist.
II
I
VC
𝑉 VC
t t+Δt

I-Matéria que entrou no VC entre t e t+Δt


II-Matéria que permaneceu no VC entre t e t+Δt
III-Matéria que no instante t pertencia ao VC e em t+Δt saiu
RELAÇÕES INTEGRAIS APLICADAS A VOLUMES DE CONTROLO

EQUAÇÕES E PRINCÍPIOS FÍSICOS

-Relacionar um sistema com um volume de controlo instantaneamente coincidentes

𝑁𝑠𝑖𝑠𝑡 = 𝜂𝜌𝑑𝑣
Introdução Teórica

𝑠𝑖𝑠𝑡

𝑁 ≡ 𝑝𝑟𝑜𝑝𝑟𝑖𝑒𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑒𝑥𝑡𝑒𝑛𝑠𝑖𝑣𝑎
𝜂 ≡ grandeza que multiplicada pela massa do sistema nos dá 𝑁
𝜌 ≡ massa volúmica
𝑠𝑖𝑠𝑡
𝑑𝑣 ≡ volúme do sistema

Fazendo um balanço de matéria:


𝐷𝑁 (𝑁𝑠𝑖𝑠𝑡 )𝑡+∆𝑡 − (𝑁𝑠𝑖𝑠𝑡 )𝑡
= lim
𝐷𝑡 ∆𝑡→0 ∆𝑡

𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣 − 𝐼𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣 + 𝐼𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣 𝐼𝐼𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣
𝑡 𝑡 𝑡+∆𝑡 𝑡+∆𝑡
= lim − + +
∆𝑡→0 ∆𝑡 ∆𝑡 ∆𝑡
RELAÇÕES INTEGRAIS APLICADAS A VOLUMES DE CONTROLO

EQUAÇÕES E PRINCÍPIOS FÍSICOS

-Relacionar um sistema com um volume de controlo instantaneamente coincidentes

𝑁𝑠𝑖𝑠𝑡 = 𝜂𝜌𝑑𝑣
Introdução Teórica

𝑠𝑖𝑠𝑡

𝑁 ≡ 𝑝𝑟𝑜𝑝𝑟𝑖𝑒𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑒𝑥𝑡𝑒𝑛𝑠𝑖𝑣𝑎
𝜂 ≡ grandeza que multiplicada pela massa do sistema nos dá 𝑁
𝜌 ≡ massa volúmica
𝑠𝑖𝑠𝑡
𝑑𝑣 ≡ volúme do sistema

Fazendo um balanço de matéria:

𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣 − 𝐼𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣 + 𝐼𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣 𝐼𝐼𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣
𝑡 𝑡 𝑡+∆𝑡 𝑡+∆𝑡
= lim − + +
∆𝑡→0 ∆𝑡 ∆𝑡 ∆𝑡

Taxa média de entrada no VC Taxa média de variação em II Taxa média de saida do VC


entre t e t+Δt entre t e t+Δt entre t e t+Δt
RELAÇÕES INTEGRAIS APLICADAS A VOLUMES DE CONTROLO

EQUAÇÕES E PRINCÍPIOS FÍSICOS

-Relacionar um sistema com um volume de controlo instantaneamente coincidentes

𝑁𝑠𝑖𝑠𝑡 = 𝜂𝜌𝑑𝑣
Introdução Teórica

𝑠𝑖𝑠𝑡

𝑁 ≡ 𝑝𝑟𝑜𝑝𝑟𝑖𝑒𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑒𝑥𝑡𝑒𝑛𝑠𝑖𝑣𝑎
𝜂 ≡ grandeza que multiplicada pela massa do sistema nos dá 𝑁
𝜌 ≡ massa volúmica
𝑠𝑖𝑠𝑡
𝑑𝑣 ≡ volúme do sistema

Fazendo um balanço de matéria:

II →VC

− 𝐼𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣 + 𝐼𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣 𝜕
𝑡 𝑡+∆𝑡
∆𝑡 → 0 → 𝜕𝑡 𝑉𝐶
𝜂𝜌𝑑𝑣
∆𝑡

− 𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣 + 𝐼𝐼𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣
𝑡 𝑡+∆𝑡
→ 𝜂𝜌(𝑉. 𝑛)𝑑𝐴
∆𝑡 𝑆𝐶
RELAÇÕES INTEGRAIS APLICADAS A VOLUMES DE CONTROLO

EQUAÇÕES E PRINCÍPIOS FÍSICOS

-Relacionar um sistema com um volume de controlo instantaneamente coincidentes


Fazendo um balanço de matéria:
Introdução Teórica

II →VC

− 𝐼𝐼 𝜂𝜌𝑑𝑣 𝑡 + 𝐼𝐼 𝜂𝜌𝑑𝑣 𝑡+∆𝑡 𝜕


∆𝑡 → 0 → 𝑉𝐶
𝜂𝜌𝑑𝑣
∆𝑡 𝜕𝑡

− 𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣 + 𝐼𝐼𝐼
𝜂𝜌𝑑𝑣
𝑡 𝑡+∆𝑡
→ 𝜂𝜌(𝑉. 𝑛)𝑑𝐴
∆𝑡 𝑆𝐶

Convenção de normal unitária exterior


Influxo resultante Efluxo resultante
Sist. Sist. 𝑉

𝑉 VC VC
t t
𝑉. 𝑛 < 0 𝑉. 𝑛 > 0
RELAÇÕES INTEGRAIS APLICADAS A VOLUMES DE CONTROLO

EQUAÇÕES E PRINCÍPIOS FÍSICOS

-Relacionar um sistema com um volume de controlo instantaneamente coincidentes

𝑁𝑠𝑖𝑠𝑡 = 𝜂𝜌𝑑𝑣
Introdução Teórica

𝑠𝑖𝑠𝑡

𝑁 ≡ 𝑝𝑟𝑜𝑝𝑟𝑖𝑒𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑒𝑥𝑡𝑒𝑛𝑠𝑖𝑣𝑎
𝜂 ≡ grandeza que multiplicada pela massa do sistema nos dá 𝑁
𝜌 ≡ massa volúmica
𝑠𝑖𝑠𝑡
𝑑𝑣 ≡ volúme do sistema

Fazendo um balanço de matéria:

Resulta na equaçao integral da conservação de uma propriedade N

𝐷𝑁 𝜕
= 𝜂𝜌𝑑𝑣 + 𝜂𝜌(𝑉. 𝑛)𝑑𝐴
𝐷𝑡 𝜕𝑡 𝑉𝐶 𝑆𝐶
RELAÇÕES INTEGRAIS APLICADAS A VOLUMES DE CONTROLO

EQUAÇÕES E PRINCÍPIOS FÍSICOS

-Particularizar para N ≡𝑃 =𝑚𝑉 (quantidade de movimento)

Tal como referido anteriormente, para termos N ≡ 𝑃 𝜂≡𝑉


Introdução Teórica

𝑁≡𝑃 = 𝜌𝑉𝑑𝑣
𝑠𝑖𝑠𝑡
Forças que podem ser exercidas sobre um sistema:

𝐹𝑠 -Forças de Superfície
𝐹 =𝐹𝑐 +𝐹𝑠
𝐹𝑐 -Forças de Campo
A segunda lei de Newton aplicada a um referêncial de inércia:

m constante
𝐹 =m𝑎 𝐷𝑉
𝑎=
𝐷𝑡
Conclusões