Você está na página 1de 12

Contabilidade Empresarial 1

I – CARACTERIZAÇÃO DA CONTABILIDADE

1. Conceitos Preliminares

1.1. Conceito de Contabilidade

É uma ciência que desenvolveu uma metodologia própria que tem por finalidade:
a) controlar o patrimônio das aziendas;
b) apurar o rédito (resultado) das atividades das aziendas;
c) e prestar informações aos diversos usuários da informação contábil sobre o
patrimônio e o resultado das aziendas.

1.2. Definicão de Azienda

Aziendas representam entidades econômico-administrativas que, para atingirem


seu objetivo, seja ele econômico ou social, utilizam bens patrimoniais e necessitam
de um órgão administrativo, que pratica atos de natureza econômica necessários a
seus fins;

Na verdade, o conceito de é azienda mais amplo que o conceito de empresa. Esta


última tem como objetivo vender bens e serviços com a finalidade de lucro. No
conceito de azienda se incluem, além das empresas, as entidades cujo objetivo não
é obter lucros, mas simplesmente prestar serviços à comunidade, tais como
entidades de assistência social, fundações, etc. Estas entidades também usam a
contabilidade porque precisam controlar a evolução do seu patrimônio.

O Governo (Federal, Estadual, Municipal) também é considerado uma azienda.


Devido às suas peculiaridades, o ramo da contabilidade que controla e registra o
patrimônio do Governo denomina-se Contabilidade Pública.

1.3. Objeto e Campo de Aplicação da Contabilidade

O objeto da contabilidade é o patrimônio das entidades econômico-


administrativas (aziendas).

O campo de aplicação da contabilidade são as aziendas.

1.4. Usuários da Contabilidade

Os usuários da contabilidade são as pessoas físicas ou jurídicas que tenham


interesse na avaliação da situação patrimonial da entidade.

Dentre os usuários, destacam-se os acionistas, administradores, instituições


financeiras, governos, etc.

1.5. Funções da Contabilidade

Basicamente a contabilidade possui duas funções: função administrativa e


função econômica. A função administrativa tem por objetivo controlar o
patrimônio das entidades. Já a função econômica tem por objetivo apurar o
resultado das entidades.

2. Patrimônio

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 2

2.1. Definição

Patrimônio é o conjunto de bens, direitos e obrigações vinculados a uma entidade, num


determinado momento.

 Bens - os bens patrimoniais são coisas que, cumulativamente, satisfazem necessidades


humanas e são suscetíveis de avaliação econômica, ou seja, tem valor de mercado, têm
preço. ex: terrenos, máquinas, veículos.

Os bens se classificam mediante os aspectos do tratamento, podendo ser:


pelos aspectos contábeis:
tangíveis - aqueles que possuem forma física, são palpáveis, ocupam espaço. ex:
mesas, cadeiras, veículos
intangíveis - aqueles que não possuem forma física, são incorpóreos, não ocupam
espaço. ex: marcas, patentes, direitos autorais.
pelos aspectos do código civil:
móveis - podem ser removidos sem risco de danos e avarias. ex: veículo, máquinas,
equipamentos.
imóveis - não podem ser removidos sob risco de danos ou destruição. ex: edifícios,
construções, reservas florestais.

 Direitos - são bens de nossa propriedade que se encontram em poder de terceiros.


Aparecem no patrimônio das entidade como valores a receber. Ex: duplicatas a receber,
títulos a receber, clientes, etc.

 Obrigações - são bens de propriedade de terceiros que se encontram em nosso poder.


Aparecem no patrimônio das entidade como valores a pagar. Ex: duplicatas a pagar, títulos
a pagar, fornecedores, etc.

2.2. Composição Patrimonial

 Ativo (A) – representa a parte positiva do patrimônio, formado pelos bens e direitos da
entidade.

 Passivo Exigível (PE) – representa a parte negativa do patrimônio, formado pelas


obrigações de dívidas da entidade.

 Patrimônio Líquido (PL) ou Situação Líquida (SL) – representa a diferença entre o Ativo
e o Passivo Exigível da entidade. O Patrimônio Líquido representa as obrigações da
entidade para com os sócios ou acionistas. Esta parte diferencial (PL/SL) é que vai medir
ou avaliar a situação ou condição da entidade, sendo, portanto, considerado como Passivo
Não-Exigível.

2.3. Equação Patrimonial

Considerando os elementos integrantes do patrimônio, podemos, então, apresentar a equação


patrimonial:

Patrimônio Líquido (PL) = Ativo (A) – Passivo Exigível (PE)

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 3

Representação Gráfica do Patrimônio

 Exemplo: elaborar o balanço patrimonial dados os seguintes elementos (em R$):

automóvel .......................... 10.000


contas a pagar..................... 3.000
contas a receber.................. 5.000
impostos a pagar ............... 2.000
terrenos.............................. 6.000
duplicatas a receber........... 7.000
dinheiro em caixa.............. 8.000
salários a pagar.................. 4.000
móveis............................... 2.000
carnê a pagar..................... 9.000

Balanço Patrimonial
Ativo Passivo
Bens Exigível
Dinheiro em caixa.............. 8.000 Contas a pagar................... 3.000
Automóvel .......................... 10.000 Impostos a pagar ........ ..... 2.000
Terrenos.............................. 6.000 Salários a pagar................ 4.000
Móveis............................... 2.000 Carnê a pagar................... 9.000
Direitos
Duplicatas a receber........... 7.000 Patrimônio líquido............ 20.000
Contas a receber.................. 5.000
Total....................................38.000 Total...................................38.000

PL = A – PE
PL = 38.000 – 18.000 = 20.000

Observe que o total do Ativo é sempre igual ao total do Passivo. O Patrimônio Líquido
representa a parte diferencial, exibida à direita (Passivo), porque também representa obrigação
da entidade para com os proprietários, sócios ou acionistas.

Exercício Resolvido:
No levantamento do patrimônio de uma empresa foram obtidos os seguintes valores:
• Bens .................. $28.000
• Direitos .............. $34.000
• Obrigações ........ $43.000

Assim, determine o valor do:


a) Ativo (A)
b) Passivo Exigível (P)
c) Patrimônio Bruto (PB)
d) Patrimônio Líquido (PL)
e) Capital de Terceiros (CTe)
f) Capital Próprio (CP)
g) Capital Total à Disposição da Empresa (CTo)
h) Capital Aplicado (CAp)

a) A = Bens + Direitos = 28000 + 34000 = $62.000


b) P = $43.000
c) PB = ATIVO = $62.000

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 4

d) PL = A – P = 62000 – 43000 = $19.000


e) CTe = Obrigações = P = $43.000
f) CP = PL = $19.000
g) CTo = CTe + CP = P + PL = 43000 + 19000 = $62.000
h) CAp = A = $62.000

Observações:

1) Apesar do valor do CTo, que é o somatório de CTe com CP, ser numericamente sempre
igual ao Ativo, tendo em vista a equação patrimonial A = P + PL, tais termos não são sinônimos,
visto que o primeiro representa a origem dos recursos patrimoniais (recursos de terceiros +
recursos próprios) e o segundo representa as aplicações dos recursos patrimoniais (bens +
direitos).

2) Como já visto, o Passivo Exigível representa as obrigações da entidade com terceiros. No


entanto, o Passivo Não-Exigível (= Patrimônio Líquido) não é no strito-sensu da palavra uma
dívida da entidade com os seus sócios, pois estes não emprestam recursos para que ela possa
ter vida própria, mas sim os entregam para que com eles forme o patrimônio da entidade.

3) O Passivo Total (PT) é a soma do Passivo Exigível com o Passivo Não-Exigível: PT = PE


(Passivo) + PNE (Patrimônio Líquido)

4) Doutrinariamente, o termo Passivo é normalmente usado para indicar apenas as obrigações.


No entanto, o ideal é que, quando nos referirmos somente às obrigações da entidade, usemos
o termo Passivo Exigível, a fim de evitar confusões.

5) Lembrando que o Passivo Exigível é o Capital de Terceiros (CTe) e que o Patrimônio Líquido
é o Capital Próprio (CP), definimos como Capital Total à Disposição da Empresa (CTo) o
somatório de ambos, ou seja: CTo = CTe (Passivo Exigível) + CP (Patrimônio Líquido).

6) Lembrando que o Recurso de Terceiros é o mesmo que o Passivo Exigível e que os


Recursos Próprios é o mesmo que Patrimônio Líquido, definimos como Origem de Recursos
(OR) a soma de ambos, ou seja: OR = Recursos de Terceiros + Recursos Próprios.

Exemplo Resolvido:
Três sócios constituíram uma empresa, entrando cada um com $20.000 em dinheiro. Na
mesma época, a referida empresa adquiriu um equipamento no valor de $9.000 para
pagamento num prazo de 60 dias. Assim, temos:
• Passivo Exigível (Capital de Terceiros) = $9.000
• Patrimônio Líquido (Capital Próprio) = $60.000
• Passivo Total (Origem dos Recursos) = 9.000 + 60.000 = $69.000
• Ativo (Aplicações dos Recursos) = $69.000, pois A = P + PL

Do exemplo acima, podemos concluir que os recursos de uma entidade têm origem no Passivo
(total) e são aplicados no Ativo, ou seja:

Total das Origens = Total das Aplicações

2.4. Situações ou Estados Patrimoniais

Conforme os valores dos componentes do Ativo e Passivo, podemos encontrar as seguintes


situações patrimoniais:

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 5

1º Caso: Ativo > Passivo Patrimônio Líquido: Positivo ou Favorável ou Superavitário (PL+
ou SL+)
Sendo o Ativo maior que o Passivo Exigível, ou seja, o valor dos bens e direitos superando
o total das obrigações, diz-se que a Situação Líquida ou Patrimônio Líquido é positiva,
favorável, superavitária, ou, ainda, podemos dizer que existe riqueza própria.

Exemplo:
Ativo Passivo
Bens.................................. 4.000 Obrigações......................... 2.000

Direitos.............................. 3.000 Patrimônio líquido............ 5.000

Total................................... 7.000 Total................................... 7.000

PL = A – PE
PL = 7.000 – 2.000 = 5.000

2º Caso: Ativo < Passivo  Patrimônio Líquido: Negativo, Desfavorável, Deficitário ou


Passivo a Descoberto (PL- ou SL-)
Ocorre quando o total dos bens e direitos é menor do que o total das obrigações, ou seja, o
Ativo é menor que o Passivo Exigível, diz-se que a situação líquida ou patrimônio líquido é
negativo, desfavorável, deficitário, não existindo riqueza própria, vindo a caracterizar que o
passivo está a descoberto.

Exemplo:
Ativo Passivo
Bens.................................. 4.000 Obrigações......................... 10.000

Direitos.............................. 3.000 Patrimônio líquido............ (3.000)

Total................................... 7.000 Total................................... 7.000

PL = A – PE
PL = 7.000 – 10.000 = (3.000)

3º Caso: Ativo = Passivo  Patrimônio líquido: Nulo, Equilibrado


Se o total do Ativo for exatamente igual ao total das Obrigações Exigíveis, diz-se que a
Situação Líquida ou Patrimônio Líquido é nula ou equilibrada, não existindo também
riqueza própria.

Exemplo:
Ativo Passivo
Bens.................................. 4.000 Obrigações......................... 7.000

Direitos.............................. 3.000 Patrimônio líquido............ –0–

Total................................... 7.000 Total................................... 7.000

PL = A – PE
PL = 7.000 – 7.000 = – 0 –

Exercício Resolvido:
Vejamos agora os seguintes componentes patrimoniais (em R$):

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 6

Caixa.................................4.000
Máquinas.......................... 3.000
Duplicatas a pagar...........12.000
Imóveis............................. 5.000
Imposto a pagar................6.000
Pede-se montar o balanço patrimonial e definir sua respectiva situação líquida
Balanço Patrimonial
Ativo Passivo
dinheiro em caixa................ 4.000 duplicatas a pagar............... 12.000
máquinas........................... 3.000 impostos a pagar ................. 6.000
imóveis............................. 5.000

patrimônio líquido............. (6.000)


total....................................12.000 total....................................12.000
Observe que o total do ativo é de $ 12.000 e o total do passivo de $ 18.000. Sendo o ativo
menor do que o passivo, teremos caracterizada uma situação líquida do patrimônio ou
patrimônio líquido negativo em $ 6.000 de tal forma que, se a entidade resolver realizar todo o
seu ativo, o valor obtido é insuficiente para liquidar todas as obrigações, restando ainda um
passivo a descoberto de $ 6.000.

Exercícios de Fixação I

1) Marque a opção em que todos os elementos são sinônimos:


a) Passivo / Passivo Exigível / Capital Próprio;
b) Passivo Não-Exigível / Recursos Próprios / Capital Nominal;
c) Capital Alheio / Capital de Terceiros / Capital Aplicado;
d) Patrimônio Líquido / Capital Próprio / Recursos de Terceiros;
e) Ativo / Recursos Aplicados / Patrimônio Bruto / Capital Aplicado.

2) Considere os seguintes valores (em R$):


Bens 43.000
Direitos 12.000
Obrigações 26.000
Assim, pode-se afirmar que o patrimônio bruto e o patrimônio líquido valem,
respectivamente:
a) 43.000 e 26.000;
b) 43.000 e 29.000;
c) 55.000 e 29.000;
d) 55.000 e 26.000;
e) 81.000 e 26.000.

3) Considere os valores seguintes, marque a opção incorreta (em R$):


Mercadorias 19.000
Salários a Pagar 11.000
Móveis e Utensílios 20.000
Impostos a Pagar 3.000
Caixa 9.000
Aplicações Financeiras 10.000
Duplicatas a Pagar 40.000
Empréstimos Obtidos22.000
Material de Expediente 5.000
Bancos 6.000

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 7

a) O Capital de Terceiros é igual a R$ 76.000;


b) A Situação Líquida é deficitária;
c) Os Recursos Aplicados totalizam R$ 69.000;
d) O Capital Total à Disposição da Empresa vale R$ 76.000;
e) O Passivo a Descoberto vale R$ 7.000.

4) Observe os dados relativos à composição patrimonial das empresas listadas abaixo:


Empresa Ativo Passivo Exigível
A R$ 1.500,00 R$ 2.000,00
B R$ 3.000,00 R$ 2.500,00
C R$ 7.000,00 R$ 6.000,00
D R$ 500,00 R$ 2.000,00
Aplique a teoria das equações do Patrimônio e assinale a alternativa correta:
a) a situação líquida da empresa C é menor do que da empresa B;
b) a situação líquida da empresa A não é favorável;
c) as empresas A e D não revelam situação líquida desfavoráveis;
d) a situação líquida favorável da empresa B equivale a R$ 1.000,00;
e) a alternativa “b” não é correta.

2.5. Componentes do PL

Até o momento, vimos que PL = A – P. Agora, veremos “outra forma” de apurarmos o PL, isto é
PL = PP – PN (PP = Partes Positivas – Partes Negativas).
• Partes Positivas:
 Capital Social;
 Reservas;
 Lucros Acumulados.
• Partes Negativas:
 Capital a Realizar;
 Prejuízos Acumulados;
 Ações em Tesouraria.

Capital Social: o capital social é composto pelo total das ações subscritas na constituição de
uma S/A ou de quotas subscritas na constituição de uma sociedade limitada.

Exemplo: a empresa comercial Barra S/A foi constituída com um capital subscrito de $60.000,
sendo integralizados 20% em dinheiro depositados no banco e 50% em mercadorias para
revenda. Além disso, adquiriu um imóvel, com um financiamento, no valor de $40.000. Assim:

ATIVO
Bancos $12.000
Mercadorias $30.000
Imóveis $40.000

PASSIVO EXIGÍVEL
Financiamentos $40.000

PATRIMÔNIO LÍQUIDO
Capital Social $60.000
Capital a Realizar ($18.000)

Desta forma, podemos calcular o PL de duas formas distintas:


PL = A – P  PL = 12000+30000+40000-40000 = 42.000

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 8

ou
PL = PP – PN  PL = 60000-18000 = 42.000

Reservas: são valores acumulados no PL para uso posterior. Dependendo de como a reserva
surgiu e de como vai ser utilizada, temos vários tipos de reservas: reserva de capital, reserva
de lucros, reserva de reavaliação Detalhes de cada tipo de reserva serão vistos adiante.

Exemplo: Ainda no caso da empresa comercial Barra S/A iremos supor que, mediante laudo
elaborado por três peritos e aprovado em assembléia geral, o imóvel adquirido seja reavaliado
para $50.000. Este fato dará uma origem a uma reserva, a qual chamaremos de Reserva de
Reavaliação, pois o Ativo irá aumentar $10.000 e, conseqüentemente, o PL aumentará em
$10.000, com a entrada da reserva. Assim, a nova situação patrimonial será:

ATIVO
Bancos $12.000
Mercadorias $30.000
Imóveis $50.000

PASSIVO EXIGÍVEL
Financiamentos $40.000

PATRIMÔNIO LÍQUIDO
Capital Social $60.000
Capital a Realizar ($18.000)
Reserva de Reavaliação $10.000

PL = A – P  PL = 12000+30000+50000-40000 = 52.000
ou
PL = PP – PN  PL = 60000+10000-18000 = 52.000

Lucros Acumulados: Sempre que o resultado de uma entidade, referente ao período de um


exercício social (1 ano), for LUCRO, o mesmo será distribuído (destinado). Concluída tal
distribuição, a parte remanescente do lucro irá compor o saldo da conta LUCROS
ACUMULADOS. Este processo irá repertir-se ano a ano, ao fim de cada exercício social, até
que se decida sobre a utilização de tais lucros.

Exemplo: Ainda no caso da empresa Barra S/A, suponhamos que a empresa venda à vista
metade dos seus estoques por $21.000, obtendo, dessa forma, um lucro de $21.000-$15.000 =
$6.000. Assim, a nova situação patrimonial será:

ATIVO
Caixa $21.000
Bancos $12.000
Mercadorias $15.000
Imóveis $50.000

PASSIVO EXIGÍVEL
Financiamentos $40.000

PATRIMÔNIO LÍQUIDO
Capital Social $60.000
Capital a Realizar ($18.000)

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 9

Reserva de Reavaliação $10.000


Lucros Acumulados $6.000

PL = A – P  PL = 21000+12000+15000+50000-40000 = 58.000
ou
PL = PP – PN  PL = 60000+10000+6000-18000 = 58.000

Prejuízos Acumulados: Se a entidade, ao invés de lucro, tiver prejuízo, este “entrará” no PL


diminuindo-o. Daí, os Prejuízos Acumulados serem considerados parte negativa do
patrimônio líquido.
Exemplo: Ainda no caso da empresa Barra S/A, suponhamos que a empresa venda à vista o
estoque restante de mercadorias por $7.000, obtendo, dessa forma, um prejuízo de $7.000-
$15.000 = $8.000. Assim, esse prejuízo irá “absorver integralmente” os Lucros Acumulados, ou
seja, os Lucros Acumulados irão absorver parte do prejuízo e ainda remanescerá um prejuízo
de $2.000, o qual será o saldo da conta Prejuízos Acumulados. Assim, a nova situação
patrimonial será:

ATIVO
Caixa $28.000
Bancos $12.000
Imóveis $50.000

PASSIVO EXIGÍVEL
Financiamentos $40.000

PATRIMÔNIO LÍQUIDO
Capital Social $60.000
Capital a Realizar ($18.000)
Reserva de Reavaliação $10.000
Prejuízos Acumulados ($2.000)

PL = A – P  PL = 28000+12000+50000-40000 = 50.000
ou
PL = PP – PN  PL = 60000+10000-18000-2000 = 50.000

Ações em Tesouraria: È utilizada quando a empresa adquire suas próprias ações. Assim,
suponhamos que a empresa Barra adquira $4.000 de suas próprias ações. Dessa forma, irão
sair $4.000 do caixa e entrarão $4.000 em ações em tesouraria, ficando o patrimônio da
seguinte forma:

ATIVO
Caixa $24.000
Bancos $12.000
Imóveis $50.000

PASSIVO EXIGÍVEL
Financiamentos $40.000

PATRIMÔNIO LÍQUIDO
Capital Social $60.000
Capital a Realizar ($18.000)
Reserva de Reavaliação $10.000
Prejuízos Acumulados ($2.000)
Ações em Tesouraria ($4.000)

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 10

PL = A – P  PL = 24000+12000+50000-40000 = 46.000
ou
PL = PP – PN  PL = 60000+10000-18000-2000-4000 = 46.000

Exercícios de Fixação II

1) O Patrimônio da Cia ABC, em determinado momento, está representado (em R$) por: Caixa
= 1.500,00; Veículos = 2.300,00; Imóveis = 1.700,00; Duplicatas a Pagar = 4.000,00;
Bancos = 1.000,00; Fornecedores = 500,00. Seu Patrimônio Líquido é de (em R$):
a) 1.500,00;
b) 1.700,00;
c) 1.800,00;
d) 1.900,00;
e) nenhuma das anteriores.

2) O Patrimônio da Cia SOL, em determinado momento, está representado (em R$) por: Caixa
= 3.500,00; Veículos = 6.000,00; Imóveis = 15.000,00; Fornecedores = 11.000,00; Bancos =
13.000,00; Clientes = 1.000,00. Seu Patrimônio Líquido:
a) é inferior a R$ 10.000,00;
b) tem um valor entre R$ 10.000,00 e R$ 20.000,00;
c) tem um valor inferior a R$ 25.000,00;
d) tem um valor superior a R$ 25.000,00;
e) nenhuma das anteriores.

3) Considerar os seguintes componentes patrimoniais descritos a seguir (em R$): Caixa =


12.000,00; Máquinas = 3.000,00; Duplicatas a pagar = 12.000,00; Imóveis = 5.000,00;
Impostos a pagar = 6.000,00. A partir do balanço patrimonial, assinale a alternativa que
indica a situação patrimonial correta:
a) situação líquida superavitária de R$ 20.000;
b) situação líquida favorável de R$ 18.000;
c) situação líquida positiva de R$ 2.000;
d) situação líquida deficitária de R$ 6.000;
e) nenhuma das anteriores.

4) Na composição do patrimônio de uma empresa comercial, assinale a alternativa correta:


a) se o ativo for menor que o passivo exigível, a situação líquida será favorável;
b) se o passivo exigível for maior do que a situação líquida, caracteriza-se o chamado
passivo a descoberto;
c) se a ordem decrescente de valores for ativo, situação líquida e passivo exigível, a
situação líquida será superavitária;
d) se o ativo e o passivo exigível tiverem valores iguais, a situação líquida terá valor não
nulo;
e) se o ativo tiver valor igual a zero, a situação líquida também o terá.

5) Em relação ao patrimônio bruto e ao patrimônio líquido de uma entidade, todas as


afirmações abaixo são verdadeiras, exceto:
a) o patrimônio bruto nunca pode ser inferior ao patrimônio líquido;
b) o patrimônio bruto e o patrimônio líquido não podem ter valor negativo;
c) o patrimônio bruto e o patrimônio líquido podem ter valor inferior ao das obrigações da
entidade;

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 11

d) a soma dos bens, direitos a receber de uma entidade constitui o seu patrimônio bruto,
enquanto o patrimônio líquido é constituído desses mesmos bens e direitos, menos as
obrigações;
e) o patrimônio bruto pode ter valor igual ao patrimônio líquido.

6) Assinale a alternativa que indica situação patrimonial inconcebível:


a) situação Líquida igual ao Ativo;
b) situação Líquida maior que o Ativo;
c) situação Líquida menor que o Ativo;
d) situação Líquida maior que o Passivo Exigível;
e) situação Líquida menor que o Passivo Exigível.

7) Considerar os seguintes componentes patrimoniais da Companhia ABC descritos a seguir


(em R$):
Caixa................................ 5.500,00
Contas a Receber............ 7.500,00
Veículos..........................15.000,00
Contas a Pagar...............11.000,00
Mercadorias..................... 3.500,00
A partir do balanço patrimonial, assinale a alternativa correta:
a) O ativo da companhia totaliza R$ 20.500,00;
b) A companhia revela situação líquida deficitária;
c) O passivo exigível da companhia é menor do que seu ativo total;
d) O patrimônio líquido da firma totaliza R$ 31.500,00;
e) Nenhuma das anteriores.

8) Considerar os seguintes componentes patrimoniais descritos a seguir (em R$): Caixa =


25.000; Máquinas = 30.000; Duplicatas a pagar = 37.000; Imóveis = 55.000; Imposto a
pagar = 26.000. A partir do balanço patrimonial, assinale a alternativa que indica a situação
patrimonial incorreta:
a) situação líquida superavitária de R$ 47.000,00;
b) situação líquida favorável de R$ 47.000,00;
c) situação líquida favorável;
d) situação líquida não negativa;
e) a afirmativa da letra “c” é incorreta.

9) Considere os valores seguintes da Companhia ABC (em R$):


Caixa 25.000
Mercadorias 5.000
Fornecedores 15.000
Móveis e Utensílios 20.000
Aplicações Financeiras 40.000
Duplicatas a Pagar 50.000
Empréstimos Obtidos20.000
Bancos 15.000
Pede-se para elaborar o Balanço Patrimonial e, a partir do mesmo, assinalar a afirmativa
correta:
a) O Patrimônio Bruto equivale a R$ 125.000;
b) O Capital Total à Disposição da Empresa vale R$ 105.000;
c) O Capital Próprio da empresa não é positivo;
d) O Capital de Terceiros é menor que o Capital Próprio da empresa;
e) O Capital Alheio corresponde a R$ 75.000.

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 12

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.