Você está na página 1de 11

Física Estatística 2011-1 Fernanda R.

Cavalcante 1

Problemas de Física Estatística

1. Um sistema composto de 4 partículas tem níveis de energia 0, , 2, 3 com


multiplicidades 3, 3, 4 e 4, respectivamente. Considere as 3 partições possíveis para cada
uma energia total do sistema igual a 3. Qual é o número de microestados compatível com
cada uma das partições e qual delas é a mais provável (determine a probabilidade) se:

  Partições com
3


0 3 3 1 2

2
3 0 3 1

3
4 0 0 1
4 1 0 0

i) as partículas obedecem a estatística de Maxwell-Boltzmann

 

N! 
 !

3 . 4
Ω
4!
432 
3  3 
3! 1!

3 . 3
Ω
4!
324 
1  3 
1! 3!

3 . 3 . 4

4!
1292 
2       

2! 1! 1! 

Ω#
"
.100%
∑ Ω#

432
"
.100%
21%
2052
324
"
.100%
15%
2052

1292
"
.100%
64%

2052

ii) as partículas obedecem a estatística de Fermi-Dirac

 !
Ω()

* +  ,!  !

3! 3!
Ω
.
4 
4 
*3 + 3,! 3! *3 + 1,! 1!

3! 3!
Ω
.
3 
3 
*3 + 1,! 1! *3 + 3,! 3!
Física Estatística 2011-1 Fernanda R. Cavalcante 2

3! 3! 4!

. .
36 
36 

*3 + 2,! 2! *3 + 1,! 1! *4 + 1,! 1! 

4
"
.100%
9%
43
3
"
.100%
7%
43

36
"
.100%
83%

43

iii) as partículas obedecem a estatística de Bose-Einstein

*   + 1,!
Ω /

* + 1,!  !

*3  3 + 1,! *4  1 + 1,!
Ω
.
40 
40 
*3 + 1,! 3! *4 + 1,! 1!

*3  1 + 1,! *3  3 + 1,!
Ω
.
30 
30 
*3 + 1,! 1! *3 + 1,! 3!

*3  2 + 1,! *3  1 + 1,! *4  1 + 1,!



. .
72 
72 

*3 + 1,! 2! *3 + 1,! 1! *4 + 1,! 1! 

40
"
.100%
28%
142
30
"
.100%
7%
142

72
"
.100%
50%

142

2. Considere 2 sistemas 0 e 1 cada um com 10 partículas. Cada partícula tem 2 níveis


energéticos 0 e  . Inicialmente o sistema 0 tem 2 partículas no nível  (as restantes estão
no nível 0) e o sistema 1 tem 4 partículas no nível  (as restantes no nível 0)
a) Qual é o número de estados do sistema 0  1 sem contato térmico?

2
3
Inicialmente:

3
4
10!
Ω2
4 *3,7,

45
3! 7!
10!
Ω2
4 *4,6,

210
4! 6!
Ω253
Ω2 . Ω3
9450
Física Estatística 2011-1 Fernanda R. Cavalcante 3

do sistema 0  1?
b) Se contato térmico é permitido, qual é o número de estados da partição mais provável

253
6
Partição mais provável (equilíbrio)

2
3
3
10!
Ω2
Ω3
4 *3,7,

120
3! 7!
Ω253
Ω2 . Ω3
14400

temperatura 6 e que podem ocupar os níveis de energias 0, , 2 e 3.


3. Considere um sistema de 3 partículas idênticas, distinguíveis e independentes a uma


3
a) Faça um gráfico mostrando todas possibilidades de obter uma energia do sistema

 
3 78

6 78

 78

b) Determine a função de partição do sistema com energia


3
9
3 78  6 78   78
9
10 78

c) Determine a entropia do sistema com energia


3
:
;3 ln Ω
:
;3 ln 10

4. Considere um sistema, em equilíbrio térmico a uma temperatura 6, consistente de >


partículas idênticas, distinguíveis e independentes e cada uma pode ter energia  ou +.


 87   87
2 cosh*βε,
a) Escreva a função de partição do sistema e calcule sua energia interna e sua entropia

9
E
9
F2 cosh*βε,GH
Física Estatística 2011-1 Fernanda R. Cavalcante 4

J lnF2 cosh*βε,GH J lnF2 cosh*βε,G 2 senh*βε,


I
+
+>
+>ε
JK JK 2 cosh*βε,
I
+>ε tgh*βε,
ε
J0 J*+;3 6 ln 9, J >;3 6 ln O2 cosh P;3 6QR
:
+
+

J6 J6 J6
ε
ε 2 senh P Q ε
;3 6
:
>;3 ln S2 cosh T UV  >;3 6 W ε · Y
;3 6 2 cosh P Q ;3 6
;3 6
ε ε ε
:
> Z;3 ln S2 cosh T UV  tgh T U[
;3 6 6 ;3 6

b) Qual a probabilidade de encontrar uma partícula no estado ? Mostre que o número
de partículas no estado de energia + nunca é menor que o número de partículas no
estado de energia 
 87
"*5,

9
 87
"*,

9
 87 \  87 ] "*, ^ "*5,
o estado de energia –  tem maior número de partículas que o estado de energia 

c) Calcule a capacidade térmica do sistema e mostre que, para baixas temperaturas


( ` ;6) ela pode ser escrita como 4 a 4>; P Q exp*+Δ/ ;6,, onde Δ
2ε é p gap

bc

ε
de energia

J h+>ε tgh P Qi
JI ;3 6 >ε ε ε 1
4


sech T U
>;3 T U . ε
J6 J6 ;3 6 ;3 6 ;3 6 cosh P Q
;3 6
ε 2 ε 1
4
>;3 T U .j l
4>;3 T U .
;3 6 7 7
;3 6 7 7 7 7
eb k c  e

eb k c  2ebk c e e
bk c  
bk c bk c
Para  ` ;6
7
lim e o0

bk c
7
op
bk c

ε q
4 a 4>;3 T U ebk c r Δ

;3 6

5. Considere a distribuição de probabilidades s*t,


ut  , 0 v t v 1, para  um inteiro

a) Derive uma expressão para constante u, que normaliza s*t,


positivo

p
w s*t, xt
1
p
Física Estatística 2011-1 Fernanda R. Cavalcante 5


w ut  xt
1


yu t z
1 o u
  1


*  1, 

b) Determine as médias {t| e {t| assim como {t| + {t| em termos de 



y t  u
{t|
w ut 5 xt
u z

 *  2,    2

t  u
{t |
w ut 5 xt
yu z

 *  3,    3
u u
{t | + {t|
+P Q
3 2

6. As coordenadas generalizadas de um pêndulo simples são o deslocamento angular } e


o momento angular ~ }€. Descreva matemática e graficamente as trajetórias no espaço

energia total é o período  do pêndulo. É a entropia uma constante de movimento?


fases do sistema e mostre que a área encerrada pela trajetória é igual ao produto de


‚  ƒ
1
‚
~„ ; ƒ
~†‡
2
t
 sen } o t€
}€  cos }
ˆ
 sen } o ˆ€
+}€ sen }
1
„
t€  ˆ€
}€  o ‚
~}€ 
2
‰
~ } €
1 ‰ ‰
‚
~ P Q  o ‚

2 ~ 2~
ƒ/ Š\ } }
‡
 + ˆ
*1 + cos }, ‹ŒŒŒŒ ‡
 h1 + 1  i

2 2
}
ƒ
~†
2
Ž
}
Ž
ƒ

2
~†
‰ Ž ‰ Ž

 ] 
1
2~ 2 2 ~ 2
~† ~†
u
2 ~
2

‘
~†

Área da elipse: ’. u. 
’√2 ~ ”
2’ ”—
. 
• ˜
–—˜
Física Estatística 2011-1 Fernanda R. Cavalcante 6

Entropia: :
+
+
™2 ™*bk c š› œ,
™c ™c
p ƒž –—˜ ž
9
 
T 5 Ÿ U
•–˜ ž
p
p
’
w   ¡ xt
”
ž

p ¢
2’ ~ 2’
9
‘ ‘
;3 6
K ~†K
J0 JF;3 6 ln*;3 6,G ;3 
:
+

;3 ln*;3 6,  ;3 6.
J6 J6 ;3 6
:
;3 £ln*;3 6,  1¤
Como ¥§
0 , então a entropia é uma constante de movimento
¥¦

7. Determine a densidade do espaço de fases s de um sistema de osciladores harmônicos


clássicos amortecidos, unidimensionais e idênticos. Considere ; a constante da mola e ¨ a
constante de amortecimento. É a situação do sistema estacionária? É a entropia uma
constante de movimento?
‰
Ž€

~
¨‰
‰€
+ + ; sen Ž
~
xs JŽ€ J‰€
sZ  [
0
x© JŽ J‰

xs ¨ xs ¨
 s Z+ [
0 o
s
x© ~ x© ~
ª
s
s  –§

s*‰, Ž, ©, o a situação não é estacionária (s cresce com o tempo)

¬ 0 o o sistema não está em equilíbrio e há troca de energia (entropia varia com © )


¥«
¥¡

A entropia não é uma constante de movimento

com um foco térmico à temperatura 6. Suponha que este sistema obedece a estatística
8. Considere um gás ideal clássico de átomos em um campo magnético (­) e em contato

clássica, que cada átomo tem momento magnético intrínseco, ®, e que a interação entre
átomos é desprezível. Aqui, 
+¯, +¯  1, … , ¯ + 1, ¯ sendo ¯ um número inteiro e ® é

i) Escreva uma expressão para a função de partição por átomo, 9


uma constante


+†®­ r †
1 *estatística clássica,
Física Estatística 2011-1 Fernanda R. Cavalcante 7

9
´  µ
´  ¶·
 ¸¶·   *¸5,¶·  ¹   ¸¶·
 
É uma progressão geométrica com razão: Ž
 ¶·
u *1 + Ž H ,
:

1+Ž
¶· ¶·
 ¸¶· º1 +  * ¸5,¶· » T+ U º ¸¶· +  *¸5,¶· » T+  U


9
.
.
1 + ¶· ¶· 1 + ¶· ¶·
T+  U T+  U
   
T+  U T + U
P¸5 Q¶· P¸5 Q¶· P¸5 Q¶· P¸5 Q¶·

9
¶· ¶·

¶· ¶·
+    + 
1
senh OP¯  2Q ®­KR
9

®­K
senh S 2 V

Faça um diagrama dos níveis de energia para os casos ­


0 e ­ ¬ 0
0 , ­ ¬ 0y
ii)

+®­
Z r 
+¯ … ¯
®­ , ­ ¬ 0
Para ­
0:

Para ­ ¬ 0:

para ­ pequeno para ­ grande

iii) Escreva uma expressão para a energia média por átomo, { |


1 1 ®­K
J senh OP¯  2Q ®­KR J Pln senh OP¯  2Q ®­KRQ J Tln senh S 2 VU
{ |
+ ln ¼ ½
+ 
JK ®­K JK JK
senh S 2 V
1 1 ®­ ®­K
{ |
+ T¯  U ®­ tanh ST¯  U ®­KV  tanh S V
2 2 2 2
1 1 1 ®­K
{ |
+®­ ZT¯  U tanh ST¯  U ®­KV + tanh S V[
2 2 2 2
Física Estatística 2011-1 Fernanda R. Cavalcante 8

iv) Escreva uma expressão para a magnetização média por átomo, {¾|
1 1 ®­K
J senh OP¯  Q ®­KR J Pln senh OP¯  Q ®­KRQ J Tln senh S 2 VU
{¾|
ln ¼ 2 ½
2 +
J­ ®­K J­ J­
senh S 2 V
1 1 ®K ®­K
{¾|
T¯  U ®K tanh ST¯  U ®­KV + tanh S V
2 2 2 2
® 1 1 1 ®­K
{¾|
ZT¯  U tanh ST¯  U ®­KV + tanh S V[
;3 6 2 2 2 2

Sabendo que a entropia para um mol de átomos do gás é dada por: :


¿ Pln 9  b cQ
{•|
k
v)
mostre que para 6 o ∞ , :
¿ ln*2¯  1,
{ |
:
¿ hln 9  i
;3 6
6o∞
{ |
lim
0 ] :
¿ ln 9
cop ;3 6

1 
1 1 OP¯  2Q ®­KR
senh ST¯  U ®­KV a T¯  U ®­K + ¹
2 2 3!
®­K 
®­K ®­K S 2 V
senh S Va + ¹
2 2 3!
1 1
senh OP¯  2Q ®­KR P¯  2Q ®­K 1
ln 9
ln ¼ ½ a ln
ln 2 T¯  U
ln*2¯  1,
®­K ®­K 2
senh S 2 V
2
: a ¿ ln*2¯  1,

9. Um conjunto de > osciladores clássicos em uma dimensão é definido pelo

H
hamiltoniano
1 1
­
´T ‰  ~ Ž U
2~ 2
Á
Utilizando o formalismo do ensemble canônico no espaço de fase clássico, obtenha
expressões para a função de partição, a energia por oscilador, a entropia por oscilador e o
calor específico.
9
w   xŽx‰
1 
s*Ž, ‰,

9

5p 5p 5p
oscilador isolado
 ž    ž

 xŽx‰
w  xŽ w  –  x‰
P ƒ 5 –Â ž Ÿž Q P –Â ž Ÿž Q P ƒ Q
– 

p p p
p
’
w   ¡ ž
xt
”
p ¢
Física Estatística 2011-1 Fernanda R. Cavalcante 9

2’~ 2’~ 2’ 2’;3 6



‘ ‘

K K K 

2’;3 6 H
9
E
T U


J ln  J ln T U 1 2’ 1
K
{ |
+
+
+Ã . T+ UÄ

JK JK 2’ K K
T U
K
{ |
;3 6
J0 J*;3 6 ln 9, J 2’;3 6 2’;3 6
:
+

>;3 6 ln T U
>;3 Zln T U  1[
J6 J6 J6  

2’; 6
calor específico do sistema (> osciladores):

J: J>;3 Zln P 3 Q  1[ J 2’;3 6


Å
6
6
>;3 6 ln T U
>;3
J6 J6 J6 

Å
;3
calor específico por oscilador:

:
+;3 ∑Æ "Æ ln "Æ com a probabilidade "Æ dada por "Æ
Ç expº+K Æ  K®>Æ »
10. Mostre que a entropia no ensemble gran canônico pode ser escrita na forma

Ξ
´  º•É5¶HÉ»/ bkc
Æ
J*;3 6 ln Ξ,
:

J6
º•É 5¶HÉ »
1 º•É 5¶HÉ »
º Æ+ ®>Æ »
:
;3 ln Ê´  bk c Ë ;3 6 Ì .´ bk c . Í
º•É 5¶HÉ » ;3 6
Æ
∑Æ  bk c Æ

º•É 5¶HÉ »
1 ∑ƺ Æ + ®>Æ »  bk c
:
;3 ln Ξ  . *1,
6 Ξ
1 º•É 5¶HÉ »
º+ Æ  ®>Æ »

 bkc ] ln "Æ Ξ
] +;3 6 ln "Æ Ξ
º Æ + ®>Æ »
Ξ ;3 6
;3 6
:
;3 ln Ξ + ´ "Æ lnº"
ÎÏÐÆÏΞ»
Ñ
;3 ´ "Æ Ôln Ξ + ln"Æ + ln ΞÕ
6
Æ š›ÒÉ 5š› Ó Æ

:
+;3 ´ "Æ ln"Æ
Æ

11. A uma determinada temperatura 6, uma superfície com > centros de adsorção tem
> v > moléculas adsorvidas. Supondo que não haja interações entre as moléculas, mostre
que o potencial químico do gás adsorvido pode ser escrito na forma ®
;3 6 ln *HH
H
Ö ,×*Ø,
.
Qual interpretação da função u*c, ?
> !
J0 J ln 9 J ln S E V
*> + >,! >!
®

+;3 6
+;3 6
J> J> J>
Física Estatística 2011-1 Fernanda R. Cavalcante 10

N !
ln Z
ln e87E
ln N ! + ln*N + N,! + ln N!  N ln e87
*N + N,! N!

Stirling (ln t!
tln t + t):
ln Z
N ln N + N + *N + N, ln*N + N,  *N + N, + N ln N  N  N ln e87
ln 9
N ln N + *N + N, ln*N + N, + N ln N  N ln e87
J
®
+;3 6 ÔN ln N + *N + N, ln*N + N, + N ln N  N ln e87 Õ
J> 
*+1, N
®
+;3 6 Ú+*N + N,.  ln*N + N, + + ln N  ln e87 Û
*N + N, N
N
®
;3 6Ô+ ln*N + N,  ln N + ln e87 Õ
;3 6 ln
*N + N,e87
N
®
;3 6 ln
*N + N,a*Ü,


a*Ü,
e87
e8*ÝÖ , e
8P›5 QÞºßà 5ßá 5ßâ »

a*Ü, é uma função de partição de uma molécula em termos da energia potencial (I ) e da
energia de oscilação O
Pn  Q ޺㡠 ãä  ãå »R


Molécula adsorvida o sujeita a um potencial

Se ;3 6 ` I (partícula itinerante)

Se ;3 6 \ I (partícula localizada)

12. O operador de magnetização para o i-ésimo átomo em uma rede contendo > átomos
é¾ æ
®:ç,å , onde ® é o momento magnético e :ç,å é o spin do i-ésimo átomo. Ignorando
interações entre as partículas, o hamiltoniano (energia) da rede é èæ
+¾ æ c ­ sendo ­ o
campo magnético aplicado e
H
æ c
´ +¾
¾ æ
Á

æ c |éŸ
;3 6êc,H em que êc,H é
A magnetização total da rede. Mostre que {¾
susceptibilidade magnética.

Ensemble canônico o 6ëFsG


1

6ëÔ *èì, Õ
1

J J *í ·ì, J
6ëÔ *èì, Õ
0 ] 6ë S  V
6ë S î íØ ·   ì ïV
0
J­ J­ J­
Ø

JA
6ë ÚhK¾c  K T U i  *íØ ·5ì, Û
0
J­ c,H
Física Estatística 2011-1 Fernanda R. Cavalcante 11

™
™·
esta expressão temos

JA JA
6ë ñjK T U  òK¾c  K T U ó l  *íØ ·5ì, ô
0
J­ c,H J­ c,H

JA
T U
ê
J­ c,H

JA
+T U
{¾c |
J­ c,H

 *íØ ·5ì,
s

{õ|
6ëFõsG

JA
KT U  K £¾c  {¾c |¤
0
J­ c,H

JA
K *{¾c | + {¾c | ,
K T+ U
J­ c,H

> constante

1
K

;3 6

{¾c | + {¾c |
;3 6êc,H

Para o paramagneto em equilíbrio:

{¾c |éŸ
0

{¾c |
;3 6êc,H