Você está na página 1de 5

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL

Mestrado – Edital de Seleção – Turma 2012

INSCRIÇÕES:

As inscrições deverão ser feitas de 13 a 31 de outubro de 2011 na Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, das 9hs às 18hs, ou por Sedex com data de postagem até o dia 30 de outubro de 2011.

Endereço postal:

Comissão de Seleção de Mestrado Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social Centro de Filosofia e Ciências Humanas – CFH Universidade Federal de Santa Catarina Caixa Postal 476 – Campus Universitário – Trindade CEP 88040-900 – Florianópolis – SC – Brasil

CALENDÁRIO:

.

Homologação das Inscrições: 11 de novembro de 2011

.

Prova Escrita de conteúdo: 24 de novembro

. Publicação dos resultados da prova escrita e divulgação dos horários e locais das entrevistas: até as 18hs do dia 29 de novembro de 2011

. Entrevistas: 5, 6 e 7 de dezembro de 2011.

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS

A lista dos candidatos aprovados será divulgada após homologação dos resultados da seleção pelo colegiado do PPGAS/UFSC.

REQUISITOS E DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA A INSCRIÇÃO:

1. Formulário de Inscrição disponível no website do PPGAS

(www.antropologia.ufsc.br);

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL

3. Cópia autenticada do Diploma ou Certificado de Conclusão de Curso reconhecido

pelo MEC (ou declaração de que está concluindo)*;

4. Cópia autenticada do Histórico Escolar do curso de graduação e, se houver, de

especialização ou pós-graduação*;

5. Três (3) cópias do Curriculum Vitae comprovado, elaborado com base no modelo

da Plataforma Lattes/CNPq (http://lattes.cpq.br);

6. Duas (2) Cartas de Recomendação (formulário disponível no website do PPGAS:

www.antropologia.ufsc.br); assinadas por professor/a ou profissional de reconhecida qualificação, sendo uma preferencialmente fornecida pelo/a orientador/a do Trabalho Final de Graduação, enviadas diretamente para a Comissão de Seleção de Mestrado/2012 e postadas para a Secretaria do PPGAS até 30 de outubro de 2011;

7. Três (3) cópias do Projeto de Pesquisa, a ser elaborado com base no modelo

disponível no website do PPGAS ((www.antropologia.ufsc.br);

8. Três (3) cópias da Carta de Apresentação contendo justificativa da escolha do

Mestrado em Antropologia Social da UFSC; suas condições para a realização do curso; área de interesse e perspectivas de seu desenvolvimento; experiência prévia nesta área ou razões que motivam o interesse nos estudos da área; auto-avaliação referente a experiências prévias em pesquisa e ensino; disponibilidade de tempo para cursar o Mestrado (máximo de 2 páginas);

9. Fotocópia autenticada do certificado de proficiência em inglês. Serão aceitos

certificados de proficiência em língua inglesa emitidos pelas seguintes instituições:

Departamento de Línguas Estrangeiras da UFSC. Inscrições e informações diretamente no departamento de Línguas e Literatura Estrangeira (UFSC - DLLE);

. TOEFL (Test of English as a Foreign Language), teste para leitura (Reading) com o resultado mínimo de 53 pontos se executado por computador (Computer-based Test) ou de 20 pontos se em papel (Paper-Based Test);

. University of Cambridge (Ingalterra) e Universidade de Michigan (EUA).

A proficiência em língua inglesa obtida em Curso de Pós-Graduação (Mestrado ou

Doutorado) será validada desde que realizada até 5 anos antes da inscrição no processo seletivo.

10. Fotocópia autenticada de certificado de Proficiência em língua francesa

(opcional).

pelas seguintes instituições:

Serão aceitos certificados de proficiência em língua francesa emitidos

.

Departamento de Línguas Estrangeiras da UFSC;

.

Aliança Francesa.

A proficiência em língua francesa obtida em Curso de Pós-Graduação (Mestrado ou

Doutorado) será validada desde que realizada até 5 anos antes da inscrição no

processo seletivo.

11. Os candidatos não brasileiros deverão apresentar também atestado de proficiência

em língua portuguesa, fornecido por instituição competente, a critério da comissão de

seleção.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL

*Nota: Para os candidatos estrangeiros os documentos mencionados nos quesitos 3 e

4 deverão ser autenticados pela repartição consular brasileira no pais de origem.

ETAPAS DA SELEÇÃO

1 – Prova Escrita de Conteúdo - eliminatória

Questões formuladas a partir da bibliografia obrigatória, a serem desenvolvidas na forma de dissertação, individual e manuscrita. A prova será sem consulta. A prova terá no máximo quatro (4) horas de duração. A nota mínima para aprovação é sete (7). Serão divulgados apenas dois conceitos: “aprovado” e “reprovado”. Para efeitos de correção, será garantido o anonimato dos candidatos, sendo a prova identificada apenas por numeração atribuída pela secretaria do PPGAS.

2

– Análise do dossiê do candidato

O

dossiê inclui o Projeto de Pesquisa, a Carta de Apresentação; o Curriculo Lattes e

as

Cartas de Recomendação. Para a análise do dossiê, a Comissão poderá contar com

o parecer de outros membros do PPGAS. Nesta etapa o dossiê será analisado de

acordo com: a) originalidade e relevância do projeto; b) clareza do recorte, densidade

e adequação da fundamentação teórica; c) formação do candidato e sua adequação para o desenvolvimento do projeto apresentado.

3 – Entrevista com os aprovados na Prova Escrita

Questões sobre o projeto de pesquisa e a trajetória do candidato

BIBLIOGRAFIA OBRIGATÓRIA

Clifford, James. 2002. A experiência etnográfica: antropologia e literatura no século XX. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ.

Elias, Norbert. 2001. “Observação preliminar sobre a formulação do problema”; “Estrutura de habitação como indicadores de estruturas sociais”; “Etiqueta e cerimonial”: “Comportamento e mentalidade dos homens como funções da estrutura de poder de sua sociedade”; “O rei prisioneiro da etiqueta e das chances de prestígio”.

In A sociedade de corte. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, pp. 61-159.

Evans-Pritchard, Edward. 2004. Bruxaria, oráculos e magia entre os azande. RJ:

Jorge Zahar Editor.

Geertz, Clifford. 1978. “Uma descrição densa: por uma teoria interpretativa da cultura”; “Um jogo absorvente: notas sobre a briga de galos balinesa”. In A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Zahar, pp. 13-41; 278-321.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL

Latour, Bruno e Steve Woolgar. 1997. “A etnografia das ciências”; “Visita de um antropólogo ao laboratório”; “A ordem criada a partir da desordem”. In Vida de laboratório: a produção dos fatos científicos. Rio de Janeiro: Relume Dumará, pp. 9- 101; 265-298.

Levi-Strauss, Claude. 1996. Tristes Trópicos. SP: Companhia das Letras.

Malinowski, Bronislaw. 1978. “Introdução”; “Capítulo I”; “Capítulo II”; “Capítulo III”; Capítulo XXII”. In Argonautas do Pacífico Ocidental. São Paulo: Abril Cultural, pp. 17-86; 365-372.

Marcus, George e Michael Fischer. 1986. “Introduction”; “A crisis of representation

in the human sciences”; “Ethnography and Interpretive Anthropology”. In

Anthropology as Cultural Critique. Chicago: University of Chicago Press. (pp. 1-44).

Viveiros de Castros, Eduardo. 2002. “O nativo relativo” . Mana. 8 (1): 113-148.

Strathern, Marilyn. 1987. “Out of Context: the persuasive fictions of anthropology”. Current Anthropology, 28(3): 251-281.

LOCAIS ALTERNATIVOS E SELEÇÃO

Os candidatos que residem no exterior ou em outras unidades da Federação impedidos de comparecer às etapas do processo de seleção na UFSC, devem fazê-lo constar em sua inscrição, bem como solicitar e indicar outro local para a realização da prova no momento da inscrição. A seu critério, a Comissão de Seleção poderá indicar locais e meios alternativos para a aplicação das provas.

NÚMERO DE VAGAS: 20

O preenchimento de todas as vagas não é obrigatório.

BOLSAS:

O Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social não garante bolsas de

estudos aos candidatos aprovados.

O PPGAS recomenda aos candidates estrangeiros que solicitem bolsas nos seus países

de origem ou do PEC-PG (CAPES), onde este convênio existir. Salvo apresentação

de justificativa adequada, os candidatos que se enquadram nas normas do PEC-PG

não poderão pleitear bolsa da cota própria do PPGAS.

CASOS OMISSOS

Os casos omissos serão decididos pela Comissão de Seleção.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL

INFORMAÇÕES

antropos@cfh.ufsc.br

www.antropologia.ufsc.br

A Secretaria do PPGAS não fornecerá informações por telefone sobre o processo seletivo. Os documentos enviados poderão ser retirados na Secretaria do PPGAS nos trinta (30) dias seguintes à divulgação dos resultados. Depois desta data serão destruídos.

COMISSÃO DE SELEÇÃO

Profa. Dra. Vânia Zikán Cardoso (Presidente) Profa. Dra. Maria Regina Lisboa Profa. Dra. Edviges Marta Ioris Profa. Dra. Evelyn Martina Schuler Zea (suplente)